daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Aéreo



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rate Thread
Old September 25th, 2010, 11:37 PM   #1
ruifo
Brasil | Mexico
 
Join Date: Feb 2009
Location: Ciudad de México
Posts: 14,781
Likes (Received): 11599

Airbus A300 - Estreia da Airbus e primeiro widebody bi-jato da história da aviação

Airbus A300
Estreia da Airbus e primeiro widebody bi-jato da história da aviação



O Airbus A300 foi o primeiro avião widebody (fuselagem larga) de duas turbinas da história da aviação, bem como a primeira aeronave produzida pela Airbus S.A.S.. O primeiro vôo deste significativo avião foi feito em 28 de Outubro de 1972, e a aeronave foi fabricada pela Airbus de 1972 até 2007, tendo sido aperfeiçoada tecnologicamente ao longo dos anos pela Airbus. É capaz de transportar cerca de 280 passageiros pecorrendo médias distâncias. Vendeu cerca de 900 unidades.

O A300 foi o primeiro avião fabricado pela Airbus, a primeira aeronave do consórcio Airbus, formado pela França, Alemanha, Grã Bretanha e Espanha. Foi lançado no início dos anos 70 e sua fabricação em série começou foi em Maio de 1974, sendo o primeiro wide body (cabine larga) bijato (duas turbinas) do mundo. O modelo foi provisoriamente chamado de A300 (pela capacidade máxima estimada de assentos). O primeiro protótipo voou em 28 de Outubro de 1972. Após a homologação pelas autoridades francesas e alemãs, em Março de 1974, as primeiras unidades foram entregues à Air France.

O seu desenvolvimento foi iniciado em 1965 num estudo conjunto entre o Reino Unido e a França. A idéia era uma aeronave de grande porte para rotas curtas e médias. A Alemanha demonstrou interesse no projeto e se uniu aos dois países. Essa união desembocou na criação da Airbus Industries. Mais tarde a empresa espanhola, CASA, entrou no consórcio em 1971. O nome "Airbus 300" foi escolhido, pois estimava-se que a aeronave seria capaz de transportar trezentos passageiros.

Em 28 de Outubro de 1972 voava o primeiro bimotor de fuselagem larga do mundo. A configuração da aeronave foi alterada para reduzir os custos de desenvolvimento. No nome A250 então foi cogitado, mas a aeronave acabou sendo batizada de A300B (ou A300B1). Foram produzidas somente dois A300B, pois era uma versão para testes. A versão para venda então foi produzida, o A300B2-100 (ou A300-100). Ele entrou em serviço em Março de 1974 pela Air France. Mais tarde foi lançada uma nova versão, com melhorias aerodinâmicas, o A300B2-200 (ou A300-200) e uma versão de maior alcance, o A300B4. Deixou de ser fabricado por volta de 1980.

As versões iniciais foram o A-300B2 e B4, que tinham configurações diferentes, com autonomia/capacidade diversificadas de modo a atender o mercado globalizado. Na configuração básica, o A-300B4, levava 262 passageiros mais 12 tripulantes e consumia 8.200 litros/hora de combustível. Seu preço inicial (à época do lançamento), foi de US$ 31,25 milhões e o leasing, cerca de US$ 284,0 mil/mês. A VASP e VARIG (Cruzeiro) utilizaram o modelo A-300B2 e B4/200 em rotas nacionais e continentais, com grande sucesso. A VASP foi a pioneira no uso dessas aeronaves na América do Sul e fez muito sucesso na rota São Paulo - Brasília - Manaus.

Atualmente essas aeronaves não são mais fabricadas. Ambas aeronaves possuem ETOPS 180 minutos (ou seja, podem voar com alternativa de aeroportos a 180 minutos de distância), em razão da sua grande autonomia. A versão A-300/600 foi fabricada em sua configuração básica, para 266 passageiros mais 32.900 libras de carga e autonomia de 7.700 km sem escalas tendo, segundo o fabricante, um custo operacional 9% mais baixo que seu imediato competidor da época (Boeing 767).


*******
VARIANTES

Airbus A300B2: Foi a primeira versão a ser lançada. Logo depois foi lançada uma versão com melhorias aerodinâmicas conhecida como A300B2-200, ou simplesmente, A300-200.

Airbus A300B4: Foi uma versão de maior alcance em relação a versão anterior.

Airbus A300F Cargo: A versão cargueira do A-300, recebe até 21 pallets e no A-310 a disponibilidade é para 19 pallets. Possui uma grande porta lateral, que na versão conversível, possui as seguintes medidas: 3,58m x 2,57m. O peso máximo de decolagem é de 363,8 toneladas (A300) e de 361,6 toneladas (A310). Carregam, respectivamente 62 mil e 75,4 mil litros de combustível e utilizam turbinas General Electric ou Pratt Whitney (norte-americanas) ou as inglesas fabricadas pela Rolls Royce. A autonomia de vôo varia de 7.700 a 9.600 km a uma velocidade de cruzeiro de 0,82 / 0,84 match. São ideais para rotas médias de grande densidade. No Brasil, atualmente, apenas a TAM utiliza aeronaves Airbus (nas versões A-319/320/321/330/340) - maior operadora Airbus do hemisfério sul.

*******
Airbus A300-600

Foi a última versão do modelo, lançado em 1980. A versão 600 foi fabricada em sua configuração básica, para 266 passageiros mais 32.900 libras de carga e autonomia de 7.700 km sem escalas tendo, segundo o fabricante, um custo operacional 9% mais baixo que seu imediato competidor da época Boeing 767. Como modificações, incorporou algumas melhorias aerodinâmicas e uso extensivo de compositos na sua fabricação. O A300-600 tem a primazia de ser o primeiro jato comercial, depois do Concorde, a utilizar os sistemas de comando "fly-by-wire". A parte final da fuselagem também foi modificada, permitindo a inclusão de duas fileiras extras de assentos. Como último desenvolvimento da série, foi lançada a versão A300-600R, que possui tanques extras no estabilizador horizontal, maior alcance e cabine de comando dotada de EFIS. Além dos Pratt & Whitney PW JT9-7R4HI, PW4156 (A300-600) e PW4158 (A300-600R/C), a General Electric também fornece motores para estas versões: os GE CF6-50C2 (A300-600) ou CF6-80C2A5 (A300-600R/C). O modelo encontrou outro nicho nos últimos anos: a operação em transporte de carga. A UPS e Fedex são dois grandes clientes do tipo.

Em 1980 a Airbus lançou o A300-600, a versão avançada do bem sucedido A300. O A300-600 incorporou algumas melhorias aerodinâmicas e uso extensivo de compostos em sua fabricação. O A300-600 foi primeiro jato comercial, depois do Concorde, a utilizar os sistemas de comando "fly-by-wire". A parte final da fuselagem também foi modificada, permitindo a inclusão de duas fileiras extras de assentos. Mas tarde foi lançado também o A300-600R, que possui tanques extras no estabilizador horizontal, maior alcance e cabine de comando dotada de EFIS. Depois de 35 o primeiro modelo da Airbus deixou de ser produzido. Em 2006 o a Airbus anunciou o fim da família A300/A310.


*******
Airbus A300B4-608ST Super Transporter - Beluga

O Airbus A300-600ST (Super Transporter) ou Beluga é uma versão do Airbus A300, com partes modificadas para ser um avião cargueiro capaz de transportar grandes cargas e partes de outros aviões. A versão cargueira com grande capacidade volumétrica do Airbus A300-600 foi projetada para substituir os antigos Super Guppy da Aero Spacelines. Estes aviões foram, até a entrada em operação dos "Beluga" (como foram apelidados os A300-600ST) utilizados pela Airbus para transportar asas e fuselagens de suas aeronaves entre as fábricas situadas na Alemanha, França,Reino Unido e Espanha. O desenvolvimento do A300-600ST foi iniciado em agosto de 1991 e apenas três anos depois o primeiro protótipo fazia seu roll-out em Toulouse. O primeiro vôo, em Setembro de 1994, deu início ao processo de homologação, recebida em meados de 1995 após 400 vôos de teste. A primeira unidade, o antigo protótipo, entrou em operação na Airbus em Janeiro de 1996. A entrega da quarta unidade ocorreu em Junho de 1998, quando finalmente os Super Guppy foram aposentados.

Essencialmente baseado no A300-600, possui a mesma asa, motores, a fuselagem inferior, trem de pouso principal e cabine de comando. A principal mudança é a enorme fuselagem, equipada com uma porta tipo "clamshell" na frente, que obrigou um reposicionamento do cockpit. A cauda também foi modificada, com a utilização de pequenos estabilizadores verticais instalados nos profundores. O controle e gerênciamento da frota de Belugas é feito pela SATIC, uma empresa formada em parceria entre a Aérospatiale e a DASA. Além de realizar o transporte de partes para a Airbus, a SATIC também oferece a grande capacidade volumétrica do avião (1400m3) para o transporte de cargas volumosas, o que acabou justificando a introdução em serviço de uma quinta aeronave, incorporada à frota em 2000.




*******
Especificações Técnicas






*******
Motores




*******
Entregas/Deliveries




*******
RANGE MAPS

Rio de Janeiro:


Miami:


Berlin:



*******
No Brasil

A Vasp e Varig e Cruzeiro utilizaram o modelo A-300B2 e B4/200 em rotas nacionais e continentais, com grande sucesso. A Vasp foi a pioneira no uso dessas aeronaves na América do Sul e fez muito sucesso na rota São Paulo - Brasília - Manaus. Hoje os A300 da Vasp estão abandonados no Aeroporto de Congonhas.


*******
FOTOS


A300 Crossection



A300B2




A300B4-200




A300B4-600




A300B4-608ST Super Transporter





Cockpit




Brasil - VASP - Airbus A300B2-203




Brasil - Cruzeiro do Sul em Congonhas



Brasil - Varig em Miami


*******
VIDEOS


AIR ATLANTA A300-600
http://www.youtube.com/watch?v=KxByRiSoElk



Airbus A300/600 Beluga
http://www.youtube.com/watch?v=bOzBMC2jqkY



Airbus Beluga A300-600ST (1 of 2)
http://www.youtube.com/watch?v=FdrrASk6dhU



Airbus Beluga A300-600ST (2 of 2)
http://www.youtube.com/watch?v=jrXfRB5PILs



Airbus A300 VASP
http://www.youtube.com/watch?v=FxYxVULaTrc




*******
FONTES:
| Wikipedia 1 | Wikipedia 2 | Wikipedia 3 | JetPhotos | Airliners.Net | YouTube | FSDownload | Portal Brasil | Airbus |
__________________

Geovanne Angelo liked this post
ruifo no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old September 25th, 2010, 11:43 PM   #2
abrandao
Paris, France.
 
abrandao's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Maceió, Paris, Budapest
Posts: 13,725
Likes (Received): 3852

Bela homenagem!
O A300 da Vasp foi o primeiro wide-body em que voei. Foi um voo de Salvador para Maceió, em dezembro de 1988.
abrandao no está en línea   Reply With Quote
Old March 1st, 2013, 08:39 PM   #3
VSP4264
Registered User
 
VSP4264's Avatar
 
Join Date: Dec 2011
Location: Belo Horizonte
Posts: 1,466
Likes (Received): 832

Avião de primeira grandeza!
VSP4264 no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2013, 06:25 PM   #4
BoyRios
Rio - Belém - Salvador
 
BoyRios's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: In the world
Posts: 2,394
Likes (Received): 169

Uma pena não existir mais um avião equivalente a este nos dias de hoje.
__________________

ruifo liked this post
BoyRios no está en línea   Reply With Quote
Old May 1st, 2015, 02:07 AM   #5
mrsmartman
Registered User
 
mrsmartman's Avatar
 
Join Date: Mar 2015
Posts: 1,378
Likes (Received): 1453

Airbus A300

__________________

ruifo, J.Paulo, Olhaotrem liked this post
mrsmartman no está en línea   Reply With Quote
Old May 3rd, 2015, 02:37 AM   #6
ZekaPOA
Registered User
 
ZekaPOA's Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Porto Alegre
Posts: 3,970
Likes (Received): 1384

Voei CGH/POA em um A300 da Cruzeiro em 1985. Que força tem que ter um avião destes para decolar naquela pista curta!
__________________

ruifo, Olhaotrem, Geovanne Angelo liked this post
ZekaPOA no está en línea   Reply With Quote
Old May 3rd, 2015, 10:03 AM   #7
Olhaotrem
'66-'03-'13-'14
 
Olhaotrem's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: BHZ-MG
Posts: 14,989
Likes (Received): 17785

Eram legais os A300 da Varig, VASP e Cruzeiro.

E foi a maior aeronave que foi operada em CGH
__________________
OOT: Engenheiro de Produção, Quase Game Designer, Futuro Matemático e, quem sabe, Administrador. ENSB BH 2018: 29/03 a 01/04
Todos têm um pouco de Gandhi e de Hitler dentro de nós, mas a proporção pode variar em cada um.
Diga NÃO ao Complexo de Roça que emana na terceira metrópole do Brasil.
O desaforo é a ausência do argumento.

ruifo liked this post
Olhaotrem no está en línea   Reply With Quote
Old April 25th, 2016, 12:48 PM   #8
ramakrishna1984
Registered User
 
ramakrishna1984's Avatar
 
Join Date: Jun 2013
Location: Hyderabad
Posts: 1,039
Likes (Received): 788

Airbus A300-600

Latest Updates on Airbus A300-600



The Airbus Industrie A300-600 is a large-capacity, wide-bodied medium- and long-range airliner. The aircraft is an advanced development of the original A300 B2/B4 series of aircraft first built in the 1970s and entered service in 1984. The current production A300-600R entered service in 1988. 561 A300 aircraft have been delivered and 410 are in service. The freighter version, the A300-600F, was delivered to Federal Express, the launch customer in 1994. Federal Express has a fleet of 60 A300-600F aircraft.

The A300-600 provides reduced operating cost per seat, giving airlines a low risk and economically efficient introduction into the wide-body airliner market. The A300-600 is also built in a freighter version and an all-passenger or all-cargo convertible version.
ramakrishna1984 no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 08:49 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

tech management by Sysprosium