daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Ilhas > Projectos



Reply

 
Thread Tools
Old July 23rd, 2012, 08:08 PM   #1041
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Projeto da Quadrantes ganha radioterapia em São Miguel (RTP/Açores)



A empresa Quadrantes vai construir e explorar o Centro de Radioterapia da ilha de São Miguel, num investimento de 6 milhões de euros com uma capacidade máxima de tratamento de cerca de 500 doentes/ano.

O Governo dos Açores anunciou hoje a aprovação, como Projeto de Interesse Regional (PIR), do projeto relativo à construção e exploração de um Centro de Radioterapia na ilha de São Miguel.

Promovido pela empresa Quadrantes – Clínica Médica e Diagnóstico, Sociedade Unipessoal, Lda., este projeto representa um investimento de cerca de 6 milhões de euros, indicou o Secretário Regional da Presidência ao apresentar o comunicado da última reunião do Conselho do Governo.

De acordo com André Bradford, o projeto, que merecerá o apoio do Governo, fará com que a Região passe a dispor de uma nova unidade de cuidados de saúde com serviços diferenciados, numa área de grande relevância médica, “com uma capacidade máxima de tratamento de cerca de 500 doentes/ano”.

O governante sublinhou ainda que este investimento, “de enorme relevância social para os doentes cancerosos e para as suas famílias”, permitirá evitar a deslocação de doentes oncológicos para fora da Região, possibilitando um acompanhamento mais próximo por parte das respetivas famílias e das instituições sociais de apoio regionais.

Projectos da FTM e da CAEN classificados como Projetos de Interesse Regional

O Conselho do Governo resolveu igualmente classificar como PIR o projeto da empresa FTM – Fábrica de Tabaco Micaelense, SA. de deslocalização da sua unidade industrial para a zona do Azores Park, no Concelho de Ponta Delgada.

Segundo avançou André Bradford, trata-se de um investimento de cerca de 8,5 milhões de euros.

Como PIR foi também reconhecido pelo Conselho do Governo o projeto de criação de um Parque Eólico na ilha Terceira, da responsabilidade da empresa CAEN - Companhia Açoriana de Energias Renováveis, Lda.

Com um valor global estimado em 5,6 milhões de euros, este projeto, a implantar na Serra do Cume, na Praia da Vitória, irá contribuir para a diversificação e consolidação da oferta energética a partir de fontes renováveis.

Conforme recordou na ocasião André Bradford, o Plano Energético Regional prevê que, até 2018, 40% da energia primária e 75% da eletricidade produzida nos Açores sejam de origem renovável.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old July 24th, 2012, 10:55 PM   #1042
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

O fim ou um novo inicio da obra mais polémica da região?

Hotel Casino vai ser vendido em hasta pública (Antena 1 Açores)



Base de licitação está nos 665 mil euros. Venda irá já decorrer no próximo dia 12 de Outubro.

O Terreno e a parte já construida do Hotel Casino, na Marginal de Ponta Delgada, obra parada há praticamente quatro anos vão ser vendidos em hasta publica.A base de licitação está nos 665 mil euros.

Terreno e imovel podem ser adquiridos em hasta publica no proximo dia 12 de Outubro. As condições estão no SITE das Finanças. A penhora é para pagar dividas fiscais e á segurança social cobradas pela autoridade tributária. O valor dessas dividas , apurou a Antena 1 - Açores , é inferior a 200 mil euros.

665 mil euros é o valor base de licitação para esta venda , para qualquer interessado. Os bancos que detem as hipotecas da parte já construida do Hotel Casino são os primeiros interessados em travar a penhora. O Objectivo é não perderem capital e juros já investidos n este projecto da ASTA ATLANTIDA. O Banif e o Millenium BCP são o consórcio que desde inicio financia o projecto.

Os outros credores da ASTA ATLANTIDA podem tb fazer oposição á hasta publica reclamando os seus créditos. Entre esses credores pode estar o Governo Regional. Pode reclamar a parte reembolsavel dos incentivos e a parte não reembolsavel se os prazos de execução do projecto não estiverem a ser cumpridos.

Link: http://www.e-financas.gov.pt/vendas/...=2992&ano=2012

Last edited by azoresshop; July 24th, 2012 at 11:17 PM.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 25th, 2012, 01:38 AM   #1043
PortugueseArtist
Registered User
 
Join Date: Jul 2012
Posts: 4
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by azoresshop View Post
'Red Bull Cliff Diving' já arrancou (Açoriano Oriental)

Foto: Estrutura já montada para a prova.


1ª parte da prova no ilhéu de Vila Franca decorreu hoje. Amanhã são esperadas centenas de pessoas na reserva natural e muitas dezenas de barcos para assistir ao 'Red Bull Cliff Diving'. Atletas já fizeram os saltos de treino no "Anel da Princesa".
Essa foto deve ter sido processada para dar um tom negro ao ilhéu, tom esse que ele nunca tem. Aqui a realidade em video

http://www.youtube.com/watch?v=VFp0KpqBFBM
PortugueseArtist no está en línea   Reply With Quote
Old July 25th, 2012, 01:59 AM   #1044
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Obrigado pela partilha

Realmente o ilhéu está muito mais escuro na foto do que na realidade. Até a água do mar está com um tom negro. O tempo nublado não ajudou e ainda por cima a qualidade da foto deixa algo a desejar, principalmente tendo em conta que veio de um jornal.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 26th, 2012, 12:06 AM   #1045
PortugueseArtist
Registered User
 
Join Date: Jul 2012
Posts: 4
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by azoresshop View Post
principalmente tendo em conta que veio de um jornal.
rtp açores online dá uma boa imagem
http://www.rtp.pt/acores/?article=27...layout=10&tm=9
PortugueseArtist no está en línea   Reply With Quote
Old July 26th, 2012, 12:18 AM   #1046
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Sim, está muito boa. Aliás vou substituir no post da página anterior
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 27th, 2012, 07:58 PM   #1047
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Secretária da Economia aprova investimentos privados na Região de cerca de 22 milhões de euros (Correio do Norte)



No total são cerca de 40 projectos aprovados no âmbito do SIDER e do Empreende Jovem no 2º trimestre deste ano. Os mesmos representam um investimento total de cerca de 22 milhões de euros, deverão criar 90 postos de trabalho e vão ser concretizados nas ilhas de S. Miguel, Terceira, S. Jorge, Pico e Faial em áreas como o Comércio, Serviços, Indústria e Turismo.

Cerca de quatro dezenas de projetos que vão representar um investimento de cerca de 22 milhões de euros e possibilitar a criação de quase noventa postos de trabalho foram aprovados durante o segundo trimestre deste ano pela Secretária Regional da Economia, Luísa Schanderl.

Os projetos aprovados no âmbito do Sistema de Incentivo para o Desenvolvimento Regional – SIDER e do Empreende Jovem respeitam a candidaturas apresentadas para investimentos a concretizar nas ilhas de S. Miguel, Terceira, S. Jorge, Pico e Faial em áreas como o Comércio, Serviços, Indústria e Turismo.

Para Luísa Schanderl., estes números “vêm confirmar mais uma vez a importância dos sistemas de incentivos regionais para potenciar investimentos em todas as ilhas da Região”, mas mais importante, ainda, acrescenta, “é o facto destes investimentos confirmarem que o tecido empresarial da Região não está adormecido e que essa realidade é a melhor garantia da criação de novos postos de trabalho”.

De facto, acrescenta, “para se ter uma ideia da forma como, por exemplo, o Empreende Jovem tem sabido corresponder aos objetivos que levaram à sua criação, basta referir que desde a sua entrada em vigor já foram apresentadas quase cento e quarenta candidaturas que representam um investimento global muito próximo dos 25 milhões de euros”.

Para a Secretária Regional da Economia, “esta legislatura, fica, neste campo dos incentivos ao investimento, marcada por uma profunda reforma ao seu funcionamento, possibilitando reduzir de forma muito significativa a burocracia associada às candidaturas e, com isso, uma grande evolução nos prazos de análise para aprovação das candidaturas e nos prazos de pagamento, por forma a poder melhorar a resposta às necessidades de liquidez das nossas empresas com efeitos muito concretos na manutenção dos postos de trabalho existentes, mas também na criação de novo emprego”.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 30th, 2012, 12:56 AM   #1048
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Update - Ampliação do Hospital Central da Horta (Julho de 2012) (Fotos: Jornal Incentivo)



azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 31st, 2012, 11:43 PM   #1049
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Igreja dos Frades, na cidade da Ribeira Grande, reabre como museu em 2013 (Açoriano Oriental)

Foto: Igreja dos Frades, na Ribeira Grande, já com exterior recuperado.


Câmara Municipal da Ribeira Grande já recuperou o exterior da igreja e está ultimar as restaurações no interior. O objectivo é que a Igreja dos Frades reabra em Fevereiro de 2013 como museu.

Fechada há mais de trinta anos, a Igreja dos Frades, como é conhecida a igreja situada junto ao Centro de Saúde da Ribeira Grande, está a ser recuperada para reabrir como espaço museológico de interpretação do franciscanismo.

“A ideia é ser um local onde as pessoas possam interpretar a filosofia, a mística e os princípios da vivência franciscana, bem como a importância do franciscanismo, quer no povoamento, quer no desenvolvimento dos Açores”, explicou Ricardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande, entidade responsável pelo projeto.

“Nós temos igrejas e conventos franciscanos em todas as ilhas, à exceção do Corvo, e faltava um local - e foi essa a proposta que fizemos à Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, proprietária do imóvel, e ao bispo - onde se pudesse perceber a importância desta congregação religiosa”, acrescentou o autarca que salvaguardou, contudo, que o espaço continuará a manter a sua natureza religiosa, até porque a procissão anual da Ordem Terceira continuará a sair da igreja, como é tradição.

Para concretizar o projeto, um investimento da ordem dos 365 mil euros comparticipado por fundos comunitários, há um trabalho lento e de bastidores, invisível a quem passa, a decorrer.

O trabalho moroso de recuperação dos retábulos está quase concluído: dos sete existentes, cinco já estão prontos, estando a ser feita a recuperação dos últimos dois. E, numa sala adjacente à igreja, um trabalho minucioso de recuperação das numerosas imagens que contam a história de São Francisco está a ser feito por Gilberto Ferreira coadjuvado por especialistas.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old July 31st, 2012, 11:52 PM   #1050
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Abertura prevista para o 1º semestre de 2013: Obras construção do Centro de Artes Contemporâneas decorrem a "excelente ritmo" (Açoriano Oriental)



As obras de construção do Centro de Artes Contemporâneas "Arquipélago", na Ribeira Grande, nos Açores, decorrem a uma "velocidade cruzeiro", pelo que a conclusão dos trabalhos está previsto para "o primeiro semestre de 2013".

“Está num ritmo excelente, já muito próximo daquilo que se pode considerar, numa empreitada desta natureza, numa velocidade cruzeiro atendendo a que há cerca de dois meses este empreiteiro iniciou em obra”, afirmou o diretor regional da Cultura, Jorge Bruno, em declarações aos jornalistas no final de uma visita às obras de recuperação e refuncionalização da antiga Fábrica do Álcool da Ribeira Grande, na costa norte de S. Miguel.

A obra, orçada em mais de 10 milhões de euros, estava inicialmente a cargo do empreiteiro Sá Machado, que, devido a algumas "dificuldades", acabou por ceder a sua posição contratual a um consórcio regional formado pelas empresas SOMAGUE, Marques e TECNOVIA.

"Estou satisfeito com o ritmo dos trabalhos que estão a atingir o nível e o desenvolvimento que é esperado", afirmou Jorge Bruno, lembrando o atraso de cerca de três meses verificado com o anterior empreiteiro.

Jorge Bruno garantiu ainda que “não existem erros nem alterações ao projeto, apenas definições de aspetos de pormenor”, tendo em conta a natureza do investimento.

"Um projeto desta natureza tem sempre ajustes ao longo da obra para mais estamos numa obra com uma preexistência com mais de um século", frisou, acrescentando que “com uma carga de pessoal de cerca de 70 trabalhadores, a obra já está num ritmo muito próximo daquilo que é desejado".

Por outro lado, o diretor regional da Cultura adiantou que o concurso para "o relançamento" da obra das novas instalações da Biblioteca Pública e Arquivo de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira "deverá ser lançado durante o mês de setembro".

O responsável lembrou que "a construção estava adjudicada a um consórcio do qual um dos empreiteiros pediu insolvência, pelo que o Governo ficou com a obra sem trabalhadores e ao abandono e foi necessário desenvolver um processo judicial de posse administrativa da obra".



"Há cerca de 15 dias conseguimos já a posse administrativa da obra e estamos a trabalhar afincadamente com o gabinete de arquitetura no sentido de reajustar os projetos de arquitetura e de especialidades para que possamos colocar a concurso a parte que falta de executar da obra", referiu.

As obras de construção do Centro de Artes Contemporâneas “Arquipélago”, na Ribeira Grande, nos Açores, decorrem a uma "velocidade cruzeiro", pelo que a conclusão dos trabalhos está previsto para "o primeiro semestre de 2013".

“Está num ritmo bastante bom, já muito próximo daquilo que se pode considerar, numa empreitada desta natureza, numa velocidade cruzeiro atendendo a que há cerca de dois meses este empreiteiro iniciou em obra”, afirmou o diretor regional da Cultura, Jorge Bruno, em declarações aos jornalistas no final de uma visita às obras de recuperação e refuncionalização da antiga Fábrica do Álcool da Ribeira Grande, na costa norte de S. Miguel.

A obra, orçada em mais de 10 milhões de euros, estava inicialmente a cargo do empreiteiro Sá Machado, que, devido a algumas "dificuldades", acabou por ceder a sua posição contratual a um consórcio regional formado pelas empresas SOMAGUE, Marques e TECNOVIA.

"Estou satisfeito com o ritmo dos trabalhos que estão a atingir o nível e o desenvolvimento que é esperado", afirmou Jorge Bruno, lembrando o atraso de cerca de três meses verificado com o anterior empreiteiro.

Jorge Bruno garantiu ainda que “não existem erros nem alterações ao projeto, apenas definições de aspetos de pormenor”, tendo em conta a natureza do investimento.

"Um projeto desta natureza tem sempre ajustes ao longo da obra para mais estamos numa obra com uma preexistência com mais de um século", frisou, acrescentando que “com uma carga de pessoal de cerca de 70 trabalhadores, a obra já está num ritmo muito próximo daquilo que é desejado".

Por outro lado, o diretor regional da Cultura adiantou que o concurso para "o relançamento" da obra das novas instalações da Biblioteca Pública e Arquivo de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira "deverá ser lançado durante o mês de setembro".

O responsável lembrou que "a construção estava adjudicada a um consórcio do qual um dos empreiteiros pediu insolvência, pelo que o Governo ficou com a obra sem trabalhadores e ao abandono e foi necessário desenvolver um processo judicial de posse administrativa da obra".

"Há cerca de 15 dias conseguimos já a posse administrativa da obra e estamos a trabalhar afincadamente com o gabinete de arquitetura no sentido de reajustar os projetos de arquitetura e de especialidades para que possamos colocar a concurso a parte que falta de executar da obra", referiu.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 1st, 2012, 08:02 PM   #1051
PontaDelgada2012
Registered User
 
PontaDelgada2012's Avatar
 
Join Date: Jul 2012
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 68
Likes (Received): 14

O edifício das artes contemporâneas de Ponta Delgada já não vão fazer as obras?
PontaDelgada2012 no está en línea   Reply With Quote
Old August 1st, 2012, 08:31 PM   #1052
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

O projecto do Museu de Artes Contemporâneas de Ponta Delgada é por conta da Câmara Municipal de Ponta Delgada, que mudou hoje de presidente. As últimas notícias davam conta que a localização do museu tinha sido reformulada e que o mesmo ia agora ser construído junto ao Parque Urbano da cidade.

Actualmente não sei em que ponto o projecto está, até porque a Câmara tem a partir de hoje um novo presidente (o que pode atrasar, ou pelo contrário, acelerar o processo). Esperemos que também vaia em frente
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 7th, 2012, 11:19 PM   #1053
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Lançada a 1ª pedra da obra de requalificação da Escola Secundária Domingos Rebelo, em Ponta Delgada (Correio do Norte)



Obra deverá custar 6 milhões de euros. Presidente do Governo anuncia que a reestruturação do parque escolar açoriano está praticamente concluída.

No Dia Internacional da Educação, o Presidente do Governo lançou a primeira pedra da obra de requalificação da Escola Secundária Domingos Rebelo, em Ponta Delgada, uma instituição centenária responsável pela formação de sucessivas gerações de jovens açorianos.

Com um investimento total de perto de seis milhões de euros, o Governo optou por construir um novo edifício para instalar as salas dos serviços de psicologia e orientação, novas salas de aula e um ginásio, para além do auditório e da biblioteca da escola, bem como dos espaços sociais destinados a alunos e professores, aos gabinetes do órgão de gestão e dos diretores de coordenação.

Simultaneamente, procede-se à reabilitação do bloco sul da escola, com a reparação de salas de aula e da cobertura, e com a colocação de novos sombreadores e caixilharias.

Para Carlos César, “a realização de mais esta obra insere-se no plano geral de reestruturação do parque escolar que empreendemos em todas as nossas ilhas e em todos os níveis de ensino. A execução desse plano está praticamente concluída e implicou não apenas investimentos diretos e exclusivos do Governo como também apoios a obras na rede escolar de responsabilidade das autarquias”.

Nesta última década e meia, foram inúmeras as escolas que o Governo dos Açores criou, melhorou ou adaptou.

Esta requalificação do parque escolar público, ditada pelas péssimas condições em que as estruturas de algumas escolas se encontravam e pela necessidade da sua adaptação às novas exigências do sistema educativo, implicou um elevadíssimo investimento do Governo. Segundo Carlos César, “trata-se, por isso, de uma área onde, dentro de cerca de dois anos, passaremos a ter nos Açores um investimento apenas residual para suprir necessidades essencialmente de conservação e equipamentos”.

O Governo dos Açores investiu igualmente noutros domínios educativos, designadamente na qualidade das aprendizagens dos alunos. Por exemplo, na última década e meia, a taxa de transição do ensino básico cresceu 51% e, no ensino secundário, 64%. Nestes últimos anos, a taxa de absentismo passou de 3,6% para 1,5%.

O acesso das crianças ao ensino pré-escolar, fundamental para criar as bases de uma educação sólida, foi também uma conquista deste Governo: nos últimos 10 anos, a taxa de pré-escolarização cresceu 57,6% e, desde 2010, regista-se que 97,5 % das crianças açorianas de 5 anos frequentam o ensino pré-escolar, na rede pública, particular ou cooperativa.

O Governo empreendeu, ainda, uma grande aposta na generalização do ensino profissional que se processou sem perdas de qualidade e com grande adesão dos jovens açorianos, constituindo-se como uma alavanca muito eficaz na melhoria geral das qualificações. O número de escolas profissionais passou de cinco para dezasseis, e os alunos matriculados nessas escolas cresceu 91,4% entre 1996 e o ano passado. O ensino profissional e profissionalizante passou também a ser ministrado pelas unidades orgânicas da rede pública, o que contribuiu para o reforço da adequação da oferta formativa e da sua padronização em toda a Região.

Além disso, o Governo dos Açores implementou o plano tecnológico para as Escolas Digitais, graças ao qual se conquistou o rácio de seis alunos por computador, atingindo, no 1º ciclo do ensino básico, um valor de 4 alunos por computador.

No decurso dos últimos dezasseis anos, o Governo procedeu à criação de incentivos à estabilidade do corpo docente, com medidas como a do subsídio de fixação, da bonificação de juros bancários, do acesso prioritário à formação e da compensação de tempo de serviço.
A profissionalização em serviço abrangeu, em igual período, quase oitocentos docentes e beneficiaram de Formação Complementar mais de 400 educadores de infância e professores do ensino básico e secundário do sistema educativo regional.

Nos últimos quatro anos, aumentou-se em 6% o número de docentes do quadro, na sua maioria afetos ao Ensino Artístico (14 %), mas sobretudo ao Ensino Especial (43,5%).

A Região apresenta, agora, um rácio de nove alunos por professor, esperando-se que isso contribua para a melhoria das aprendizagens e dos resultados escolares no próximo futuro.

O Governo procedeu ainda à regularização de situações de pessoal não docente com vínculo precário e graças a este esforço, a Região dispõe hoje de um rácio de 19 alunos por pessoal não docente.

Carlos César considera que “o sucesso do processo educativo não depende apenas do Governo e das administrações autárquicas, mas o seu contributo reformador e investidor é fundamental. Outros participantes no sistema, para além dos próprios alunos, são fundamentais, como os pais e educadores, os professores, os gestores escolares e instituições de proximidade. É na concertação de todos esses intervenientes que devemos consolidar os percursos já feitos e buscar os êxitos ainda não conseguidos”.

O Presidente do Governo conclui que “é importante continuar, para não perder o que está feito e para fazer o que falta”.

Last edited by azoresshop; August 7th, 2012 at 11:26 PM.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 9th, 2012, 12:41 AM   #1054
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Governo avança com melhoramento do Porto da Lagoa (Correio do Norte)



Cerimónia de assinatura do auto de consignação da obra decorreu esta tarde na Lagoa.

O Subsecretário Regional das Pescas afirmou hoje, na Lagoa, que o objetivo do Governo é continuar a melhorar as condições de operacionalidade e a qualidade do pescado nas zonas portuárias da Região.

Marcelo Pamplona falava na cerimónia de assinatura do auto de consignação da obra de melhoramento do Porto dos Carneiros, na cidade da Lagoa, ocasião em que destacou a pesca como um sector essencial e estratégico para os Açores.

A obra de beneficiação, agora apresentada, com um valor de 172 mil euros, permitirá aperfeiçoar as condições de acostagem e de varagem daquele porto, através do alargamento da rampa em 8 metros e da construção de um cais de 21 metros de comprimento com 3,5 metros de largura.

Segundo Marcelo Pamplona, a “obra constitui uma mais-valia para a Lagoa, porque para além de servir a pesca potenciará as atividades marítimo-turísticas e o recreio náutico nesta zona costeira”.

O Subsecretário Regional das Pescas garantiu que este investimento resulta de uma aposta do Governo dos Açores no desenvolvimento de uma política que aproxime os açorianos do mar, sendo este um pilar para a viabilidade futura do arquipélago.

“Uma Região insular como a nossa, que alarga o território marítimo de Portugal, não pode prescindir de ter o mar como alavanca fundamental para o desenvolvimento económico e cultural”, realçou o responsável, dizendo que, por esse facto, o Governo tem realizado um esforço de investimento na frota de pesca e em todas as infraestruturas públicas de apoio ao sector marítimo dos Açores.

O governante sublinhou igualmente que a frota e a rede regional de portos está atualmente num patamar de qualidade que não se coaduna com aquilo que se verificava nos finais de 1996.

Marcelo Pamplona destacou a importância que o consumo de pescado representa em termos de saúde pública para os açorianos, assim como a sua relevância para o autoabastecimento das famílias, “por via de uma atividade que é exercida com competência pelos pescadores”, salientou.

O Subsecretário Regional das Pescas revelou ainda que, devido à importância estratégica do património piscatório nos Açores, o Governo dos Açores continuará a lutar na União Europeia pela proteção da Zona Económica Exclusiva açoriana, para que a pesca na Região continue a ser uma atividade rentável a médio e longo prazo e que possa garantir o futuro dos pescadores.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 10th, 2012, 11:55 PM   #1055
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Inaugurado o Lar de Idosos D. Pedro V na cidade da Praia da Vitória (Correio do Norte)

Foto: Lar de Idosos D. Pedro V.


Só neste mês de Agosto serão inaugurados investimentos de 10 milhões de euros em seis equipamentos sociais na ilha Terceira.

Os seis equipamentos sociais que, durante o mês de agosto, vão ser inaugurados, iniciados ou então objeto de concurso público com vista à sua construção na ilha Terceira representam um investimento governamental de cerca de 10 milhões de euros.

A informação foi avançada na manhã desta sexta-feira pelo Vice-presidente do Governo, que esteve presente, em representação do Presidente do Governo, na cerimónia de inauguração das obras de remodelação e beneficiação do edifício do Lar de Idosos D. Pedro V, na Praia da Vitória.

Segundo referiu na ocasião Sérgio Ávila, apesar da conjuntura externa, que tem determinado a nível nacional um conjunto de restrições e de reduções nos apoios às famílias e às instituições particulares de solidariedade social, o Governo dos Açores pretende manter nas ilhas esses apoios e até reforçá-los na medida das possibilidades da Região.

Para dar corpo a esta política que elege o apoio social às famílias, designadamente aos idosos, como uma prioridade, a Região conta com o “equilíbrio das nossas finanças públicas”, disse o governante.

Sérgio Ávila lembrou ainda que, ao longo dos últimos 15 anos, os Açores conseguiram duplicar o número de equipamentos e serviços sociais colocados à disposição da população mais idosa, designadamente lares, centros de dia e centros de atividades ocupacionais.

Para o governante, esta rede de equipamentos, a par de outros apoios de natureza específica, como é o caso dos medicamentos e do complemento de pensão, permite que os idosos da Região tenham hoje em dias apoios “substancialmente diferentes e melhores” do que aqueles que tinham há uns anos atrás.

Quanto às obras hoje inauguradas, num investimento de 1,6 milhões de euros, Sérgio Ávila indicou que as mesmas se traduzirão num aumento da capacidade de oferta do lar em mais 22 utentes.

De acordo com o Vice-presidente do Governo, a próxima fase do projeto, que já está a ser trabalhada entre a Segurança Social e a instituição, compreenderá a recuperação da parte mais antiga do lar, estimando-se que a obra venha a custar cerca de 1,2 milhões de euros
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 10th, 2012, 11:58 PM   #1056
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Arranjo urbanístico da avenida Vasco da Gama avança na cidade da Horta (Correio do Norte)



Secretaria Regional dos Equipamentos já iniciou os trabalhos.

A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, através da sua Delegação na ilha do Faial, iniciou na Avenida Vasco da Gama o processo de reordenamento dos passeios e passadeiras, com aplicação de calçada portuguesa, estando também prevista a reconversão da praça de táxis existente, o melhoramento do acesso e a circulação de viaturas na zona de estacionamento, e o embelezamento do local.

Este departamento governamental já executou e reabilitou cerca de 500 metros de passeios e respetivos rebaixamentos, em diversas freguesias da ilha que visam melhorar as acessibilidades pedonais, nomeadamente a circulação de pessoas portadoras de mobilidade reduzida.

Entretanto, foram já concluídos os trabalhos do prolongamento do passeio pedonal que percorre a chamada “Rua do Peter”, terminando junto do acesso à Marina com rebaixamento do topo, e a substituição de duas passagens de peões por uma única em calçada., Foi construída uma ilha florida com canteiro, procedendo-se à plantação de flores e substituição dos postes de iluminação pública.

Com estas intervenções, a Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos pretende que a circulação pedonal passe a circular com maior comodidade, conforto e segurança, não só na cidade da Horta mas também nas diversas freguesias da ilha.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 12th, 2012, 12:45 AM   #1057
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Consignada empreitada de beneficiação da Estrada Longitudinal da ilha do Pico (Correio do Norte)



Investimento de 2 milhões de euros adjudicado à empresa Tecnovia Açores.

A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos consignou a empreitada de beneficiação da E.R. N.º 3-2ª, a denominada Estrada Longitudinal, na ilha do Pico.

A Estrada Longitudinal com uma extensão de 23,1 quilómetros, desenvolve-se entre a Vila da Madalena e o quilómetro 10,5 da E.R. N.º 2-2ª (Transversal). A primeira fase a intervencionar será numa extensão de 10,3 km, e irá abranger o troço entre o km 2 e o 12,3 até ao entroncamento com a estrada de acesso à montanha.

A empreitada consistirá em trabalhos de escavações de taludes rochosos, o reforço e construção de guias laterais de betão, reforço do sistema de drenagem com a construção de novas valetas, pavimentação e pintura horizontal na faixa de rodagem.

A obra foi consignada à empresa Tecnovia Açores, S.A. pelo valor de 2 milhões de euros e terá um prazo máximo de execução de 365 dias.

Trata-se de mais um investimento a realizar pelo Governo Regional em prol da segurança e conforto dos utilizadores desta via de acesso à montanha do Pico.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 14th, 2012, 12:12 AM   #1058
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Lançada a 1ª pedra da creche de Vila do Porto, ilha de Santa Maria (Correio do Norte)



Nova creche vai recuperar edifícios do centro histórico da capital mariense e vai implicar um investimento de 1,3 milhões de euros. 'Marques S.A.' vai executar o investimento.

A primeira creche de Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, vai ser, em breve, uma realidade e terá capacidade para acolher 50 crianças com idades compreendidas entre os 0 e os 4 anos, um investimento do Governo dos Açores que ascende a 1,1 milhões de euros.

Falando durante o lançamento da primeira pedra daquele equipamento, em Vila do Porto, a Secretária Regional do Trabalho e Solidariedade Social, Ana Paula Marques, disse que “a construção da creche é o cumprimento de mais uma promessa e responde a uma necessidade efetiva da população deste concelho”, criando “as condições propícias a um bom desenvolvimento psicopedagógico e educacional das crianças desta comunidade”, constituindo-se assim “uma mais-valia para esta ilha e para a melhoria das condições de vida das famílias”.

Com esta iniciativa, realçou, a ilha de Santa Maria passará a ter três equipamentos para a área da infância e juventude com capacidade de resposta para 105 crianças, lembrando que, em 1996, apenas existia um atelier de tempos livres com capacidade para 45 crianças.

“Alargámos não só a cobertura da rede regional em Santa Maria, como também alargámos a cobertura no que se refere às crianças em idade de creche”, acrescentou, recordando que o Conselho Europeu de Barcelona, em Março de 2002, definiu que devia ser garantida a disponibilidade, até 2010, de estruturas de acolhimento para, pelo menos, 33% das crianças com menos de três anos de idade, sendo essa a taxa média de cobertura desejável.

As obras de reconstrução, recuperação e reabilitação de edifícios para a creche de Vila do Porto só são possível, segundo Ana Paula Marques, “graças ao rigor de gestão dos dinheiros públicos que estão disponíveis na Região e sem dúvida à prioridade dada pelo Governo dos Açores no apoio às famílias”.

Para a governante regional, este investimento traduz, assim, o reforço da Rede Regional de Equipamentos Sociais para a Infância e Juventude e o alargamento da sua capacidade.

Segundo acrescentou, há 16 anos, no âmbito do sistema de solidariedade e segurança social, a Região tinha um total de 122 respostas sociais dirigidas à infância e juventude com capacidade para 4.476 lugares, hoje tem 310, que dão resposta a 12.324 pessoas, ou seja, quase três vezes mais.

Referindo-se ao desemprego, a governante regional afirmou que o país está a atravessar “uma fase muito difícil com o desemprego como principal problema”, considerando “fundamental que a banca ultrapasse as suas restrições ao crédito, pois a economia e o desemprego estão a sofrer muito com isso. Sentimos que o desemprego cresceu, e por isso estamos agora a acompanhar as famílias mais de perto apesar dos apoios sociais vindos de Lisboa terem diminuído quando deveriam ter aumentado”.

Ana Paula Marques aproveitou ainda a ocasião para elogiar “o esforço e a dedicação” de todos aqueles que trabalham nas Instituições Particulares de Solidariedade Social e nas Misericórdias dos Açores.


Renders: (Macedo Arquitectos)







azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 15th, 2012, 12:50 AM   #1059
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Complexo de Residências assistidas de Vila do Porto arranca no último trimestre (Correio do Norte)



Obras e gestão estarão a cargo do Recolhimento Santa Maria Madalena.

O Recolhimento Santa Maria Madalena vai ser a entidade encarregue da gestão das obras de reconstrução e adaptação de uma moradia a residências assistidas, em Vila do Porto, na ilha de Santa Maria, que terão início no último trimestre deste ano, revelou hoje a Secretária Regional do Trabalho e Solidariedade Social, após uma reunião com os órgãos da direção daquela entidade.

Segundo Ana Paula Marques, este investimento vai permitir aumentar a capacidade de resposta destinada aos idosos naquela ilha, bem como contribuir para a revitalização do património histórico existente em Santa Maria.

Recorde-se que está prevista a construção de seis apartamentos, dos quais quatro são de tipologia T1 e dois de tipologia T2, com uma capacidade de alojamento total para cerca de 12 pessoas.

No final da reunião Ana Paula Marques destacou o trabalho desenvolvido pelo Recolhimento Santa Maria Madalena na área do apoio ao domicílio e do acolhimento a idosos.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote
Old August 15th, 2012, 01:00 AM   #1060
azoresshop
Registered User
 
azoresshop's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Ponta Delgada - Açores
Posts: 5,276
Likes (Received): 384

Consignada empreitada de construção do ramal de acesso à Fajãzinha, na ilha das Flores (Correio do Norte)



A Secretaria Regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos consignou a empreitada de construção de muros de suporte, valetas e pavimentação do novo troço do ramal de acesso à freguesia da Fajãzinha, na ilha das Flores.

A obra tem como objetivo evitar deslizamentos de terras e garantir a estabilidade do talude afetado pelas intempéries que assolaram a freguesia da Fajãzinha, permitindo que o acesso ao local se faça em segurança e boa transitabilidade. A empreitada foi adjudicada à empresa Tecnovia Açores-SA, por cerca de 172 mil euros e com um prazo de execução de 60 dias.

Em fase de conclusão, encontra-se a empreitada de reabilitação de 17 quilómetros de estradas regionais da ilha. Trata-se de um investimento de 4,5 milhões de euros, onde foram executados trabalhos de pavimentação na E.R. nº 1-2ª, na E. R. nº 2-2ª, na ligação entre o Alto da Matosa e o início da reta das Lajes das Flores, entre a Vila de Santa Cruz e as freguesias da Fajã Grande, Fajãzinha, Mosteiro e Lajedo.

Para além da melhoria do pavimento, foi colocada sinalização horizontal e vertical, guardas metálicas e delineadores. No âmbito desta intervenção, foi também executado um ligeiro alargamento da faixa de rodagem, estando neste momento em execução trabalhos de melhoramento das bermas e valetas.

A conclusão desta empreitada, marca a etapa final da grande reforma viária feita na ilha das Flores, um investimento superior a 18 milhões de euros, que permitiu criar vias mais modernas, seguras e de qualidade, fundamentais para o desenvolvimento económico e social da ilha das Flores.
azoresshop no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 06:34 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu