daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Rodoviário



Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 7 votes, 5.00 average.
Old February 3rd, 2010, 02:31 PM   #1
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632

MS |CCR MSVia | MT | Rota do Oeste | BR-163

BR-163





A BR-163 é uma Rodovia Longitudinal do Brasil. Tem 1780 km de extensão, sendo que apenas 702 estão asfaltados. Liga os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Pará. É uma rodovia de fundamental importância para o escoamento da produção da parte paraense da Região Norte e norte da Região Centro-Oeste do Brasil.
É a rodovia que integra o Centro Norte do Brasil ao Centro Oeste e Sul do Brasil, asfaltada do Sul para o norte até Guarantã do Norte, MT, a 702 km de Cuiabá, MT, dai sentido Santarém, PA, são 1152 km de estradas de chão.

Cuiabá-Santarém

A Cuiabá-Santarém liga a capital do Mato Grosso, Cuiabá, a Santarém, no Pará. A estrada atravessa uma das regiões mais ricas do País em recursos naturais e potencial econômico, sendo marcada pela presença de importantes biomas brasileiros, como a Floresta Amazônica e o Cerrado e áreas de transição entre eles, além de bacias hidrográficas importantes, como a do Amazonas, do Xingu e Teles Pires-Tapajós.
Os serviços nesse trecho serão divididos em 2 lotes. O lote 1 compreende o segmento que vai da divisa do Mato Grosso com o Estado até o município de Novo Progresso. Serão contemplados 318 quilômetros. Para este lote, as obras foram avaliadas em R$ 20,6 milhões.
O Lote 2 segue do município de Novo Progresso até o início do trecho pavimentado da rodovia. Os serviços de manutenção se estenderão por 344 quilômetros a um custo total de R$ 22,7 milhões.
A partir de 2009, a BR-163 irá contar com o policiamento de mais 340 agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a qual já conta com bases espalhadas pela rodovia, além das que estão em fase de construção para receber os novos policiais.

Conservação no Mato Grosso

Segundo o DNIT, a Rodovia possui, em novembro de 2010, 6 contratos de Manutenção/Conservação, 3 de Restauração e 3 de Construção/Pavimentação, além de 13 convênios, na sua maioria com Prefeituras Municipais; um desses convênios é com o 9º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército Brasileiro, que pavimenta o trecho entre Guarantã do Norte e a divisa entre o Mato Grosso e o Pará.


Fonte: Wikipédia

Imagens


Trecho próximo a Rurópolis/PA


Trecho próximo a Cachimbo/PA


Trecho Urbano em Lucas do Rio Verde/MT


Trecho próximo a Cuiabá/MT


Trecho próximo a Coxim/MS


Trecho próximo a Naviraí/MS


.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO

Last edited by RobertoBarrich26; February 13th, 2010 at 08:08 PM.
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old February 3rd, 2010, 02:33 PM   #2
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632

BR-163 vai deixar de ser armadilha para motoristas


Da Editoria/Jornal O Documento



Depois de décadas expondo motoristas e moradores da região aos mais complexos perigos e problemas, o governo federal sinaliza avançar mais rapidamente nas obras do trecho da BR-163 que liga Mato Grosso a Santarém (PA), a chamada Cuiabá-Santarém, a partir de Guarantã do Norte, no extremo norte de MT. Ao todo, a rodovia possui atualmente 1.765 km sem pavimentação, o que tem prejudicado o escoamento da safra agrícola de principalmente os municípios de Mato Grosso, que são obrigados a utilizar outros corredores rodoviários, mais longos e com fretes mais altos, para vender seus produtos para o exterior.

Na última semana, o diretor geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), o mato-grossense Luiz Antônio Pagot, informou que até o final de 2010 cerca de 500 quilômetros da rodovia estarão concluídos. Ele disse que isso inclui os 87,19 km da via ainda sem asfalto localizados entre o município de Nova Santa Helena (MT) e a divisa com o Pará.

“Até o final do ano alguns trechos em Mato Grosso já estarão prontos, além de cerca de 500 quilômetros localizados no Pará. Neste último estado iniciamos 2010 faltando seis blocos de obras. Quatro estão com o processo licitatório quase concluído e outros passarão por este estágio em fevereiro. Em maio estará tudo licitado e os canteiros de obras funcionando”, disse Pagot, durante visita a obras da rodovia, na última semana, no norte de MT.

As obras até a divisa com o Pará ficarão a cargo do 9º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército (9º BEC), sediado em Cuiabá. Além de atuar nesse último trecho, o 9º BEC conta ainda com outra frente de trabalho no trecho compreendido entre o entroncamento da BR-163 com a BR-230, a Transamazônica, até à cidade portuária de Itaituba, no rio Tapajós, numa extensão de 32 quilômetros. Deste total, quatro quilômetros já foram pavimentados.

Para executar esta obra – que inclui ainda quatro pontes, das quais duas já construídas - estão destacados atualmente cerca de 350 homens no acampamento militar de Miritituba (distrito de Itaituba), com previsão de conclusão em setembro deste ano. Por se localizar mais próximo que Santarém, o porto de Itaituba poderá ser uma opção mais rápida para o escoamento da safra agrícola mato-grossense, a partir do rio Tapajós e de lá seguindo rumo ao porto de Santarém, com saída para o Atlântico.

As obras que serão tocadas pelo 9º BEC foram paralisadas temporariamente no último mês de dezembro por falta de recursos, restando um trecho de apenas 24 quilômetros para chegar à Serra do Cachimbo (PA). Até agora, foram aplicados R$ 46 milhões nas obras de pavimentação já realizadas, incluindo o serviço de terraplanagem até aquela região.

Lama e atoleiros surpreendem motoristas ao longo da via

O estado de calamidade em que se encontra grande parte da rodovia, abandonada pelos últimos governos federais, torna os trechos sem pavimentação da rodovia praticamente intransponíveis em épocas de chuvas na região. Os motoristas que se aventuram em passar pelo lamaçal formado na via no chamado “período das águas”, correm o risco de passar dias atolados em meio a verdadeiras crateras formadas na rodovia, danificar seriamente seus veículos e perder por completo as cargas, quando estas são formadas principalmente por produtos perecíveis, como frios, lácteos, frutas e hortigranjeiros.

Grande parte do entorno dos atoleiros da Cuiabá-Santarém é desabitado, o que torna mais complicada a situação dos motoristas que caem nas “armadilhas” da via e buscam socorro. O único movimento diário ao longo da estrada é o de tratores, cujos donos faturam com o trabalho diário de socorrer automóveis, ônibus , carretas e caminhões que são surpreendidos pela lama e barro ao longo de uma das viagens mais temidas do País. Frete deve ser reduzido em até 30 dólares

Com a pavimentação total da Cuiabá-Santarém, a expectativa, segundo a Aprosoja (Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado), é de que, dentro de aproximadamente dois anos, Mato Grosso esteja exportando 10 milhões de toneladas de soja via Porto de Santarém, 1.150% a mais das 800 mil toneladas que se exporta hoje pelo porto - o terminal tem capacidade hoje para exportar apenas 2 milhões de toneladas. Além do que, espera-se que a nova rota rodoviária contribua para baratear o frete em até 30 dólares por tonelada, tanto para exportar a produção quanto para receber insumos que vêm de outros países. Obras beneficiarão 35 municípios de MT

O percurso total da Cuiabá-Santarém a ser asfaltado integra o Plano de Desenvolvimento Sustentável para a Área de Influência da BR-163, que engloba 65 municípios do Pará, 35 de Mato Grosso e 5 do Amazonas. A área que compreende essas cidades totaliza 974 mil metros quadrados. O projeto está orçado em R$ 1,6 bilhão.

Segundo o governo federal, com a execução do plano, que envolve ações ambientais e de ocupação populacional, e a pavimentação de toda a extensão da Cuiabá-Santarém, Mato Grosso estará integrado a um dos maiores eixos de escoamento envolvendo os estados de MT, PA e AM. No tráfego de produtos mato-grossenses, serão mais de R$ 2 milhões em commodites brasileiros transportados pela frota do estado, considerando o grande fluxo no comércio de gado, madeira, alimentação, grãos, e outros, que irão subir e descer a Cuiabá-Santarém

Os recursos para pavimentação da BR-163 estão incluídos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). No Estado vizinho, já há vários locais em que estão sendo feitos aterramentos com bases de concreto e obras que permitem o trânsito de animais de um lado para o outro da rodovia. No começo da época da seca, vários trechos ao longo da via, no estado do Pará, devem a receber asfalto, principalmente na região dos municípios de Novo Progresso e Morais de Almeida.

A conclusão da estrada federal até o porto de Santarém há muito tempo vem sendo esperada pelos produtores de grãos das regiões Médio-Norte e Norte de Mato Grosso. Com o acesso até o porto totalmente pavimentado, o produtor do estado ganhará mais competitividade, já que o corredor permitirá que o frete seja barateado em até 30 dólares por tonelada. A economia vale tanto para a exportação da produção local, como para quem busca insumos para o campo importados de outros países.

Jornal O Documento


.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2010, 02:59 PM   #3
Sr. Mauá
Estamos por aí....
 
Sr. Mauá's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Mauá - SP
Posts: 2,655
Likes (Received): 33


Bela Idéia Roberto!!

Mando aqui minha contribuíção:


Quote:
O desafio da rodovia BR-163

São 1.780 quilômetros de estrada atravessando uma das regiões mais ricas da Amazônia e do País em recursos naturais, potencial econômico, diversidade étnica e cultural, com a presença de biomas como a Floresta Amazônica, o Cerrado e áreas de transição entre eles, além de bacias hidrográficas importantes, como a do Amazonas, do Xingu e Teles Pires-Tapajós. A rodovia BR-163, que liga Cuiabá (MT) a Santarém (PA), foi aberta nos anos 1970 como mais uma das grandes obras de infra-estrutura projetadas pela ditadura militar para pretensamente tentar integrar a Amazônia à economia nacional.
O asfaltamento da estrada ainda não foi concluído – restam ser pavimentados 953 quilômetros entre Nova Mutum (MT) e Santarém (PA) –, mas tornou-se, nos últimos anos, reivindicação de vários setores econômicos regionais, os quais alegam que a obra poderia facilitar e baratear o escoamento da produção agropecuária do norte do Mato Grosso, um dos pólos mais dinâmicos do País no cultivo de grãos, em direção ao rio Amazonas. Além disso, segundo empresários e políticos, a pavimentação da rodovia também poderia encurtar o transporte dos produtos eletro-eletrônicos produzidos na Zona Franca de Manaus até os grandes centros da região Sul. Por outro lado, agricultores familiares reivindicam políticas e ações que se antecipem à obra para garantir os benefícios que ela promete.
Por todos esses fatores, o asfaltamento da BR-163 é um desafio para os movimentos sociais, ONGs, instituições de pesquisa, sindicatos e outras organizações da sociedade civil que defendem um modelo de desenvolvimento sustentável para a Amazônia.

Foto: Rosana Gasparini/ISA

Trecho entre Sinop e Matupá (ano de 2000) da rodovia que se tornou um desafio para o desenvolvimento sustentável

Apesar da abertura da estrada ter sido finalizada em 1972, com 984 km no Estado do Pará e 772 km no Estado do Mato Grosso, um trecho de 956 km ainda não foi pavimentado. No Mato Grosso, grande parte da rodovia encontra-se asfaltada, porém alguns trechos estão em péssimo estado de conservação. Já os 784 km localizados no oeste paraense, da divisa com o Mato Grosso até a cidade de Rurópolis, nunca receberam asfalto e foram incluídos no projeto atual da obra. Além deste trecho, ainda está previsto o asfaltamento de mais 32 km que ligam o entroncamento com a BR-230 (rodovia Transamazônica) à localidade de Miritituba, nas margens do rio Tapajós, próximo à cidade de Itaituba.

Fonte/Link: http://www.socioambiental.org/esp/BR163

Fotos: www.mtaqui.com.br





__________________
Mauá - SP

Last edited by Sr. Mauá; February 3rd, 2010 at 03:06 PM. Reason: Fotos e Links Acrescentados
Sr. Mauá no está en línea   Reply With Quote
Old February 4th, 2010, 12:05 AM   #4
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632



Eu só não entendo como essa importante via de escoamento da produção brasileira ainda não está em pleno funcionamento... isso iria gerar mais e mais divisas para o país... sem falar que fortaleceria um dos importantes portos interioranos de nosso país... o porto de Santarém...

o Brasil tem muito a aprender ainda sobre logistica!!!
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old February 5th, 2010, 01:18 AM   #5
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Breda<->'s-Hertogenbosch<->Eindhoven triangle
Posts: 19,635
Likes (Received): 6162

Esse trecho entre Sinop e Matupá, que aparece na foto, já foi pavimentado faz tempo.
__________________
"For every complex problem there is a solution that is simple, clear and wrong."
Suburbanist está en línea ahora   Reply With Quote
Old February 5th, 2010, 01:56 AM   #6
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632



Está "asfaltado" até 40 km depois de Guarantã do Norte... se não me engano.. faltando pokinho pra entrar no Pará já!!!!
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old February 5th, 2010, 12:56 PM   #7
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Breda<->'s-Hertogenbosch<->Eindhoven triangle
Posts: 19,635
Likes (Received): 6162

Quando a BR-163 estiver pronta, e acho que agora realmente ela sai, a pressão para asfaltar a BR-230 crescerá e finalmente, espero, o Oeste do Pará será tirado do isolamento não só com o MT como com o restante do estado.
__________________
"For every complex problem there is a solution that is simple, clear and wrong."
Suburbanist está en línea ahora   Reply With Quote
Old February 9th, 2010, 05:12 PM   #8
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632

Obras de duplicação da BR 163/364 devem começar ainda este ano




Depois de dois anos de paralisação na análise do projeto da duplicação das BRs 163/364, nos 450 quilômetros que correspondem ao trecho entre Rondonópolis e o Posto Gil, o Ibama delegou no início deste ano à Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema) de Mato Grosso o licenciamento ambiental da obra, e na noite desta segunda-feira (08.02) foi realizada no município de Rosário Oeste (a 98 quilômetros ao Norte) a primeira audiência pública naquele município para apresentação do Relatório de Controle Ambiental à população local.

O vice-governador Silval Barbosa esteve presente na audiência junto com o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte em Mato Grosso (Dnit), Rui Barbosa Egual, os técnicos responsáveis pelo relatório da Sema e prefeitos dos municípios de Nobres, Acorizal, Jangada, expondo para a população de Rosário Oeste, que lotava o cinema municipal (local da audiência), a importância da duplicação.

A justificativa dos prefeitos foi unânime ao citarem o porquê de quererem a duplicação, já que segundo ele o perigo de trafegar por essa rodovia é grande por conta do alto fluxo de veículos. Segundo o superintende do Dnit em Mato Grosso, os recursos da ordem de R$ 500 milhões para o início da obra foram garantidos pelo Governo Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ao todo, o projeto prevê a duplicação de 300 quilômetros da rodovia, dos quais 40 km já estão sendo duplicados e 260 km aguardam o licenciamento ambiental para serem licitados.

Para o vice-governador Silval Barbosa, foi de extrema importância para e efetivação da obra que a competência de licenciamento ambiental passasse do Ibama para a Sema. “A nossa intenção é que essa BR se torne um canteiro de obras até o fim do ano. Se nós conseguirmos liberar a licença, e o projeto for concluído até maio por exemplo, o Dnit já pode automaticamente licitar a obra como previa, em 9 lotes. Isso quer dizer que serão nove frentes de trabalho e a obra será concluída com muita rapidez”, disse.

Por se tratar de uma duplicação em trechos que estão dentro da chamada faixa de domínio (40 metros para direita e 40 metros para esquerda a contar do centro da rodovia), o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental são substituídos pelo Relatório de Controle Ambiental. De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) os pedidos para o licenciamento ambiental haviam sido enviados ao Ibama no início de 2008, porém só saiu do papel quando passou a ser de competência da Sema. O Dnit deve realizar as licitações no primeiro semestre deste ano, com previsão de término total das obras até o final de junho de 2012.

O Documento
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old February 9th, 2010, 05:26 PM   #9
Metropolitano Manaus
Destruindo argumentos
 
Metropolitano Manaus's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Manaus
Posts: 5,602
Likes (Received): 692



Atoleiro profundo esse aó ,uma verdadeira aventura de altissimo risco ...
Espero que isso seja logo solucionado ...

É preciso uma melhor integração do Oeste do Pará com o MT e o restante do Brasil , agora me recordo da BR 319 que está em condições semelhantes por 405 Km ..
__________________
Manaus, a Amazônia pulsa forte em 2014.
Metropolitano Manaus no está en línea   Reply With Quote
Old February 9th, 2010, 06:52 PM   #10
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,599
Likes (Received): 632

Quote:
Originally Posted by Metropolitano Manaus View Post


Atoleiro profundo esse aó ,uma verdadeira aventura de altissimo risco ...
Espero que isso seja logo solucionado ...

É preciso uma melhor integração do Oeste do Pará com o MT e o restante do Brasil , agora me recordo da BR 319 que está em condições semelhantes por 405 Km ..
A Amazônia em geral está nessa situação, ou bem próximo disso.... infelizmente...

Mas uma coisa devo confessar... ao menos no MT a situação das estradas vem melhorando e muito nos últimos ano...

...
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 01:29 AM   #11
Koil
Registered User
 
Join Date: Mar 2008
Posts: 10
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by Sr. Mauá
Essa foto é bonita ein
Koil no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 03:06 AM   #12
Hello_World
Go Brazil!
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 6,107
Likes (Received): 3484

Bom eu nao conheço a região, mas

não seria melhor construir uma ferrovia?
Hello_World no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 01:30 PM   #13
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Breda<->'s-Hertogenbosch<->Eindhoven triangle
Posts: 19,635
Likes (Received): 6162

Não. Ferrovias servem apenas para transporte de alta capacidade entre pontos distantes. Há muitos pequenos vilarejos e ramais rodoviários auxiliares.

No estado do MT já existem cidades consolidadas até 40km da divisa de estado com o Pará, é uma área totalmente ocupada.
__________________
"For every complex problem there is a solution that is simple, clear and wrong."
Suburbanist está en línea ahora   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 01:41 PM   #14
Grande Manaus
O amor pelo Amazonas
 
Grande Manaus's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Posts: 13,446
Likes (Received): 270

Quantos Kms são de Santarém até a divisa do Estados do Para com o Mato Grosso?
__________________
6 anos anos de SSC


Grande Manaus no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 01:47 PM   #15
Grande Manaus
O amor pelo Amazonas
 
Grande Manaus's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Posts: 13,446
Likes (Received): 270

Quantos Kms são de Santarém até a divisa do Estados do Para com o Mato Grosso?
__________________
6 anos anos de SSC


Grande Manaus no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 01:55 PM   #16
Grande Manaus
O amor pelo Amazonas
 
Grande Manaus's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Posts: 13,446
Likes (Received): 270

Pelo menos a situação dessa BR esta bem adiantada quanto a liberação para recuperação ,icenciamento ambiental concedido .etc

Já a nossa BR-319 (Manaus -Porto Velho ) uma novela sem um capitulo final ..
__________________
6 anos anos de SSC



Last edited by Grande Manaus; February 14th, 2010 at 03:00 PM.
Grande Manaus no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 10:34 PM   #17
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Breda<->'s-Hertogenbosch<->Eindhoven triangle
Posts: 19,635
Likes (Received): 6162

1.040. Cerca de 160km já estão asfaltados.
__________________
"For every complex problem there is a solution that is simple, clear and wrong."
Suburbanist está en línea ahora   Reply With Quote
Old February 10th, 2010, 11:56 PM   #18
CampoGrandense
CGr / MS / C-O / BR
 
CampoGrandense's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Campo Grande/MS
Posts: 11,547
Likes (Received): 1329

Manchetes sobre a BR-163 em MS só em 2010:

Fevereiro
09/02 - Acidente envolvendo três carretas mata mulher na 163
07/02 - Colisão entre Scania e carro provoca uma morte na BR-163
06/02 - Susto: ciclista é atropelado na BR-163 em Dourados
02/02 - Morre terceiro PM envolvido no acidente na BR-163

Janeiro
31/01 - Acidente na BR-163 mata 1 e deixa 14 feridos
30/01 - Celta capota com três pessoas na BR-163
30/01 - Motociclista morre em acidente com caminhonete na BR-163
29/01 - Homem morre em colisão entre moto e Fusca na BR-163
27/01 - Homem fica ferido em colisão de carro e moto na BR-163
25/01 - Acidente na BR-163 deixa três feridos
24/01 - Aquaplanagem causa acidente envolvendo veículo Gol na BR-163
23/01 - Confirmadas duas mortes no acidente entre carro e caminhão na BR-163
22/01 - Condutor que capotou Ranger na BR-163 continua internado
13/01 - Capotamento na BR-163 deixa uma vítima
13/01 - Aquaplanagem causou capotamento de Golf na BR-163
10/01 - Empresário morre em acidente na BR-163
10/01 - Motociclista morre após ser atingido por carro na BR-163
09/01 - Acidente em Nova Alvorada do Sul envolve carro e moto
07/01 - Morre na Capital 6ª vítima do acidente na BR-163 em Caarapó
03/01 - Uno capota em São Gabriel após esvaziar pneu

Várias campanhas pela duplicação já foram feitas, entre elas a da OAB, Maçonaria, Rotary Club, etc.
CampoGrandense no está en línea   Reply With Quote
Old February 11th, 2010, 12:01 AM   #19
CampoGrandense
CGr / MS / C-O / BR
 
CampoGrandense's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Campo Grande/MS
Posts: 11,547
Likes (Received): 1329

Pra não dizer que nunca fizeram nada depois de asfaltada, implantaram acostamento em ALGUNS trechos (uau!) e terceira faixa em pouquíssimos lugares, faixas estas com comprimento desprezível frente a quantidade de caminhões que tem de se ultrapassar de uma vez.
CampoGrandense no está en línea   Reply With Quote
Old February 11th, 2010, 12:11 AM   #20
CampoGrandense
CGr / MS / C-O / BR
 
CampoGrandense's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Campo Grande/MS
Posts: 11,547
Likes (Received): 1329

Pra quem não se localizou, eis a BR-163:


Como podem ver, ela é a principal ligação entre as regiões produtoras agrícolas do Norte/Centro-Oeste (que estão entre as maiores produções do mundo) e os portos de Santos e Paranaguá. Com os recordes de produção de grãos e a forte expansão da cana, o tráfego de veículos pesados só aumenta. Em MS "afunila" os fluxos vindos do MT, sul de GO e o próprio MS.
CampoGrandense no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:48 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu