daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Arquitetura e Discussões Urbanas



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 7 votes, 5.00 average.
Old February 18th, 2013, 05:42 PM   #321
Flávio!!!
Registered User
 
Flávio!!!'s Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Location: País do Bolsa Família
Posts: 2,078
Likes (Received): 1508

Quote:
Originally Posted by Dida Vasconcelos View Post
Pois é... O projeto pode até sair do jeito que está, mas a Moura Dubeux vai ter que subornar muito mais gente do que no caso das Torres Gêmeas!
Ninguém está nem aí em preservar a vista do patrimônio histórico e o escambal, todo mundo quer a tal da GRANA $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$.
Flávio!!! no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old February 18th, 2013, 06:54 PM   #322
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Já falei: minha proposta é grosseira, mas tenho certeza que teria menor rejeição de ambas as partes: o Consórcio Novo Recife deveria construir um terço da torres com o triplo da altura, todas concentradas na extremidade sul do terreno. No restante, um grande parque urbano, equipamentos culturais, restaurantes, marinas, estação de transporte fluvial, um oceanário, linha de VLT, o escambau.

Conclusão: os amantes dos skyscrapers teriam prédios realmente grandes para admirar e os protetores do patrimônio histórico não teriam acúmulos de pastilhas brancas para agredir o skyline do centro histórico do Recife.

Last edited by TheSkyscraperCitizen; February 19th, 2013 at 01:32 AM.
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 19th, 2013, 02:32 AM   #323
Lobão
Registered User
 
Lobão's Avatar
 
Join Date: Jun 2011
Location: Recife
Posts: 696
Likes (Received): 87

Dizer que o pátio ferroviário das cinco pontas tem valor histórico é brincadeira. Um parque público no lugar do pátio ferroviário seria bem mais útil. Preservaria apenas o trilho para o VLT e o resto botava no chão.
Lobão no está en línea   Reply With Quote
Old February 19th, 2013, 03:56 AM   #324
Rai_
Registered User
 
Rai_'s Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 2,673
Likes (Received): 482

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Já falei: minha proposta é grosseira, mas tenho certeza que teria menor rejeição de ambas as partes: o Consórcio Novo Recife deveria construir um terço da torres com o triplo da altura, todas concentradas na extremidade sul do terreno. No restante, um grande parque urbano, equipamentos culturais, restaurantes, marinas, estação de transporte fluvial, um oceanário, linha de VLT, o escambau.

Conclusão: os amantes dos skyscrapers teriam prédios realmente grandes para admirar e os protetores do patrimônio histórico não teriam acúmulos de pastilhas brancas para agredir o skyline do centro histórico do Recife.
É uma boa opção, mas como a área está virando privada com algumas limitações impostas, eles vão distribuir os prédios como quiserem, até porque terão funções diferentes que nem sempre fica legal concentrada em grandes espigões.

Em suma, o governo não pediu coisas que realmente poderiam servir a população como parque, TI, entre outros citados por você, então o novo dono faz o que quer cumprindo as exigências mínimas impostas.
Rai_ no está en línea   Reply With Quote
Old February 19th, 2013, 05:09 AM   #325
Hugo_REC
Arquitetura de banheiro
 
Hugo_REC's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Location: Recife
Posts: 3,914
Likes (Received): 184

A 1° exigência devia ser: Não usar cerâmica branca.
__________________
Quem nasceu pra bolo de bacia, nunca vai ser cupcake.
Hugo_REC no está en línea   Reply With Quote
Old February 19th, 2013, 03:53 PM   #326
Lobão
Registered User
 
Lobão's Avatar
 
Join Date: Jun 2011
Location: Recife
Posts: 696
Likes (Received): 87



A segunda exigência devia ser usar muito vidro nas fachadas.
Lobão no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2013, 01:55 AM   #327
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Do Leão XIII:

Quote:
Originally Posted by Xavier_Ric View Post
Novo Recife: Viaduto das Cinco Pontas pode ser mantido
POSTADO ÀS 20:30 EM 20 DE FEVEREIRO DE 2013

Apesar da exigência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) de que o Viaduto das Cinco Pontas seja demolido na execução do projeto do Novo Recife, no Cais José Estelita, área central do Recife, o elevado pode ser mantido. Para o secretário de Desenvolvimento e Controle Urbano do Recife, João Braga, o equipamento só deve ser demlido caso o plano viário que será elaborado na área constatar a necessidade da intervenção.

O secretário lembrou que, além do Novo Recife, o entorno do Cais José Estelita recebe outras intervenções - como a requalificação do Porto do Recife, a futura restauração no Centro do Recife, obras no Pina - que terão impacto no trânsito na área. "Tudo isso tem que ser avaliado para não se cometer o erro de derrubar um viaduto e depois constatar que piorou o trânsito. É preciso pensar a longo prazo, no que vai ocorrer com o Recife daqui a cinco anos, por exemplo, quando todas essas obras estiverem prontas. É um impacto grande na cidade", observou, durante apresentação do empreendimento na Câmara do Recife nesta quarta-feira (20).

A derrubada do viaduto é uma das 14 ações mitigadoras apresentadas até agora para o Consórcio Novo Recife, dono do empreendimento. Para o Iphan, a ação adequaria o projeto à paisagem e permitiriam uma visualização melhor do Forte das Cinco Pontas. O custo para a demolição é de R$ 2 milhões, arcado pela iniciativa privada.

Em uma reunião do Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU) ficou acordado que o dinheiro da ação será reservado para caso o plano viário aponte a necessidade da demolição. O plano viário deve começar em abril e o secretário não divulgou o prazo de conclusão.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjamildo/
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2013, 03:00 PM   #328
rpl
Cidadão do Mundo
 
rpl's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Recife-PE
Posts: 2,348
Likes (Received): 3277

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Já falei: minha proposta é grosseira, mas tenho certeza que teria menor rejeição de ambas as partes: o Consórcio Novo Recife deveria construir um terço da torres com o triplo da altura, todas concentradas na extremidade sul do terreno. No restante, um grande parque urbano, equipamentos culturais, restaurantes, marinas, estação de transporte fluvial, um oceanário, linha de VLT, o escambau.

Conclusão: os amantes dos skyscrapers teriam prédios realmente grandes para admirar e os protetores do patrimônio histórico não teriam acúmulos de pastilhas brancas para agredir o skyline do centro histórico do Recife.
Eu propus algo parecido em uma edição anterior do LDN. Só não gosto da idéia de prédios residenciais ali; deveriam ser prédios de uso público (empresariais/serviços), se possível com mirante ou restaurante panorâmico... De resto, seria fantástico termos marinas, restaurantes, VLT, um pequeno parque...e adorei a ideia do Oceanário, queria um aos moldes do de Lisboa

Quote:
Originally Posted by Xavier_Ric
Novo Recife: Viaduto das Cinco Pontas pode ser mantido
Aos poucos, todos os benefícios vão sumir...no final, só ficarão as torres - com uma ciclofaixa de 50cm de largura na frente (que tb será "privatizada"?).

Last edited by rpl; February 21st, 2013 at 03:06 PM.
rpl no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2013, 03:10 PM   #329
rpl
Cidadão do Mundo
 
rpl's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Recife-PE
Posts: 2,348
Likes (Received): 3277

Quote:
Originally Posted by Hugo_REC View Post
A 1° exigência devia ser: Não usar cerâmica branca.
Sem problemas, é fácil trocar por cerâmica bege...

Mais difícil será fazerem algum projeto minimamente ousado. Vamos ter mais do mesmo, mais prédios retos, cortados a facão, sem curvas externas e com aquelas empenas quase cegas das áreas de serviço voltadas para a cidade.

Saudades dos anos 80 e início dos 90, quando tantos prédios interessantes foram construídos na cidade...e que nem precisavam ter 30 ou 40 andares pra terem valor arquitetônico ou serem, no mínimo, interessantes. Basta dar uma volta ali pela Jaqueira e Parnamirim para constatar isso.

Last edited by rpl; February 21st, 2013 at 08:17 PM. Reason: erro de digitação...
rpl no está en línea   Reply With Quote
Old February 22nd, 2013, 05:24 PM   #330
Mascate
Mameluco sangue azul
 
Mascate's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Recife
Posts: 19,977
Likes (Received): 2840

CONSERVAÇÃO
Memória ferroviária será preservada pelo Projeto Novo Recife
Consórcio responsável pelo empreendimento imobiliário do Cais José Estelita acata sugestões do Iphan e da Fundarpe
Publicado em 22/02/2013, às 00h25
Do JC Online


Antigo tanque de melaço será recuperado. Paredão de 60 metros também fica
Fotomontagem: Divulgação


O Projeto Novo Recife – que prevê a construção de 12 torres no Cais José Estelita, além de vários equipamentos urbanos – vai preservar elementos das edificações existentes naquela área do bairro de São José, algumas em estágio avançado de degradação. Uma parede de 60 metros de extensão, remanescente da fachada do armazém do antigo Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA), é um desses remanescentes.

A estrutura ficará localizada nas imediações do hotel que ocupará uma das torres, funcionando como uma espécie de portal. “Estamos estudando a possibilidade de aproveitar essa parede como suporte de obras de artes”, detalha o arquiteto Jerônimo da Cunha Lima, responsável técnico pelo projeto, aprovado em dezembro passado pelo Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Prefeitura do Recife.

Além desse portal, serão conservadas as três casas que um dia abrigaram funcionários da Rede Ferroviária Federal. No local, haverá instalação de quiosques para pequenos pontos comerciais, como banca de revista e sorveteria. Um terceiro elemento também será preservado, por exigência do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Um dos antigos tanques de melaço, estrutura circular de metal com 25 metros de diâmetro, será recuperado e permanecerá no cais, ainda sem uso definido.

“Nossa ideia é doar o equipamento ao Iphan, que poderá dar um destino cultural ao espaço”, detalha Cunha Lima.
Outra área a ser recuperada é a dos armazéns hoje localizados próximos ao Viaduto das Cinco Pontas. O conjunto vai ser entregue à Prefeitura do Recife e poderá abrigar um mercado, uma escola e até o museu ferroviário.

http://jconline.ne10.uol.com.br/cana...cife-74230.php
__________________
Pernambuco - O Leão do Norte
Recife: 477 anos de cultura, tradição e modernidade.
06 de Março de 2014 - 197 anos da Revolução Pernambucana
רסיפה, ערש היהדות באמריקה
Mascate no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 12:00 AM   #331
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Quote:
Originally Posted by Rai_ View Post
É uma boa opção, mas como a área está virando privada com algumas limitações impostas, eles vão distribuir os prédios como quiserem, até porque terão funções diferentes que nem sempre fica legal concentrada em grandes espigões.

Em suma, o governo não pediu coisas que realmente poderiam servir a população como parque, TI, entre outros citados por você, então o novo dono faz o que quer cumprindo as exigências mínimas impostas.
Quanto a prédios de função diferentes concentrados, há vários bons exemplos de prédios de uso misto mundo afora. Alguns dele no Brasil. Aqui no Recife que isso ainda não existe.

Discordo totalmente de se fazer um TI no terreno. O que tem que ser feito é uma linha de VLT, ligando a Estação Largo da Paz do metrô (que terá um TI em breve) ao Terminal Maritmo de Passageiros, ou até o Forte do Brum. Além disso uma Estação de Transporte Fluvial de Passageiros, além de uma marina para os catamarãs seria muito bom.

Quote:
Originally Posted by rpl View Post
Eu propus algo parecido em uma edição anterior do LDN. Só não gosto da idéia de prédios residenciais ali; deveriam ser prédios de uso público (empresariais/serviços), se possível com mirante ou restaurante panorâmico... De resto, seria fantástico termos marinas, restaurantes, VLT, um pequeno parque...e adorei a ideia do Oceanário, queria um aos moldes do de Lisboa
Sinceramente, eu também preferiria que não tivesse residenciais e fosse feito um complexo empresarial/hoteleiro. Mas acho que a ausência dos residenciais inviabiliza o projeto. Por melhor que seja o momento econômico que estamos vivendo, não sei se seria viável tantos empresariais de uma só vez. A maior demanda é por unidades residenciais.

Não só o Oceanário de Lisboa é inspirador, mas todo o Parque das Nações: o teleférico, a Torre Vasco da Gama, etc. Quem nos dera ter 30% daquilo aqui.
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 12:46 AM   #332
Rai_
Registered User
 
Rai_'s Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Posts: 2,673
Likes (Received): 482

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Quanto a prédios de função diferentes concentrados, há vários bons exemplos de prédios de uso misto mundo afora. Alguns dele no Brasil. Aqui no Recife que isso ainda não existe.

Discordo totalmente de se fazer um TI no terreno. O que tem que ser feito é uma linha de VLT, ligando a Estação Largo da Paz do metrô (que terá um TI em breve) ao Terminal Maritmo de Passageiros, ou até o Forte do Brum. Além disso uma Estação de Transporte Fluvial de Passageiros, além de uma marina para os catamarãs seria muito bom.
.
Colega,

recordo muito bem que você já leu notícias sobre a extensão do VLT até a antiga estação do Forte e isso foi dito pelo governo para no período da Copa o VLT, digamos, dar um apoio ao metrô, afinal como o Marco Zero será o ponto da Fan Fest, a partir da ponte giratória, veículo particular talvez e até público não acesse e por ser relativamente perto, dá para andar a apé do Forte até lá.

Também recordo muito bem que outro que contribui por aqui e em outros threads disse que há um projeto para o VLT chegar até o Terminal Marítimo. Isso foi dito quando publicou fotos da recuperação dos trilhos perto dos galpões e até maquetes do novo Recife Antigo onde mostra o novo Terminal Marítimo, se vê um VLT transitando naquela área.

Se tudo isso é especulação sobre o VLT chegar ao Forte num primeiro momento e depois ao Terminal Marítimo, por que a manutenção da rede férrea incluindo transposição de alguns trechos previsto no empreendimento?

Outra, a sugestão de TI para parte do local seria para um contexto mais amplo, situação que muitos aqui ignoram quando se fala em transporte, e, claro, o TI seria atrelado ao VLT.

Caso não saiba, o TI Largo da Paz irá trabalhar com pouquíssimas linhas. A proposta do Grande Recife para a litação nova é apenas duas linhas. É muito pouco para limitar linhas que ainda saem do Cabo com destino ao centro da capital e outras que transitam pela Mascarenhas e Av. Sul, bem como utilizam a Dantas Barreto. Há um terminal perto do Forte, Santa Rita, que poderia virar um TI, mas não seria integrado ao VLT.

A sugestão do TI no entorno, como falei para situação futura, é criar outro ponto de mediação como VLT, mais ao centro da cidade centralizando mais linhas que usam Av. Sul e Dantas Barreto para evitar que essas, não todas, transitam na ida ou volta pela Conde da Boa Vista. Um dos problemas da avenida é a grande quantidade de ônibus de bairros quando só deveria ter linha circular de TI próximo e troncais. Recordo que ainda há linhas que usam a José Estelita e algumas dessas seriam atreladas ao sugerido TI.

O VLT é mais uma opção de deslocamento e este limitado a Largo da Paz até o Terminal Marítimo, sozinho não permitiria ao usuário chegar a Boa Vista. Com um TI, ele não dependeria de fazer migrações até chegar ao TI Recife para tomar um circular ou sair e tomar o ônibus pagando novamente.
Rai_ no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 12:59 AM   #333
rpl
Cidadão do Mundo
 
rpl's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Recife-PE
Posts: 2,348
Likes (Received): 3277

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Quanto a prédios de função diferentes concentrados, há vários bons exemplos de prédios de uso misto mundo afora. Alguns dele no Brasil. Aqui no Recife que isso ainda não existe.
Entre construções recentes temos casos isolados, como aquele prédio da Av. Boa Viagem que tem uma cafeteria na lateral (esqueci o nome) e a Torre Madrid, na Domingos Ferreira. É uma solução interessante: além de manter um saudável comércio local, ajuda a pagar os custos de manutenção do prédio, caso as lojas sejam alugadas ao condomínio.

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Discordo totalmente de se fazer um TI no terreno. O que tem que ser feito é uma linha de VLT, ligando a Estação Largo da Paz do metrô (que terá um TI em breve) ao Terminal Maritmo de Passageiros, ou até o Forte do Brum. Além disso uma Estação de Transporte Fluvial de Passageiros, além de uma marina para os catamarãs seria muito bom.
Essa linha é um dos maiores óbvios ululantes de Recife. E deveria ir até o Forte mesmo, onde poderia se integrar no futuro a alguma linha de BRT ou VLT na Av. Norte.

Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Sinceramente, eu também preferiria que não tivesse residenciais e fosse feito um complexo empresarial/hoteleiro. Mas acho que a ausência dos residenciais inviabiliza o projeto. Por melhor que seja o momento econômico que estamos vivendo, não sei se seria viável tantos empresariais de uma só vez. A maior demanda é por unidades residenciais.
Infelizmente, creio que vc esteja certo.


Quote:
Originally Posted by TheSkyscraperCitizen View Post
Não só o Oceanário de Lisboa é inspirador, mas todo o Parque das Nações: o teleférico, a Torre Vasco da Gama, etc. Quem nos dera ter 30% daquilo aqui.
Fato. A expressão é essa mesmo: inspirador.
rpl no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 01:12 AM   #334
Flávio!!!
Registered User
 
Flávio!!!'s Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Location: País do Bolsa Família
Posts: 2,078
Likes (Received): 1508

Decisão jurisprudencial

Juiz suspende projeto Novo Recife

É muito grande, leiam a notícia através da fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br...o-recife.shtml
Flávio!!! no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 01:42 AM   #335
Dida Vasconcelos
BANNED
 
Join Date: Jun 2012
Posts: 258
Likes (Received): 51

Quote:
Originally Posted by Tiozão View Post

Um corretor amigo meu falou que o lançamento sera no começo do segundo semestre deste ano.
Quote:
Originally Posted by Flávio!!! View Post
Decisão jurisprudencial
Juiz suspende projeto Novo Recife

Conta a lenda que na Copa de 1958, durante a preleção antes do jogo contra a antiga União Soviética, o técnico brasileiro Vicente Feola reuniu os jogadores e combinou a estratégia da partida.

- No meio de campo, Nilson Santos, Zito e Didi trocam passes curtos para atrair a atenção dos russos… Vavá puxa a marcação da defesa deles caindo para o lado esquerdo do campo… Garrincha vence facilmente seu marcador na corrida e com a bola dominada vai até à área do adversário, sempre pela direita, e ao chegar à linha de fundo cruza a bola na direção da marca de pênalti; Mazzola vem de frente em grande velocidade já sabendo onde a bola será lançada… e faz o gol!

Garrincha com a camisa jogada no ombro, ouvia sem muito interesse a preleção, e em sua natural simplicidade perguntou ao técnico: Tá legal, seu Feola… mas o senhor já combinou tudo isso com os russos?

Dida Vasconcelos no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 02:07 AM   #336
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Autor do Novo Recife diz que arquitetos que criticam projeto queriam fazer intervenções piores, sem cumprir legislação

O arquiteto Jerônimo da Cunha Lima, responsável pelo escritório que desenvolveu o projeto imobiliário Novo Recife, fez nesta quinta-feira, em almoço em Boa Viagem, uma ampla explanação sobre os bastidores da iniciativa. Em uma das revelações, atribuiu às críticas que o projeto imobiliário recebe a uma questão concorrencial, oriunda da rejeição de outros projetos previstos para a mesma área.

“A primeira coisa que a gente fez, quando recebeu a incumbência do projeto, foi conhecer o que já havia sido sugerido. Tinha 10 projetos para aquela área, na Prefeitura da Cidade do Recife. Nós escolhemos dois deles para avaliar mais aprofundadamente”.

“Um deles era chamado de Recife Utopia Viva e foi apresentados por acadêmicos locais e pela atual presidente do IAB (Vitória Régia), com gente de São Paulo. O projeto era interessante, mas sem compromisso com a legislação. Era feito dentro dágua e tinha tipologia de edifícios altos também”, descreveu.

“O outro projeto foi o projeto Olinda e Recife, feito no governo Jarbas Vasconcelos, com uma equipe do Recife e Portugal, que tinha feito a Expo. Esse projeto vinha do Complexo de Salgadinho até o Cais José Estelita. A imagem do projeto na área do cais até hoje roda pela internet, associada erroneamente ao nosso projeto. Igual ao projeto acadêmico Recife Utopia Viva, o Olinda e Recife não tomou conhecimento da legislação. Eles achavam que podiam mudar a legislação. Não havia recuos, embora a lei dissesse que não podia colar uns nos outros. Os imóveis trabalhavam na rua, como se fosse uma Avenida Guararapes. Nem havia área verde”, comparou.

Em depreciação aos projetos anteriores, Jerônimo da Cunha Lima comentou ainda que os projetos anteriores previam a utilização de toda a área, enquanto o Novo Recife utiliza apenas uma parte. “Não é o terreno inteiro. Neste projeto que temos em mão, a área pública soma 45%, quando o normal, pela lei, é 35%”

“Os investimentos que estão acontecendo no Porto do Recife confirmam o acerto do grupo de trazer para a área do Cais José Estelita habitação, comércio e área de escritório, em uso misto. Vamos reabilitar toda uma área histórica que hoje está abandonada”, disse.

“Em resumo, o projeto Olinda e Recife estava certo ao propor a reconstrução em áreas degradadas, que não fossem históricas, mas a projeto era equivocado. O projeto Novo Recife cumpre toda a legislação. Vamos criar uma nova orla no Recife, sem muros. Vamos abrir novas conexões com a cidade, ao abrir os muros para a bacia do Pina”.

Em um último ponto, o arquiteto destacou que o Projeto Novo Recife, além de ter montado um plano de mobilidade com os técnicos da PCR, manterá a interligação ferroviária com a cidade.

“O Novo Recife é o único projeto que não acabou com o trilho naquela área. As pessoas poderão ter acesso ao Recife com o metrô, por meio do VLT. A intenção do governo é que ele comece no terminal marítimo e vá até a primeira estação do metrô por meio de VLT”, frisou.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...cao_146472.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 02:07 AM   #337
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Há muito tempo que o Recife fez uma opção por ser uma cidade vertical

O autor do projeto Novo Recife, o arquiteto Jerônimo da Cunha Lima, disse que a cidade do Recife já escolheu a verticalização e classificou de mentirosos aqueles que tentam usar o argumento do gabarito elevado para boicotar o projeto, enganando os leigos no assunto.

“Será que o projeto Novo Recife é um paredão de prédios que comprometerá a paisagem do local? A resposta é não. Estou desmentindo essas afirmações categoricamente. O grupo privado poderia, por exemplo, fazer ali 50 edifícios (mais baixos). Se a gente reduzisse o gabarito, com o gabarito de Boa Viagem, por exemplo, caberia mais de 50 prédios, mais usando mais áreas. Como tínhamos uma área grande, era preciso tirar partido. São apenas cinco lotes e não 50 lotes”.

“Tem um professor da UFPE dizendo que elevar o gabarito é uma maneira de multiplicar o terreno quantas vezes se queira. Trata-se de uma mentira. A gente não constrói do jeito que quer”.

Pela lógica da lei, quanto mais alto, menor o uso da área, menor o uso do terreno. Quanto mais baixo, maior o uso do terreno.

“A lei permite que se faça três, quatro, duas vezes a área do terreno. Você tem o direito de escolher. Numa área de mil metros, por exemplo, pode-se construir 2 mil metros, seja 4 pavimentos de 500 metros ou 10 pavimentos de de 200 metros. O detalhe de ser baixo ou alto não altera o número de pessoas ou de carros que vão afluir para ali. No caso do projeto Novo Recife, temos sido acusados de ter um gabarito superior à infra-estrutura do local. Como se a gente aumentasse a altura, para estar ganhar área. Trata-se de uma mentira”, atacou.

Indo direto ao ponto, o arquiteto acabou com as ilusões de parte daquela classe média do Recife que sonha estar morando em Paris.

“Há tempos que o Recife já fez uma opção de ser uma cidade vertical. As pessoas preferem o último andar, as pessoas escolhem o último andar. Não é por outro motivo que as construtoras cobram mais caro pelos andares mais altos”.

O arquiteto também desmentiu que os prédios vão gerar mais calor na cidade. “Teremos mais de 100 metros entre o hotel e os prédios. Como a ventilação é transversal, naquela área, trata-se de mais uma inverdade lançada contra o projeto”.

O empresário Gustavo Dubeux disse que o projeto vai começar pelo lado sul, na área do Cabanga, mas que a intenção da empresa é entregar toda a área pública prevista no projeto, como as melhorias no tráfego.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...cal_146469.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 02:08 AM   #338
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Arquiteto do Novo Recife rebate campanha contra projeto imobiliário e reclama de má fé de colegas

O autor do projeto Novo Recife, o arquiteto Jerônimo da Cunha Lima, mesmo mantendo a diplomacia, abriu finalmente o verbo, nesta quinta-feira, em um almoço em Boa Viagem, contra os detratores do projeto imobiliário.

No encontro, o arquiteto também disse que não tinha medo do Ministério Público Federal. “Não temos medo algum. Podem vir. Cumprimos toda a legislação”, afirmou.

Nas críticas, o arquiteto Jerônimo da Cunha Lima citou o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), que tinham assento no Conselho de Desenvolvimento Urbano do Recife e fazia campanha aberta contra as obras. “O IAB nunca quis discutir o projeto. O que o IAB fez foi boicotar o projeto, tentando confundir a opinião pública”, defendeu.

O autor do projeto também criticou um professor da UFPE, mas não declinou o nome.

“Estão falando de má fé. Não tem essa história de projeto com gabarito maior do que pode. Não tem essa história de que a verticalização é ruim para a cidade”, afirmou.

“Quem faz isto são as mesmas pessoas que participaram da concepção do Projeto Olinda e Recife, no governo Jarbas”, contou, revelando a questão concorrencial que permeia a polêmica em torno da obra, desde o início.

“Eles podem ter a opinião deles, não ligo, respeito, mas não posso gostar quando dizem que estamos fazendo algo ilegal. Não estamos”, garantiu. “O projeto Recife Olinda tinha uma verticalização ainda maior do que este projeto e não teve essa polêmica. Eles sequer respeitavam a legislação vigente e não teve essa polêmica”, comparou.

Na apresentação que fez hoje do projeto para a imprensa local, o arquiteto contou que os empreendedores colocaram a área na mão do escritório e só fizeram uma recomendação, no sentido de que eles tivessem o cuidado de respeitar a legislação em vigor. “Nós inventamos aquilo lá. Se tiver bom ou ruim, nós assumimos”, observou.

Jerônimo também rebateu que o escopo do projeto será especulação imobiliária. “Por definição, especulação imobiliária ocorreria se o terreno fosse travado para os netos dos empreendedores. O que ocorre é justamente o contrário. Só a renda que vai ser gerada para a prefeitura em impostos é gigantesca, cerca de R$ 5 milhões em IPTU. Que especulação imobiliária é essa?”

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...gas_146464.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 02:08 AM   #339
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Consórcio Novo Recife diz que não tem medo de briga na Justiça

O empresário Gustavo Dubeux, um dos empreendedores do projeto Novo Recife, disse nesta quinta-feira que não receia briga na Justiça por conta do projeto imobiliário.

“Medo zero. Só vamos ter que trabalhar muito mais e gastar dinheiro com advogados”, comentou, de forma irônica, sem citar o Ministério Público Federal ou estadual.

“No que toca à disputa judicial, já respondemos todos os itens no processo. A tese da ação (do MPF) é subjetiva. Eles dizem que vai ficar feio. A ventilação também não é problema, uma vez que ela ocorre de forma transversal, não prejudica a cidade, sem falar nos recuos exigidos por lei. De forma que estamos tranquilos”, pontuou.

O grupo de empresas lembrou a polêmica jurídica criada quando da construção das torres gêmeas, no Recife Antigo. “Ganhamos por unanimidade no STJ. Já há jurisprudência a nosso favor”, afirmou.

O consórcio Novo Recife espera obter o alvará de construção até o fim do semestre, para dar início às obras.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...ica_146460.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote
Old February 23rd, 2013, 02:09 AM   #340
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
TheSkyscraperCitizen's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Recife
Posts: 6,490
Likes (Received): 3087

Gustavo Dubeux rompe silêncio e critica uso político do projeto Novo Recife

O empresário Gustavo Dubeux, um dos empreendedores do projeto imobiliário Novo Recife, reclamou publicamente nesta quinta-feira, em almoço em Boa Viagem, da polêmica gerada em torno do empreendimento. O empresário criticou a proliferação de audiências públicas propostas, mas sem citar a Câmara Municipal do Recife nem a Assembleia Legislativa do Estado.

“Esses debates são um desrespeito às instituições públicas. Nós passamos quatro anos para aprovar o projeto na Prefeitura da Cidade do Recife e em uma série de órgãos públicos, em incontáveis reuniões”, comentou.

Apesar de declarar-se aborrecido com a criação de tanta polêmica em torno do projeto, o empresário da construção civil revelou nesta quinta-feira uma contra-ofensiva e disse que o consórcio vai realizar uma série de exposições com setores da sociedade local. “Vamos em todos os setores. Só é contra o projeto quem não o conhece. Não vamos medir esforços para devolver vida urbana ao bairro de São José e ao Recife”, disse.

O arquiteto responsável pelo projeto Novo Recife, Jerônimo da Cunha Lima, reclamou de linchamento.

“Ninguém queria ver o projeto (quando apresentado no CDU, na PCR). É como se o objetivo fosse queimar a gestão municipal (João da Costa). Quando viram que iriam perder no voto, o IAB abandonou a reunião e a votação foi 18 a zero, em nosso favor. Até a CUT votou com o projeto”, afirmou, revelando ainda outro bastidor. Cunha Lima disse que, numa dos debates na Câmara Municipal, o ex-vereador Múcio Magalhães chegou a pronunciar-se contra o projeto alegando que ele representava a briga contra o capitalismo. Múcio Magalhães é ligado ao deputado federal João Paulo, ex-prefeito do Recife que acabou se desentendendo com João da Costa.

“Na fase de tramitação ainda fazia sentido. Agora, depois de aprovado, a gente se pergunta se é lógico”

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...ife_146459.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:40 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu