daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Centro > Projectos



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old February 5th, 2009, 03:05 AM   #101
O Prof Godin
O Prof Godin
 
O Prof Godin's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Coimbra
Posts: 6,690
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by djou23;
Aveiro: Aprovado projecto para a maior intervenção urbana de sempre


O objectivo principal do Programa de Acção é o de promover, numa intervenção integrada, o aparecimento de um novo espaço cuja imagem e futura identidade se encontre directamente associada ao conceito da Sustentabilidade Urbana, no sentido em que as intervenções propostas procuram inovar nas soluções de desenvolvimento económico, ambiental e social e de tornar a área definida mais atractiva para viver, visitar, trabalhar e estudar.
…não ficas-te esclarecido com a memória descritiva do programa, Cidade…?
__________________
Curam habe de bono nomine: hoc enim magis permanebit, quam mille thesauri
pretiosi, e magni

É a própria vida que tem de mudar…

Crónicas de Coimbra,…país profundo…
O Prof Godin no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old February 6th, 2009, 10:54 PM   #102
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Aveiro: Concurso do Campus da Justiça avança em Março
O projecto do novo Campus da Justiça da cidade fica concluído e vai ser lançado a concurso até final de Março

O secretário de Estado Adjunto e da Justiça, José Conde Rodrigues, concluiu ontem o périplo pelo Baixo Vouga, com o anúncio de que o concurso para a construção do Campus da Justiça de Aveiro "está a ser preparado para lançar até final de Março".
Trata-se de um projecto que visa concentrar os vários tribunais dispersos pela cidade numa obra a edificar num terreno cedido há cerca de três décadas pela autarquia aveirense.
Depois de ter passado por Anadia e Estarreja, José Conde Rodrigues falava em Aveiro, onde verificou como estão a evoluir as obras de adaptação do antigo Convento das Carmelitas para albergar o novo Tribunal Administrativo e Fiscal de Aveiro, que o Ministério da Justiça pretende inaugurar a 14 de Abril, dia do arranque da reforma do mapa judiciário.
O presidente da Câmara Municipal de Aveiro, Élio Maia, mostrou-se convencido de “vai ser possível cumprir o prazo”. Os trabalhos de adaptação que, neste momento, decorrem no Convento das Carmelitas, vão custar 600 mil euros, uma verba suportada em partes iguais pela Câmara Municipal de Aveiro e pelo Ministério da Justiça.
O membro do Governo destacou que, no âmbito do novo mapa judiciário, está em curso "um investimento como nunca foi feito na recuperação e requalificação dos tribunais", e adiantou que, até Julho, devem ficar instaladas as duas grandes instâncias tributárias, em Lisboa e no Porto.
Por outro lado, vão transitar de Viseu os processos que são de Aveiro para aqui serem julgados. José Conde Rodrigues ressalvou que esta “é uma intervenção intercalar” e que, em conjunto com outras mais pequenas, visa dotar a cidade de Aveiro com as condições para ser a sede da Comarca do Baixo Vouga.
De resto, lembrou as pequenas obras de adaptação que estão em execução na antiga casa dos magistrados, que vai receber o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), criado no âmbito do novo mapa judiciário, bem como os serviços do Ministério Público, e no Palácio da Justiça, cujas instalações vão receber o novo Juízo de Comércio.
O governante informou que estas alterações visam servir o cidadão, pelo que estão a ser preparadas sessões de esclarecimento às populações.

Luís Ventura

Diário de Aveiro
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old February 9th, 2009, 03:07 PM   #103
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Estarreja | 08-FEV-2009 00:55
Impactes da barragem de Ribeiradio secundarizam consequências na Ria e campos agrícolas

A autarquia de Estarreja estranha que o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do Projecto de Aproveitamento Hidroeléctrico de Ribeiradio – Ermida tenha “secundarizado” as consequências da obra na Ria de Aveiro.

É um dos três pontos do parecer enviado à Agência Portuguesa do Ambiente em resposta ao período de consulta pública das barragens a construir no Rio Vouga entre Sever do Vouga e Oliveira de Frades.

“A área em estudo incide exaustivamente sobre o local onde se implantam as barragens, secundarizando o impacte desta obra na Ria de Aveiro”, lê-se no ofício da edilidade estarrejense.

O parecer adverte para “o facto inegável” das barragens terem “impactes negativos” sobre os ecossistemas aquáticos, porque alteram o natural fluxo da água e formam obstáculos à passagem de sedimentos para jusante, “contribuindo para a erosão costeira”.

Em segundo lugar, a Câmara considera não ter sido tido devidamente em conta “o impacte e articulação” da obra com o “Projecto de Desenvolvimento Agrícola do Vouga”.

Não aparecem, em concreto, “medidas de minimização durante a execução da obra que garantam caudal contínuo e suficiente à rega das zonas agrícolas do concelho de Estarreja” numa área que abrange também Albergaria-a-Velha e Aveiro.

Por último, o parecer alude à previsão de alterações climáticas que “irão reflectir numa progressiva diminuição dos recursos hídricos disponíveis, numa diminuição da qualidade da água e num significativo aumento das secas” nas regiões do Sul da Europa.

Como o “objectivo essencial” do projecto é a produção de energia, a autarquia teme que o “caudal ecológico” referido no EIA poderá vir a ser “drasticamente reduzido em épocas de seca,”, com implicações na rega dos campos agrícolas do Baixo Vouga Lagunar.

Outra consequência seria a diminuição do teor de humidade das áreas de sapal, integradas na Zona de Protecção Especial da Ria de Aveiro, o que é “essencial ao equilíbrio dos seus ecossistemas e à permanência das espécies protegidas que aí nidificam e se alimentam”.

Notícias de Aveiro
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old February 20th, 2009, 03:48 AM   #104
Andre_Filipe
On The Horizon
 
Andre_Filipe's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Posts: 12,282
Likes (Received): 5381

Governo está a repensar nova estação


O projecto de construção de uma nova estação ferroviária em Ovar afinal não está esquecido. A garantia foi dada, esta quarta-feira, pela secretária de Estado dos Transportes durante a inauguração das passagens desniveladas de Cortegaça e de Maceda.

A secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, adiantou, ontem, que o projecto de reabilitação da zona da estação ferroviária de Ovar, que inclui a construção de um novo edifício de passageiros, está longe de estar esquecido. A governante, que marcou presença na inauguração de duas passagens desniveladas superiores, uma em Cortegaça e outra em Maceda, explicou que o projecto está a ser alvo de ajustamentos. Isto porque o inicial previa uma obra "megalómana".

O projecto, planeado há cerca de seis anos entre a REFER, através da empresa filiada Invesfer, e a Câmara, previa, não só a construção de uma nova estação, mas também de um interface rodoviário, de um parque de estacionamento subterrâneo e ainda uma passagem desnivelada inferior junto da zona da Ponte Nova, que vai realmente ser construída. Tudo isto integrado num complexo de comércio, serviços e habitação com cerca de 8500 m2.

"O projecto que está agora a ser pensado melhora o enquadramento urbano em redor da estação, traz melhorias no atravessamento da via-férrea e aumenta, com isso, o nível de segurança", explicou Ana Paula Vitorino.

E foi também de segurança que se falou, ontem, na inauguração das referidas desniveladas, já que, com a sua abertura ao trânsito, podem agora ser fechadas à circulação automóvel, mas não aos peões, as passagens dos apeadeiros de Cortegaça e de Maceda.

Ao JN, o vereador das Obras Públicas, José Américo, adiantou que o reinício da obra de construção da passagem desnivelada superior de Arada, um acesso vital à zona industrial de Ovar, está previsto para 31 de Março.

A secretária de Estado esteve, também, em Águeda para assinar um protocolo com a Refer para a supressão de oito passagens de nível no concelho.
Andre_Filipe no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2009, 03:39 AM   #105
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Barragens contra a crise


Os projectos da Martifer e EDP para construir duas barragens hidro-eléctricas no Rio Vouga, Ribeiradio e Ermida, foram apresentados ontem em Sever do Vouga, têm um orçamento de 150 milhões de euros, terão um pico de 550 trabalhadores, 1.700 empregos indirectos, cuja construção começa em Junho e terminará em 2013

As duas barragens ficarão na linha da fronteira entre Sever do Vouga (Aveiro) e Oliveira de Frades (Viseu), e terão impactos regionais fortes - “é o maior investimento jamais feito nos dois concelhos”, segundo Manuel Soares. Mas o primeiro-Ministro, José Sócrates, puxou a importância da obra para “toda a economia nacional” e acrescentou que contribui “também para combater a crise internacional e os reflexos em Portugal, as barragens dão emprego a muita gente, dão uma oportunidade fundamental às pequenas e médias empresas, é um investimento que vem na melhor altura”. Além disso considera “um mito e um erro” dizer que as grandes obras públicas são apenas para as grandes empresas. “Estas barragens dão oportunidades de actividade a fundamentalmente pequenas e médias empresas, àquilo que é a economia local e regional. São essas empresas que vão ter oportunidades. Por isso estes investimentos, sendo importantes para o futuro de Portugal, vêm na melhor altura para dar oportunidades de emprego aos portugueses e de actividade às empresas”, disse.
Segundo o ministro da Economia, Manuel Pinho, são 700 empresas mobilizadas para os projectos hidroeléctricos que se encontram em fase de arranque ou já em curso.

Mais informação na edição em papel do Diário de Aveiro.
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2009, 05:19 AM   #106
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Aveiro | 20-FEV-2009 22:58
Acesso ferroviário pronto no último trimeste do ano – Ministro das Obras Públicos

O Porto de Aveiro vai ficar dotado de acesso ferroviário “no último trimestre do ano”, confirmou o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, durante a apresentação de investimentos na estrutura portuária

Uma comitiva governamental, na qual se incluiu, além do titular da pasta, o Primeiro-Ministro, observou, esta tarde, as obras de construção do ramal ferroviário.

Com nove quilómetros de extensão, entre a plataforma multimodal de Cacia (Linha do Norte) e o Porto de Aveiro, representa um investimento de 73 milhões de euros assumidos pela Refer.

Já em Setembro, ficará pronta a via de cintura portuária, ligando o porto comercial à A25 (2,5 quilómetros), com um custo de 7 milhões a cargo da Administração Portuária de Aveiro (APA).

O ministro Mário Lino aproveitou ainda a ocasião para anunciar o
lançamento do concurso para a melhoria das acessibilidades marítimas e o prolongamento do molhe Norte, em 200 metros. Um projecto de 30 milhões de euros.

“Estamos a melhorar as capacidades do porto, a atrair mais carga, a dar condições melhores de segurança e tráfego, a tornar mais rápido o escoamento e a assegurar a intermodalidade”, resumiu o governante elogiando a gestão da empresa que conseguiu fazer crescer a movimentação de mercadoria em 6% no último quando quando os portos europeus estão com médias em baixa.

“Período de ouro para o Porto de Aveiro”

“Investimentos aqui 175 milhões de euros. Nunca tivemos um período em 50 anos em que o Estado tivesse investido tanto no Porto de Aveiro. Os últimos três anos e meio significam um período de ouro para o Porto de Aveiro. Este investimento há muito que tardava. Acompanha o investimento privado, que ronda 67 milhões de euros. É um indicador importante para se avaliar a qualidade do investimento público”.

José Sócrates, Primeiro-Ministro.

“Um dos nossos”

“Para nós, senhor Primeiro-Ministro, é um homem de trabalho, determinado em que o País cresça e se desenvolva. É por isso que o sentimos como um dos nossos”.

Ribau Esteves, presidente da Câmara de Ílhavo


Notícias de Aveiro
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old February 21st, 2009, 05:21 AM   #107
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Inaugurada Plataforma Logística de Cacia e investimentos no Porto de Aveiro


2009-02-20
Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações

Plataforma Logística de Cacia e investimentos no Porto de Aveiro

Em 2015, o Porto de Aveiro terá uma capacidade de carga instalada de 8,5 milhões de toneladas, prevendo-se um crescimento do Volume de Negócios em 96%.

A Plataforma Logística Portuária de Cacia foi inaugurada no dia 20 de Fevereiro, numa cerimónia presidida pelo Primeiro-Ministro, José Sócrates, e com a participação do Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, e da Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino.

Representando um investimento público de 12,1 milhões de euros, visa assegurar o encaminhamento eficiente das mercadorias com origem e destino no porto de Aveiro, assim como contribuir para um alargamento do seu hinterland natural até à região de Castela e Leão.

O acto inaugural coincide com a apresentação pública de um significativo conjunto de obras, totalizando um investimento de 242,7 milhões de euros (175 milhões de natureza pública e 67,7 provindo de parceiros privados).

O Ramal Ferroviário de ligação do Porto de Aveiro à Linha do Norte e ligações ferroviárias internas; a Plataforma Logística Portuária de Aveiro/Pólo de Cacia; o Terminal Especializado para a Movimentação de Granéis Sólidos; o Terminal Especializado para a movimentação de Granéis Líquidos com Parque Logístico Adjacente e o Projecto de Melhoria das Acessibilidades Marítimas do Porto de Aveiro integram este impressionante leque de obras.

Interface entre Porto de Aveiro e Linha do Norte

A Plataforma Logística Portuária de Aveiro/Pólo de Cacia funcionará como interface entre o ramal ferroviário de ligação do Porto de Aveiro e a Linha do Norte. Tem uma área total de 9,8 hectares, sendo 6,3 destinados à fixação de actividades logísticas e à realização de operações ferroviárias de carga/descarga.

Esta Plataforma insere-se na Rede Nacional de Plataformas Logísticas, lançada pelo Governo em 2006, a qual pretende transformar Portugal numa Plataforma Atlântica de entrada de movimentos internacionais nos mercados ibérico e europeu e elevar o país no ranking dos centros de distribuição logística europeia.

Pretende-se com esta Rede racionalizar a actividade logística, ordenando o território e contribuindo para a atracção de novos agentes de mercado; fomentar a intermodalidade, valorizando as estruturas e redes existentes, potenciando o transporte ferroviário e o aproveitamento da capacidade portuária instalada; promover ganhos ambientais, reduzindo as emissões poluentes e concentrando actividades que se encontram dispersas e mal localizadas; contribuir para o desenvolvimento da economia nacional e de alguns espaços territoriais específicos, gerando emprego e novas formas de criação de riqueza; e aumentar competitividade, promovendo estruturas que potenciem o desenvolvimento da actividade de transportes, transformando em vantagem a nossa situação periférica, por uma aposta forte na frente portuária atlântica, com relevo, pelas suas capacidades, para os cinco grandes portos nacionais.

Novo Ramal ferroviário

Com uma extensão de 9 kms, o ramal ferroviário permitirá ao Porto de Aveiro oferecer aos agentes económicos um serviço intermodal de transporte ferro-marítimo.

Trata-se de uma infra-*estrutura crucial para a integração do Porto de Aveiro nas cadeias logísticas de transportes internacionais e para o aumento do seu hinterland natural até à região espanhola de Castela e Leão. Investimento público de 73 milhões de euros (Refer), com entrada em exploração prevista para o próximo ano.

Prevê-se um volume de negócios de meio milhão de euros em 2015, «ano-cruzeiro» projectado para este empreendimento.

Terminais de Granéis Sólidos e Líquidos

O Terminal Especializado para a Movimentação de Granéis Sólidos, já em exploração, representou um investimento de 42 milhões de euros, 32 a cargo da Administração do Porto de Aveiro (APA, S.A.), com o remanescente tendo origem na iniciativa privada.

Dotado de um cais com 750m de comprimento a fundos de -12m e terraplenos com uma área total de 26 hectares devidamente infra-estruturados (redes de serviços e ligação ferroviária), tem como principal objectivo aumentar a capacidade instalada do Porto de Aveiro para a movimentação de granéis sólidos e oferecer condições operacionais mais eficientes e mais atractivas para os agentes económicos, mormente através da oferta de condições para a recepção de navios de maior dimensão e de serviços ferroviários.

O Terminal Especializado para a movimentação de Granéis Líquidos e Parque Logístico Adjacente consistiu na construção de três novos postos de acostagem vocacionados para a movimentação de granéis líquidos, com fundos adjacentes a -12m, e de terraplenos com uma área total de 66 hectares. Estes encontram-se dotados com infra-estruturas ferroviárias e com as esteiras necessárias à instalação dos pipelines que ligam as zonas de armazenagem previstas aos aludidos postos de acostagem.

Aumentar a capacidade instalada do Porto de Aveiro para a movimentação de granéis líquidos e oferecer condições operacionais mais eficientes e mais atractivas para os agentes económicos, através da oferta de condições para a recepção de navios de maior dimensão e de serviços ferroviários, são os principais objectivos deste terminal, que já se encontra em exploração. Na sua construção foram investidos 78,7 milhões de euros, sendo 21 milhões a cargo da Administração Portuária e 57,7 milhões a cargo do sector privado.

Terceira fase da Via de Cintura Portuária

Quanto à 3.ª fase da Via de Cintura Portuária, trata-se de um projecto que envolve a construção de um acesso rodoviário com uma extensão de cerca de 2,2 km, e que ligará o troço já concluído da Via de Cintura Portuária (1.ª e 2.ª fases) à A25, junto ao nó da Friopesca.
Os seus principais objectivos consistem num maior ordenamento da zona portuária afecta ao Porto de Pesca do Largo e no aumento da eficiência no escoamento das mercadorias com origem e destino no porto, nomeadamente as que têm origem e destino nos seus novos terminais de granéis sólidos e líquidos.

A obra, no valor de 6,9 milhões de euros (a cargo da Administração Portuária), já se encontra em curso, estando a sua conclusão prevista para Outubro do corrente ano.

Melhoria das acessibilidades marítimas

Por sua vez, o Projecto de Melhoria das Acessibilidades Marítimas do Porto de Aveiro envolve a execução de duas componentes de investimento. A primeira consiste no 1.º estabelecimento, à cota de -12 Z.H., de um novo canal exterior de acesso dos navios ao Porto de Aveiro (na zona de aproximação do porto), alinhado com o canal de entrada de navegação. A segunda componente do projecto é complementar à primeira e corresponde ao prolongamento em 200 metros do molhe norte, prolongamento necessário para dotar o novo canal de acesso de condições de abrigo contra a agitação e as correntes marítimas desfavoráveis.

Este projecto tem como principais mais-valias o aumento dos fundos do actual canal exterior de navegação em mais 2,5m, isto para além do facto de passar a permitir que a aproximação dos navios se faça sem mudança de trajectória relativamente ao canal de navegação interno. Após o investimento, a dimensão máxima permitida dos navios que poderão vir a escalar o Porto de Aveiro será de 10 m de calado e de 200 metros de comprimento.

Obra já em curso, estando prevista a entrada em exploração dos novos fundos da zona de aproximação da barra em meados de 2009 e do prolongamento do molhe norte em 2012. Um investimento de 30 milhões de euros, a cargo da Administração Portuária.

Portal do governo
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old February 22nd, 2009, 12:25 AM   #108
rpc08
Registered User
 
rpc08's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Location: Serra da Estrela [P]
Posts: 6,283
Likes (Received): 1004

Quote:
Originally Posted by djou23 View Post
Terceira fase da Via de Cintura Portuária

Quanto à 3.ª fase da Via de Cintura Portuária, trata-se de um projecto que envolve a construção de um acesso rodoviário com uma extensão de cerca de 2,2 km, e que ligará o troço já concluído da Via de Cintura Portuária (1.ª e 2.ª fases) à A25, junto ao nó da Friopesca.
Qual é a Via de Cintura portuária? Será uma estrada relativamente larga que liga a zona de Ílhavo às Gafanhas? E, já agora, qual é o nó da Friopesca?
__________________
rpc08 @ SSC-PT
rpc08 no está en línea   Reply With Quote
Old February 22nd, 2009, 01:18 AM   #109
djou23
Registered User
 
djou23's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Coimbra
Posts: 4,281
Likes (Received): 72

Quote:
Originally Posted by rpc08 View Post
Qual é a Via de Cintura portuária? Será uma estrada relativamente larga que liga a zona de Ílhavo às Gafanhas? E, já agora, qual é o nó da Friopesca?
não, liga a A25 ao porto... a friopesca fica junto ao nó da gafanha, antes da área de serviço
djou23 no está en línea   Reply With Quote
Old April 6th, 2009, 03:05 AM   #110
Império-CostaAzul
Pexito na Alma
 
Império-CostaAzul's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Lisboa/Sesimbra
Posts: 4,194
Likes (Received): 166

Jà nao hà projectos em Aveiro?
Este thread morreu...

Como vao os projectos de aveiro? o polis? a zona ribeirinha?
ninguém tem fotos?
__________________
ESTRELA.LX

&

๑۩۞۩๑ Sesimbra ๑۩۞۩๑
Vila Pexita, Terra de Mar

"Entre muralhas, defesa lusitana, surge um oásis chamado Costa Azul, nenhum caminho até hoje conhecido nos levará a tão estimado Paraíso, só aqui a natureza toma forma, assim bem na Arrábida, no Oceano, no Sado, formas cheias de vida, uma árvore, um roaz, uma gaivota. Aqui o Homem sempre sorriu ao futuro, numa união de terra, rio, serra e mar."
Império-CostaAzul no está en línea   Reply With Quote
Old April 9th, 2009, 02:50 AM   #111
pauloluso
Metro Lisboa
 
pauloluso's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Aldeia Galega, Costa Azul
Posts: 8,480
Likes (Received): 256

Quote:
Originally Posted by Império-CostaAzul View Post
Jà nao hà projectos em Aveiro?
Este thread morreu...

Como vao os projectos de aveiro? o polis? a zona ribeirinha?
ninguém tem fotos?
Tenho aí umas fotos que tirei há uns dias atrás. Quando tiver um tempinho, coloco.
pauloluso no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 02:54 AM   #112
Lino
'tou na lua...
 
Lino's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Coimbra
Posts: 38,244
Likes (Received): 4481

Vi esta do velódromo de Sangalhos...
__________________
Força Portugal!!
Lino no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 04:19 AM   #113
Império-CostaAzul
Pexito na Alma
 
Império-CostaAzul's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Lisboa/Sesimbra
Posts: 4,194
Likes (Received): 166

està a avançar

é mesmo pena de ninguém alimentar este thread... Pouco movimento de gentes de Leiria, Aveiro, Vila Real, Viana do Castelo, Guarda e Beja...
__________________
ESTRELA.LX

&

๑۩۞۩๑ Sesimbra ๑۩۞۩๑
Vila Pexita, Terra de Mar

"Entre muralhas, defesa lusitana, surge um oásis chamado Costa Azul, nenhum caminho até hoje conhecido nos levará a tão estimado Paraíso, só aqui a natureza toma forma, assim bem na Arrábida, no Oceano, no Sado, formas cheias de vida, uma árvore, um roaz, uma gaivota. Aqui o Homem sempre sorriu ao futuro, numa união de terra, rio, serra e mar."
Império-CostaAzul no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 04:50 AM   #114
Lino
'tou na lua...
 
Lino's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Coimbra
Posts: 38,244
Likes (Received): 4481

Da Guarda só há o RPC, penso eu... temos pessoal de Leiria...
__________________
Força Portugal!!
Lino no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 05:02 PM   #115
Império-CostaAzul
Pexito na Alma
 
Império-CostaAzul's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Lisboa/Sesimbra
Posts: 4,194
Likes (Received): 166

Sim temos mas não se vê muitos projectos de Leiria por aqui
__________________
ESTRELA.LX

&

๑۩۞۩๑ Sesimbra ๑۩۞۩๑
Vila Pexita, Terra de Mar

"Entre muralhas, defesa lusitana, surge um oásis chamado Costa Azul, nenhum caminho até hoje conhecido nos levará a tão estimado Paraíso, só aqui a natureza toma forma, assim bem na Arrábida, no Oceano, no Sado, formas cheias de vida, uma árvore, um roaz, uma gaivota. Aqui o Homem sempre sorriu ao futuro, numa união de terra, rio, serra e mar."
Império-CostaAzul no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 06:23 PM   #116
rpc08
Registered User
 
rpc08's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Location: Serra da Estrela [P]
Posts: 6,283
Likes (Received): 1004

Quote:
Originally Posted by Lino View Post
Da Guarda só há o RPC, penso eu... temos pessoal de Leiria...
Também há o datuhx, o Mr Groovy e o lord_byron, ambos da Guarda, mas eles vêem-se menos e praticamente só nos tópicos da cidade...
__________________
rpc08 @ SSC-PT
rpc08 no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2009, 11:11 PM   #117
campos.filipe
Mr.FGC
 
campos.filipe's Avatar
 
Join Date: Jul 2007
Location: Viseu
Posts: 295
Likes (Received): 1

Quote:
Originally Posted by Império-CostaAzul View Post
Sim temos mas não se vê muitos projectos de Leiria por aqui
Simplesmente...porque não existem...
campos.filipe no está en línea   Reply With Quote
Old April 28th, 2009, 05:55 AM   #118
Império-CostaAzul
Pexito na Alma
 
Império-CostaAzul's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Lisboa/Sesimbra
Posts: 4,194
Likes (Received): 166

achas que é isso Campos.Filipe? Acho estranho isso numa cidade como Leiria que tem crescido bem nos ultimos anos...

Breve... falando de Aveiro... O problema é o mesmo e portanto projectos hà muitos....
__________________
ESTRELA.LX

&

๑۩۞۩๑ Sesimbra ๑۩۞۩๑
Vila Pexita, Terra de Mar

"Entre muralhas, defesa lusitana, surge um oásis chamado Costa Azul, nenhum caminho até hoje conhecido nos levará a tão estimado Paraíso, só aqui a natureza toma forma, assim bem na Arrábida, no Oceano, no Sado, formas cheias de vida, uma árvore, um roaz, uma gaivota. Aqui o Homem sempre sorriu ao futuro, numa união de terra, rio, serra e mar."
Império-CostaAzul no está en línea   Reply With Quote
Old April 28th, 2009, 02:37 PM   #119
nexp
Registered User
 
Join Date: Jan 2007
Posts: 28
Likes (Received): 2

Espero que ainda não tenha sido falado:

Quote:
O arquitecto Álvaro Siza Vieira desvendou este sábado a maqueta do “memorial” encomendado pela autarquia local para assinalar os 250 anos da elevação a cidade, que ocorreu por alvará de D. José I assinado precisamente a 11 de Abril de 1759.


A obra proposta reinterpreta, segundo o autor, de forma abstracta, “fragmentos” da torre que era conhecida como a “Porta do Sol”, uma das entradas da antiga muralha que circundava, na altura, toda a pequena urbe.

Quis o destino que a expansão citadina deixasse vago o local onde em 1955 ruíram as últimas pedras daquela construção secular.

No espaço em causa existe hoje a rotunda da praça do Milenário, entre o antigo Convento de Jesus (actual Museu de Aveiro), e a Igreja da Sé.

A torre, explicou Siza Vieira, ocupará o que terá sido o seu lugar original sem “nenhuma intenção de querer simular ou fingir as ruínas”, mas tão só “permitir uma leitura pedagógica” do que teriam sido os limites da cidade.

Embora sem querer entrar “em polémica”, Siza Vieira recomendou a demolição parcial ou total de uma colunata contemporânea existente na Igreja da Sé, “que não favorece o espaço” em redor. “Parece-me evidente”, disse o arquitecto portuense que regressa a Aveiro onde desenhou a emblemática biblioteca da universidade local (1994) .

De acordo com o presidente da edilidade, Élio Maia, o “memorial” resulta da pretensão de legar aos vindouros “uma recordação” de Aveiro enquanto cidade que foi construída “ao longo de séculos com o trabalho de todos”.
in Notícias de Aveiro




Centro de Alto Rendimento de Sangalhos - Velódromo Nacional

Já foi falado em tópico próprio, mas coloco aqui também algumas fotos e um vídeo.






Vídeo

Estará pronto este verão, com 30 metros de altura, 118 de comprimento e 82 de largura, este edifício em forma de elipse e cobertura em madeira, da autoria do arquitecto Rui Rosmaninho tem capacidade para 1200 espectadores.


nexp
nexp no está en línea   Reply With Quote
Old April 28th, 2009, 10:06 PM   #120
pauloluso
Metro Lisboa
 
pauloluso's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Aldeia Galega, Costa Azul
Posts: 8,480
Likes (Received): 256

Incrível.
Na cidade onde achava um mimo construir um velódromo aproveitando as estruturas de um estádio as moscas constroem um velódromo de raiz.
pauloluso no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
aveiro

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 09:41 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

tech management by Sysprosium