daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Arquitetura e Discussões Urbanas



Reply

 
Thread Tools Rate Thread
Old November 12th, 2010, 02:35 AM   #41
Henrifavoretto
Registered User
 
Henrifavoretto's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Goiânia/Go
Posts: 4,748
Likes (Received): 381

Muito bem elaborado o thread, mas Yuri, Anápolis não faz parte da RM de Goiânia!!!
Henrifavoretto no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old November 12th, 2010, 03:18 AM   #42
Andre_RP
1978
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 6,592
Likes (Received): 805

Eu AMO os thread e estatísticas do Yuri. Sou fã!!!
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2010, 03:41 AM   #43
joaofsa
Luzes da Cidade
 
joaofsa's Avatar
 
Join Date: Apr 2009
Location: Araci/Feira de Santana
Posts: 4,346
Likes (Received): 20

Ótimo thread Yuri, gosto muito de seus threads de estatisticas, dá pra passar um bom tempo analisando
joaofsa no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2010, 07:38 PM   #44
CasAM
CasAM
 
CasAM's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Location: Uberaba - Triângulo
Posts: 222
Likes (Received): 16

Yuri, achei bem interessante esse estudo. Poderia certamente contribuir para a construção de políticas públicas para o setor.

Quote:
Originally Posted by Norton_adm View Post
Ao meu ver fica faltando listar ai Conquista, Prata, Nova Ponte, Conceição das Alagoas, Miguelópolis (SP) e até mesmo sacramento.
Concordo com a sugestão de adicionar no "AU-Uberaba" as cidades de Conquista, Conceição das Alagoas, Miguelópolis e Sacramento. Adicionaria também Campo Florido. Contudo, Prata está mais para Uberlândia, e Nova Ponte se divide entre Ura e Udi. Araxá poderia participar, porém possui uma micro região própria, apesar da estreita ligação com Uberaba.
CasAM no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2010, 08:49 PM   #45
banzo
Banzo
 
banzo's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Patos de Minas/São Paulo
Posts: 1,841
Likes (Received): 288

Patos de Minas poderia acrescentar o Carmo do Paranaíba ou Guimarânia?
__________________
Cidades são para pessoas.

BR-365 TRECHO PATOS-UBERLÂNDIA: DUPLICAÇÃO JÁ
banzo no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2010, 09:01 PM   #46
Valter
Registered User
 
Valter's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Uberlândia - Araxá - Carmo do Paranaíba - Bambuí
Posts: 8,396
Likes (Received): 511

^
Pois é, esqueci de comentar isso. Eu sei que o Yuri tem um padrão na definição das áreas de influência, mas Carmo funciona hoje como um bairro distante de Patos, tanto quanto Lagoa. Se não me engano são mais de 10 horários de ônibus entre as duas cidades diariamente, sem contar os fretados para estudantes que partem em todos os turnos. Não é raro encontrar pessoas de Carmo em Patos que foram lá apenas fazer compras ou passear no shopping. Não é raro ligar pra minha mãe e ela me dizer que resolveu sair e ir no cinema... em Patos. Imagino que o mesmo deva valer pra Guimarânia.
__________________
Como D. Beja Araxá nasceu camponesa.E, como D. Beja, também conheceu a adversidade, sendo o objeto de desejo de poderes superiores. O Estado apropriou-se de suas fontes, maculando sua beleza, ainda que a recompensasse com um rico patrimônio. Por ele, Araxá conheceu o mundo, e o mundo a conheceu. Hoje, D. Beja é Araxá, espelho de suas convicções e metáfora de suas contradições. Nela se refletem simultaneamente, as imagens do seu presente, as representações históricas e as verdades míticas do seu passado; as projeções para o futuro. Rosa Maria Spinoso
Valter no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2010, 11:36 PM   #47
rmello
Registered User
 
Join Date: May 2007
Location: Belo Horizonte, Brasil
Posts: 704
Likes (Received): 52

Quote:
Originally Posted by Soteropolis1 View Post
Em primeiro lugar o censo ainda não acabou, as atualizações continuam diárias e qualquer análise de crescimento agora é precipitada.

Além do mais várias dessas aglomerações, aqui consideradas, são muito subjetivas. Se cada um resolver fazer a sua aglomeração a seu gosto, gera um caos. Deveríamos nos ater a RM's oficiais do IBGE, que ainda assim são polêmicas. Seria melhor usar o critério antigo de "area de influência". Lagoa Santa, por ex., é longe demais de BH pra ser da sua AM, embora possa pertencer oficialmente a esta.

Santo Amaro, a 50 km de SSA, é muito mais próxima da capital e tem relação direta com ela, ainda mais que várias das cidades da RIDE de Brasília, e não foi considerada aqui. Enfim, é preciso se estabelecer critérios para fugir do ufanismo que pega muita gente querendo engrandecer artificialmente a cidade onde mora, como se população fosse critério de importância!!
Só adicionando uma informação sobre Lagoa Santa: além de estar a apenas 36 Kms do centro de BH, conforme já informado, venho complementar que parte da área do Aeroporto de Confins fica no município de Lagoa Santa.

Só esse fato justifica a inclusão de Lagoa Santa na RM. Fica claro que somente o movimento pendular do aeroporto já é suficiente para incluir o município. Como pode o aeroporto internacional da cidade não estar nem dentro da região metropolitana?? Confins é longe mas nem tanto!

E fora isso, o centro de Lagoa Santa está atualmente a apenas 15 minutos do centro administrativo do estado de minas gerais. E posso te garantir que há MUITAS pessoas que fazem o movimento pendular diariamente.
rmello no está en línea   Reply With Quote
Old November 13th, 2010, 12:51 PM   #48
Yuri S Andrade
Registered User
 
Yuri S Andrade's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: São Paulo & Londrina
Posts: 10,276


Agradeço novamente os comentários dos colegas!


Quote:
Originally Posted by Henrifavoretto View Post
Muito bem elaborado o thread, mas Yuri, Anápolis não faz parte da RM de Goiânia!!!
Henri, nessa definição mais elástica, Anápolis acabou entrando na RM da capital.


Quote:
Originally Posted by CasAM View Post
Concordo com a sugestão de adicionar no "AU-Uberaba" as cidades de Conquista, Conceição das Alagoas, Miguelópolis e Sacramento. Adicionaria também Campo Florido. Contudo, Prata está mais para Uberlândia, e Nova Ponte se divide entre Ura e Udi. Araxá poderia participar, porém possui uma micro região própria, apesar da estreita ligação com Uberaba.
Entre Uberaba e Conquista são 60 km; 67 até Conceição das Alagoas; 73 km até Sacramento; 73 km até Campo Florido; 80 km até Nova Ponte; 87 km até Miguelópolis; 151 km até Prata. Ou seja, todas passam muito do limite estabelecido de 50 km.


Quote:
Originally Posted by banzo View Post
Patos de Minas poderia acrescentar o Carmo do Paranaíba ou Guimarânia?
É a mesma situação. Ambas passam do limite.

Last edited by Yuri S Andrade; November 13th, 2010 at 01:12 PM.
Yuri S Andrade no está en línea   Reply With Quote
Old November 13th, 2010, 01:53 PM   #49
GIM
JK - O Presidente
 
GIM's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Belo Horizonte
Posts: 12,032
Likes (Received): 2516

Com censo em dados preliminares dando uma população menor, Betim - MG preocupada com repasses.




REPASSE. APESAR DO NÚMERO DE PESSOAS DIMINUIR, FUNDO DE PARTICIPAÇÃO NÃO SERÁ ALTERADO
Censo 2010 constata população menor
Dados preliminares do IBGE revelam que a cidade tem 367.044 habitantes, 74 mil a menos do estimado pelo instituto em 2009; casais betineneses têm menos filhos
Lisley Alvarenga
economia@otempobetim.com.br


Mesmo com os dados preliminares do Censo 2010 publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na última semana, que revelam que o número de habitantes de Betim é, na verdade, bem menor do que o que estava sendo divulgado nas estimativas feitas pelo próprio instituto nos últimos anos, os dados atualizados da cidade não irão influir no repasse pela União dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios, cujo percentual é determinado com base na média populacional de cada cidade.

Betim, como explica o coordenador de área censitária, Wellington Ricardo Estanislau Ribeiro, já atingiu a faixa 4.0, de mais de 156.216 habitantes. "Passamos dessa marca há mais de dez anos. Agora, iremos alterar o repasse apenas quando atingirmos 1 milhão de pessoas". Porém, o coordenador afirma que tais alterações acabam por interferir diretamente nos repasses de recursos em esferas como a saúde, educação, alça viária, entre outros (veja na matéria ao lado).


Em 2009, de acordo com o IBGE, Betim teria uma população estimada em 441.748 pessoas. Só que o resultado preliminar do Censo, que é feito pelo instituto a cada dez anos, revela que a cidade possui um total de 367.044 habitantes. Ele explica que, na última pesquisa feita pelo instituto, Betim passava por uma explosão de crescimento, nos anos 80 e 90, em função, principalmente, da instalação da montadora Fiat e de outras fábricas de autopeças na cidade. "Na época em que foi realizado o último Censo, o número de habitantes na cidade crescia muito, acima de 4% ao ano. E os demógrafos do IBGE utilizavam a média desse crescimento anual e o crescimento vegetativo para fazer a estimativa. Só que, agora, pelo último Censo, percebemos que esse aumento da população estabilizou. Com isso, Betim cresceu, mas não na proporção estimada pelo IBGE", afirma.

Dados
Wellington explica que um dos problemas com relação às projeções é que o IBGE não tem como calcular o fluxo migratório da cidade, pois, no Brasil, há um livre acesso das pessoas entre os Estados. Outro ponto verificado pelos recenseadores foi que, em Betim, como no país em geral, está havendo um maior controle de natalidade por parte dos casais. "Em Betim, a média de habitantes por domícilio em 1999 era de 3,9. Agora, em 2010, é de 3,2, o que equivale a 73.800 habitantes a menos na década", enfatiza.

O coordenador disse também que as análises preliminares do IBGE identificaram um aumento de conjuntos habitacionais em todas as regiões da cidade, fato que não afeta o crescimento populacional. "Ocorreram migrações internas. As pessoas que moram em comunidades estão tendo a oportunidade, através de projetos sociais, de adquirir suas casas próprias".
Para Wellington, um dos fatores que impedem o crescimento da população na cidade é a especulação fundiária. "O valor dos lotes aqui é muito caro. Nem todas as pessoas têm como pagar tais valores".

Mas, de acordo com Ribeiro, como os números são preliminares, ainda poderão sofrer alterações. Até o fim de novembro, o instituto continuará fazendo a revisão dos dados e o trabalho de recenseamento. Uma das atividades, segundo o IBGE, será o retorno aos domicílios onde o recenseador encontrou evidência de morador, mas ninguém foi recenseado. "Vamos continuar esse trabalho. Por isso, os dados ainda poderão sofrer mudanças", relata.


Dados impactam na educação
Para o secretário de Educação de Betim, Carlos Roberto de Souza, as alterações da projeção populacional têm afetado a educação na cidade por toda uma década. “O repasse de recursos da educação é feito pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que se baseia no número de matrículas. Como as mesmas estão estáveis e a receita municipal subiu ao longo dos anos, o déficit só foi aumentando. Em 2009, chegou a 49,8 milhões. A nossa estimativa é que o valor do déficit na conta do Fundeb, em 2010, tenha uma leve queda, uma vez que aumentamos o número de matrículas na educação infantil. Não vamos mudar o planejamento da educação no município, mas iremos dar mais ênfase na expansão da oferta no ensino infantil. Isso vai amenizar os impactos negativos do novo perfil populacional, mas não vai resolver a situação como um todo”.

Para o secretário, a responsabilidade maior de a população de Betim estar superestimada é do IBGE. “O instituto realiza na metade da década uma contagem populacional, um tipo de censo reduzido, com um questionário menor. No país, esse censo aconteceu em 2006. Mas, em Betim, não houve. Por isso, as projeções na cidade foram as mesmas dos dados de 2000”, enfatiza. (LA)


Link:http://www.otempo.com.br/otempobetim...dTipoNoticia=1
__________________
****Beleza sem virtude é rosa sem perfume .****
GIM no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 03:56 AM   #50
Leojf
Registered User
 
Leojf's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Vitória/ES
Posts: 2,763
Likes (Received): 9

Depois de Belo Horizonte Betim foi a cidade q mais caiu, mas eu discordo um pouco desse caiu, de 2001 a 2009 são estimativas se for na frieza dos número a cidade nunca teve essa pop. de 441.748. E teve um erro de digitação da reportagem q passou batido a estimativa de 2009 para Contagem ñ é 652.393, mas de 625.393, um erro de 27 mil hab.
Leojf no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 04:19 AM   #51
vinex
BANNED
 
Join Date: May 2010
Location: Goiânia (GO)
Posts: 6,766
Likes (Received): 56

crescimento intenso do eixo BSB-ANA-GYN.
Muito interssante os dados.
vinex no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 05:19 AM   #52
Manezinho
Registered User
 
Manezinho's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Próximo a Desterro
Posts: 3,918
Likes (Received): 50

Excelente trabalho, Yuri. Gostaria de fazer algumas considerações acerca da RM Florianópolis.

Quote:
Florianópolis (SC) --- Águas Mornas, Antônio Carlos, Biguaçu, Canelinha, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Palhoça, Paulo Lopes, Santo Amaro da Imperatriz, São José, São Pedro de Alcântara e Tijucas
1. Yuri acertou em cheio ao incluir Garopaba. De fato há uma dinâmica entre este município e a região metropolitana, que não poderia ser ignorada.

2. Como um grande conhecedor desta região, posso afirmar que Canelinha está fora da área de influência direta de Florianópolis. Na região metropolitana pouco se ouve falar dessa cidade, assim como nunca conheci alguém de lá. Acho que a participação deste município na RM poderia ser revista.

3. Apesar da distância até Florianópolis ser superior a 50 km, os municípios de Rancho Queimado e Angelina manifestam uma relação bastante estreita com a região metropolitana. Ainda que sejam pequenos e distantes, muito se ouve falar deles por aqui. Rancho Queimado está passando por um boom de condomínios rurais para atender a demanda urbana da Grande Florianópolis. Angelina possui linha de ônibus regular que parte do mesmo terminal onde funcionam as linhas dos bairros de Florianópolis.
Manezinho no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 01:26 PM   #53
Yuri S Andrade
Registered User
 
Yuri S Andrade's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: São Paulo & Londrina
Posts: 10,276


Manezinho, Canelinha foi incluída pela proximidade com Tijucas e para "fechar" o espaço entre as RMs Blumenau, Itajaí e Florianópolis. Nessa lista, sempre que houve um pequeno município "preso" entre duas (ou mais) grandes RMs eu o incluí em uma delas.

Quando eu terminar a lista, vou analisar mais uma vez todas as RMs e esse caso Angelina e Rancho Queimado. Joguei lá no Google Maps e a distância entre elas e São José é de pouco mais de 50 km. Poderiam sim entrar na RM.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Adicionando as acima de 250 mil habitantes:

Quote:
Originally Posted by Yuri S Andrade View Post

(...)

87 - Itapetininga-Tatuí (SP) --- 298.705 --- 256.175 --- 16,60%

88 - Carpina-Limoeiro (PE) --- 286.773 --- 269.697 --- 6,33%

89 - Governador Valadares (MG) --- 286.237 --- 276.052 --- 3,69%

90 - Jaú (SP) --- 281.055 --- 252.174 --- 11,45%

91 - Nova Friburgo (RJ) --- 280.100 --- 269.122 --- 4,08%

92 - Caraguatatuba-São Sebastião (SP) --- 276.646 --- 224.656 --- 23,14%

93 - Palmas (TO) --- 276.416 --- 184.690 --- 49,66%

94 - Ourinhos-Jacarezinho (SP-PR) --- 275.383 --- 261.813 --- 5,18%

95 - Dourados (MS) --- 275.006 --- 237.853 --- 15,62%

96 - Lajeado (RS) --- 271.185 --- 241.899 --- 12,11%

97 - Abaetetuba-Moju (PA) --- 265.802 --- 224.697 --- 18,29%

98 - Jequié (BA) --- 265.579 --- 269.214 --- -1,35%

99 - Pouso Alegre (MG) --- 264.603 --- 229.095 --- 15,50%

100 - Paranaguá (PR) --- 262.382 --- 235.840 --- 11,25%

101 - Itapipoca (CE) --- 255.460 --- 213.080 --- 19,89%

102 - Poços de Caldas (MG) --- 253.975 --- 234.493 --- 8,31%
Yuri S Andrade no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 03:34 PM   #54
David de andrade
Joinville-SC
 
David de andrade's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: Joinville
Posts: 3,278
Likes (Received): 349

Com relação a RM de Joinville, incluiria os municípios de Barra Velha e são João do Itaperiú, na de Joinville, pois esses dois municípios tem influencia direta com Joinville, mais até mesmo do que Itajaí, meus parentes de Barra Velha como boa parte dos habitantes de lá usam os serviços de Joinville, e os Joinvilenses usam as praias de Barra Velha no verão, 60% dos veranistas de barra velha são joinvilenses, muitos amigos meus possuem casas ou apartamentos lá, como tb São joão do Itaperiu, é comum vc ver carros das prefeituras dessas duas cidades por aqui. Isso mostra que esses dois municípios tem uma ligação direta com Joinville.
__________________
2004 - 2014 -> 10 anos de Skyscraper
David de andrade no está en línea   Reply With Quote
Old November 14th, 2010, 09:46 PM   #55
Norton_adm
Ives Accosta
 
Norton_adm's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Uberaba
Posts: 1,750
Likes (Received): 67

Quote:
Originally Posted by Yuri S Andrade View Post

Agradeço novamente os comentários dos colegas!




Henri, nessa definição mais elástica, Anápolis acabou entrando na RM da capital.




Entre Uberaba e Conquista são 60 km; 67 até Conceição das Alagoas; 73 km até Sacramento; 73 km até Campo Florido; 80 km até Nova Ponte; 87 km até Miguelópolis; 151 km até Prata. Ou seja, todas passam muito do limite estabelecido de 50 km.




É a mesma situação. Ambas passam do limite.
Entendo a questão dos 50km... porém são cidades que tem muita ligação com a cidade.... Depende grande parte dos serviços que Uberaba oferece... Lembrando tb do tamanho territorial da cidade de Uberaba. Ou seja, pra vc sair do centro da cidade até algumas dessas cidades, obviamente todas elas vão passar dos 50 km
Norton_adm no está en línea   Reply With Quote
Old November 15th, 2010, 03:05 PM   #56
abrandao
Paris, France.
 
abrandao's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Maceio, Paris
Posts: 10,675
Likes (Received): 720

Com base nesses critérios, devem-se incluir na Região Metropolitana de Maceió os municípios de São Miguel dos Campos (57,4km de Maceió, 54.522 habitantes), Roteiro (58km de Maceió, 6.656 habitantes) e Jequiá da Praia (55,5km de Maceió, 12.026 habitantes), elevando a população total da RM de Maceió para 1.316.224 habitantes.

Isso sem incluir os municípios de Flexeiras, que fica a 60,6 km da capital de Alagoas (12.236 habitantes), e Capela, que fica a 60,8km de Maceió (17.077 habitantes).

Para cálculos das distâncias, observar o seguinte link:

http://www.mapascomochegar.com/Alago...el_dos_Campos/

Last edited by abrandao; November 16th, 2010 at 12:06 PM.
abrandao no está en línea   Reply With Quote
Old November 15th, 2010, 03:47 PM   #57
Guilherme Olenik CWB
Registered User
 
Guilherme Olenik CWB's Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Grande Curitiba - Paraná
Posts: 922
Likes (Received): 98

Quote:
Originally Posted by Douglas Alberto View Post
Adorei os dados. Yuri vc poderia lançar um livro sobre Geografia Urbana bem atualizada. Seus dados são bem interessantes, qualquer professor da aéra de turismo e geografia comprariam. Eu msm compraria!!!!
=D
Os dados sim são interessantes, parabéns para o Yuri por postá-los. Mas a constituição das regiões metropolitanas do Brasil está muito equivocada. Curitiba por exemplo, não tem relação com quase todos os municípios do vale do Ribeira, que fazem parte de sua região metropolitana. As regiões metropolitanas tais quais como estão, exceto as delimitadas posteriormente pelos governos estaduais, foram criadas pelo regime militar, a fim de criar uma região de desenvolvimento a partir de uma cidade pólo que "cresceria" e "irradiaria" sua riqueza para os municípios ao redor, sem considerar a real relação entre os municípios. Esse modelo é muito criticado pela Geografia Urbana.
Guilherme Olenik CWB no está en línea   Reply With Quote
Old November 15th, 2010, 03:50 PM   #58
Guilherme Olenik CWB
Registered User
 
Guilherme Olenik CWB's Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Grande Curitiba - Paraná
Posts: 922
Likes (Received): 98

Sei que já foi comentado em outro thread mas... acho engraçado essa região metropolitana de Manaus, maior que vários estados brasileiros. Uma região metropolitana se caracteriza por cidades que interagem entre si, especialmente a cidade-pólo com as vizinhas e vice-versa, com fluxo pendular diário onde geralmente há uma união física, a conurbação entre as cidades (cidades - área urbanizada, não divisa entre municípios). Isso acontece entre Manaus e estas cidades? Com toda essa distância fica meio difícil de acreditar.

E o que seria "Florianópolis e extensão" daquele gráfico da página anterior?

Last edited by Guilherme Olenik CWB; November 15th, 2010 at 03:59 PM.
Guilherme Olenik CWB no está en línea   Reply With Quote
Old November 15th, 2010, 04:36 PM   #59
Manauense
Manaus, Amazonas, Brasil
 
Manauense's Avatar
 
Join Date: Mar 2006
Location: Manaus (Amazonas) & São Paulo - Capital
Posts: 7,558
Likes (Received): 199

Quote:
Originally Posted by Guilherme Olenik CWB View Post
Sei que já foi comentado em outro thread mas... acho engraçado essa região metropolitana de Manaus, maior que vários estados brasileiros. Uma região metropolitana se caracteriza por cidades que interagem entre si, especialmente a cidade-pólo com as vizinhas e vice-versa, com fluxo pendular diário. Isso acontece entre Manaus e estes municípios? Com toda essa distância fica meio difícil de acreditar.
A "Região Metropolitana de Manaus - RMM" apresenta uma realidade dúplice. Alguns dos municípios que integram a RMM (Manaus, Iranduba, Careiro da Várzea e Rio Preto da Eva) indiscutivelmente formam entre si uma região passível de enquadramento como metropolitana, com características típicas de conglomerado urbano. Há, ainda, a situação peculiar da cidade de Manacapuru, que embora esteja localizada a mais de 65 quilômetros da mancha urbana de Manaus, comporta-se como típico município metropolitano.
No entanto, alguns outros municípios que integram a RMM, os quais embora estejam igualmente sob a influência direta de Manaus e neles se verifique um fluxo diário para a sede metropolitana, não possuem características de municípios metropolitanos, conquanto metropolizados por Manaus. São municípios bastante integrados com a capital do estado, mas geograficamente muito distantes para serem enquadrados como metropolitanos. É o caso de Presidente Figueiredo, Itacoatiara, Novo Airão e outros.
Assim, não sei se você compreende aonde pretendo chegar, mas o fato é de que existe uma região metropolitana real dentro de uma área territorial maior, a qual foi denominada de RMM. Na prática, a RMM é o nome que o Poder Público outorgou à microrregião (ou macrorregião) onde está inserida a verdadeira área metropolitana de Manaus.
Em termos populacionais, a cidade de Manaus - ou seja o núcleo principal da área metropolitana -, com cerca de 1.750.000 habitantes, responde por quase 85% do total da população da RMM. Se considerarmos tão-somente a área territorial com características geográficas, sociais e econômicas típicas de região metropolitana, a população do conglomerado urbano é de pouco menos de 1.900.000 habitantes. Por sua vez, a população da RMM (que inclui a da verdadeira área metropolitana com a de alguns municípios não metropolitanos) é de aproximadamente 2.100.000 habitantes.
Como se vê, a área que efetivamente se comporta como região metropolitana tem menos de 2 milhões de habitantes, mas se trata de um contigente populacional de porte considerável.
Curiosamente, a cidade de Manaus, sozinha, por si só, sem considerar qualquer outro núcleo populacional do entorno, já é mais populosa do que vários aglomerados urbanos do Brasil, o que denuncia o enorme crescimento popolucional que fora impulsionado com a implantação do modelo de desenvolvimento estabelecido no fim dos anos 60 (a Zona Franca, hoje Polo Industrial de Manaus), responsável por tornar a capital amazonense um dos centros de atração migratória da Amazônia Ocidental. São quase 1.800.000 habitantes em uma cidade que cresceu quase 6 vezes em 4 décadas. Manaus é o sétimo mais populoso município brasileiro.
Espero ter contribuído para esclarecer suas dúvidas sobre a RMM.
__________________
Manaus (AM), a maior cidade do Norte e metrópole da Amazônia Ocidental!
Parintins (AM), a cidade do Garantido e do Caprichoso!

Last edited by Manauense; November 15th, 2010 at 04:44 PM.
Manauense no está en línea   Reply With Quote
Old November 16th, 2010, 12:07 AM   #60
Manezinho
Registered User
 
Manezinho's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Próximo a Desterro
Posts: 3,918
Likes (Received): 50

Quote:
Originally Posted by Guilherme Olenik CWB View Post
E o que seria "Florianópolis e extensão" daquele gráfico da página anterior?
Boa pergunta. Desconheço área de expansão que faça a RM Florianópolis beirar os 3 milhões de habitantes.
Manezinho no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
regiões metropolitanas

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:07 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu