daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old February 25th, 2012, 12:22 AM   #1981
Doug_ata
Registered User
 
Doug_ata's Avatar
 
Join Date: Aug 2009
Location: Araçatuba-SP - Santo André-SP
Posts: 1,405
Likes (Received): 220

Quote:
Originally Posted by Dom Drácula View Post
Na quinta colocação está a Embraer de São José dos Campos, quarta maior fabricante de aviões do mundo. A empresa criada em 1969 é exemplo de um dos polos de tecnologia do interior de São Paulo.
Não era a terceira?
Doug_ata está en línea ahora  

Sponsored Links
 
Old February 25th, 2012, 02:09 AM   #1982
Rajude
Registered User
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 2,473


Pelo que eu sei ela é a terceira em fabricação de jatos civis. Talvez se considerando também a aviação militar ela seja a quarta, mas não tenho certeza.
Rajude no está en línea  
Old February 25th, 2012, 04:10 AM   #1983
Hello_World
RIP Brazeel
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 6,421
Likes (Received): 4455

100 páginas de boas notícias!

Hello_World no está en línea  
Old February 25th, 2012, 01:08 PM   #1984
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,627
Likes (Received): 325

Kassab pode ter 140% mais para investir em ano eleitoral



Do secretário municipal de Finanças, Mauro Ricardo Costa, ao fazer projeções sobre o montante de investimentos da Prefeitura de São Paulo em 2012, em entrevista ao jornal Valor Econômico:

- A expectativa neste ano é ter quase R$ 6 bilhões de investimentos. Esse investimento depende da concretização da fonte de recursos.

Na projeção menos otimista, já há R$ 4,3 bilhões em caixa para investimentos em 2012. No ano passado, foram investidos R$ 2,5 bilhões.

\
Godfall no está en línea  
Old February 25th, 2012, 05:50 PM   #1985
Doug_ata
Registered User
 
Doug_ata's Avatar
 
Join Date: Aug 2009
Location: Araçatuba-SP - Santo André-SP
Posts: 1,405
Likes (Received): 220

Quote:
Originally Posted by Rajude View Post

Pelo que eu sei ela é a terceira em fabricação de jatos civis. Talvez se considerando também a aviação militar ela seja a quarta, mas não tenho certeza.
Valeu pela explicação. Em alguns sites eu vejo escrito "terceira maior fabricante de aviões do mundo", sem especificar.
Doug_ata está en línea ahora  
Old February 26th, 2012, 01:24 AM   #1986
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,257
Likes (Received): 32

Cabe ressaltar os constantes erros cometidos por jornalistas que podem gerar confusão também!
Slice Shot no está en línea  
Old February 27th, 2012, 05:24 AM   #1987
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Bunge terá mais R$ 1 bilhão para investir no Brasil

A presidente Dilma Rousseff demonstrou ontem uma "preocupação grande" com a produção de etanol no país, segundo relatou o presidente da Bunge Brasil, Pedro Parente, após anunciar um investimento adicional de R$ 1 bilhão da multinacional em audiência com a presidente.

Indicado para presidir o conselho da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Parente disse, à saída do Palácio do Planalto, que Dilma "manifestou a necessidade" de "superar" o mau desempenho no setor, principalmente após o resultado abaixo do esperado da última safra de cana-de-açúcar.

"A presidenta tem uma visão da relevância estratégica desse setor muito grande. E que essa relevância é maior ainda por se tratar de um setor que responde por uma parte importante do fornecimento de combustível e energia no nosso país", afirmou.

Ex-ministro do governo Fernando Henrique Cardoso, Parente comunicou a Dilma o novo aporte da Bunge Brasil, embora ainda não tenha explicado quais áreas da empresa receberão esses recursos. A empresa já havia anunciado, em agosto de 2011, a destinação de US$ 2,5 bilhões, até 2016, para suas oito usinas no país.

Segundo a Unica, desde o início da safra 2011/12, em abril, até 1º de fevereiro deste ano, a produção de açúcar no Centro-Sul teve queda de 6,76% em relação à apurada na safra anterior. A produção de etanol hidratado (usado diretamente nos veículos) teve queda acumulada no período de 28,79%, alcançando 12,8 bilhões de litros.

No ano passado, o governo brasileiro adotou medidas para evitar que a alta do etanol chegasse ao bolso do consumidor e para incentivar o desenvolvimento do setor, mas as ações ainda não surtiram o efeito desejado.

Em outubro, foi reduzido de 25% para 20% o teor de etanol misturado à gasolina vendida nos postos. O objetivo é evitar o desabastecimento de álcool e a alta do preço nas bombas. Dados do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras (Sindicom), que representa 60% do mercado do biocombustível, apontam que o consumo de etanol hidratado atingiu 413,324 milhões de litros em janeiro, um recuo de quase 40% em relação ao mesmo período do ano anterior. Em comparação a dezembro, a redução é de 15,1%.

Além disso, em dezembro, a presidente editou uma Medida Provisória que prevê incentivos para a estocagem de etanol e para os canaviais. O texto ainda não tem previsão para ser apreciado pelo Congresso.

O presidente da Bunge Brasil disse que a empresa ainda estuda onde investirá os R$ 1 bilhão anunciados ontem e que não há um prazo para a aplicação dos recursos. "Pode ser imediatamente, pode ser em um ano. O fato é que está autorizado o dispêndio", declarou. Parente informou que há a possibilidade de a multinacional explorar o cultivo da palma para a produção de óleo, alimentos e cosméticos.

Ele afirmou que a Bunge já está investindo US$ 400 milhões na expansão de uma usina em São Paulo e US$ 200 milhões na renovação de canaviais. Parente não quis comentar sua provável nomeação como presidente do conselho da Unica na próxima assembleia, de 6 de março. "Eu só falo depois de eleito".

fonte: http://www.valor.com.br/empresas/254...stir-no-brasil
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea  
Old February 27th, 2012, 05:51 AM   #1988
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Paulistano nunca esteve tão otimista

Satisfeitos com a situação econômica atual e apostando em melhoras no futuro, os paulistanos elevaram em 7,5% o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da região metropolitana de São Paulo, que passou de 158,3 pontos em janeiro para 170,1 pontos em fevereiro. O resultado é o maior da série histórica apurada pela Federação do Comércio de Bens, Serviço e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), que teve início em junho de 1994. A escala varia de 0 a 200 pontos, sendo que a marca 100 separa o otimismo do pessimismo.

Para Fábio Pina, assessor econômico da FecomercioSP, os dados refletem principalmente o otimismo dos paulistanos com o mercado de trabalho. "Emprego, renda e crédito são as bases da confiança e do consumo", diz.

A taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo ficou em 5,5% em janeiro, a exemplo do índice nacional, de acordo com a Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse é o menor índice já registrado para o mês na região desde o início da série histórica, em 2002. O rendimento médio real da região é o mais alto entre as seis regiões pesquisadas. Em janeiro, ele ficou em R$ 1.763,70, o que representa um avanço de 2,2% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Esse valor ainda é 5,5% maior que a média nacional em janeiro, segundo a PME. A massa de rendimento médio na região metropolitana de São Paulo chegou a R$ 16,7 bilhões em janeiro, 3% a mais que há um ano.

Dos dois componentes do índice de confiança, o Índice de Condições Econômicas Atuais (ICEA), que mede o grau de satisfação dos consumidores com o momento atual da economia, foi o que teve maior elevação. A alta foi de 10,5%, com o indicador passando de 151,9 pontos em janeiro para 167,9 pontos em fevereiro. O reajuste de 14% no salário mínimo, que entrou em vigor em janeiro, explica Pina, serviu de catalisador. "Passado esse primeiro momento, as pessoas se acostumam com a renda extra. Por isso, é possível que tenhamos um ajuste para baixo no índice nos próximos meses, mesmo sem piora na situação atual", observa o assessor econômico da FecomercioSP.

No Índice de Expectativa do Consumidor (IEC), a alta foi de 5,6% em fevereiro, para 171,7 pontos, depois de registrar 162,6 pontos no mês anterior. Pina destaca que, também neste caso, o grande responsável pelo avanço foi o mercado de trabalho. "A maior parte da confiança do consumidor se baseia em emprego e renda. Há alguma influência do cenário externo, mas é pequena", diz. "O que importa é que quem está empregado não tem medo de perder o trabalho, e quem não está conta com boas perspectivas de conseguir serviço."

fonte: http://www.valor.com.br/brasil/25434...e-tao-otimista
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea  
Old February 27th, 2012, 05:58 AM   #1989
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Centros de dados ganham reforço no país em 2012


A adoção crescente de dispositivos móveis nas companhias vai obrigar as gerências de tecnologia da informação (TI) a investir na computação em nuvem. O modelo, que prevê o acesso a dados, softwares e conteúdo via internet, sem que nada disso esteja no dispositivo do usuário, também demandará investimentos no reforço dos centros de dados.

Entre as companhias ouvidas pelo Valor, o maior investimento em centro de dados é da Telefônica. O principal projeto da operadora na área de TI começou a ser delineado há dois anos. A companhia vai colocar em atividade o primeiro centro de dados que combina as operações de telefonia fixa e móvel do grupo. Inicialmente, serão transportados para essa unidade as bases de dados de produtos para o cliente e plataformas de serviços como o celular pré-pago.

O novo centro de dados, localizado em um terreno de 70 mil metros quadrados em Santana de Parnaíba (SP), vai consumir investimentos de R$ 400 milhões até 2013 e está projetado para acomodar os planos de expansão da operadora até 2019. "Mas acho que vamos esgotar a capacidade antes disso", afirma Christiane Edington, diretora de TI da Telefônica. A companhia usava quatro centros de dados e um mainframe [computador de grande porte]. Após a mudança, ficará com a unidade de Santana de Parnaíba, um centro de contingenciamento em São Paulo e um centro para desenvolvimento, homologação e testes em Campinas.

(...)

No setor industrial, a montadora Toyota também informou que pretende fazer ajustes na infraestrutura de TI, incluindo centros de dados, equipamentos de rede e virtualização de servidores. "Neste ano de 2012, estamos na fase de implementação dos sistemas", diz Eduardo Barboni, gerente de TI da companhia.

fonte: http://www.valor.com.br/empresas/254...o-pais-em-2012
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea  
Old February 27th, 2012, 06:38 AM   #1990
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Achei que seria interessante postar essa matéria que saiu na IstoÉ (cortei e colei apenas o que interessa a nós):

Os gringos querem o seu dinheiro
Prepare-se para investir em empresas estrangeiras. Cada vez mais, elas vêm ao Brasil para buscar recursos em reais para financiar seu crescimento.


Depois de séculos dependendo do humor dos bancos internacionais, o mercado de capitais brasileiro mudou de direção. Hoje, a bolsa brasileira desponta como uma fonte de recursos para empresas de fora, especialmente as latino-americanas. No início de fevereiro, a Pacific Rubiales, companhia de capital canadense que explora petróleo na Colômbia, lançou os Brazilian Deposit Receipts, os famosos BDRs, na BM&FBovespa. Negociados na bolsa, esses papéis representam ações de empresas não brasileiras. No caso da Pacific Rubiales, cada BDR equivale a uma unidade de seu capital. “Vemos o Brasil como um mercado em crescimento para captar recursos e acreditamos que há muitas oportunidades para empresas listadas na bolsa”, diz Ronald Pantin, principal executivo da companhia.

(...)

Há poucos anos seria improvável que uma empresa britânica considerasse a BM&FBovespa como uma concorrente da City, ou que uma companhia canadense preferisse o centro de São Paulo ao quarteirão financeiro de Toronto. No entanto, além da Ferrous e da Pacific Rubiales, várias corporações vêm testando o mercado brasileiro. No dia seguinte ao IPO da empresa canadense, começaram a circular os BDRs da incorporadora argentina TGLT, que tem a PDG Realty como principal acionista. Os BDRs são divididos em patrocinados e não patrocinados. Os primeiros se subdividem em três níveis. Os dois níveis superiores permitem que a empresa capte recursos novos. Os não patrocinados só têm um nível, que não permite a captação de recursos novos.

Os bancos têm sido os grandes indutores desse processo. No início de fevereiro, o Citibank criou um BDR não patrocinado (lançado pelo banco, e não pela companhia que emitiu as ações) com papéis de 50 empresas americanas, elevando para 75 o número de companhias estrangeiras listadas na BM&FBovespa. São nomes globais como Walmart, Coca-Cola, Google e Microsoft. “Essas companhias ainda não enxergam o Brasil como sua principal fonte de captação de recursos, mas elas não se negam a ter seu nome vinculado à bolsa daqui”, diz Márcio Veronesi, diretor de serviços qualificados ao mercado de capitais do Citibank. O objetivo estratégico do banco é facilitar o trânsito das grandes empresas globais para todos os mercados financeiros.

Vai levar algum tempo para o Brasil se tornar um celeiro global de capital, mas estamos gerando demanda para isso”, diz Veronesi. Em janeiro, a movimentação diária desses papéis na BM&FBovespa foi de R$ 369,3 milhões e a maior fatia veio dos títulos nã patrocinados (leia quadro). “O volume de negócios com os BDRs, patrocinados ou não, ainda é pequeno em comparação com o tamanho do mercado, mas esses títulos têm sido analisados por fundos de pensão e sua importância tende a crescer com o tempo”, afirma Júlio Ziegelmann, diretor de renda variável da BM&FBovespa. No que depender dos bancos, a cifra deve crescer depressa. Nos próximos meses, Bradesco e Deutsche Bank devem apresentar ao mercado outros dois lotes de dez certificados.

(...)

Nada impede as pessoas físicas de participar. “É preciso fazer um pedido específico às corretoras, mas os investidores não costumam fazer isso”, afirma. “As empresas esperam o mercado conhecê-las para depois fazer a abertura de capital.” Na América Latina, o único mercado com produtos semelhantes aos BDRs é o México, mas o Brasil oferece vantagens como o crescimento da economia, a estabilidade das regras e juros cada vez mais baixos, que estimulam a diversificação dos investimentos. “O dinheiro tem cada vez menos pátria e as condições do País são boas para atrair investidores e quem precisa de dinheiro”, diz José Macedo, diretor da empresa de gestão de ativos portuguesa Selecta, que acaba de montar um escritório no Brasil. “É uma questão de tempo para São Paulo se tornar um centro financeiro de relevância mundial.”

fonte: http://www.istoedinheiro.com.br/noti...O+SEU+DINHEIRO


Obs: São Paulo é hoje o 44º principal centro financeiro mundial (http://www.indicadorbrasil.com.br/20...iros-do-mundo/). No entanto, já é o 5º centro financeiro mais atrativo do mundo para gerenciamento de investimentos em mercados emergentes e o 3º centro financeiro mais promissor do mundo (http://brainbrasil.org/media/S%C3%A3...do%20mundo.pdf). Além disso, será, em cinco anos e definitivamente, o centro financeiro da América Latina.

Tudo isso indica que o projeto BRAiN está dando certo!
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.

Last edited by arthur.leao; February 27th, 2012 at 06:55 AM.
arthur.leao no está en línea  
Old February 27th, 2012, 01:53 PM   #1991
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,627
Likes (Received): 325

Fico feliz com isso.

Mas temos de lembrar que o RJ está com um projeto de trazer uma bolsa americana para lá, a Nyse.

Tanto que o Rio Investors Day 2012 não terá mais um palestrante da BM&F Bovespa e sim um da Nyse.

Até hoje os cariocas não admitem ter perdido a Soma no final dos anos 1990.

Porém, a Nyse que iria se instalar neste ano prorrogou o prazo para 2013/2014.
Godfall no está en línea  
Old February 27th, 2012, 01:55 PM   #1992
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,627
Likes (Received): 325

Arthur Leão é bom lhe ver de novo por aqui!

E muito obrigado pelas contribuições!!
Godfall no está en línea  
Old February 27th, 2012, 03:25 PM   #1993
Dom Drácula
Registered User
 
Dom Drácula's Avatar
 
Join Date: May 2010
Location: Transilvânia
Posts: 4,978
Likes (Received): 5104

Quote:
Originally Posted by Godfall View Post
Fico feliz com isso.

Mas temos de lembrar que o RJ está com um projeto de trazer uma bolsa americana para lá, a Nyse.

Tanto que o Rio Investors Day 2012 não terá mais um palestrante da BM&F Bovespa e sim um da Nyse.

Até hoje os cariocas não admitem ter perdido a Soma no final dos anos 1990.

Porém, a Nyse que iria se instalar neste ano prorrogou o prazo para 2013/2014.
Que bom, isso é um começo, pois monopolio da Bovespa é nocivo para o mercado de ações no país, mas quebra-lo será uma tarefa árdua.
Dom Drácula no está en línea  
Old February 27th, 2012, 04:00 PM   #1994
WalPaulista
BANNED
 
Join Date: Jul 2011
Location: São Paulo
Posts: 499
Likes (Received): 1

Oh, abre alas, paulista, pois é São Paulo que passa!

Marchemos cheios de glória, conosco marcha a vitória!
WalPaulista no está en línea  
Old February 27th, 2012, 07:21 PM   #1995
jmviel
baderneiro
 
jmviel's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Mauá
Posts: 4,342
Likes (Received): 2709

Quote:
Originally Posted by arthur.leao View Post
Centros de dados ganham reforço no país em 2012


A adoção crescente de dispositivos móveis nas companhias vai obrigar as gerências de tecnologia da informação (TI) a investir na computação em nuvem. O modelo, que prevê o acesso a dados, softwares e conteúdo via internet, sem que nada disso esteja no dispositivo do usuário, também demandará investimentos no reforço dos centros de dados.

Entre as companhias ouvidas pelo Valor, o maior investimento em centro de dados é da Telefônica. O principal projeto da operadora na área de TI começou a ser delineado há dois anos. A companhia vai colocar em atividade o primeiro centro de dados que combina as operações de telefonia fixa e móvel do grupo. Inicialmente, serão transportados para essa unidade as bases de dados de produtos para o cliente e plataformas de serviços como o celular pré-pago.

O novo centro de dados, localizado em um terreno de 70 mil metros quadrados em Santana de Parnaíba (SP), vai consumir investimentos de R$ 400 milhões até 2013 e está projetado para acomodar os planos de expansão da operadora até 2019. "Mas acho que vamos esgotar a capacidade antes disso", afirma Christiane Edington, diretora de TI da Telefônica. A companhia usava quatro centros de dados e um mainframe [computador de grande porte]. Após a mudança, ficará com a unidade de Santana de Parnaíba, um centro de contingenciamento em São Paulo e um centro para desenvolvimento, homologação e testes em Campinas.

(...)

No setor industrial, a montadora Toyota também informou que pretende fazer ajustes na infraestrutura de TI, incluindo centros de dados, equipamentos de rede e virtualização de servidores. "Neste ano de 2012, estamos na fase de implementação dos sistemas", diz Eduardo Barboni, gerente de TI da companhia.

fonte: http://www.valor.com.br/empresas/254...o-pais-em-2012


A Telefônica tem que investir mesmo. Porque vai prestar um serviço ruim assim lá em Madri!
jmviel está en línea ahora  
Old February 28th, 2012, 08:17 AM   #1996
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Quote:
Originally Posted by Godfall View Post
Arthur Leão é bom lhe ver de novo por aqui!

E muito obrigado pelas contribuições!!
Obrigado

Este thread é o que eu mais gosto de contribuir e o bom é que sempre existem novidades para colocar aqui!

Quote:
Originally Posted by jmviel View Post
A Telefônica tem que investir mesmo. Porque vai prestar um serviço ruim assim lá em Madri!
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea  
Old February 28th, 2012, 08:18 AM   #1997
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,739
Likes (Received): 1949

Japonesa Horiba reestrutura operações no Brasil

A japonesa Horiba, especializada na fabricação de equipamentos para medição e análise, vai investir cerca de R$ 15 milhões para erguer uma fábrica em Jundiaí (SP). A expectativa é de que as operações tenham início a partir de 2013.

A nova sede da companhia vai abrigar as operações de três das cinco empresas que compõem a holding: a divisão Medical, presente no Brasil há mais de 10 anos no segmento de hematologia; a Scientific, voltada para pesquisa e desenvolvimento; e a área Process & Environmental, focada em análises relacionadas a processos e meio ambiente. A companhia informou que deverá investir cerca de R$ 500 mil na compra de equipamentos e outros R$ 300 mil para obras de arruamento. Os segmentos de semicondutores e o automotivo da companhia também têm operações no Brasil, mas por meio de parcerias, e não devem se juntar a esse complexo.

Com essa nova estrutura, a Horiba deve dobrar a capacidade de produção instalada dos atuais dois milhões de litros anuais de reagentes, utilizados nos processos de diagnósticos in vitro, para quatro milhões de litros. A companhia também deverá contratar novos colaboradores, entre eles, quatro PhDs, que devem reforçar a equipe da divisão Scientific.

Hamilton Ibanes, presidente da companhia no Brasil, informou, por meio de sua assessoria, que com esses investimentos a subsidiária brasileira deverá responder por uma boa parte do faturamento global da companhia. "Estamos satisfeitos com o reconhecimento da Horiba Instrument Brasil como referência para o desenvolvimento dos negócios da América do Sul. Essa é uma prova de que estamos no caminho certo para contribuir com o crescimento da nossa companhia de maneira global", disse.

Os executivos da companhia nos EUA acompanham hoje a instalação da pedra fundamental, que marca oficialmente o início das obras.


fonte: http://www.valor.com.br/empresas/254...coes-no-brasil
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea  
Old February 28th, 2012, 01:12 PM   #1998
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,627
Likes (Received): 325

Caterpillar investe

Todo dia

A Caterpillar Brasil, fábrica de peças e equipamentos industriais, vai inaugurar dia 14 de março, na sede de Piracicaba, uma nova linha de produção de motores e grupos geradores para o mercado de óleo e gás brasileiro. Os produtos atenderão operações marítimas e de petróleo no Brasil para acompanhar a expansão do pré-sal. Uma área dentro da empresa foi adaptada para receber a nova linha de montagem. As instalações terão um grupo gerador Série 3500, em condições similares a uma plataforma de petróleo para que sejam demonstrados diferenciais técnicos e aplicações. No dia da inauguração vão estar presentes, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito de Piracicaba, Barjas Negri (PSDB).

http://www.investe.sp.gov.br/noticia...192&c=6&lang=1
Godfall no está en línea  
Old February 28th, 2012, 07:27 PM   #1999
Rajude
Registered User
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 2,473

Nível de atividade industrial cai pelo quinto mês consecutivo
Indicador da Fiesp/Ciesp sinaliza início de ano fraco para o setor

O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista registrou queda de 0,8% em janeiro sobre dezembro, na série com ajuste sazonal. Sem o ajuste, o índice despencou 4,1% na comparação com o mês anterior. Este é o quinto mês consecutivo de queda.

De janeiro a dezembro de 2011 o indicador acumula variação positiva de 0,7% em relação ao mesmo período de 2010, descontando o ajuste à sazonalidade. Os números foram divulgados na manhã desta terça-feira (28) pela Federação e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp).

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou em 79% no mês de janeiro 2012 ante 78,4% em dezembro de 2011. Na leitura com ajuste sazonal, o componente aumentou pouco mais de um ponto percentual, de 80,5% em dezembro do ano passado para 81,7% neste mês.

Dos setores avaliados pela pesquisa, destacam-se perdas em:

Fabricação de Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos, com queda expressiva de 5,6% sobre dezembro, em termos ajustados, castigados principalmente pela forte entrada de produtos importados. O coeficiente de importação do setor atingiu o patamar de 38,4% no quarto trimestre de 2011.

Veículos Automotores também anotaram baixa, de 5,7% na série com ajuste sazonal.

Expectativa

A percepção dos empresários com relação ao cenário econômico no mês corrente, no entanto, aumentou mais de seis pontos em fevereiro ante janeiro e ficou em 48,8. A expectativa é medida pelo Sensor Fiesp.

O item mercado também subiu para 50,4 pontos ante 41,4 em janeiro deste ano. O estoque ficou praticamente estável com 43,7 pontos em fevereiro versus 43,4 no mês anterior.

Vendas apresentaram ganho superior a oito pontos e chegaram a 48,2 em fevereiro, enquanto investimento cresceu mais de seis pontos, de 46,3 em janeiro para 53,1 em fevereiro.

http://www.fiesp.com.br/agencianotic...onsecutivo.ntc
Rajude no está en línea  
Old February 29th, 2012, 02:10 AM   #2000
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,627
Likes (Received): 325

Whirlpool inaugura primeiro laboratório para lava-louças no Brasil

Brasil Econômico

A Whirlpool Latin America, fabricante que atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, acaba de inaugurar seu primeiro laboratório de lava-louças no Brasil. Localizado em Rio Claro, interior de São Paulo, o espaço tem como função ampliar a velocidade do desenvolvimento e aprovação técnica dos projetos de lava-louças produzidas pela companhia em Manaus.

http://www.investe.sp.gov.br/noticia...98&c=11&lang=1
Godfall no está en línea  
Closed Thread

Tags
economía

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 05:34 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu