search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Rodoviário



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 30 votes, 4.87 average.
Old June 8th, 2011, 02:41 AM   #81
brunodelazari
BYOB
 
brunodelazari's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: São Paulo
Posts: 4,254
Likes (Received): 347

Fora que mais de 80% do trecho a construir da Tamoios é em terreno péssimo. A situação do TAV não é lá muito melhor, mas tem seus trechos menos sinuosos.
__________________
Puck the folice
brunodelazari no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old June 8th, 2011, 04:16 PM   #82
Thuin
Reset
 
Thuin's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Location: São Paulo
Posts: 7,767
Likes (Received): 3123

Não creio que o terreno seja melhor, não. Tem um trecho no vale do paraíba mais ou menos plano, compensado pelos enormes túneis urbanos. E o TAV inclui eletrificação e material rodante, além de raios de curva bem maiores e outras demandas do fato de ser um TAV, não uma rodovia.

Fiquei meio impressionado com o preço de diminuir de 4 para 3 horas a viagem para Ubachuva no feriadão.
__________________
Aufere trucidare rapere, falsis nominibus imperium. Atque, ubi solitudinem faciunt, pacem apellant. - Tácito
Thuin no está en línea   Reply With Quote
Old June 9th, 2011, 12:21 AM   #83
Funbot
Registered User
 
Funbot's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Jacareí - São Paulo
Posts: 1,454
Likes (Received): 855

E o projeto da rodovia do Sol ? Acho que seria uma opção melhor.
Funbot no está en línea   Reply With Quote
Old June 9th, 2011, 12:42 AM   #84
Fabius_
+55 19
 
Fabius_'s Avatar
 
Join Date: Feb 2007
Location: Campinas
Posts: 19,388
Likes (Received): 7605

Quote:
Originally Posted by Funbot View Post
E o projeto da rodovia do Sol ? Acho que seria uma opção melhor.
Certamente seria...mas e aí, será que rolava fazer todas as licenças ambientais?
E Campinas teria ligação direta com o litoral, sem mudar de rodovia, já que a Rodovia do Sol seria uma extensão da D. Pedro I.
Fabius_ no está en línea   Reply With Quote
Old June 11th, 2011, 10:41 PM   #85
caco
Crucismogiensis
 
caco's Avatar
 
Join Date: May 2006
Location: Mogi das Cruzes/SP - Brasil
Posts: 8,232
Likes (Received): 3248

acho que sai bem mais barato duplicar a Tamoios do que ressuscitar o projeto da Rodovia do Sol, construindo uma rodovia a partir do zero. O trecho de serra dela iria passar próximo à Estrada da Petrobrás, mais "suave" que a atual serra da Tamoios.

Last edited by caco; June 11th, 2011 at 10:49 PM.
caco no está en línea   Reply With Quote
Old July 22nd, 2011, 04:38 PM   #86
paulo lima
Mobilidade Urbana Moderna
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 3,613
Likes (Received): 889

Obra da Tamoios terá custo de R$ 19,5 milhões por quilômetro

Estado planeja investir R$ 390 milhões na duplicação do trecho de planalto da rodovia, principal acesso ao Litoral Norte

Carolina Teodora
O VALE

A duplicação do trecho de planalto da SP-99 (Rodovia dos Tamoios) vai custar R$ 19,5 milhões por quilômetro aos cofres do Estado. O valor foi apontado em estudo da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A), que será responsável pela obra.

Segundo o levantamento, serão necessários R$ 390 milhões para duplicação entre os km 11,5, em São José, e o km 32,8, em Paraibuna.

Para especialistas, o maior gasto será com desapropriações de terras, já que a proposta original do Estado prevê construir uma pista paralela a atual.

“Essa é a forma mais cara de se fazer a obra. Existem formas de baratear como por exemplo melhorando os raios de curva em alguns pontos e implantando um canteiro central”, afirmou o especialista em trânsito, o engenheiro Ronaldo Garcia.

“Hoje, as desapropriações são o mais caro de uma obra porque terra está muito valorizada”, disse.

Custo
Segundo a Dersa, o montante de R$ 390 milhões é uma previsão --ou seja, ainda pode variar para cima ou para baixo.

O valor definitivo será apontado somente após a elaboração do projeto de engenharia, que deve ficar pronto até outubro.

“O valor do empreendimento, R$ 390 milhões, uma estimativa, é resultado de estudos preliminares de anteprojeto da obra. O valores definitivos estão sendo devidamente apurados com o desenvolvimento do projeto de engenharia”, informou ontem a Dersa, por meio de nota.

Novela
Prometida há mais de uma década pelo Estado, a duplicação da Tamoios voltou à tona esta semana quando o governador Geraldo Alckmin (PSDB), em visita a Jacareí, disse que vai usar um contrato de 1993 para dar início aos serviços em janeiro de 2012.

O Estado informou que a medida será embasada em decreto de 1986, que antecedeu à atual Lei de Licitações.

Segundo o anúncio feito pelo governador, a primeira etapa das obras na Tamoios será embutida no projeto da ligação Dutra-Carvalho Pinto em São José, lançado na gestão de Luiz Antonio Fleury Filho.

A manobra permitirá que o governo do Estado dê início à duplicação sem a
necessidade de abrir um novo processo licitatório. As obras do corredor Dutra-Carvalho Pinto são executadas desde 1993 pelo grupo Andrade Gutierrez por meio de aditamentos em um mesmo contrato.

A Dersa não respondeu ontem porque o Estado decidiu abrir mão do processo licita-tório e se por conta disso não corre o risco de pagar um preço mais alto pela obra.

Prefeitos da região se esquivaram da polêmica, afirmando se tratar de uma “questão técnica”. O importante, dizem, é que a obra saia.

Duplicação
O projeto de duplicação do trecho de serra da Tamoios prevê a criação de uma PPP (Parceria Público-Privada), que está sendo formatada para a obra.

Ao todo, o projeto prevê a duplicação de 54,4 quilômetros no trecho planalto, 39 quilômetros no trecho serra (os 21,4 quilômetros existentes mais 17,6 quilômetros de uma nova pista) e a construção de 38,1 quilômetros de contornos viários em São Sebastião e Caraguatatuba.

Ao todo, a obra consumirá cerca de R$ 4,5 bilhões.

Prefeitos exaltam ‘fim’ do impasse
Alheios a qualquer polêmica, prefeitos da região evitaram comentar o novo modelo de contrato escolhido pelo governo do Estado para dar início as obras de duplicação da rodovia dos Tamoios.

Para eles, o mais importante é ter a obra o norte do contrato é uma questão unicamente ‘técnica’.

“Se o governador conseguir colocar a máquina para funcionar e justificar o modelo adotado para o TCE \[Tribunal de Contas do estado\] está tudo certo”, afirmou o prefeito de Ubatuba, Eduardo César (DEM), que também é presidente do Codivap (consórcio das cidades da região).

“O resto é uma questão técnica”, emendou.

O prefeito de Paraibuna. Antônio Marcos de Barros (DEM) tem opinião semelhante.

“A obra é mais importante, não tenho conhecimento dos detalhes do contrato para opinar. A obra vai garantir mais segurança e impulsionar a economia de Paraibuna”, disse.

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci (PPS), afirmou que a medida mostra que o Estado está disposto a cumprir a promessa de duplicar a rodovia. “É melhor agilizar o início da obra do que ficar se prendendo a termos técnicos e não ter a Tamoios duplicada”, afirmou Colucci.


Link:
http://www.redebomdia.com.br/noticias/dia-a-dia/61101/obra+da+tamoios+tera+custo+de+r$+19,5+milhoes+por+quilometro
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old July 27th, 2011, 02:06 AM   #87
Coppede
Registered User
 
Coppede's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 283
Likes (Received): 122

Novidade?

26/07/2011 - 17h53
Governo de SP amplia duplicação da Tamoios até a serra do Mar
PUBLICIDADE
RAPHAEL MARCHIORI
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Atualizado às 19h29.

Mais de dois anos após lançar a duplicação da rodovia dos Tamoios, o governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira um novo projeto de duplicação.

A primeira fase da duplicação das pistas foi ampliada de 21,3 km para 53 km. Em novembro de 2008, quando foi lançado, a previsão é que as obras fossem concluídas em dois anos. Agora, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) promete a entrega para novembro de 2013.

No projeto inicial, a duplicação iria até Paraíbuna (124 km de São Paulo), mas o novo projeto vai até o começo da serra do Mar. O objetivo, segundo Alckmin, é atender a demanda regional.

"O litoral norte de São Paulo terá um crescimento vertiginoso. Temos lá as mais belas praias do país. Além disso, a economia deve crecer com o pré-sal, a construção do que deve ser a maior unidade de tratamento de gás da América do Sul e a ampliação do porto de São Sebastião", disse o tucano.

A obra será realizada em dois lotes no modelo de PPP (parceria público-privada). A expectativa do governo é de que, até novembro, o projeto já tenha a licença ambiental prévia e que os trabalhos sejam iniciados em março.

"A proposta inicial era começar em janeiro, mas vamos atrasar em dois meses o início da obra. Com isso, o período de férias e chuvas já terá passado", disse Alckmin.

Nesta terça, o governo assinou o convênio para as obras no valor de R$ 780 milhões. Com desapropriações e compensações ambientais, o valor total do convênio deve superar R$ 1 bilhão.

Segundo o presidente da Dersa, Laurence Lourenço, o valor do convênio está dentro dos R$ 4,5 bilhões previstos para investimento na região.

Conforme revelado pela Folha, esse valor total é 67% superior à estimativa de R$ 2,7 bilhões divulgada no fim de 2010.

SEGUNDA FASE

A segunda fase da duplicação da Tamoios ainda não tem prazo de conclusão. O trecho de descida da serra do Mar e os contornos de Caraguatatuba e São Sebastião ainda dependem da emissão de EIA/RIMA (Estudo e Relatório de Impacto Ambiental).

Uma nova licitação deverá ser realizada assim que essas licenças ambientais forem emitidas, segundo o governo. Não há, porém, prazo previsto para lançamento do edital da PPP ou conclusão dessas obras.

Esse segundo trecho das obras, apesar de menor que o primeiro --tem pouco mais de 20 km de extensão, possui mais entraves ambientais e de engenharia. Como a previsão de término da primeira fase é novembro de 2013, a duplicação total da rodovia dos Tamoios pode não ocorrer dentro da atual gestão do governo.

Apu Gomes/14.mar.2011/Folhapress

Obras em ponte no km 28 da rodovia dos Tamoios no litoral norte de São Paulo
PEDÁGIO

Como a rodovia dos Tamoios não tem um fluxo continuo de carros, a PPP da obra terá participação majoritária de investimento público. "Mas a expectativa é reduzir a diferença entre o volume de veículos nos fins de semana e férias para os dias comuns", diz Alckmin.

Atualmente, segundo a Lourenço, o volume diário médio de veículos (VDM) na Tamoios é de 16.252 veículos. A expectativa, ainda de acordo com o presidente da Dersa, é de que esse número suba para 21 mil em 2015 e 30 mil em 2035.

"Estamos fazendo esse modelo de PPP justamente para reduzir as praças de pedágio e os valores. Por isso tem investimento público e não será uma concessão", justifica Alckmin.

A quantidade de praças de pedágio e os valores que serão cobrados, porém, ainda não foram definidos no projeto.

http://www1.folha.uol.com.br/cotidia...a-do-mar.shtml
Coppede no está en línea   Reply With Quote
Old July 27th, 2011, 02:09 AM   #88
Coppede
Registered User
 
Coppede's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 283
Likes (Received): 122

Pelo que eu entendi, a duplicação do planalto já esta em obras? É isso mesmo?
Coppede no está en línea   Reply With Quote
Old July 27th, 2011, 02:32 AM   #89
brunodelazari
BYOB
 
brunodelazari's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: São Paulo
Posts: 4,254
Likes (Received): 347

No planalto já estão sendo feitas - há tempos - as obras de alargamento das pontes, que terão, creio eu, duas faixas + acostamento por sentido. O que já foi feito há tempos foi a construção do novo trecho Dutra-Carvalho Pinto da Tamoios, que consistiu da duplicação da rodovia em um trecho e a construção de todo um novo trecho - creio que seja considerado parte do Anel Viário - para ligar-se à Dutra de forma mais eficiente, visto que a antiga passava no meio da cidade. Mas as obras, efetivamente, de duplicação do trecho Carvalho Pinto - Serra do Mar só começam, salvo haja atrasos, em MARÇO.
brunodelazari no está en línea   Reply With Quote
Old August 9th, 2011, 08:02 PM   #90
PHCastro
Registered User
 
PHCastro's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Santo André - SP
Posts: 2,635
Likes (Received): 95

A DERSA - DESENVOLVIMENTO RODOVIÁRIO S/A faz saber que, nos termos do art. 39 da Lei nº 8.666/93 e demais legislações aplicáveis à espécie, realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA para apresentação do Empreendimento Nova Tamoios, no dia 12 de agosto de 2011, no Auditório da Fundação Armando Alvares Penteado - FAAP, à Rua Dr. Jorge Zarur, 650 - São José dos Campos - SP, às 14:00 horas, com comparecimento de todos os interessados. Este comunicado é superveniente e cancela o vinculado aos 27/07/2011. LAURENCE CASAGRANDE LOURENÇO Diretor Presidente
PHCastro no está en línea   Reply With Quote
Old August 10th, 2011, 08:47 PM   #91
Paulistinha
Registered Usher
 
Paulistinha's Avatar
 
Join Date: Jan 2010
Location: Sao Paulo
Posts: 5,000
Likes (Received): 474

Tomara que não aconteça nenhum barraco nessa audiência, como aconteceu na do Trecho Norte do Rodoanel.
Paulistinha no está en línea   Reply With Quote
Old August 13th, 2011, 06:32 PM   #92
joao_silva_silva
Registered User
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 261
Likes (Received): 44

Apresentação da Diretora Geral da ARTESP em um seminário realizado em Maio, com alguns detalhes das obras.
http://www.brasileconomico.com.br/pu...A_BERTOCCO.pdf
joao_silva_silva no está en línea   Reply With Quote
Old August 18th, 2011, 04:41 PM   #93
paulo lima
Mobilidade Urbana Moderna
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 3,613
Likes (Received): 889

quinta-feira, 18 de agosto de 2011 10:10
Duplicação da Rodovia dos Tamoios sofre novo atraso

0 comentário(s)

As obras de duplicação da Rodovia dos Tamoios, no litoral paulista, terão novo atraso e só vão começar no segundo semestre do próximo ano. Caso não haja mais imprevistos, a pista só será entregue duplicada às vésperas da Copa do Mundo, no primeiro trimestre de 2014. A informação irritou prefeitos, que também discordam da ordem de duplicação.
No dia 26, o governador Geraldo Alckmin informou que o início dos trabalhos havia sido transferido de janeiro para março e a conclusão, para 2013. O segundo atraso no cronograma de construção em três semanas foi anunciado em audiência pública no fim de semana, em São José dos Campos. Na ocasião, o diretor de Engenharia do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Estanislau Marcka, afirmou que as obras serão iniciadas pela região de planalto.
A decisão contraria a vontade de prefeitos do litoral norte, como o de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva (PSDB). "Não adianta começar no planalto, se o caos continuar no trevo de Caraguá", ressaltou. A cidade também recebe todo o fluxo de Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela. O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi (PSC), afirmou que "preferia ver os contornos sendo construídos".
Para o DER, o começo pelo planalto vai beneficiar os motoristas. Segundo Marcka, o licenciamento ambiental para o trecho de serra seria mais complexo.
O atraso anunciado no fim de semana também se deve ao fato de o governo decidir prolongar a duplicação, do km 11,5 até o km 64,4, cobrindo o trecho de planalto, num total de 53 km. Serão mais 31 km na primeira fase. Além disso, há quatro aprovações ambientais pendentes: o planalto, o trecho da serra, os contornos (de São Sebastião e de Caraguatatuba) e o Porto de São Sebastião. Todos precisam de Estudos e Relatórios de Impacto Ambiental (Eia-Rima). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Link:
http://www.dgabc.com.br/News/5907478...vo-atraso.aspx



Que triste... mais uma vez adiamentos por longo prazo, ha mais de 10 anos que ja se falam da Duplicaçao da Tamoios e pelo jeito mais uma vez nada .
Ja que o Governo Federal mostrou sua imcopetencia de nao conseguir Duplicar a BR 381 e adiaram so para Longo Prazo(enquanto isso mais gente vai morrer), agora e sinal que o Governo do Estado tbn vai mostrar sua incopetencia de nao conseguir Duplicar a Rod dos Tamoios?? Espero que nao.
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old September 4th, 2011, 04:14 AM   #94
paulo lima
Mobilidade Urbana Moderna
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 3,613
Likes (Received): 889

Obra da Tamoios desmatará 200 campos de futebol


A duplicação da Rodovia dos Tamoios, no trecho do planalto, vai provocar o desmatamento de uma área de 224 hectares, o equivalente a mais de 200 campos de futebol. E cerca de 74 hectares estão em Áreas de Proteção Permanente. O diagnóstico está no Relatório de Impacto Ambiental protocolado nesta semana na Secretaria do Meio Ambiente.

O documento é o primeiro passo para que essa parte do empreendimento - de 53 km, antes da Serra do Mar - receba o licenciamento ambiental e saia do papel. Para o trecho de serra haverá outras estudos ambientais, que estão sendo elaborados.

A Desenvolvimento Rodoviário S.A (Dersa) e o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), responsáveis pelo projeto, promoveram a avaliação de três opções para a duplicação. A alternativa indicada prevê que as novas pistas sejam construídas dos dois lados da via existente, dependendo da localização, com a instalação de uma mureta entre os sentidos.

A Dersa ainda publica hoje os editais de pré-qualificação para concorrência das obras e serviços de duplicação do km 11,5 ao km 60,48, no Diário Oficial do Estado.

O objetivo da pré-qualificação é selecionar empresas nacionais que atendam às exigências técnicas para a execução dos contratos de obras e serviços. A íntegra do documento está disponível para consulta no www.dersa.sp.gov.br e no www.e-negociospublicos.com.br.

Paraibuna. O trecho em que haverá os principais impactos ambientais começa a partir do km 56, no sentido litoral. Entre os tipos de vegetação, há desde formações florestais nativas e exóticas, áreas reflorestadas e bosques a cultivo agrícola. O município que mais perderá vegetação é Paraibuna.

O estudo ambiental avalia que o impacto nas áreas verdes será limitado, uma vez que a duplicação vai ser feita na faixa que já é de domínio da pista. Segundo a Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa), se for considerada só a vegetação nativa de porte florestal (vegetação secundária em regeneração), o impacto será inferior a 30 hectares.

O ambientalista Carlos Bocuhy, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), afirma que qualquer desmatamento da região é preocupante, uma vez que se trata de uma área de transição entre a Serra do Mar e da Mantiqueira, abrigando uma biodiversidade específica. 'Tem de se avaliar as ações mitigatórias e compensatórias. Não dá para dizer que vão apenas plantar algumas mudinhas', completa.

Já o ambientalista Beto Francine Junior, presidente do Instituto Gondwana, é mais otimista com a compensação. 'A diversidade da fauna, por exemplo, já é impactada com a estrada que já existe e o desmate ocorrerá na faixa de domínio. Os plantios futuros podem compensar.'

Para ele, a principal preocupação é com o impacto que a duplicação vai provocar nos municípios litorâneos, no trânsito e na infraestrutura das cidades, como nas questões de saneamento. 'O ideal era que fosse feito o contrário: resolvessem os gargalos nas cidades e depois começasse a duplicação.'

Desapropriação. O número de moradias residenciais atingidas não deve ser grande. Na avaliação, que ainda é preliminar, foram identificadas apenas 20 edificações. Para melhorar as condições de segurança, dois trechos da Tamoios ganharão uma via marginal. São locais em que há polos geradores de tráfego: entre o km 11,75 e o km 12,36 (Fundação Casa) e entre o km 56 e o km 46 (onde há aglomerado residencial e concentração de comércios, como os restaurantes Girassol e Fazendão).

O projeto vai custar cerca de R$ 1 bilhão. A promessa é de que as obras comecem em março e tudo fique pronto em até 20 meses. Restam três análises ambientais a serem feitas: do trecho da Serra do Mar, dos contornos (de São Sebastião e de Caraguatatuba) e do Porto de São Sebastião - todos precisam de Eia-Rima (Estudo de Impacto Ambiental). Enquanto a duplicação do planalto é feita, o Estado espera obter as outras licenças e lançar uma Parceria Público-privada (PPP).

Trecho tem dez pontos críticos para acidentes

A Rodovia dos Tamoios tem hoje dez pontos críticos para acidentes apenas no trecho de planalto, sem contar a serra. As áreas de risco começam já no km 11 no sentido litoral e foram mapeadas no Relatório de Impacto Ambiental, por causa de curvas perigosas, falta de acostamento, localização de comércios na beira da estrada e acessos a outras vias mal planejados.

O primeiro trecho perigoso para os motoristas que seguem rumo ao litoral fica do lado da unidade da Fundação Casa e no acesso à empresa Avibras. A curva próxima da Obra Social Rosa Mística, entre os km 18 e 20, é um dos pontos mais preocupantes. Não por acaso, é um dos pontos em que o novo projeto prevê uma alteração de traçado a fim de 'suavizar' a curva e evitar acidentes. No km 26, pouco antes do da travessia sobre o Rio Paraíba do Sul, o declive longo e acentuado também tornou-se motivo de acidentes. O mesmo ocorre no acesso ao município de Paraibuna, no km 31.

Link:
http://estadao.br.msn.com/ultimas-no...pos-de-futebol
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old September 4th, 2011, 06:02 PM   #95
brunodelazari
BYOB
 
brunodelazari's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: São Paulo
Posts: 4,254
Likes (Received): 347

Vixe! Espero que não desmatem o glorioso Martins Pereira, de São José dos Campos! hehehe

Sério gente, o que são 200 campos de futebol em quase 100km? Muito pouco, se considerarmos as vantagens (ambientais, inclusive) de se fazer esta duplicação. Muito grito por nada.
brunodelazari no está en línea   Reply With Quote
Old September 4th, 2011, 07:48 PM   #96
PHCastro
Registered User
 
PHCastro's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Santo André - SP
Posts: 2,635
Likes (Received): 95

Dersa publica amanhã os editais de pré-qualificação para duplicação da rodovia dos Tamoios

02/09/2011 por Assessoria de Imprensa


Documentação de habilitação e metodologia de execução serão recebidas até o dia 06 de outubro


A Dersa - Desenvolvimento Rodoviário S.A. publica nesse sábado, 03, os editais de PRÉ-QUALIFICAÇÃO PARA CONCORRÊNCIA das obras e serviços de duplicação da rodovia dos Tamoios (SP-099), no Trecho de Planalto, do Km 11,5 ao Km 60,48, no Diário Oficial do Estado (DOE).

O objetivo da Pré-Qualificação é selecionar empresas nacionais que atendam as exigências técnicas para a execução dos contratos de obras e serviços. A íntegra do documento estará disponível para consulta no www.dersa.sp.gov.br e no www.e-negociospublicos.com.br.

Segundoo edital, as obras serão compostas de dois lotes. O Lote 1 abrange desde o Km 11,5 até o Km 35,8. O Lote 2 vai do Km 35,8 ao Km 60,48. Será permitida a participação de empresas isoladamente ou reunidas em consórcio formado por duas empresas. As obras de engenharia para os dois lotes estão estimadas em R$ 775 milhões.

Os envelopes com a Documentação de Habilitação e aqueles com a Metodologia de Execução serão recebidos, até as 9h45 do dia 06 de outubro próximo, na sede da Dersa, na rua Iaiá, 126, Itaim Bibi, Capital. O prazo de recurso é de cinco dias, quando será feita a publicação no Diário Oficial do Estado.

A fase de pré-qualificação, no processo administrativo licitatório, está prevista no artigo 114 da Lei 8.666/93, a Lei de Licitações, quando se faz "análise mais detida da qualificação técnica dos interessados". Assim, nesta fase verifica-se se o licitante tem capacidade para contratar com a Administração Pública e de executar o objeto a ser licitado.

O trecho de Planalto da rodovia dos Tamoios está compreendido entre o Km 11,5 e o Km 60,48, percorrendo dos municípios de São José dos Campos, Jacareí, Jambeiro Paraibuna. A via é um dos principais acessos dos turistas ao Litoral Norte e também importante ligação desta região litorânea com o Interior do Estado, na região do Vale do Paraíba.

A duplicação da Tamoios, que opera em pista única em quase todos os seus 80 quilômetros entre São José dos Campos e Caraguatatuba, proporcionará melhor qualidade operacional, elevando o nível de segurança do trecho. Assim, atende a demanda de turistas e também a demanda urbana, de moradores e trabalhadores da região.

Conforme cronograma da duplicação do Trecho de Planalto da Tamoios, terça-feira, dias 30, foi solicitada a Licença Prévia para as obras do empreendimento, com a atualização do EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental /Relatório de Impacto ao Meio Ambiente), protocolado na Secretaria do Meio Ambiente (SMA). A matéria do pedido de Licença Prévia e o RIMA estão disponíveis no site da Dersa.

Assim, o cronograma de duplicação prevê o início da obras para março de 2012, com expectativa de conclusão em 20 meses, ou seja, em novembro de 2013. As obras têm previsão de início em março de 2012, logo depois do período de veraneio, e serão concluídas até novembro de 2013, antes da temporada de verão 2013/2014.

O trecho de Serra da rodovia, bem como os contornos urbanos de Caraguatatuba e São Sebastião (SP-055), estão previstos para serem concluídos através de uma Parceria Público-Privada (PPP), que se encontra em fase de elaboração de estudos na ARTESP.

Dersa - Desenvolvimento Rodoviário S.A.
Assessoria de Imprensa

(11) 3702-8175 / 3702-8176 / 3702-8177

imp[email protected]
www.dersa.sp.gov.br
PHCastro no está en línea   Reply With Quote
Old September 6th, 2011, 01:56 AM   #97
Ralph Yamaguti
Seriedade já
 
Ralph Yamaguti's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Posts: 859
Likes (Received): 267


02/09/2011 20h10 - Atualizado em 02/09/2011 20h21
Dersa publica primeiro edital para duplicação da Rodovia dos Tamoios

Estimadas em R$ 775 milhões, obras devem ser concluídas no fim de 2013.
Rodovia liga região de São José dos Campos ao Litoral Norte de São Paulo.

Do G1 SP

A Dersa (Desenvolvimento Rodoviário SA) publica no Diário Oficial deste sábado (3) os editais de pré-qualificação para concorrência das obras de duplicação da Rodovia dos Tamoios (SP-099), no trecho de planalto, do km 11,5 ao km 60,48. As obras estão estimadas em R$ 775 milhões. A via é um dos principais acessos dos turistas ao Litoral Norte de São Paulo e também importante ligação dessa região com o Vale do Paraíba.

O objetivo é selecionar empresas que atendam às exigências técnicas para a execução dos contratos de obras e serviços. O cronograma de duplicação prevê início da obras em março de 2012, com expectativa de conclusão em novembro de 2013.

Pelo edital, serão dois lotes: o primeiro vai do km 11,5 até o km 35,8 e o segundo do km 35,8 ao km 60,48. Esses trechos da rodovia passam pelos municípios de São José dos Campos, Jacareí e Jambeiro Paraibuna.

As empresas poderão participar isoladamente ou reunidas em consórcio de até duas companhias. Os envelopes com a documentação de habilitação e com a metodologia de execução serão recebidos até as 9h45 do dia 6 de outubro. Nesta fase, a intenção é verificar se o licitante tem capacidade de executar a obra e os serviços dela decorrentes.

A duplicação da Tamoios, que opera em pista única em quase todos os seus 80 km - entre São José dos Campos e Caraguatatuba - proporcionará, segundo a Dersa, "melhor qualidade operacional, elevando o nível de segurança do trecho". A estatal espera, com a obra, atender à "demanda de turistas e também a demanda urbana, de moradores e trabalhadores da região".

Na terça-feira (30), a Dersa solicitou licença prévia para as obras, com a atualização do EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental /Relatório de Impacto ao Meio Ambiente), protocolado na Secretaria do Meio Ambiente.

O trecho de serra da rodovia, bem como os contornos urbanos de Caraguatatuba e São Sebastião (SP-055), está previsto para ser concluído através de uma Parceria Público-Privada (PPP), que se encontra em fase de elaboração de estudos na Artesp (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo).

A íntegra do edital de préqualificação está disponível para consulta no www.dersa.sp.gov.br e no www.e-negociospublicos.com.br.
__________________
#sosffaa #forailluminati #foracomunistas #foraglobalistas #forageorgesoros #foranovaordemmundial #intervencaomilitarja #foraforodesaopaulo #foraislamismo #foracomunismo #foraglobalismo
Ralph Yamaguti no está en línea   Reply With Quote
Old September 6th, 2011, 02:00 AM   #98
Ralph Yamaguti
Seriedade já
 
Ralph Yamaguti's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Posts: 859
Likes (Received): 267


SP abre concorrência para duplicação na Tamoios
05 de setembro de 2011 | 12h 13

SILVANA MAUTONE - Agencia Estado


SÃO PAULO - O governo de São Paulo abriu processo de licitação para escolher a empresa que será responsável pela duplicação da Rodovia dos Tamoios (SP-099), no trecho do planalto, entre os quilômetros 11 e 60. No sábado, a companhia Desenvolvimento Rodoviário S.A (Dersa) publicou no Diário Oficial do Estado os editais de pré-qualificação para a concorrência. As obras serão divididas em dois lotes: o primeiro entre os quilômetros 11,5 e 35,8 e o segundo entre o 35,8 e 60,48.

Será permitida a participação de empresas isoladamente ou reunidas em consórcio formado por duas empresas. Os envelopes com a documentação de habilitação e com a metodologia de execução serão recebidos até as 9h45 do dia 6 de outubro na sede da Dersa, na rua Iaiá, 126, na capital paulista. A abertura será no mesmo dia, às 10h00. As obras estão estimadas em R$ 775 milhões.

A previsão é que as obras comecem em março de 2012 e sejam concluídas em 20 meses, até novembro de 2013. A Rodovia dos Tamoios é um dos principais acessos dos turistas ao litoral norte de São Paulo e também importante ligação dessa região com o Vale do Paraíba. O setor privado também considera que, quando duplicada, oferecerá grande potencial de tráfego de caminhões, já que serve de acesso ao porto de São Sebastião.

O plano do governo de São Paulo é realizar por conta própria as obras de duplicação da Tamoios no trecho do planalto e conceder futuramente à iniciativa privada, por meio de Parceria Público-Privada (PPP), as obras do trecho da Serra e os contornos urbanos de Caraguatatuba e São Sebastião (SP-055).

Concessionárias de rodovias como a CCR e a OHL já anunciaram que têm interesse na concessão da Tamoios. A expectativa, porém, é que a concessão seja feita após a conclusão das obras no trecho do planalto. A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) está conduzindo estudos a respeito desse processo.
__________________
#sosffaa #forailluminati #foracomunistas #foraglobalistas #forageorgesoros #foranovaordemmundial #intervencaomilitarja #foraforodesaopaulo #foraislamismo #foracomunismo #foraglobalismo
Ralph Yamaguti no está en línea   Reply With Quote
Old September 6th, 2011, 09:39 PM   #99
Paulistinha
Registered Usher
 
Paulistinha's Avatar
 
Join Date: Jan 2010
Location: Sao Paulo
Posts: 5,000
Likes (Received): 474

É... A parte do planalto até que está indo bem. Quero só ver as obras na serra pra quando que vão ser.
__________________
"Tripulação, portas em automático".

zolin, Thina, Tchelllo, OCpagu, Slice_Shot and 13 others liked this post.
Paulistinha no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2011, 12:01 AM   #100
paulo lima
Mobilidade Urbana Moderna
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 3,613
Likes (Received): 889

Quote:
Originally Posted by Paulistinha View Post
É... A parte do planalto até que está indo bem. Quero só ver as obras na serra pra quando que vão ser.
Pelo jeito vai demorar pra caramba , acho que nem Projeto ainda tem ou entao acabaram de iniciar os Estudos do Projeto da Duplicaçao na Serra.

Pelo Jeito esse Trecho da Serra , so vai ser iniciado no Final de 2013 ou inicio de 2014 e previsto para Conclusao entre 2019 a 2021 .
paulo lima no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 12:12 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu