daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old September 21st, 2011, 06:32 PM   #941
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Verdadade, essa questão da migração de gente pobre que incha as periferias é um grave efeito colateral de quando se está em fortes períodos de recepeção de ivestimentos, pois, isso dá muito destaque na mídia e faz essas pessoas pensarem que há um paraíso na terra esperando por elas.

Cada vez que vejo na TV ou leio nos jornais notícias mostrando que o mercado em SP está cada vez mais exigente fico aliviado, pois isso descontroi a imagem de eldorado atrelada históricamente a imagem do estado, o que diminui a migração de ajuda a estabilizar os índices sociais.
Slice Shot no está en línea  
Old September 21st, 2011, 08:20 PM   #942
Paulistinha
Registered Usher
 
Paulistinha's Avatar
 
Join Date: Jan 2010
Location: Sao Paulo
Posts: 5,001
Likes (Received): 474

Sobre esse assunto, me levou a pensar uma coisa. Vocês acham que um estado que está se desenvolvendo bem mas não é tão divulgado na mídia, tem menos chances de se inflar de migração pobre?
__________________
"Tripulação, portas em automático".

zolin, Thina, Tchelllo, OCpagu, Slice_Shot and 13 others liked this post.
Paulistinha no está en línea  
Old September 21st, 2011, 08:21 PM   #943
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Em conselho, Alckmin afirma que 3º aeroporto será prioridade
Para o governador de SP, Viracopos de Campinas, é uma alternativa muito distante da capital20 de setembro de 2011 | 16h 53


Wladimir D’Andrade - O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - A construção de um terceiro aeroporto na região metropolitana de São Paulo será um dos primeiros projetos a ser discutido no recém-criado grupo para o desenvolvimento de políticas conjuntas entre os 39 municípios que fazem parte do território, disse nesta terça-feira, 20, o governador Geraldo Alckmin (PSDB). Após cerimônia de posse do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo, realizada na capital paulista, Alckmin afirmou que, apesar da sua importância, o Aeroporto de Viracopos é uma opção muito distante da capital do Estado - fica na cidade de Campinas, a 96 quilômetros. "Temos de pensar num terceiro aeroporto para a região metropolitana. Viracopos é uma boa alternativa, mas fica mais distante", disse, sem dar detalhes sobre onde esse novo terminal poderia ser construído.

A iniciativa do terceiro aeroporto deve se juntar na pauta do conselho à criação do bilhete único metropolitano (que interligará Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e Metrô), de projetos de saneamento básico, destino do lixo dos municípios da região e poluição ambiental. O conselho deve se reunir em até dez dias para elaborar um regimento interno e discutir a criação de uma agência de desenvolvimento e de um fundo para a região metropolitana. O grupo deverá eleger também um presidente, cargo interinamente ocupado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. Enquanto a agência de desenvolvimento não sair do papel, as funções da Secretaria Executiva do conselho ficam a cargo da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano S.A. (Emplasa).

"É difícil hoje a execução de um projeto de apenas uma cidade, já que elas estão todas 'conurbadas'", disse o governador, em entrevista coletiva. "Somos a terceira maior metrópole do mundo e enfrentamos problemas que extravasam o limite de uma cidade, e precisamos enfrentá-los de maneira regional." O prefeito de São Paulo, durante seu discurso na cerimônia de posse do conselho, fez afirmações no mesmo sentido. "Atualmente somos cerca de 20 milhões de habitantes vivendo em uma única mancha urbana", afirmou Kassab. "Pensando como um grupo, podemos chegar a soluções mais criativas", completou.

A região metropolitana de São Paulo é formada por 39 municípios divididos em cinco sub-regiões. Ela foi reorganizada em 16 de junho deste ano por meio do Projeto de Lei Complementar nº 1.139. Seu Produto Interno Bruto (PIB) corresponde a 57% do total das riquezas do Estado e a 18,8% do País, somando R$ 572,2 bilhões. "Teremos a partir de hoje uma mesa comum onde sentarão todos os prefeitos junto com o governo de São Paulo", disse o secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido.

Suprapartidário. Na entrevista coletiva, Alckmin rechaçou a hipótese de o conselho servir como uma tentativa do governo do PSDB de ampliar sua influência em uma área de intensa disputa de voto com o PT. "A gente não pode enxergar no projeto uma questão partidária", disse o governador, ao destacar que o PLC 1.139 foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa paulista. "A participação aqui é totalmente suprapartidária, é uma questão de políticas públicas para a metrópole."

Link:http://www.estadao.com.br/noticias/c...e,775149,0.htm

Pelo jeito nem o Geraldo acredita mais no "Conto do TAV" () e vai começar a por a mão na massa!
Slice Shot no está en línea  
Old September 21st, 2011, 08:37 PM   #944
Paulistinha
Registered Usher
 
Paulistinha's Avatar
 
Join Date: Jan 2010
Location: Sao Paulo
Posts: 5,001
Likes (Received): 474

Será um dos primeiros projetos a ser discutido, resta saber pra quando será executado e aonde será. Se for esperar alguma coisa do GF, é melhor esperar deitado...
__________________
"Tripulação, portas em automático".

zolin, Thina, Tchelllo, OCpagu, Slice_Shot and 13 others liked this post.
Paulistinha no está en línea  
Old September 21st, 2011, 09:02 PM   #945
Menestrel
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo - SP
Posts: 2,387
Likes (Received): 16

Quote:
Originally Posted by Paulistinha View Post
Sobre esse assunto, me levou a pensar uma coisa. Vocês acham que um estado que está se desenvolvendo bem mas não é tão divulgado na mídia, tem menos chances de se inflar de migração pobre?
SP é prova disto... Como o Slice disse, não há mais espaço aqui para trabalhadores sem qualificação, e este é um dos fatores que praticamente acabou com a migração para SP... A indústria ainda admite muita gente por "contrato", ou na base do "bico" através de empresas terceirizadas, mas o setor industrial, especialmente na Grande São Paulo, está se esvaziando e estas vagas estão minguando... No interior a industria não é "concentrada" como era na RMSP, é mais "espalhada" o que impede o surgimento de "bolsões de miséria", apenas problemas pontuais, de mais fácil solução!
Na Capital a construção civil está cada vez mais exigente e o setor comercial e de serviços, que é o mais representativo hoje, é ainda mais exigente!
Enfim, é por aí o caminho...
Menestrel no está en línea  
Old September 23rd, 2011, 12:31 AM   #946
sipriano
Registered User
 
sipriano's Avatar
 
Join Date: Jun 2009
Location: SP
Posts: 593
Likes (Received): 239


Falando no assunto, andando hoje por Cotia, me impressionei um pouco com o número relativamente(para padrões de Brasil) grande de bolivianos, peruanos, ou sei lá o que... só sei que tinham feições típicas de povos andinos e falavam com sotaque, até na empresa onde trabalho, os jardineiros e o pessoal da manutenção são quase todos bolivianos...
__________________
Para a assinatura leia abaixo:

Leia acima.
sipriano no está en línea  
Old September 23rd, 2011, 04:47 AM   #947
Menestrel
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo - SP
Posts: 2,387
Likes (Received): 16

Esta imigração de bolivianos e andinos em geral para SP, tem uma vantagem em relação àquele fluxo migratório de brasileiros pobres que ocorreu anos atrás... É que eles não formam favelas, vão se acomodando em bairros degradados, o que ao meu ver acaba dando "vida" à estes lugares antes condenados ao abandono... Já é comum ver até feiras e festas típicas em alguns!
E claro, estes lugares tem ao menos um mínimo de infra-estrutura, diferente das favelas!

Last edited by Menestrel; September 23rd, 2011 at 11:24 PM.
Menestrel no está en línea  
Old September 23rd, 2011, 05:13 AM   #948
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Quote:
Originally Posted by sipriano View Post

Falando no assunto, andando hoje por Cotia, me impressionei um pouco com o número relativamente(para padrões de Brasil) grande de bolivianos, peruanos, ou sei lá o que... só sei que tinham feições típicas de povos andinos e falavam com sotaque, até na empresa onde trabalho, os jardineiros e o pessoal da manutenção são quase todos bolivianos...
Não é só em Cotia, tem uma infinidade de bairros em São Paulo cheios de hispanicos pobres
Slice Shot no está en línea  
Old September 23rd, 2011, 09:16 PM   #949
Karabuy
Non dvcor dvco
 
Karabuy's Avatar
 
Join Date: Feb 2010
Location: São Paulo
Posts: 326
Likes (Received): 5

Quote:
Originally Posted by Slice Shot View Post
Não é só em Cotia, tem uma infinidade de bairros em São Paulo cheios de hispanicos pobres
hahaha..
Karabuy no está en línea  
Old September 24th, 2011, 12:30 AM   #950
thunderhawk_123
Registered User
 
thunderhawk_123's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Atlanta
Posts: 206
Likes (Received): 7

Macieiras' darão frutos no parque

Foxconn, a fábrica da Apple, investirá em tecnologia em Jundiaí

A Foxconn, multinacional taiwanesa que tem duas plantas industriais em Jundiaí e vai inaugurar a terceira, para montar produtos da norte-americana Apple, está próxima de ser confirmada uma das primeiras integrantes do futuro Parque Tecnológico de Jundiaí.

A informação é do prefeito Miguel Haddad (PSDB), que ontem se encontrou com o executivo da empresa Henry Jong Hwang Cheng, no gabinete do governador Geraldo Alckmin (PSDB), em reunião que também contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Barbosa.

A participação da Foxconn no Parque Tecnológico é fundamental para que a empresa consiga benefícios fiscais em Jundiaí. A prefeitura tem um projeto em fase final de análise para dar isenção fiscal em tributos municipais, como ISQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) a quem investir no parque, conforme mostrou o BOM DIA em maio.



Anteontem, o Senado aprovou documento que insere os tablets, como os iPads da Apple, produzidos no Brasil, na Lei do Bem, reduzindo a zero as alíquotas da contribuição para o PIS e Cofins. O governo do Estado também já reduziu carga de ICMS.

“Com certeza, uma empresa deste porte com investimentos em Jundiaí, não vai ficar fora do Parque Tecnológico”, disse Miguel, que pretende viabilizar a obra até o fim de seu mandato.

No encontro, Miguel não conseguiu confirmar a data da inauguração da nova fábrica da Foxconn, a única a produzir equipamentos da Apple fora da China no mundo, mas disse que está perto. “Muitos funcionários [cerca de mil] já estão em fase de treinamentos”, disse. A expectativa é que a unidade comece a operar em outubro




http://www.redebomdia.com.br/noticia...+em+tecnologia
thunderhawk_123 no está en línea  
Old September 24th, 2011, 07:38 PM   #951
thunderhawk_123
Registered User
 
thunderhawk_123's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Atlanta
Posts: 206
Likes (Received): 7

JAC Motors muda o tom e diz confiar em acordo com o governo

Depois de chamar o Brasil de “irracional”, JAC afirma que acredita em uma solução negociada para o aumento do IPI sobre importados
Por Márcio Juliboni, de Exame.com | 23/09/2011

A JAC Motors mudou sobre o aumento do IPI sobre veículos importados. Depois de classificar a medida de “irracional e parcial”, a ponto de inviabilizar a fábrica que deseja construir no país, a montadora afirma agora que acredita em uma solução negociada com o governo.

As declarações foram publicadas na edição de hoje da Folha de S.Paulo. Durante o dia, porém, a JAC abrandou o discurso. Em nota à EXAME.com, o presidente da JAC Motors Brasil, Sérgio Habib, afirmou que “da forma como a medida [o aumento do IPI] foi redigida, ela inviabiliza a fábrica no Brasil. Mas acreditamos tanto no entendimento com o governo, que não estamos alterando o cronograma de instalação.”

No começo de agosto, a montadora chinesa anunciou planos de erguer uma fábrica no Brasil para produzir 100.000 veículos por ano. Os investimentos seriam de 600 milhões de dólares. A unidade começaria a operar em 2014.

A JAC é uma das mais atingidas pela elevação do IPI sobre veículos importados, determinada na semana passada pelo governo. A medida atendeu à queixa das montadoras já instaladas no país, que vem enfrentando queda nas vendas e, para conter a entrada dos veículos asiáticos, recorreram a promoções e descontos.

A chinesa Chery e a coreana Kia também estão entre as mais prejudicadas pela decisão. E ambas também possuem planos de instalar fábricas no país.


http://quatrorodas.abril.com.br/noti...303076_p.shtml
thunderhawk_123 no está en línea  
Old September 25th, 2011, 12:00 AM   #952
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Quote:
Originally Posted by Karabuy View Post
hahaha..
Você está duvidando?
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 12:31 AM   #953
Karabuy
Non dvcor dvco
 
Karabuy's Avatar
 
Join Date: Feb 2010
Location: São Paulo
Posts: 326
Likes (Received): 5

Quote:
Originally Posted by Slice Shot View Post
Você está duvidando?
não, pq eu tbm vi alguns
Karabuy no está en línea  
Old September 25th, 2011, 01:51 AM   #954
MicBrazil
Bandeirantes
 
MicBrazil's Avatar
 
Join Date: Oct 2010
Location: São Paulo
Posts: 3,171
Likes (Received): 1906

Quote:
Originally Posted by Karabuy View Post
não, pq eu tbm vi alguns
Na zona leste esta imigração de bolivianos e peruanos e Chilenos já tem muitos
anos, principalmente no Brás, Móoca, Pari, e tambem no meu bairro Ermelino Matarazzo têm uma imigração massiça de Sulamericanos, eu fui sábado no Parque Ecológico do Tietê eu vi dezenas de Paraguaias com uniforme e tudo só faltou a Larissa Riquelme
MicBrazil no está en línea  
Old September 25th, 2011, 01:58 AM   #955
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Isso não era tão fácil de se constatar uns anos atrás como é hoje. Pegando o Metrô em várias regiões da cidade é possível ver sulamericanos em São Paulo...

Tem inclusive umas propagandas do SESC Bom Retiro recém inaugurado em que aparece um boliviano/peruano/paraguaio em destaque na foto.
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 02:08 AM   #956
MicBrazil
Bandeirantes
 
MicBrazil's Avatar
 
Join Date: Oct 2010
Location: São Paulo
Posts: 3,171
Likes (Received): 1906

Quote:
Originally Posted by Slice Shot View Post
Isso não era tão fácil de se constatar uns anos atrás como é hoje. Pegando o Metrô em várias regiões da cidade é possível ver sulamericanos em São Paulo...
Aqui na região de Ermelino Matarazzo e Cangaíba esta imigração já vêm de muitos anos atrás pois eu me lembro de uns 15 anos atrás quando eu ia jogar futebol no Parque Ecológico do Tietê e os campos de futebol eram dominados pelos bolivianos.

Hoje em dia esta imigração está bem mais acentuada e visível pois agora eles estão ocupando bairros mais centrais como Móoca, Pari e Brás e se você passar o dia de domingo na Av: Celso Garcia você verá mais bolivianos do que brasileiros, o engraçado é que eles sempre andam em casal ou em grupo e as mulheres quando não estão grávidas estão sempre com uma criança de colo.
MicBrazil no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:38 AM   #957
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Isso que dá esse país viver de pernas arreganhadas!
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:51 AM   #958
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Agência de Fomento Paulista triplica valor de desembolsos

Valor Econômico

A Agência de Fomento Paulista, também conhecida por Nossa Caixa Desenvolvimento, registrou em agosto o maior volume mensal de desembolsos desde o início do ano, com a liberação de R$ 29,3 milhões em financiamentos para empresas com faturamento anual entre R$ 240 mil e R$ 100 milhões. O montante equivale ao triplo do valor desembolsado em julho e é 140% superior aos empréstimos concedidos um ano antes.

A forte demanda do mês passado foi muito superior à média mensal de empréstimos em 2011, que foi de R$ 12,8 milhões até julho. Na avaliação do presidente da instituição, Milton Luiz de Melo Santos, contudo, o resultado não será pontual. "Nossa expectativa é de aumento significativo no crédito às pequenas e médias empresas até o fim do ano. Na pior das hipóteses, esperamos manter o desempenho de agosto", afirma.

Do total de empréstimos concedidos em agosto, 82% foi para a indústria, que apesar de dar sinais de enfraquecimento diante da concorrência dos importados no mercado interno e da baixa demanda externa, continua investindo. "A maior parte dos financiamentos foi para a compra de máquinas e equipamentos", diz Santos, explicando que as pequenas e médias empresas têm grande necessidade de cobrir carências imediatas, como a aquisição de um bem para substituir outro. "São poucas as empresas desse segmento que têm projetos para ampliação. Isso é mais próprio das grandes companhias, que traçam estratégias de longo prazo", complementa.

Segundo Santos, nem todos os setores da indústria estão se deparando com um momento delicado nos negócios. Para ilustrar, ele cita o exemplo da Orientaltec, empresa especializada no envasamento de aditivos e tintas e na produção de catalisadores para pintura automotiva, que já recebeu R$ 330 mil da Agência de Fomento Paulista para a construção de uma fábrica. A companhia ainda pretende ter acesso a mais duas parcelas de R$ 330 mil cada até janeiro de 2012, com o objetivo de finalizar as obras da nova unidade em meados do ano que vem.

O sócio-gerente da Orientaltec, Luiz Roberto Albino, conta que decidiu expandir seus negócios devido à procura cada vez maior por seus produtos e serviços. "Nos últimos seis anos, crescemos em média 10% ao ano", destaca, comentando que nem mesmo a crise de 2009 comprometeu as operações da companhia. "Tivemos apenas três meses de negócios fracos. Logo depois recuperamos e voltamos a expandir de forma acelerada."

Outro destino habitual para os recursos levantados na Agência de Fomento Paulista é o caixa das empresas, lembra Santos. "Muitas companhias tomam crédito conosco para reduzir os custos de suas dívidas, já que nossos juros são mais baixos e os prazos mais longos que os oferecidos no mercado", comenta, referindo-se à prática que permite trocar empréstimos a taxas mais altas por outros com custos menores. Os juros das linhas de crédito da instituição variam de 0,49% a 1,16% ao mês, e os prazos chegam a 120 meses.

As condições são semelhantes às oferecidas pelo BNDES. Albino diz que preferiu tomar o crédito na Agência de Fomento Paulista pela facilidade de acesso aos recursos. "Tínhamos contato direto com o representante da agência, o que agilizou bastante o processo. Isso ajuda a reduzir a burocracia."

Link:http://www.investe.sp.gov.br/noticia...720&c=6&lang=1
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:53 AM   #959
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Encomendas chinesas turbinam a Embraer

Brasil Econômico

Companhia espera vender 975 jatos aos asiáticos em 20 anos e superar crise

A crise internacional não será um grande problema para os negócios da fabricante Embraer. O vice-presidente de aviação comercial da empresa, Paulo César Souza e Silva, prevê que, no ano que vem, os pedidos de aviões deverão ser iguais ou um pouco maiores que as realizadas em 2011.
“Não estamos vendo reduções de pedidos apesar da crise que se instala na Europa. As companhias aéreas sabem que tem que investir e não devem diminuir os pedidos. A demanda ainda está boa, deverá cair um pouco, mas nada que altere nosso planejamento. Não ocorreram desistências na carteira", diz Souza e Silva.

A carteira de pedidos da Embraer até o segundo trimestre totalizou US$ 15,8 bilhões e, no mesmo período do ano passado, as encomendas somaram US$ 15,3 bilhões. "Devemos entregar cerca de 100 aeronaves este ano e em 2012 manteremos este ritmo. O mercado ainda está comprador e vamos ter vendas melhores que em 2010, temos três meses ainda de negociações", afirma o executivo.

Um dos mercados que vem sustentando a demanda em alta alta é o chinês. A Embraer prevê que nos próximos 20 anos venderá 975 novos jatos para clientes chineses, o que representa 13% das encomendas globais. Desde 2000, a Embraer já entregou 90 jatos comerciais de até 120 assentos ao país da grande muralha.

Europa
Outro mercado importante para a Embraer é a Europa, a região tem 25% de participação nos negócios totais da companhia. "Temos clientes importantes e estamos em processo de prospecção de novas vendas na região" , diz Souza e Silva.

Uma das empresas que deverão realizar encomendas à fabricante brasileira é a Alitalia. A companhia, que já tem uma encomenda de 20 jatos dos modelos 190 e 175, vai definir até o final deste ano se encomenda ou não mais quatro aviões. O presidente da Alitalia, Rocco Sabelli, diz que a empresa está em processo de renovação de sua frota para atender a demanda crescente. A Alitalia tem um plano de renovação de frota e deve investir até 2012 cerca de ¤ 2 bilhões. "Dois terços desse volume já foi aplicado e até o final do ano que vem vamos finalizar o investimento”, diz o presidente da companhia.

Link: http://www.investe.sp.gov.br/noticia...716&c=6&lang=1
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:55 AM   #960
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Governo vai iniciar licitação de gasodutos

Folha de S.Paulo

O governo brasileiro se prepara para iniciar o plano de expansão da malha de gasodutos do país. A EPE (Empresa de Pesquisa Energética), responsável por planejar a energia, está começando um estudo para licitação, disse o presidente da empresa, Maurício Tolmasquim.

O documento deverá ser entregue ao Ministério de Minas e Energia no primeiro trimestre de 2012, apontando o local dos dutos. Após os estudos técnicos, o governo chamará as empresas interessadas em garantir uma participação nos projetos. São produtores de gás que não dispõem de infraestrutura para comercializar o insumo. Hoje só a Petrobras tem malha de gasodutos, mas a Lei do Gás, de 2009, já abre caminho para outras. Não há previsão para a conclusão da licitação.

A demanda de gás natural no país, segundo a EPE, passará de 58 milhões de m³ diários para 114 milhões de m³ por dia em 2020.

Link:http://www.investe.sp.gov.br/noticia...711&c=6&lang=1
Slice Shot no está en línea  
Closed Thread

Tags
economía

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 12:37 AM. • styleid: 14


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu