daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Rodoviário



Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 2 votes, 5.00 average.
Old February 14th, 2012, 01:46 AM   #141
caco
Crucismogiensis
 
caco's Avatar
 
Join Date: May 2006
Location: Mogi das Cruzes/SP - Brasil
Posts: 7,573
Likes (Received): 774

Quote:
Originally Posted by gabriel1983 View Post
Pelo que vi nessa imagem, o contorno não seguira pela rota planejada da Rio Santos, onde até existe obras abandonadas...Eles poderiam aproveitar alguma coisa...
Quote:
Originally Posted by gabriel1983 View Post
No projeto original dos anos 70, ela não passaria por dentro de Caragua nem de Sao Sebastião. Ela correria mais para dentro, não tão próxima a costa. A viagem seria mais rápida, mas com certeza não teria a vista estonteante que tem em alguns trechos.
Este tópico fala um pouco deste trecho abandonado da Rio-Santos. Reproduzo abaixo algumas fotos minhas e outras encontradas na internet das obras.

Quote:
Originally Posted by caco View Post
Tendo como base a localização deste viaduto abandonado e a informação de que existem outros abandonados próximos à Boiçucanga, tracei o possível traçado original da Rio-Santos:



obs.: o traçado existente (SP-55), margeia toda a costa de São Sebastião.
Quote:
Originally Posted by caco View Post
Encontrei outro trecho inacabado do projeto original da Rio-Santos. Fica entre Camburi e Boiçucanga. Trata-se um grande trecho com terraplanagem serpenteando a Serra do Mar. Vejo-o sempre quando passo por aí indo para São Sebastião, mas eu o confundia com o trajeto do oleoduto da Petrobrás.

01.
Quote:
Originally Posted by caco View Post
Ontem (03/09/2008) tive que ir à Boiçucanga (São Sebastião) e na volta dei uma parada para tirar fotos destes pilares de sustentação que estão abandonados às margens da SP-55, entre Barra do Una e Juqueí (à direita no sentido Rio-Santos).

Do acostamento é possível ver 3 enormes deles (acho que com mais de 20 metros de altura) e na saída de uma vicinal é possível ver um outro mais baixo.

Abaixo algumas fotos que fiz deles:

01. O maior deles.


02. De novo.


03. O segundo mais alto.


04. De novo.


05. Um escondido na mata.


06. O menor e diferente deles.
Quote:
Originally Posted by caco View Post
Também tirei fotos destas grandes terraplanagens que foram feitas em Cambury:

01. É possível vê-la em verde claro no morro lá no fundo.


02. Aqui dá para ter uma idéia melhor, com a obra "rasgando" o morro da esquerda para direita.


03. Mais de perto.
Quote:
Originally Posted by caco View Post
Esta mostra o viaduto com a provável extensão dele, pois parte dele está encoberto pela nuvem:

Quote:
Originally Posted by caco View Post
Achei algumas outras fotos do viaduto:

01.


02.


03.


04.
caco no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old February 14th, 2012, 01:47 AM   #142
Positronn
Registered User
 
Positronn's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Joinville / SC
Posts: 10,380
Likes (Received): 1149

Então o traçado que eu pensei é bem esse mesmo.

Quote:
Originally Posted by brunodelazari View Post
A Rio-Santos é essa rodovia que passa bem perto do mar, cruzando quase todas as vilas de São Sebastião. Ela existe.
Eu sei que é essa, mas eu estava falando de um projeto de duplicação dela, esse eu não sei se existe.
Positronn no está en línea   Reply With Quote
Old February 14th, 2012, 02:03 AM   #143
-SJC-
Registered User
 
-SJC-'s Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: São José dos Campos - SP - Brazil
Posts: 520
Likes (Received): 1

Quote:
Originally Posted by vitinhooo View Post
Pelo jeito você sequer leu a notícia. O trecho em pista simples será o que liga as cidades de São Sebastião e Caraguatatuba. A rodovia dos Tamoios propriamente dita será em pista dupla.

E você ainda tem coragem de dizer que o Vale e Litoral Norte são subestimados, mesmo com um projeto com valor de 4,5 bi? Você deveria vir para o oeste do estado, onde 6 milhões de reais são investidos na recuperação de 3 rodovias...
Fico indignado e tenho razao, por duas decadas essa novela vem se arrastando, nao sei ao certo a relacao dos numero de mortes no decorrer dos anos pela falta desse investimento que agora chega, dinheiro perdido das empresas do Vale do Paraiba em termos de acesso e logistica ao porto... E com a expansao do porto de Sao Sebastiao voce acha mesmo que pista de mao unica vai dar conta do trafego diario?

Subestimado sim, ate' parece que voce nao conhece seu estado, cara...

Muito do que a industria do Vale produz tem que ser transportado para outros lugares tipo Viracopos para ser exportado. Prejuizo, e por que? Porque temos aqui um aeroporto que tambem nao e' levado a serio, existem muitos projetos mas nada de investimento.

O porto de Sao Sebastiao a quantas anda esse projeto de expansao? Estradas estaduais da regiao a quantas andam caindo aos pedacos? Isso tudo prejudica a economia e a vida da populacao que ja' se cansou de promessas e vive com esses transtornos. Outra coisa, sao esses calculos que fazem para justificar a demanda, em pouco tempo, curto prazo, e ja' esta' tudo saturado.

Para mim, que sempre acompanhei tais estudos sendo feitos, aplicados e que no final com sua implementacao, tem de ser refeito, expandido ou totalmente redefinido, e' sim, falta de visao de futuro. E tais estudos encomendados tambem custa dinheiro, hein?! Ja' vi acontecer em projetos de transporte e vias publicas, pontes, projetos e acoes sociais, etc. Sejamos francos acontece em todos os horizontes e por toda parte. O quanto de dinheiro se perde nao e' brincadeira. O investimento sendo feito de 4.5bi e' sim muito alto, nao somente pela escala e dificuldade em sua realizacao mas porque sera' muito lucrativa ao consorcio vencedor. Essa nao e' uma mera rota turistica ou de acesso ao litoral, e' uma importante rota de escoamento produtivo de uma das zonas mais importantes da nacao.

O potencial da regiao e' imenso em todos os setores, mas nao foi ou nao e' devidamente explorado, infelizmente. Vejamos agora como se definam as coisas. E voce que aguarde os novos capitulos da novela "Rodovia do Sol", se e' que a conheca.

PS: A comparacao entre o que quer que seja que voce quis fazer entre obras no Oeste Paulista e a regiao do Vale e Litoral, no caso, a duplicacao da Tamoios, foi infeliz e nao faz sentido algum, sao coisas totalmente diferentes.

Last edited by -SJC-; February 14th, 2012 at 03:01 AM.
-SJC- no está en línea   Reply With Quote
Old March 3rd, 2012, 01:59 PM   #144
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,021
Likes (Received): 30

Governo do Estado abre fase final da licitação da Tamoios

Governo do Estado abre fase final da licitação da Tamoios


Congestionamento na Rodovia dos Tamoios neste sábado de Carnaval. Foto: Marcelo Caltabiano

Empresas têm 30 dias para apresentar propostas de preço; governador Alckmin promete iniciar obra no mês que vem

Carolina Teodora
São José dos Campos

O governo do Estado iniciou ontem a última etapa da licitação para as obras de duplicação da Rodovia dos Tamoios com objetivo de começar a obra em abril. O prazo inicial era março.
O edital publicado no Diário Oficial abre prazo de 30 dias para que as 17 empresas interessadas em executar o serviço apresentem suas propostas de preço. Vencerá quem cobrar o menor valor.
O custo da obra de engenharia passou de R$ 775 milhões para R$ 820 milhões. Toda a obra, com as desapropriações e consultorias ambientais, vai consumir mais de R$ 1,05 bilhão.
O Estado afirmou que, como a verba já está reservada, as obras deverão começar logo após a assinatura do contrato.
A vencedora do serviço será anunciada no dia 4 de abril, quando vence o prazo de 30 dias, mas terá um novo prazo até o dia 10 para que as concorrentes entrem com recurso da decisão.

Paciência. As obras de duplicação da Tamoios deverão ser concluídas em 20 meses e são promessa do Estado desde 1994.
A pista é insuficiente para receber todo fluxo de acesso ao Litoral Norte. No último Carnaval, a Tamoios registrou um congestionamento de 53 quilômetros de extensão. Com isso, a viagem entre São José dos Campos e Caraguá levou mais de quatro horas e meia.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou ontem durante evento no Palácio dos Bandeirantes que as obras irão começar em abril “quando acabarem as chuvas e o verão” e aproveitou para pedir paciência aos motoristas.
“Enquanto a duplicação é executada, nós aceleramos a aprovação do licenciamento ambiental da nova pista no trecho de serra. Será uma pista nova porque não tem como duplicar do lado na serra”, disse Alckmin.
Segundo ele, os trabalhos continuarão para que seja executado o contorno viário de Caraguá para Ubatuba, no trecho da Massaguaçu, e para São Sebastião até o porto.

Obras. O presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A), Laurence Casagrande Lourenço, afirmou ontem que o Estado vai agilizar ao máximo as obras de duplicação.
“Estamos prevendo assinar os contratos e na mesma data emitir a ordem de serviço para a construtora. Como não estamos com nenhum restrição orçamentária porque o recurso já está reservado para a obra, podemos acelerar.”



SAIBA MAIS SOBRE A DUPLICAÇÃO DA TAMOIOS

Cronograma
O planejamento atual é de que os serviços comecem mês que vem e sejam executados em 20 meses -- até dezembro de 2013--, coincidindo com duas temporadas de verão

Desapropriações
Os serviços vão exigir a desapropriação de 250 terrenos, comércios e residências entre São José e Paraibuna e o desmatamento de 200 hectares de vegetação, sendo 22,9 hectares de Mata Atlântica

Desenho
Segundo o estudo, serão feitas duas mudanças de traçado na rodovia. A primeira é na curva da Rosa Mística, que terá seu raio ampliado do lado oposto de quem está se dirigindo ao Litoral Norte. A segunda mudança ocorre no trecho sinuoso que antecede a ponte sobre o rio Paraíba, entre os quilômetros 26 e 28

custo
A obra de duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios vai exigir um investimento de R$ 1,05 bilhão dos cofres públicos, sendo R$ 820 milhões para o serviço de engenharia

Pedágio
Após duplicação, Estado pretende implantar um pedágio na Tamoios denominado “Ponto a Ponto”, com pagamento de tarifa proporcional ao trecho usado.

fonte:http://www.ovale.com.br/nossa-regi-o...moios-1.226599
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old March 3rd, 2012, 02:00 PM   #145
Positronn
Registered User
 
Positronn's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Joinville / SC
Posts: 10,380
Likes (Received): 1149



Vendo essa foto, não seria uma boa ideia manter a pista de serra como está (pelo menos por enquanto), ao mesmo tempo que se faz a pista nova com operação subida/descida (totalmente reversível) ?
Positronn no está en línea   Reply With Quote
Old March 4th, 2012, 09:21 PM   #146
caco
Crucismogiensis
 
caco's Avatar
 
Join Date: May 2006
Location: Mogi das Cruzes/SP - Brasil
Posts: 7,573
Likes (Received): 774

mas o trecho de Serra vai continuar operando como pista ascendente. Esse trecho, de cerca de 18 km, possui uma faixa descendente e duas ascendentes, reversível no início de feriados.
caco no está en línea   Reply With Quote
Old March 4th, 2012, 09:57 PM   #147
Positronn
Registered User
 
Positronn's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Joinville / SC
Posts: 10,380
Likes (Received): 1149

Quote:
Originally Posted by caco View Post
mas o trecho de Serra vai continuar operando como pista ascendente. Esse trecho, de cerca de 18 km, possui uma faixa descendente e duas ascendentes, reversível no início de feriados.
Eu sei que vai, mas a minha ideia foi tornar a nova pista (padrão "Imigrantes"), reversível também.
Positronn no está en línea   Reply With Quote
Old March 5th, 2012, 02:39 AM   #148
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,390
Likes (Received): 1185

Desculpem, mas eu não entendi direito a notícia...

O que vai ser duplicado em 20 meses a contar de abril é apenas um trecho, né?

A pior parte (que é a serra), ou a conclusão da duplicação de toda a Tamoios, não tem prazo ainda, certo?
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea   Reply With Quote
Old March 7th, 2012, 02:37 AM   #149
caco
Crucismogiensis
 
caco's Avatar
 
Join Date: May 2006
Location: Mogi das Cruzes/SP - Brasil
Posts: 7,573
Likes (Received): 774

exato. A construção da segunda pista da Serra fica para uma próxima etapa.
caco no está en línea   Reply With Quote
Old March 7th, 2012, 02:39 AM   #150
caco
Crucismogiensis
 
caco's Avatar
 
Join Date: May 2006
Location: Mogi das Cruzes/SP - Brasil
Posts: 7,573
Likes (Received): 774

Quote:
Originally Posted by Positronn View Post
Eu sei que vai, mas a minha ideia foi tornar a nova pista (padrão "Imigrantes"), reversível também.
Entendi. Acredito que a reversão (subida pela nova pista) deveria ser implantada no retorno dos feriados, sendo necessária a construção de "viadutos de reversão" tanto no planalto quanto no litoral.
caco no está en línea   Reply With Quote
Old March 7th, 2012, 02:53 AM   #151
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 2,390
Likes (Received): 1185

Quote:
Originally Posted by caco View Post
exato. A construção da segunda pista da Serra fica para uma próxima etapa.
Entendi, obrigado. Até porque o Alckmin já tinha admitido que não daria pra duplicar a Tamoios inteira no seu mandato.
__________________
Um povo que não conhece a sua história está condenado a repeti-la.
arthur.leao no está en línea   Reply With Quote
Old March 7th, 2012, 11:01 PM   #152
Hello_World
Go Brazil!
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 5,977
Likes (Received): 3167

sim, e já houve algumas conversas com o Governo Federal para uma parceria na construção do trecho de serra.
Hello_World no está en línea   Reply With Quote
Old April 5th, 2012, 07:19 PM   #153
PHCastro
Registered User
 
PHCastro's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Santo André - SP
Posts: 2,607
Likes (Received): 55

DERSA recebe propostas comerciais de empresas para as obras de duplicação do trecho de Planalto da Tamoios

Melhores propostas representam economia de 32% aos cofres públicos
A DERSA ? Desenvolvimento Rodoviário S/A recebeu ontem, 04 de abril, 26 propostas comerciais para a execução das obras de duplicação dos dois lotes do trecho de Planalto da Rodovia dos Tamoios, entre o km 11,5 e o km 60,48. As melhores propostas apresentadas alcançaram o percentual de 32% de descontos para cada lote.

Com isso, os valores apresentados para a duplicação dos dois lotes totalizam R$ 557,4 milhões. O valor de referência para as obras de engenharia era de R$ 821 milhões.

Estes resultados premiam a estratégia e o trabalho desenvolvido pela Companhia na condução deste processo licitatório.

A licitação para as obras da duplicação do trecho de planalto teve início em 03 de setembro de 2011, com a publicação do Edital de Pré-Qualificação para entrega pelas empresas dos envelopes com documentação e metodologia.

Vencida a fase de pré-qualificação, 17 empresas foram habilitadas para apresentar propostas comerciais. Oito dos concorrentes organizaram-se em consórcios de duas empresas cada um e outros nove concorreram isoladamente.

A divisão das obras em dois lotes estimulou a competição entre os concorrentes e possibilitou que os interessados tivessem alternativa de escolher por um único lote ou pelos dois lotes. As opções favoreceram um número expressivo de participantes.

Outro fato positivo é que a DERSA, no decorrer da concorrência pública, primou pela transparência e ampla divulgação de informações do processo licitatório, permitindo que as empresas tivessem acesso irrestrito a todos os dados da licitação.

Assim, como produto das ações da Companhia, a competição chega à fase final da concorrência com a apresentação de propostas consistentes.

Nos próximos dias, a DERSA fará análise das propostas apresentadas, verificando os custos descritos nas planilhas, assim como possibilidade de eventual erro de cálculo.

O resultado final do certame licitatório será publicado em Diário Oficial do Estado com a classificação das propostas analisadas. Definidas as empresas vencedoras, a previsão é que os contratos sejam assinados e as obras tenham início na última semana do mês de abril.
Segundo o cronograma, a Tamoios estará duplicada em 20 meses. Em dezembro de 2013, antes do início da temporada de veraneio 2013/2014, as obras estarão concluídas.

Nos dois lotes de duplicação do trecho de Planalto da Tamoios, a rodovia percorre dos municípios de São José dos Campos, Jacareí, Jambeiro e Paraibuna. O Lote UM vai do km 11,5 ao km 35,8, enquanto o Lote DOIS localiza-se entre o km 35,8 e o km 60,48.

A duplicação da Tamoios, que opera em pista única em quase todos os seus 80 quilômetros, entre São José dos Campos e Caraguatatuba, proporcionará melhor qualidade operacional, elevando o nível de segurança do trecho.

Assim, atende a demandas urbanas, de moradores e trabalhadores da região, e também a de turistas que freqüentam o Litoral Norte.
PHCastro no está en línea   Reply With Quote
Old April 6th, 2012, 11:00 PM   #154
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,794
Likes (Received): 230

Duplicação de trecho da Tamoios pode ficar 32% mais barata

A duplicação do trecho de planalto da rodovia dos Tamoios, principal acesso ao litoral norte paulista, pode ficar 32% --ou R$ 263 milhões-- mais barata do que previa o governo do Estado.

Segundo a Dersa (estatal que gerencia o projeto), se forem confirmadas as menores propostas para os dois lotes abertas ontem, as obras custarão R$ 557 milhões e não os R$ 820 milhões estimados.

Oito consórcios e nove empresas apresentaram 26 propostas --15 para o lote 1 (da rodovia Carvalho Pinto ao município de Paraibuna) e 11 para o lote 2 (que vai de Paraibuna ao início da serra).

O mesmo consórcio --cujo nome a Dersa não divulgou-- fez a menor proposta para os dois lotes, mas isso não quer dizer que assinará contrato.


Segundo Laurence Casagrande Lourenço, diretor-presidente da estatal, todas as 26 propostas passarão por avaliação para saber se os cálculos satisfazem a todas as exigências da licitação.

De qualquer forma, diz, a economia deverá ser grande, porque a segunda menor proposta nos dois lotes tem diferença de apenas R$ 200 mil em relação à primeira. "Os valores foram bastante interessantes", diz Lourenço.

Para ele, não houve superestimativa do valor da obra pelo governo, mas uma série de fatores típicos de mercado que levaram ao resultado.

O principal, afirma, foi a acirrada competição, com 17 participantes na disputa, estimulada por um "momento de baixa" no mercado de obras. "Há certa ociosidade, o que permitiu a participação maior de empresas", afirma.

Ele também citou a transparência no processo --"as dúvidas foram respondidas imediatamente"--, o que deu segurança às empresas e levou à redução do valor das propostas. "Se o concorrente vê que terá de assumir um risco na obra, o preço sobe."


A expectativa do governo é que os contratos sejam assinados ainda este mês e que a duplicação da rodovia termine em dezembro de 2013.


OUTROS TRECHOS

Segundo Lourenço, o estudo de impacto ambiental da duplicação do trecho de serra, que terá 23 km, deve ser entregue ainda este mês ao Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente).

A obra é ambientalmente complexa, porque corta a serra do Mar entre Paraibuna e Caraguatatuba. Mais de 80% do seu percurso será feito por meio de túneis ou viadutos.


Mais adiantado está o licenciamento ambiental dos contornos viários de Caraguá e São Sebastião, obras que integram o projeto de melhorar o acesso viário ao litoral norte. O Consema já avalia os dois estudos de impacto ambientais feitos pelo governo.

Link:
http://www.jornalfloripa.com.br/bras...oripa&id=17704
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2012, 05:16 AM   #155
jjuliob
Registered User
 
jjuliob's Avatar
 
Join Date: Jan 2012
Location: Americana/SP
Posts: 399
Likes (Received): 56

EXTRATO DE CONTRATO
CC nº 023/11; Proc. 52.201/12; Ctt. 4201/12; Consórcio Pron - Lenc; Projeto de detalhamento executivo, serviços técnicos especializados de apoio e Acompanhamento Técnico às Obras (ATO) para a Duplicação da Rodovia dos Tamoios SP-099 entre o km 11,5, no município de São José dos Campos, e o km 60,48 do município de Paraíbuna, trecho do planalto, composto pelo seguinte lote de projeto - LOTE1; 25 meses; R$ 11.867.403,69; Ass. 28/03/12
jjuliob no está en línea   Reply With Quote
Old April 9th, 2012, 01:21 AM   #156
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,794
Likes (Received): 230

DERSA RECEBE PROPOSTAS COMERCIAIS DE EMPRESAS PARA AS OBRAS DE DUPLICAÇÃO DO TRECHO DE PLANALTO DA TAMOIOS

Melhores propostas representam economia de 32% aos cofres públicos

A DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A recebeu ontem, 04 de abril, 26 propostas comerciais para a execução das obras de duplicação dos dois lotes do trecho de Planalto da Rodovia dos Tamoios, entre o km 11,5 e o km 60,48. As melhores propostas apresentadas alcançaram o percentual de 32% de descontos para cada lote.

Com isso, os valores apresentados para a duplicação dos dois lotes totalizam R$ 557,4 milhões. O valor de referência para as obras de engenharia era de R$ 821 milhões.

Estes resultados premiam a estratégia e o trabalho desenvolvido pela Companhia na condução deste processo licitatório.

A licitação para as obras da duplicação do trecho de planalto teve início em 03 de setembro de 2011, com a publicação do Edital de Pré-Qualificação para entrega pelas empresas dos envelopes com documentação e metodologia.

Vencida a fase de pré-qualificação, 17 empresas foram habilitadas para apresentar propostas comerciais. Oito dos concorrentes organizaram-se em consórcios de duas empresas cada um e outros nove concorreram isoladamente.

A divisão das obras em dois lotes estimulou a competição entre os concorrentes e possibilitou que os interessados tivessem alternativa de escolher por um único lote ou pelos dois lotes. As opções favoreceram um número expressivo de participantes.

Outro fato positivo é que a DERSA, no decorrer da concorrência pública, primou pela transparência e ampla divulgação de informações do processo licitatório, permitindo que as empresas tivessem acesso irrestrito a todos os dados da licitação.

Assim, como produto das ações da Companhia, a competição chega à fase final da concorrência com a apresentação de propostas consistentes.

Nos próximos dias, a DERSA fará análise das propostas apresentadas, verificando os custos descritos nas planilhas, assim como possibilidade de eventual erro de cálculo.

O resultado final do certame licitatório será publicado em Diário Oficial do Estado com a classificação das propostas analisadas. Definidas as empresas vencedoras, a previsão é que os contratos sejam assinados e as obras tenham início na última semana do mês de abril.

Segundo o cronograma, a Tamoios estará duplicada em 20 meses. Em dezembro de 2013, antes do início da temporada de veraneio 2013/2014, as obras estarão concluídas.

Nos dois lotes de duplicação do trecho de Planalto da Tamoios, a rodovia percorre dos municípios de São José dos Campos, Jacareí, Jambeiro e Paraibuna. O Lote UM vai do km 11,5 ao km 35,8, enquanto o Lote DOIS localiza-se entre o km 35,8 e o km 60,48.

A duplicação da Tamoios, que opera em pista única em quase todos os seus 80 quilômetros, entre São José dos Campos e Caraguatatuba, proporcionará melhor qualidade operacional, elevando o nível de segurança do trecho.

Assim, atende a demandas urbanas, de moradores e trabalhadores da região, e também a de turistas que freqüentam o Litoral Norte.

link:
http://www.segs.com.br/index.php?opt...los&Itemid=367
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old April 9th, 2012, 07:19 PM   #157
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by -SJC- View Post
Fico indignado e tenho razao, por duas decadas essa novela vem se arrastando, nao sei ao certo a relacao dos numero de mortes no decorrer dos anos pela falta desse investimento que agora chega, dinheiro perdido das empresas do Vale do Paraiba em termos de acesso e logistica ao porto... E com a expansao do porto de Sao Sebastiao voce acha mesmo que pista de mao unica vai dar conta do trafego diario?

Subestimado sim, ate' parece que voce nao conhece seu estado, cara...

Muito do que a industria do Vale produz tem que ser transportado para outros lugares tipo Viracopos para ser exportado. Prejuizo, e por que? Porque temos aqui um aeroporto que tambem nao e' levado a serio, existem muitos projetos mas nada de investimento.

O porto de Sao Sebastiao a quantas anda esse projeto de expansao? Estradas estaduais da regiao a quantas andam caindo aos pedacos? Isso tudo prejudica a economia e a vida da populacao que ja' se cansou de promessas e vive com esses transtornos. Outra coisa, sao esses calculos que fazem para justificar a demanda, em pouco tempo, curto prazo, e ja' esta' tudo saturado.

Para mim, que sempre acompanhei tais estudos sendo feitos, aplicados e que no final com sua implementacao, tem de ser refeito, expandido ou totalmente redefinido, e' sim, falta de visao de futuro. E tais estudos encomendados tambem custa dinheiro, hein?! Ja' vi acontecer em projetos de transporte e vias publicas, pontes, projetos e acoes sociais, etc. Sejamos francos acontece em todos os horizontes e por toda parte. O quanto de dinheiro se perde nao e' brincadeira. O investimento sendo feito de 4.5bi e' sim muito alto, nao somente pela escala e dificuldade em sua realizacao mas porque sera' muito lucrativa ao consorcio vencedor. Essa nao e' uma mera rota turistica ou de acesso ao litoral, e' uma importante rota de escoamento produtivo de uma das zonas mais importantes da nacao.

O potencial da regiao e' imenso em todos os setores, mas nao foi ou nao e' devidamente explorado, infelizmente. Vejamos agora como se definam as coisas. E voce que aguarde os novos capitulos da novela "Rodovia do Sol", se e' que a conheca.

PS: A comparacao entre o que quer que seja que voce quis fazer entre obras no Oeste Paulista e a regiao do Vale e Litoral, no caso, a duplicacao da Tamoios, foi infeliz e nao faz sentido algum, sao coisas totalmente diferentes.
Infelizmente o GESP há muitos anos concentra investimentos na RMSP, e muitas vezes correndo atrás do prejuízo. Falta uma visão estratégica de desenvolver outras regiões do estado, distribuir de forma mais uniforme os recursos. O caso da Tamoios + Contorno Caraguá/São Sebastião + Porto São Sebastião é um exemplo clássico: ao invés de investirem para o estado ter realmente 2 opções de portos, despejam rios de dinheiro apenas em Santos, que é muito bom para atender à RMSP, mas complicado para atender o resto do estado e os estados vizinhos. Aí para ajudar a resolver o problema, haja Rodoanel, Ferroanel, etc. Enquanto isso poderiam investir no porto e acesso a São Sebastião, que seria ótimo para o Vale mas também para boa parte do interior. Só que politicamente essas coisas ou não saem ou demoram décadas para sair, simplesmente porque atendem mais ao interesse de regiões que são politicamente mais fracas que a RMSP.

O Estado de São Paulo, o maior e mais populoso do Brasil e com fortes ligações com outros estados sem saída ao mar como MG (principalmente Sul de Minas e Triângulo Mineiro), GO, MS, MT, tem apenas 2 portos, sendo um grande (Santos) e um bem pequeno (São Sebastião). O Rio de Janeiro que é um estado muito menor e com ligação basicamente com o centro-leste de MG tem portos em Angra, Itaguaí, Rio de Janeiro, fora os que estão sendo contruídos no litoral norte do estado, em especial o gigantesco porto do Açu. São Sebastião tem potencial para um porto bem grande, é impressionante estimarem apenas uma ligação em pista simples até Caraguá e a Tamoios...
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 08:45 PM   #158
Thuin
Reset
 
Thuin's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Location: São Paulo
Posts: 5,609
Likes (Received): 984

A) O estado de SP não investe nada no Porto de Santos propriamente dito. Quem o faz são o governo federal e investidores privados. O último investimento estadual no acesso a Santos foi a Imigrantes - feito via concessionária, em 2002. O último investimento estadual direto, a hoje pista de subida, foi de 1974.

B) O porto de São Sebastião teria que ser todo feito em aterro, saindo tão caro quanto portos "offshore" em águas desabrigadas. O canal é ótimo para o que tem - terminal de petróleo - não para porto geral. Além disso, o acesso (com um anel metropolitano e vencendo a Serra do Mar com uma "nova imigrantes) sairia caríssimo. E competiria com o tráfego da Dutra/Ayrton Senna, além do rodoanel norte.

C) A concentração de cargas no porto de Santos, longe de beneficiar a capital, a entope de caminhões.

D) O porto de Angra é tão irrelevante quanto o de S. Sebastião, um pouco menos agora porque ao invés de sonhar com ampliações grandiosas resolveu se assumir como base de apoio da Petrobrás. O Rio tem, de verdade, dois portos. E os dois em baías de águas abrigadas profundas, coisa que SP só tem em S. Sebastião, e numa área de descida relativamente fácil do planalto, coisa que SP não tem. Num mundo de vantagens comparativas, não é necessário fazer tudo, nem interessante se pode-se fazer outra coisa melhor.

E) É impossível - não apenas para São Sebastião - competir com Santos mesmo no médio prazo.

Não apenas o governo do estado não está "ignorando S.Sebastião porque está fora da capital," como só tem o projeto de ampliação do porto por questões políticas. Se fosse vantajoso em termos de negócios e logística fazer essa ampliação, alguém já teria se proposto a fazê-lo em PPP ou subconcessão. O melhor para São Sebastião seria transformar o porto num estaleiro e base de apoio para a Bacia de Santos. Não tem estaleiro para embarcações de médio porte entre o Guarujá e Angra, e nessas cidades só tem um em cada (Ex-Verolme e Wilson Sons). Conheci um dono de empresa de navegação de Santos que mandou sua lancha quebrada para Niterói por rodovia para ser consertada. Um estaleiro em SS faturaria rios de dinheiro.
Thuin no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 10:36 PM   #159
Uhr Ban
Uhrrhrhrhhshsjzshzinjzzxz
 
Uhr Ban's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: St. Teresa RJ
Posts: 1,718

Será que adianta duplicar essas rodovias de acesso ao litoral em SP???...porque vejam que as mesmas superlotam apenas em feriados. E se é assim, porque não constroem uma ferrovia de uma vez??? Seria muito mais eficiente!!!
Uhr Ban no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 11:30 PM   #160
ghml
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Posts: 1,087
Likes (Received): 124

Quote:
Originally Posted by Uhr Ban View Post
Será que adianta duplicar essas rodovias de acesso ao litoral em SP???...porque vejam que as mesmas superlotam apenas em feriados. E se é assim, porque não constroem uma ferrovia de uma vez??? Seria muito mais eficiente!!!
A duplicação da Tamoios não é pensando apenas no feriado e nas pessoas que vão à praia por lazer. Faz parte de um projeto muito maior que é a ampliação do porto de São Sebastião. O corredor tamoios servirá de fluxo de mercadorias alternativo ao porto de Santos.

Com relação às ferrovias: creio ser muito mais simples e barato duplicar uma rodovia existente do que começar uma ferrovia do zero, ainda mais sem a cultura de trens de passageiros que temos (falta know-how, estações, empresas, dinâmica, projetos, base de comparação, etc. etc.)
ghml no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 08:21 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu