daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Lisboa > Projectos



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old December 19th, 2009, 08:24 PM   #41
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 5,780
Likes (Received): 4890






















os arruamentos e infraestruturas estao feitos, mas não está ainda nenhuma habitação construida
fidalgo no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old December 20th, 2009, 01:22 PM   #42
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

bom projecto
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:17 PM   #43
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 84,529
Likes (Received): 1582

Já estive a ver e fica perto da saída da AE.

http://www.casasdaquinta.pt/envo.html

Aqui:

http://www.bing.com/maps/?v=2&cp=38....8&lvl=16&sty=h
__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:19 PM   #44
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 5,780
Likes (Received): 4890

sim, por detras do St Peters School

ja tinha visto uns cartazes por aí, mas ontem, na tentativa de encontrar mais um atalho, fui parar la dentro da urbanização
fidalgo no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:26 PM   #45
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Quote:
Originally Posted by Barragon View Post
Boa localização
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:30 PM   #46
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 84,529
Likes (Received): 1582

Acho estranho pelo facto da variante de Aires passar ali na zona....
__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:43 PM   #47
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Quote:
Originally Posted by Barragon View Post
Acho estranho pelo facto da variante de Aires passar ali na zona....
Indica-me no mapa qual é essa variente?
E porquê que achas estranho?
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 04:44 PM   #48
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 5,780
Likes (Received): 4890

onde é que viste o trajecto dessa variante?

a rotunda que está em baixo no mapa, vai para Aires, e irá atravessar o povoado, mas se é essa, dificilmente se pode chamar variante
fidalgo no está en línea   Reply With Quote
Old December 21st, 2009, 05:56 PM   #49
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 84,529
Likes (Received): 1582

Está ali no cimo afinal vai passar ao lado, mesmo colada.

__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old December 21st, 2009, 06:01 PM   #50
Império-CostaAzul
Pexito na Alma
 
Império-CostaAzul's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Lisboa/Sesimbra
Posts: 3,967
Likes (Received): 17

pois lol nem estava a ver qual era a tua duvida
__________________
ESTRELA.LX

&

๑۩۞۩๑ Sesimbra ๑۩۞۩๑
Vila Pexita, Terra de Mar

"Entre muralhas, defesa lusitana, surge um oásis chamado Costa Azul, nenhum caminho até hoje conhecido nos levará a tão estimado Paraíso, só aqui a natureza toma forma, assim bem na Arrábida, no Oceano, no Sado, formas cheias de vida, uma árvore, um roaz, uma gaivota. Aqui o Homem sempre sorriu ao futuro, numa união de terra, rio, serra e mar."
Império-CostaAzul no está en línea   Reply With Quote
Old January 16th, 2010, 04:19 PM   #51
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Palmela quer obras fundamentais no Orçamento de Estado
A construção do Quartel do Destacamento de Palmela da GNR; a variante à EN 252; a alternativa à EN 379 e a regularização da Vala da Salgueirinha e da Ribeira de Palmela são algumas das obras que a Câmara quer incluídas no Orçamento de Estado (OE), agora em discussão. A lista de investimentos, na maioria já prometidos pela administração central, consta na moção aprovada pelo executivo de Teresa Vicente.Sexta, 15/01/2010 - 15:50


Entre os investimentos que devem ser incluídos no OE de 2010 está também a extensão de Saúde para Pinhal Novo Sul; a extensão de saúde de Quinta do Anjo, o Pavilhão Desportivo do Quintajense; a passagem desnivelada na linha do Alentejo no Poceirão, postos da GNR de Águas de Moura, Quinta do Anjo e Pinhal Novo; o Tribunal Judicial de Palmela; e a nova escola de 2/3 ciclos de Pinhal Novo, a ampliação do Centro de Dia da Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Pinhal Novo e os lares de idosos da Associação dos Lares Ferroviários, da Misericórdia de Palmela e da Associação de Solidariedade Social de Brejos do Assa.

Na moção, o executivo palmelense afirma que o «esforço» de investimento feito pelo município no desenvolvimento do concelho, «ultrapassando, em muitos domínios, as suas competências», exige o «correspondente reconhecimento da administração central e, numa lógica de complementaridade, a construção de equipamentos e infra-estruturas fundamentais para o bem-estar da população, e que são da sua exclusiva responsabilidade».

Imais
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old January 16th, 2010, 05:35 PM   #52
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 5,780
Likes (Received): 4890

Quote:
Originally Posted by Barragon View Post
Está ali no cimo afinal vai passar ao lado, mesmo colada.
mas isso é uma "variante"?

variante de que estrada?, da N252? pessoalmente não acho o atravessamento de Aires complicado
fidalgo no está en línea   Reply With Quote
Old January 16th, 2010, 08:36 PM   #53
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,527
Likes (Received): 9

Qual a probabilidade da zona de Aires fazer parte da malha urbana de Setúbal daqui a 7, 10 anos.
já se criava a fregueisa de Aires.
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old January 26th, 2010, 08:54 PM   #54
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Câmara de Palmela quer incluir “projectos inadiáveis” em PIDDAC

A Câmara Municipal de Palmela quer incluir no Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC) de 2010 alguns projectos que considera “inadiáveis”. O quartel do destacamento de Palmela da GNR, a regularização da vala da Salgueirinha, as vias alternativas às estradas nacionais 252 e 379 e a construção da extensão de saúde para o Pinhal Novo sul são, segundo Ana Teresa Vicente, presidente da autarquia, “as prioridades das prioridades”. A autarca alerta o Governo para “o cumprimento das suas responsabilidades face às necessidades crescentes do concelho”.




A concretização dos postos da GNR no Pinhal Novo, Quinta do Anjo e Águas de Moura está directamente relacionada com uma das necessidades de que fala Ana Teresa Vicente, uma vez que, segundo a autarca, “a insegurança no município tem crescido, com o aumento do número dos furtos”. “Em Águas de Moura não existe nenhum posto da GNR e, mesmo, o do Poceirão está longe do resto da freguesia”, realça a autarca, enfatizando a “existência de um terreno” para a construção do quartel de destacamento da GNR em Palmela, que “a câmara já contratualizou com o Ministério da Administração Interna”.



Tal como explica a presidente, a freguesia do Pinhal Novo está “carente em termos de saúde”, facto que justifica a criação de uma extensão de saúde para a localidade. A Câmara Municipal de Palmela vai ainda propor ao Ministério do Ambiente a “regularização faseada de alguns troços já devidamente identificados” da vala da Salgueirinha e da ribeira de Palmela, embora Ana Teresa Vicente reconheça que a “obra não será fácil, dado que é impossível estar finalizada de um momento para o outro”.



“A variante à estrada nacional 252 é indispensável porque deve recolher parte do trânsito da plataforma logística do Poceirão”, continua Ana Teresa Vicente, que explica que aquele investimento também vai ter um nó de ligação à auto-estrada. Com os aumentos anunciados pela Brisa para alguns troços da A2 e da A12, a edil palmelense considera que o “congestionamento na EN252 vai aumentar”, um facto que poderia ser devidamente contrariado com uma “via alternativa”. “É inaceitável o Governo anunciar aumentos nas portagens sem os utentes terem alternativas”, reitera.



Além da reivindicação em torno do tribunal judicial de Palmela, da construção da passagem desnivelada na linha do Alentejo no Poceirão e da extensão de saúde da Quinta do Anjo, o município considera “fundamental” que o Ministério da Educação concretize a construção dos pavilhões desportivos da escola 2/3 do Poceirão e das secundárias do Pinhal Novo e de Palmela. Relativamente a esta última, Ana Teresa Vicente explica que a direcção discorda do “modelo proposto pelo ministério, um espaço desportivo coberto”, uma vez que, segundo a autarca, “o modelo proposto não corresponde às necessidades sentidas”. “A construção destes pavilhões são muito importantes, até porque vão permitir aumentar a prática do desporto nas escolas”, conclui.

Setúbal na rede
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old June 11th, 2010, 08:25 PM   #55
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Palmela pede 8 milhões ao banco para obras

Um empréstimo bancário, de médio e longo prazo, no valor de 8 milhões de euros, para financiamento do Plano Plurianual de Investimentos para 2011/2013, foi aprovado pelo município, na última sessão pública. O documento passou por maioria com duas abstenções dos vereadores do PS.

Sexta, 11/06/2010 - 14:28


Vão ser consultadas seis entidades bancárias para ver qual a que oferece menores encargos financeiros. O empréstimo, que será utilizado em três anos, deverá ser amortizado dentro de quinze anos.

Este empréstimo, segundo a presidente Ana Teresa Vicente, surge devido a «uma quebra nas receitas municipais» no início do ano, tal como no ano passado. «Não se conhece indicadores que prevejam uma inversão desta tendência até ao final do ano e anos seguintes devido à crise na economia e às medidas anunciadas pelo Governo, em particular as que se reflectem directamente nas finanças locais», sublinha a autarca.

Perante este cenário de crise geral, a edil diz que é necessário utilizar todas as formas de financiamento, incluindo o recurso ao crédito bancário, de modo a satisfazer as necessidades dos munícipes e para dar cumprimento à concretização do Plano Plurianual de Investimentos aprovado.

Teresa Vicente esclarece que o município «dispõe de capacidade de endividamento» que permite recorrer ao financiamento bancário para realização de investimentos, libertando assim os recursos próprios para a satisfação de outras competências municipais.

A maioria das obras a concretizar no terreno diz respeito à construção de saneamento básico e asfaltamento de ruas, estradas e caminhos. Mas o empréstimo vai beneficiar também a ampliação da EB1/JI de Aires, beneficiação da EB1/JI de Palmela, a execução de redes de abastecimento de água a Asseiceira de Cima – Loja Nova, a execução do reservatório de Aires, pavilhões desportivos, a construção da ciclovia poente de Pinhal Novo, a recuperação de espaços públicos da urbanização Nogueira de Matos (Pinhal Novo) e a execução da rotunda na EN 379 – Ligação a Aires, entre outras.

O vereador do PS, Fonseca Ferreira, considera que com este empréstimo, o nível de endividamento e respectivos encargos, que deverão atingir 87,5 por cento, em 2013/2014 é «muito elevado e pesado» para a gestão do município.

O autarca realça que a edilidade «gasta quase tudo em despesas correntes e depois não tem dinheiro para investimento e recorre a estes empréstimos, que deveriam ser para investimentos excepcionais». Fonseca Ferreira conclui que a autarquia deveria dar prioridade à centralização dos serviços que estão dispersos por 32 edifícios e na requalificação do centro histórico de Palmela.

Imais

Quem devia fazer a rontunda da estrada nacional 379 era a Estradas de Portugal.
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old June 24th, 2010, 10:48 PM   #56
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,909
Likes (Received): 6

Palmela prepara regeneração pesada de centro histórico para 2011



A Câmara Municipal de Palmela prevê começar a intervir na mata do castelo e iniciar a construção de um espaço cidadão junto ao mercado municipal ainda no final de 2010, dando assim continuidade a um conjunto de operações faseadas até 2012 que visam reabilitar o centro histórico da vila. Ana Teresa Vicente, presidente da autarquia, adianta que o objectivo passa por tornar o coração da vila “cada vez mais aprazível, de modo a privilegiar os peões”, embora não esconda a sua preocupação com outras “grandes obras pesadas, nomeadamente em torno das redes de infra-estruturas e das calçadas, que vão decorrer no centro histórico em 2011”.



Apesar das preocupações, a presidente da câmara municipal acredita que os palmelenses “vão prestar a devida atenção às empreitadas”, até porque a transformação do centro histórico visa “dar mais espaço ao cidadão, em detrimento da circulação automóvel”. A construção de um espaço cidadão, que pretende dinamizar social e culturalmente a zona, é uma das obras mais esperadas pelo actual executivo, até porque o espaço deverá ser a futura sede da Junta de Freguesia de Palmela, constituindo-se simultaneamente num centro de exposições e num pequeno anfiteatro.



A esta obra, das mais pesadas em termos orçamentais, junta-se a intervenção na chamada mata do castelo, que vai, em última instância, apagar a imagem “de hiato” que persiste entre o centro histórico e o castelo de Palmela. “Os sanitários públicos da mata deverão ser transformados na futura sede dos escuteiros de Palmela, tal como o moinho do local, que vai ser devolvido à juventude”, enfatiza Ana Teresa Vicente, salientando que o objectivo final “passar por criar um elo de ligação forte entre a mata e o castelo propriamente dito”.



As intervenções naquele edificado histórico, ao abrigo também da candidatura apresentada pelo município ao Quadro de Referencia Estratégico Nacional (QREN), já começaram, estando já requalificada a zona da antiga piscina. Segundo explica Ana Teresa Vicente, o objectivo passa por dotar o castelo “de um espaço que possa ser mais fruído por todos, embora mantendo a traça original”. No total, a requalificação do centro histórico de Palmela contempla um conjunto de 40 operações, “78 por cento das quais destinadas a intervir em infra-estruturas físicas”. A Câmara Municipal de Palmela, uma das 15 parceiras envolvidas na candidatura, será a promotora de 25 das 40 operações previstas até 2012.



“Nesta altura, estão a ser ultimados os diversos estudos prévios que vão dar origem a lançamentos de concursos para o projecto”, enfatiza a autarca. O conjunto de operações que vão requalificar o centro histórico está orçado em 7 milhões de euros, co-financiando em cerca de 50 por cento pelo QREN. A inclusão de wireless e sinalética, a iluminação de alguns monumentos, a criação de um centro comercial em céu aberto, o nascimento de um espaço gourmet no castelo de Palmela e a recuperação do chafariz D. Maria I são outras operações que estão previstas ao abrigo desta candidatura.

Setúbal na rede. 24-06-2010
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old February 17th, 2011, 10:22 PM   #57
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,527
Likes (Received): 9

Novo projecto turístico vai nascer em Rio Frio até 2018


A Sociedade Agrícola de Rio Frio deverá investir entre 20 a 30 milhões de euros até 2018 para criar naquela zona do concelho de Palmela um “projecto turístico inovador”, capaz de se destacar a nível nacional e internacional. Ramos Rocha, presidente da sociedade, explica que o objectivo principal passa por “aliar a valorização e modernização do agro-industrial”, potenciando a produção de vinho de qualidade, de carne de bovino e de cavalos puro-sangue lusitanos, “com outros projectos turísticos baseados na história e cultura do território e na recuperação do património já edificado”.



O projecto turístico, que prevê assim a recuperação de 80 mil metros quadrados de construção, prevê o nascimento na zona de um hotel de 4 estrelas, com piscina, spa, ginásio e 116 camas, que ocupará parte das antigas adegas e o edifício de descasque de arroz. “O estabelecimento hoteleiro, em articulação com outras casas de campo, com outras residências turísticas e outras casas rurais, integrará os elementos industriais de maior valor histórico”, avança o presidente da empresa promotora do investimento.



Apesar de ainda existirem projectos já candidatados ao Proder (Programa de Desenvolvimento Rural) e de outros que ainda o serão, a Sociedade Agrícola de Rio Frio está já a investir em algumas operações, nomeadamente a nível da plantação de uma nova vinha de 150 hectares e de um novo centro de vinificação. A estas empreitadas, que permitirão ao projecto desenvolver assim a sua componente mais ligada ao enoturismo, deverá juntar-se em breve a reconversão e o aumento do efectivo bovino para 1500 animais e a criação, na herdade, do Parque Rio Frio, orientado para a melhoria do montado de sobro e para a valorização da fauna e flora locais.



“Trata-se de um projecto articulado e alinhado com a ambição e estratégia de afirmação regional da Área Metropolitana de Lisboa a nível nacional e internacional”, justifica Ramos Rocha. Além do parque Rio Frio e da componente hoteleira, o projecto antecipa ainda a recuperação de parte das adegas antigas e o desenvolvimento de um verdadeiro centro hípico, que pressupõe, entre outras empreitadas, a reactivação da coudelaria Rio Frio e a recuperação do antigo picadeiro, todas elas “visando a criação de um verdadeiro pólo competitivo do cavalo que permita o desenvolvimento da fileira dos cavalos portugueses”.


O centro hípico prevê mesmo a existência de um hipódromo, com uma pista para treinos e uma outra para competições, a construção de um novo picadeiro coberto com capacidade para 524 lugares sentados, uma casa das rações, 96 novas boxes, a recuperação de outras 500 nas antigas pocilgas, uma bancada coberta, parques de estacionamento, tendas e boxes desmontáveis e, finalmente, a existência de um centro de eventos e de um museu. Para viabilizar este último é necessária uma inventariação de todo o espólio existente ligado à terra.



“A aldeia será o elemento chave e vai ser o elemento aglutinador de todo o resto”, afiança Ramos Rocha. Perante a magnitude do projecto, Ana Teresa Vicente, presidente da Câmara Municipal de Palmela, afirma que a autarquia “sempre acarinhou o projecto”, uma vez que este é “mais um exemplo do desenvolvimento que se tem procurado para o município, sempre ligado ao mundo rural”. “É a prova de que é possível investir, não descaracterizando aquilo que existe, mas sim aproveitando e reabilitando algo que já é de Rio Frio”, sustenta.

Setubal na rede
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old February 17th, 2011, 11:01 PM   #58
fred_mendonca
President and CEO
 
fred_mendonca's Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: Oeiras
Posts: 17,713
Likes (Received): 27

Parece-me bem!
__________________
"We must face the grim necessity, with full knowledge that the task is to be solved, and we must proceed with a full realization that no statute enacted by man can repeal the inexorable laws of nature."
fred_mendonca no está en línea   Reply With Quote
Old February 17th, 2011, 11:04 PM   #59
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 84,529
Likes (Received): 1582

Vamos lá ver... Rio Frio assim é que não.
__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old August 25th, 2011, 01:46 PM   #60
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,527
Likes (Received): 9

Central Fotovoltaica da Quinta do Anjo em Palmela

Constituída por 10.720 painéis fotovoltaicos de silício monocristalino

Investimento de cerca de 35 milhares de euros

A EDP Distribuição concluiu já a construção de um novo troço de rede de Média Tensão, com 1.019 metros, que vai viabilizar a entrada em produção da nova Central Fotovoltaica da Quinta do Anjo, no concelho de Palmela, que deverá dar-se dentro de breves semanas.

De iniciativa particular, a nova Central, situada junto a Vale de Galinhas (Quinta do Anjo, Palmela), é constituída por 10.720 painéis fotovoltaicos de silício monocristalino e tem uma potência total instalada de 1.608 kVA.

A ligação à rede pública desta nova Central produtora de “energia limpa” está prevista para muito em breve e far-se-á à rede de Média Tensão, a 15kV, da EDP Distribuição, através de um novo Posto de Seccionamento - uma obra projetada e acompanhada por esta empresa e que envolveu um investimento a custos primários de cerca de 35 milhares de euros.

Rostos
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:23 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu