daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Porto > Projectos



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old October 17th, 2014, 12:49 AM   #1821
claudiopaçoscoelho
TransportsFan
 
claudiopaçoscoelho's Avatar
 
Join Date: Jul 2014
Location: Soue um gaijo do Pôrto
Posts: 1,843
Likes (Received): 510

Mas tudo bem que, e regressando ao assunto do CB, a Foz também é uma zona com grande potencial turístico e esse é o problema, pois obriga a conciliar o investimento nestes dois locais. Assim sendo, será difícil que ele se centre unicamente no CH. E, pensando desta perspectiva, é difícil avaliar o CB, pois se, por um lado obrigava a cortar em certos eventos na Baixa (juro que fiquei fulo quando, no último ano do Rio, não se realizou a feira do livro), por outro trazia vida à zona ocidental da cidade, por sinal também bastante turística.
claudiopaçoscoelho no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old October 17th, 2014, 10:59 AM   #1822
PRB
Registered User
 
PRB's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Porto
Posts: 1,255
Likes (Received): 333

Quote:
Originally Posted by smasher_marques View Post
É um risco? Desculpa mas acho que estás a exagerar largamente. O Porto não é uma cidade perigosa. Nem são esses sítios que referes. Claro que existem assaltos mas isso é em todo o lado. Mas nada de alarmante.
Não é perigosa, mas está muito longe de ser segura...
No outro dia saí à noite, e não vi um único policia... Mas é a velha história, estamos em crise e tem que se cortar em todo o lado...
A sorte do Porto é de no geral ter um bom ambiente noturno, mas há sempre quem queira armar confusão...
PRB está en línea ahora   Reply With Quote
Old October 17th, 2014, 11:21 AM   #1823
claudiopaçoscoelho
TransportsFan
 
claudiopaçoscoelho's Avatar
 
Join Date: Jul 2014
Location: Soue um gaijo do Pôrto
Posts: 1,843
Likes (Received): 510

Quote:
Originally Posted by PRB View Post
Não é perigosa, mas está muito longe de ser segura...
No outro dia saí à noite, e não vi um único policia... Mas é a velha história, estamos em crise e tem que se cortar em todo o lado...
A sorte do Porto é de no geral ter um bom ambiente noturno, mas há sempre quem queira armar confusão...
E sempre nas necessidades mais básicas e importantes...
claudiopaçoscoelho no está en línea   Reply With Quote
Old October 17th, 2014, 09:19 PM   #1824
Andre_Filipe
Registered User
 
Andre_Filipe's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Porto
Posts: 5,225
Likes (Received): 873

Hotel Tiara Park Atlantic integra grupo IHG e passa a ser Crowne Plaza Porto

Porto, 16 out (Lusa) -- A InterContinental Hotels Group (IHG) inaugurou hoje o hotel Crowne Plaza Porto, na Avenida da Boavista, nova designação adotada pelo Tiara Park Atlantic Porto na sequência do acordo de gestão assinado por 25 anos entre a Hotelgal e o IHG.

Este acordo de gestão entre a Hotelgal SA (subsidiária do Global Hotels & Resorts) e o IHG incluiu também o Tiara Park Atlantic Lisboa, que se irá tornar InterContinental Lisboa.

Em comunicado, o IHG adianta que o hotel, que assinala 30 anos em 2014, "está a ser alvo de uma intensiva remodelação", pretendendo afirmar-se como "o melhor destino da cidade no segmento empresarial".

Segundo adianta, com vista à implementação dos valores e normas de serviço do grupo "todas as áreas estão a ser melhoradas com equipamentos e tecnologias de ponta e está a ser conduzida uma intensiva formação dos colaboradores".

Para o diretor do hotel, que acumula agora o cargo com a direção que já detinha do congénere InterContinental Porto, "a implementação da marca Crowne Plaza, reconhecida em todo o mundo, no Porto irá contribuir para reforçar o posicionamento da cidade como destino para turismo de negócios e eventos empresariais".

"O objetivo do IHG é posicionar o Crowne Plaza Porto como o melhor hotel da cidade neste segmento", sustenta Eric Viale.

O Crowne Plaza Porto dispõe de 232 quartos de luxo, entre os quais 29 quartos Club, 53 quartos superiores e 42 suites, um ginásio e 11 salas de reuniões equipadas para eventos.

As melhorias em curso a nível das infraestruturas abrangem a fachada e algumas "áreas estratégicas" do hotel, estando, segundo a IHG, previstas "para breve" intervenções nas áreas comuns.

Atualmente existem cerca de 400 hotéis Crowne Plaza em todo o mundo.
Andre_Filipe no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2014, 07:12 AM   #1825
smasher_marques
Registered User
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 2,405
Likes (Received): 82

Quote:
Originally Posted by PRB View Post
Não é perigosa, mas está muito longe de ser segura...
No outro dia saí à noite, e não vi um único policia... Mas é a velha história, estamos em crise e tem que se cortar em todo o lado...
A sorte do Porto é de no geral ter um bom ambiente noturno, mas há sempre quem queira armar confusão...
Eu moro a 6 anos na zona da Areosa. Tirando as rondas, de carro, é uma outra operação stop nunca vi por lá policia. No entanto só ao fim destes 6 anos se passaram mesmo la problemas, com os Gunas da Areosa que creio terem ouvido falar. No entanto sempre me disseram que aquela zona era perigosa, sempre. Com a baixa a história acaba por ser a mesma.
smasher_marques no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2014, 10:40 AM   #1826
claudiopaçoscoelho
TransportsFan
 
claudiopaçoscoelho's Avatar
 
Join Date: Jul 2014
Location: Soue um gaijo do Pôrto
Posts: 1,843
Likes (Received): 510

Não sei em que zona da Areosa isso se passa, mas se for ao pé da Rotunda, não creio que sja um caso comparável de todo ao CH. É que na zona da Areosa há um grande movimento de pessoas, no CH não (Atenção que me estou a referir apenas às zonas da Sé, da Vitória e de Miragaia, não me estou a referir à Ribeira), tirando os próprios habitantes. Nas zonas mais movimentadas é muito mais difícil assaltar alguém sem passar despercebido, pelo que é necessário um grupo com uma organização mais ou menos para o fazer com algum sucesso (algo que acontece muito na Lapa, por exemplo, e dá-me a impressão que é o que acontece também na Areosa), já nas zonas menos movimentadas não é preciso muito, basta um indivíduo mais ingénuo e explorador passar por elas que é uma presa fácil para qualquer um que lhe queira chegar ao pêlo. Como não costuma haver muito movimento nessas zonas à excepção dos próprios habitantes (que, por norma, têm um sentido de camaradagem enorme mas um sentido de desconfiança para com os forasteiros, é assim que funciona nos bairros) os ataques nessas são muitas vezes abafados (principalmente se alguém ameaçar a vítima, caso ela pretenda queixar-se a alguém). Ora, isto é muito mais comparável a zonas como Ramalde e Campanhã, por exemplo. Só que essas zonas são periféricas, não é tão grave que situações destas lá aconteçam, porque ninguém lá vai para fins turísticos (a não ser que seja alguém que goste de ver um amontoado de prédios), agora no CH, zona classificada património mundial e um potencial turístico enorme, é lamentável existirem residentes com mentalidades dessas.
claudiopaçoscoelho no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2014, 01:49 PM   #1827
sima0
Registered User
 
Join Date: Jul 2014
Location: Porto
Posts: 31
Likes (Received): 4

Está bem longe de ser segura especialmente para quem por vezes se desloca sozinho e anda no metro depois de determinadas horas. Não é um são paulo ou caracas, mas acho piada ver os responsáveis da cidade dizer na tv que é uma cidade amiga e segura para novos e velhos. Fiz voluntariado num centro social em paranhos e quase metade dos idosos já tinham sido assaltados, não podiam ter sequer telemóveis. Querem tapar o sol com a peneira enquanto isso os gunas da areosa não vão tendo faltas de telefones lol
sima0 no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2014, 06:10 PM   #1828
Tchokan
SSC Portugal
 
Tchokan's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Coimbra | Ponta Delgada | Porto
Posts: 1,782
Likes (Received): 524

Quote:
Originally Posted by Andre_Filipe View Post
Hotel Tiara Park Atlantic integra grupo IHG e passa a ser Crowne Plaza Porto
Por acaso reparei que tinham mudado a designação no topo do edifício...
__________________
Tchokan Coimbra 1996
Tchokan no está en línea   Reply With Quote
Old October 18th, 2014, 06:11 PM   #1829
Tchokan
SSC Portugal
 
Tchokan's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Coimbra | Ponta Delgada | Porto
Posts: 1,782
Likes (Received): 524

Quote:
Originally Posted by ERVATUGA View Post
Pal, vai a uma loja FNAC no serviço de fotografia, normalmente eles devem ter alguma informação.
Tenho que tratar disso...
__________________
Tchokan Coimbra 1996
Tchokan no está en línea   Reply With Quote
Old Yesterday, 08:49 PM   #1830
Lino
'tou na lua...
 
Lino's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Coimbra
Posts: 29,646
Likes (Received): 1914

a Baixa tem a esquadra de polícia de turismo junto ao hard club e outra creio que junto à CMP.... de resto é um facto, polícia é só em dias de maior movimento e mesmo assim... nunca vi lá grandes cenas, mas por sorte pois depois há a malta que começa a meter nojo depois de uns copos. E ali pela zona do Piolho - Cordoaria daria um jeitaço, em especial.
__________________
Coimbra tem mais encanto na hora da... chegada!
Briosa!
Lino no está en línea   Reply With Quote
Old Yesterday, 10:05 PM   #1831
Andre_Filipe
Registered User
 
Andre_Filipe's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Porto
Posts: 5,225
Likes (Received): 873

Maia quer Loja do Cidadão no concelho

O presidente da Câmara da Maia, Bragança Fernandes, defendeu a instalação de uma Loja do Cidadão no centro do concelho, num dos “espaços arrendados ao Estado”, sugerindo o edifício do tribunal.

No âmbito da inauguração do primeiro Espaço do Cidadão no concelho, na freguesia da Maia, o autarca declarou que, a Maia, enquanto “órgão facilitador” vai ter quatro espaços do Cidadão até ao final de 2015, mas justifica-se ter também uma Loja do Cidadão.
O espaço ontem inaugurado no edifício da junta de freguesia da Maia disponibiliza cerca de 50 serviços à população relacionados com a Segurança Social, ADSE, Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT) ou o Portal do Cidadão, entre outros.
“Estamos na primeira linha de implementação destes espaços na cidade”, declarou à agência Lusa Bragança Fernandes, acrescentando que este espaço na freguesia da Maia é gerido pela junta.
O autarca salientou ainda que a preocupação da autarquia é servir cada vez melhor os munícipes, dotando as juntas de freguesia de valências que permitam responder às suas necessidades
O atual balcão de serviços em Águas Santas vai passar a ser um Espaço do Cidadão, conceito que será alargado em breve às freguesias de Moreira e Câstelo.
Apesar da abertura de quatro Espaços de Cidadãos na Maia, Bragança Fernandes garantiu que “todos os serviços públicos existentes vão manter-se”.

(c)Viva Porto
Andre_Filipe no está en línea   Reply With Quote
Old Yesterday, 10:12 PM   #1832
Andre_Filipe
Registered User
 
Andre_Filipe's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Porto
Posts: 5,225
Likes (Received): 873

Projeto de reabilitação dos painéis de azulejo de São Bento vence Prémio Brunel

A concurso estiveram 92 projetos, tendo sido premiados 30, de 11 países.

A acção de reabilitação dos painéis de azulejo na estação de São Bento conquistou o prémio Brunel de 2014, na categoria de estações, segundo avançou esta quinta-feira a Rede Ferroviária Nacional (Refer).
O galardão (que integra diferentes categorias) é atribuído de três em três anos e vem, agora, segundo frisou a entidade, reconhecer “o esforço e empenho” da empresa “na preservação e promoção deste importante património”. O concurso avaliou 92 projetos, distinguindo 30, de 11 países distintos. De recordar que, em 1998, a Refer venceu um prémio (atribuído à estação do Oriente) e duas menções honrosas (estação de Sintra e ponte sobre o rio Trancão). Há três anos, foi atribuído um prémio à nova ponte sobre o rio Sado.

(c)Viva Porto
Andre_Filipe no está en línea   Reply With Quote
Old Yesterday, 10:51 PM   #1833
Andre_Filipe
Registered User
 
Andre_Filipe's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Porto
Posts: 5,225
Likes (Received): 873

Cabos e parabólicas vão continuar pendurados nas paredes do Porto
A Câmara de Lisboa quer acabar com os inestéticos cabos de electricidade e telecomunicações nas fachadas dos edifícios da capital até Maio de 2017, mas a autarquia do Porto não tem qualquer projecto nesse sentido. O P24 indagou sobre o assunto e fotografou os cabos e as parabólicas que desfeiam as paredes da Invicta e que invadem mesmo a zona classificada como Património Mundial da Humanidade.


A autarquia da capital prometeu um plano para erradicar os novelos de cabos que os operadores telecomunicações por cabo têm vindo a colocar nas fachadas das casas, mas o vereador do Urbanismo da Câmara do Porto, o arquitecto Manuel Correia Fernandes, diz que “é complicado fazer todas as obras [necessárias para avançar] nesse sentido”.

O multiplicar de operadores de telecomunicações, que quase sempre contratam empresas externas para a colocação de cablagem, é o maior contributo para o excesso de tubagem e cabos visíveis, já que, na maior parte dos casos, as redes de gás ou de electricidade permanecem subterrâneas. Para o vereador do Urbanismo, que conversou ao telefone com o P24, “depende dos operadores irem tentando alterar isso”.

Correia Fernandes frisa que, sempre que possível, os cabos são colocados no subsolo. “Na Avenida da Boavista estão a ser feitas obras que também terão esse fim”, adianta. Quanto à possibilidade de serem feitas obras nesse sentido no centro histórico, “teriam de ser construídas imensas galerias técnicas, para além de ser um processo muito lento”, acrescenta o vereador.

O disseminar da televisão por cabo também é bem visível no centro histórico, começando as antenas parabólicas das operadoras a ser uma constante no “postal turístico” das fachadas da Ribeira.

Paulo Santos da Cunha, consultor de investimento imobiliário e um dos sócios da Swark, empresa de assessoria ao investimento imobiliário nas áreas históricas do Porto, reconhece que o município deveria desenvolver medidas e entende que, embora esta seja uma situação difícil de resolver, “é preocupante e descaracteriza o património”. O facto de o Porto ser uma cidade direccionada para o turismo é mais um ponto que, para Paulo Santos da Cunha, deveria ser tido em conta pela Câmara.

Tanto quanto o P24 pôde perceber, os proprietários que vêem a sua propriedade invadida pelos cabos não os podem retirar. Embora existam leis para o efeito, as empresas de comunicação podem colocar os cabos onde tiverem necessidade de o fazer. Contudo, se já existirem no local instalações dessa empresa, os técnicos terão de utilizar essas mesma instalações, acabando nesses casos por colocar menos cabos. Na ausência de legislação, “terá de ser feito um recurso ao senso comum”, entende Paulo Santos da Cunha.

As opiniões dividem-se quanto à existência ou não de legislação nesta matéria, pelo que o P24 não conseguiu apurar o tópico com precisão. João Castro Ferreira, investigador da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto e docente na Universidade Fernando Pessoa, diz ter ideia de que é preciso autorização dos proprietários para que possam ser colocados cabos. “Existem leis, o código civil tem que agregar o assunto”, disse ao P24, em conversa telefónica. “[Contudo], tenho a certeza de que o regulamento das instalações obriga os particulares a enterrar todas as entradas”, acrescentou.

Por outro lado, Manuel Correia Fernandes compara a situação a “ter autorização para abrir uma via aérea por cima da nossa propriedade”. “Se é preciso, tem de lá estar”, conclui.

João Castro Ferreira alerta ainda que “muitos dos cabos não estão sequer a ser utilizados: foram colocados, deixaram de ser precisos, mas obviamente ninguém veio nem vem tirar”.

O próprio vereador do Urbanismo mostra-se preocupado com a quantidade de queixas que já chegaram à Câmara Municipal do Porto. “Já recebemos bastantes, sim”, admite.

O P24 procurou, também, mas sem sucesso, saber o ponto de vista da Sociedade de Reabilitação Urbana Porto Vivo. “O assunto em apreço é da inteira e exclusiva responsabilidade da entidade Câmara Municipal do Porto, sendo que o mesmo estará certamente a ser devidamente analisado”, reiterou Fernando Guedes, do Secretariado da SRU, por email.

Para já, resta a insatisfação dos proprietários e a imagem de uma cidade “manchada” por cabos nas fachadas e antenas parabólicas em plena zona história.

(c)Porto24
Andre_Filipe no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 01:55 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu