daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old September 25th, 2011, 02:58 AM   #961
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Governos Dilma e Alckmin já discutem nova parceria

O Estado de São Paulo

Em mais um capítulo da parceria entre o governo paulista e o Palácio do Planalto, o tucano Geraldo Alckmin e a petista Dilma Rousseff pretendem agora construir um câmpus da universidade federal em Franco da Rocha, município da Região Metropolitana, governado pelo PSDB.

Alckmin conversou anteontem por telefone como o ministro Fernando Haddad (Educação), que estava em reunião com o secretário estadual Edson Aparecido (Desenvolvimento Metropolitano), para definir os detalhes do projeto. A ideia é que a universidade seja instalada em imóvel do Estado, onde funcionou o Hospital Psiquiátrico do Juqueri. Daqui a 20 dias, Alckmin e Haddad, pré-candidato do PT à Prefeitura paulistana, fazem vistoria na instalação, projetada pelo arquiteto Ramos de Azevedo no final do século 19.

A parceria entre as duas gestões, que já foi feita na área de transporte e se estenderá ainda para a habitação, segue a estratégia do governador de buscar recursos com o governo federal. O projeto da universidade fortaleceria a administração tucana na Região Metropolitana, área vital para eleição de 2014, quando Alckmin deve tentar se reeleger.

Ajuda. Ontem, houve a posse do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de São Paulo, que pretende ser um instrumento de definição de políticas públicas para a região. Dos oito prefeitos do PT da região, sete participaram.

Alckmin negou que a parceria com o governo federal cause descontentamento em setores do PSDB, que buscam fortalecer a oposição a Dilma. Também rechaçou a tese de que a parceria fortalece Haddad. "Não é porque o ministro da Educação possa vir a ser candidato que vamos deixar de somar esforços em benefício da população", disse.

De acordo com Alckmin, o governo do Estado já avaliava a hipótese de instalar no local um parque tecnológico. "A possibilidade de um câmpus universitário só ajuda", emendou. Ao descartar cunho eleitoral no projeto, ele lembrou algumas das parcerias que sua administração já fechou com o governo Dilma.

"Fizemos parceria na Tietê-Paraná e no Rodoanel, e o Ministério dos Transportes não tem nada a ver com questão eleitoral, da mesma forma, isso acontece na área social", declarou.

Link:http://www.investe.sp.gov.br/noticia...709&c=6&lang=1

Já imaginaram o UP que uma universidade PÚBLICA vai dar na moral de uma cidade tão esquecida da região metropolitana da capital como Franco da Rocha é?
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:00 AM   #962
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Seminário para empresários japoneses aborda oportunidades de investimento no Estado de São Paulo

Investe São Paulo participa de evento destinado a empresários japoneses do setor de infraestrutura

O gerente Internacional da Investe São Paulo, Luís Arbex, participou nesta terça-feira, 20 de setembro, do Seminário sobre Oportunidades de Investimentos, organizado pela Japan External Trade Organization (Jetro) e pela Rede Nacional de Informações sobre o Investimento (Renai), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

O seminário foi realizado no Hotel BlueTree Towers - unidade Paulista, com início às 9 horas e término às 12h30, e contou com a participação do secretário executivo do Comitê Paulista da Copa, André Megale; do representante da Unidade de Parcerias Público-Privadas da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Marcelo Peixoto Vieira; do gerente de Planejamento de Engenharia e Meio Ambiente da Infraero, André Luiz de Lima; além de uma comitiva de aproximadamente 15 empresários japoneses do setor de infraestrutura.

Durante o evento, Megale apresentou todos os projetos que estão em andamento para a Copa do Mundo de 2014, explicando que os investimentos vão além da construção do estádio nem se restringem à cidade de São Paulo.

Quanto às parcerias público-privadas, Vieira ressaltou a recente edição do decreto que regulamenta a Manifestação de Interesse da Iniciativa Privada (MIP), medida que possibilita às empresas apresentarem projetos de investimento na modalidade de Parceria Público Privada – PPP. Ele destacou que, hoje, São Paulo disponibiliza R$ 3 bilhões por ano para esse tipo de parceria, porém usa apenas 5% de seu potencial.

Em relação aos investimentos que serão feitos nos aeroportos brasileiros até 2014, Lima mostrou como funcionam os processos de licitações na Infraero e apresentou os projetos que estão em andamento. Ressaltou também que encontros como esse aumentam as possibilidades de atração de novas tecnologias para projetos de melhoramento da infraestrutura aeroportuária brasileira.

Quanto ao trabalho desenvolvido pela Investe São Paulo, Arbex explicou que a Agência ajuda os investidores a se instalarem no Estado. “A Investe São Paulo oferece assessoria tributária, ambiental e de infraestrutura gratuitamente às empresas, contribuindo para que elas encontrem um ambiente de negócios atraente”, ressaltou o gerente, colocando a Agência à disposição dos investidores.

A Jetro Business Mission (Infrastructure), atual missão de investidores nipônicos ao Brasil, veio ao País para visitar cidades-sede da Copa do Mundo 2014 e conhecer as oportunidades de investimentos em infraestrutura. Depois do evento, a missão se dirigiu à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Ano passado, a Jetro organizou outra missão empresarial ao Brasil, composta por três grupos de investidores, interessados nos setores automobilístico, mercado consumidor e eletroeletrônicos, que visitaram São Paulo e outros estados.

Link:http://www.investe.sp.gov.br/noticia...707&c=6&lang=1
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:03 AM   #963
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Secretário recebe comitiva de empresários taiwaneses

Liderada pelo presidente da Associação Chinesa Internacional de Cooperação Econômica, comitiva discutiu oportunidades de investimentos em tecnologia, infraestrutura e hotelaria
Leonardo Tote/SDECT
Encontro debateu relações de comércio bilateral entre Brasil e Taiwan.
Encontro debateu relações de comércio bilateral entre Brasil e Taiwan.
Download
AnteriorPosterior

Encontro debateu relações de comércio bilateral entre Brasil e Taiwan.
Diretor da Investe São Paulo, Sergio Costa, apresentou o trabalho da Agência à comitiva.
Foram discutidas as oportunidades de investimentos em tecnologia, infraestrutura e hotelaria.
Participaram do evento 15 empresários taiwaneses.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa, recebeu na tarde desta terça-feira (13) uma comitiva de 15 empresários taiwaneses liderados pelo presidente da Associação Chinesa Internacional de Cooperação Econômica (Cieca), Wang Chung Yun.

Na oportunidade, foi apresentado o trabalho da Investe São Paulo – Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade e discutidas relações de comércio bilateral nas áreas de tecnologia, infraestrutura e hotelaria.

“A região da Ilha Formosa conta com grande potencial no desenvolvimento de novas tecnologias, como os tablets. Por isso é importante incentivar esse diálogo para que surjam novas oportunidades de negócios entre São Paulo e Taiwan”, afirmou o secretário.

Link:http://www.investe.sp.gov.br/noticia...693&c=6&lang=1
Slice Shot no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:06 AM   #964
AndersonPimentel
Team LIB
 
AndersonPimentel's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Posts: 3,145
Likes (Received): 4441

Tô gostando do jeito que a política tá se desenvolvendo entre Dilma e Alckmin.
Na minha opinião, nos últimos 8 anos, era uma verdadeira guerra de interesses entre o Governador de São Paulo (Serra e o próprio Alckmin) e, então, futuro candidato a presidência pelo PSDB com o Governo Federal, o que acabava dificultando as relações entre as duas esferas.

Tô gostando especialmente do Alckmin aí, que tá se saindo melhor do que eu previa (pelo meno nos projetos). E eu dou apoio uma candidatura dele em 2014 pra Governo Estadual em 2014, se ele concluir boa parte do que está planejando.
__________________
“If all mankind minus one, were of one opinion, and only one person were of the contrary opinion, mankind would be no more justified in silencing that one person, than he, if he had the power, would be justified in silencing mankind.”
John Stuart Mill
AndersonPimentel no está en línea  
Old September 25th, 2011, 03:30 AM   #965
Hello_World
Non dvcor, dvco!
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 13,129
Likes (Received): 28384

Boa notícia, o estado é cortado pelo gasoduto Brasil/Bolívia e ainda assim tem muitas cidades importantes no interior que não são atendidas.
Hello_World está en línea ahora  
Old September 25th, 2011, 05:06 PM   #966
WalPaulista
BANNED
 
Join Date: Jul 2011
Location: São Paulo
Posts: 499
Likes (Received): 12

A Dilma está me surpreendendo.

Realmente não esperava isso de uma petista.
WalPaulista no está en línea  
Old September 25th, 2011, 07:34 PM   #967
Funbot
Registered User
 
Funbot's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Jacareí - São Paulo
Posts: 1,454
Likes (Received): 855

Emplasa projeta investimento de R$ 440 bi no Vale até 2015

Estatal mapeou potencial econômico do Vale para projeto da Região Metropolitana; investimentos mudarão perfil de cidades

O levantamento do governo do Estado que embasou o projeto da Região Metropolitana do Vale do Paraíba aponta que a região vai receber mais de R$ 440 bilhões em investimentos do setor privado até 2015.

Os números levam em conta os 11 principais complexos industriais instalados no Vale: Petrobras, Embraer, Gneral Motors, LG, Johnson & Johnson, Ford, Votorantim, Nestlé, Ambev, Volkswagen e Gerdau.

“O Vale tem importância estratégica para o governo e para as empresas”, disse Edson Aparecido, secretário de Desenvolvimento Metropolitano. “Está localizado no eixo urbano mais importante do Brasil e da América do Sul, entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.”

O dinheiro será usado em projetos de expansão, modernização e construção de unidades, além do desenvolvimento de produtos.

Para Aparecido, a diversidade da atividade econômica na região abre a perspectiva de atrair ainda mais recursos. E ele aposta na consolidação da RMVale como vetor de desenvolvimento.

“A RMVale será o instrumento de planejamento que fará a região competir não com São Paulo, Campinas ou Rio de Janeiro, mas com Barcelona, Tóquio, Nova York e Londres. A região se compõe com uma fantástica diversidade, e isso é o mais rico dela”, afirmou.

A expectativa do governo é aprovar o projeto de lei que cria a RMVale até o final de novembro. Antes disso, os deputados organizarão cinco audiências públicas na região para debater a proposta.

Estrutura. Uma das principais missões da RMVale será garantir que o crescimento econômico ocorra de forma ordenada e sustentável.

Para tanto, o Conselho de Desenvolvimento da região deverá priorizar investimentos em infraestrutura, soluções em mobilidade e escoamento da produção industrial.

“O Conselho vai levar ao governo estadual os projetos, as demandas e, a partir deles, de forma compartilhada, os municípios e Estado encontrarão a melhor forma de captar e aplicar os recursos”, disse Luiz José Pedretti, vice-presidente da Emplasa (Empresa Paulista de
Planejamento Metropolitano), responsável pela elaboração do projeto da RMVale.

Segundo o deputado federal Carlinhos de Almeida (PT), após a criação da RMVale, a região passará a ser destino prioritário de recursos públicos e privados.



Cidades menores querem aproveitar "boom"

Se por um lado o Vale do Paraíba mostra pujança econômica no setor industrial, 19 cidades têm a economia baseada em atividades do setor público. Neles, prefeitura e órgãos do Estado são os principais empregadores.

O desafio para essas cidades é diversificar a economia e atrair investimentos do setor privado. Elas enxergam na criação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba uma chance de crescimento.

Marcos de Oliveira Galvão (PSDB), prefeito de Roseira, defende que as pequenas cidades se unam em torno da RMVale. “Para nós, isso representa uma luz no fim do túnel, já que as pequenas cidades estão desamparadas”, disse ele.

Um dos pontos positivos, segundo Galvão, é o fim das ligações de longa distância entre cidades da região. “Parece pequeno, mas já vai ajudar.”

Presidente do Consórcio do Vale Histórico e prefeito de Queluz, José Celso Bueno (PSDB) acredita que o planejamento regional feito através da RMVale poderá ajudar a desenvolver o turismo, setor vital para as pequenas cidades.

“É isso que pode favorecer a nossa região”. disse.

http://www.ovale.com.br/regi-o/empla...-2015-1.161622
Funbot no está en línea  
Old September 26th, 2011, 01:05 AM   #968
marcoasantos
Registered User
 
marcoasantos's Avatar
 
Join Date: Jul 2010
Posts: 4,092
Likes (Received): 4228

Quote:
Originally Posted by Funbot View Post
Emplasa projeta investimento de R$ 440 bi no Vale até 2015

Estatal mapeou potencial econômico do Vale para projeto da Região Metropolitana; investimentos mudarão perfil de cidades

O levantamento do governo do Estado que embasou o projeto da Região Metropolitana do Vale do Paraíba aponta que a região vai receber mais de R$ 440 bilhões em investimentos do setor privado até 2015.

Os números levam em conta os 11 principais complexos industriais instalados no Vale: Petrobras, Embraer, Gneral Motors, LG, Johnson & Johnson, Ford, Votorantim, Nestlé, Ambev, Volkswagen e Gerdau.

O Vale tem importância estratégica para o governo e para as empresas”, disse Edson Aparecido, secretário de Desenvolvimento Metropolitano. “Está localizado no eixo urbano mais importante do Brasil e da América do Sul, entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.”

O dinheiro será usado em projetos de expansão, modernização e construção de unidades, além do desenvolvimento de produtos.

Para Aparecido, a diversidade da atividade econômica na região abre a perspectiva de atrair ainda mais recursos. E ele aposta na consolidação da RMVale como vetor de desenvolvimento.

“A RMVale será o instrumento de planejamento que fará a região competir não com São Paulo, Campinas ou Rio de Janeiro, mas com Barcelona, Tóquio, Nova York e Londres. A região se compõe com uma fantástica diversidade, e isso é o mais rico dela”, afirmou.

A expectativa do governo é aprovar o projeto de lei que cria a RMVale até o final de novembro. Antes disso, os deputados organizarão cinco audiências públicas na região para debater a proposta.

Estrutura. Uma das principais missões da RMVale será garantir que o crescimento econômico ocorra de forma ordenada e sustentável.

Para tanto, o Conselho de Desenvolvimento da região deverá priorizar investimentos em infraestrutura, soluções em mobilidade e escoamento da produção industrial.

“O Conselho vai levar ao governo estadual os projetos, as demandas e, a partir deles, de forma compartilhada, os municípios e Estado encontrarão a melhor forma de captar e aplicar os recursos”, disse Luiz José Pedretti, vice-presidente da Emplasa (Empresa Paulista de
Planejamento Metropolitano), responsável pela elaboração do projeto da RMVale.

Segundo o deputado federal Carlinhos de Almeida (PT), após a criação da RMVale, a região passará a ser destino prioritário de recursos públicos e privados.



Cidades menores querem aproveitar "boom"

Se por um lado o Vale do Paraíba mostra pujança econômica no setor industrial, 19 cidades têm a economia baseada em atividades do setor público. Neles, prefeitura e órgãos do Estado são os principais empregadores.

O desafio para essas cidades é diversificar a economia e atrair investimentos do setor privado. Elas enxergam na criação da Região Metropolitana do Vale do Paraíba uma chance de crescimento.

Marcos de Oliveira Galvão (PSDB), prefeito de Roseira, defende que as pequenas cidades se unam em torno da RMVale. “Para nós, isso representa uma luz no fim do túnel, já que as pequenas cidades estão desamparadas”, disse ele.

Um dos pontos positivos, segundo Galvão, é o fim das ligações de longa distância entre cidades da região. “Parece pequeno, mas já vai ajudar.”

Presidente do Consórcio do Vale Histórico e prefeito de Queluz, José Celso Bueno (PSDB) acredita que o planejamento regional feito através da RMVale poderá ajudar a desenvolver o turismo, setor vital para as pequenas cidades.

“É isso que pode favorecer a nossa região”. disse.

http://www.ovale.com.br/regi-o/empla...-2015-1.161622
Minha preocupação está se tornando cada vez uma realidade. E quanto ao resto do Estado? Como está sendo pensado o desenvolvimento de regiões como o Noroeste Paulista e o Oeste do Estado?

Pelo que percebe, há uma atenção muito grande do governo do Estado com as regiões mais desenvolvidas economicamente (com ressalvas, como o vale histórico), dando uma atenção muito grande a macrometrópole. Mas e o resto do Estado, principalmente regiões que não esperimentam e nem conseguem ver efetivamente esse desenvolvimento, que estão estagnadas e sua população precisa migrar para ter esperança de um futuro melhor, ou pior ainda perdendo suas empresas para estados como o MS? O que é pensado para esse povo? Será que o governo do Estado não olha para elas também, dando um futuro econômico?
__________________
Da planície litorânea até o planalto ocidental, a terra dos paulistas!

SÃO PAULO SEMPRE AVANÇA, SEMPRE SÃO PAULO AVANÇA, SEM PARAR !
marcoasantos no está en línea  
Old September 26th, 2011, 01:50 AM   #969
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Concordo, sua preocupação é legítima, mas não vejo solução pra isso que não passe por uma forte pressão dos prefeitos da região em bloco...


Dessa montanha de dinheiro a ser investido no Vale do Paraiba quanto efetivamente vai vir para o Estado de São Paulo?
Slice Shot no está en línea  
Old September 26th, 2011, 01:54 AM   #970
Dom Drácula
Registered User
 
Dom Drácula's Avatar
 
Join Date: May 2010
Location: Transilvânia
Posts: 4,996
Likes (Received): 6368

Se for a região do Mapa é 100%
Dom Drácula no está en línea  
Old September 26th, 2011, 02:10 AM   #971
thunderhawk_123
Registered User
 
thunderhawk_123's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Atlanta
Posts: 206
Likes (Received): 7


Tem que ver que isso é o que a emplasa espera.
Vejam só, ja não bastaste querer comparar o desenvolvimento futuro da região com são paulo e rio, ja querem comparar com new york

O pib da região é um pouco mais de 50 bilhões e fazer salta-lo para dez vez é como criar uma nova dubai
thunderhawk_123 no está en línea  
Old September 26th, 2011, 02:10 AM   #972
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

É por que embora em São Paulo, quando falamos em vale do Paraíba estejamos nos referindo a região do extremo leste do estado, em nível nacional esse nome se refere a uma região que se extende além dos limites paulistas. Acho estranho essas centenas de bihões serem aplicados no estado de SP se no fórum principal tem gente de outros estados se realizando ao postar manchetes jornalisticas sensacionalistas e escancaradamente revanchistas né, os valores nesse caso estariam meio que conflitantes, confere?...

Last edited by Slice Shot; September 26th, 2011 at 11:25 PM.
Slice Shot no está en línea  
Old September 26th, 2011, 01:41 PM   #973
Dom Drácula
Registered User
 
Dom Drácula's Avatar
 
Join Date: May 2010
Location: Transilvânia
Posts: 4,996
Likes (Received): 6368

Quote:
Originally Posted by Slice Shot View Post
É por que embora em São Paulo, quando falamos em vale do Paraíba estejamos nos referindo a região do extremo leste do estado, em nível nacional esse nome se refere a uma região que se extende além dos limites paulistas. Acho estranho essas centenas de bihões serem aplicados no estado de SP se no fórum principal tem gente de outros estados se realizando ao postar manchetes jornalisticas sensacionalistas e escancadamente revanchistas né, os valores nesse caso estariam meio qeu conflitantes, confere?...
Geralmente são notícias de investimentos anunciados, mas e os investimentos não anunciados? ou seja, aqueles que estão na pauta das empresas dispostas a investir, mas que não lançam na mídia tanto os valores quanto os locais, afinal nenhuma empresa é obrigada a realizar esse procedimento de anúncio. Vale lembrar também que investimentos anunciados são iguais a poeira, bastou uma ventania...ou seja, basta uma crise global ou um descompasso pra esse investimento anunciado cair de 10 pra 0 do dia pra noite, a cidade de Piracicaba e sua Hyundai sabe muito bem como foi isso (sorte deles que foi retomado). O que importa são resultados de investimentos consolidados, e nisso somente a cidade de São Paulo em 2010 recebeu 1/3 dos investimentos externos do país(Veja Aqui) imagine no Estado. Não esqueça que estamos falando do Estado de SP, estado que possui um município (sabemos qual é) que tem a economia maior que qualquer outro estado da nação, e se esse Estado cujo parque industrial é quase a metade do parque do país tiver um pouquinho da sua capacidade industrial instalada ampliada o valor do investimento já se torna muito expressivo.
Dom Drácula no está en línea  
Old September 26th, 2011, 03:20 PM   #974
Godfall
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,730
Likes (Received): 653

Caros,

Hoje no "Estado de São Paulo" há uma reportagem falando sobre a vinda da Nissan para o Rio de Janeiro ("Rio prepara novo salto na produção de carros", é o título da notícia), especificamente, para a cidade de Resende.

Contudo, a notícia não confirma a vinda e não há nenhuma declaração oficial por parte de um representante da montadora ou de alguma esfera da administração pública fluminense ("a decisão foi tomada recentemente, garantem fontes ligadas à negociação", segundo a redação da notícia). E conforme consta na notícia a disputa estaria entre os estados do PR e RJ.

O que me chamou a atenção é que a maior parte da cadeia de fornecedores está justamente no Vale do Paraíba. Ou seja, mesmo que a Nissan venha a construir a fábrica no RJ, haveria ganhos no Estado de SP.

Tentarei obter a reportágem na íntegra para postá-la aqui.
Godfall no está en línea  
Old September 26th, 2011, 06:46 PM   #975
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 4,263
Likes (Received): 8817

Salto na produção de carros? Onde? Nós estamos recebendo três (Hyundai, Chery e Toyota) e ninguém diz nada...

Agora porque vão abrir uma fábrica de uma marca que tem poucos fãs passa a ser progresso sem precedentes?
__________________
Instagram
arthur.leao no está en línea  
Old September 26th, 2011, 07:37 PM   #976
gerd.jak
bye Iguaçu, hi Tietê
 
gerd.jak's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: São Paulo
Posts: 11,797
Likes (Received): 11744

Quote:
Originally Posted by marcoasantos View Post
Minha preocupação está se tornando cada vez uma realidade. E quanto ao resto do Estado? Como está sendo pensado o desenvolvimento de regiões como o Noroeste Paulista e o Oeste do Estado?

Pelo que percebe, há uma atenção muito grande do governo do Estado com as regiões mais desenvolvidas economicamente (com ressalvas, como o vale histórico), dando uma atenção muito grande a macrometrópole. Mas e o resto do Estado, principalmente regiões que não esperimentam e nem conseguem ver efetivamente esse desenvolvimento, que estão estagnadas e sua população precisa migrar para ter esperança de um futuro melhor, ou pior ainda perdendo suas empresas para estados como o MS? O que é pensado para esse povo? Será que o governo do Estado não olha para elas também, dando um futuro econômico?
O plano de regionalização elaborado pela Emplasa envolve o estado todo, não apenas a macrometrópole. Parece fazer sentido começar pelas regiões onde cooperação é mais premente, devido à metropolização, mas avançando para as aglomerações urbanas no interior e por todo o estado. Creio que isto vá acontecer gradativamente. De qualquer modo, é importante acompanhar e cobrar a atenção devida.
Ademais, se a macrometrópole abriga boa parte da riqueza, também abriga boa parte das mazelas. Os índices sociais das periferias metropolitanas costumam ser bem piores que da vasta região oeste do estado. Só o vale do Ribeira se equipara.
gerd.jak no está en línea  
Old September 26th, 2011, 08:00 PM   #977
Menestrel
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo - SP
Posts: 2,387
Likes (Received): 16

Quote:
Originally Posted by Dom Drácula View Post
Geralmente são notícias de investimentos anunciados, mas e os investimentos não anunciados? ou seja, aqueles que estão na pauta das empresas dispostas a investir, mas que não lançam na mídia tanto os valores quanto os locais, afinal nenhuma empresa é obrigada a realizar esse procedimento de anúncio. Vale lembrar também que investimentos anunciados são iguais a poeira, bastou uma ventania...ou seja, basta uma crise global ou um descompasso pra esse investimento anunciado cair de 10 pra 0 do dia pra noite, a cidade de Piracicaba e sua Hyundai sabe muito bem como foi isso (sorte deles que foi retomado). O que importa são resultados de investimentos consolidados, e nisso somente a cidade de São Paulo em 2010 recebeu 1/3 dos investimentos externos do país(Veja Aqui) imagine no Estado. Não esqueça que estamos falando do Estado de SP, estado que possui um município (sabemos qual é) que tem a economia maior que qualquer outro estado da nação, e se esse Estado cujo parque industrial é quase a metade do parque do país tiver um pouquinho da sua capacidade industrial instalada ampliada o valor do investimento já se torna muito expressivo.
E tecnicamente São Paulo já tem o OITAVO maior PIB, pois estes dados são de 2008 e neste meio tempo México e EUA encararam uma crise brava, e não cresceram nada na média, enquanto o Brasil (SP junto) cresceu numa média de 4% ao ano!
Portanto Filadélfia e México City que estavam sendo "encochadas" por Sampa em 2008, já ficaram pra trás...
Menestrel no está en línea  
Old September 26th, 2011, 08:32 PM   #978
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 4,263
Likes (Received): 8817

Acredito que não com o dólar a 1,85.
__________________
Instagram
arthur.leao no está en línea  
Old September 26th, 2011, 10:28 PM   #979
Menestrel
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo - SP
Posts: 2,387
Likes (Received): 16

Mas o dólar ainda não tinha caído tanto em 2008!
Menestrel no está en línea  
Old September 27th, 2011, 06:20 AM   #980
arthur.leao
Registered User
 
arthur.leao's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Salto (SP)
Posts: 4,263
Likes (Received): 8817

Quote:
Originally Posted by Menestrel View Post
Mas o dólar ainda não tinha caído tanto em 2008!
Sim, mas estou falando dos dados atuais.

É como se "perdêssemos" 1/5 do PIB em uma semana.
__________________
Instagram
arthur.leao no está en línea  
Closed Thread

Tags
economía

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 02:19 AM. • styleid: 14


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu