search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Arquitetura e Discussões Urbanas



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 32 votes, 5.00 average.
Old July 8th, 2012, 04:06 PM   #1
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Avenida Brasil (Rio de Janeiro)

A Avenida Brasil é um dos principais logradouros da cidade do Rio de Janeiro.

Com 58 quilômetros de extensão, corta 27 bairros (se adicionada Vila Kennedy, considerada sub-bairro de Bangu mas tida como um bairro não-oficial) da cidade e tem o status de mais importante via expressa da cidade do Rio de Janeiro.

É a maior avenida em extensão do Brasil e o maior trecho urbano da BR-101, ligando exatamente a BR-101 norte (Ponte Rio-Niterói e Rodovia Rio-Vitória/Niterói-Manilha) à BR-101 sul (Rodovia Rio-Santos). Seu limite de velocidade é de até 90 quilômetros por hora, entretanto com os engarrafamentos, a velocidade média na via expressa diminui significativamente.

Além da BR-101, a Avenida Brasil também faz parte do percurso da BR-040, da BR-116 e da BR-465, totalizando todas as rodovias federais que passam pela cidade do Rio de Janeiro.

A Prefeitura do Rio de Janeiro mensura a Avenida Brasil, como a responsável pelo maior fluxo viário da cidade com mais de 250 mil veículos por dia, atribuído à influência geográfica da via - causado pelo fenômeno da migração pendular, isto é, o deslocamento diário dos trabalhadores da Baixada Fluminense e da Zona Norte e Zona Oeste ao Centro da cidade.
Avenida Brasil, altura de Irajá.

Ela começa nas proximidades da Zona Portuária tendo como marco a Rodoviária Novo Rio como quilômetro 0 e corta dezenas de bairros até chegar a Santa Cruz, na Avenida João XXIII - o quilômetro 58, na Zona Oeste. A Avenida Brasil é uma via estratégica para o dinamismo da cidade do Rio de Janeiro e importante historicamente.

Têm interseções com a Ponte Rio-Niterói, Linha Vermelha, Linha Amarela, Rodovia Washington Luís, Via Dutra, Antiga Estrada Rio-São Paulo e a Rodovia Rio-Santos, garantindo assim ligação direta com a Baixada Fluminense, a Zona Norte, Zona Sul, Zona Oeste e o Centro carioca.

Inaugurada em 1946, recebeu expansão à Zona Oeste com extinção da Avenida das Bandeiras em 1961, o que lhe garantiu esta transversalidade.

Também se tinha a intenção de diminuir os custos de circulação de mercadorias, assim como facilitar acesso às indústrias, que possuíam presença expressiva na região. Teve importante consolidação a partir da década de 1950, com a chegada da indústria automobilística principalmente nos Anos JK.

Nela se situa o Ceasa, no bairro de Irajá, um dos maiores entrepostos de hortifrutigranjeiros da América Latina, e a Fundação Oswaldo Cruz com o seu prédio em estilo arábico.

As críticas à Avenida Brasil geralmente são dirigidas aos seus problemas crônicos como:

Ao péssimo estado de conservação asfáltica, mais intensa do trecho Trevo das Margaridas ↔ Caju, diminuindo a velocidade do trânsito, causa congestionamentos, acidentes e danos aos veículos.
Desistência de empresas, por conta da insegurança proporcionada pela violência urbana.

O projeto

A primeira tentativa de abrir a via aos veículos automotores é datado de 1906, durante a Era Pereira Passos na Prefeitura do Rio de Janeiro. O objetivo era conectar o centro da cidade aos bairros, com bairros se localizados depois da Ponta do Caju até Irajá, tendo como ponto de partida a Avenida Rodrigues Alves e o Cais do Porto, também cogitando uma via que facilitasse o acesso à capital federal na época, o Rio de Janeiro.[1]

Em 1916, o projeto estava sendo debatido nos primeiros congressos sobre estradas de rodagem.[1]

Durante a Era Washington Luís na presidência, diversos projetos para a futura rodovia (entre 1926 e 1928) foram considerados, aproveitando trechos do caminho de 1922, quando foi feita a primeira viagem por carro a Petrópolis, agregando alguns sócios do Automóvel Club.[1]

Foram feitos cinco estudos. A que seguia o litoral foi considerada a mais difícil de se executar.[1]

O projeto de autoria de Jorge Macedo Vieira para o Bairro Industrial de Manguinhos (de 1927), com o trajeto pelo litoral, contrariou as tendências das escolhas de trajetos para aberturas de rodovias serem sempre pelo interior e foi a senha para determinar o atual trajeto da Avenida Brasil.[1]

A variante de acesso à Petrópolis, que daria origem à atual Avenida Brasil, foi construída na década de 1940, no período histórico denonimado Era Vargas, para desafogar o tráfego nas ruas internas beirando a Estrada de Ferro Leopoldina, que nada mais eram o antigo caminho para Petrópolis.
Descrição da via expressa

O trajeto do Avenida Brasil cruza os seguintes bairros:


No percurso Zona Oeste


Deodoro
Ricardo de Albuquerque
Realengo
Padre Miguel
Bangu
Vila Kennedy
Santíssimo
Campo Grande
Paciência
Santa Cruz

No primeiro Percurso Zona Norte

Guadalupe
Barros Filho
Coelho Neto

No segundo Percurso Zona Norte

Irajá
Vista Alegre
Parada de Lucas
Vigário Geral
Cordovil
Penha
Olaria
Ramos
Bonsucesso
Manguinhos
Benfica
Vasco da Gama
São Cristóvão
Caju


Distribuição das faixas por partes da Avenida Brasil nos dias atuais

Caju ↔ Irajá: Uma pista central nos dois sentidos com quatro faixas, sendo uma seletiva (permitida apenas o tráfego de ônibus e táxis e veículos oficiais (Legislativo, judiciário, executivo, forças armadas, ambulâncias, policias, corpo de bombeiros e carros de resgates), mais pista lateral com duas faixas para permitir o fluxo de veículos local.
Acari ↔ Guadalupe: Uma pista central nos dois sentidos com quatro faixas, sendo uma seletiva(permitida apenas o tráfego de ônibus e táxis), sendo excluída a pista lateral para tráfego local. Excepcionalmente em Guadalupe uma pista central nos dois sentidos com quatro faixas, sendo uma seletiva(permitida apenas o tráfego de ônibus e táxis), mais pista lateral com duas faixas para permitir o fluxo de veículos local. Vale observar que nos dois sentidos a pista sofre alterações: no sentido Zona Oeste extingue-se a faixa seletiva, enquanto no sentido Centro é aberta a faixa.
Deodoro ↔ Santa Cruz: A via é composta por três faixas de rolamentos nos sentidos Zona Oeste e Centro, com acessos locais aos bairros em que corta a via. Não há faixa seletiva neste trecho.

Percurso da Avenida Brasil na Zona Oeste

Atravessa diversos bairros da Zona Oeste, começando mais ao norte no viaduto que transpõe a Estrada de Ferro Central do Brasil, em Deodoro até Santa Cruz, onde fica o ponto mais ao sul da Avenida Brasil, a Avenida João XXIII. É localizada na região periférica da cidade e que está sofrendo as consequências de uma ocupação muito rápida do solo ao longo de sua existência e reduzidos índices de desenvolvimento humano (IDH). Essa área também responde pela ligação às vias locais da Zona Oeste, através do sistema rodoviário (automóvel e os ônibus), que ligam aos polos mais importantes da região: Bangu, Campo Grande e Santa Cruz. Existe ocupação expressiva de indústrias, principalmente próximo ao acesso da Estrada do Pedregoso, em Campo Grande.

A partir de 2001, recebeu novas alças de acesso, em vários bairros como Santíssimo, Realengo, Bangu e Deodoro.

Vias integrantes

Estrada Marechal Alencastro, próximo à Deodoro, Ricardo de Alburquerque e ao município de Nilópolis.
Estrada do Engenho Novo, em Realengo.
Rua Nilópolis, em Realengo.
Estrada da Cancela Preta, em Padre Miguel.
Estrada General Americano Freire, em Padre Miguel.
Avenida Doutora Maria Estela, em Bangu.
Estrada Guandu do Sena, próximo ao Parque do Mendanha, em Bangu.
Rua Catiri, no sub-bairro de Vila Catiri, em Bangu.
Acesso ao bairro não-oficial Vila Kennedy.
Alça de acesso, através da Estrada do Quafá à Santíssimo.
Acesso na Estrada do Mendanha, que liga a Serra do Mendanha até o centro de [[Campo Grande[[
Acesso na Estrada do Pedregoso, que se encontra a Estrada do Mendanha na Serra dita antes até o 2°encontro com a Estrada do Mendanha.
Entroncamento em que se acessa a BR-465, que liga Seropédica até as proximidades do centro de Campo Grande.
Vias locais de Paciência.
Rio-Santos.
Avenida João XXIII

Primeiro parte do percurso da Avenida Brasil na Zona Norte

É a parte mais curta da Avenida Brasil. A ocupação do solo de Acari as margens da Avenida Brasil, por exemplo, data da década de 1950, A faixa seletiva, que se abre e fecha em Guadalupe nos dois sentidos, permite que as linhas do sistema de ônibus que fazem o trajeto Zona Oeste ↔ Centro iniciem/terminem o seu serviço expresso, eliminando as paradas na Avenida Brasil, durante o horário comercial.
Vias integrantes

Rua Marcos de Macedo, em Guadalupe.
Estrada do Camboatá, em Deodoro.
Rua Luís Coutinho Cavalcanti, em Guadalupe.
Acesso para a Estrada João Paulo, em Barros Filho.
Acesso para a Avenida Automóvel Clube, em Coelho Neto.

Segundo parte do percurso da Avenida Brasil na Zona Norte

A parte da Avenida Brasil com trânsito mais intenso da cidade do Rio de Janeiro, com vias expressas que fornecem trânsito intenso que muitas vezes excede a capacidade, como visto no horário de pico ou em feriados, quando há o fluxo para casas de veraneio através do trajeto Av. Brasil ↔ Região dos Lagos. Atravessa vários bairros com importância estratégica na cidade como Irajá, bairro onde fica um dos maiores entrepostos de hortifrutigranjeiros da América Latina, Penha - onde localiza-se o Mercado São Sebastião e Bonsucesso, localização do acesso para a Linha Amarela.

Três dos principais conexões da cidade se encontram nessa área: o Trevo das Missões, o Trevo das Margaridas, o Viaduto Celso Furtado e o Viaduto de Manguinhos que conectam a BR-040, a BR-116, a Linha Vermelha e a Linha Amarela respectivamente. Na altura do Caju, a faixa seletiva terá chegado ao seu limite norte, no Caju. Somente na área original(antes ser alongada até Guadalupe) Trevo das Margaridas ↔ Caju, possui 15 km de extensão. Foi assegurado no início de 2010, investimentos nessa área da Avenida Brasil, cujo asfalto está em estado crítico.

Deve admitir-se novamente a importância dos automóveis, assim como o sistema municipal e intermunicipal de ônibus, que foi impulsionada com a falta de investimentos públicos na manutenção e expansão do transporte ferroviário, em boa parte da década de 1980: participação expressiva de linhas urbanas tanto com serviço parador ou rápido fazendo o trajeto Zona Norte ↔ Centro e também Baixada ↔ Central do Brasil, esta última respondendo por uma boa parte da migração pendular na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, embora muito pulverizada.

Uma parcela da ocupação do solo desta região provém do período pré-Variante de Acesso à Rio-Petrópolis.

Vias integrantes

Entroncamentos com a Linha Vermelha e a Ponte Rio-Niterói em São Cristóvão.
Elevado da Perimetral, no Caju.
Acesso ao Viaduto Ataulfo Alves, em Benfica.
Entroncamento na Linha Amarela, em Manguinhos.
Acesso para a Ilha do Fundão e a Linha Vermelha, além de um lago de água salgada chamado de Piscinão de Ramos, situado na antiga Praia de Ramos (Avenida Brigadeiro Trompowski).
Acessos para Brás de Pina e Vila da Penha. Onde localiza-se o Mercado São Sebastião (Penha).
Entroncamento em Cordovil para o Trevo das Missões e para o interior de Cordovil.
Cruza-se Rua Bulhões Marcial garantindo o acesso para Vigário Geral, Jardim América e o município de Duque de Caxias, onde se torna Avenida Presidente Kennedy.
Trevo das Margaridas na altura de Jardim América e Irajá, com vários hotéis no seu entorno.

Cronologia ao longo da História da Avenida Brasil

Década de 1930

Em dezembro de 1939: Sancionado decreto autorizando a desapropriação de propriedades (terrenos) para construção da "Variante de Acesso à Rio-Petrópolis", atualmente Avenida Brasil, ligando a área portuária carioca e o que seria o atual bairro de Parada de Lucas.

Década de 1940

1940: Início das obras de implantação da Variante de Acesso à Rio-Petrópolis, na primeira fase uma auto-estrada de 15 quilômetros entre o Cais do Porto e Parada de Lucas com duas pistas centrais(mão e contra-mão) com 10 m de largura e duas pistas laterais(mão e contra-mão) de 6 m. Sua velocidade máxima projetada era 100 km/h e mensurava 4.000 veículos/hora/sentido.
1943: O Distrito Federal já tem iniciada as obras de abertura da Avenida Brasil e concluída uma fração da auto-estrada no atual bairro de Manguinhos, e pavimentada com placas de concreto.
Julho de 1945: Era possível trafegar da Rua Bela, em São Cristóvão até a atual avenida Lobo Júnior, na Penha.
1946: Inauguração da Avenida Brasil, sobre aterro da orla da Baía da Guanabara, com o objetivo de deslocar o fluxo de veículos provenientes de São Paulo e de Petrópolis (Rio-Petrópolis).

Década de 1950

20 de junho de 1950: Duplicação da via entre o que seria o atual bairro de Bonsucesso e o Rio Faria. Inaugurada na já nomeada Avenida das Bandeiras, ponte dupla em Coelho Neto pretendendo conectar o trecho Realengo ↔ Deodoro ↔ Coelho Neto.
1951: Construção do Viaduto de Barros Filho(atual Viaduto João Paulo) - concluído em 1952, do Trevo das Missões; para facilitar a ida e vinda para Petrópolis e do Viaduto de Deodoro.
1954: Construção do viaduto do Galeão.
1957: Entregue acesso à Avenida Brigadeiro Trompowski.
1959: Entregue viaduto sobre Estrada do Sete Riachos, atual Santíssimo, nas Avenida das Bandeiras, paralela à Avenida Brasil e continuação do prolongamento da mesma aos trechos Bangu ↔ Mendanha ↔ Antiga Estrada Rio-São Paulo (viadutos na área de Campo Grande - atual sub-bairro Pedregoso), também inaugurada pista lateral na região de Cordovil (trevo das Missões) na avenida Brasil e refúgios centrais e laterais no trecho do Viaduto do Galeão até Bonsucesso. Segunda pista na Avenida das Bandeiras no trecho atual Irajá ↔ atual Coelho Neto. E o ajardinamento inicial do refúgio central.

Década de 1960

1960: Mercado São Sebastião é inaugurado.
1961: O decreto de número 471 unifica as duas avenidas: Avenida Brasil e Avenida das Bandeiras, tornando-se uma via conectando Caju ↔ Campo Grande.
1962: Entregue a duplicação da unificada Avenida Brasil entre o que é atualmente Barros Filho e Deodoro.
1962: Inaugurada mais vias laterais à Avenida Brasil, também prolongada de Campo Grande (em pista simples) para Santa Cruz - concluídas em 1965.

Década de 1970

1972: Remodelação da Avenida Brasil no trecho de onde se encontra o Caju até a atual Rodovia Presidente Dutra com mureta de concreto new jersey, estreitamento do canteiros para ganhar mais 2 pistas (mão e contra-mão), somando 4 faixas. Inauguradas as primeiras passarelas.
13 de setembro de 1974: Inauguração do viaduto ferroviário Engenheiro Roberto Khede para eliminar passagem em nível na Avenida Brasil.
1978: A Avenida Brasil chega a 34 passarelas, majoritariamente com escadas. A minoria, 13, é acessada com rampas.

Década de 1980


Entregue a faixa seletiva, com objetivo de inibir o crescimento de carros particulares e aumentar a faixa de velocidade média dos ônibus urbanos que fazem deslocamento da Zona Norte e Zona Oeste para o centro da cidade do Rio de Janeiro.
1984: Início da duplicação do Viaduto de Parada de Lucas e inaugurado em 9 de dezembro de 1986 com 86 m.

Década de 1990

1993: A Prefeitura do Rio de Janeiro assume a manutenção da Avenida Brasil, antes incumbida ao Governo Federal, através do Decreto n.º18.512, de 11 de fevereiro de 1993, publicado no Diário Oficial do Rio de Janeiro, Parte 1, de 12 de fevereiro de 1993, página 3.

Década de 2000

Em torno de 2002: Inicia-se as obras de remodelação, incluindo recapeamento na Avenida Brasil do trecho Santa Cruz ↔ Realengo. O trecho ganha uma faixa, tendo-se assim três faixas na mão e contra-mão.
Junho de 2004: Inauguração do viaduto Ramirez Mozzato Gonzalez, construída onde se encontram o entroncamento com a Avenida Perimetral com a Avenida Brasil.
22 de novembro de 2004: Entregue rótula de acesso em Realengo, no entroncamento com a Estrada Engenho Novo. Eliminado o último cruzamento com semáforo na Avenida Brasil. No mesmo ano, inaugurado o Viaduto Celso Furtado, conectando a pista central da Av.Brasil no Caju à Linha Vermelha para reduzir engarrafamentos nos horários de pico.
2005: Inaugurado viaduto de acesso à Ricardo de Albuquerque.
2006: Entregue a quarta faixa da pista central da Avenida Brasil entre o bairro de Guadalupe e a Via Dutra(bairro de Irajá).
2010: A Secretaria Municipal de Obras e Conservação (SMO), órgão do Governo Municipal do Rio de Janeiro anuncia investimentos de R$ 57 milhões, que serão aplicados na recuperação do pavimento da via expressa - com um novo tipo de asfalto, composto por polímero, no trecho Caju ↔ Trevo das Margaridas - este último entroncamento com a Via Dutra, totalizando 17 km. Está incluído a recuperação de calçadas, baias de ônibus e guarda-rodas. Estima-se que os trabalhos tenham a duração de 1 ano e meio. A licitação está marcada para abril.[3]
2011: Inaugurado os shoppings centers Via Brasil e Jardim Guadalupe, onde se melhoram o desenvolvimentos dos locais, onde estão situados.
2012: Inaugurada a nova sede da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, aonde será palco para grandes eventos.

Consequências da construção da Avenida Brasil

Tráfego no sentido Centro—Zona Oeste.

Criação de inúmeras linhas radiais, isto é, linhas de ônibus que possuem como ponto de partida a Zona Norte ou a Oeste carioca destinando-se ao Centro da cidade via Avenida Brasil.
Popularização e o refortalecimento do sistema rodoviário, automotivo e do ônibus urbano na cidade do Rio de Janeiro e arredores.
Influência na criação de linhas da Baixada para o Centro da cidade, com o ponto final próximo à estação da Central do Brasil.
A implantação da Avenida Brasil na cidade provocou constantes engarrafamentos, provavelmente colocando-no com o papel de recurso antieconômico para se transportar.
Criação de vias expressas alternativas à Avenida Brasil, devido o sobrecarregamento da via (Linha Vermelha, Amarela e futuramente Via Light).
Surgimento dos linhas de ônibus urbanos e rodoviários com serviços especiais, que utilizavam a faixa especial (seletiva) inaugurada na década de 1980 de Guadalupe (inicialmente Irajá) até São Cristóvão para ampliar a velocidade média dos ônibus na seletiva de 40 para 60 quilômetros horários(aumento de 30%) e consequentemente trazer motoristas de carros para os ônibus.
A construção da Avenida Brasil, provocou crescente urbanização, ou seja, na medida eram instaladas fábricas em todo o seu diâmetro, bairros surgiam, e em casos extremos até favelas.

BRT TransBrasil

O BRT TransBrasil será o 4º corredor exclusivo para ônibus articulados, que junto com a TransCarioca, TransOeste, TransOlímpica e Via Light, fazem parte do conjunto de obras viárias que visa a preparar o Rio para as Olimpíadas de 2016. tendo aproximadamente 25 estações, cruzando com as Rodovias Presidente Dutra e Washigton Luís. aonde se terá linhas alimentadoras, além de integrações com outros ligeirões. estima-se que esse corredor BRT seja estendindo até o bairro de Santa Cruz
Projetos

O Projeto do Corredor Expresso da Avenida Brasil foi desenvolvido para operar em sistema BRT, com infraestrutura de vias segregadas, com vistas à mobilidade urbana e desenvolvimento sustentável, o Projeto prevê estações modernas, novos terminais, reurbanização das áreas de entorno, ciclovia, além de sistemas eletrônicos de informação para os usuários e operadores. sua implantação proporcionará economia de tempos de viagens, otimização do desempenho do transporte público, redução de custos operacionais, e potencializará a formação de centralidades urbanas, com geração de melhoria na qualidade de vida dos habitantes da Zonas Norte-Oeste da cidade do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense. Atendendo uma demanda diária de 900.000 usuários.

Seu traçado que ia de Deodoro até o Terminal Américo Fontenelle na área central do município, aonde seria feito pelo GERJ. que passou para a Prefeitura, que inicialmente mudou o traçado, dessa vez para chegar a Candelária[4]. mas foi encurtado, dessa vez até o Aeroporto Santos Dumont[5]. utilizando as avenidas Presidente Vargas e Francisco Bicalho.



http://pt.wikipedia.org/wiki/Avenida..._de_Janeiro%29

Quote:
Originally Posted by Marcus Mendell View Post
A Avenida Brasil em 11 tempos
A Avenida Brasil foi inaugurada em 1946. Atualmente, tem 58 quilômetro e corta 31 bairros. Ela é a maior avenida em extensão do Brasil. Acompanhe a história e a degradação da rodovia ao longo dos anos.


O Mercado São Sebastião foi um marco na história da via expressa por ser uma central de abastecimento. Foto: A. Vale/Agência O Globo.


Indústrias começam a chegar à região, fugindo da valorização imobiliária de São Cristóvão. Foto: Arquivo/Agência O Globo.


No sentido Zona Oeste da avenida ainda havia áreas vazias. Foto: Arquivo/Agência O Globo.


Crescem as indústrias de minerais não metálicos, de transporte, mecânica, química e farmacêutica. Foto: Reprodução.


Criação dos Distritos Industriais pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (CODIN). Foto Luiz Pinto/Agência O Globo.


O movimento na via expressa aumenta, surgindo problemas comuns de trânsito como atropelamentos e acidentes. Foto Ronald/Agência O Globo.



Por ser um distrito industrial, os trabalhadores são obrigados a esperar a condução por horas. Foto Luiz Pinto/Agência O Globo.


Com o aumento do tráfego de veículos, as passarelas passam a ser essenciais para a travessia da via com segurança. Foto Frederico Rosário.



A Linha Vermelha é construída como solução para desafogar o trânsito da Avenida Brasil. Foto Ignacio Ferreira.


O carioca passa a conviver com as enchentes na rodovia. Carros enguiçam nas áreas alagadas, na altura de Vigário Geral. Foto: Mirizilda Cruppe.


Moradores invadem prédios abandonados ao longo da via, como o da loja de autopeças Borgauto, em Bonsucesso. As favelas ocupam boa parte da avenida. Foto Gustavo Stephan /Agência O Globo.


.
.

Fonte: .Jornal O GLOBO
.
.
Obrigado pela contribuição involuntária, Marcus!

__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!

Tncareca liked this post

Last edited by sharles38; July 8th, 2012 at 10:36 PM.
sharles38 no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old July 8th, 2012, 04:14 PM   #2
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Avenida Brasil vai ganhar 12 mil novos empregos

Revitalização e política de redução de impostos fazem parte de projeto de instalação ou expansão de empresas ao longo da via

Rio - A revitalização econômica da Avenida Brasil, além de mudar o aspecto da região em que ela passa, vai gerar mais de 12 mil empregos ao longo dos 58 quilômetros da via expressa até 2016. As vagas de trabalho serão resultado de programa com 35 projetos de instalação ou expansão de empresas na principal porta de entrada para o Rio.

O novo cenário é reflexo da política de atração de empresas promovida pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Para fazê-las aproveitarem os terrenos vazios ou galpões abandonados, o estado oferece uma redução do ICMS de 19% para 1% e 2%, dependendo do ramo de atividade.

Entre as empresas beneficiadas pelo programa estadual RioLog, destacam-se as dos setores de alimentos, moda e distribuição de mercadorias. Os bairros de Bonsucesso, Penha, Irajá e Campo Grande foram os que mais receberam companhias.

Com um investimento de R$ 140 milhões, o Grupo Hermes, por exemplo, ampliou o seu centro de distribuição em Campo Grande e promete abrir mais 1.600 vagas.

“Existem dois vetores importantes na Avenida Brasil. No final, em Santa Cruz e Itaguaí, com grandes indústrias. E, no início, com o porto e as distribuidoras. Os incentivos atendem especialmente empresas atacadistas, de comércio eletrônico, telemarketing e logística”, explica o secretário Julio Bueno.

Os shoppings Jardim Guadalupe e Via Brasil, inaugurados ano passado, fazem parte da revitalização. Uma das que aproveitaram a chance foi Cíntia Santos, 30 anos, que até novembro demorava quatro horas de casa para o trabalho e vice-versa. Moradora de Guadalupe, na Zona Norte, ela trabalhava no Centro como operadora de telemarketing. Hoje, a qualidade de vida melhorou.

“Consegui emprego de supervisora do SAC no shopping Jardim Guadalupe, a duas quadras de casa. Vou e volto a pé. Várias pessoas que moram na região trabalham nas empresas que surgiram por aqui", contou.

Desde 2010, mais de mil empresas

Diretor de Operações do grupo Saphyr, que administra o shopping Jardim Guadalupe, Márcio Araújo afirmou que a opção pelo bairro levou em conta o potencial de crescimento econômico da população e a existência de terrenos ociosos. O projeto foi anunciado em 2009, onde ficava a antiga fábrica do medicamento Melhoral.

Em oito meses de atividade, segundo Márcio Araújo, o empreendimento recebe uma média de 700 mil visitantes por mês, além das cerca das duas mil pessoas que trabalham ali.

O shopping é apontado pelos moradores como um local de entretenimento e para prestação de serviços.

Estudo da Federação do Comércio do Rio (Fecomércio) indica que, desde 2010, 1.707 estabelecimentos de todos os segmentos se instalaram nos bairros às margens da Avenida Brasil, gerando nove mil empregos diretos.

Deverão se instalar ao longo da via, empresas do porte da Arco-Sul Distribuidora de Alimentos, Leader.com e DS Log Calçados, entre outras.

De estaleiro a nova moradia

No Caju, a Petrobras está revitalizando o antigo estaleiro Ishibras-Inhaúma, para servir de como uma das bases de apoio ao pré-sal.

Implantação do maior condomínio logístico da América Latina, o CargoPark terá um terminal portuário com berço de atracação de 500 metros de extensão.

Também em Guadalupe, a MRV Engenharia obteve licença para implementar um projeto habitacional do ‘Minha Casa, Minha Vida’ com 1.050 unidades.

Conforme estudo da Agência Rio Negócios, o tipo de imóvel com alto potencial de aproveitamento está dividido em: galpão (79%), prédio (12%), terreno (8%) e outros (1%).

Com investimentos previstos de R$ 1,3 bilhão, o BRT Transbrasil deverá ter 31 quilômetros de extensão, 29 estações e fará integração com os BRTs TransCarioca e TransOlímpica.

BUSCA A ÁREAS COM POTENCIAL DE DESENVOLVIMENTO

Para promover a revitalização da Avenida Brasil, a Prefeitura do Rio investirá R$ 1,6 bilhão até 2016. A maior parte será aplicada na implantação do corredor expresso de ônibus Transbrasil. O município também alterou o Plano de Estruturação Urbana (PEU), permitindo a edificação multifamiliar, a subdivisão em lojas e salas comerciais, além da isenção de IPTU por cinco anos para quem investir no local.

Empresa de fomento do município, a Rio Negócios promoveu um estudo, em parceria com a Empresa Júnior de Geografia da Uerj, que identificou 1,5 milhão de metros quadrados de áreas de alto potencial para novos empreendimentos, com capacidade de gerar 7.500 empregos, nos 24 quilômetros iniciais da Avenida Brasil.

“Há uma convergência de iniciativas, pois a cidade precisa de espaço para crescer. Com o estudo, agora temos uma base sólida para atender aos investidores”, disse o diretor comercial da Rio Negócios Antonio Carlos Dias.

http://odia.ig.com.br/portal/economi...regos-1.460304
__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!
sharles38 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 04:30 PM   #3
lorrampaiva
Tenório, o cabra macho
 
lorrampaiva's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: Centro da Rosca (que buraco!)
Posts: 4,207
Likes (Received): 2993

Excelente tópico, Sharles!

A Avenida Brasil é uma das principais portas de entrada para a cidade do Rio. E para quem é de fora, infelizmente parece que a primeira impressão é a que fica. Que a revitalização do entorno da avenida saia do papel... Vai ser muito bom ver aquela região novamente pulsante.

Mas ainda assim, por enquanto é válida a guaribada que a Prefeitura está dando no trecho mais crítico da avenida (Caju - Trevo das Margaridas). Só tem uma coisa: nas pistas laterais, há trechos com pavimento em concreto, que se encontram em mau estado. Há algum problema em trocar o pavimento?
__________________
"VISITE UMA IGREJA EVANGÉLICA DOMINGO ÀS 19:00"
"SÓ JESUS EXPULSA IEMANJÁ DAS PESSOAS"
"BÚZIOS E CARTAS 3342-8101"
lorrampaiva no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 04:35 PM   #4
raffasoares
Rafael Soares
 
raffasoares's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Rio 450
Posts: 6,659
Likes (Received): 6096

Oi Oi Oi

raffasoares no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 04:50 PM   #5
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Quote:
Originally Posted by lorrampaiva View Post
Excelente tópico, Sharles!

A Avenida Brasil é uma das principais portas de entrada para a cidade do Rio. E para quem é de fora, infelizmente parece que a primeira impressão é a que fica. Que a revitalização do entorno da avenida saia do papel... Vai ser muito bom ver aquela região novamente pulsante.
Obrigado, Lorram! Sempre senti falta de um thread específico p/ essa avenida, principalmente depois de mudanças feitas no plano diretor para a região. A última notícia de criação de empregos foi o estopim.

Quote:
Originally Posted by raffasoares View Post
Oi Oi Oi

Oi oi oi oi ...
__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!
sharles38 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:09 PM   #6
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Obrigado Lorram e Raffa por prestigiarem esse mais novo grande acontecimento do SSC. Ohhhh!

Conto com a colaboração de vocês.
__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!

Last edited by sharles38; July 8th, 2012 at 05:42 PM.
sharles38 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:22 PM   #7
raffasoares
Rafael Soares
 
raffasoares's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Rio 450
Posts: 6,659
Likes (Received): 6096


Hahaha... agora sério, parabéns pela iniciativa do thread!

Lembrando do projeto do corredor BRT na Avenida, o Transbrasil (engraçado que no vídeo aparece como Transmetropolitano):

raffasoares no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:31 PM   #8
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Obrigado, Raffa!
__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!

Last edited by sharles38; July 8th, 2012 at 05:36 PM.
sharles38 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:31 PM   #9
Ap_Recife
Viva o Frevo
 
Ap_Recife's Avatar
 
Join Date: Apr 2004
Location: RECIFE
Posts: 29,991
Likes (Received): 6175

Faltou colocar o bairro do Divino.
__________________
RECIFE: Hub do Nordeste
Ap_Recife no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:44 PM   #10
castorino2010
Registered User
 
castorino2010's Avatar
 
Join Date: Oct 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 4,698
Likes (Received): 2762

Grande problema da Av Brasil é que boa parte de sua extensão é ocupada por industria e fabricas ( variando de pequenos á grandes portes).
Não dá nem para cogitarmos alguma iniciativa tímida de interesse imobiliário.

Em Irajá , por exemplo, mesmo com o Via Brasil Shopping á area não deslanchou em nenhum momento.

Até há na avenida Brasil alguns bairros da avenida que dá para revitalizar.
Em Guadalupe, por exemplo, estão lançando um mega condominio perto do jardim shopping guadalupe.
castorino2010 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 05:51 PM   #11
castorino2010
Registered User
 
castorino2010's Avatar
 
Join Date: Oct 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 4,698
Likes (Received): 2762

edit
__________________

Eduarqui liked this post

Last edited by castorino2010; October 9th, 2013 at 04:49 PM.
castorino2010 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 07:32 PM   #12
pmoretzs
Registered User
 
pmoretzs's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Rio de Janeiro
Posts: 6,654
Likes (Received): 2957

Boa iniciativa, sharles, the 38th. Parabéns!

Esse thread tem tudo para bombar!
__________________

Eduarqui liked this post
pmoretzs no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 08:03 PM   #13
raffasoares
Rafael Soares
 
raffasoares's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Rio 450
Posts: 6,659
Likes (Received): 6096

raffasoares no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 08:27 PM   #14
geaquinto
neto de falcão pescador
 
geaquinto's Avatar
 
Join Date: Oct 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 1,863
Likes (Received): 1266

Ô Sharlinho, ficou maneiro o thread.
Só coloca o bairro Vasco da Gama, que também é cortado pela avenida.
__________________
Ajude a solucionar o transporte público do Rio acessando o blog Quero Metrô!
@p_dr_
geaquinto no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 09:07 PM   #15
Marcus Mendell
BANNED
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 2,393
Likes (Received): 671

Quote:
Originally Posted by sharles38 View Post
A Avenida Brasil é um dos principais logradouros da cidade do Rio de Janeiro.

(...)
Obrigado pela contribuição involuntária, Marcus!

Marcus Mendell no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 09:59 PM   #16
Potencial Brasil
Registered User
 
Potencial Brasil's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Rio de Janeiro/São Paulo
Posts: 556
Likes (Received): 61

Alguém sabe se aquela curva medonha da Avenida Brasil no trecho de cruzamento com a Linha Vermelha será retificada? Aquilo é um perigo...
Potencial Brasil no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 10:05 PM   #17
Marcio Carioca
.........................
 
Marcio Carioca's Avatar
 
Join Date: Mar 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 3,195
Likes (Received): 570

Moro pertinho.
Marcio Carioca no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 10:39 PM   #18
sharles38
357
 
sharles38's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 14,107

Quote:
Originally Posted by geaquinto View Post
Ô Sharlinho, ficou maneiro o thread.
Só coloca o bairro Vasco da Gama, que também é cortado pela avenida.
Muito obrigado! Já ta lá, Pedro.

Quote:
Originally Posted by pmoretzs View Post
Boa iniciativa, sharles, the 38th. Parabéns!
Obrigado, amigo!

Quote:
Esse thread tem tudo para bombar!
E tu acha que eu jogo pra perder, mermão?!

__________________
Que você encontre muitos gatinhos aí no céu, querida!

Last edited by sharles38; July 8th, 2012 at 10:49 PM.
sharles38 no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 10:43 PM   #19
Marcio Carioca
.........................
 
Marcio Carioca's Avatar
 
Join Date: Mar 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 3,195
Likes (Received): 570







Uma Avenida Brasil pouco conhecida até mesmo dos cariocas. No bairro onde termina, Santa Cruz, a avenida tem ares de estrada do interior.
__________________

Eduarqui liked this post
Marcio Carioca no está en línea   Reply With Quote
Old July 8th, 2012, 10:47 PM   #20
Marcio Carioca
.........................
 
Marcio Carioca's Avatar
 
Join Date: Mar 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 3,195
Likes (Received): 570







A avenida que tem 12 faixas de rolamento em boa parte de seu percurso termina assim, numa bifurcação.
Marcio Carioca no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 07:38 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu