search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old May 31st, 2009, 09:43 PM   #81
Zé do DF
Registered User
 
Zé do DF's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Washington
Posts: 848
Likes (Received): 36

Parabéns Fortaleza por ter sido escolhida para ser uma das sedes da Copa. Tenho certeza que dará um show. Cidade bonita e com ótimos projetos para receber a Copa e q beneficiam seus moradores.
Zé do DF no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old May 31st, 2009, 09:57 PM   #82
City of the sun
BANNED
 
Join Date: Nov 2008
Location: Fortaleza
Posts: 757
Likes (Received): 0

FORTALEZAAAAA

VLW!!
City of the sun no está en línea   Reply With Quote
Old May 31st, 2009, 10:04 PM   #83
tomasegydio
Registered User
 
Join Date: Sep 2008
Posts: 755
Likes (Received): 25

FORTALEZA - A CIDADE DO SOL!!



A cidade acordou agora,
Para que eu viva seu calor intensamente
Com suas luzes, cores, som, agitação e gente
Em toda beleza agitada que aflora.

E eu te amo assim Fortaleza,
Radiante Loira Desposada do Sol e da beleza;
Fortaleza do meu coração,
Lugar dos meu sonhos e da paixão.

Eu te amo em cada pequenino lugar,
Na luz radiante azulada do teu mar;
No riso da criança e do velho que passa
E na ternura do amigo que me abraça.

Eu te amo tanto assim minha terrinha,
Que por te amar desta maneira,
Pode até parecer besteira
Mas prá mim, você é toda minha.

Fortaleza dos meus sonhos e Poesias;
Fortaleza das minhas alegrias,
Lágrimas, sonhos e fantasias
Eu te amo de verdade todos os dias.
__________________
tomasegydio no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 01:24 AM   #84
Grande Manaus
Representante do Amazonas
 
Grande Manaus's Avatar
 
Join Date: Dec 2007
Location: Presidente Figueiredo-AM
Posts: 14,167
Likes (Received): 549

Que excelente trabalho ,árduo e primoroso , muito me impressiona o projeto de Fortaleza e também a Rede Hoteleira me chama muito atenção
__________________
10 anos de SSC

Manaus a Metrópole da Amazônia
Grande Manaus no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 01:36 AM   #85
danieldantas
Registered User
 
danieldantas's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Location: Natal/RN
Posts: 1,708
Likes (Received): 144

parabéns a fortal, fiquei mt feliz com as 4 sedes do NE!!
danieldantas no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 04:14 AM   #86
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

obrigado a todos pelos comentários!

Fortaleza é sub-sede 2014!
Estou muito feliz, acredito que eu faço parte dessa história também!
Por ter o maior acervo colocado na Net sobre a história do Castelão, este estádio que respira história!
Uma pessoa especial tem que ser lembrada: o Papa João Paulo II, que esteve no Castelão, e o estádio não será demolido e sim modernizado! A história será viva! Tenho mais detalhes sobre esse assunto e outros!
Pena, espero essa semana resolver, pois estou com problemas na conexão! banda larga etc
Espero retornar em breve!!!!!!!

Fiz um banner com fotos!
espero retornar em breve com mais notícias!
saudações para o Tito, Ap_Recife, Bob, Manilov, City, D´Neto, Tomás, BR 364, Shoonemborch; Flickr, Rui, Tony, e a todos!
Grande abraço
Muito obrigado, tenha, uma ótima semana!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Fortal


Last edited by Fortal; June 1st, 2009 at 05:38 AM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 04:38 AM   #87
CEARENSE
Ela olha no olho...
 
CEARENSE's Avatar
 
Join Date: Dec 2006
Location: Cariri City / Fortal City
Posts: 6,054
Likes (Received): 3647

gente, eu to MUITO FELIZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ com a escolha das 4 sedes no Nordeste, quem sabe vai dá pra aproveitar um monte de jogos pra assistir

mas MAIS FELIZ AINDA, por nossa PUUUUTA cidade ter sido escolhida,




VALEU FORTALEZAAAAAAAAAAAAAAAAAA !


Vai lá e ARRASAAAAAAAAAAAA que agora o brilho é só teu !
__________________
"Nós fomos os únicos a vaiar o sol e amar um bode cachaceiro que derrubou uma oligarquia"

"Quanto mais políticos eu vejo na TV, mais eu amo as travesti"


My threads:
CEARENSE no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 05:35 AM   #88
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Obrigado, Fael!

uh, O Castelão é nosso!

Uma pessoa especial tem que ser lembrada: João Paulo II, esteve no Castelão 1980
A história é viva e permanecerá, pois o estádio não será demolido
e sim, modernizado!
Segunda: Paulino Rocha, ex-locutor esportivo que se emocionou
na inauguração do estádio em 1973: "Torcida amiga, carinhosamente boa tarde! sobre o nordestino, muito se falou sobre sua força, eu olho
p/ essas arquibancadas e sinto a tremenda felicidade daquele que disse
que o nordestino é, acima de tudo, um forte. Vejo o Castelão, esse gigante de concreto e cimento armado, sendo uma demonstração patente do que o homem é capaz"

Já estão saindo algumas novas imagens do projeto Novo Castelão Stadium 2014

Tenho muitas fotos históricas novas, super legais, espero em breve colocar!
há muita coisa nova no projeto, em texto etc!



A partir de agora, uma nova experiência
Assistir a um jogo no Castelão ficará muito melhor após a reforma que modernizará o estádio


Imagem panorâmica do estádio, de acordo com o projeto arquitetônico (Imagem: Divulgação)

Para quem já foi ao Castelão, assistir a um jogo no estádio a partir da Copa do Mundo de 2014 será uma experiência completamente diferente. É o que promete o Governo do Estado, baseado no projeto arquitetônico do estádio que será construído para o torneio, aproveitando parte da estrutura já existente.

Ao custo de R$ 400 milhões (sendo R$ 100 milhões para um edifício anexo com estacionamento para 4,2 mil veículos), o novo Castelão terá o anel inferior das arquibancadas prolongado em 19 metros, ficando a 21 metros da linha lateral do gramado. A cobertura será estendida, cobrindo todos os assentos.

Além dos anéis inferior e superior, serão construídos 72 camarotes (para 570 pessoas) e um setor corporativo para 2.100 espectadores. No total, haverá 36 novas lanchonetes, que terão visão livre para o campo. Dois restaurantes, localizados atrás das metas, também ficarão de frente para o gramado. Um lounge de 16 mil m2 completará o espaço vip nas dependências do estádio.

Haverá ainda melhor acessibilidade ao Castelão, com a construção de uma ampla praça no lugar do atual estacionamento e novas rampas de entrada e escadarias para as arquibancadas. A intenção é integrar o estádio a um complexo esportivo e comercial que abrigará federações esportivas e shopping.

O projeto foi apresentado no ano passado ao Governo do Estado por um consórcio formado pelas empresas Carioca, Fujita e Somague, tendo esta última construído cinco dos nove estádios da Eurocopa de 2004, em Portugal.

Pelo cronograma do Governo do Estado, o processo licitatório para as empresas interessadas na construção do novo Castelão irá de agosto a novembro deste ano. As obras devem ser iniciadas até 28 de fevereiro de 2010, com prazo final para conclusão em 31 de dezembro de 2012, em 34 meses no total.

Nestas imagens do projeto arquitetônico, é possivel ver as mudanças propostas para o anel inferior do Castelão, o prolongamento da cobertura e a localização dos restaurantes e lanchonetes.

fonte: http://www.opovo.com.br/hotsite/copa...-castelao.html
Hot-site: Castelão Copa 2014, jornal O Povo
Esse hot-site é super legal, com fotos lindas!
-------------------

Castelão e edifício-garagem custarão R$ 400 milhões


Dentre as principais de modificações que irão ocorrer no estádio Castelão, estão:

* A aproximação do público ao campo de eventos de 41m (distância atual) para 21m com a construção do anel inferior novo;
* A construção de grande praça de acesso com área de alimentação e serviços com vista desimpedida de jogo;
* A extensão da coberta cobrindo todos os espectadores com placas de energia solar e degradê adequado e translúcido;
* A construção de 72 camarotes especiais;
* A construção de lounges empresariais para 3.000 lugares;
* A construção de camarote de honra de 10.000 m2;
* A construção de moderna sala de imprensa;
* A construção de dois modernos restaurantes atrás das metas e com visão total de jogo;
* A construção de edifício-garagem para 4.200 lugares;
* A manutenção do estádio por duas turbinas eólicas, além dos geradores comuns;
* Além disso, está prevista a construção de espaço de entretenimento em torno do estádio com hotel, shopping com cinemas, além de centro olímpico com 47.500m2 com arena multiuso climatizada, pista de atletismo olímpica e complexo aquático esportivo.

O valor previsto para a modernização e construção do edifício-garagem é de R$ 400 milhões. Para o estádio, R$ 300 milhões e para o edifício-garagem R$ 100 milhões. A capacidade prevista para o estádio para a Copa 2014 é de 54 mil lugares.

Mais de 70 pessoas trabalham na candidatura de Fortaleza

Desde setembro de 2007, mais de 70 pessoas - corpo técnico - do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza trabalham na concepção da candidatura cearense à Copa do Mundo FIFA 2014, nas respostas aos cadernos de encargos e questionários da Abdib - Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de base, e do Comitê Organizador da FIFA e CBF; e no Grupo de Trabalho Técnico que realiza levantamentos de ações, obras e investimentos.

Castelão deve sediar jogos do Campeonato Cearense 2010

Apesar das obras, a Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte) segue analisando a viabilidade técnica da abertura parcial do Castelão durante as obras no estádio. "Estamos aguardando a resposta dos técnicos que realizaram o projeto do Castelão para a Copa do Mundo", afirmou Ferruccio Feitosa. "Observando bem garantias de segurança aos torcedores e o não atraso no calendário de prazos exigidos pela Fifa", concluiu.

De acordo com o governador Cid Gomes, em declaração na última quinta-feira (28), o estádio Castelão "está praticamente certo" para sediar os jogos do Campeonato Cearense 2010. Em junho, o estádio Presidente Vargas, que sofrerá reformas de julho deste ano até maio de 2010, irá abrir após obras em torno de R$ 54 milhões - desses R$ 20 milhões já garantidos pelo Governo do Estado.

Fechando parcialmente em março de 2010, e definitivamente em maio, o Castelão só volta a reabrir em 2013 para a Copa das Confederações e em 2014 para a Copa do Mundo. Sendo assim, os clubes locais, como Ceará, Fortaleza e Ferroviário só voltam a jogar na praça esportiva em 2015.

Reuniões no Rio entre os dias 8 a 10 de junho

A partir de agora, a CBF enviará convocação às escolhidas para reuniões, que terão os estádios como pauta exclusiva, a serem realizadas na sede da entidade, no Rio de Janeiro, entre os dias 8, 9 e 10 de junho. O secretário do Esporte do Estado, Ferruccio Feitosa, gestor do estádio Castelão, deverá ser o convocado para as reuniões.

Calendário de prazos da Fifa

* 15/01/2009 - Apresentação do projeto básico do Castelão à Fifa
* 07/02/2009 - Visita da comitiva da Fifa em Fortaleza
* 31/05/2009 - Escolha das subsedes da Copa de 2014
* 08, 09 e 10/06/2009 - Reuniões na CBF
* 31/07/2009 - Limite para o processo público licitatório do grupo investidor e obtenção de licenciamentos
* 30/11/2009 - Limite para contratação do grupo investidor
* 28/02/2010 - Limite para ordem de serviço do estádio
* 31/12/2012 - Entrega definitiva do estádio

fonte: http://verdesmares.globo.com/v3/cana...266&modulo=173

Fotos históricas, NOVAS!
1969, 1970, 1980, no thread do Castelão:

Link abaixo:
http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=765420

Last edited by Fortal; June 5th, 2009 at 09:12 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 05:34 PM   #89
Freire
--- x ----
 
Freire's Avatar
 
Join Date: May 2007
Location: Fortaleza
Posts: 1,034
Likes (Received): 22

O interessante da reforma do Castelão é que ele poderá em 2010 funcionar mesmo com as obras em andamento.

Vi na TV O POVO, os dirigentes do Governo do Estado explicando que a primeira parte da reforma no estádio em si será a parte inferior que comporta 12 mil lugares, essa será fechada. Já a parte de cima com 47 mil ficará aberta até que se conclua a inferior.
__________________
I Gotta Feeling
Freire no está en línea   Reply With Quote
Old June 1st, 2009, 09:54 PM   #90
tomasegydio
Registered User
 
Join Date: Sep 2008
Posts: 755
Likes (Received): 25

fortal..
achei uma imagem no site do fortaleza ec que podemos usar no profile:

__________________
tomasegydio no está en línea   Reply With Quote
Old June 2nd, 2009, 04:00 AM   #91
Kaique
Registered User
 
Kaique's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Fortaleza/Rio de Janeiro
Posts: 7,374
Likes (Received): 475

Estou ancioso pelos projetos de acessibilidade.

Quero muito ver como farão as estações. Os estacionamentos e também a integração urbana com o bairro a volta, conhecido como Mata Galinha.
Kaique no está en línea   Reply With Quote
Old June 2nd, 2009, 04:17 AM   #92
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Obrigado, Tomas! nossa o que saiu de reportagem sobre a cidade ontem e hoje, impressionante.

Eu vou reunir aos poucos, com calma, tudo o que eu for 'clipando' de reportagens, vídeos etc.
Kaique, muitas melhorias e intervenções serão feitas no Castelão , desde o metrô, VLT, edificio garagem, ampliação de avenidas, centro olímpico etc.

==============================================================


"Meta é receber também um jogo das oitavas"

Cid e Luizianne revelam que articulam a vinda da Espanha para o Ceará e que fizeram pedido à CBF: sediar também um jogo das oitavas-de-final



Luizianne e Cid se uniram em torno do projeto da Copa de 2014 (Foto: Evilázio Bezerra)

A três dias da confirmação da subsedes da Copa do Mundo de 2014, o governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins reuniram seus secretariados para a última reunião para discutir pontos sobre a campanha cearense antes do anúncio oficial. Na ocasião, eles definiram prioridades sobre o plano de investimento para o evento, que será apresentado ao Governo Federal.

Após a reunião, fechada à imprensa, o portal O POVO Online conversou com o governador e a prefeita. Eles revelaram que fizeram proposta para que a seleção da Espanha realize período de aclimatação no Ceará e que já manifestaram à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) desejo de receber um jogo das oitavas-de-final.

O POVO Online - O que foi incluído no pacote de investimentos do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza para a Copa do Mundo de 2014?

Cid Gomes - Um grupo de trabalho formado por técnicos do Governo e da Prefeitura elencou um conjunto de providências para que a gente represente bem na Copa do Mundo. Boa parte delas já está em andamento. Os números totais chegam a R$ 8,5 bilhões a R$ 9 bilhões. Disso aí, R$ 4,5 bilhões a R$ 5 bilhões são ações da Prefeitura e do Governo do Estado asseguradas independente da Copa do Mundo, muitas delas com apoio do Governo Federal, mas que foram incluídas no projeto Copa porque estão inseridas em demandas que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) exige como condições para receber uma sede. O plano de investimentos foi dividido em temas - estádios, meio ambiente, transporte e mobilidade urbana, segurança, saúde, turismo e energia e telecomunicações - e será minuciosamente apresentado aos cearenses em breve e levado ao conhecimento do Governo Federal.

Luizianne - Como bem disse o governador Cid Gomes, é importante salientar que mais da metade dos investimentos previstos já seriam feitos de qualquer forma. A demanda relacionada diretamente à Copa do Mundo será de R$ 3 bilhões a R$ 3,5 bilhões, que poderá ser verba pública, do Governo Federal, ou da iniciativa privada. O presidente Lula já disse que não haverá verba federal para construção de estádios, mas, dependendo da demanda dos estados, a gente acredita que poderá haver uma margem de negociação com relação a isso.

OP - Qual o ponto que representa a prioridade para Fortaleza?

Cid - Mobilidade urbana é a prioridade. Isso inclui transporte de massa e melhorias do sistema urbano, do entorno do Castelão e de toda a cidade. Sobre o metrô, a Linha Sul já está em execução e com todos os recursos garantidos. A Linha Leste, que liga Fortaleza a Caucaia, será construída com veículos que não são elétricos, não é propriamente um metrô. No projeto, demandamos como necessidade de financiamento adicional transformá-lo em linha de metrô elétrico, mais moderna e eficiente para a população. Além disso, teríamos uma terceira linha que sairia do porto do Mucuripe, atravessaria um terço da cidade, na confluência com a Via Expressa, chegará à Parangaba, onde já existe um terminal importante e tem ao lado o metrô da Linha Sul, e de lá prossegue até o aeroporto e, por fim, ao Castelão. Seria uma modalidade chamada de VLT, veículo leve sobre trilhos, com funcionamento a diesel e menor volume de passageiros.

OP - Em 10 anos de obras, a Linha Sul do metrô ainda não foi concluída. Teremos cinco anos para concluí-la e construir mais duas. O que poderá ser feito em relação aos gargalos burocráticos, já que serão tantas outras obras em andamento?

Cid - Não acho razoável comparar 2007 e 2008, que são os anos do meu governo, com anos em que a obra ficou praticamente parada. Queremos concluir a Linha Sul em 2010. O grande problema dessas questões de investimentos, que é o que a gente tem de se render, é a equação financeira. Se a gente conseguir (do Governo Federal financiamento para) resolver isso, pode ter certeza que tudo será feito para a Copa.

OP - Além das obras no Castelão, o que há de concreto em relação ao estádio Presidente Vargas, que poderia servir de local de treinamento para seleções?

Luizianne - Na próxima semana (semana seguinte ao anúncio das subsedes), vamos fazer uma reunião sobre o Presidente Vargas e, em junho, nós iniciaremos o edital de licitação para a reconstrução do estádio. Entre a licitação e o projeto concluído, serão 10 ou 11 meses. Nossa ideia é que, em maio do próximo ano, ele seja reinaugurado, com 19.500 cadeiras.

Cid - Quero tranquilizar os clubes cearenses de que o Campeonato Cearense de 2010 será feito integralmente no Castelão. É possível compatibilizar o cronograma de obras, que está previsto para iniciar em 28 de fevereiro, com os jogos. Isso é perfeitamente possível. Depois disso, quando o Presidente Vargas estiver pronto, ele poderá receber os jogos.

OP - Dá para brigar para sediar jogos das fase eliminatória, a partir das oitavas-de-final?

Luizianne - Quando os delegados da Fifa estiveram aqui, eu e o governador reivindicamos o interesse de sediar um jogo das oitavas-de-final. Mesmo sem sabermos se Fortaleza seria escolhida, fizemos esse pleito ao Ricardo Teixeira (presidente da Confederação Brasileira de Futebol).

Cid - Na fase de grupos, sendo 48 jogos e tendo 12 estádios, teremos quatro jogos em Fortaleza. Na fase de oitavas-de-final, são oito jogos para 12 cidades. Vamos tentar, sim, um quinto jogo da fase eliminatória.

OP - Quais seleções de países parceiros comerciais, caso passassem por Fortaleza, trariam mais benefícios para o Estado?

Cid - Já fizemos um contato com a federação da Espanha, oferecendo o Estado para que eles venham com antecedência, para se aclimatar e treinar durante um mês. Colocamos como alternativa que eles fiquem em Fortim, em um empreendimento privado que está sendo trabalhado por um grupo de espanhóis. Há a possibilidade de que outras seleções venham para praias do Litoral Oeste. Além do empreendimento de Fortim, temos muitas outras afinidades (com outros países) que poderiam colaborar nesse projeto. Temos um voo direto para Portugal. Devemos fazer um convite também a esse país, podemos atrai-los para cá. Países da América Central e do Norte também podem ser procurados, graças à proximidade em termos de distância. Será uma ótima oportunidade de divulgarmos a cidade e o estado internacionalmente.

OP - Mudanças no secretariado, em discussão na Prefeitura, poderiam trazer algum prejuízo nos trabalhos do grupo que elaborou plano de investimentos?

Luizianne - Antes de personalidades, temos o projeto para Fortaleza e o Ceará como foco no projeto. Mudanças de nomes não vão alterar o resultado final.

Cid - É importante destacar que o trabalho dos técnicos da Prefeitura e do Governo do Estado foi impecável. Iremos apresentá-lo minuciosamente em breve à imprensa. São 20 ou 30 obras do Governo, mais 20 ou 30 da Prefeitura. O Ceará vai fazer bonito na reunião com o presidente Lula. Nenhum estado, digo sem medo de estar exagerando, fez antecipadamente um trabalho como o nosso.
fonte:http://www.opovo.com.br/hotsite/copa...ntrevista.html

------------------------------------------------

OBRAS À VISTA
PV poderá servir de base para seleções



Estádio Presidente Vargas deverá servir como sede para treino das seleções que estarão em Fortaleza (Foto: Kiko Silva)

Com a confirmação de Fortaleza como sede da Copa do Mundo de 2014, a tão aguardada reforma do Estádio Presidente Vargas, agora, vai sair. Desde fevereiro de 2008, interditado, o velho e bom PV deverá começar a sofrer mudanças em setembro, segundo a prefeita Luizianne Lins.

“Vamos abrir o processo licitatório, agora em junho, e este procedimento deve durar cerca de três meses. Por isso, acredito que em setembro já possamos começar as reformas”, disse Luizianne para em seguida tentar acalmar os ânimos dos presidentes dos clubes cearenses, que estão preocupados com o risco de em 2010 a Capital cearense não ter nenhum estádio em condições de receber jogos do Campeonato Brasileiro. “Eu queria tranqüilizar o pessoal do futebol, que o PV vai sim, estar pronto ano que vem. Nós não vamos deixar ninguém sem estádio. Conforme o planejamento do Estado, o Castelão vai fechar totalmente apenas em abril. E com isso teremos cerca de oito a dez meses de prazo para concluir a reforma. Em maio, com certeza vamos entregar o Estádio Presidente Vargas”, afirmou a prefeita.

Luizianne Lins falou ainda que tipo de reforma o PV passará, acabando de vez as especulações de que haverá uma demolição. “Iremos direto no problema que o PV tem, que é sua estrutura. Consultamos vários técnicos que participaram da reforma do Maracanã e vamos modernizar o PV”.

19 mil lugares

Segundo a prefeita petista, o novo PV vai preservar a fachada histórica, e a capacidade para receber 22 mil pessoas será reduzida. “Serão 19 mil lugares e todos com cadeiras. Queremos que o PV esteja adequado como os grandes estádios do mundo”.

Com isso, a intenção da prefeitura é que o PV sirva de base para treinos das seleções que virão atuar em Fortaleza.

fonte: Diário do Nordeste

------------------------------------------------------------------

Projeção
Que a Europa esteja aqui!

Com a candidatura assegurada, Fortaleza quer ir mais longe. O objetivo é trazer as seleções europeias para cá e sediar uma jogo das quartas-de-final. Tudo de olho na valorização do Euro



Roberto Leite e Yanna Guimarães
da Redação
01 Jun 2009 - 02h23min
Fortaleza tem pretensões bem grandes quando o assunto é Copa do Mundo de 2014. E essas pretensões vão além do simples fato de garantir jogos em território cearense. A ideia é sediar uma chave da competição que tenha alguma seleção europeia. E para além disso, ser uma das quatro cidades que terão o privilégio de seguir até as quartas-de-final do torneio.

Para o secretário estadual de turismo Bismark Maia, Fortaleza tem tudo não apenas para ser uma das subsedes, como para abrigar grandes seleções na Copa de 2014. Segundo ele, o Estado já está desenvolvendo estratégias para potencializar a oportunidade de ser uma das cidades escolhidas pela Fifa. "Fortaleza tem todo um plano para ir além, mas as medidas que ainda não podem ser divulgadas".

É também o que diz o secretário do esporte do Ceará, Ferruccio Feitosa. "A cidade está preparada para um plano de ações que proporcionará a vinda de grandes seleções para cá". Ele cita como um dos objetivos conseguir trazer seleções europeias para o grupo que jogará em Fortaleza. "O nosso foco são as seleções europeias, principalmente por causa da moeda. O Euro está muito valorizado mundo afora e a vinda de uma Itália, Espanha ou Inglaterra poderia aquecer bem nossa economia", comenta.

Já Bismarck Maia arrisca até seleções mais próximas. "Outra boa opção é que a seleção americana também estivesse aqui. Qualquer segmento dos EUA que goste de futebol representa muito em termos econômicos e de turismo". Ele explica que o poder público vai fazer o possível para trazer seleções importantes. "Isso é decidido por meio de sorteio, mas as estratégias que estamos desenvolvendo podem nos favorecer de certa forma".

Segundo Ferruccio Feitosa, caso se confirme a vinda de uma seleção europeia (ou mesmo os EUA), não só Fortaleza, mas o Ceará estaria sendo apresentado para o maior e mais rico continente do mundo. "Nós poderíamos mostrar todas as partes do nosso Estado. Vender de forma benéfica e eficiente a nossa imagem".

O secretário garante que, até 2013, o Ceará vai se colocar muito bem em termos de infraestrutura em relação às outras subsedes. Até mesmo porque é o prazo estipulado pela Fifa para que todas as obras fiquem prontas. "Acredito que logo após o anúncio das cidades escolhidas, na primeira quinzena de junho, a Fifa vai deflagrar o processo de responsabilidade de cada subsede".

Ou seja, será mostrado diretamente o que cada cidade terá de fazer para abrigar os jogos. "Será estabelecido um cronograma geral. Acredito que a maioria das candidatas não está pensando muito nisso. Só vão se preocupar agora, depois da confirmação. E nós já fizemos esse planejamento, já sabemos o que vamos ter de fazer", finaliza Bismark


FRASES

"Essa escolha vai gerar um processo de bastante desenvolvimento em infraestrutura, além de alavancar o turismo. A notícia que Fortaleza foi eleita uma das cidades-sede da Copa é, sem dúvidas, uma das melhores que já recebemos por aqui".
Evandro Leitão - presidente do Ceará

"Estou muito feliz e satisfeito. Cabe agora, às autoridades, muito trabalho para que a realização dos jogos seja uma sucesso"
Lúcio Bomfim - presidente do Fortaleza
fonte:

http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/881908.html

Espanha e Portugal na mira


01 Jun 2009 - 02h23min
Quando fala em seleção europeia, a organização da candidatura de Fortaleza não se refere a qualquer equipe do Velho Mundo. De acordo com o secretário estadual do esporte, Ferruccio Feitosa, o objetivo é trazer um nome de peso. Caso a cidade sedie um grupo, é certa a presença de uma tradicional escola do futebol por aqui, mas a meta é convidar seleções também antes do período da Copa, inclusive para períodos de aclimatação.

E a cidade tem suas favoritas. Os países da Península Ibérica (Espanha e Portugal) são os preferidos pela proximidade com a Capital. "É verdade que já há um contato com a Espanha. A possibilidade de uma seleção como esta vir para cá agrada à candidatura de Fortaleza. Há aí questões culturais e de proximidade com o nosso Estado que são fundamentais", explicou o Ferruccio.

No entanto, não só a Espanha está na alça de mira da candidatura fortalezense. "Já mantivemos contato também com alguns empresários portugueses. Seria uma outra boa opção para nós". Vale lembrar que a maioria dos resorts que estão sendo ou que já foram construídos na Região Metropolitana de Fortaleza (Eusébio e Aquiraz) são investimentos ligados diretamente ao empresariado português.

Caso a vinda de nenhum desses países seja confirmada outras opções são Inglaterra e Itália. "Mas, a princípio, o nosso foco é que a Europa esteja aqui. E Portugal ou Espanha tem a proximidade histórica e língua também, o que poderia atrair mais turistas ainda", concluiu Ferruccio. (Roberto Leite)
O Povo

Cidade pode receber até 10 seleções


01 Jun 2009 - 02h23min
Brasil e Suécia jogaram em Pasadena, na semifinal da Copa de 94
Depois da escolha de Fortaleza como uma das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, serão pelo menos quatro anos de espera até a definição das seleções que virão jogar por aqui. Das 30 equipes que vão disputar o torneio, até 10 seleções podem passar pela Capital cearense. Se a Fifa mantiver o esquema de competição que já foi utilizado anteriormente em países de grande dimensão territorial, a cidade tem chances reais de sediar jogos até as quartas-de-final da competição.

Tomando como base a Copa do Mundo dos Estados Unidos (1994), que teve 24 seleções e nove cidades-sede, dá para fazer uma projeção de como será o Mundial do Brasil, que contará com 32 equipes e 12 cidades-sede. Nos EUA, grupos com três cidades se dividiram para receber jogos de duas chaves de quatro seleções. Cada sede recebeu pelo menos quatro partidas. No Brasil, a única diferença, pelo número de equipes e sedes, é que devem ser quatro grupos de três cidades.

Como em 94, as cidades devem ser divididas pela proximidade na localização. Observando as 12 escolhidas, é possível projetar a seguinte divisão: São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte; Brasília, Porto Alegre e Goiânia; Belém, Manaus e Cuiabá; Salvador, Recife e Fortaleza.

Além dos quatro jogos da fase classificatória, quando no mínimo cinco seleções diferentes jogarão no Castelão, oito das 12 cidades vão receber uma partida das oitavas-de-final. Nos EUA, como eram nove sedes, apenas Detroit ficou de fora. No Brasil, duas cidades dos quatro grupos devem sediar um jogo das oitavas, para somar oito. Fortaleza vai brigar diretamente com Recife e Salvador por uma oportunidade.

Nas quartas, uma cidade de cada grupo deve ser escolhida, já que nos EUA todos os grupos tiveram pelo menos uma partida dessa fase. Assim, Fortaleza tem chances reais de receber quatro, cinco ou até seis jogos da Copa. As seleções que virão para cá serão no mínimo cinco, mas podem chegar até 10. Como aconteceu com Dallas, em 1994, que nem era uma das sedes das finais.

Se dois grupos passarem por Fortaleza, dificilmente o Castelão ficará sem a presença de disputas importantes. Nos EUA, a junção dos grupos E e F, por exemplo, deu às subsedes dessas chaves jogos entre seleções como Itália e Holanda. (Mara Semyra)


NÚMEROS

10 - seleções diferentes podem passar por Fortaleza em jogos durante a Copa do Mundo de 2014, caso a cidade consiga o objetivo de chegar às quartas-de-final

4 - jogos a Capital receberá na fase classificatória, sendo uma sede de grupo da Mundial 2014
fonte: O Povo

============================================================

Grande palco
O Castelão do futuro



Guarde bem a imagem do Castelão como ele é hoje. Porque, segundo o prometido à Fifa, a partir de dezembro de 2012, o que você verá é um novo estádio, com uma infraestrutura digna dos grandes centros esportivos

Roberto Leite
da Redação
01 Jun 2009 - 02h23min
Uma coisa é certa. O Castelão que o torcedor cearense está acostumado a frequentar ou mesmo ver na televisão será completamente diferente já em 2012. Com um projeto orçado em R$ 400 milhões, o Governo do Estado, através da Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte), pretende reformar e modernizar a principal praça de esportes cearense.

No projeto apresentado à Fifa o poder público prevê que o novo Castelão surja ao lado de um Complexo Esportivo e de um hotel, que serviria para hospedar uma parte dos torcedores estrangeiros que viessem à Fortaleza acompanhar suas seleções.

O estacionamento, local atual da passagem da torcida em dia de jogos, será substituído por uma área verde, com pés de carnaúba e estações de energia eólica. Dentro, restaurantes panorâmicos atrás dos gols e camarotes.

Ou seja, pelo menos no papel, uma obra sem precedentes para que Fortaleza receba jogos da Copa do Mundo em 2014.


E-Mais

Praça
Do lado de fora do Castelão, onde hoje é o estacionamento, será uma praça com pés de carnaúba. Na parte próxima à entrada do estádio, rampas de acesso para cadeirantes. Na parte externa, mas dentro do estádio, área de alimentação e serviços.

Centro olímpico
Ao lado, um centro olímpico de 47.500m2 com arena multiuso climatizada, pista de atletismo olímpica e complexo aquático esportivo.

Hotel / Shopping
Do lado de fora do estádio, duas outras construções ousadas: um hotel cinco estrelas e um shopping com cinemas.

Garagem
O Estado prevê também a construção de um edifício-garagem subterrâneo com capacidade para receber 4.200 lugares.

Imprensa
Para a imprensa de todo o mundo que virá a Fortaleza cobrir os jogos, será construída uma moderna sala de imprensa no lado oposto ao mesmo setor que existe hoje.

Camarotes
Para assistir ao jogo, ao longo das dependências do estádio, haverá 72 camarotes especiais, lounges empresariais para 3.000 lugares e um camarote de honra de 10.000 m2.

Coberta
Na parte superior do estádio, a coberta será estendida para que nenhum torcedor fique descoberto. Esta coberta terá degradê adequado e translúcido

Cadeiras
Uma das mudanças mais consideráveis será a aproximação das cadeiras inferiores do gramado do estádio, ao estilo existente em estádios europeus. Atualmente, a distância entre campo de jogo e cadeiras é de 41 metros. Com a reforma, esse espaço se reduzirá para 21 metros. E o fosso deixa de existir.

Restaurantes
Dois restaurantes serão construídos atrás das metas dos goleiros, com visão total da partida que estiver sendo realizada.


Castelão
Estádio: Plácido
Aderaldo Castelo

58 mil Torcedores

R$ 400 milhões Investimento para reformas

28 de fevereiro de 2010 Início das reformas

Dezembro 2012 Data final para conclusão das obras


FRASES
"Isso é maravilhoso! Ser uma das sedes será um divisor de águas tanto para o Brasil quanto, principalmente para o Ceará. Os dois legados principais deste evento serão a infraestrutura e a imagem que vamos passar para o mundo. Agora, nós teremos um dever de casa para fazer até 2014."
Regis Medeiros, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH)
fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/881903.html

Last edited by Fortal; June 5th, 2009 at 09:20 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 2nd, 2009, 02:58 PM   #93
Kaique
Registered User
 
Kaique's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Fortaleza/Rio de Janeiro
Posts: 7,374
Likes (Received): 475

Fortal, nada de concreto nem aço ainda sobre os investimentos em mobbilidade.

Eles só repetiram, com erros, nessas duas reportagem o que já foi especulado.
Nem sequer cogitam linha leste, João Felipe-HGF.
E só se limitam a dizer que a linha Oeste será ainda diesel-elétrica e que o tal VLT vai seguir da parangaba para o Estádio, mas tenho quase certeza de que isso é apenas uma idéia e projeto não há.

O meu temor é fazerem nas pressas sem um bom estudo e passado a copa mais uma obras mal feita atrapalhando mais do que ajudando a cidade.
Kaique no está en línea   Reply With Quote
Old June 2nd, 2009, 04:39 PM   #94
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Kaique, grande Kaique! A Copa começou dia 31 de maio para todos. Agora, mãos à obra para as 12 cidades!
segundo a opinião dos secretários de turismo e de esportes, Fortaleza larga na frente de muitas outras, pois já existem obras pela cidade, independente da Copa, e 5 bilhões já estão garantidos, num total de cerca de 8 a 9 bi (podendo haver variações).

Olha, eu tenho um monte de matérias sobre a infraestrutura, mobilidade, etc, para colocar. Só que eu preciso de um tempo para colocar tudo, por isso que está sendo aos poucos, além disso estou com problemas de picos de conexão que vem caindo a internet banda larga.

Sobre o metrô: Veja na primeira página do thread (as fotos da proposta do Metrofor para a Copa 2014 apresentada na Sinaenco pelo arquiteto do Metrofor). EStá tudo bem explicado, o projeto e os mapas. Deixei lá o link também direto do site da Sinaenco, pois há mais fotos complementares.

Notícia de hoje

Copa do Mundo 2014
Mobilidade deverá ser fator crucial para a Copa

Melhorias na Infra-estrutura urbana e em logística para receber o evento, em 2014, são tidos como prioridades

O tópico ´transportes e logística´, presente no projeto cearense para receber uma sub-sede da Copa de 2014, abrange uma questão crucial para o sucesso da missão, que se concentra no incremento qualitativo e quantitativo da infra-estrutura urbana e da logística para receber o evento.

Na Copa da Alemanha, em 2006, foram investidos, aproximadamente, 4 bilhões de euros em rodovias e 3,5 bilhões de euros no setor de transportes públicos, segundo dados do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), valor que corresponde a um total de 9,5 bilhões de euros.

No Brasil, o Plano de Mobilidade Urbana para a Copa de 2014, apresentado pelo Ministério do Turismo em maio de 2008, previa investimentos de R$ 38,51 bilhões em obras nas linhas de metrô, trem e corredores de ônibus para 11 cidades que pleiteavam ser sub-sede do evento. Somente para a Capital cearense, o plano reservava R$ 189 milhões.

O valor pode parecer exagerado, mas é preciso que se faça uma ponderação. A Copa de 2006, embora tenha recebido o direito de indicar um número próximo de cidades-sede, ocorreu em um país que já tinha uma estrutura quase pronta para receber o mundial, o que não ocorre no Brasil. E é o que não há na África do Sul, anfitriã da próxima Copa, que já estourou por diversas vezes os orçamentos iniciais. Lá, os investimentos em infraestrutura já ultrapassam o equivalente a R$ 34 bilhões, mas isto para nove cidades, três a menos do que a Copa brasileira.

O vice-presidente do Sinaenco, João Alberto Viol, dá a dica para acertar na questão da mobilidade urbana. ´O que a Fifa exige para o evento é que você tenha uma solução para o transporte local e estações (de metrô) que sejam localizadas próximas ao estádio. Agora, qual a solução, cada estado vai definir a sua. Daí o plano, o pensar antes´, explica.

Aeroporto

Atualmente, o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza conta com uma capacidade anual para receber pouco mais de 3 milhões de passageiros. Embora não tenha estimativas disponíveis a respeito da quantidade de visitantes que poderão vir à Capital cearense durante o mundial, a assessora de imprensa da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Joice Ribeiro, afirma que as obras no aeroporto não dependiam da escolha de Fortaleza como sub-sede. ´Com Copa ou sem Copa, a Infraero já estudava esse projeto, pois há dois anos estamos trabalhando com uma capacidade saturada e já se previa a ampliação para acomodar e atender à necessidade de crescimento do Estado´, diz.

A ampliação citada pela assessora diz respeito ao terminal de passageiros, que já se encontra na fase de licitação do projeto básico, e, obrigatoriamente, também forçará o incremento da capacidade do estacionamento do prédio, do pátio de aeronaves, do número de pontos de embarque e do terminal de cargas. Este último, a propósito, já está reformado. Junto com ele, também está a torre de controle, com a conclusão da obra prevista para o ano de 2010.

No total, as intervenções deverão custar algo em torno de R$ 500 milhões, divididos entre os governos Federal (com recursos do PAC), Estadual e Infraero. Joice afirma que a Copa pode, ainda, acelerar o andamento das obras, que vão elevar para 13 milhões de passageiros/ano a capacidade do terminal aeroportuário.

Junto com as obras do Pinto Martins, têm fundamental importância a construção dos aeroportos de Aracati e Canoa Quebrada, ações que tencionam incrementar o turismo interno no Estado.

Cais de passageiros

A idéia do Governo Cid Gomes é aproveitar a posição estratégica de Fortaleza para fazer da Capital um ´ponto de afluência´ dos visitantes que virão à Copa. O Porto do Mucuripe pode ser um importante equipamento para esse intento, uma vez que há um projeto, orçado em cerca de R$ 120 milhões, para criar um cais de passageiros no local.

SAIBA MAIS

Quase eqüidistante

De avião, Fortaleza está a 6h30 da América do Norte (Miami), a 6h30 do continente europeu (Lisboa) e a 4h30 do continente africano (Abidjan)

Posição privilegiada

O Aeroporto Internacional Pinto Martins está localizado em uma posição estratégica para a Copa: a 6Km do Centro, a 9Km da Beira-Mar e a 3,5Km do Estádio Castelão

Barcos particulares

A marina do Marina Park Hotel tem capacidade para receber até 150 embarcações de pequeno porte (com capacidade de 6 a 8 passageiros).


Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643155

Porto do Mucuripe receberá R$ 120 milhões para reforma


A entrada pelo oceano será uma das alternativas para turistas que virão assistir à Copa do Mundo de 2014, em Fortaleza. Para receber a demanda de barcos, iates e transatlânticos, o ministro dos portos, Pedro Brito, garantiu que o Mucuripe estará adequado para qualquer tipo de embarcação, com conforto, segurança e dentro do prazo. As obras de modernização do porto estão orçadas em R$ 120 milhões.

O presidente da Companhia Docas do Ceará (CDC), Sérgio Novais, disse que R$ 60 milhões já estavam destinados mesmo antes de Fortaleza ser anunciada como subsede da Copa. “R$ 42 milhões para dragagem e o restante para reforço do cais comercial, da estrutura civil e a criação do Centro Vocacional Tecnológico (CVT), um equipamento social que pretende formar mão-de-obra qualificada e melhorar os índices de violência das redondezas”, explicou.

Sérgio Novais disse que após a ratificação do anúncio, ocorreram reuniões junto aos governos municipal e estadual em que foi pedido que o porto do Mucuripe tenha capacidade receptiva e funcione como base hoteleira para a Copa de 2014, incluindo estação de passageiros e ampliação do cais. “Fortaleza precisa entrar na rota de cruzeiros internacionais e também domésticos. Existe grande potencial para isso”, lembrou Novaes.

Pedro Brito disse que existe uma comissão na Presidência da República para a Copa. “Todos os portos receberão dinheiro federal para a melhoria de infraestrutura”, afirmou. Novais diz que o turismo marítimo em Fortaleza passa por uma tendência de crescimento. “A ideia é colocar a Capital na rota dos cruzeiros, que hoje passa só por Rio e Santos”, avaliou.

Dragagem
Em Fortaleza para a abertura do “Seminário Cidades Costeiras Sustentáveis: Portos, Turismo e Atividades Econômicas de Base Comunitária”, que acontece até amanhã (3), no auditório de Ciências da Universidade Federal do Ceará, Brito afirmou em seu discurso que os 20 principais portos do País serão dragados até o final de 2010.

No Mucuripe, a dragagem ainda depende de trâmites licitatórios, mas já estão garantidos os recursos para a operação. “A verba é proveniente do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal”, comentou.

A preocupação com os impactos ambientais será uma das marcas do desenvolvimento portuário brasileiro. Pelo menos é o que garante o titular da Secretaria Especial de Portos (SEP). “As pessoas têm que ter em mente que os portos, antes de serem rentáveis, precisam respeitar o meio-ambiente. O Brasil deve ser exemplo mundial”, declarou Pedro Brito.


Fonte:http://www.opovo.com.br/opovo/economia/882145.html

METROFOR E TRANSFOR
Obras para desafogar o trânsito

Durante a Copa de 2006, conforme dados do site da Fifa, 60% dos espectadores que foram aos estádios utilizaram meios de transportes públicos, sendo que 15 milhões de pessoas andaram de trem no mês em que se prolongou o evento.

Longe da realidade alemã, em Fortaleza, para que se chegue a um padrão aceitável em termos de mobilidade pública para receber o evento, há muito ainda o que se fazer. O desafio será acelerar obras que já estavam previstas, mesmo sem a vinda da Copa para cá, como o Metrofor e o Transfor.

O primeiro tenciona concluir as obras e a operacionalização do metrô — com capacidade para transportar 674 mil passageiros/dia — na RMF em duas etapas: a Linha Sul, com orçamento previsto para R$ 518,1 milhões, ligando a Estação das Flores, em Maracanaú, até a Estação João Felipe, no Centro, com conclusão prevista para 2010; e a Linha Oeste, ligando Caucaia à João Felipe, até 2012. Quando estas duas linhas estiverem prontas, a intenção é que o Metrofor seja integrado às linhas de ônibus urbanas de Fortaleza, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba e Caucaia.

Além dessas duas linhas, há ainda a intenção do Estado de viabilizar a utilização do ramal Parangaba/Mucuripe, que atualmente só realiza transporte de cargas, para receber passageiros e incorporá-la ao novo sistema de transportes públicos da RMF. Só que em vez de metrô, seriam utilizados equipamentos do tipo Veículo Leve sobre Trilhos (VLTs).

Outro programa fundamental é o Transfor, que prevê a criação de corredores de transportes públicos e obras de melhorias nas vias e áreas urbanas, com orçamento de US$ 142 milhões e está citado, no projeto entregue à Fifa, como trunfo fortalezense para receber a Copa do Mundo.


Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643156

Last edited by Fortal; June 2nd, 2009 at 07:32 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 2nd, 2009, 09:07 PM   #95
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Um show de temas e reportagens!

Primeiramente, parabéns ao povo cearense, em primeiro lugar,
pela força de seu povo e que tanto honra o Ceará e que sempre
acreditou no potencial do seu Estado para sediar o evento
mais importante do cenário esportivo mundial: a Copa FIFA
e pela belíssima cidade de Fortaleza,
quem tem muita história para contar e será ainda mais vista
pelas lentes de todo o mundo!

Aos 70 técnicos do Governo do Estado e da Prefeitura que lutaram
para receber a Copa e que continuarão a se empenhar até 2014.
Ao Governo e Prefeitura pela união de trazer a Copa e aos secretários de Turismo e de Esportes.

Pessoas especiais que deverão ser lembradas sobretudo
quando alguém se lembrar do pontapé inicial do Castelão, em 2014!:
- O saudoso Ex-governador Plácido Aderaldo Castelo (que lutou para erguer o estádio)
- O saudoso João Paulo II, o nosso querido Papa, que visitou Fortaleza,
em julho de 1980, na ocasião do X Congresso Eucarístico Nacional

Cerimônia com o Papa João Paulo II, que reuniu 120 mil fiéis, recorde de presença de público no estádio. (Banco de Dados, 9/7/1980)
- O saudoso Paulino Rocha- ex-locutor esportivo, que se emocionou na inauguração do Castelão, em 1973



O Castelão, em 2014, bem que poderia ter Raimundo Fagner cantando o nosso maravilhoso hino nacional, assim como foi no jogo Brasil e Iugoslávia, em 2002, quando o estádio inaugurou sua cobertura metálica e reforma.
Um dos nossos grandes representantes do Estado, que tanto ama futebol
e o Estado do Ceará!


"Fortaleza reúne todas as condições, pelo lugar estratégico, pelo histórico, pela capacidade de receber turistas. Essa escolha vai fazer muita gente trabalhar sério. A Copa vai dar a Fortaleza um maior senso de responsabilidade.
Fagner - cantor"


Vídeo - No Ceará é Assim - Música de Raimundo Fagner



crédito: ildevanoliveira by youtube

--------------------------------------------------------------------


A Copa é nossa! Com Cearense não há quem possa!
O sonho de ver jogos do Mundial de 2014 em Fortaleza virou realidade

Foto: Lia de Paula, O Povo


Castelão 2014

Fortaleza é sub-sede da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014
Na próxima quarta (3), Cid Gomes e Luizianne Lins apresentam o plano de investimentos para a Copa.



Fortaleza conquistou a vaga e está entre as doze capitais brasileiras que receberão os jogos da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. O anúncio foi feito neste domingo (31), durante reunião do comitê da Federação Internacional de Futebol (Fifa), nas Bahamas. Além da capital cearense, o Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Curitiba, Salvador, Recife, Natal, Manaus e Cuiabá sediarão os jogos do mundial. Após o anúncio oficial da Fifa, o governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins concederam entrevista coletiva à imprensa, na Residência Oficial. A estimativa é de que a Capital receba entre R$ 3,5 e R$ 4 bilhões em investimentos para a realização da Copa. “ Daqui para frente é muito trabalho e relação de parceria entre o Governo Estadual e a Prefeitura para que as ações sejam todas bem planejadas e executadas”, comemorou Cid Gomes, que anunciou que seguiria para o município de Barbalha, onde tinha compromisso agendado, para agradecer a Santo Antônio pela conquista.
Durante a coletiva, o governador anunciou que na próxima quarta-feira (03) será divulgado o Plano de Investimentos para a Copa, com todas as ações que deverão ser executadas pelas esferas de poder. Uma das primeiras intervenções será a reforma do estádio Castelão, que deverá ter as obras iniciadas até maio de 2010. Entre os dias 8 e 10 de junho será realizada no Rio de Janeiro reunião com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e todas as capitais escolhidas para a montagem do cronograma de atividades. Também já há a previsão de uma reunião com o presidente Lula para apresentação das demandas dos Estados. De acordo com Cid Gomes, o
presidente já demonstrou publicamente a intenção de apoiar os estados na construção de um cenário que atenda as exigências da Fifa. “ Se para a realização das Olimpíadas de 2016 terão que ser investidos recursos da ordem de R$ 30 bilhões só no Rio de Janeiro, estamos muito otimistas com os investimentos para a realização da Copa de 2014”, disse.
Ainda na avaliação do governador, a vinda da Copa para a capital cearense ultrapassa as esferas do esporte. Cid enumera dois grandes benefícios: a cultura do planejamento e o consenso nacional. Cid Gomes também acredita que a localização geográfica do Estado pode ter sido um dos pontos determinantes para a escolha. “ Nós estamos na esquina com o mundo ocidental e isso só nos favorece num processo como o da escolha das capitais”, afirmou.
Já a prefeita Luizianne Lins enumerou as várias ações que estão sendo executadas em Fortaleza, se antecipando a realização da Copa. Entre elas, a reurbanização das bacias do Cocó e do Maranguapinho e a integração dos sistemas do Transfor com o Metrô de Fortaleza. O Plano de Investimentos que será apresentado terá como prioridade a execução de ações nos eixos: estádios, meio ambiente/saneamento básico, transportes/mobilidade urbana, segurança, saúde, energia/telecomunicações
e turismo. Todos os pontos apresentados no Plano devem obedecer as orientações da Fifa.
Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado:
Casa Civil
http://www.ceara.gov.br/noticias/for...-mundo-da-fifa

-------------------------------------------------------------------------

É oficial
Grito de gol à Beira Mar



Fortaleza foi confirmada como uma das 12 subsedes da Copa de 2014. A avenida Beira Mar foi o ponto de concentração dos apaixonados por futebol. Antes mesmo do anúncio oficial da Fifa, muitas pessoas já comemoravam com camisa verde e amarela, rostos pintados e bandeiras do Brasil
Viviane Gonçalves
da Redação
01 Jun 2009 - 02h23min
Antes mesmo do anúncio oficial de que Fortaleza vai sediar a Copa do Mundo de 2014, a animação já havia tomado conta da avenida Beira Mar. A sensação de que a cidade seria uma das escolhidas pela Fifa levou centenas de pessoas a vestirem a camisa da seleção brasileira, pintarem o rosto de verde e amarelo e balançarem bandeiras e balões por toda a orla turística. Muitas pessoas abusaram da criatividade para acompanhar o pronunciamento. Teve boneco gigante, chapéu de viking e óculos com bandeira do Brasil. Um grande telão e blocos carnavalescos ajudavam a formar a festa, organizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/Ce).

Às 15h30min, quando o presidente da Fifa, Joseph Blatter, confirmou direto de Nassau, nas Bahamas, a capital cearense como uma das 12 subsedes da Copa de 2014, pulos, abraços e muitos gritos de "eu já sabia" dominaram a avenida Beira Mar. Ao som de marchinhas e músicas populares, os torcedores dançaram até o início da noite de ontem.

O estudante Alexandre Paulo Rocha, 16, estava emocionado. Ele tinha uma forte sensação de que o melhor iria acontecer, mas precisava ouvir a notícia oficial para levantar os balões verde-amarelos. "Agora é só alegria. Vou a todos os jogos da Copa aqui na cidade", garantia. As estudantes Vanessa Leitão, 20, e Naiara Lira, 21, também estavam satisfeitas. Com os rostos pintados de verde e amarelo e blusas da última Copa, elas comemoravam principalmente os investimentos que a cidade vai receber ao tornar-se uma subsede. "É preciso ter consciência política neste momento. Espero que melhore a infraestrutura e ocorram muitos avanços", comenta.

O torcedor Paulo Floriano, 30, está desempregado e espera mudar a situação com a presença dos jogos da Copa em Fortaleza. Ele e a família confeccionaram uma enorme bandeira do Brasil para a festa do anúncio da Fifa. "Acredito que vão surgir muitas oportunidades e que poderei encontrar um novo emprego", diz. Para o vendedor Joaquim Duarte, 57, a oportunidade já chegou. A festa acabara de começar e ele já havia vendido 15 blusas da seleção. "A Copa começou hoje (ontem) para mim. A expectativa é multiplicar as vendas de blusas da seleção", comemora.

Além de Fortaleza, as outras cidades escolhidas pela Fifa foram: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.


FRASES

Nós vamos ter a chance de fazer o mundo inteiro ouvir falar um pouco mais da alegria e da afetividade do povo fortalezense. Isso significa melhorar a infraestrutura, mais empregos e renda"
Salmito Filho, presidente da Câmara Municipal (PT)

A vitória trará grandes benefícios. A cidade vai ganhar espaço internacional e investimentos em diversas áreas, além da geração de empregos"
Airton Fontenele, escritor e pesquisador de futebol
fonte:http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/881896.html

----------------------------------------------------------------------
Intervenções Urbanas
Copa do Mundo deixará legado para o futuro



Fortaleza vai virar um canteiro de obras. Com a Copa, uns projetos serão acelerados e outros terão o impulso necessário para a implementação
Projetos como o Acquario Ceará fortalecerão a imagem de Fortaleza (Imagem: Divulgação)

Não é só o Castelão que ganhará com a vinda da Copa do Mundo de 2014 para a capital cearense. A confirmação da realização do evento na cidade, de acordo com o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza, garante a concretização de projetos que beneficiarão a cidade e deixarão um legado para o futuro.
Uns projetos serão acelerados em virtude do evento e outros terão o impulso necessário para a implementação. No total, o pacote de investimentos ligados direta ou indiretamente à Copa do Mundo, adiantam o governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins, gira em torno de R$ 9 bilhões.
O Metrô de Fortaleza (Metrofor), após 10 anos de obras, será um dos projetos que mais ganham com a Copa do Mundo. Com a exigência da Federação Internacional de Futebol (Fifa) de maior mobilidade urbana, o metrô receberá uma terceira linha além das duas primeiras em construção - entre o Mucuripe e a Parangaba, com um ramal passando pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins e o estádio Castelão.
O plano de investimentos para a Copa do Mundo, que deve ser apresentado oficialmente pelo governador e a prefeita nas próximas semanas, destaca também a integração do metrô ao sistema de ônibus. Graças ao Programa de Transporte Público Urbano (Transfor), da Prefeitura, os veículos coletivos serão priorizados em vias com faixas exclusivas. Diversas avenidas da cidade serão alargadas, especialmente aquelas que dão acesso à região do Castelão.
Em virtude do aumento no fluxo de turistas durante o mês de Copa do Mundo, o aeroporto terá duplicada a sua área de passageiros e um projeto prevê a construção de terminal de passageiros no Porto do Mucuripe, para recepção de navios transatlânticos. A criação do espaço para hotéis flutuantes ajudará a reforçar a rede hoteleira, que precisa ser duplicada em cinco anos.
Até lá, Fortaleza deve contar ainda com dois equipamentos que fortalecerão o turismo na cidade: o Centro de Convenções, na avenida Washington Soares, e o Acquario Ceará, na Praia de Iracema. Tudo isso, juntamente com o projeto de despoluição da orla marítima e dos rios Cocó e Maranguapinho, ajudará a fortalecer a imagem de Fortaleza e do Ceará no cenário nacional e internacional.
fonte:http://www.opovo.com.br/hotsite/copa...s-urbanas.html

----------------------------------------------------------------------


Expectativa
Fortaleza de outros mundos
Fortaleza não será a mesma antes, durante e depois da Copa do Mundo. O POVO apresenta as principais obras que remexerão com a cidade. E serão responsáveis, inclusive, por um redesenho do que se conhece hoje da Capital

01 Jun 2009 - 02h23min
Pois bem. Cidade-sede de Copa do Mundo precisa de uma boa repaginada. E em se tratando de Fortaleza, aí é que as reformas precisam ser consideráveis. Isso porque há muito tempo que grandes intervenções urbanas não são realizadas na cidade. E para marcar a escolha da Capital como sede de jogos do Mundial de 2014, O POVO e mostra relacionadas com o evento, conforme o caderno de encargos entregue pela candidatura local à Fifa.

Neste infográfico, o leitor verá uma projeção de como Fortaleza deve ficar em 2014. E como o desenho da cidade mudará com todas estas intervenções. Algumas delas já começaram (e há um bom tempo!), como é o caso do Metrô de Fortaleza, que encontra na Copa, porto seguro para ser terminado.

Do outro lado, várias construções que ainda serão começadas, mas geram polêmica desde já. O Acquário, na Praia de Iracema, é um bom exemplo disso. Assim como o Centro de Eventos do Ceará, que desapropriou uma série de imóveis para garantir a sua construção. (Roberto Leite)


Projeto de Balneabilidade dos Rios
A ideia é resolver o problema da poluição e do lixo que são depositados nos leitos dos rios que cortam a cidade. As limpezas do Rio Cocó, Maranguapinho, dentre outros, melhorará as condições dos locais próximos. E locais mais “verdes” podem ser constituídos. Lembrando que a Copa no Brasil é planejada para ser ecologicamente correta.

Centro de Eventos do Ceará
Ficará às margens da avenida Washington Soares. Para a sua construção foram desapropriados o Instituto das Mensageiras de Santa Maria, a Academia da Policia Militar Edgar Facó e um terreno do grupo Edson Queiroz. A construção é uma antiga demanda do setor turístico e de eventos e custará R$ 270 milhões. O objetivo é o fomento do turismo de negócios. Antes chamado de Pavilhão de Feiras, o Centro deverá receber até 30 mil pessoas em um único evento.

Acquário
Obra considerada faraônica para os padrões fortalezenses, é uma das boas apostas do Governo do Estado para trazer mais turistas à Capital cearense. Além de dar início à revitalização do corredor turístico da Praia de Iracema. Todo o projeto deve custar aos cofres públicos R$ 250 milhões. A previsão inicial é de que a obra ficasse prota até o fim de 2010. O aquário terá 18 milhões de litros de água e será o maior da América Latina - ficará na antiga sede do Dnocs.

Duplicação da Maestro Lisboa ao Porto das Dunas
A avenida, que serve de via de acesso ao Porto das Dunas, na cidade vizinha de Aquiraz, será ampliada. O local, já bastante movimentado, deverá receber um fluxo bem maior de turistas, já que leva ao Beach Park e praias vizinhas de Fortaleza, como a Prainha. O Hotel Porto D’Aldeia poderá ser utilizado para receber as seleções que vierem à Capital cearense. Além de ter um campo de treinamento.

Revitalização do Parque do Cocó
As intervenções no Parque do Cocó já começaram. Entre elas, a colocação da cerca para isolar o parque do lado externo. Além do projeto de cercadura, o Parque terá a infraestrutura reformulada. Um plano de urbanização, orçado em cerca de R$ 5,5 milhões, prevê restauração de calçadas e áreas de lazer. Também está previsto que o Parque do Cocó seja estendido até o Castelão. Na reorganização, há a previsão de um complexo de energia eólica.

Reforma e modernização do estádio Castelão
A principal praça de esportes do Ceará também será completamente modificada. O seu entorno será mais o mesmo. Um complexo esportivo e um hotel estão nos planos do Governo estadual. Além disso, as cadeiras inferiores ficarão mais próximas do campo. Restaurantes panorâmicos serão construídos atrás dos gols. E uma sala de imprensa ficará na parte oposta de onde hoje se encontra a tribuna para os jornalistas.

Conclusão da Ponte do Rio Cocó
A obra deverá ser recomeçada ainda este ano. A ponte sobre o Rio Cocó, que começou a ser construída na Praia da Sabiaguaba, foi interditada por questões ambientais. O embargo resultou das mudanças na dimensão da ponte, que passou de 12,8m para 21,4m, além de alterações no formato das colunas. A conclusão deve ser a obra mais rápida de todas. Serão apenas nove meses e custará R$ 9,8 milhões. A ponte ligará a Praia do Futuro à Sabiaguaba.

Revitalização do Rio Maranguapinho
A obra deve beneficiar mais de 350 mil famílias que moram às margens do rio, nos municípios de Maranguape, Maracanaú e Fortaleza. Cerca R$ 395 milhões serão aplicados na obra, levando água de qualidade, tratamento de esgoto e melhor qualidade de vida às famílias. Casas serão construídas próximas ao local onde moram. Na primeira etapa do projeto, 576 residências devem ser construídas.

Duplicação do Terminal de Passageiros do Aeroporto Internacional Pinto Martins
O aeroporto também sofrerá intervenções para a Copa 2014. E tudo porque já opera acima da sua capacidade. Com o Mundial, o aumento no fluxo de turistas estrangeiros deve aumentar em 60%. Já o movimento aeroportuário no Brasil deve chegar a R$ 19, 4 milhões de pessoas transitando por, pelo menos, três cidades. Para não entrar em colapso, o terminal de passageiros será duplicado.

Metrofor
O metrô será implantado em três estágios, aproveitando ao máximo a malha ferroviária já existente. Com obras iniciadas há uma década, o sistema atenderá aos municípios de Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Pacatuba. E deve transportar diariamente cerca de 485 mil passageiros. O investimento total está estimado em US$ 502 milhões (ou mais de R$ 1 bilhão). A primeira parte da obra será a Linha Sul, que vai ligar Pacatuba ao Centro de Fortaleza. A nova linha, Leste, por meio de VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) liga o Porto do Mucuripe à Parangaba, com ramal para o Aeroporto e Castelão.

Aeroporto de Aracati
Há quase um ano, a ampliação e a modernização do Aeroporto de Aracati foi anunciada, em cerimônia realizada na própria cidade. Com a reforma, que custará cerca de R$ 12 milhões e aumentará o comprimento da pista dos atuais 1.200m para 1.800m. O terminal ficará pronto para receber aeronaves com até 160 passageiros e será o terceiro mais importante do Estado - atrás apenas de Fortaleza e Juazeiro do Norte. O aeroporto terá, após a reforma, 2.300m², área vip, restaurante, duas lojas e terá condições de receber 150 mil passageiros por ano - o que aumentaria o fluxo de turistas, que já é de 159 mil por ano.
fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/881922.html

-----------------------------------------------------------------
Copa do Mundo 2014 (1/6/2009)
Copa lucrativa

Oportunidades para negócios não vão faltar com a vinda do Mundial, mas é preciso se preparar bem para recebê-lo


Quando ouvem falar em Copa do Mundo no Brasil, os olhos das pessoas ligadas ao turismo em todas as partes do País tendem a brilhar imediatamente. Isto porque as possibilidades (ainda que um tanto difícil de serem mensuradas por especialistas, até o momento, pois faltam pesquisas nesse sentido) de negócios ligadas ao setor deverão ser significativamente potencializadas com a chegada do evento à Capital.

Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - Ceará (ABIH-CE), Régis Medeiros, baseado no panorama atual, Fortaleza vai estar pronta, em 2014, para receber a Copa. ´Nós já temos 25 mil leitos. Além disso, antes da Copa, já devem ser reabertos hotéis importantes, como o Esplanada e o Praia Verde´, comenta, avaliando que a quantidade de leitos ora existente na Capital não vai precisar ser obrigatoriamente aumentada.

Com isso, o presidente da ABIH-CE diz não temer uma possível falta de vagas no setor hoteleiro na época do evento, mas ressalta: ´temos uma oferta muito boa no padrão Brasil. A Copa tem que ser pensada no padrão turístico do país, como tem sido feito na África do Sul. Não podemos pensar em um padrão Alemanha´.

Pontos convergentes

Um dos principais desafios que Fortaleza terá de vencer até 2014 no setor turístico é a crescente dificuldade em relação à mobilidade urbana. A cada mês, milhares de novos veículos chegam às ruas, provocando engarrafamentos que já não se restringem somente aos horários de pico ou às principais avenidas.

Segundo o secretário do Turismo do Estado (Setur), Bismarck Maia, a principal necessidade nesse quesito será melhorar a mobilidade urbana entre os pontos da Cidade que deverão ser mais visitados durante a Copa do Mundo, os quais ele chama de “pontos convergentes”. Esse é o caso de locais como o Estádio Castelão, as praias de Iracema e do Futuro, o Centro da Cidade, o Acquário Ceará e o Centro de Eventos — estes últimos, a serem construídos pelo Governo do Estado, com previsão de conclusão para julho e agosto de 2010, respectivamente.

Corredores turísticos

Na prática, isso significa que avenidas como Raul Barbosa, Santos Dumont, Aguanambi, Washington Soares, Desembargador Moreira e Antônio Sales, além das principais vias do Centro, precisarão de soluções para resolver o problema dos engarrafamentos constantes que prejudicam quem trafega por elas. Todas essas vias são corredores de transporte entre os pontos convergentes citados por Bismarck Maia.

Pelo mesmo raciocínio, será preciso reordenar o tráfego e o estacionamento na Avenida Beira-Mar e melhorar o fluxo de veículos nas avenidas Paranjana, Juscelino Kubitschek, Paulino Rocha e Alberto Craveiro, as quatro vias de acesso direto ao Estádio Castelão. Em dias de jogos com grande demanda de público, o trânsito costuma ficar complicado nessas avenidas.

“Precisamos apressar algumas soluções”, reconhece Bismarck Maia. A busca por soluções para melhorar a mobilidade urbana em Fortaleza estão sendo discutidas em “várias” reuniões entre governo estadual e Prefeitura de Fortaleza, segundo o secretário, que assegura que os projetos terão apoio do Governo Federal.


Para o titular da Setur, “o Estado do Ceará está fazendo o seu dever de casa”.

Serviços e treinamento

No setor de serviços, investimentos em treinamento de garçons, recepcionistas e taxistas, entre outros, serão imprescindíveis para melhorar o atendimento ao contingente extra de turistas, como avalia Cristiane Buhamara, coordenadora do curso de Turismo e Hotelaria da Unifor. ´Nesse processo, as universidades terão papel fundamental, pois estarão envolvidas diretamente com a capacitação´, argumenta.

FIQUE POR DENTRO

Novos empreendimentos voltados para o turismo

A Copa do Mundo em nossa Capital trará várias novas opções a mais de lazer.

Dois novos complexos hoteleiros devem ser construídos na Região Metropolitana de Fortaleza e outro na praia do Fortim.

O Governo do Estado já está começando a levantar o Centro Multifuncional de Eventos e Feiras, com 80 mil metros quadrados, ao lado do Centro de Convenções de Fortaleza. Este novo centro trará ainda mais eventos para a Capital do Estado. E tem mais: o projeto do Acquario Ceará, que foi concebido no intuito de revitalizar a área da Praia de Iracema, custará, ao todo, R$ 250 milhões para se concretizar. Destes, R$ 160 milhões viriam da Petrobras. Projeto promete atrair turistas do mundo todo para Fortaleza, o que irá ampliar ainda mais o fluxo de estrangeiros. E o Governo pretende construir um cais de passageiros no Porto do Mucuripe para receber embarcações de todo o mundo.

OPINIÃO DO ESPECIALISTA

JOÃO ALBERTO VIOL*

Turismo e infra-estrutura em sintonia

O grande desafio não é apenas sediar a Copa, mas é o após o evento. Fortaleza pode aproveitar a oportunidade de sediar uma Copa do Mundo para se transformar em um pólo logístico, industrial e turístico. Mas, para isso, é preciso uma mobilização geral. Assim, a palavra-chave é acessibilidade. É preciso ter acesso à arena, aos terminais rodoviários, portuários, ferroviários, e aos pólos de hospitalidade. Depois, vem a mobilidade urbana regional.

Na Alemanha, com o objetivo de receber a Copa do Mundo de 2006, foram investidos, aproximadamente, 4 bilhões de euros em rodovias, 3,5 bilhões de euros no setor de transportes públicos e mais 2 bilhões de euros em estádios e praças esportivas. Em 2013, nós deveremos estar com toda essa infra-estrutura pronta, pois nós vamos sediar, naquele ano, a Copa das Confederações, que é o grande teste para a Copa do Mundo do ano seguinte.

A Espanha, em 1985, após ter a cidade de Barcelona escolhida como sede dos Jogos Olímpicos de 1992, lançou um planejamento de infra-estrutura para galgar o país a um mundo desenvolvido num período de sete anos.

Em 1992, a Espanha teve dois marcos: as Olimpíadas daquele ano e uma exposição em Sevilha em comemoração aos 500 anos de descobrimento da América. Estes dois acontecimentos transformaram o país, que, hoje, recebe 40 milhões de turistas por ano.

Neste mesmo plano espanhol, Madri recebeu uma ligação com Sevilha, por intermédio de um trem rápido, que faz pouco mais de 500 quilômetros em 2,5 horas.

* vice-presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco)
fonte:http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643152

--------------------------------------------------------------------

Last edited by Fortal; June 3rd, 2009 at 09:26 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 3rd, 2009, 04:06 AM   #96
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Mais um Vídeo - Fortaleza 2014



Nós Queremos, Nós Podemos, Nós Vencemos! Fortaleza, uma das sedes da copa Brasil 2014!


Fornecimento de trens
Metrô: italiana faz proposta

Única candidata, a empresa Ansaldo Breda SPA diz que procurou atender a todas as exigências do edital

Apenas uma empresa, a italiana Ansaldo Breda SPA, se habilitou ontem, na Comissão Central de Concorrências (CCC), da Procuradoria Geral do Estado (PGE) para concorrer à licitação de 20 trens para o Metrofor. O equipamento a ser adquirido pelo governo cearense será destinado à Linha Sul do metrô de Fortaleza — que liga a Estação João Felipe (no Centro) à estação Vila das Flores (em Maracanaú). O valor estimado para aquisição das unidades, publicado no edital, é de R$ 240,353 milhões.

Segundo a vice-presidente da CCC, Maria Betânia Sabóia Costa, o anúncio de Fortaleza como subsede da Copa de 2014 e o fato de existir só uma empresa candidata a fornecer os equipamentos, deve servir para que o processo licitatório ´seja célere´, comentou Betânia.

Linha para o Castelão

Para ela, um evento esportivo do porte da Copa deve motivar o governo a construir uma nova linha de metrô, interligando o Aeroporto Internacional Pinto Martins ao Estádio Castelão (3,5 km de distância). Segundo Betânia, agora, os envelopes de habilitação e a proposta comercial dos trens da linha Sul, seguem para a análise de técnicos da Secretaria de Infra-estrutura do Estado do Ceará (Seinfra) e do Metrofor. Em seguida, o resultado da fase de habilitação será divulgado em audiência pública, com data a ser definida. Para o presidente do Metrofor, Rômulo Fortes, o trecho que interliga as estações São Benedito (no Centro) até Vila das Flores deve ser entregue até dezembro de 2010. A empresa participante, Ansaldo Breda SPA, foi uma das fábricas visitadas pelo governador Cid Gomes, no último mês de março, durante viagem com o secretário da Infra-estrutura, Adail Fontenele e com o presidente do Metrofor, para conhecerem novas tecnologias para veículos rodantes. A empresa, é conhecida no mercado europeu por fornecer equipamentos semelhantes, em países como Itália, Espanha e Turquia. O representante da Ansaldo Breda SPA no Brasil, Francisco Paiva, disse apenas que os equipamentos oferecidos pela empresa referem-se a ´trens de fabricação italiana com tecnologia há anos usada na Europa´. Conforme especificado no edital, os trens devem ter como características: capacidade para transportar até mil passageiros, fabricação em alumínio ou aço inox, ar-condicionado, salão para fluxo de passageiros, suspensão pneumática e aceleração metroviária. Paiva afirmou que a proposta entregue à CCC, procurou atender às exigências.

Fonte: http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643379

---------------------------------------------------------------

COPA ACELERA PROJETOS
Novo Castelão deve ser 1ª obra através de PPP



No projeto envolve melhoria na acessibilidade, cobertura do estádio, aumento no número de cabines para a imprensa, instalação de restaurantes, lojas, dentre outros

Para atender às exigências da Fifa, serão necessários investimentos da ordem de R$ 400 milhões no estádio

A adequação do Estádio Castelão ao caderno de encargos da Fifa, visando a realização da Copa 2014 no Brasil, deverá ser o primeiro projeto no Ceará a ser realizado através da Parcerias Público-Privadas (PPPs).

Fundamentadas na Lei Federal nº 11.079 de 2004, as PPPs caminham com lentidão e até o momento nenhum contrato foi fechado no Estado. A informação é Mário Fracalossi Júnior, coordenador de Cooperação Técnico-financeira da Seplag (Secretaria de Planejamento do Estado do Ceará).

Agora, o anúncio oficial de que Fortaleza será uma das 12 cidades brasileiras a sediar os jogos da competição certamente vai acelerar o projeto. Para atender às exigências da Fifa, serão necessários investimentos da ordem de R$ 400 milhões. Desse montante, R$ 300 milhões serão aplicados nas obras a serem executadas na parte interna do estádio e no entorno da arena.

Os R$ 100 milhões restantes, serão aplicados para construir um edifício-garagem ao lado do prédio, para ampliar as vagas de estacionamento. Segundo Fracalossi, ´o projeto envolve melhoria na acessibilidade, cobertura do estádio e aumento na quantidade de cabines para a imprensa. Envolve ainda a instalação de restaurantes e lojas, entre outros´.

Cooperação

Ainda como forma de impulsionar as PPPs no Ceará, o governo do Estado, através da Seplag, deverá apresentar ao BNB (Banco do Nordeste) até fim deste mês, uma proposta de convênio para viabilizar estudos econômico-financeiros para investimentos de obras de infra-estrutura que poderão ser financiadas pelo banco. ´O governo está tentando fechar ainda este mês um acordo de cooperação técnica com o BNB para estudo de viabilidades de projetos de PPPs´, afirmou Fracalossi.

Outras obras

´São várias as alternativas de parcerias com a iniciativa privada, entre elas podemos citar: manutenção e gestão do Acquario; do sistema prisional, e do Centro de Eventos, que atualmente é gerido pelo Estado´, enumerou o coordenador de cooperação técnico-financeira da Seplag. Para Luiz Carlos Everton de Farias, diretor de Controle e Risco do BNB, a instituição se dispõe a ´ajudar o Estado a organizar projetos, na atração do investimento privado, na publicação de edital. Enfim, pode facilitar a viabilidade técnica, financeira e jurídica´. ´O Estado escolhe quais os projetos que irá colocar em PPPs e o BNB apóia no que for necessário´. ´As parcerias podem estar relacionadas à obras na malha ferroviária, infra-estrutura, estradas, pontes, centro de reassocialização, porto etc´, pontua Farias.

Isildene Muniz
Repórter

Fonte:http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643621

Last edited by Fortal; June 4th, 2009 at 10:33 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 3rd, 2009, 09:36 PM   #97
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Efeito direto
Construção civil concentrará benefícios com a Copa de 2014

Entre os setores beneficiados com a escolha de Fortaleza como sede da Copa do Mundo 2014, está o da construção civil, por onde passam ampliações, reformas e duplicação de vias



Canteiros de obras: a construção de prédios e de grandes empreendimentos, as reformas e abertura de vias estarão espalhadas por toda a cidade até a Copa (Foto: Igor de Melo/especial para O POVO)

Henriette de Salvi
da Redação
02 Jun 2009 - 01h12min

Uma nova cidade. Ruas mais largas e limpas, trânsito fluindo, sem buracos e com transporte público funcionando. Além disso uma rede hoteleira renovada, aeroporto ampliado e expansão no comércio, principalmente entre os restaurantes. Essa deve ser a Fortaleza que os visitantes vão encontrar quando vierem assistir aos jogos da Copa 2014 na capital cearense. Para isso diversos setores serão diretamente, e positivamente, afetados. E passando por todos eles está a construção civil, responsável por transformar os projetos em obras reais.

Para Ricardo Nóbrega Teixeira, vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon), o setor está pronto para atender a essa grande demanda que vem por aí. “Tudo passa pela construção civil, por isso a expectativa é grande”, afirmou. Otacílio Valente, presidente da Cooperativa da Construção Civil do Ceará (Coopercon) vai mais além. “Fortaleza vai despontar em desenvolvimento. O setor estava preparado desde o ano passado, antes da crise, e agora vai seguir um processo crescente e constante”, estima.

As obras estruturantes, como a ampliação do aeroporto, duplicação de vias de acesso e a reforma do Castelão devem contar com empresas de fora do Estado: “Com grande capital social para conseguir sucesso nas licitações”, explica Valente. Mas o volume de empreendimentos sugere parcerias e terceirizações. “Além do movimento natural que esses investimentos promovem, estimulando a economia como um todo. A geração de empregos, reflete no comércio, que se transforma em renda para os trabalhadores, que vão se mudar ou adquirir habitação”, avalia.

Mão-de-obra
Teixeira lembra ainda que a mão-de-obra do setor de construção civil também está preparada para preencher os canteiros de obra por toda cidade. “Quanto a isso estamos tranquilos”, revela. Valente concorda. Para ele, a mão-de-obra cearense é capaz de suprir a necessidade da preparação de Fortaleza para receber a Copa 2014. “O Ceará é famoso por ter os profissionais mais produtivos e habilidosos. Não teremos problemas com este aspecto”, afirma.

Os dois representantes da construção civil ainda não podem transformar o tamanho do investimento em cifras. “Precisamos aguardar, mas podemos avaliar que, se apenas o Castelão e seu entorno vão custar R$ 400 milhões, o restante da obras deve ultrapassar o triplo desse valor”, estima o vice-presidente do Sinduscon. Para o presidente da Coopercon, a preparação da cidade, e o evento em si, terão um retorno maior ainda do que a aguardada refinaria. “Teremos muitos setores beneficiados diretamente nos próximos seis anos”, diz.
fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/economia/882153.html

-----------------------------------------------------------

Copa 2014 "Fortaleza não será a mesma a partir do anúncio".

O governo estadual, desde o início da gestão, se prepara para receber o evento - o maior do segmento esportivo mundial



“Com a confirmação da cidade de Fortaleza como uma das sedes da Copa 2014, a capital do Ceará, assim como as demais escolhidas, começa a mudar. As atenções do mundo inteiro se voltam para essas localidades selecionadas pela Fifa e isso impõe a cada governante muita responsabilidade”, afirma o secretário do Turismo, Bismarck Maia.

O governo estadual, desde o início da gestão, se prepara para receber o evento - o maior do segmento esportivo mundial - investindo fortemente na melhoria da infra-estrutura, adequando seus equipamentos existentes e construindo novas alternativas exigidas no Caderno de Encargos da FIFA.
“O Estado está investindo em obras para melhoria da mobilidade, em estradas, em aeroportos e em novos equipamentos. O Governo do Ceará buscará melhorar o transporte urbano, para garantir a mobilidade urbana entre os locais que serão visitados”, diz Maia.

“Muitas das obras que estão em curso já darão o salto. Porém, o Estado do Ceará está aberto para novos investimentos privados. É o que vai acontecer com a questão do Castelão; nós estamos abertos para a iniciativa privada para fazer projetos para melhorar a
infra-estrutura, como também a questão da logística de promoção da
cidade de Fortaleza e do Estado do Ceará”.
O Secretário do Turismo do Estado, Bismarck Maia, ressalta que a maioria das exigências da FIFA para que jogos viessem a acontecer no Ceará, são ações que estão avançadas. Esclarece, ainda, que quase todos os itens solicitados já integram as estratégias governamentais para reconstrução do Ceará.
Em relação à melhoria da infra-estrutura de acessibilidade e mobilidade, grandes obras estão iniciadas, outras com projetos em andamento: a construção dos aeroportos de Aracati e de Jericoacoara; a duplicação da CE 040, trecho de 44,5 km localizado entre Aquiraz e a cidade de Beberibe; a construção do Centro de Eventos do Ceará, e o empreendimento Acquário Ceará, localizado na praia de Iracema, em Fortaleza.
Para o Secretário do Turismo do Estado, Bismarck Maia, "o evento será um divisor de águas para o Ceará. As grandes alterações que a Copa 2014 pode proporcionar em vários aspectos como o comercial, o físico, o social, o histórico e o turístico, são de relevância incontestável para o desenvolvimento do Estado em diversos setores. Sem dúvidas, será um salto de qualidade", afirma Maia.
fonte: http://www.setur.ce.gov.br/noticias/...ma-a-partir-do

-------------------------------------------------------------------

Copa 2014
Transporte e logística
receberão investimento de cerca de R$ 6 bilhões


De acordo com o Plano de Investimentos, serão sete eixos que receberão recursos, que são de contrapartida dos governos municipal, estadual e federal, além de parcerias público-privadas

03 Jun 2009 - 19h05min
Os setores de transporte e logística de Fortaleza receberão investimento de R$ 5,9 bilhões para a Copa 2014. Trata-se do Plano de Investimentos que foi apresentado nesta quarta-feira, 3, pelo governador Cid Gomes e pela prefeita Luizianne Lins. Os setores correspondem ao eixo mobilidade urbana, que é o que mais receberá recursos para os preparativos da cidade para ser sub-sede dos jogos. A área é também prioridade no plano de ações. As mudanças compreendem a duplicação do Anel Viário, na CE-040 e BR-222 e conclusão da ponte sobre o Rio Cocó.

Está prevista ainda a construção do aeroporto de Aracati e de um terminal de passageiros no Porto do Mucuripe. Os recursos servirão ainda para a reforma da malha viária de Fortaleza, conclusão do Transfor e Metrofor. Os bairros Mucuripe, Parangaba e Castelão serão interligados por meio de veículos leves sobre trilhos (VLT). Outra novidade é a criação do Programa de Mobilidade Urbana (Promob), que irá viabilizar a construção de mil novos abrigos para transportes coletivos, em tamanhos maiores que os convencionais, e voltados para pessoas portadoras de necessidades especiais. Ao todo, o plano traz sete eixos de investimento.

A reforma dos estádios de futebol da cidade está concentrada em um único eixo, que receberá R$ 451,9 milhões. Destes, R$ 400 milhões serão destinados à reforma do Castelão e da construção de um edifício garagem no entorno do estádio. R$ 54,5 milhões vão para a reforma do estádio Presidente Vargas (PV).

O eixo de meio ambiente e saneamento contará com o repasse de R$ 1,7 bilhão, que compreende a revitalização do parque do Cocó e do rio Maranguapinho. A novidade fica por conta da construção do Bioparque, que contará com um zoológico e será instalado no bairro Passaré.

A área de segurança pública contará com R$ 114,7 milhões, destinados à aquisição de novas viaturas para a Guarda Municipal e Polícia, além de ajudar em ações do CIOPS.

R$ 248,6 milhões serão destinados à saúde. Destes, R$ 125 milhões são para a construção de um novo hospital de emergência, que deverá localizar-se na avenida Perimetral. A unidade terá 120 leitos de UTI e deve ajudar a desafogar o atendimento no Instituto José Frota (IJF). Os recursos restantes deveram atender a aquisição de novas unidades de ambulâncias do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) e investidos em leitos de hospitais públicos.

Para o setor de energia e telecomunicações, serão repassados R$ 42 milhões para a aquisição de um sistema de banda larga que irá contemplar do Castelão ao Cambeba. Está previsto ainda a construção de terminais de energia eólica, que irá beneficiar o estádio Castelão.

O turismo receberá um investimento de R$ 851 milhões, para a construção do Acquario, e do Centro de Eventos do além da requalificação da praia de Iracema. As ações integram ainda a reforma da estação João Filipe, onde será instalado um museu, que deverá constituir o primeiro museu do município de Fortaleza. A ideia é que no entorno da estação sejam retomados os antigos bondinhos. Está prevista ainda a requalificação do Centro Cultural Dragão do Mar, a duplicação do Aeroporto Internacional Pinto Martins e a urbanização da avenida Beira-Mar.

Redação O POVO Online, com informações do repórter Roberto Leite
fonte:http://www.opovo.com.br/cidades/882566.html

Last edited by Fortal; June 4th, 2009 at 02:29 AM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 4th, 2009, 04:53 AM   #98
ruifo
Brasil | Mexico
 
Join Date: Feb 2009
Location: Ciudad de México
Posts: 14,146
Likes (Received): 9943

http://www.ceara.gov.br/noticias/61-...-2014-ja-estao

61,67% dos investimentos para a Copa 2014 já estão garantidos

Cid Gomes faz apresentação do Plano de Investimento da Copa 2014 nesta quinta (4), às 9h30min, na Assembléia.

O governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins divulgaram nesta quarta-feira (03), na Residência Oficial, o plano de investimentos e ações que deverão ser executados na capital cearense para a realização da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. As ações, envolverão recursos da ordem de R$ 9,4 bilhões, dos quais, já estão garantidos pelas esferas federal, estadual e municipal, R$ 5,8 bilhões, o que corresponde a 61,67% do montante total. A demanda restante, 38,33%, será levada ao presidente Lula, que já se prontificou a apoiar ações em mobilidade urbana nas capitais escolhidas pela Fifa. “Nós vamos garantir a execução das ações que serão necessárias para que Fortaleza possa cumprir bem a missão de sediar os jogos do mundial de 2014”, afirmou Cid. Nesta quinta-feira (4), às 9h30min, o governador Cid Gomes apresenta o Plano de Investimentos na Assembléia Legislativa.

Entre as ações apresentadas, as áreas de transporte e trânsito são as que mais demandam investimentos. São aproximadamente R$ 5,98 bilhões, sendo que já foram captados 52% (R$ 3,03 bilhões). Na área do meio ambiente e saneamento urbano, serão necessários R$ 1,7 bilhão, tendo já captados R$ 1,49 bilhão (25,6%). Um dos destaques da apresentação foi a construção do Hospital de Emergência na avenida Perimetral, no valor de R$ 125 milhões. “Todas as ações para a Copa que nós estamos desenvolvendo seguem uma diretriz estabelecida pela Fifa”, explicou Cid Gomes. O governador acrescentou ainda que não se deve comparar as ações exclusivas da Copa com as ações paralelas do Governo, justificando que a prioridade da Fifa tem sido voltada para a área de mobilidade urbana. “Na saúde, na segurança, por exemplo, nós vamos reforçar o que já tem sido feito. Não podemos misturar investimento para a Copa com Plano de Governo”, ressaltou.

A reforma, ampliação e modernização dos estádios de futebol estão entre as prioridades. De acordo com o secretário do Esporte do Estado, Ferruccio Feitosa, as obras desse segmento serão feitas através de Parcerias-Pública-Privada (PPP). “Os valores aqui apresentados são estimativas do consórcio de empresas que já mostrou intenção em apoiar o projeto”, explicou Ferruccio. Após aprovação, o projeto do consórcio, estimado em R$ 451,9 milhões, será submetido a um processo de licitação. A Fifa exige, que um ano antes da realização da Copa, o estádio esteja em pleno funcionamento. As principais intervenções no Castelão serão: arena multiuso, centro aquático, previsão de instalação de hotéis, proximidade do campo de jogo, mudança da coberta, instalação de restaurantes, lounges, e prédio de garagem com 4.200 vagas.


Confira as ações do Plano de Investimento da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014.

Estádios:

Implantação do Edifício Garagem do Castelão com ampliação da área de estacionamento para 4.200 vagas – R$ 100 milhões (Parceria-público-privada-PPP);
Modernização e ampliação da estrutura do Castelão para enquadramento no Caderno da FIFA – R$ 297,451 milhões (PPP);
Requalificação do estádio Presidente Vargas com estrutura para 19.500 cadeiras – R$ 54,509 milhões (já captados)

Meio Ambiente e saneamento Básico:

Revitalização do Rio Cocó – R$ 244,221milhões (já captados);
Revitalização do Rio Maranguapinho – R$ 439,033 milhões (já captados);
Projeto Sanear II (elevação em 12,7% a cobertura da rede de esgoto de Fortaleza) – R$ 408,117 milhões (já captados);
Ampliação do sistema de esgotamento sanitário da bacia do Rio Cocó – entorno Castelão – R$ 94,892 milhões ;
Implantação do sistema de Estação de Tratamento de Água Oeste-Caucaia – R$ 145,492 milhões (já captados R$ 18,472 milhões) ;
Preurbis – Programa de Requalificação Urbana com Inclusão Social – R$ 198 milhões (já captados);
Balneabilidade de Lagoas (monitoramento de 13 lagoas de Fortaleza) – R$ 507,82 milhões (já captados);
Bioparque Passaré – recriação de Biomas – R$ 21,448 milhões (já captados R$ 9 milhões);
Carta Acústica – monitoramento e avaliação de ruídos urbanos – R$ 330 mil (já captados);
Saneamento do antigo Aterro Sanitário do Jangurussu – R$ 1,5 milhão ;
Ampliação e desobstrução da rede de drenagem urbana de Fortaleza – R$ 132,877 milhões (já captados);
Programa de Controle Ambiental (controle e monitoramento da qualidade do ar) – R$ 6,225 milhões (já captados);
Programa da Biodiversidade (Probio) – conservação e melhoramento das principais áreas urbanas de Fortaleza – R$ 11,692 milhões (já captados);
Melhoria do Sistema de Abastecimento de Água de Fortaleza – R$ 35,060 milhões;
Controle de erosão marítima da beira-mar – R$ 25,184 milhões (já captados)

Valor global: R$ 1.764.583,09 (em mil)
Valor captado: R$ 1.493.662,34 (em mil)

Transporte:

Duplicação do Anel Viário (Trecho – Ce 040 / Br 222) – R$ 162,8 milhões (já captados) ;
Duplicação trechos 1 e 2 da BR 222 – R$ 114 milhões (já captados);
Conclusão da BR 116 (trecho Itaitinga – Horizonte) – R$ 40 milhões (já captados);
Recuperação da BR 116 – Trecho km 0 ao km 12 – R$ 60,312 milhões (já captados);
Duplicação do Terminal de Passageiros do Aeroporto Pinto Martins – R$ 517,5 milhões (já captados);
Terminal de Cargas do Aeroporto Pinto Martins – R$ 39 milhões (já captados);
Ampliação da pista do Aeroporto Pinto Martins – R$ 6 milhões (já captados);
Torre de Controle do Aeroporto Pinto Martins – R$ 27 milhões (já captados);
Implantação do Terminal de Passageiros do Porto do Mucuripe – R$ 120 milhões;
Conclusão da ponte sobre o Rio Cocó – R$ 9,7 milhões (já captados);
Duplicação da CE 040 – entrocamento da CE 453 com Beberibe – R$ 86 milhões (já captados);
Duplicação da CE 040 trecho Beberibe/Lagoa do Uruaú e Fortim/Aracati – R$ 46,8 milhões (já captados);
Implantação do Aeroporto de Aracati – R$ 17,1 milhões (já captados);
Rodovia de acesso a localidade de Praia Bela, a partir de Aquiraz – R$ 10,3 milhões (já captados);
Alargamento da CE 453 entrocamento com Iguape – R$ 10 milhões (já captados);
Duplicação da CE 025 – Maestro Lisboa com Rio Pacoti – R$ 27 milhões (já captados);
Ligação da ponte sobre o Rio Cocó/ Ce 040/ Anel Viário metropolitano – R$ 62,5 milhões;
Implantação Linha Oeste do Metrô de Fortaleza – R$ 847,653 milhões (já captados R$ 290 milhões);
Acessibilidade as estações do Metrô de Fortaleza – R$ 107,049 milhões;
Implantação sistema de integração ônibus-metrô – R$ 70 milhões;
Ramal ferroviário Mucuripe/Aeroporto/Parangaba/Castelão – R$ 565,650 milhões (já captados R$ 1,431 milhão);
Implantação da Linha Sul do Metrô de Fortaleza – R$ 1,806 bilhão (já captados R$ 1,531 bilhão);
Requalificação da Malha Viária de Fortaleza – R$ 182,5 milhões;
Ligação do Aeroporto com a BR 222 – R$ 30,616 milhões;
Ligação litorânea leste-oeste com Fortaleza – R$ 18 milhões;
Via expressa Norte-Sul (complementação) – R$ 98 milhões;
Alargamento da Av. Alberto Craveiro – R$ 37,725 milhões;
Alargamento da Av. Dedé Brasil – R$ 41,592 milhões;
Implantação do Transfor – R$ 400 milhões;
Alargamento da Av. Paulino Rocha – R$ 24,290 milhões;
Ligação da Paulino Rocha com José Américo – R$ 7,752 milhões;
Ligação da Av. Min. José Américo com Av. Maestro Lisboa – R$ 2,474 milhões;
Alargamento da Av. Gal. Bittencourt – R$ 10,387 milhões;
Alargamento da Av. Osório de Paiva – R$ 26 milhões;
Implantação do viaduto da Via Expressa/ Santos Dumont – R$ 8 milhões;
Implantação do túnel da Via Expressa / Pe. Antônio Tomás – R$ 7,5 milhões;
Implantação do viaduto da Via Expressa/ Av. Alberto Sá – R$ 8 milhões;
- Implantação do primeiro anel viário eixo Leste-Oeste – R$ 148 milhões;
Melhoria da Via de acesso do Aeroporto (Via avenida Raul Barbosa) – R$ 53,595 milhões;
Reequipamento operacional do sistema de transporte – R$ 30 milhões;
Implantação de sinalização turística e de trânsito – R$ 12,768 milhões;
Promob – R$ 14,970 milhões;
Aquisição de Viaturas de Trânsito para AMC/PMF – R$ 14,1 milhões ;
Aquisição de equipamentos de trânsito AMC / PMF – R$ 15,955 milhões;
Ampliação do Projeto Controle de Tráfego – R$ 39,760 milhões;
Aquisição de equipamentos – R$ 4,190 milhões;

Valor global: R$ 5.985.027,17 (em mil)
Valor captado: R$ 3.034.899,60 (em mil)

Segurança:

Aquisição de viaturas para a Secretaria da Segurança Pública – R$ 34,743 milhões;
Aquisição de viaturas para a Guarda Municipal – R$ 8,776 milhões;
Reestruturação e aquisição de equipamentos – R$ 32,572 milhões (já captados R$ 13,516 milhões);
Reestruturação e aquisição de equipamentos de TI – R$ 1,082 milhão (já captados);
Modernização instrumental de apoio a Guarda Municipal – R$ 12,016 milhões;
Ciops – R$ 25,513 milhões;

Valor global: R$ 114.702,84 (em mil)
Valor captado: R$ 14.598,69 (em mil)

Saúde:

Ampliação do Serviço Móvel de Urgência (Samu) – R$ 4,561 milhões;
Ampliação do Serviço Móvel de Urgência da Região Metropolitana de Fortaleza – R$ 1,535 milhão;
Ampliação dos leitos de UTI – R$ 24 milhões;
Ampliação dos leitos dos hospitais públicos – R$ 76 milhões (já captados R$ 53 milhões);
Reaparelhamento das emergências terciárias (HGF, IJF e Hospital de Messejana) – R$ 4,884 milhões;
Ampliação do atendimento de urgência – R$ 7,6 milhões;
Aquisição de ambulâncias – R$ 5,1 milhões;
Implantação do Hospital de emergência da Av. Perimetral – R$ 15 milhões


Valor global: R$ 248.680,68 (em mil)
Valor captado: R$ 53 milhões

Energia/telecomunicações

Banda larga no estádio Castelão – R$ 8,924 milhões
Suprimento de 22 MVA de Carga no Castelão e entorno – R$ 21,055 milhões
Implantação de turbinas de energia eólica – R$ 12,710 milhões

Valor global: R$ 42.689,73 (em mil)



Turismo:

Centro de Eventos – R$ 297,580 milhões (já captados);
Aquário do Ceará – R$ 250 milhões (já captados);
Requalificação da Praia de Iracema – R$ 54,226 (já captados);
Urbanização da Beira – Mar – R$ 35 milhões (já captados);
Conclusão do Projeto Vila do Mar – R$ 148,637 (já captados);
Requalificação do Dragão do Mar – R$ 18,7 milhões;
Recuperação da Estação João Felipe – R$ 34,754 milhões ;
Projeto de acessibilidade e mobilidade urbana no Centro – R$ 7,270 milhões;
Infraestrutura básica do Morro de Santa Terezinha – R$ 5 milhões

Valor global: R$ 851.208,34 (em mil)
Valor captado: R$ 785.484,34 (em mil)


Total de Investimentos por área

Transporte e trânsito - R$ 5,985 bilhões (63,3%)
Segurança – R$ 114,702 milhões (1,2%)
Saúde – R$ 248,68 milhões (2,6%)
Energia/telecomunicações – R$ 42,689 milhões (0,5%)
Turismo – R$ 851,208 milhões (9%)
Estádios – R$ 451,961 milhões (4,8%)
Meio ambiente/saneamento – R$ 1,764 bilhão (18,7%)

Total Geral – R$ 9,4 bilhões

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil ([email protected] / 3101.6247)
ruifo no está en línea   Reply With Quote
Old June 4th, 2009, 05:28 PM   #99
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Obrigado, Rui pela notícia!
---------------------------------------------------------------


EFEITO COPA
Área do Castelão valoriza

Obras de infra-estrutura em Fortaleza para receber a Copa vão valorizar imóveis no bairro do Castelão e entorno




Comercialização de imóveis na região Castelão já reflete especulação sobre a valorização da área. Crescimento de unidades será maior para fins comerciais (Foto: Tuno Vieira)

Fortaleza vai mudar. Todos os projetos previstos para atender à Copa do Mundo de 2014 na Capital vão transformar o cenário físico em algumas partes da cidade e, conseqüentemente, alguns aspectos econômicos. Um deles é a valorização imobiliária do bairro do Castelão e suas redondezas, principalmente, além de outros, como a Praia do Futuro.

Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará, Roberto Sérgio Ferreira, as obras de infra-estrutura que incrementarão o acesso ao estádio serão responsáveis pela valorização de terrenos no entorno. “O Castelão será um bairro com imóveis mais valorizados por conta das obras viárias que serão feitas devido a Copa do Mundo”, analisa. “Devem ser construídas uma ou duas superavenidas para lá [o estádio], além do alargamento da avenida Dedé Brasil, até a Parangaba, da Alberto Craveiro, da Paulino Rocha até a BR-116. Os terrenos ali vão se valorizar estupidamente”, reforça.

Raio ampliado

Para ele, a infra-estrutura para atender ao torcedor da Copa vai valorizar até os imóveis da Praia do Futuro. “O turista vai querer ver jogo e, também, ir à praia”, afirma. “Então, é preciso que se tenha um bom sistema de transporte entre o estádio e pontos turísticos. Fortaleza só tem a ganhar e muitos bairros, além do Castelão, terão os imóveis valorizados”, assinala.

Residência e comércio

Segundo o empresário, o bairro do estádio e suas adjacências devem receber condomínios residenciais, principalmente, para as classes C e D. “Esta é a tradição naquela região”, diz. “Hoje, a oferta imobiliária ali é pequena, mas deve aumentar”. O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Ceará (Creci-CE), Armando Cavalcante, concorda com esta perspectiva de aumento de preço de venda e locação na região.

Para a vice-presidente do Sindicato da Habitação do Estado do Ceará (Secovi-CE), Maria Lúcia Forti, o crescimento de imóveis nesta área deve ser principalmente para fins comerciais. “A construção de pontos comerciais deve registrar um incremento de 100%. Serão mais lanchonetes, restaurantes, pousadas”, prevê. “Há muito terreno vago ali. O impacto da Copa será sentido em todos os setores, mas no imobiliário será demais”. Segundo Forti, hoje, as áreas que mais crescem são Cidade dos Funcionários e Água Fria”, diz. Este crescimento, para André Montenegro, vice-presidente da área imobiliária do Sinduscon-CE, indica uma tendência de verticalização do bairro. “Os terrenos vão valorizar muito, o que inviabiliza a construção de casa, mas não de prédios”, observa.

Especulação

O investimento na infra-estrutura de Fortaleza para receber a Copa do Mundo de 2009 já começa a provocar efeitos sobre o mercado imobiliário no entorno do Castelão. Já há especulação sobre a valorização dos imóveis. Quem está vendendo já está revendo e elevando os valores. Montenegro, do Sinduscon, afirma que o mercado já começou a especular os preços de venda no Castelão. “Haverá um interesse maior”, diz. “O Passaré [bairro vizinho] é uma das zonas que mais cresce em Fortaleza com oferta de casas. Com a Copa, essa valorização vai acelerar”, adianta.

O gerente de locação da imobiliária A Predial, Charles Caminha, confirma que o mercado já começou a especular o preço de venda dos imóveis. “Já tem gente querendo tirar proveito da Copa. Algumas pessoas já estão especulando em cima da probabilidade de obras que vão melhorar a vida urbana”. Segundo ele, no entanto, isso ainda não é sentido na cobrança do aluguel.

CAROL DE CASTRO
Repórter
fonte:http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=643927

-----------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------

Investimentos
Capital repaginada

Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza detalharam ontem, o Plano de Investimentos para a Copa do Mundo 2014. E além de muito dinheiro a ser investido, uma série de obras pretendem mudar o aspecto da cidade daqui a cinco anos

Roberto Leite
da Redação
04 Jun 2009 - 01h14min

Se tudo sair do papel como o elaborado, e com os valores previstos para investimentos para a Copa, a Fortaleza de hoje sairá do mapa e uma outra Capital surgirá em 2014, pouco antes da Copa do Mundo ser a atração do ano.

A cidade deve se transformar em um corredor de túneis, viadutos, ruas e avenidas alargadas e uma série de obras tão grandiosas quanto o Plano de Investimentos para o Mundial da Fifa de 2014 - divulgado, ontem, pelo governador Cid Gomes e a prefeita Luizianne Lins, em coletiva de imprensa na Residência Oficial do Governador.

Com a Copa do Mundo, as obras que transformarão o cotidiano do fortalezense devem ser, enfim, colocadas em prática. Tanto que dos R$ 9,4 bilhões previstos em obras para transformar Fortaleza, a mobilidade urbana é tida como a grande vedete.

Com as obras previstas para a área concluídas, o desenho da cidade ganhará nova cara. Por isso, não é à toa que R$ 5,985 bilhões do previsto serão encaminhados para o eixo Transporte/Trânsito, o equivalente a 63,3% do total.

Está previsto o alargamento de uma série de vias. Dentre elas, as avenidas Alberto Craveiro e Dedé Brasil - vias de acesso ao Castelão - e a Maestro Lisboa - leva ao Porto das Dunas - que devem ser duplicadas para desafogar o trânsito diário e o fluxo de carros no Mundial.

Já o Transfor, capitaneado pela Prefeitura, prevê intervenções em Fortaleza que incluem viadutos, túneis e passarelas nas principais ruas e avenidas da cidade. Até agora, a previsão é de que 12 obras sejam construídas para resolver o problema dos constantes engarrafamentos.

O Metrofor é o exemplo mais claro de obra que foi realocada para a Copa. As linhas Sul e Oeste serão concluídas com a ajuda dos investimentos para a Copa. Mais de R$ 2 bilhões vão ser usados para a efetivação.

E para quem não quiser passar muito tempo dentro do metrô poderá optar pelos VLT’s (Veículos Leves sobre Trilhos), que ligarão os bairros do Mucuripe e da Parangaba ao Aeroporto Pinto Martins e ao Castelão. A obra custará mais de R$ 500 milhões. Além disso, a ideia é que cerca de mil abrigos nas paradas de ônibus sejam construídos, através do Promob (Projeto Mobilidade Urbana).


Junte-se ainda as duplicações da CE-040 e da BR-222. Tudo para chegar perto de empreendimentos imobiliários previstos para a Região Metropolitana.

Buracos
“Isso não é novidade para ninguém. Fortaleza tem uma malha viária desgastada. Eu não escondo de ninguém”. A frase saiu da boca da prefeita Luizianne, que considerou como de suma importância tapar os buracos da Capital.

Segundo ela, todas as remodelações pelas quais a cidade deve passar são emergenciais para que Fortaleza ganhe em qualidade de vida.

O governador Cid Gomes garante que dinheiro não é problema. “O presidente (Lula) dirá como serão as diretrizes para captar o restante dos recursos”. E se essa captação tiver imprevistos? Uma resposta sorridente. “Pensamos positivo”.

E-MAIS

>Representantes das cidades-sede da Copa 2014 se reunirão na CBF, na próxima segunda-feira, para discutir a situação dos projetos dos estádios.

> Está sendo esperada uma reunião com o presidente Lula para a discussão do PAC da Copa. O Governo Federal deve utilizar a maioria do dinheiro para as obras de mobilidade urbana.

> Finalmente, o projeto do PV tem um orçamento de reforma. Serão utilizados R$ 54,5 milhões para a requalificação do estádio.

> Durante a apresentação do Plano de Investimentos, uma festival de gafes. Dinheiro dado como certo e que estava. E correção do governador de falas da prefeita de Fortaleza.

EIXOS DE INVESTIMENTOS PARA A COPA DO MUNDO 2014

ESTÁDIOS
>Castelão e Presidente Vargas estão contemplados no Plano de Investimentos. Serão gastos R$ 451,9 milhões para reformar os estádios conforme as exigências da Fifa. As obras estão previstas para serem realizadas através de Parcerias Público-Privadas (PPP’s).

TRANSPORTE/ TRÂNSITO

>As maiores obras sairão deste eixo. E ele é o responsável também pela maior fatia dos investimentos. O montante chega a R$ 5,985 bilhões a serem divididos com o Metrofor (foto acima), a construção de viadutos, túneis e passarelas (Transfor), o alargamento de ruas e avenidas, a instalação de VLT’s (Veículos Leves sobre Trilhos), reforma do Aeroporto (foto abaixo), dentre outras intervenções.

SEGURANÇA
> Será um dos eixos menos contemplados. Apenas R$ 114,7 milhões do valor total será utilizado. Entre as ações, está a compra de novas viaturas para a polícia e a Guarda Municipal.

MEIO AMBIENTE E SANEAMENTO
>Compreende ações ligadas à balneabilidade do rios que passam por Fortaleza. Assim como estão incluídos os projetos de revitalização do Rio Cocó e do Rio Maranguapinho. É o segundo maior orçamento do projeto da cidade - em torno de R$ 1,764 bilhão.

SAÚDE
> Eixo capitaneado pela construção de um hospital de emergência na Av. Perimetral, no valor de R$ 15 milhões. Além da obra, os R$ 248,6 milhões serão usados para a ampliação dos leitos de UTI e do Samu.

TURISMO

> Embora não esteja entre os dois maiores orçamentos, prevê obras faraônicas, como o Aquário e o Centro de Eventos. Serão utilizados R$ 851,8 milhões. Outras obras incluem a instalação de passeios de bonde no Centro e requalificação da Praia de Iracema - outra obra acoplada ao projeto da Copa.
fonte: http://www.opovo.com.br/opovo/esportes/882715.html

--------------------------------------------------------------------

Secretário do Esporte e Lazer do Município Roberto Gomes, prefeita de Fortaleza Luizianne Lins, governador do Ceará Cid Gomes e secretário do Esporte do Estado Ferruccio Feitosa durante a apresentação dos investimentos à imprensa.

crédito da foto: (www.esporte.ce.gov.br)

Last edited by Fortal; June 5th, 2009 at 10:24 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old June 4th, 2009, 08:18 PM   #100
Timbu
Vida que Segue
 
Timbu's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Recife
Posts: 8,571
Likes (Received): 1096

Fortal... PARABÉNS!!!!!!!!!!
Timbu no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 08:17 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu