daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Rodoviário



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 1 votes, 5.00 average.
Old September 17th, 2013, 12:36 AM   #1
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

AC | Rodovias do Acre

Thread destinado a abordar sobre as rodovias federais e estaduais que cortam o Acre.

BR-364: inicia no interior de São Paulo e corta o Acre no sentido leste-oeste. A partir da divisa com Rondônia, passa pela capital Rio Branco, pelos municípios de Bujari, Sena Madureira, Manoel Urbano, Feijó, Tarauacá e termina em Cruzeiro do Sul.

BR-317: inicia em Boca do Acre, no Amazonas, e corta o Acre no sentido norte-sul. A partir da divisa com Amazonas, passa por Senador Guimard, Capixaba, Xapuri, Epitaciolândia, Brasileia e termina em Assis Brasil, na fronteira com o Peru.

BR-307: liga Cruzeiro do Sul a Guajará, no Amazonas.

AC-40: liga Rio Branco a Senador Guiomard e Plácido de Castro.

AC-10: liga Rio Branco a Porto Acre.

AC-90: conhecida popularmente como estrada Transacreana, liga Rio Branco a zona rural.

AC-475: liga Plácido de Castro a Acrelândia e BR-364.

AC-405: liga Cruzeiro do Sul a Mâncio Lima.

AC-407: liga Mâncio Lima a Rodrigues Alves.
__________________

Rossanezi, Ferraz/RBR, RRC, Gabriel AC liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old September 17th, 2013, 02:12 AM   #2
Rossanezi
Registered User
 
Rossanezi's Avatar
 
Join Date: Jan 2013
Location: Mandaguari
Posts: 418
Likes (Received): 282

Acompanhando o thread.

Vale destacar que o Google Street View já está disponível nas rodovias do Acre.
__________________
Paraná, "que o povo aspire e idolatre-o"
Rossanezi no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2013, 03:03 AM   #3
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Com falhas no asfalto, trecho da rodovia AC-10 é tomado por poeira

Moradores da região e motoristas reclamam das condições da estrada.
Deracre diz que há atraso na liberação do recurso para recuperação da via.


A estrada de Porto Acre, como é conhecida a Rodovia AC-10, apresenta falhas no asfalto. Buracos estão por toda a parte e sem a pavimentação necessária a poeira se espalha. São cerca de 20 km nessa situação. Existem pontos em que a via se assemelha a uma estrada de terra. Motoristas e moradores reclama das condições e afirmam que sofrem com os prejuízos devido a falta de manutenção da estrada.

As condições precárias contribuem para acidentes. No último fim de semana, o motorista de um caminhão perdeu o controle na estrada e não conseguiu evitar que o veículo caísse em uma vala na beira da estrada. Não houve feridos.

A realidade incomoda os motoristas. O garçom Valmiro Souza reclama que já perdeu vários pneus devido as condições da via. "Essa estrada está muito precária. A primeira empresa fez um trabalho, mas não colocaram o asfalto e agora estamos nessa calamidade pública. Já perdi a conta da quantidade de pneus que estouraram devido a estrada. E as peças? Quem vai ser responsável por pagar os estragos na minha moto?", questiona.

O comerciante Neto Alencar endossa as queixas. "Antes, na época do tapa buraco era até melhor que agora", diz. O aposentado Henrique Souza fica preocupado com a situação da pista. "Do jeito que está não tem condições de andar, a estrada é perigosa. São muitos buracos, acabam com o carro", fala.

Comunidade

Não são apenas os motoristas que ficam indignados com a situação da via, os moradores da região também reclamam e afirmam que são vários os prejuízos devido a precariedade da estrada. A assistente social Fabiana Souza diz que a comunidade já sofre há seis meses com essa situação.

"Os dias que não chovem são os piores. Várias crianças que ficam esperando o ônibus escolar são prejudicadas, porque os caminhões e as carretas passam e, além da estrada estar nessa condição, tendo perigo de derrapagem, vem a poeira que causa doença. Nós queremos uma resposta, só estamos reivindicando nossos direitos", afirma.

A comerciante Claudinete de Souza é dona de um estabelecimento que vende caldo de cana que acabou perdendo clientes por causa da poeira. "Muita poeira nas prateleiras, no balcão. As pessoas estão deixando de encostar, de tomar o caldo de cana porque não aguentam a poeira. Domingo eu limpei tanta poeira do comércio que na segunda não conseguia trabalhar, porque meu nariz estava sangrando e meu pulmão queimando", diz.

As crianças também sofrem com a situação e de acordo com Francenildo Chagas, diretor da escola Novo Horizonte, que atende a comunidade, muitas crianças ficam doentes por causa da poeira e acabam faltando aula. "Nós estamos enfrentando a falta dos alunos. Na estrada, eles estão sujeitos à poeira e ao perigo dos carros que passam", afirma.

O Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) informou que existe um convênio com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) para a recuperação da estrada, porém, houve um atraso na liberação dos recursos e por isso a demora nas obras.

http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/...or-poeira.html

----------------------------------------------------------------------------------------

Estrada do Pacífico está sendo mal sinalizada e asfalto está soltando



Os milhões que o governo federal anunciou recentemente a serem investidos na BR 317, que liga a capital do Acre às fronteiras com o Peru e Bolívia, se pode dizer que não estão sendo aplicados como deveriam e os órgãos fiscalizadores devem olhar para estas bandas.

Foram anunciados mais de 20 milhões em investimentos de recuperação e recapeamento asfáltico nesta primeira fase que está em andamento. Se pode dizer que os trabalhos são muito bem vindos e a população agradece. Parte da visão de uma colcha de retalho e buracos estão sumindo.

Infelizmente, já existe alguns trechos entre Epitaciolândia e Xapuri que já se pode ver o asfalto se soltando e a sinalização que não está dentro dos padrões exigidos pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT.



Entre Xapuri e Epitaciolândia, os trechos que receberam recapeamento se nota que a tinta usada não é refletiva, além de ser mais fina do que o normal. O que se nota também, o desleixo em trechos da Estrada do Pacífico, entre Brasiléia e Assis Brasil.

Neste ponto, são menos de 10 km que foram lambuzados. Em vários pontos se pode notar que, além de ser fina, a pintura foi usada com material de baixa qualidade ao ponto de respingar por vários metros e sem uma uniformidade.

Não foi possível localizar uma pessoa da empresa que está realizando o trabalho de recapeamento pela BR para que pudesse dar uma explicação sobre o que foi feito.

http://www.oaltoacre.com/index.php/e...esta-soltando/

----------------------------------------------------------------------------------------

Governador vistoria obras da BR e recebe terreno para construção da rodoviária de Tarauacá



Depois de cumprir extensa agenda na região do Vale do Juruá o governador Tião Viana, na manhã de sábado, 14, retornou a capital de carro para vistoriar as obras da BR 364. Ao longo da viagem de aproximadamente 715 quilômetros Tião conversou com funcionários do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre.

“O Deracre nos honra por ser a grande empresa estatal que está responsável pelo mais desafiante trecho da BR-364. Estamos passando de seis mil toneladas de insumos para a recuperação da estrada que faz parte da luta da integração do nosso Estado. Vamos sair vitoriosos dessa luta e o Deracre é parte viva disso”, comentou o governador.

Tião Viana revelou que a meta do governo é deixar a rodovia numa condição muito boa de segurança e trafegabilidade para os condutores que a utilizam para viajar pelo Acre. “Para que no que vem a gente possa fazer uma grande festa de inauguração e contar com a presença da presidenta Dilma”, completou.

Prefeito doa terreno para construção de rodoviária

Na passagem por Tarauacá o governador Tião Viana participou de breve reunião com o prefeito do município, Rodrigo Damasceno.

Rodrigo Damasceno doou ao governo uma área localizada no bairro de Copacabana, na cidade de Tarauacá, para que o governo possa construir a rodoviária local.

“Os recursos, na ordem de R$ 400 mil, para a construção serão de uma emenda do senador Jorge Viana e agora o governo poderá iniciar o processo para a realização desse sonho do povo de Tarauacá”, afirmou o prefeito.

http://www.agencia.acre.gov.br/index...-tarauaca.html
__________________

superkyo liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2013, 10:28 PM   #4
Rossanezi
Registered User
 
Rossanezi's Avatar
 
Join Date: Jan 2013
Location: Mandaguari
Posts: 418
Likes (Received): 282

Dizem que a Estrada do Pacífico, também conhecida como Rodovia Interoceânica apresenta perfeitas condições no Peru. Já no Brasil é essa porquice.

Peru 1 x 0 Brasil. Mas não desanimem, no futebol "nóis" recupera.
__________________
Paraná, "que o povo aspire e idolatre-o"
Rossanezi no está en línea   Reply With Quote
Old September 20th, 2013, 06:59 PM   #5
Ferraz/RBR
Registered User
 
Ferraz/RBR's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Rio Branco - AC
Posts: 16,066
Likes (Received): 11285

Eu entendi bem? o asfalto da BR-317 está se soltando em um trecho que foi recapeado há menos de 2 meses?

Ainda tem gente que acredita que o péssimo serviço de pavimentação da BR-364 é culpa do solo da região.
Ferraz/RBR no está en línea   Reply With Quote
Old September 20th, 2013, 07:55 PM   #6
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: the rain capital of Europe
Posts: 27,416
Likes (Received): 21034

O Acre deveria fazer uma concessão de manutenção da BR-364. Com pedágios suficientes para manter a rodovia em bom estado operacional, sem necessidade de obras pesadas.
__________________
YIMBY - Yes, in my backyard!
Suburbanist no está en línea   Reply With Quote
Old September 20th, 2013, 08:27 PM   #7
Ferraz/RBR
Registered User
 
Ferraz/RBR's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Rio Branco - AC
Posts: 16,066
Likes (Received): 11285

Será que alguma empresa se interessaria? a estrada tem pouco movimento, o valor dos pedágios teria que ser altíssimo.
Ferraz/RBR no está en línea   Reply With Quote
Old September 21st, 2013, 03:23 AM   #8
Suburbanist
on the road
 
Suburbanist's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: the rain capital of Europe
Posts: 27,416
Likes (Received): 21034

Quote:
Originally Posted by Ferraz/RBR View Post
Será que alguma empresa se interessaria? a estrada tem pouco movimento, o valor dos pedágios teria que ser altíssimo.
Se os pedágios forem apenas para manutenção, não precisam ser altíssimos.
__________________
YIMBY - Yes, in my backyard!
Suburbanist no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2013, 10:43 PM   #9
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Governador continua vistorias na BR-364 de Cruzeiro do Sul a Rio Branco



No último sábado, 21, o governador Tião Viana vistoriou as obras da BR-364 indo de carro de Cruzeiro do Sul a Rio Branco. A comitiva saiu do Juruá às 9 horas e chegou à capital acreana às 18 horas. O governador parou em todos os pontos da rodovia que possuem equipes de construção e recuperação, todas correndo contra o tempo para terminar as obras antes do começo do período chuvoso.

Tião Viana agradeceu principalmente aos operários. Pessoas distantes de casa que se sacrificam debaixo de um sol escaldante todos os dias para interligar o Acre através da rodovia. "Nosso desafio hoje é cumprir com todas as metas em Tarauacá e concluir o asfalto de Feijó a Manoel Urbano. As equipes do Deracre estão se esforçando muito nesse trabalho que só traz avanços para o Acre", ressaltou o governador.

O Departamento de Estradas e Rodagem do Acre (Deracre) está com três frentes de trabalho na BR-364. Duas entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul e uma entre Manoel Urbano e Feijó, o último trecho não asfaltado da rodovia. "Essa região aqui entre Tarauacá e o Rio Gregório é uma das que mais chove no Acre. Já estamos no final do verão e ele foi bastante atípico, não tivemos um mês verdadeiro de verão esse ano", conta o diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira Júnior.



O major Sandro Oliveira, que coordena uma das frentes em Tarauacá, explica que a maior preocupação hoje é a logística da chegada dos insumos, mas o governador garantiu que vai cuidar pessoalmente para que nada falte durante as obras. "E se alguma máquina quebrar, eu arranjo outra de Porto Velho, Cuiabá, São Paulo, onde tiver", garantiu Tião Viana.

O governador também parou no último trecho não asfaltado da BR-364, entre Feijó e a região do Jurupari. Nele, mais de 300 homens e 100 máquinas realizam a obra. É o Deracre quem está executando a construção do trecho, ação que realiza pela primeira vez na história, dispensando a contração de empresas.

Nova máquina



A chuva realmente tem sido um problema. Uma das frentes de trabalho tem apenas uma semana de criação e dois dias já foram perdidos por causa da chuva. Por isso as equipes têm trabalhado em um ritmo bastante forte para que as obras não saiam do cronograma.
E para manter o avanço das obras, o Deracre acaba de alugar um novo equipamento para o trabalho de tapa buracos em Tarauacá, um Distribuidor de Agregados. A máquina é capaz de realizar o Tratamento Superficial Duplo (TSD), jogando brita nos buracos e já a fixando, deixando pronto para receber a capa asfáltica.

A principal vantagem é a velocidade. Em terrenos não asfaltados, a máquina é capaz de fazer até seis quilômetros por dia, em terrenos de recuperação de buracos, três e meio. Além disso, ela elimina três outros equipamentos e trabalha com mão de obra mínima. O serviço do Distribuidor de Agregados é voltado principalmente para concertar trechos críticos da BR-364 que podem ser prejudicados ainda mais com o período das chuvas.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...io-branco.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old September 24th, 2013, 10:27 PM   #10
Rossanezi
Registered User
 
Rossanezi's Avatar
 
Join Date: Jan 2013
Location: Mandaguari
Posts: 418
Likes (Received): 282

Quote:
Originally Posted by Natan V.N View Post
"Já estamos no final do verão e ele foi bastante atípico, não tivemos um mês verdadeiro de verão esse ano", conta o diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira Júnior.
Final do verão??? Ñ seria inverno?
__________________
Paraná, "que o povo aspire e idolatre-o"
Rossanezi no está en línea   Reply With Quote
Old September 27th, 2013, 01:56 AM   #11
Ferraz/RBR
Registered User
 
Ferraz/RBR's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Rio Branco - AC
Posts: 16,066
Likes (Received): 11285



Na Amazônia o pessoal chama o período de estiagem (junho a setembro) de verão e o período chuvoso (outubro a maio) de inverno.
__________________

Rossanezi liked this post
Ferraz/RBR no está en línea   Reply With Quote
Old October 1st, 2013, 04:17 AM   #12
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Tião Viana vistoria obras da BR-364



Há mais de um mês o governador Tião Viana tem feito vistorias nas obras de pavimentação e recuperação que estão sendo executadas ao longo da BR-364. Para assegurar que a rodovia seja concluída dentro do prazo previsto no sábado, 28, mais uma vez, Tião Viana seguiu de carro partindo de Cruzeiro do Sul com destino a Rio Branco para verificar o andamento das obras.

A primeira parada foi no trecho próximo ao Rio Liberdade, onde o governador conversou com trabalhadores do Departamento de Estradas e Rodagem do Acre (Deracre) e das empresas que executam serviços.

“Está ficando para trás aquele tempo de desesperança, de falta de confiança. A cada dia a equipe se dedica mais, trabalha mais e assim, nós vamos superar todas as barreiras de construir uma BR no meio da selva, num solo que não apresenta qualidade para construção, mas que a gente investe em insumos para assegurar esse direito ao povo do Acre. Se Deus quiser, ano que vem veremos essa estrada concluída”, disse Tião Viana.

Para assegurar que o trabalho transcorra dentro do cronograma o governador destacou o major da Polícia Militar, Sandro Oliveira, engenheiro civil, para supervisionar o andamento das obras. O militar tem permanecido no trecho entre o Rio Liberdade e o Massipira, em Feijó.



Máquinas com tecnologia avançada estão sendo utilizadas para dar mais celeridade aos serviços de manutenção e construção da rodovia que interliga o Estado. “Está sendo feito um tratamento duplo nas áreas mais danificadas para dar segurança a quem trafega. Em seguida partiremos para a etapa da massa asfáltica”, explicou o governador.

Uma das máquinas que utiliza tecnologia diferenciada para acelerar o trabalho na pavimentação veio de Minas Gerais e usa tecnologia criada no Paraná. “Esse caminhão joga o piche e a brita já misturados. Ele pode fazer seis quilômetros por dia de tratamento dependendo do ajuste e manuseio. Tudo isso é uma luta para deixar a estrada em condições de trafegabilidade”, acrescentou Tião.

O diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira Júnior, frisou que as equipes têm trabalhado empenhadas. Júnior ressaltou que toda a equipe que compõe a direção do Departamento de Estradas e Rodagem está diuturnamente monitorando as execuções de serviços no trecho entre o Massipira e Jurupari.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...da-br-364.html
__________________

Rossanezi liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old October 16th, 2013, 10:40 PM   #13
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Governador Tião Viana e equipe acompanham a recuperação de trechos críticos da BR-364



“O maior desafio rodoviário da História do Brasil é a BR-364. Estamos vencendo de mãos dadas com o Juruá.” Com essa motivação, o governador Tião Viana, acompanhado de parlamentares e secretários de Estado, supervisiona, pela oitava semana consecutiva, o andamento da recuperação da rodovia que liga a capital ao Vale do Juruá. “Chegando próximo de faltar o material, a gente manda o pedido direto para o governador e ele providencia para não faltar. Com certeza, a participação dele é primordial,” reforça Kemio Dantas, encarregado de insumos do Deracre.

Nos trechos mais críticos, máquinas atuam para recuperar o asfalto que cedeu. Entre a Ponte do Pensão e o Maracaju, faltavam apenas 2.800 metros de base. “Se não chover, o tratamento deve ser concluído até o início da semana”, garantiu o engenheiro civil, coordenador da obra, Fernando Moutinho. Para concluir o trecho todo faltam menos de 10 quilômetros. Neste verão já foram concluídos 37 km.

Para que os trabalhos sejam mais rápidos, em alguns pontos da rodovia é preciso utilizar equipamentos especiais. Oseias Lopes de Oliveira, responsável pelo trecho 2 entre o Rio Gregório e Acuraua, em Tarauacá explica a função de uma delas, a máquina recicladora, que compacta todo o material de asfalto danificado onde tem buraco e o torna em base. “Aí depois é só acrescentar os tratamentos de brita um e brita zero e o asfalto” finaliza.



Outra máquina importante é conhecida como MDR, que faz o serviço de três máquinas e aproximadamente de 10 a 15 homens. Para manuseá-la é preciso apenas o operador e o motorista. “É uma máquina que distribui o agregado em tempo rápido e economiza mão de obra”, explica José Expedito “Piauí”, técnico de estrada e encarregado do TSD – tratamento superficial duplo.

Além das máquinas, outro fator importante nesse trecho é a utilização da mão de obra local. É o caso do servente Raimundo Nonato Souza da Silva, que estava desempregado há dois anos. Ele mora próximo, na região do Tauari, há 11 km do acampamento. "Estou muito feliz de ter essa oportunidade aqui", comemora.

A equipe que acompanha a vistoria constata o comprometimento com a conclusão do asfaltamento.



O deputado estadual e engenheiro civil, Jamyl Asfury, acompanha de perto a obra e reconhece as dificuldades e o esforço do governo. “Nós temos conseguido avançar porque nós temos também conseguido trazer para cá equipamentos modernos.“

Elson Santiago, presidente da Aleac, comenta “para mim é um prazer, como filho do Juruá, estar participando dessa visita hoje. Nós estamos andando aqui e vendo que está indo muito bem”.

César Messias, vice-governador: “Esse trecho está com seis anos que foi entregue e tem o tráfego pesado em cima dele. Em 124 km, saindo de Tarauacá até o Rio Liberdade, aonde já foi restaurado até Cruzeiro do Sul. A BR, esse ano, com certeza absoluta, vai ficar o ano com melhor qualidade que nós vamos ter dentro de toda sua história vai ser esse ano de 2013 para 2014,” conclui.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...a-br-364-.html
__________________

gabrielzoeste liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old October 22nd, 2013, 05:26 AM   #14
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Tião Viana contempla avanços na conclusão da BR-364



A conclusão da BR-364 de Rio Branco a Cruzeiro do Sul tem sido um verdadeiro desafio para o governo do Estado do Acre. E com o fim do verão amazônico e início do período de chuvas, o trabalho tomou uma intensidade nunca antes vista. Acompanhando o ritmo das obras ao longo da rodovia, o governador Tião Viana realizou mais uma visita à BR-364 durante o sábado, 19, para saber como andam as etapas finais desse que é um dos maiores desafios de engenharia do Brasil.

“O avanço é muito grande. Nós já estamos com 70 quilômetros de recuperação ao longo dessas últimas semanas, e ainda temos 23 quilômetros para resolver essa etapa agora nos últimos dias de verão. Depois é basicamente recuperar 19,5 quilômetros vindos de Tarauacá, além do trecho do Jurupari, que faltam oito quilômetros para pavimentar”, explica Tião Viana.

O trecho entre o Rio Gregório e Tarauacá deve ficar pronto até o fim do mês. A disposição dos operários é tão grande para a entrega que eles trabalham inclusive no sábado. Tião Viana fez questão de agradecer aos funcionários que encontrou ao longo da rodovia.

“Esta obra é uma verdadeira epopeia. Desde 1999 o governo tem feito uma luta constante. Neste ano não vai ser diferente nem nos próximos 20 ou 30 anos. É uma região que está em formação, de solo difícil de se trabalhar, materiais que vêm no mínimo de 600 quilômetros de distância”, destacou o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Ocírodo Oliveira Junior.



E pela primeira vez na história é o Deracre que tem realizado as obras da BR-364, com mais de 300 homens e cerca de 100 máquinas pesadas, sem a necessidade de empresas terceirizadas. A grande preocupação é concluir o último trecho não pavimentado da rodovia - oito quilômetros entre o Rio Marucaju e o Rio Jurupari. Antes eram 47 quilômetros não pavimentados.

Acompanhando o governador Tião Viana, o diretor do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), Fernando Lima, aproveitou para observar áreas queimadas ao longo da BR-364 e lembrou que o trabalho do Imac foi intenso este ano, mesmo com a liberação de um hectare de queimada por produtor para a agricultura familiar. “Nós temos os núcleos em cada município, e o que percebemos principalmente aqui na região do Juruá é que tivemos um ano relativamente tranquilo com relação às queimadas no entorno e acostamento da BR-364”, ressalta Lima.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...da-br-364.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old November 4th, 2013, 09:33 PM   #15
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Malha viária do AC é avaliada com média de ruim a péssima, diz CNT

Engenheiro do Depasa diz que falta investimentos do governo no setor.
Falta de pavimentação, sinalização e falha na geometria são identificadas.


A Confederação Nacional do Transporte (CNT) percorreu 96.714 km de estradas, o que corresponde a toda malha viária federal e às principais rodovias estaduais. Das rodovias avaliadas, 46% apresentam algum tipo de deficiência. A malha viária acreana é de aproximadamente 2.500 quilômetros, e em toda a extensão a média da pesquisa foi de ruim para péssima.

Falta de pavimento, de sinalização e falhas na geometria das vias são os três problemas mais frequentes identificados nas rodovias brasileiras. E esses índices devem servir de alerta para as autoridades competentes investirem mais recursos financeiros nessa área.

De acordo com o engenheiro do Departamento de estradas e Rodagens (Deracre), Fernando Moutinho, muitos são os fatores que comprometem a execução de um serviço de qualidade nas estradas acreanas. Falta de materiais adequados, de pedra, de cimento e asfalto são apenas alguns deles, mas o que mais compromete, ainda segundo o engenheiro, é a falta de investimento.

"Dependemos da política do governo. Tanto federal, quanto estadual e municipal. Eu atribuo grandemente isso ao fato de nós não termos verbas específicas para o setor", afirmou.

Moutinho garantiu que o Deracre pretende trabalhar para mudar esta realidade. "Na medida do possível, vamos melhorando nosso trabalho, fazendo melhoramentos na rodovia, retificamos os pontos que realmente deram problema. Então o que eu posso afirmar é que com o tempo nós vamos atingir o objetivo desejado", acredita.

http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/...a-diz-cnt.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old November 23rd, 2013, 08:14 PM   #16
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Recuperação do trecho da BR 364 entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul será entregue em dezembro



O governador Tião Viana esteve pela décima sexta vez consecutiva acompanhando as obras da BR 364, que liga o Vale do Acre ao Vale do Juruá. Várias equipes de serviço trabalham na recuperação e pavimentação dos lotes e o trecho entre Cruzeiro do Sul e Tarauacá será entregue ainda este ano, totalmente recuperado, para que o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) possa assumi-lo.

O governador Tião Viana observou os avanços na obra e falou sobre a importância da estrada, que significa a integração entre a capital e a segunda maior cidade do Acre, Cruzeiro do Sul, além de ligar diversos municípios ao longo do caminho. “A BR 364 é importante para a economia e desenvolvimento do estado, mas também é uma obra social, que tirou do isolamento milhares de pessoas que estão neste caminho. Com a ajuda da presidenta Dilma nós temos conseguido avançar com a obra, que hoje, em pleno inverno amazônico, permite o tráfego constante, deixando para trás o tempo em que a estrada ficava fechada durante o período de chuvas”, disse.

O presidente da Assembleia Legislativa, Elson Santiago, acompanhou a vistoria das obras. “É importante acompanhar o trabalho que o governo do estado vem realizando porque são os deputados estaduais que dão sustentação ao governo, aprovando projetos como este, que beneficiam a nossa população e trazem melhoria na qualidade de vida para o nosso povo. A BR 364 é um grande sonho para todos nós, principalmente para quem mora na região do Juruá”, comentou.



O professor Raimundo Angelim, assessor especial o Governo do Estado, também acompanhou a obra. “É admirável ver o esforço que o governador Tião Viana tem feito em prol da BR 364, que tanto beneficia o povo que mora às margens da estrada e nos municípios que são cortados por ela. E hoje, mesmo em meio às chuvas, a estrada está aberta, permitindo o direito de ir e vir, o transporte de cargas, de passageiros. É um grande avanço”.

A manutenção da estrada será feita de forma permanente, com equipes do Departamento de Estradas de Rodagens (Deracre) se revezando nos trechos que formam a obra.

http://www.agencia.acre.gov.br/index...-dezembro.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old December 3rd, 2013, 09:56 PM   #17
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Recuperação e pavimentação da BR-364 não vai parar durante o inverno

Faltam apenas 18 quilômetros para que a etapa de recuperação da BR 364 – no trecho entre o Rio Gregório e Taraucá – seja entregue, o que deve ocorrer dentro de quinze dias. A notícia foi dada ao governador Tião Viana nesta segunda-feira, 2, durante a 17ª vistoria que ele fez na estrada. E o Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) informou que o trabalho não vai ser suspenso durante o inverno.

“Estamos vencendo mais uma etapa e as pessoas que trafegam aqui têm me dito que a estrada nunca esteve tão boa. Agora estamos recuperando os últimos 18 quilômetros e, mesmo com as chuvas, as frentes de trabalho não vão parar. A próxima etapa é a capa asfáltica, que vai ser colocada tão logo termine a recuperação deste trecho”, disse o governador Tião Viana.

O diretor do Deracre, Ocírodo Oliveira, explicou que esta etapa compreende a reciclagem do asfalto, capa de brita e tratamento. Quatro frentes de trabalho dividem as tarefas ao longo da estrada.

Marcelo Araújo, militar, faz a viagem entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul pelo menos duas vezes por mês. “Venho sempre a trabalho ou a passeio e, há um tempo, não seria possível fazer esse trajeto num carro baixo como o meu. A cada semana a gente percebe a melhoria da estrada”, comentou.



A BR 364 tem uma longa história e Ozeias Lopes de Oliveira conhece bem cada pedaço deste chão. Dos 52 anos de vida, 33 já foram dedicados à construção da estrada e hoje ele se diz feliz por ver o avanço em que ela chegou. “Hoje, a BR não fecha mais durante as chuvas e as pessoas podem trafegar por ela a qualquer hora. Em setembro, quando começamos esta etapa do trabalho, a estrada estava horrível e hoje ela já está praticamente recuperada”, disse o trabalhador.

Rodrigo Damasceno, prefeito de Tarauacá, comemora a recuperação da estrada: “A BR é de extrema importância para as milhares de pessoas que moram ao longo dela e nos municípios que são cortados por ela”, disse.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...o-inverno.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old December 14th, 2013, 05:30 PM   #18
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

BR-317 entre Brasileia e Assis Brasil (fronteira com o Peru) em péssimo estado de conservação



----------------------------------------------------------------------------------------

Trabalho em trechos emergenciais da BR-364 continua



Em sua 19ª viagem seguida fiscalizando os trabalhos na BR-364, nesta segunda-feira, 9, o governador Tião Viana garantiu que as equipes continuarão na tarefa até que toda a estrada esteja pronta. "Não vamos parar os trabalhos até que a BR esteja do jeito que vocês sonharam", garantiu Tião aos moradores de Mâncio Lima.

Em conversa com a equipe do Deracre, Tião pontua um fato importante: "Agora temos dignidade no transporte para quem viaja pela BR-364". Há dois meses o governo começou uma intervenção em dois trechos críticos da estrada, e hoje o avanço é comemorado: "Veja que alegria, estamos com oito quilômetros a cumprir da recuperação emergencial do 81 quilômetros de pior trecho que tínhamos nesta estrada."

No comando do Tarauacá-Gregório, o major e engenheiro Sandro Oliveira apresenta os últimos dados de gastos com insumos e pessoal. "O governo do Estado gastou nesses dois meses R$ 1,6 milhão de recursos próprios só com pessoal", diz, garantindo que agora terá uma equipe treinada para qualquer emergência.

Acompanhando o governador nas fiscalizações, o assessor especial Raimundo Angelim vê com alegria o desenvolvimento do trabalho. "É um grande passo para a integração do estado, o governador Tião Viana garantiu por dois anos o tráfego contínuo de Rio Branco ao Juruá, e agora caminhamos para mais um ano de muito trabalho", diz Angelim.

Pronto para a labuta, o funcionário Raimundo Nonato Souza, morador da BR, próximo ao Tauari, reconhece o trabalho do chefe, o major Oliveira, e se põe à disposição: "Estou pronto para trabalhar de domingo a domingo", declara o trabalhador, que ajuda no avanço de dois quilômetros ao dia da frente de trabalho, tapando buracos perigosos ao tráfego.

http://www.agencia.ac.gov.br/index.p...-continua.html
__________________

superkyo liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old December 26th, 2013, 12:51 AM   #19
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Tião Viana celebra conclusão da recuperação da BR-364 com comunidade e operários

Fogos, música, churrasco, satisfação e felicidade. Tudo isso reunido na festa de confraternização dos operários que concluíram a recuperação da BR-364 entre Tarauacá e o Rio Gregório. O evento foi realizado nesta sexta-feira, 20, no acampamento de operações. Uma grande celebração da qual a própria comunidade fez parte e o governador Tião Viana fez questão de visitar.

Os operários da BR-364 não são chamados de heróis à toa. Vindos do Departamento de Estradas e Rodagens (Deracre), durante dois meses eles tiveram um gigantesco desafio pela frente: recuperar o trecho crítico de 87 km antes do período das chuvas. E, juntos, os 80 homens voltados para a missão cumpriram suas metas e hoje garantiram a trafegabilidade total da rodovia durante o chuvoso inverno amazônico, período em que antes de 2010 a rodovia sempre ficava fechada.

Acompanhando as obras toda semana, o governador Tião Viana fiscalizou as mudanças de perto, esteve próximo dos operários e estimulou a conclusão. “Vocês sabem qual foi a maior dificuldade em fazer essa obra? É que ninguém acreditava nela. Mas conseguimos completar toda a recuperação. Deixamos a parte difícil pra trás e estamos prontos para concluir de vez a rodovia. E se eu precisasse me curvar a alguém para agradecer, esse alguém seriam todos os operários que estiveram nessa BR”, disse o governador.

Com a conclusão, a rodovia está em sua melhor fase, pela qual é possível hoje realizar a viagem de Rio Branco a Cruzeiro do Sul em até seis horas, ou menos. Responsável por coordenar as obras de recuperação, o Major Oliveira revela que as dificuldades não foram poucas: “Essa festa representa pra gente uma vitória. Foi uma batalha e tivemos total apoio do governador, que foi muito importante para nós com suas visitas e estímulos. Muita gente disse que não conseguiríamos, mas mostramos que unidos pelo ideal somos capazes”.

A comunidade da região do Gregório também fez parte da comemoração. A presidente da associação dos moradores, Maria Aparecida Nunes, contou que hoje o Gregório tem tudo igual a uma pequena cidade como a escola estadual, o posto de saúde. Agora, a estrada restaurada que só lhes trará benefícios. “A gente quase não acredita. E eu só tenho a agradecer esse desempenho dos funcionários, porque em outros tempos tivemos muitas pessoas por aqui que vieram, só prometeram e não cumpriram, diferente do governador Tião Viana que veio e fez”, completou Aparecida.

http://www.agencia.ac.gov.br/noticia...de-e-operarios
__________________

superkyo, Gabriel AC liked this post
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote
Old January 4th, 2014, 04:34 AM   #20
Natan V.N
Registered User
 
Natan V.N's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Rio Branco - Acre
Posts: 2,785
Likes (Received): 400

Desbarrancamento atinge estrada no interior do AC

População de Rodrigues Alves corre risco de ficar sem acesso à BR-364.
Deracre garante 'paliativo' na via até a chegada do 'verão amazônico'.




A população do município de Rodrigues Alves (AC) pode ficar sem acesso à BR-364 devido a um desbarrancamento às margens do Rio Juruá que já deixou a estrada de acesso ao porto da cidade operando em meia pista. Apesar do risco, a via ainda não foi interditada e continua oferecendo tráfego inclusive para ônibus e caminhões.

“Isso aqui é um abuso, ninguém toma providência, passa ônibus nesse local com 70 passageiros, caso aconteça um desbarrancamento que venha romper a estrada será uma tragédia. Alguém tem que assumir esta responsabilidade, falta compromisso dos entes públicos”, alerta o servidor público João Souza da Batista.

O motorista Adaucimar Lindoso Pereira veio de Rio Branco passar o final de ano em Rodrigues Alves com a família e ficou espantado com o perigo na estrada. “Essa estrada pode apartar a qualquer momento eu estou com medo de passar aqui, acho isso uma falta de compromisso da Prefeitura e do Governo do Estado que deixam um problema chegar a esse ponto”, comenta.

Caso a estrada fique intrafegável, o acesso de Rodrigues Alves para Cruzeiro do Sul será por um desvio com cerca de 46 quilômetros. Atualmente, atravessando o Rio Juruá a distância entre as duas cidades é de 11 quilômetros.

Em Rodrigues Alves, a Prefeitura continuava de recesso nesta sexta-feira (3) e a volta das atividades está prevista somente para a próxima segunda-feira (6). O prefeito também não foi encontrado pela reportagem.

O Departamento Estadual de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) informou através do gerente regional de transportes, Jusciel de Oliveira Silva que será feito um trabalho paliativo até a época do verão, porém o governo ainda depende da negociação com um empresário proprietário da área ao lado da rodovia.

O empresário e advogado Tácito Batista, proprietário da terra informou ao G1 que não pode ceder o espaço no local por onde o Deracre pretende modificar a via, segundo ele, trata-se de uma área de preservação permanente.

“Na época em que foi construída essa estrada não existia legislação ambiental, hoje eu não posso autorizar uma ilegalidade. Estou há seis meses procurando o governo e já liberei um itinerário no meio da minha propriedade para que seja feita uma obra definitiva, mas o Deracre alegou que não tinha recurso. Eu ainda propus uma parceria e inclusive ofereci o asfalto, mesmo assim, até hoje não me deram resposta”, conclui.

http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/...ior-do-ac.html
Natan V.N no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 08:20 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu