search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Asian Forums > Asian Skyscraper Forums > East Asia > Hong Kong (香港) & Macau (澳門) Forums > Macau Forums 澳門論壇



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 10th, 2013, 05:16 AM   #41
pietro-rj
Registered User
 
pietro-rj's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Rio de Janeiro
Posts: 217
Likes (Received): 168

Para reativar o thread:

Quote:
Província chinesa de Guangdong quer criar zona de comércio livre englobando Hong Kong e Macau

2013/09/05

A província de Guangdong está a realizar um estudo de viabilidade para a criação de uma zona de comércio livre incluindo as regiões administrativas especiais de Hong Kong e de Macau, noticiou o diário em língua inglesa China Daily.

A zona de comércio livre incluiria a região Nansha da cidade de Cantão, capital da província, a ilha de Hengqin, na zona económica especial de Zhuhai onde foi recentemente inaugurado o novo “campus” da Universidade de Macau, a região de Qianhai, na zona económica especial de Shenzhen e a zona de desenvolvimento integrado do aeroporto de Cantão.

O China Daily escreve terem sido os responsáveis da província de Guangdong solicitados a apresentar o projecto “imediatamente” para aprovação ao governo central, o que poderá ocorrer no início de 2014, a fim de que se possa dar início à sua construção.

Localizado na foz do rio das Pérolas, a região de Nansha tem uma área de 803 quilómetros quadrados, Qianhai tem apenas 15 quilómetros quadrados fazendo fronteira com Hong Kong e Hengqin, adjacente a Macau, tem uma área de 106,4 quilómetros quadrados.

Numa zona de comércio livre o fabrico, a importação e a exportação de mercadorias estão isentas de um conjunto de impostos e taxas, nomeadamente alfandegárias.
Fonte: macauhub
__________________
My Flickr albums
pietro-rj no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old February 21st, 2014, 10:23 AM   #42
pai nosso
Registered User
 
pai nosso's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Portugal
Posts: 10,977
Likes (Received): 3832

in "Sol" »» Jornal português


Recorde de turistas lusos em Macau


Em lazer ou à procura de negócios, os visitantes nacionais protagonizaram a segunda maior subida em 2013, à frente da China.


O número de portugueses em Macau bateu recordes no ano passado. Cerca de 16 mil turistas nacionais estiveram no território, mais 10,6% do que em 2012. Foi a segunda maior subida entre os mercados emissores de turistas para esta região administrativa especial chinesa, atrás dos russos, cujas visitas aumentaram 13,7%.


“Dos últimos quatro ou cinco anos, este foi o ano em que houve mais portugueses em Macau”, indica Rodolfo Faustino, coordenador do Turismo de Macau em Portugal, frisando que “não houve quebra nas viagens de longo curso” e que os operadores estão a incluir a região nos roteiros.


“Além disso, há empresários portugueses à procura de negócios em Macau e, através da região, na China e noutros países asiáticos. E há grande fluxo de jovens interessados em visitar Macau em busca de oportunidades de vida. Por outro lado, dos ex-residentes há uma comunidade muito grande que também está a ir a Macau”, acrescenta.


Portugal é o quinto emissor europeu de turistas para Macau e o ritmo de crescimento de visitantes portugueses tem vindo a aumentar. “Cresceram mais do que os chineses, que subiram 10,2%”, realça o coordenador. Face a 2011, a presença de portugueses no território tinha subido 8% em 2012.


No total, Macau recebeu 29,3 milhões de turistas em 2013 (+4,4%). Atraídos pelo jogo, os chineses são o principal mercado, representando 18 milhões de turistas. Seguem-se os 6,8 milhões de cidadãos de Hong Kong, que registaram uma quebra de 5%.


Além do jogo, o Turismo de Macau está a apostar na divulgação do património, da cultura e da gastronomia, e a investir na captação de congressos.
pai nosso no está en línea   Reply With Quote
Old August 14th, 2014, 12:52 PM   #43
pai nosso
Registered User
 
pai nosso's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Portugal
Posts: 10,977
Likes (Received): 3832

in "Diário Digital / Lusa "


Aumento da população coloca Macau perto da rutura - especialistas


Macau está prestes a atingir o ponto de rutura devido ao constante aumento da população, agora nos 624.000 habitantes, alertam especialistas ouvidos pela agência Lusa.


De acordo com o economista José Isaac Duarte e o urbanista Francisco Vizeu Pinheiro, a cidade não está a conseguir dar resposta ao número elevado de trabalhadores que todos os meses entram no território - só nos últimos três meses foram 9.618, totalizando 155.310 trabalhadores - resultando num aumento generalizado dos preços, falta de espaço e de equipamentos sociais.


A situação não é de solução fácil, dizem, já que os trabalhadores são indispensáveis para os novos complexos de jogo em construção no Cotai - zona de casinos entre a Taipa e Coloane.
pai nosso no está en línea   Reply With Quote
Old January 31st, 2015, 02:41 PM   #44
pai nosso
Registered User
 
pai nosso's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Portugal
Posts: 10,977
Likes (Received): 3832

Aeroporto de Macau com 5,48 milhões de passageiros em 2014


O aeroporto internacional de Macau registou no ano passado 5,48 milhões de passageiros, um aumento de 9% face ao ano anterior, foi hoje anunciado.





De acordo com os dados divulgados pela Companhia do Aeroporto de Macau, em 2014 o número de movimentos atingiu os 52.000, mais 7,4% e os voos executivos totalizaram 2.791, ou mais 29,15% do que no ano anterior.


As receitas do aeroporto escalaram 6,6% para 4.380 milhões de patacas, das quais 1.040 milhões de patacas, ou mais 13,6%, cabem nas receitas da Companhia do Aeroporto e estabelecem o terceiro ano consecutivo de lucros para a infraestrutura.


Os mesmos dados indicam que mais de um milhão de passageiros utilizou o aeroporto através de companhias de baixo custo.


Depois de sete anos de queda na carga transportada, o aeroporto registou em 2014 um aumento de 8,7% da carga transportada para mais de 28.800 toneladas.


Para este ano, os responsáveis do aeroporto de Macau querem ampliar em 3% o número de passageiros, para 5,65 milhões de pessoas, atingir os 54.500 movimentos (mais 4%) e operar 29.343 toneladas de carga (mais 2%).
Já para os voos executivos, a meta são 2.958 movimentos, uma subida de 6%.


O aeroporto internacional de Macau, que em dezembro assinala o seu 20.º aniversário, foi inaugurado em dezembro de 1995 e constituiu a última grande infraestrutura da administração portuguesa de Macau que terminou a 20 de dezembro de 1999.


Macau é uma Região Administrativa Especial da China com autonomia administrativa, executiva e judicial.


A economia de Macau está assente nos serviços, com o setor do turismo, especialmente o jogo em casino, a afirmar-se como a principal fonte de receita pública devido aos impostos diretos de 35% cobrados sobre as receitas brutas apuradas nos espaços de jogo e de 4% de indiretos canalizados para fins diversos como a promoção turística.
Fonte: http://www.sapo.pt/noticias/aeroport...870d4f2f45c69a
__________________

JustWatch liked this post
pai nosso no está en línea   Reply With Quote
Old March 19th, 2015, 09:58 PM   #45
Viriatox
Geógrafo
 
Viriatox's Avatar
 
Join Date: Feb 2005
Posts: 2,725
Likes (Received): 761

Isto está a avançar ou não?

http://jtm.com.mo/local/estilo-manue...lhes-chineses/

Estilo “manuelino” com detalhes chineses

31 Mar, 2014



Foi oficialmente lançada a construção do complexo “Legend”, que inclui uma praça com estilo neo-manuelino, na Ilha da Montanha. Carlos Marreiros, o autor do projecto, explicou ao JTM alguns pormenores acrescentados por si para aproximar o projecto à cultura oriental

Susana Diniz

A cerimónia de lançamento da primeira pedra do empreendimento comercial “Legend”, que irá nascer na Ilha da Montanha, teve lugar na sexta-feira e contou com a presença do Chefe do Executivo, Chui Sai On, o Secretário para a Economia e Finanças, Francis Tam, bem como do “mayor” de Zhuhai, He Ningka, entre outras personalidades.

A “Praça Maior da Amizade” será construída perto do posto fronteiriço de Hengqin e vai ocupar uma área com cerca de 31 mil metros quadrados. David Chow, CEO da “Macau Legend Development”, não escondeu o seu contentamento durante a cerimónia, frisando novamente o seu apreço pela cultura portuguesa. “Cultura em primeiro lugar. Estou a ser sincero. É o estilo português manuelino, do séc. XVII. Penso que é o primeiro projecto fora de Portugal e a primeira localização é na China. Acho que é uma mensagem importante”, afirmou.

Para além de uma localização privilegiada, o empresário acredita que o projecto pode “ser bom para as relações entre a China e Portugal, se conseguirmos ir um pouco mais longe”, destacando nomeadamente Pequim e Xangai. David Chow garantiu ainda que o empreendimento não será uma aposta perdida, até porque contratou uma equipa técnica especializada para ter a certeza que tudo está “na escala certa, com o aspecto verdadeiro e com o sentimento português”.

20140331-1023cCom um estilo neo-manuelino, o desenho da praça é da autoria de Carlos Marreiros, que explicou ao JTM o sentido do projecto. “Praça Maior da Amizade pressupõe que seja a amizade luso-chinesa ou sino-portuguesa. É importante para a cultura portuguesa e também para Macau que haja uma praça tipicamente lusa à entrada do território”, referiu o arquitecto, denominando o projecto como um “átrio gigantesco”. “Há um passado histórico e rico em Macau que é importante que os turistas conheçam”, acrescentou.

O “Legend” engloba um conjunto de grande dimensão constituído por uma praça que liga o edifício principal, preenchido por áreas comerciais, spa, cinema 3D, entre outras instalações e duas alas secundárias, fundamentalmente para restauração. A grande praça terá calçada à portuguesa e todo o conjunto foi inspirado no estilo manuelino.

“O manuelino como estilo é um gótico tardio, enriquecido com o vocabulário trazido pelas descobertas quinhentistas”, explicou o arquitecto, acrescentando que a diferença neste projecto reside nas alterações e adaptações escolhidas por si.

“Em pormenor, nas janelas manuelinas, para além de terem toda aquela linguagem dos Descobrimentos, as cordas, as algas e os monstros marinhos, eu acrescento coisas chinesas, como a moeda chinesa, o pêssego, a flor de lótus, entre outros, integrado num discurso que se uma pessoa não se deter no pormenor não se apercebe”, afirmou Carlos Marreiros.

De resto, o arquitecto realçou o “gozo” que sentiu em acrescentar ao neo-manuelino uma dimensão mais “extremo-oriental” que o estilo não engloba.

Nas grandes janelas da praça, todas diferentes, Carlos Marreiros salientou alguns elementos acrescentados, como a flor de Lótus, símbolo de Macau, os pêssegos, símbolo da longevidade, além de que os sinais religiosos foram substituídos por moedas chinesas. Em baixo, a concha (elemento manuelino puro) está ladeada por dois morcegos, como símbolo da fortuna.

Para além da simbologia, o arquitecto acrescentou também algumas interpretações pessoais. “A coroa tem três elipses com esferas achatadas, é a minha interpretação de um país, dois sistemas. A bola grande em cima é a China e as duas bolas achatadas representam os dois sistemas”, referiu. Por baixo, Carlos Marreiros colocou três bolas que representam “à esquerda os portugueses que vieram para Macau, ao centro os chineses e à direita a comunidade macaense”. A coroa é também uma flor de Lótus aberta.

A cobertura do edifício principal do “Legend” terá jardins e um lago, “acessíveis aos visitantes através de um elevador que passará por dentro de água”, frisou Carlos Marreiros.

No lado direito do projecto surge ainda uma estrutura de vidro e ferro que serve de saída a um túnel subterrâneo, com centenas de lojas, que ligará a fronteira à “Praça Maior da Amizade”. “O objectivo é criar o efeito de fascinação, assim que sobem as escadas abre-se uma praça gigante”, salientou o arquitecto.

A obra está orçada em mais de dois mil milhões de patacas e deverá estar concluída num prazo de dois anos.
__________________

pai nosso liked this post
Viriatox no está en línea   Reply With Quote
Old March 19th, 2015, 10:25 PM   #46
Kangaroo MZ
Registered User
 
Kangaroo MZ's Avatar
 
Join Date: Feb 2012
Location: Maputo-Johannesburg
Posts: 10,043
Likes (Received): 9506

Tomara que avance. Vai ser lindissimo, tenho certeza.
__________________
Kangaroo MZ no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2016, 10:06 PM   #47
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Encontrei no youtube uma reportagem muito interessante sobre o jornalismo de língua portuguesa em Macau. Macau tem vários jornais diários e semanais, rádios e uma estação de televisão em português (a TDM, também se apanha em Macau a RTP Internacional)

Nesta reportagem é possível ouvir a opinião de alguns chineses de Macau (sobre os portugueses), e a opinião de portugueses e macaenses entrevistados na rua sobre os mídia na língua de Camões (sim, para todas as pessoas que perguntam, é possível encontrar portugueses na rua em Macau).

Aqui vai, reportagem especial TDM:

__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский

Last edited by johnny_machine; December 20th, 2016 at 03:21 AM.
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2016, 03:56 AM   #48
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Macau aprova lei que endurece penas para consumo de droga

Os deputados de Macau aprovaram esta quinta-feira a revisão da lei da droga, que agrava as penas para o consumo até um ano e para o tráfico até 15 anos e introduz testes de urina como método de prova.

O diploma foi aprovado na especialidade por unanimidade, apesar de críticas dos deputados ao agravamento das penas de prisão para o consumo, que antes podiam chegar no máximo aos três meses.

Na discussão desta quinta-feira, o presidente da comissão parlamentar encarregue da análise da revisão da lei, Cheang Chi Keong, apontou que os consumidores devem ser vistos como vítimas e que as autoridades devem apostar na inserção social.

A secretária para a Administração e Justiça, Sónia Chan, disse que o aumento das penas tem como objetivo evitar que Macau “seja um entreposto de tráfico de droga”.

"Sabemos que Macau agora tem a sua área de jurisdição marítima. Será que aquela área é um entreposto? Quanto às outras partes, o que pretendemos é incentivar as pessoas a absterem-se do vício da droga”, disse.

Hoje, os deputados também mostraram preocupação com o teste de urina que, segundo o diploma, pode ser realizado quando se verificam indícios da prática de crime, durante operações da polícia a locais como hotéis, restaurantes ou espaços de lazer.

Durante a discussão foi levantada a questão sobre se a obtenção de provas em ações de fiscalização pelas autoridades poderá ir contra os direitos fundamentais dos cidadãos, e também chamada a atenção para a possibilidade de alguém ser vítima da ingestão de drogas sem o seu conhecimento quando, por exemplo, bebe uma bebida nos bares.

Na resposta, o diretor da Polícia Judiciária (PJ), Chau Wai Kuong, disse que as forças de segurança também “têm de ouvir as pessoas em causa”, incluindo “os amigos, e ver se a pessoa tem ou não tem esse vício” e que em caso de dúvida não há detenção.

"Pode ser vítima. Nessa situação podemos encaminhar a vítima ao Ministério Público para continuar a devida averiguação. Em primeiro lugar temos de saber se é suspeito ou se é uma vítima. Se a detenção é ilegal, então a polícia também tem de assumir a devida responsabilidade”, disse.

O diretor da PJ também disse que os testes de urina serão feitos “num estabelecimento próprio, como um centro de saúde ou hospital” e que vão ser usadas duas amostras, incluindo uma de contraprova.

Relativamente ao tráfico transfronteiriço, Chau Wai Kuong confirmou a existência de uma máquina de raios X no aeroporto e admitiu a possibilidade de instalação de outra no Terminal Marítimo do Pac On quando abrir em 2017, mas considerou que não era oportuna a instalação no posto fronteiriço terrestre das Portas do Cerco, como questionaram os deputados.

"Essa máquina de raios X pode fazer essa vistoria em 20 segundos, claro que não é apanhar à toa qualquer pessoa, temos de fazer isso de acordo com as informações que temos”, disse.

Um parecer sobre a revisão da lei, datado do final de novembro, contraria os dados submetidos pelo governo à comissão parlamentar encarregue do estudo da nova legislação, apontando a descida nos consumo e tráfico de droga e que ao contrário do que foi apresentado, cerca de 90% dos condenados — prefere a pena suspensa” e a desintoxicação.

No plenário de hoje foi também aprovada a alteração do montante do subsídio de residência para os funcionários públicos para 3.240 patacas (389 euros).

Em contrapartida, foi chumbado o projeto de lei apresentado pelos deputados Ng Kuok Cheong e Au Kam Sam que pedia a revisão do Código Penal para que o atentado ao pudor seja punido como crime semipúblico.

Fonte (Observador)


Longe vai o tempo em que os "GI's" vinham do Vietname para consumirem droga nas suas R'n'R's em Macau. De qualquer modo, poderiam ter aprendido com os efeitos positivos da descriminalização em Portugal, mesmo estando os centros de reabilitação em Macau cheios.
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2016, 05:07 AM   #49
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Mais uma reportagem da TDM, esta sobre os alunos estrangeiros da Escola Portuguesa de Macau, e sobre o novo manual do nível preparatório ('O Panda fala Português'), manual que será utilizado nesta escola e distribuído pelas escolas luso-chinesas do território.

__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2016, 06:52 AM   #50
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Associação de Macau promete "consequências" da UNESCO para caso de edifício que tapa património



"Disseram-nos que a UNESCO vai comunicar com o Governo de Macau sobre este assunto e vão tomar medidas de acompanhamento. Se o Governo falhar em dar uma resposta satisfatória vai haver consequências", afirmou hoje o vice-presidente da associação, Jason Chao.

Em causa está a construção de um edifício da Calçada do Gaio, embargado, com altura superior a 80 metros, colocando em causa a vista do Farol da Guia, classificado como património mundial.

Segundo Chao, a diretora do Centro de Património Mundial da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), Mechtild Rossler, não especificou que resposta seria considerada satisfatória, mas deixou claro que "o plano deve ser mudado".

"É arquitetonicamente possível reduzir a altura do edifício por isso deve ser mudado para respeitar as regras", afirmou.

Os líderes da associação pró-democracia deslocaram-se a Paris, à sede da UNESCO, para discutir a questão do edifício da Calçada do Gaio depois de terem "esgotado todas as opções locais", tendo já apelado a diversas entidades.

Depois de, no ano passado, terem enviado um relatório à UNESCO, sem resposta, os ativistas ficaram positivamente surpreendidos com a clareza com que a questão foi discutida pessoalmente.

"Quando falámos com a diretora percebemos que as coisas são mais claras [do que pensávamos]. Ela perguntou-nos: 'Ainda está em construção, está por acabar? Sim. Está situado numa zona de proteção?. Sim. Arquitetonicamente ainda é possível emendar o plano para respeitar as diretivas? Sim. Então tem de ser mudado'. Isto foi o que nos disseram na reunião, foi muito direto", relatou Chao.

A Novo Macau tem contestado a decisão da Direção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes de que o edifício embargado desde 2008 pode manter a altura atual, superior a 80 metros, uma vez que a cota milimétrica para a zona está fixada em 52,5 metros.

A construção do edifício, na Calçada do Gaio, foi embargada após um despacho do anterior chefe do executivo, Edmund Ho, que limita a altura dos imóveis à volta do Farol da Guia, o qual integra a lista do património de Macau classificado pela UNESCO desde 2005.

Embora a medida não tivesse efeitos retroativos, as autoridades embargaram a obra.

No início de novembro, o secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, afirmou na Assembleia Legislativa que o edifício embargado vai poder ficar com os 80 metros de altura, segundo a imprensa local.

O Farol da Guia foi o primeiro farol de características modernas e Ocidentais a ser construído no Extremo Oriente.

Na semana passada, o Governo de Macau disse ter solicitado em novembro orientações técnicas à Administração Nacional do Património Cultural para definir o tratamento a dar ao edifício em questão.

Para Jason Chao, aos olhos da UNESCO, "não significa nada que o Governo de Macau peça a Pequim se pode dar conselhos, para eles é só comunicação interna". Além disso, os democratas preocupam-se com questões relacionadas com a "autonomia de Macau", considerando que não cabe a Pequim "corrigir" esta questão.

Scott Chiang, presidente da associação, frisou ainda que a "responsabilidade é do Governo" e o promotor da obra não deve ser prejudicado, podendo ser compensando, através de pagamento ou atribuição de outro lote para construir o edifício.

O importante, disse, é respeitar a lei, já que o despacho "é um regulamento em vigor, e até ser repelido é efetivo".

Chiang manifestou-se preocupado com a forma como é gerida a proteção do património de Macau: "Não podemos dizer que o Governo de Macau não valoriza a existência do património, mas estão a protege-lo como um fim ou como um meio? A nossa conclusão é que estão a explorá-lo para o turismo, para o seu próprio bem".

Regressado da sua primeira viagem à Europa, Sulu Sou, vice-presidente da associação, disse ter ficado "impressionado" com a forma como o património existe "tal como é", em Paris. "Não há um arranha-céus de 200 metros ao lado de património. Há harmonia", salientou, acrescentando, sobre Macau, que "o património não pode falar, como uma criança, [por isso] temos de falar por ele".

ISG (FV) // MSF

Lusa/fim

Fonte (Sapo24)


Quote:
Veículos de Macau podem entrar em Hengqin a partir de 20 de Dezembro

Os veículos com matrícula única de Macau previamente qualificados podem começar a circular na ilha de Hengqin a partir de 20 de Dezembro, anunciou o gabinete do porta-voz do governo de Macau.

Os proprietários de veículos interessados em circular naquela ilha puderam começar a requerer os documentos necessários para a circulação de veículos e de condução junto dos respectivos serviços de Zhuhai e Macau desde o passado dia 16 do corrente.

Além dos referidos documentos, os proprietários de veículos têm previamente de adquirir um seguro contra terceiros válido na China, que pode ser adquirido aos balcões das companhias de seguros “Seguros da China Taiping (Macau)” e “Asia Insurance Company Limited.”

O director do Conselho de Gestão da Nova Zona de Hengqin, Niu Jing, disse que a estratégia da entrada e saída de veículos de Macau em Hengqin vai desempenhar um papel positivo no que diz respeito ao desenvolvimento económico entre Macau e a província de Guangdong, bem como vantagens na promoção e no incremento da reforma e modernização das relações entre Zhuhai e Macau.

A Nova Zona de Hengqin vai executar as estratégias e políticas do Conselho de Estado, optimizar as instalações de fiscalização transfronteiriça, impulsionar a reforma e modernização do mecanismo de fiscalização nos postos fronteiriços, melhorando simultaneamente as condições do trânsito rodoviário da zona.

O anúncio da abertura da fronteira foi feito em Outubro pelo primeiro-ministro da China, Li Keqiang quando participou na 5ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau. (Macauhub)
Fonte (Macauhub)

Quote:
Antigo procurador de Macau ouvido em tribunal sobre 120 de mais de 1.300 adjudicações
16/12/2016, 13:35

O antigo procurador de Macau, Ho Chio Meng, foi ouvido em tribunal sobre 120 adjudicações de um universo de mais de 1.300 relativamente às quais responde.


O antigo procurador de Macau, Ho Chio Meng, foi ouvido esta sexta-feira em tribunal sobre 120 adjudicações de um universo de mais de 1.300 relativamente às quais responde, nomeadamente pelo crime de burla qualificada.

A quarta audiência de julgamento de Ho Chio Meng, que liderou o Ministério Público entre 1999 e 2014, foi dedicada à adjudicação de contratos de obras, serviços e fornecimento do gabinete do procurador a empresas que, segundo a acusação, foram criadas por uma associação criminosa que Ho Chio Meng é acusado de chefiar.

Dos mais de 1.300 contratos, divididos, pela sua natureza, em 24 itens, o tribunal analisou esta sexta-feira apenas o conjunto dos serviços de limpeza e desinfestação relativamente aos quais o antigo procurador responde pelos crimes de burla qualificada e participação económica em negócio em concurso aparente com o crime de abuso de poder.

Em causa, 120 contratos, cujo valor global dos supostos benefícios ilícitos corresponde a cerca de metade do montante total da adjudicação dos serviços de limpeza e desinfestação (14,6 milhões de 29,6 milhões de patacas ou 1,7 milhões de 3,5 milhões de euros).

O tribunal analisou um a um, pelo que, a manter-se este ritmo, vão ser precisas pelo menos dez audiências para Ho Chio Meng acabar de ser ouvido sobre as adjudicações.

O antigo procurador voltou a negar ter dado instruções no processo de escolha, designadamente na substituição de uma empresa por outra, afirmando mesmo que “não tem lógica” pensar-se que um procurador dá pareceres sobre os serviços de limpeza.

“Só vou saber se o procedimento está correto” e não “se o preço é baixo, se [a empresa] tem novas máquinas (…) ou se está bem limpo”, apontou, sublinhando confiar nos “fiéis” subordinados, e alegando ainda desconhecimento de casos em que os serviços adjudicados foram executados por empresas subcontratadas e aqueles que não foram cumpridos.

O início da audiência de julgamento ficou, contudo, marcado por uma questão processual — que o tribunal considerou ter sido resolvida anteriormente –, mas que acabou por levar à sua suspensão por uma hora.

Isto para permitir ao arguido reunir-se com o advogado para se inteirar de factos que afirmou desconhecer ao pormenor — e, por isso, não se poder defender — por não terem sido transpostos na íntegra da acusação inicial para o despacho de pronúncia.

Logo no arranque foi também o estado de saúde de Ho Chio Meng que esteve novamente em foco, depois de a audiência de quarta-feira ter sido suspensa da parte da tarde.

Em resposta ao presidente do Tribunal de Última Instância, Sam Hou Fai, o antigo procurador afirmou que a sua saúde piorou, mas que irá “tentar aguentar” e “fazer o possível” para continuar a cooperar com o tribunal, e garantiu ainda que não irá fazer mal a si próprio.

Fez ainda questão de realçar o “cuidado” e o tratamento “muito humano” que tem recebido na prisão — onde se encontra desde fevereiro — e onde referiu ter estado em isolamento.

A próxima audiência está marcada para segunda-feira.

A realizar-se — tal irá depender do estado de saúde do antigo procurador — será a última antes das férias judiciais.
Fonte (Observador)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2016, 07:10 AM   #51
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Número de casas vendidas em Macau dispara 122% em novembro
19/12/2016, 7:44

As transações de imóveis destinados a habitação em Macau subiram 122% em novembro, em comparação com o mesmo mês de 2015, acompanhadas por uma subida de 21% do preço do metro quadrado.


No entanto, os preços começaram a cair no início de 2015, registando desde então flutuações.

As transações de imóveis destinados a habitação em Macau subiram 122% em novembro, em comparação com o mesmo mês de 2015, acompanhadas por uma subida de 21% do preço do metro quadrado. Estatísticas disponibilizadas no portal dos Serviços de Finanças revelam que em novembro deste ano foram transacionadas 1.144 frações, muito acima das 515 vendidas em novembro do passado.

Foi na Taipa que se verificou o maior aumento de venda de frações para habitação, com 239 transacionadas este ano face às 79 em 2015, uma subida de 202%. Na península de Macau foram vendidas 818 habitações, mais 114% que em novembro do ano passado.

O aumento das transações foi acompanhado por uma subida dos preços de 21%, em termos gerais, para 90.428 patacas (10.801 euros) por metro quadrado. Na Taipa, a subida foi mais acentuada, 32%, de 76.189 patacas (9.100 euros) por metro quadrado para 100.571 patacas (12.013 euros). A menor subida em termos percentuais, 14,9%, verificou-se na zona com os preços mais altos, Coloane, onde o metro quadrado atingiu em novembro 125.237 patacas (14.959 euros), mais que as 108.999 patacas (13.020 euros) desse mês em 2015.

Desde a liberalização de facto do jogo em Macau, em 2004, com a abertura do primeiro casino fora do universo do magnata Stanley Ho, o setor imobiliário tem estado sempre em alta. No entanto, os preços começaram a cair no início de 2015, registando desde então flutuações.

O preço médio do metro quadrado das casas em Macau caiu 13% no cômputo do ano passado face a 2014. O acesso à habitação, devido aos preços elevados, é um dos maiores motivos de queixa da população de Macau.
Fonte (Observador)

Quote:
Gastronomia Portuguesa em Macau, ao sabor do FADO!



Numa missão empresarial recente onde levamos sete excelentes empresas portuguesas a Macau tivemos encontros empresariais com agentes económicos locais e confirmamos a tendência, cada vez mais forte, para a qualificada consideração dos produtos regionais certificados e do vinho português.

A Lei SEPA (talvez o contrário da antiga Lei Seca) dá uma oportunidade de ouro aos produtos portugueses fazendo com que se algum aspeto de transformação – ainda que comercial – ocorra no território de Macau, se possa considerar a isenção total de impostos à importação desses produtos, extensível a todo o grande mercado da China.

Nos jantares onde se promoveram diversos encontros multilaterais não podemos deixar de ir visitar o mítico FADO, um restaurante que já tem muita história em Macau e hoje é dirigido por um Chef inspirador – o Chef Luís Américo.

O curriculum vastíssimo de Luís Américo é, talvez, a única coisa que não se come e por isso passamos de imediato a esta inesquecível experiência de cozinha lusitana a cerca de 10 mil quilómetros de Portugal.



Uma amesendação irrepreensível de um Hotel – o Hotel Royal que tem o charme dos Hotéis clássicos. Não é novo, nem é grande, o que hoje pode ser uma novidade em Macau. Mas é elegante e familiar e faz com que nos sintamos lá bem.

Entradas excelentes onde destaco, pelo aveludado da textura e pelo ponto certo de cozedura, o carpaccio de polvo. Notável a forma como os portugueses têm levado a arte de bem-fazer polvo a todos os cantos do mundo. Um bacalhau, lascado fino e marinado, também merece aplauso e sublinhado nesta lista que tem nas coisas do mar (as vieiras, em especial), nos carpaccios e nos inevitáveis ceviches, as suas propostas mais vigorosas.

Nos pratos de substância joguei em casa, insistindo, pois claro, no bacalhau à Brás. O prato é feito em “show cooking” com o Chef Luís Américo a vir à mesa fazer o casamento dos ingredientes e o empratamento. Batata finamente cortada, dizem-me que frita em azeite, bacalhau do lombo ou da barriga, no ponto de lascar. O bom do “bicho” vai a refogar em cebola fina com duas cabeças de alhos e uma folha de louro. Depois os ovos que não devem ser demasiado batidos para manterem a humidade do conjunto. Tudo é emulsionado em gestos lentos e largos para que o ovo se não esfarrape em demasia. Finalmente, o empratamento com miolo de azeitona preta finamente cortada, salsa cegada na altura e pimenta branca q.b. Prato maravilhoso, feito assim em dois tempos e com dois dedos de conversa sobre as experiências macaenses de Luís Américo.

A vitela estufada e posta a descansar e cama de puré dos muitos vegetais asiáticos passou também com altíssima distinção e deu um toque do que pode ser a comida de fusão entre as duas regiões.

Nas sobremesas os inevitáveis pudins, um toucinho-do-céu de se lhe tirar o chapéu e, claro, a estrela da companhia aqui em Macau, que é o incontornável pastel de nata. Bem dizia um famoso Ministro de Pedro Passos Coelho da importância da internacionalização do pastel de nata, com isso querendo significar as coisas melhores que temos e fazemos!

Vinhos portugueses de quase todas as regiões mostram que já há caminho feito nesta área. Mas as propostas podem ainda ser mais qualificadas, até pela crescente notoriedade que têm tido o que, aliado à crise pela qual também a classe média/alta chinesa tem passado, permite pensar em destronar mitos antigos como o que ainda é aproveitado pelos vinhos franceses. Não desfazendo, claro está!

Serviço nem sempre conhecedor, até pela “entropia” da língua mas sempre atencioso, próximo e disponível.

Os preços são justos e pode-se tomar uma refeição como esta de excelente nível sem correr o risco de passar a restante estadia em dieta compulsiva.

E pronto, nós (a AGAVI) que daqui de Portugal, levamos chás e ervas aromáticas, boas compotas e enchidos de porco bísaro, sal e pedra de sal, azeites de bela estirpe e vinagres condimentados, conservas de altíssima qualidade e vinhos de grande trapio do Alentejo, do Tejo e do Douro, não deixamos de fazer história com esta nova “rota de especiarias” que voltamos a levar ao Mundo.

Uma vénia grande a Luís Américo e à forma como tão bem faz cantar este Fado em terras Macaenses!

Fonte (Move Notícias)

Quote:
Canídromo de Macau autorizado a funcionar até julho de 2018

O Canídromo de Macau, considerado uma das mais cruéis pistas de corrida de galgos do mundo por organizações internacionais, foi autorizado a funcionar até meados de julho de 2018, foi hoje anunciado.



Uma Ordem Executiva, publicada hoje em Boletim Oficial, delega poderes no secretário para a Economia e Finanças "na escritura pública de prorrogação do prazo até 20 de julho de 2018 e alteração do contrato de concessão celebrado entre a Região Administrativa Especial de Macau e a Companhia de Corridas de Galgos Macau (Yat Yuen), S.A., para a exploração, em regime de exclusivo, das corridas de galgos".
PUB

A Ordem Executiva vem formalizar o anunciado pelo Governo que, em julho, informou que a Yat Yuen teria de decidir entre terminar a exploração da atividade ou relocalizá-la no prazo de dois anos.

O Executivo indicou na altura que a optar pelo encerramento, a empresa terá de pagar todas as indemnizações aos trabalhadores e assegurar o destino final dos galgos que tem seu poder. Caso escolha a relocalização, "terá de melhorar as condições de criação e tratamento dos galgos", "em conformidade com os padrões internacionais", e adequar-se aos "planos urbanísticos".

A operar há mais de 50 anos, o Canídromo de Macau viu a licença renovada por dez anos em 2005, pelo que se gerou a expetativa de que pudesse encerrar no final de 2015.

No entanto, o contrato de concessão de exploração da Companhia de Corridas de Galgos de Macau (Yat Yuen) -- do universo da Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM), fundada pelo magnata de jogo Stanley Ho -- foi renovado por mais um ano, até 31 de dezembro de 2016, com o argumento de que não seria justo encerrar o espaço "de um dia para o outro".

Em paralelo, foi encomendado um estudo ao Instituto de Estudo sobre a Indústria do Jogo da Universidade de Macau, o qual concluiu que "existem diferentes opiniões da sociedade sobre a renovação ou não do contrato de exploração de corridas de galgos".

Em julho, a Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos de Macau indicou ter optado pelo prazo de dois anos para um desfecho em relação ao Canídromo depois de considerar "o contributo" das corridas de galgos "para o posicionamento" da cidade como "centro mundial de turismo e lazer" e para a diversificação do setor do jogo, assim como as "expetativas da sociedade" e as conclusões do referido estudo.

As receitas do canídromo, localizado numa zona de elevada densidade populacional, caem há vários anos.

Em 2015, cifraram-se em 125 milhões de patacas (13,7 milhões de euros, ao câmbio atual) -- menos 13,7% do que em 2014, e menos 63% do que em 2010 -- representando 0,05% do total arrecadado por todo o setor do jogo de Macau.

O canídromo tem motivado protestos internacionais, que pedem o seu encerramento, na sequência de uma campanha impulsionada pela Anima -- Sociedade Protetora dos Animais de Macau, com organizações de defesa dos direitos dos animais a considerá-lo o "pior do mundo" ao denunciar que nenhum cão sai vivo daquele espaço.

Segundo cálculos da Anima, "as mortes rondarão este ano 'apenas' os 50 animais, o que constitui uma grande vitória face às 'normais' 30 mortes por mês, caraterísticas de um passado não muito distante, que deve ter dizimado entre 16 mil a 19 mil animais ao longo dessa longa tradição cultural", escreveu o presidente da associação, Albano Martins, num artigo de opinião publicado na sexta-feira no Jornal Tribuna de Macau.

Para tal, terá contribuído o bloqueio da importação de galgos da Austrália e da Irlanda, o que, escreve Albano Martins, fez com que o Canídromo tivesse de reduzir o número de corridas.
Fonte (Notícias ao Minuto)
Fonte da Imagem (Ponto Final Macau)

Uma amiga minha que é veterinária trabalhou no Jockey Clube de Macau e disse-me que os cavalos também não são muito bem tratados...
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 21st, 2016, 12:10 PM   #52
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Será desta?!?

Quote:
Visita de António Costa desbloqueia voo direto entre Portugal e a China

A partir de junho de 2017 haverá três a quatro voos por semana ligando Hangzhou, Pequim e Lisboa, assegurados pela Beijing Capital Airlines do grupo chinês HNA



A visita de António Costa à China foi decisiva para a assinatura do acordo que permite "fechar de uma vez por todas" o contrato que permite um voo direto para Portugal a partir de junho de 2017. Além do primeiro-ministro português, o protocolo foi assinado na presença do presidente da República Popular da China, Xi Jinping.

Contemplando três a quatro rotas por semana, num voo triangular entre Hangzhou, Pequim e Lisboa, esta operação será assegurada pela Beijing Capital Airlines do grupo chinês HNA.

Este foi o principal motivo da ida de Luis Araújo, presidente do Turismo de Portugal, nesta missão. O acordo foi assinado na presença do primeiro-ministro português, António Costa, e do presidente da República da China, Xi Jinping, contemplando três a quatro rotas por semana, asseguradas pela Beijing Capital Airlines do grupo HNA.

"Aproveitando a ida à China, fizemos uma série de reuniões com operadores turísticos e demos início a iniciativas de posicionamento da nossa marca na China", adianta Luís Araújo. O responsável destaca o lançamento, no decorrer desta visita, de uma página de Portugal no Wechat (o equivalente chinês do Facebook e do Whats Up).

Na visita à China liderada António Costa, foi também lançada uma campanha de promoção do destino Portugal em conjunto com a C Trip, operador turístico online que é o maior do mundo, a seguir à Expedia (tem 250 milhões de utilizadores). Além desta iniciativa, o Turismo de Portugal lançou ainda uma página na plataforma de compras da Alitrip, divisão de viagens e turismo do grupo Alibaba.

"Notámos uma empatia muito grande por Portugal por parte dos empresários chineses, e as caraterísticas mais destacadas para o país ser tão bom para fazer negócios foram a transparência e a amabilidade das pessoas", salienta Luis Araújo.

Devido ao seu volume, a China tem sido um mercado de aposta do Turismo de Portugal, e no primeiro semestre deste ano registou um crescimento de 21,6%, para um total de 106 mil turistas chineses a visitar Portugal. A previsão é fechar 2016 com um crescimento neste campo de 30%, ou seja, 180 mil turistas chineses no país, que no ano passado se cifraram em 150 mil.
Bola de futebol da Seleção oferecida ao presidente da China

"E estamos com este crescimento de chineses mesmo sem um voo direto", salienta o presidente do Turismo de Portugal, referindo que é cedo para avançar previsões relativamente à nova ligação aérea. "A vantagem do voo direto é colocar na cabeça dos chineses a opção de vir a Portugal e com mais facilidade. Graças à nossa presença na China já temos ótimos contactos no país a nível empresarial, mas precisamos ainda de trabalhar para criar junto do consumidor chinês conhecimento sobre do destino Portugal". Outro "grande objetivo" é conseguir que "os turistas chineses fiquem mais tempo em Portugal, pois atualmente a sua permanência no país é menos de dois dias".

O jogador português Cristiano Ronaldo foi no ano passado 'cabeça de cartaz' em campanhas de Portugal na China. Nesta visita, António Costa também quis capitalizar os trunfos de Portugal em matéria de futebol, designadamente o facto do país se ter consagrado campeão no último campeonato europeu, e ofereceu a Xi Jinping, presidente da República Popular da China, uma bola assinada por todos os jogadores da Seleção nacional.

Segundo o responsável do Turismo de Portugal, "o presidente da China é fanático de futebol e adorou este presente".
Fonte (Expresso)

Nos anos 90 a TAP (Transportes Aéreos de Portugal) voava para Macau e Bangkok, mas parou em 1998. Esperemos que uma bola assinada pelo Ci Luó e o resto da equipa nos dê bom karma.
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский

Last edited by johnny_machine; December 21st, 2016 at 12:20 PM.
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 05:32 PM   #53
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
População de Macau cresce 17,8% para 650 mil pessoas desde 2011

A população de Macau atingiu 650,9 mil pessoas no final de Agosto passado, número que representa um acréscimo de 17,8% relativamente às 552,5 mil pessoas que residiam no território em 2011, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

Ao apresentarem os resultados preliminares dos Intercensos 2016, aqueles serviços adiantaram que a população de Macau contava com 638,3 mil pessoas residentes e 12,6 mil flutuantes, sendo a população masculina de 314 mil pessoas ou 48,2% do total.

A população jovem, dos zero aos 14 anos, totalizava 77,9 mil pessoas (12,0% do total), a população adulta, dos 15 aos 64 anos, era de 513,6 mil pessoas (78,9%) e a população idosa, mais de 65 anos, atingia 59,4 mil pessoas (9,1%).

Por local de nascimento havia em Macau 284,1 mil pessoas (43,6%) naturais da China continental, contra 265,1 mil naturais de Macau (40,7%), números que comparam com 255,2 mil e 226,1 mil, respectivamente, registados em 2011.

A densidade populacional, de 21 400 pessoas por quilómetro quadrado, subiu 15,9% face a 2011 (18 478).

A divulgação dos resultados globais dos Intercensos 2016 está prevista para Abril de 2017. (Macauhub)
Fonte (Macauhub)

Quote:
Portugal e Macau querem levar start-ups europeias para a China

Portugal e Macau querem levar start-ups europeias para a China, afirmou o secretário para a Economia e Finanças da Região Administrativa Especial, Lionel Leong, na sequência de uma reunião com três secretários de Estado do Governo português, que se realizou no início do mês de dezembro, em Lisboa.


Lionel Leong disse que Portugal e Macau “pretendem atrair mais empresas start-ups da União Europeia, através de Portugal, no sentido de investirem na China interior via Macau”, pode ler-se num comunicado, citado pela agência Lusa.

Além disso, querem “aproveitar a base destinada aos empreendedores” em Macau e os acordos assinados entre Macau e três áreas da Zona de Comércio Livre da província chinesa de Guangdong “para que os jovens de Macau e da China interior invistam juntos em Portugal e no resto dos países da União Europeia”, lê-se no mesmo comunicado.

Nos encontros em Lisboa, “as duas partes estudaram ainda a cooperação na área das exposições internacionais, como por exemplo o Web Summit Lisboa, onde participaram 60 mil pessoas”.

Lionel Leong afirma que Macau e Portugal “vão cooperar na exploração destas matérias na Ásia”, mas que “ainda há muito trabalho por fazer pelas duas partes, incluindo melhorar as infraestruturas dos serviços de internet de Macau, a fim de estarem ao mesmo nível dos serviços internacionais”.

Os secretários de Estado de Portugal e o governante de Macau analisaram também a possibilidade de entrada de produtos alimentares portugueses na China através do CEPA – Acordo de Estreitamento das Relações Económicas e Comerciais entre o Interior da China e Macau, que prevê isenções de taxas aduaneiras.

Por sua vez, o Governo de Macau manifestou a vontade de que “Portugal possa também ponderar a entrada, de modo semelhante ao CEPA, no mercado português, dos produtos da China interior, processados parcialmente em Macau”.

No comunicado, Lionel refere, ainda que, “as duas partes estão a analisar a integração, através de exposições anuais em Macau nas áreas de proteção ambiental e de automóveis, da tecnologia ambiental de Portugal na indústria da China”.

A visita procurou “implementar os trabalhos definidos” no “memorando de entendimento para a promoção do empreendedorismo e da cooperação económica e empresarial” entre Portugal e Macau, assinado em outubro, durante a quinta conferência interministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau).

Em 2003, Pequim atribuiu a Macau o papel de ser a plataforma para a cooperação económica entre a China e os países lusófonos, tendo criado o Fórum Macau naquele ano.

Fonte (i9 Magazine)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 10:54 PM   #54
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Mão-de-obra importada de Macau volta a cair em novembro

Macau, China, 28 nov (Lusa) -- A mão-de-obra importada de Macau voltou a diminuir em novembro, em termos anuais homólogos, fixando-se em 177.897 trabalhadores, menos 2,38%, no final do mês passado.

De acordo com dados da Polícia de Segurança Pública (PSP), disponíveis no portal da Direção para os Assuntos Laborais, os Trabalhadores Não residentes (TNR) de Macau eram menos 4.349 do que em novembro de 2015.

Em novembro, a China continuou a ser a principal fonte de mão-de-obra importada de Macau, com 113.529 trabalhadores, seguida das Filipinas (26.565) e do Vietname (14.859).

O setor dos hotéis, restaurantes e similares absorveu a maior fatia de mão-de-obra importada (49.666), seguido do da construção (35.465).

É na construção que está a haver a maior diminuição de trabalhadores não residentes: eram 44.576 no final de novembro de 2015, ou seja, diminuíram 20,4%.

No espaço de um ano foram inaugurados em Macau pelo menos três 'resorts' com casinos (Studio City, Wynn Palace e Parisian) que tinham estado em construção.

A mão-de-obra importada equivalia a 45,6% da população empregada de Macau estimada no final de outubro.

Em setembro, o número de TNR havia já caído 474 em comparação com setembro de 2015, a primeira diminuição, em termos anuais homólogos, desde novembro de 2010.

Em outubro, a mão-de-obra importada de Macau diminuiu pela segunda vez consecutiva desde 2010, para 178.215 trabalhadores não residentes.

O universo de trabalhadores não residentes galgou os 100 mil pela primeira vez na história da Região Administrativa Especial chinesa em 2008.

Macau contava, no final de 2000, com 27.221 trabalhadores não residentes; 39.411 em 2005; 110.552 em 2012; 170.346 em 2014 e 181.646 em 2015.

O 'pico' foi atingido em junho último, com 182.459 trabalhadores contratados ao exterior.

Portadores do chamado 'blue card', os trabalhadores não residentes podem permanecer em Macau enquanto estiver válido o seu contrato de trabalho, não possuindo direito de residência.

Apesar de perfazerem mais de um quarto da população de Macau (27,6% dos 652.500 habitantes estimados no final de junho), os trabalhadores não residentes não contam, por exemplo, com um mandatário formal de uma associação de imigrantes no seio da Concertação Social.

A ala laboral tem assento, mas a situação dos trabalhadores não residentes difere da dos locais, sendo regulada por uma lei específica.

FV (MP/DM) // MP

Lusa/Fim
Fonte (PortoCanal)

Quote:
Homem diagnosticado com vírus da gripe aviária em Macau já não está infetado

As autoridades de Macau abateram cerca de 10 mil aves de capoeira e suspenderam a sua venda por pelo menos três dias


O homem de 58 anos que, no passado dia 14, testou positivo para H7N9, sendo a primeira infeção humana com vírus da gripe aviária em Macau, já não está infetado, anunciaram os Serviços de Saúde no sábado à noite.

O dono de uma banca de venda de aves por grosso estava em isolamento no Centro Hospitalar Conde de São Januário depois de ter contactado com um lote de aves no qual o vírus foi detetado. Ainda que não tivesse sido diagnosticada, a sua mulher também estava em isolamento por ter tido contacto com o marido.

"Os testes ao vírus da gripe aviária H7N9 efetuados a estas duas pessoas durante o período de observação médica revelam resultados negativos e o seu estado de saúde é bom", indicam os Serviços de Saúde, explicando que os 10 dias de isolamento da mulher terminaram na sexta-feira, mas o homem deverá continuar em isolamento por mais 10 dias, desta vez em casa.

Além disso, os serviços indicam que outras 63 pessoas observadas -- trabalhadores do mercado abastecedor onde as aves infetadas foram encontradas e os bombeiros que transportaram o homem -- "não apresentaram quaisquer sintomas durante os 10 dias de observação médica".

Entre os 32 trabalhadores do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) envolvidos no abate das aves, um apresentou febre e sintomas respiratórios, "mas foi descartada a possibilidade de ocorrência de gripe aviária após os testes".

O Governo assegura que está "bem preparado" e que foram estabelecidos "uma série de planos de contingência em resposta à gripe aviária", incluindo a reserva de medicamentos antivirais.

No dia 13, as autoridades de Macau abateram cerca de 10 mil aves de capoeira e suspenderam a sua venda por pelo menos três dias depois de detetarem o vírus da gripe aviária no mercado abastecedor.

O vírus foi detetado num 'stock' de 500 galinhas sedosas, mas por motivos de segurança foram abatidas todas as aves que se encontravam no mercado abastecedor, incluindo 6.730 galinhas normais e cerca de 3.000 pombos.

A venda de aves já foi, entretanto, retomada.

Esta foi pelo menos a terceira vez este ano que o vírus da gripe aviária foi detetado em Macau, mas a primeira em que se verificou uma infeção humana.

O Governo já defendeu que, por motivos de saúde pública, deveria deixar de haver venda de aves vivas. No entanto, a medida continua sem data já que um estudo realizado em junho deste ano revelou alguma oposição popular, tendo em conta a importância que a população dá à carne fresca, em particular em épocas festivas como o Ano Novo Chinês.

Fonte (Diário de Notícias)


Quote:
Dois portugueses residentes em Angola testam positivo a malária em Macau

Dois portugueses com residência permanente em Angola testaram positivo a malária em Macau, afirmaram hoje os Serviços de Saúde.


Num comunicado, a reportar a ocorrência de dois casos importados de malária em Macau, os Serviços de Saúde indicam que os dois pacientes, com nacionalidade portuguesa e residência permanente em Angola, são pai e filho, com 63 e 30 anos, respetivamente.

Os dois chegaram a Macau no dia 22 para passar férias.

Ao chegarem à Região Administrativa Especial, começaram a ter febre e poucos dias depois recorreram ao serviço de urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ) e o seu quadro clínico teve uma "evolução variável".

Os dois casos foram classificados como importados e também como os primeiros registados em Macau desde o início do ano.

DM //APN

Lusa/Fim

Fonte (Sapo24)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 11:04 PM   #55
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
China isenta de taxas alfandegárias bens produzidos em Macau

2016/12/28

As exportações para a China continental de bens produzidos em Macau ficarão isentas de taxas alfandegárias a partir de 1 de Janeiro de 2017, de acordo com um comunicado do Ministério das Finanças da China.

Os benefícios atribuídos a Macau são extensivos a Hong Kong e estão incluídos num programa de ajustamento das importações, que inclui reduções das taxas alfandegárias para bens produzidos em países como a Austrália, Nova Zelândia, Paquistão, Peru, Costa Rio, Suíça, Islândia e Coreia do Sul.

As taxas alfandegárias para produtos originários de Singapura, do Chile e da Associação das Nações do Sudeste Asiático bem como alguns países da Comissão Económica e Social para a Ásia e Pacífico (Índia, Laos, Sri Lanka, Tailândia, Filipinas e Mongólia) manter-se-ão inalteradas.

O comunicado do Ministério das Finanças informou ainda que esta remodelação teve origem na procura elevada por bens de equipamento avançado, matérias-primas e energia.

As taxas alfandegárias de bens como o atum bem como de componentes para a indústria farmacêutica serão revistas em baixa a fim de aumentar a capacidade de escolha dos consumidores e de contribuir para a melhoria da saúde da população. (Macauhub)
Fonte (Macauhub)

Quote:
Grupo de estudo explora oportunidades da Nova Rota da Seda para os países de língua portuguesa

2016/12/28

A análise e divulgação das oportunidades proporcionadas pela iniciativa oficial chinesa da Nova Rota da Seda para os países de língua portuguesa é o objectivo de um grupo de estudo constituído em Lisboa, cuja actividade terá início em 2017.

A Associação Amigos da Nova Rota da Seda, criada formalmente em Dezembro, junta personalidades do meio académico, económico, empresarial e até cultural, tendo entre os promotores Fernanda Ilhéu, investigadora do centro de estudos chineses China Logus (Instituto Superior de Economia e Gestão).

“É uma iniciativa da sociedade civil, de pessoas de várias áreas, com um núcleo inicial da área económica, que simpatizam com a iniciativa da China, acham que pode ser boa para a China, para os países desenvolvidos e em desenvolvimento, para a economia mundial e para o relacionamento dos vários povos”, disse à Macauhub Fernanda Ilhéu.

“É preciso conhecer o documento (Uma Faixa, Uma Rota), a iniciativa, para perceber que é arrojada, avançada, de longo prazo. A China quer construir isso com outros países e entidades que acharem que é um bom projecto”, adiantou.

A iniciativa de estímulo económico e comercial, divulgada em 2013 pelo Presidente chinês, Xi Jinping, contempla um plano de infra-estruturas que pretende reactivar a antiga Rota da Seda entre a China e a Europa através da Ásia Central, África e Sudeste Asiático, em que o porto português de Sines pode vir a ser um pólo relevante.

Inclui a construção de uma malha ferroviária de alta velocidade entre a China e a Europa, abrangendo 65 países e 4,4 mil milhões de pessoas, tirando partido do já constituído Fundo Rota da Seda, de 40 mil milhões de dólares.

Entre os fundadores da nova Associação estão figuras destacadas do meio empresarial chinês em Portugal, como Choi Man Hin, presidente da Associação de Comerciantes e Industriais Luso-Chineses em Portugal, além de Hao Zhang, do grupo Energias de Portugal (EDP), empresários portugueses com ligações à China e Macau, como Alberto Carvalho Neto, o economista Jitendra Tulcidás e ainda Hélder Oliveira, da Fundação Portugal-África.

Os estatutos definem como objectivo “cooperar de forma pró-activa na construção do projecto Uma Faixa Uma Rota, através do conhecimento, informação e divulgação de contributos válidos, seja na apresentação de projectos ou no desenvolvimento de relacionamentos para conseguir objectivos desta iniciativa da China em que Portugal está incluído.”

Fernanda Ilhéu disse que a Associação irá operar de forma “interactiva”, assumindo-se como um grupo de estudo para reflectir sobre as possibilidades de cooperação Portugal-China em varias áreas” ligadas à iniciativa Uma Faixa, Uma Rota.

Em Dezembro de 2015 foi criada em Macau a Associação da Rota Marítima da Seda (Macau), que tem por objectivo fazer estudos sobre o potencial que a Rota Marítima da Seda tem para o relacionamento entre a China e os países de língua portuguesa, utilizando a plataforma de Macau.

A associação propõe-se ainda apresentar aos países de língua portuguesa a capacidade da China na execução de grandes obras de infra-estruturas, realizar e apresentar estudos sobre os grandes grupos chineses envolvidos nos projectos de construção de infra-estruturas no estrangeiro e as oportunidades de negócios nos sectores industriais ou comerciais e promover cooperação com instituições congéneres.

A associação é presidida por Thomas Chan, consultor dos governos da China e de Hong Kong sobre o Delta do Rio das Pérolas e tem como vice-presidentes José Luís Sales Marques e Gonçalo César de Sá.

Em Maio passado a associação organizou, em conjunto com a Universidade Cidade de Macau e o Instituto de Estudos Europeus de Macau, um seminário sobre as implicações da iniciativa uma Faixa uma Rota para os países de língua portuguesa. (Macauhub)
Fonte (Macauhub)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 11:14 PM   #56
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Macau - Missa de Natal em Patuá - Esperança da Associação de Macaenses

Macau - AFP
27/12/2016 15:53

Missa de Natal em patuá. É uma das expectativas de Miguel Senna Fernandes. O presidente da Associação de Macaenses diz, em entrevista à Rádio, que se for possível gostaria de voltar a organizar essa missa em crioulo macaense, tal como ja aconteceu no passado. É perfeitamente possível

“Agora é diferente porque o ritual é outro, e os tempos são outros mas se tivermos essa possibilidade vamos fazer. É peferfeitamente possível. Já não temos os músicos que tinhamos da outra vez, mas é perfeitamente possível de se fazer”.

Miguel Senna Fernandes sobre o Natal Macaense e essa ideia de celebrara Missa do Galo em patuá como aconteceu em 1998, ainda antes da transição.

A recordação de outros Natais. Miguel Senna Fernandes lembra qu esta é uma maneira de levar mais pessoas à Igreja e que é possível voltar acontecer a Missa do Galo em patuá.

(Carlos Picassinos em Macau)
Fonte (Rádio Vaticano)

Quote:
Seis centenas em protesto nas ruas de Macau no aniversário da transição para a China

Cerca de 600 pessoas, de acordo com a polícia, manifestaram-se em Macau, saindo à rua com diferentes reivindicações aproveitando o feriado do aniversário da transição para a China.


Cerca de 600 pessoas, de acordo com a polícia, manifestaram-se esta terça-feira em Macau, saindo à rua com diferentes reivindicações ,aproveitando o feriado do aniversário da transferência do exercício de soberania de Portugal para a China.

Os protestos, pelo dia do 17.º aniversário do estabelecimento da Região Administrativa Especial, foram organizados por seis associações, que, na sua maioria, partiram da zona norte da cidade, com destino à sede do Governo, onde chegaram de forma espaçada e entregaram petições.

Segundo a PSP, foram mobilizados 100 agentes para as manifestações que decorreram de forma pacífica e seguiram o itinerário proposto.

O grupo mais numeroso, e também um dos mais barulhentos, com várias pessoas a ‘baterem’ pratos, foi o da Associação Reunião Familiar de Macau, formado quase exclusivamente por pessoas idosas, que deixou ainda uma petição no Gabinete de Ligação da China.

Trata-se dos pais dos chamados “filhos maiores” nascidos na China. À data da apresentação do pedido para se reunirem com os pais, preenchiam os requisitos, mas durante a apreciação do requerimento ultrapassaram a idade permitida para a autorização de fixação de residência em Macau.

Outras cinco associações e dois cidadãos mobilizaram-se por motivos tão diferentes como em protesto contra a corrupção, para pedir aumentos salariais para a construção civil e reivindicar restrições à importação de mão-de-obra, para exigir a demissão de dirigentes, como do secretário para a Economia e Finanças, ou apelar para que haja mais habitação social nos novos terrenos que estão a ser conquistados ao mar.

Fonte (Observador)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 11:19 PM   #57
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Dicionário 'online' português-chinês 'made in Macau' procura voluntários



Um professor de português e tradutor de Macau lançou um dicionário 'online' português-chinês e procura voluntários para poder crescer.


"Abrir a base de dados do dicionário e o código de programa da página na Internet aos utilizadores que se interessem pelo desenvolvimento contínuo" do dicionário figura entre as possibilidades que Iao Kam Kong equaciona, já que tem tratado de "tudo sozinho", desde o lançamento desta plataforma, em meados de 2014.

O "Dicionário Iao" conta com quase 200 mil dados -- mais de 90.000 entradas chinesas e mais de 100.000 portuguesas --, oferecendo definições de termos em português e em chinês (as duas línguas oficiais de Macau), incluindo, por exemplo, nomes de ruas da Região Administrativa Especial chinesa.

A ideia de criar o dicionário surgiu depois de constatar a falta de dicionários práticos e atualizados de português-chinês e chinês-português, explica Iao Kam Kong, de 54 anos, que dedica o seu tempo livre ao dicionário.

Segundo Iao Kam Kong, o portal recebeu aproximadamente 50 mil visitas este ano, um número que supera as do cômputo do ano passado.

A interatividade é, no entanto, maior na página do Facebook que criou, sublinha à agência Lusa.

Na procura de um termo em língua portuguesa, o portal vai 'buscar' o significado a uma série de outros 'sites' como ao Priberam ou ao Dicionário da Porto Editora; enquanto para o chinês usa, por exemplo, o Moedict.

Para ambas as pesquisas, recorre ao dicionário multilingue Glosbe chinês-português/português-chinês.

Com a base de dados que dispõe, Iao considera que o projeto pode continuar a desenvolver-se no sentido de até vir a dar um dia origem a uma aplicação de telemóvel.

A curto/médio prazo, Iao tem outras ideias para o dicionário.

Depois de terem incluído, este ano, sinónimos e antónimos em português, o professor do Centro de Difusão de Línguas dos Serviços de Educação e Juventude de Macau gostaria também de "desenvolver uma base de dados áudio", mas isso carece de um outro sistema informático que não domina.

No 'site' é já possível ouvir a pronúncia de palavras, em português e em chinês, nomeadamente através da plataforma Forvo.

Excluída não está também a possibilidade de desenvolver um banco de imagens, com léxico de plantas e animais, por exemplo, adianta Iao Kam Kong.

Fonte (Jornal de Notícias)


Quote:
Acidente com dois autocarros de turismo faz 57 feridos em Macau

20/12/2016, 14:48

O acidente, que ocorreu por volta das 16 horas locais, envolveu dois autocarros de turismo e um automóvel e provocou 57 feridos, entre os quais dois com gravidade.



Cinquenta e sete pessoas ficaram feridas, incluindo duas com gravidade, na sequência de um acidente ocorrido, esta terça-feira, em Macau que envolveu dois autocarros de turismo, indicaram as autoridades locais.

O acidente, que ocorreu por volta das 16h (8h em Lisboa) na Taipa, envolveu dois autocarros de turismo e um automóvel.

Os 57 feridos, 24 homens e 33 mulheres, foram transportados para o Centro Hospitalar Conde de São Januário, nomeadamente com fraturas e contusões, segundo os Serviços de Saúde.

Duas pessoas ficaram feridas com gravidade, mas não correm risco de vida, tendo chegado conscientes ao hospital público.

Todos são turistas da China, à exceção dos condutores, que são residentes de Macau.

Fonte da PSP indicou à agência Lusa que, segundo os dados preliminares, a colisão terá ocorrido depois de um autocarro de turismo ter colidido contra um outro que, por sua vez, foi embater numa viatura ligeira na zona de casinos na Taipa.

Os condutores passaram no teste do álcool, segundo a mesma fonte.
Fonte (Observador)
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 28th, 2016, 11:26 PM   #58
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Quote:
Prémios de melhor ator e melhor realizador do festival de cinema de Macau para «Sao Jorge»

Os portugueses Nuno Lopes e Marco Martins venceram hoje os prémios de melhor ator e melhor realizador, respetivamente, com o filme "São Jorge" no primeiro Festival Internacional de Cinema de Macau.


O realizador recebeu os dois prémios em Macau e Nuno Lopes, que está em Lisboa a ensaiar a peça "A Noite da Iguana", de Tennessee Williams, que vai estrear em janeiro no S. Luís, agradeceu o galardão numa declaração em vídeo.

"São Jorge", que conta a história de um pugilista desempregado que trabalha em cobranças de dívidas para sobreviver, fez a sua estreia na Ásia em Macau, entre os 50 filmes de mais de 20 países e regiões apresentados neste festival.

"É uma honra para mim", disse Nuno Lopes, numa declaração em vídeo difundida na cerimónia da atribuição dos prémios.

O ator português agradeceu ao treinador de boxe que o ajudou a preparar o papel e dedicou o prémio ao "melhor amigo e melhor realizador, Marco Martins".

Nuno Lopes já tinha vencido o Prémio Especial de Melhor Ator na secção "Orizzonti" do Festival Internacional de Cinema de Veneza, em setembro, pelo mesmo papel.

Ao receber o prémio de melhor realizador, Marco Martins disse "que foi muito difícil fazer este filme" e recordou que tinha demorado cinco anos a concluí-lo.

O realizador agradeceu, entre outros, aos residentes do bairro da Jamaica, no Seixal, e Bela Vista, em Setúbal, que acreditaram no filme. "Talvez eles estivessem certos e nós estivéssemos certos", disse.

O prémio de melhor filme foi atribuído a "The Winter" (Argentina), de Emiliano Torres, e "Free Fire" (Reino Unido) ganhou o prémio de melhor argumento.

"Elon não acredita na morte", do realizador brasileiro Ricardo Alves Jr., em estreia internacional em Macau, ganhou o prémio de melhor contribuição técnica.

"Agradeço ao festival e espero que continue por muitos anos (…) e que faça o mais importante, que é o encontro com a tela", disse Ricardo Alves Jr.

O prémio de melhor atriz coube a Lyndsey Marsal, pelo papel no filme "Trespass Against Us" (Reino Unido), e o prémio de melhor jovem atriz foi arrebatado por Jennifer Yu, pelo desempenho em "Sisterhood", filme da realizadora de Macau Tracy Choi, que venceu o prémio do público.

Os nove prémios, incluindo melhor filme, melhor realizador, melhor ator e/atriz ou melhor argumento, foram atribuídos pelo júri presidido pelo realizador e produtor indiano Shekhar Kapur.

Havia ainda uma categoria designada "Premio do júri", que venceu "Trespass Against Us", de Adam Smith.

No domingo, os cineastas portugueses João Pedro Rodrigues e João Guerra da Mata ganharam um financiamento de 10 mil dólares para o projeto "San Ma Lo 270", uma longa-metragem, no mesmo festival.

Doze projetos foram apresentados ao longo de três dias a um júri internacional, com potenciais coprodutores ou distribuidores, e "San Ma Lo 270" (uma morada em Macau) foi um dos premiados, disse à Lusa João Guerra da Mata.

O Festival Internacional de Cinema de Macau, que terminouho foi organizado pela Direção dos Serviços de Turismo de Macau e pela Associação de Cultura e Produções de Filmes e Televisão de Macau.

O italiano Marco Müller, que esteve à frente de festivais de cinema como o de Veneza, Roma ou Locarno, foi escolhido no início do ano para dirigir o Festival, mas em novembro demitiu-se, invocando divergência de opiniões.

A diretora dos Serviços de Turismo e presidente da comissão organizadora, Helena de Senna Fernandes, acumulou a função de diretora substituta do festival.

O Festival Internacional de Cinema de Macau teve um orçamento de 55 milhões de patacas (6,1 milhões de euros), dos quais 20 milhões (2,2 milhões de euros) assegurados pelos Serviços de Turismo.

Diário Digital com Lusa
Fonte (Diário Digital)

Trailer do filme 'São Jorge':
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 29th, 2016, 12:01 AM   #59
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Agora seguem notícias do Metro Ligeiro, cuja construção parece nunca mais acabar.

Quote:
Primeira linha do metro de Macau em 2019 e com orçamento estimado em 1.200 ME
23 jun 2016 · 13:33

O secretário para os Transportes e Obras Públicas de Macau afirmou hoje que a primeira linha do metro do território entrará em funcionamento em 2019, com um orçamento estimado em 11.000 milhões de patacas (1.214 milhões de euros).


A prioridade é terminar o segmento da Taipa, que vai ter 9,3 quilómetros e 11 estações, sublinhou Raimundo do Rosário, aos jornalistas, à saída de uma reunião da Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Terras e Concessões Públicas da Assembleia Legislativa (AL).

"A nossa primeira prioridade é acabar a linha da Taipa e a seguir ligá-la à Barra [na península de Macau]. Depois haverá uma linha que sairá mais ou menos do Istmo [no Cotai, zona de aterros entre as ilhas da Taipa e de Coloane] para Coloane", adiantou Raimundo do Rosário, revelando os planos para uma ligação ao complexo de habitação pública de Seac Pai Van, que tem aproximadamente 9.000 frações.

Esse novo troço terá uma extensão aproximada de dois quilómetros e duas paragens: Seac Pai Van e o futuro segundo hospital público de Macau. Mas isto, ressalvou, "é outra obra".

"Em Coloane ainda vamos iniciar o projeto", especificou.

Raimundo do Rosário garantiu, por outro lado, que uma decisão sobre o metro ligeiro na península de Macau vai ser tomada "ainda este ano".

O traçado definido inicialmente para a península de Macau desencadeou contestação devido à passagem por determinadas zonas, incluindo residenciais.

"Não voltaremos a partir isto em bocados. O projeto vai ser único, será uma linha", afirmou o secretário. Neste sentido, salientou que no orçamento da linha da Taipa -- 11.000 milhões de patacas (1.214 milhões de euros) encontram-se incluídos "todos os custos".

"É uma estimativa -- sei que não estamos habituados a fazer isso, mas passaremos a fazer isso: que é dizer quando é que as coisas acabam e quanto é que custam", afirmou.

"Isto tem de ser bem explicado. Dou um exemplo: o Parque de Materiais e Oficina não serve só a linha da Taipa, servirá depois Coloane, e também em parte Macau. Entretanto, todo o custo do parque foi imputado nestes 11.000 milhões da Taipa", indicou.

A abertura de propostas para esse parque, no âmbito de um concurso público, terá lugar a 01 de julho, estando o custo da empreitada estimado em 1.000 milhões de patacas (110,4 milhões de euros), acrescentou.

O presidente da Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Terras e Concessões Públicas da AL, Ho Ion Sang, fez uma síntese das informações transmitidas pelo secretário aos deputados, dando conta de que, até ao momento, o valor das adjudicações relativas ao segmento da Taipa ascende a 8.000 milhões de patacas (883 milhões de euros).

Relativamente ao Parque de Materiais e Oficina, adiantou que o Governo foi "claro" sobre uma "nova metodologia" a adotar que prevê um prémio e multas. Caso o empreiteiro cumpra todos os 14 prazos definidos terá direito a um bónus equivalente a 8%, ou seja, 80 milhões de patacas (8,8 milhões de euros), adiantou, indicando que o novo modelo -- que o governo vai usar pela primeira vez -- é prática relativamente comum nas obras privadas.

O deputado revelou ainda a intenção de o Governo extinguir, no próximo ano, o Gabinete para as Infraestruturas de Transportes (GIT), criado em 2007, com a natureza de equipa de projeto, para tratar da implementação do sistema de metro, e de constituir uma sociedade de capitais públicos para a exploração do metro.

No total, para o projeto global do metro, incluindo estudos de consultadoria, foram gastos, até ao momento, 10.000 milhões de patacas (1.103 milhões de euros), segundo o secretário.

O metro ligeiro constitui uma das principais obras públicas desde a transferência do exercício de soberania no território de Portugal para a China, em 1999.

DM // MP

Lusa/Fim
Fonte (Sapo24)

Quote:
Corrida contra o tempo entregou oficina do Metro Ligeiro à CCECC



O facto do Governo estar numa corrida contra o tempo para terminar a Linha da Taipa até 2019 levou a que tivesse optado por convidar a empresa estatal chinesa Companhia de Construção e Engenharia Civil China para assumir a obra.

A explicação foi avançada ontem pelo director do Gabinete para as Infra-estrutura de Transportes (GIT), Ho Cheong Kei, em declarações à emissora em língua chinesa da Rádio Macau, e teve como grande objectivo que as obras recomeçassem tão depressa quanto possível. No entanto, na altura do concurso público, esta não foi a única empresa convidada para participar.

Ainda de acordo com Ho Cheong Kei a inovação no contrato firmado, com a introdução de um sistema de penalizações e recompensas em função do cumprimento de determinadas metas ao nível dos prazos, vai permitir que as obras sejam acompanhadas de forma mais eficaz.

As obras da oficina do metro estavam paradas, após sucessivos atrasos, depois da rescisão do contrato com o consórcio Top Builders e Mei Cheong.

Fonte (Ponto Final Macau)


Quote:
Linha do Metro da Taipa vai custar 11 mil milhões de patacas

Raimundo do Rosário quer o segmento da Taipa a funcionar até 2019 e explicou que até ao final deste ano vai ser decidido o projecto final do troço da Península de Macau. Só o segmento da Taipa deverá custar qualquer coisa como 11 mil milhões de patacas.




João Santos Filipe

A Linha da Taipa do Metro Ligeiro vai ter um custo total de 11 mil milhões de patacas e vai começar a funcionar em 2019. Este foi o ponto de situação apresentado pelo secretário para os Transportes e Obras Públicas, Raimundo do Rosário, ontem à Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Terras e Concessões Públicas, na Assembleia Legislativa.

“A prioridade neste momento é terminar a Linha da Taipa, que tem 9,3 quilómetros e 11 estações. No fim do ano vamos terminar a construção da linha e das estações, sendo que toda a linha vai ter um custo de 11 milhões de patacas”, afirmou Raimundo do Rosário, no fim da reunião.

“Como tínhamos prometido, está neste momento a decorrer a apresentação das propostas para a construção do Parque de Materiais e Oficina. Em 2019 esperamos concluir esta obra e começar a operar a Linha da Taipa”, informou.

O governante explicou ainda que até agora os custos totais com o metro foram de cerca de 10 mil milhões de patacas. Este valor inclui o montante gasto com a Linha da Taipa, que até ontem se situava nos 8 mil milhões. No entanto, esta linha vai ter um custo total de 11 mil milhões, pelo que o Governo ainda vai gastar mais 3 mil milhões para concluir o troço: “Estas são as nossas estimativas. Sei que não estamos habituados a fazer isso, mas vamos passar a fazer, ou seja vamos começar a dizer quando é que as coisas acabam e quanto é que vão custar”, esclareceu.

“Mas é preciso explicar muito bem que em relação à Linha da Taipa o preço incluiu custos que vão servir também os outros troços. Por exemplo, todo o custo do Parque de Materiais e Oficia foi imputado nos 11 mil milhões, embora não sirva só a Taipa”, frisou.

Já em relação à Linha de Macau, o secretário afirmou que até ao final do ano vai haver uma decisão sobre o traçado a ser adoptado, assim como o custo previsto para os trabalhos: “Este ano divulgaremos a decisão sobre a Linha de Macau. Como sabem tem sido uma linha objecto de alguma… não queria dizer contestação… Enfim, mas nós tomaremos uma decisão este ano”, explicou.

Outra novidade ontem avançada pelo secretário para os Transportes e Obras Públicas foi a criação de uma extensão da Linha do metro até ao bairro de Seac Pai Van. O trajecto vai ter duas estações, uma no futuro Hospital das Ilhas e outra no complexo de habitação social: “Haverá uma linha que sairá do Istmo Taipa-Coloane para Seac Pai Van. Essa linha terá uma extensão aproximada de 2 quilómetros e terá duas estações”, disse. “Em Coloane ainda vamos iniciar o projecto e só depois a obra. Mas não é nada que fique concluído em 2019, posso já dizer”, frisou.

Fonte (Ponto Final Macau)


Quote:
Parque de materiais e oficinas do Metro Ligeira vai custar mais mil milhões



O Governo vai pagar 1,07 mil milhões de patacas à empresa Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) para a construção da Superestrutura do Parque de Materiais e Oficina do Metro Ligeiro. O montante foi revelado ontem no Boletim Oficial da RAEM, sendo que o montante vai ser pago em diferentes tranches até 2019.

O Parque de Materiais e Oficinas regista atrasos significativos devido a um diferendo entre o Governo e o consórcio constituído pelas empresas Top Builders e Mei Cheong, que venceu o primeiro concurso público para a obra.

Também ontem foi publicado no Boletim Oficial o contrato entre a Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) e o Governo para a construção do Edifício Multifuncional do Governo nos Aterros de Pac On. Este acordo tem um valor de 278 milhões de patacas e prolonga-se até 2018.

Anteriormente a Companhia de Engenharia e Construção da China (Macau) esteve envolvidas em outras obras como a construção das novas instalações das oficinas navais.

Fonte (Ponto Final Macau)


Mapa da futura rede do Metro Ligeiro:


A linha que eles falam nas notícias e a que eles irão construir primeiro é a linha azul. A linha roxa liga a dois aterros inteiramente novos, o mais distante dos quais irá receber uma das saídas da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau. Só tenho pena que venham a construir a linha verde clara, vai estragar a pacatez da Vila de Coloane.
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский

SLASH_2 liked this post

Last edited by johnny_machine; December 29th, 2016 at 02:46 AM.
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote
Old December 29th, 2016, 03:11 AM   #60
johnny_machine
Idiota Psicadélico
 
johnny_machine's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Lisboa e Macau
Posts: 441
Likes (Received): 299

Mais uma reportagem TDM. Este ano foi realizado em Macau um encontro dos macaenses, com 1500 participantes, 900 vindos da diáspora (Austrália, Brasil, Portugal, Estados Unidos, e mais...). Os macaenses são na sua maioria luso-asiáticos (não confundir com portugueses de Macau ou outros lusófonos de Macau, apesar destes muitas vezes se poderem intitular de 'macaense'). Os macaenses falavam historicamente o crioulo Patuá entre si, mas a maioria dos entrevistados no vídeo falam o português muito bem.



Uma amostra do Patuá, apresentada pelo grupo de teatro, Doci Papiaçam di Macau (Falam em Patuá a partir do minuto 1:05):
__________________
"Tira e foge à morte, que a sorte é de quem a terra amou.." - Vitorino Salomé

"Lavaremos o mundo com um segundo dilúvio." - Владимир Маяковский

Last edited by johnny_machine; December 29th, 2016 at 02:20 PM.
johnny_machine no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 04:38 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu