daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Aéreo



Reply

 
Thread Tools Rate Thread
Old June 21st, 2012, 01:40 AM   #721
lfdomingos
Registered User
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 825
Likes (Received): 26

Lá tem muitas empresas aereas por pior que possam ser, tem concorrencia de verdade coisa que não ocorre por aqui com duas empresas tendo 70% do mercado e que dificilmente voam para todos os lugares

Sem contar quantidade de aeronaves, a Gol voa só com 737, a não ser que a Delta entregue algumas aeronaves pra 2014 ela vai virar um caos pra conseguir voar
lfdomingos no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old June 21st, 2012, 07:30 AM   #722
DannyelBrazil
Proud to be Brazilian
 
DannyelBrazil's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Location: A Carioca in São Paulo, Brazil
Posts: 2,452
Likes (Received): 497


Mas ainda assim não vejo muitos motivos para preocupação com nossas cias. aéreas.
Não é um serviço primoroso, mas é decente...

Acho que temos outros problemas mais graves com a aviação comercial como um todo...
__________________
My soul sings when I see Rio de Janeiro!!!
_____________________________________
|Always in: Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Blumenau
|BR: RJ, SP, MG, ES, PR, SC, DF |US: FL |UY: Montevideo, Punta del Este |AR: Puerto Iguazu, Buenos Aires |PY: Ciudad del Este
|Airports: SDU, CGH, GIG, GRU, MIA, NVT, BSB, MCO, MVD, EZE
DannyelBrazil no está en línea   Reply With Quote
Old June 27th, 2012, 02:14 PM   #723
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0

Projeto para Viracopos:

Quote:
Originally Posted by CuriosoCPS View Post
Gestor anuncia cidade aeroportuária em Viracopos

Complexo terá três hotéis, shopping e centro de convenções
26/06/2012 - 22h56 . Atualizada em 27/06/2012 - 00h00
Maria Teresa Costa


O grupo Aeroportos Brasil vai implantar uma cidade aeroportuária no Aeroporto Internacional de Viracopos, com um centro de convenções, três hotéis, sendo um no sítio aeroportuário e dois remotos, e shopping. Além disso, irá antecipar, de outubro para agosto o início das obras do terminal que terá capacidade para14 milhões de passageiros em 2014, o ano da Copa do Mundo de futebol. A informação foi dada ontem pelo diretor-presidente do grupo, Luiz Alberto Küster, a um grupo de 260 pessoas, entre empresários e políticos, reunidos a convite do Centro das Indústrias do Estado de São paulo (Ciesp) e IJS Global .

Küster informou que não deverá existir problemas para o licenciamento ambiental, porque o consórcio alterou o projeto e o novo terminal estará inteiramente construído em área já impactada. 'Ao inverter o futuro terminal de passageiros em relação à pista, vamos reduzir em 70% o tempo de taxiamento das aeronaves, reduzindo, assim, a emissão de gases de efeito estufa' , afirmou. O volume de escavação de terra necessário irá reduzir, segundo ele, de 25 milhões de metros cúbicos (m3) para 2,5 milhões de m3. 'A nova configuração não irá atingir nenhuma das nascentes e nenhum metro quadrado de vegetação primária nativa. Não teremos, na primeira fase, nenhum impacto no meio físico e biótico' , afirmou.

A antecipação do início das obras de outubro para agosto, informou, visa aproveitar a janela hídrica do período (época de seca). Para mostrar que o projeto é para valer e que as empresas que formam o consórcio (Triunfo Participação, UTC e Egis) têm condições financeiras de bancar a ampliação de Viracopos, cada uma das empresas já depositou, em conta específica, o correspondente a um terço do valor da obra (R$ 1,4 bilhão) da primeira fase. Os dois terços restantes serão buscados no mercado.

O novo projeto de Viracopos está sendo elaborado pela holandesa Naco e o seu desenho será semelhante ao desenvolvido pela empresa para a Schipol, administradora do aeroporto de Amsterdã, na Holanda. O diretor comercial do grupo, Carlos Valente, informou que ao final da concessão, em 30 anos, quando o aeroporto terá capacidade para 80 milhões de passageiros ao ano, haverá dois terminais remotos que serão interligados ao principal por metrô.

Até lá, o novo terminal, que estará concluído em 2014, terá dois piers domésticos e um internacional com 28 fingers e mais sete remotos, além de um edifício garagem para 3 mil vagas de estacionamento. Para ter uma comparação, o Aeroporto Internacional de Guarulhos tem 22 fingers.' Teremos um aeroporto apto a receber qualquer tipo de aeronaves, incluindo o A-380, o maior avião de passageiros do mundo' , afirmou Valente.

Haverá ainda 90 boxes de check-in e nove terminais self-service. O projeto manterá a previsão de implantação de uma conexão ferroviária - trem de alta velocidade (TAV) ou trem rápido e também um trem metropolitano - e será construído praticamente do zero e não será o mais moderno entre os projetados pela empresa. Depois que o novo terminal estiver pronto, a atual área de embarque e desembarque será demolida.

Para a segunda fase de investimentos em Campinas está prevista a construção da segunda e terceira pistas de pouso e decolagem. A primeira deverá ter pelo menos 3.600 metros de comprimento. A segunda, 2.600 metros de comprimento.

Viracopos está sendo administrado por uma Sociedade de Propósito Específico (SPE), isto é, uma nova empresa formada pelo consórcio vencedor do leilão, em sociedade com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que detém 49% de cada SPE. A Infraero, empresa pública federal, continuará administrando 63 aeroportos no país, responsáveis pela movimentação de 67% do total de passageiros.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old July 2nd, 2012, 06:59 PM   #724
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,794
Likes (Received): 230

Viracopos definiu 54% da área a ser desapropriada
Ampliação vai afetar 19 bairros do entorno do aeroporto
01/07/2012 - 18h01 . Atualizada em 02/07/2012 - 06h00


Avião sobrevoa casa no Jd. Itaguaçu, um dos bairros que terão lotes desapropriados
(Foto: Cesar Rodrigues/AAN)Tags

Levantamento realizado pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) mostra que, até o momento, 1.164 ações referentes à desapropriação das áreas que viabilizam a ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos já foram distribuídas na Justiça Federal de Campinas. Segundo o balanço, foi concedida posse para a Infraero em 633 processos (54,3%), o que corresponde a 1.474 lotes. Cerca de 19 bairros serão afetados pela ampliação do aeroporto, que terá sua área estendida de 17,7 milhões de metros quadrados para 28,2 milhões de metros quadrados.

De acordo com a Infraero, o processo de desapropriação está em consonância com o planejamento estabelecido até então para a ampliação do aeroporto, não havendo risco de impactos no cronograma de obras. A primeira fase de expansão prevê um novo terminal de passageiros até 2014 e um edifício garagem. A segunda fase inclui a segunda e terceira pistas.
Segundo a Advocacia Geral da União (AGU), autora das ações, 81% dos 650 processos avaliados até outubro do ano passado pela Justiça foram encerrados por meio de conciliação. Na primeira fase de desapropriação, foram ajuizadas 850 ações. Além dos proprietários que ainda aguardam para serem indenizados, outro grupo ainda espera para saber como será feita sua remoção.
O Ministério Público Federal (MPF) quer acompanhar como será feita a retirada das 91 famílias que vivem ao redor do aeroporto, em situação irregular. Os moradores não possuem o domínio das áreas e terão que ser removidas por conta das futuras obras de expansão do terminal. O órgão também quer saber como o poder público vai tratar do assentamento das cerca de 400 pessoas que moram nas proximidades do Novo Jardim Itaguaçu e se será oferecida infraestrutura adequada a todos eles. Parte dos moradores vive no local há cerca de dez anos e a expectativa, de acordo com a Prefeitura de Campinas, é que a realocação das famílias inicie até o final de agosto.
O procurador que abriu o inquérito civil público, Paulo Gomes, informou que a abertura do procedimento administrativo tem a finalidade de garantir acesso a moradia e a condições dignas de trabalho a todas as famílias. O levantamento quanto ao número de moradores que não possuem o título da área e que serão afetados foi feito por uma empresa contratada pela Infraero. O estudo foi encaminhado à Secretaria Municipal de Habitação para que fizesse a intermediação do trabalho de cadastramento das famílias que poderão ser encaminhadas a imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida.
De acordo com a Secretaria de Habitação, todas as famílias que possuem renda inferior a R$ 1,6 mil serão beneficiadas com o programa de habitação popular do governo federal. Das 91 famílias, 57 já foram cadastradas pela Prefeitura, sendo que 45 já tiveram o cadastro aprovado pela Caixa Econômica Federal. Cinco delas tiveram o cadastro reprovado pela Caixa e outras nove ainda estão em fase de análise. As restantes não teriam sido contempladas por questões como falta de documentação, não residirem mais no local, ou não terem comparecido no dia do cadastramento.
As primeiras famílias, de acordo com a Prefeitura, devem ser transferidas para apartamentos do residencial Jardim Bassoli, que ficarão prontos dentro de no máximo três meses. As restantes serão encaminhadas para outro residencial na região Noroeste da cidade. A assessoria de imprensa da Infraero informou que tem conhecimento de que o MPF quer acompanhar o processo de remoção das famílias e que a competência de reassentamento das famílias não é do órgão.

http://correio.rac.com.br/correio-po...propriada.html
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old July 6th, 2012, 07:03 PM   #725
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,794
Likes (Received): 230

Concessionário de Viracopos alerta: obras precisam começar já

04/07/12

O presidente da empresa concessionária Aeroportos Brasil S/A, Luiz Alberto Küster disse nesta quarta-feira (04/07) em audiência na Câmara Municipal de Campinas que espera para os próximos dias a liberação das ordens de serviço a serem emitidas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para que as obras de ampliação de Viracopos possam ser iniciadas. Segundo ele, se a liberação não for feita até o final deste mês, as obras não poderão ter início em agosto como o previsto e, a partir de então, o cronograma que prevê a adequação do aeroporto para a Copa do Mundo de 21014 estará comprometido.

O empresário contou aos vereadores que a partir da emissão da ordem de serviço, a empresa terá 22 meses para entregar o aeroporto nas condições exigidas pelo governo federal para o Mundial de futebol. Pelo contrato de concessão, neste período, a empresa terá de construir um terminal de 128 mil metros quadrados e instalar 28 fingers (pontes de embarque), além de uma série de melhoramentos em áreas de check in, embarque ou estacionamento.

“As obras precisam começar em agosto, até mesmo porque temos de respeitar a janela hidrológica. Temos 2,5 milhões de metros cúbicos de escavações por fazer e isso não pode acontecer no período de chuvas; lá para outubro ou novembro”, lembrou ele. “Diante disso, tenho sérias dúvidas sobre a entrega para a Copa”, acrescentou. “É quase um milagre, mas eu acredito em milagres. Se me derem a licença eu entrego”, alertou ele, em depoimento na Comissão Especial de Estudos (CEE) criada na Câmara para avaliar o processo de concessão de Viracopos.

Mais tarde, em entrevista aos jornalistas, ele disse confiar que a ordem de serviço será emitida a tempo. “Pode ser que estejamos conversando aqui e o documento já esteja sendo emitido. A cidade e o País podem confiar. Teremos o aeroporto pronto para a Copa”, garantiu.

Küster disse que Viracopos será o maior e mais moderno aeroporto da América Latina. O complexo deverá abrigar shopping center, centro de convenções, três hotéis. O aeroporto também terá três pistas de pouso e decolagem. Hoje, há apenas uma. A estimativa é que o número de passageiros salte dos atuais 9 milhões para 14 milhões em 2014 e, no final da concessão, esse número chegue a 80 milhões.

Segundo Küster, Viracopos deve fechar 2012 com capacidade para atender 9 milhões de passageiros ao ano e que até a Copa de 2014, a capacidade chegará a 14 milhões de passageiros/ano. O consórcio administrará o aeroporto pelos próximos 30 anos. Ele disse que a segunda pista está prevista para ser construída entre 2018 e 2019. “Deixaremos Guarulhos comendo poeira”, brincou.

MACROZONA – O presidente da concessionário manifestou preocupação também com a aprovação do Plano Local de Gestão (PLG), da Macrozona 07 – que fica na região do aeroporto. “É importante que tenhamos a noção clara do que o governo quer para aquela região”, disse. Ele avalia que as empresas precisam de regras definidas para determinar o tipo de investimento a ser feito e montar a logística. “Precisamos entender o que o governo municipal quer para aquela área. Na verdade, é uma questão de planejamento urbano”, resumiu.

Presidente da CEE de Viracopos, o vereador Arly de Lara Romêo (PSB), considerou os esclarecimentos “importantíssimos”. A CEE está agendando para o mês que vem uma audiência com representantes da Infraero para que o órgão explique o estágio em que se encontra o processo de desapropriação de áreas no entorno do aeroporto. “O concessionário veio aqui e falou sobre o que pretende fazer na área delimitada da concessão. O que precisamos saber agora é como está a adequação do entorno”, afirmou Arly.

Além de Arly de Lara Romêo, a CEE de Viracopos é composta pelos vereadores Gilberto Cardoso Vermelho (PSDB), Jaírson Canário (PT), Miguel Arcanjo (PSC) e Zé do Gelo (PV).

http://www.camaracampinas.sp.gov.br/...sam-comecar-ja
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old July 10th, 2012, 04:10 PM   #726
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 11,194
Likes (Received): 830

Dilma: 'Não vou conceder mais nada'

O governo não vai conceder aeroportos tão cedo. No seu estilo, a presidente Dilma Rousseff passou uma descompostura nos diretores do BNDES, Anac, Infraero e Secretaria de Aviação Civil. Foi na segunda, no Planalto. Um integrante do bancão sugeriu a ela conceder terminais regionais no Amazonas. ‘Não vou conceder mais nada, com esse modelo atual (de concessão) que fizeram’, retrucou a presidente. ‘Vocês entregaram os melhores aeroportos do país para grupos que ninguém conhece’.

No chão
A presidente deu o recado claro que, neste ano, não entram mais nos planos a concessão de Galeão (Rio) e outros grandes aeroportos. A turma se desdobra em novo plano.

Turbulência geral
No gabinete presidencial, entre as cabeças baixas e um silêncio mortal, havia oficiais da FAB. Dilma está muito descontente com os grupos que levaram os aeroportos.

http://www.opovo.com.br/app/colunas/...da-u2019.shtml
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old July 10th, 2012, 08:16 PM   #727
PROJAC
BANNED
 
Join Date: Oct 2011
Posts: 453
Likes (Received): 7

Então, Sra. Dilma, já que privatizações nao e muito a praia do PT, que tal reformular a INFRAERO? Que tal abrir seu capital? Que tal fazer alguma coisa que de um choque de gestão na combalida INFRAERO ???
PROJAC no está en línea   Reply With Quote
Old July 10th, 2012, 08:33 PM   #728
teiacontabil
José Renato Sena
 
teiacontabil's Avatar
 
Join Date: Sep 2011
Location: Feira de Santana/São Paulo
Posts: 3,666
Likes (Received): 670

Acredito que esta expressão dela é pela mesma decepção que muitos de nós tivemos quando observamos os operadores dos consórcios vencedores. As apostas eram por grandes especialistas como Fraport, mas nem de longe foi o que se viu.

Mas achei curiosa a reação relatada ter sido no momento da sugestão de concessão dos aeroportos regionais do interior. Não nos iludamos, não teremos grandes players para aeroportos menores e menos atrativos.
__________________
_______________________________

Saudade da minha Bahia.
teiacontabil no está en línea   Reply With Quote
Old July 10th, 2012, 10:06 PM   #729
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,794
Likes (Received): 230

Impasse ameaça chegada do BRT até Viracopos

Para secretário, gestor do aeroporto terá de bancar extensão de corredor; grupo não prevê obra
09/07/2012 - 16h56 . Atualizada em 10/07/2012 - 06h00

O Corredor Ouro Verde, onde circularão os ônibus rápidos do modelo BRT (Bus Rapid Trafic), só chegará ao Aeroporto Internacional de Viracopos se a concessionária Aeroportos Brasil, nova gestora do terminal, se responsabilizar pela implantação da infraestrutura dentro do sítio aeroportuário. Sem isso, afirma o secretário de Transportes de Campinas, André Aranha, a Prefeitura não irá estender o corredor até a zona aeroviária. O secretário considera que, dentro do aeroporto, uma área federal, o corredor deve fazer parte das intervenções que serão necessárias para garantir a mobilidade, com a ampliação de Viracopos. A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos S/A informou que, neste momento, dedica seus esforços ao cumprimento de todas as exigências do contrato de concessão firmado com o governo federal visando às obras de ampliação e modernização de Viracopos. A concessionária afirmou que o contrato de concessão não prevê a execução desse tipo de obra. O movimento no terminal não é somente de passageiros e cargas, disse Aranha. É preciso pensar também no deslocamento dos funcionários. “Hoje 8 mil pessoas trabalham em Viracopos e essa população deverá chegar aos 40 mil em 30 anos, no final da concessão, quando 80 milhões de passageiros passarão pelo terminal. É preciso, portanto, ter uma ligação de transporte de alta capacidade chegando ao aeroporto”, afirmou Aranha, durante a audiência pública realizada na última sexta-feira no Salão Vermelho da Prefeitura, para discutir o projeto dos corredores exclusivos de BRTs, o Ouro Verde e o Campo Grande. Financiamento O corredor Ouro Verde sairá do Terminal Central, seguirá pelas avenidas João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez e Camucim até o Terminal Vida Nova, numa extensão de 14,4 quilômetros. Para estender essa infraestrutura até o limite do aeroporto serão necessários mais 10 quilômetros de via segregada, a um custo estimado de R$ 60 milhões. O dinheiro para a ligação com o aeroporto não está incluído nos recursos liberados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o corredor e a Prefeitura pretende buscar parcerias para suprir essa diferença. Mas o secretário considera que, dentro do aeroporto, a responsabilidade pela obra é da concessionária. “Nas conversas que vínhamos tendo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) havia receptividade nesse projeto e, agora, vamos retomar a conversa com o concessionário”, afirmou o secretário de Transportes. Projeções Tanto o Corredor BRT do Ouro Verde quanto o do Campo Grande estarão prontos 50 meses após a divulgação do edital que contratará a revisão do projeto básico, depois do projeto executivo e as obras. Não há prazo, ainda, para a divulgação do edital, mas o fato é que os BRTs não circularão em vias segregadas antes de quatro anos. Até lá, esses ônibus circularão em vias normais. O primeiro lote, de 15 veículos de alta capacidade, foi adquirido pela empresa de ônibus Itajaí. Esses coletivos deverão iniciar a operação até o final do mês, fazendo a ligação do Centro com o Terminal Campo Grande, por meio da Avenida John Boyd Dunlop, trajeto do futuro Corredor Campo Grande — nesse corredor os ônibus sairão do Terminal Multimodal Ramos de Azevedo (rodoviária) e seguirão pelo leito desativado do antigo VLT, Avenida John Boyd Dunlop e Terminal Itajaí, numa extensão de 17,8 quilômetros.Parte desse trajeto será em corredor segregado.

http://correio.rac.com.br/correio-po...viracopos.html
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old July 10th, 2012, 10:37 PM   #730
HLbsb
HL
 
HLbsb's Avatar
 
Join Date: Aug 2010
Posts: 2,409
Likes (Received): 482

Quote:
Originally Posted by .Kr'st_fer. View Post
[B][I][COLOR="Blue"](...) ‘Vocês entregaram os melhores aeroportos do país para grupos que ninguém conhece’.(...)
Dilma = sutileza

Até 2010 ela só fazia ministro chorar em mesa de reunião, agora tá mais pra capitão Nascimento: "Pede pra sair, pede pra sair!!!" Uns 4 já pediram as contas...

Gosto da atitude, mas discordo da perspectiva "grupos que ninguém conhece". Ela precisa ser melhor assessorada, de preferência receber informações de uma consultoria especializada e não de indicados políticos que sequer conseguem amarrar um edital.

É verdade que GRU, BSB e VCP já são hoje os maiores aeroportos operados por ACSA, Inframérica e Egis, respectivamente. Por outro lado, qual é a atenção que Changi, Fraport ou ADC & HAS dedicou ao leilão?

Dos 11 consórcios concorrentes, 10 tiveram divisão do capital social com o mínimo previsto em edital para o operador aeroportuário (10%) e o resto indicou claramente quem quer operar aeroportos no Brasil (construtoras brasileiras).

Na formação dos consórcios, ao invés dos operadores entrarem com quotas de participação, é possível que entrassem com o nome e ainda recebessem pelo direito de imagem.

===========
Aprofundando o assunto, a Changi é recordista em títulos como operadora aeroportuária, mas ninguém levanta os fatores por trás disso. Singapura é uma cidade-estado com 5.000.000 de habitantes, 17% dos quais de famílias milionárias (moram 50% mais milionários lá do que no Brasil inteiro). Boa parte dos voos que partem do aeroporto esgotam antes a classe executiva e depois a econômica, então fizeram o que nenhum aeroporto nos EUA ou Europa consegue: ao invés de criar salas VIPs, todo o TPS é uma grande área VIP, com piscina, poltronas massageadoras, borboletário...

A mesma Changi operando um aeroporto construído pela Odebrecht, aeroporto esse que tenha como papel quase exclusivo transportar passageiros de classe econômica (passagem PROMO ou milhas-PROMO) NUNCA chegará nem perto do nível de luxo oferecido em SIN. Aliás, nem é essa a urgência dos aeroportos brasileiros, que necessitam ao menos de lugar para sentar ou mais mictórios nos banheiros...

O fato é que, exceto pela EGIS que de fato desconheço, ACSA e INFRAMÉRICA, são bons operadores. ACSA inclusive tem aeroportos considerados melhores do que os aeroportos da ADC & HAS, num patamar similar aos aeroportos da FRAPORT.

Já a INFRAMÉRICA ainda não está sendo condecorada, mas estamos vendo ótimos terminais em aeroportos conhecidos dos brasileiros que foram construídos pela empresa, como MVD e EZE, entre outros. São terminais inimagináveis para os padrões da Infraero. Além disso, a Inframérica é o único operador que entrou com 50% em um consórcio do leilão de fevereiro, deixando claro que quer investir diretamente nas operações, ao contrário de todas as outras.

Concordo com a Dilma quando diz que o processo foi mal formulado, mas discordo quando ela chega às suas conclusões. Para o que precisamos no Brasil considero ACSA e INFRAMÉRICA operadores experientes e muito capacitados, com a vantagem de que terão no país suas principais operações (consequentemente um foco maior no negócio).

Last edited by HLbsb; July 10th, 2012 at 10:42 PM.
HLbsb no está en línea   Reply With Quote
Old July 11th, 2012, 01:49 PM   #731
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 11,194
Likes (Received): 830

Quote:
Originally Posted by PROJAC View Post
Então, Sra. Dilma, já que privatizações nao e muito a praia do PT, que tal reformular a INFRAERO? Que tal abrir seu capital? Que tal fazer alguma coisa que de um choque de gestão na combalida INFRAERO ???
Se em 18 meses a Infraero não mudou... Também seria incoerente fazer um choque de gestão em uma estatal prestes a ser esvaziada.
A muitos, interessa a Infraero combalida. E assim que ela deve se apresentar para ajudar a fazer valer os planos de desestatização do governo.

Se você perceber, todos os atores da aviação civil estão preocupados no processo de concessão. E não em ajustar o que precisa melhorar.
Foi isso que a presidente pôs pra cuidar desses órgãos e não coisa diferente.

Quote:
Originally Posted by HLbsb View Post
Dilma = sutileza

Até 2010 ela só fazia ministro chorar em mesa de reunião, agora tá mais pra capitão Nascimento: "Pede pra sair, pede pra sair!!!" Uns 4 já pediram as contas...

Gosto da atitude, mas discordo da perspectiva "grupos que ninguém conhece". Ela precisa ser melhor assessorada, de preferência receber informações de uma consultoria especializada e não de indicados políticos que sequer conseguem amarrar um edital.

É verdade que GRU, BSB e VCP já são hoje os maiores aeroportos operados por ACSA, Inframérica e Egis, respectivamente. Por outro lado, qual é a atenção que Changi, Fraport ou ADC & HAS dedicou ao leilão?

Dos 11 consórcios concorrentes, 10 tiveram divisão do capital social com o mínimo previsto em edital para o operador aeroportuário (10%) e o resto indicou claramente quem quer operar aeroportos no Brasil (construtoras brasileiras).

Na formação dos consórcios, ao invés dos operadores entrarem com quotas de participação, é possível que entrassem com o nome e ainda recebessem pelo direito de imagem.
Não acredito muito naquela reportagem. Quem ganhou GRU foram os fundos de pensão que possuem discreto controle do Estado. Como a presidente ficaria descontente com isso?

Last edited by .Kr'st_fer.; July 11th, 2012 at 01:58 PM.
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old July 11th, 2012, 02:56 PM   #732
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 11,194
Likes (Received): 830

Ministra anuncia novas concessões

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, disse ontem que o governo prepara para agosto anúncios de novas concessões nas áreas de rodovias, ferrovias, aeroportos e energia elétrica

Ministra do Planejamento diz que serão passados à iniciativa privada obras e projetos de estradas, ferrovias, aeroportos e de energia elétrica

O governo pretende tirar da gaveta um pacote de novas concessões na área de infraestrutura, depois de meses de discussões sobre como melhorar editais e garantir a participação de grandes empresas nas licitações. Segundo a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, um grande anúncio deve ser feito no próximo mês com a lista de obras e projetos que passarão para a iniciativa privada.

Após o lançamento, é necessário cumprir uma série de trâmites burocráticos até que a licitação, de fato, seja feita. A ministra evitou dar detalhes sobre as áreas que serão atendidas e citou de forma genérica que envolvem rodovias, ferrovias, aeroportos e o setor de energia elétrica.

Contratos de licitações antigas, como na área de portos, começam a vencer este ano. O governo, porém, está mais preocupado em garantir novos investimentos, principalmente em um cenário de crise internacional. "Nossa preocupação é continuar com o processo de concessões", disse Miriam.

(...)

Ferrovias. O objetivo principal é deslanchar as licitações de ferrovias, aeroportos e da área de energia elétrica. O resultado do leilão dos aeroportos em fevereiro desagradou à presidente Dilma Rousseff, que queria ver companhias experientes administrando Guarulhos, Campinas e Brasília. Passando por uma reformulação, o edital da segunda rodada de concessão do setor deve exigir mais dos concorrentes que quiserem disputar os aeroportos de Confins (Minas Gerais), Galeão (Rio de Janeiro) e um terceiro, que ainda não foi definido.

(...)

http://clippingmp.planejamento.gov.b...erm=aeroportos
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old July 11th, 2012, 08:32 PM   #733
DannyelBrazil
Proud to be Brazilian
 
DannyelBrazil's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Location: A Carioca in São Paulo, Brazil
Posts: 2,452
Likes (Received): 497

Agora não sei se o governo que é confuso ou a imprensa que está perdida...
__________________
My soul sings when I see Rio de Janeiro!!!
_____________________________________
|Always in: Santos, São Paulo, Rio de Janeiro, Blumenau
|BR: RJ, SP, MG, ES, PR, SC, DF |US: FL |UY: Montevideo, Punta del Este |AR: Puerto Iguazu, Buenos Aires |PY: Ciudad del Este
|Airports: SDU, CGH, GIG, GRU, MIA, NVT, BSB, MCO, MVD, EZE
DannyelBrazil no está en línea   Reply With Quote
Old July 12th, 2012, 02:53 PM   #734
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 11,194
Likes (Received): 830

Governo de SP fará concessão de 31 aeroportos

Por Carolina Marcondes

SÃO PAULO, 11 Jul (Reuters) - O governo paulista passará para a iniciativa privada os 31 aeroportos administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp) até 2014, afirmou à Reuters o superintendente do Daesp, Ricardo Rodrigues Barbosa Volpi.

Segundo ele, o modelo ainda está em estudo, mas o prazo da concessão não será inferior a 30 anos e há grande chance de uso do mecanismo de parcerias público-privadas (PPPs).

"Durante a gestão do atual governo, nós vamos fazer as concessões. Eu não estou supondo, eu estou afirmando", disse Volpi.

"O modelo não está definido ainda, porque como houve essa mudança muito grande de número de passageiros e de resultados financeiros, nós estamos reavaliando... Realmente é necessária a concessão, estamos trabalhando firme nesse propósito."

Apenas seis aeroportos do Daesp operam atualmente com aviação comercial: São José do Rio Preto, Marília, Araçatuba, Bauru, Presidente Prudente e Ribeirão Preto. O último citado é o quarto maior aeroporto paulista, atrás de Cumbica, Congonhas e Viracopos.

Os seis terminais foram os principais responsáveis pela alta do movimento de passageiros nos aeroportos do Daesp para 2,5 milhões no ano passado, de 1,7 milhão em 2010, graças ao aumento da concorrência com o avanço de companhias aéreas de menor porte e a redução de tarifas.

Até o fim de 2012, os aeroportos de Araraquara e Franca --hoje apenas com aviões executivos e helicópteros-- devem passar a contar com voos comerciais. O Daesp avalia ainda a possibilidade de tornar os aeroportos de Barretos e Ourinhos também destinados à aviação comercial.

Em 2008, o governo paulista chegou a criar um modelo de concessão dos aeroportos, por lotes de aeroportos superavitários e deficitários, mas a ideia não seguiu em frente.

Segundo Volpi, existe o interesse de algumas prefeituras em municipalizar aeroportos. Se isso acontecer, serão menos aeroportos disponíveis para concessão.

Após a concessão, o Daesp será reestruturado e será um órgão fiscalizador das concessionárias. "Porque o Daesp continua sendo a figura jurídica com o governo federal", explicou Volpi.

Mesmo diante de uma fase que pode ser vista como inicial no que se refere às concessões, o superintendente do Daesp garante que já existem interessados nos aeroportos paulistas.

"Eu recebi no ano passado mais de 20 empresas interessadas, a maioria brasileira. Eu recebi alguns grupos estrangeiros também, mas as empresas brasileiras sempre têm algum vínculo com algum operador externo."

"Eu sou favorável a dizer que nós vamos ver alguma coisa de concreto no primeiro semestre de 2013... Para que a gente deixe o departamento, os aeroportos bem encaminhados. Estamos investindo e não vamos parar, e a hora que a gente passar pra concessão, a gente passa os investimentos ao concessionário, mas até lá nós não paramos de investir."

INVESTIMENTOS E RECEITA SOBEM

Os investimentos nos aeroportos do Daesp vêm crescendo, passando de 20 milhões de reais em 2010 para 60 milhões de reais no ano passado.

Para 2012, o orçamento deve ficar em 70 milhões de reais. A previsão para 2013 é de 100 milhões de reais, de acordo com a proposta orçamentária a ser fechada ainda em julho.

A verba esperada para o ano que vem inclui investimentos para melhorias no aeroporto de Ribeirão Preto, que até 2015 receberá 170 milhões de reais, incluindo um aporte da prefeitura do município.

Outro investimento importante feito pelo Daesp é na concessão de hangares em seus aeroportos, como o da Embraer em Sorocaba. "Em janeiro de 2011, nós pegamos uma receita comercial de 700 mil reais por mês. Hoje estamos com 1,8 milhão de reais por mês", disse Volpi.

Os investimentos e o maior volume de passageiros levarão o Daesp a registrar, pela primeira vez desde a sua criação, em 1966, resultado líquido positivo em 2012.

Em 2010, as despesas superavam as receitas em 17 milhões de reais. No ano passado, o prejuízo caiu para 6,5 milhões de reais.

"Até maio (deste ano), na soma dos aeroportos, temos um resultado positivo de 5,5 milhões de reais", disse Volpi.

http://br.reuters.com/article/busine...120711?sp=true
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old July 13th, 2012, 06:45 PM   #735
Skybord
Registered User
 
Join Date: Jun 2007
Location: Toledo / Curitiba
Posts: 1,151
Likes (Received): 88


Tomara que essas concessões deem certo e que este tipo de negócio venha pra ficar.

E que seja bem diferente das telecomunicações.
Skybord no está en línea   Reply With Quote
Old July 14th, 2012, 05:57 PM   #736
muckie
Registered User
 
muckie's Avatar
 
Join Date: Mar 2006
Location: Rio de Janeiro
Posts: 6,620
Likes (Received): 600

Quote:
Originally Posted by DannyelBrazil View Post
Agora não sei se o governo que é confuso ou a imprensa que está perdida...
Pois eu já estou ficando tonto com esse vai - não vai.
muckie no está en línea   Reply With Quote
Old July 15th, 2012, 05:12 PM   #737
lusorod
LUSOROD
 
lusorod's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Location: SAO PAULO/LONDON
Posts: 8,344
Likes (Received): 501

Acho otima essa iniciativa do governo Paulista assim o Estado de São Paulo adquire uma otima infraestrutura aeroportuária regional. Eu acho que o Governo Paulista poderia investir pesado na criação de um 3ro aeroporto pra região macrometropolitana de SP.....
__________________
LUSOROD

((((((((((MUITO AMOR NA SUA ALMA))))))))))))))))
lusorod no está en línea   Reply With Quote
Old July 16th, 2012, 04:38 AM   #738
PROJAC
BANNED
 
Join Date: Oct 2011
Posts: 453
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by lusorod View Post
Acho otima essa iniciativa do governo Paulista assim o Estado de São Paulo adquire uma otima infraestrutura aeroportuária regional. Eu acho que o Governo Paulista poderia investir pesado na criação de um 3ro aeroporto pra região macrometropolitana de SP.....
EXATAMENTE: Se o governo paulista for inteligente, poderá estimular para que o TERCEIRO AEROPORTO DA GRANDE SAO PAULO realmente saia e aí sim teremos uma saldavel concorrência!! Irá também servir de exemplo para outros governos estaduais Brasil afora, tirando da união única e exclusiva responsabilidade na infra-estrutura aeroportuaria!! Seria um sonho ao meu ver, e um pesadelo pra invepar rsrsrs!
PROJAC no está en línea   Reply With Quote
Old July 16th, 2012, 09:06 PM   #739
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 11,194
Likes (Received): 830

Mas o governo paulista já fez de tudo para sair o projeto da Camargo Correa em Caieiras. Só que o projeto precisa ter a bênção da Dilma.

Antes do leilão diziam que a área era de preservação e dificilmente a obra sairia ali. Ainda, que o mega projeto para VCP era suficiente. Agora, assinados os contratos de concessão eu não me surpreenderia com uma mudança de opinião do Planalto.
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old July 17th, 2012, 01:50 PM   #740
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by .Kr'st_fer. View Post
Mas o governo paulista já fez de tudo para sair o projeto da Camargo Correa em Caieiras. Só que o projeto precisa ter a bênção da Dilma.

Antes do leilão diziam que a área era de preservação e dificilmente a obra sairia ali. Ainda, que o mega projeto para VCP era suficiente. Agora, assinados os contratos de concessão eu não me surpreenderia com uma mudança de opinião do Planalto.
Seria uma rasteira nos concessionários tanto de GRU como VCP, mas também não duvido.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 12:22 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu