daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Transportes e Infra-Estruturas > Ferrovias



Reply

 
Thread Tools
Old January 24th, 2012, 04:38 PM   #101
Viriatuus
Registered User
 
Join Date: Dec 2007
Location: Porto
Posts: 16,011
Likes (Received): 573

Pois é Ac3, cresceu muito... duma base baixissima. Isso não é grande espingarda. O que não significa que não tenha mérito. Mesmo assim e tomando como termo comparativo as respectivas populações, Portugal... está (ainda?) à frente de Espanha.
Viriatuus no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old January 24th, 2012, 07:34 PM   #102
ac3
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 3,467
Likes (Received): 362

V,
Um crescimento de passageiros no transporte ferroviário de 180 para 466M é obra *principalmente* porque partiram de uma base tão baixa.
ac3 no está en línea   Reply With Quote
Old January 24th, 2012, 07:36 PM   #103
ac3
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 3,467
Likes (Received): 362

Quote:
Originally Posted by dvf View Post
O que isso tem a ver com o que eu disse? Nada.
Quote:
Originally Posted by dvf
Os espanhóis não são propriamente também um exemplo, com as suas estações de TGV (...) vazios.
Desculpe, pensei que estava a escrever em português.
ac3 no está en línea   Reply With Quote
Old January 24th, 2012, 07:55 PM   #104
dvf
BANNED
 
Join Date: Aug 2008
Location: Lisbon (Amadora)
Posts: 3,777
Likes (Received): 45

Quote:
Originally Posted by ac3 View Post
Desculpe, pensei que estava a escrever em português.

Desculpe, pensei que soubesse ler.
dvf no está en línea   Reply With Quote
Old January 24th, 2012, 10:19 PM   #105
Viriatuus
Registered User
 
Join Date: Dec 2007
Location: Porto
Posts: 16,011
Likes (Received): 573

Ac3, precisamente porque eram anormalmente baixos os números em Espanha é que não acho nada extraordinário o nível de crescimento entretanto obtido e que os "aproximou" dos restantes países. "Aproximou" porque ainda assim estão distantes da maior parte deles.
Viriatuus no está en línea   Reply With Quote
Old January 25th, 2012, 01:14 AM   #106
ac3
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 3,467
Likes (Received): 362

Percebo o que queres dizer. Mas estás errado.

No mundo de hoje, o transporte ferroviário não tem uma cota cativa, aqueles 285Mpax não estavam parados à espera que de comboios de jeito.
A diferença de cota de utilização entre a Espanha dos anos 80 e a Espanha actual, ou a diferença entre a Espanha actual e, digamos, uma Alemanha actual, não é um low hanging fruit à espera de ser colhido que consegues captar com fazendo as coisas minimamente bem.

A cota de mercado em Espanha pode ser mais baixa que, digamos, uma Alemanha. Mas a quota alemã beneficia de terem começado numa época em que o carro ainda não era o meio de transporte por omissão e de continuamente terem sabido fazer adequar o comboio aos tempos.

Já em Espanha, aqueles passageiros tiveram de ser conquistados em 20 anos e vencendo um obstáculo que afligia e aflige a sociedade moderna: a dependência do carro e o estigma social do transporte público numa sociedade em que se deixou degradar muito a ferrovia.
É uma inversão extraordinária da situação e que requer mais que fazer as coisas "bem", é preciso fazê-las "muito bem".

E é um exemplo porque a situação em que Portugal actualemnte se encontra é muito semelhante: serviço ferroviário degradado, dependência do carro e estatuto social do carro.
ac3 no está en línea   Reply With Quote
Old January 25th, 2012, 01:25 AM   #107
Rodalvesdepaula
Registered User
 
Rodalvesdepaula's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Sorocaba (SP)/Curitiba (PR), Brazil
Posts: 24,243
Likes (Received): 6262

Quote:
Originally Posted by jfds View Post
A tendência de comparar os caminhos de ferro espanhóis com os portugueses (e não me refiro só às linhas de via estreita) não é tão descabida de todo... Os espanhóis investem fortemente na ferrovia, como é patente aqui no fórum. Nós não. A nossa "rede", salvo casos pontuais, tem 100 anos como tu bem dizes. Mas em vez de investir e modernizar e construir novas ligações, preferimos encerrar. Sem fazer nenhum estudo económico, sem nenhum plano nacional ferroviário. É essa a crítica que faço... As linhas de via estreita são só um dos exemplos mais paradigmáticos onde isto acontece.
Mas, será que vale a pena reativar ramais deficitários como eram as Linhas do Corgo, Tâmega e Sabor? Além de terem traçado antiquado, praticamente não se fabrica mais material circulante de bitola métrica na Europa (somente o Japão e o Brasil ainda produzem automotoras em bitola métrica), tanto que a CPTM, empresa que opera os comboios suburbanos de São Paulo, decidiu unificar a bitola das suas ferrovias para 1600 mm visando mais facilidade na aquisição de novo material circulante.

Também temos que ver os custos de se manter uma ferrovia que não é conectada diretamente com a Rede Ferroviária Nacional. Eu estava vendo, hoje, uma reportagem antiga da RTP sobre a Linha do Corgo no YouTube:



Segundo este vídeo acima, em 1983, a Linha do Corgo gerava uma receita de 23 contos de Escudos e tinha despesas de 240 contos de Escudos. Isto numa época em que a malha rodoviária portuguesa ainda estava em desenvolvimento.

Se fosse construir uma via nova no Corgo, só valeria a pena levar a bitola ibérica até Vila Real, a custos altíssimos, e Portugal não tem dinheiro para bancar tal obra.

Assim sendo, mais vale a pena modernizar a rede de carreiras interurbanas de autocarros do que reativar os ramais de bitola métrica, com estímulos para que pequenas empresas comprem autocarros novos (e não refugos da Alemanha ou França) e construção de terminais rodoviários decentes nas grandes cidades (Porto, por exemplo, não tem nem uma central de camionagem apto para os tempos atuais).
Rodalvesdepaula está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 26th, 2012, 01:26 PM   #108
Marnoto
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Location: Aveiro
Posts: 686
Likes (Received): 55

Muitos dos colaboradores que escrevem neste assunto não conhecem as potencialidades de um caminho de ferro de via métrica, pelo que, temos que dar algum desconto.
O Brasil possui uma vasta rede de via métrica, com comboios de passageiros e mercadorias pesadas, locomotivas GM e GE Diesel com rodado DóDó e 4 mil cavalos de força; o Japão tem uma excelente rede de via métrica onde os comboios de passageiros circulam a 120 km/h; quase toda a Àfrica possui bitola métrica, a conhecida bitola africana que é ligeiramente maior que a bitola métrica.
Portugal tem grandes potencialidades para ter uma excelente rede de bitola métrica; não a tem porque os nossos governantes são incultos e a visão é curta para além do forte domínio e promoção do automóvel e do asfalto. É tudo uma questão de cultura e de gerações que leva muitos anos para que possa ser alterada.
Conclusão: vamos tentando aos poucos (nós cidadãos) incutir nos mais novos o gosto e a valorização do caminho de ferro e nos momentos de lazer, usufruir das novas ecopistas, cuidando da nossa saúde e gozando a vida, que de complicada, no dia a dia, já chega.
Marnoto no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2012, 02:41 PM   #109
sekelsenmat
Registered User
 
Join Date: May 2008
Posts: 1,134
Likes (Received): 31

Quote:
Originally Posted by Rodalvesdepaula View Post
Se fosse construir uma via nova no Corgo, só valeria a pena levar a bitola ibérica até Vila Real, a custos altíssimos, e Portugal não tem dinheiro para bancar tal obra.
Mas para milhares de km de novas rodovias Portugal tem dinheiro, estranho não?

Portugal não é nenhum país miserável e tem dinheiro sim para reconstruir o trecho até Vila Real e realmente deveria ser em bitola ou ibérica ou internacional. Boa parte dos recursos poderia via da união europeia além disso, já que ela apoia o desenvolvimento ferroviário. Vila Real é uma das cidades mais importantes da região, não faz nem sentido a linha atual passar por cidades minusculas e não passar por Vila Real.

Outra cidade que deveria ser atendida é Bragança. Uma nova linha deveria ser criada para conectar Vila Real e Bragança ao porto, saindo como ramal da linha de Pocinho.
__________________
True Democracy for Android - A realistic political simulation game where you are the premier/president and guides your country competing against other political parties =)

My blog about trains, politics and urbanism.
sekelsenmat no está en línea   Reply With Quote
Old May 28th, 2012, 02:19 PM   #110
Marnoto
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Location: Aveiro
Posts: 686
Likes (Received): 55

Quote:
Originally Posted by sekelsenmat View Post
Mas para milhares de km de novas rodovias Portugal tem dinheiro, estranho não?

Portugal não é nenhum país miserável e tem dinheiro sim para reconstruir o trecho até Vila Real e realmente deveria ser em bitola ou ibérica ou internacional. Boa parte dos recursos poderia via da união europeia além disso, já que ela apoia o desenvolvimento ferroviário. Vila Real é uma das cidades mais importantes da região, não faz nem sentido a linha atual passar por cidades minusculas e não passar por Vila Real.

Outra cidade que deveria ser atendida é Bragança. Uma nova linha deveria ser criada para conectar Vila Real e Bragança ao porto, saindo como ramal da linha de Pocinho.
Morreria cedo, não tem possíveis clientes para ser minimamente rentável.
O Pocinho é um lugar, uma aldeia que, no dia em que o comboio deixar de ir lá, ficará igual a Barca D' Alva.
Resta transformar os actuais traçados do Tâmega e Corgo em Ecopista e tirar partido disso para o bens estar de todos nós; andar de bicla faz bem à saúde, não polui e pode vir a gerar emprego e desenvolvimento regional; é um desafio interessante e fascinante.
Marnoto no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 12:23 PM   #111
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 83,491
Likes (Received): 1413

Estação do Arco de Baúlhe

http://6p8.j1.sl.pt





IEFP de Arco de Baúlhe





Estação de Arco de Baúlhe



__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 01:09 PM   #112
pedrodepinto
Feliz 2014 ;)!
 
pedrodepinto's Avatar
 
Join Date: Nov 2006
Location: Lisbon
Posts: 29,358
Likes (Received): 308

Pelo menos, parece bem conservada...
__________________
GRANDES REPORTAGENS:
* Roteiros por Portugal: Dão-Lafões (2007) | Madeira (2009)
* Metropolitano de Lisboa: Alvalade (2007) | Baixa-Chiado - Santa Apolónia (2007) | Alameda - São Sebastião (2009) | Oriente - Aeroporto (2012) | Areeiro (2013)
pedrodepinto no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 02:23 PM   #113
jfds
Registered User
 
Join Date: Jun 2010
Location: Porto
Posts: 354
Likes (Received): 18

Quote:
Originally Posted by pedrodepinto View Post
Pelo menos, parece bem conservada...
Deduzo que, em grande parte, devido ao IEFP que funciona em edifícios contíguos à estação... De aplaudir a iniciativa
jfds no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 02:33 PM   #114
Rodalvesdepaula
Registered User
 
Rodalvesdepaula's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Sorocaba (SP)/Curitiba (PR), Brazil
Posts: 24,243
Likes (Received): 6262

Os carris estão aí ainda na frente da estação, até porque é um museu ferroviário. Mas, o restante da Linha de Tâmega ainda está intacta ou desmantelaram tudo?
__________________
Rodalvesdepaula está en línea ahora   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 02:48 PM   #115
Viriatuus
Registered User
 
Join Date: Dec 2007
Location: Porto
Posts: 16,011
Likes (Received): 573

Tudo desmantelado.
Viriatuus no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2012, 03:07 PM   #116
Rodalvesdepaula
Registered User
 
Rodalvesdepaula's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Sorocaba (SP)/Curitiba (PR), Brazil
Posts: 24,243
Likes (Received): 6262

Hum... Entendo a crise por qual passa Portugal, mas seria algo bem interessante se a REFER, em parceria com a CP (ou alguma empresa privada), fizesse uma plena reforma/reconstrução das linhas de bitola métrica no Vale do Douro (Tâmega, Corgo, Tua, Sabor...) e adotassem tram-trains para operação de comboios regionais.

Por incrível que pareça, uma linha de bitola métrica pode ser modernizada e adaptada para a realidade atual da mobilidade moderna. Não vejo necessidade de, por exemplo, reconstruir o caminho de ferro para adoção de bitola internacional (1435 mm) tal como está a ser feito em Coimbra com o Metro Mondego (para mim, aquilo é dinheiro incinerado; pode-se-ia muito bem apenas eletrificar a Linha da Lousã e botar os 2240 para rodar lá em vez de destruir tudo, botar bitola internacional, pensar em comprar trams como os do Metro do Porto...).

Para a Linha do Tâmega, o ideal seria manter a bitola métrica, adotar eletrificação de 750 V cc e adquirir uns quatro ou cindo tram-trains para operação entre Livração e Arco de Baúlhe, em correspondência com os comboios regionais do Douro. A indústria europeia fabrica trams em bitola métrica que podem ser adaptados para serviços regionais facilmente, como o Alstom Citadis Dualis:


http://www.railforthevalley.com/late...rives-in-lyon/




Agora, sobre a Linha do Vouga, ainda insisto naquela minha ideia que apresentei ano passado aqui: conversão para via exclusiva de autocarros.
__________________
Rodalvesdepaula está en línea ahora   Reply With Quote
Old September 24th, 2012, 12:44 PM   #117
pedrodepinto
Feliz 2014 ;)!
 
pedrodepinto's Avatar
 
Join Date: Nov 2006
Location: Lisbon
Posts: 29,358
Likes (Received): 308

Quote:
Originally Posted by jfds View Post
Deduzo que, em grande parte, devido ao IEFP que funciona em edifícios contíguos à estação... De aplaudir a iniciativa
Sem dúvida .

Infelizmente, começo a duvidar que algum dia venhamos a ter estas linhas reactivadas... Quando havia mais dinheiro, nada se fez... Não me parece que vá ser agora .
__________________
GRANDES REPORTAGENS:
* Roteiros por Portugal: Dão-Lafões (2007) | Madeira (2009)
* Metropolitano de Lisboa: Alvalade (2007) | Baixa-Chiado - Santa Apolónia (2007) | Alameda - São Sebastião (2009) | Oriente - Aeroporto (2012) | Areeiro (2013)

ferrobico liked this post
pedrodepinto no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2013, 05:52 PM   #118
Hugoferreiraleite
Registered User
 
Hugoferreiraleite's Avatar
 
Join Date: Oct 2008
Location: Baguim do Monte - Red River City
Posts: 7,582
Likes (Received): 162

Quote:
Originally Posted by Rodalvesdepaula View Post
Hum... Entendo a crise por qual passa Portugal, mas seria algo bem interessante se a REFER, em parceria com a CP (ou alguma empresa privada), fizesse uma plena reforma/reconstrução das linhas de bitola métrica no Vale do Douro (Tâmega, Corgo, Tua, Sabor...) e adotassem tram-trains para operação de comboios regionais.

Para a Linha do Tâmega, o ideal seria manter a bitola métrica, adotar eletrificação de 750 V cc e adquirir uns quatro ou cindo tram-trains para operação entre Livração e Arco de Baúlhe, em correspondência com os comboios regionais do Douro. A indústria europeia fabrica trams em bitola métrica que podem ser adaptados para serviços regionais facilmente, como o Alstom Citadis Dualis
750V CC obrigaria a dezenas de centrais elétricas linha acima!? Não seria preferível eletrificar a 25KV CA?

Quanto ao uso de tram-trains sim, era uma boa ideia! Mas não seria preferível dotar a linha do Douro da bitola métrica, e pô-los a sair do Porto?
__________________
Baguinense de gema...
Hugoferreiraleite no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2013, 07:25 PM   #119
ferrobico
Registered User
 
ferrobico's Avatar
 
Join Date: Jan 2013
Posts: 1,305
Likes (Received): 295

Quote:
Originally Posted by Hugoferreiraleite View Post
750V CC obrigaria a dezenas de centrais elétricas linha acima!? Não seria preferível eletrificar a 25KV CA?

Quanto ao uso de tram-trains sim, era uma boa ideia! Mas não seria preferível dotar a linha do Douro da bitola métrica, e pô-los a sair do Porto?

As vias estreitas do Douro estão condenadas e se duraram até agora foi para manter a tradição á custa do erário publico e por razões politicas.
É triste mas é verdade

A rodovia com os novos itinerários sem tantas curvas matou a ferrovia estreita cuja caraterística principal eram as curvas apertadas e por isso é que tinham aquela bitola e por conseguinte velocidades baixas.

Todas as cidades da via estreita estão ligadas ao Porto por vias rápidas

Hugo essa do Douro passar a via métrica era humor puro ?
ferrobico no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2013, 10:03 PM   #120
Hugoferreiraleite
Registered User
 
Hugoferreiraleite's Avatar
 
Join Date: Oct 2008
Location: Baguim do Monte - Red River City
Posts: 7,582
Likes (Received): 162

Linha do Tâmega em Outubro de 2013 - Parte I

Ontem fiz toda a linha de bike, e aproveitei para tirar fotografias às estações e visitar o museu em Arco de Baúlhe.

Arco de Baúlhe PK 51,6


Arco de Baúlhe II PK 51,6


Vila Nune PK 48


Canêdo PK 45,4


Padredo PK 43,5


Mondim de Basto PK 40,2


Ponte de Matamá


Britelo PK 36,2


Celorico de Basto PK 34,6
__________________
Baguinense de gema...
Hugoferreiraleite no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 05:49 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu