search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Rodoviário



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 8 votes, 5.00 average.
Old September 11th, 2013, 12:46 AM   #41
Diego N
Dark Lurker
 
Diego N's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Blumenau, SC, Brazil
Posts: 1,488
Likes (Received): 849

Terraplanagem no Belchior para duplicação da BR-470 é paralisada à espera de licença do Ibama para captura de animais silvestres

Segundo o Dnit, processo não impede prosseguimento da obra em outros trechos

Na tarde desta segunda-feira, não havia máquinas da Sulcatarinense trabalhando na duplicação da BR-470. Por meio de assessoria, a empreiteira informou que aguarda do Ibama uma licença de captura, coleta e transporte de fauna silvestre para prosseguir com a supressão da vegetação e terraplanagem na região do Belchior Baixo, em Gaspar.

Até sexta-feira, os trabalhos prosseguiam normalmente. Retroescavadeiras começaram a trabalhar no dia 30 de agosto, em dois trechos: do Km 44,7 ao Km 47,3 e do Km 48,1 ao Km 49,1. A topografia, a medição dos lotes e a demarcação de limites com estacas começaram em 18 de julho, quando as ordens de serviço dos lotes 3 e 4 foram assinadas.

Conforme o Dnit, enquanto a empresa aguarda as licenças, pode seguir normalmente com a topografia e a demarcação em trechos em que a permissão não é necessária. Segue também com a topografia para implantar os canteiros de obras e a instalação do pátio de fabricação de vigas pré-moldadas. O prazo para a Sulcatarinense duplicar os dois lotes vence em outubro de 2017.
Nesta quarta, será escolhida também, por meio de pregão eletrônico, em Brasília, a empresa que prestará consultoria em gestão ambiental e acompanhar a execução dos programas ambientais referentes às obras, como medida compensatória aos impactos causados. A empresa será contratada por R$ 29,6 milhões para 1.456 dias trabalhados.


Artur Moser / Agencia RBS

FONTE

Nunca vi país pra ter tanta licença Deveria ter saído TUDO JUNTO!
__________________
----------------------------------------------------------

* Os pilares para o desenvolvimento do interior são: Pavimentação, Cooperativismo e Acompanhamento Técnico.
Diego N no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old September 11th, 2013, 12:55 AM   #42
Diego N
Dark Lurker
 
Diego N's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Blumenau, SC, Brazil
Posts: 1,488
Likes (Received): 849

Desapropriações são o foco do Dnit para intensificar ritmo da duplicação da BR-470

As negociações, no entanto, dependem da contratação de uma empresa, mas edital está temporariamente suspenso

Prestes a completar dois meses desde a assinatura da ordem de serviço para a duplicação entre Gaspar e Indaial, máquinas na pista somente no Belchior Baixo, em Gaspar, trecho do lote 3.

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estuda agora iniciar os trabalhos também no lote 4, no Km 74, próximo ao bairro João Paulo II. A data ainda não foi confirmada. As duas áreas são escolhidas justamente por não necessitar de desapropriações.

Segundo o superintendente do Dnit em Rio do Sul, Elifas Marques, o ritmo acelerado das obras só será obtido quando iniciarem as negociações. Uma comissão em Florianópolis analisa os processos e cuidará da atualização dos cadastros das áreas negociadas. Mas as desapropriações devem ser feitas somente após a contratação de uma empresa.

Um edital foi lançado em Brasília, mas está temporariamente suspenso e sem data para ser retomado.

– As obras conseguirão ter ritmo desejado se tivermos as desapropriações. Mas os servidores do Dnit no país continuam em greve, o que está comprometendo qualquer planejamento – analisa Marques.

Família aguarda a indenização

O armador de ferragem, Josimar Faustino, e a autônoma, Márcia Veiga, moram com a afilhada de cinco anos no número 45, da Rua Santa Maria, em Indaial. Estão na expectativa e cheio de dúvidas sobre o futuro da família. A casa faz esquina com o Km 72 da rodovia e será desapropriada porque no local passará a via marginal e um viaduto que ligará os lados do Bairro João Paulo II.

Técnicos da Sulcatarinense, empresa responsável pela obra, passaram no terreno para fazer as marcações. A área de 639 metros quadrados é da família há 26 anos.

– Falaram que ia ser indenizada, mas até agora não apareceram, para a gente procurar algum lugar para morar – conta Márcia.


Artur Moser / Agencia RBS

Cerca de 1,3 mil terrenos serão desapropriados

Conforme Elifas Marques, chegam a 1,3 mil os terrenos que serão desapropriados total ou parcialmente, para receber as marginais de acesso ou os futuros viadutos. Terrenos cujas construções avançam sobre a faixa de domínio da rodovia não serão desapropriados.

Para estes, o Dnit tenta recuperar a área na Justiça Federal. Em maio, uma audiência de conciliação resolveu 80% dos 31 terrenos questionados - a maioria, ferros-velhos e comércio. Segundo o Dnit, as obras só avançarão em terrenos particulares ainda não desapropriados se houver o aval dos proprietários.

FONTE

E é problema em cima de problema....
__________________
----------------------------------------------------------

* Os pilares para o desenvolvimento do interior são: Pavimentação, Cooperativismo e Acompanhamento Técnico.
Diego N no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2013, 02:22 AM   #43
Rossanezi
Registered User
 
Rossanezi's Avatar
 
Join Date: Jan 2013
Location: Mandaguari
Posts: 418
Likes (Received): 282

Vamos supor que uma família não aceite de jeito nenhum mudar-se da área onde são previstas as obras.

O que acontece?
__________________
Paraná, "que o povo aspire e idolatre-o"
Rossanezi no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2013, 02:43 AM   #44
josinei
Registered User
 
Join Date: Jan 2010
Location: Curitiba
Posts: 12,135
Likes (Received): 20021

chega um trator de esteira, um oficial de justiça e uns PMs e derrubam tudo

edit: e claro: a indenização vai ser discutida na justiça. depois de uns 4 anos o juiz decide o valor. O proprietário recebe um precatório que vai ser pago uns 20~25 anos depois. Ele tb tem a opção de trocar o precatório no mercado paralelo por cerca de 10% do valor de face.
__________________

tiagonunes, Saffis liked this post

Last edited by josinei; September 11th, 2013 at 03:09 AM.
josinei no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2013, 04:03 AM   #45
luancarpe
Compro e vendo likes
 
luancarpe's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: Balneário Camboriú
Posts: 5,423
Likes (Received): 4808

Quote:
Originally Posted by Rossanezi View Post
Vamos supor que uma família não aceite de jeito nenhum mudar-se da área onde são previstas as obras.

O que acontece?
O público prevalece ao particular. Regrinha básica de Direito Público e Privado.

Esses 31 terrenos são ferro-velhos e revendedores de veículos. Tão sobre a faixa de domínio do DNIT sabe-se lá há quantos anos, e 20% ainda não quis sair!
__________________
All hail the PRESIDENTO
luancarpe no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2013, 03:28 PM   #46
tiagonunes
Registered User
 
Join Date: Mar 2012
Location: Santos
Posts: 2,781
Likes (Received): 1674

Põe na CHÓN o que tiver pelo caminho!!

Se bem que ali é apertadaço... como já disse, deveria ser feita um variante mais a norte.... Mas isto são cenas para os próximos capítulos...
tiagonunes no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2013, 04:09 PM   #47
SeptumTempus
Registered User
 
SeptumTempus's Avatar
 
Join Date: Sep 2012
Location: Blumenau, SC
Posts: 1,764
Likes (Received): 1859

Ou isso (China), ele se negava a sair.
No final foi derrubado, vi procurando essa imagem.

SeptumTempus no está en línea   Reply With Quote
Old September 12th, 2013, 07:04 PM   #48
Kaique
Registered User
 
Kaique's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Fortaleza/Rio de Janeiro
Posts: 7,380
Likes (Received): 482

É aberto um processo judicial de desapropriação, o Estado, ou quem aja em nome dele, deve depositar o valor da indenização em juízo. O juiz pode conceder a desocupação mediante o alegado interesse público.

O interesse público só prevalece se respeitados os direitos fundamentais de cada um. O Estado não pode tudo de qualquer jeito.
Kaique no está en línea   Reply With Quote
Old September 12th, 2013, 07:23 PM   #49
josinei
Registered User
 
Join Date: Jan 2010
Location: Curitiba
Posts: 12,135
Likes (Received): 20021

os direitos individuais de cada um são respeitados desse jeito:

Quote:
Originally Posted by josinei View Post
chega um trator de esteira, um oficial de justiça e uns PMs e derrubam tudo

edit: e claro: a indenização vai ser discutida na justiça. depois de uns 4 anos o juiz decide o valor. O proprietário recebe um precatório que vai ser pago uns 20~25 anos depois. Ele tb tem a opção de trocar o precatório no mercado paralelo por cerca de 10% do valor de face.
josinei no está en línea   Reply With Quote
Old September 14th, 2013, 09:22 PM   #50
Diego N
Dark Lurker
 
Diego N's Avatar
 
Join Date: Apr 2010
Location: Blumenau, SC, Brazil
Posts: 1,488
Likes (Received): 849

Supressão vegetal para a duplicação da BR-470, em Gaspar, aguarda licença para capturar animais silvestres


Artur Moser / Agencia RBS

Pedido de licença foi protocolado quinta-feira em Brasília

As retroescavadeiras cessaram os motores no acostamento do Belchior Baixo, em Gaspar. E o início da retirada da vegetação rasteira que dará lugar às pistas duplicadas da BR-470 parou segunda-feira, à espera de uma licença do Ibama para captura de animais silvestres.

Diferente das outras licenças obtidas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para começar a duplicação, essa será concedida à empresa executora, a Sulcatarinense, para garantir que durante os trabalhos a flora e a fauna sejam prejudicadas o mínimo possível. O documento vai explicar o que a empresa deve fazer com os animais encontrados ao longo da obra.

O pedido da licença foi protocolado no Ibama quinta-feira, em Brasília. Apesar de mais uma barreira burocrata, o processo tem seu valor. Às margens da BR-470, há mais vida do que os olhos dos motoristas podem alcançar. Jacarés de papo-amarelo, gatos e cachorros-do-mato, tatus, beija-flores e peixes habitam o que restou da Mata Atlântica e os cursos d’água próximos. Algumas espécies raras e outras ameaçadas de extinção no Estado, como o gavião-pombo, lambari-listrado, a canela-preta e nove tipos de borboletas.

Nos 74 quilômetros por onde passarão as pistas duplicadas, de Navegantes a Indaial, convivem pelo menos 520 espécies de animais e inúmeros espécimes de plantas, conforme apontamento do Estudo de Impacto Ambiental.

A licença de captura, coleta e transporte de fauna silvestre permite a empresa, por meio de profissionais capacitados, recolher ou afugentar para a mata animais encontrados na obra. A licença serve também para legalizar o transporte de animais capturados. Segundo o Dnit, a empresa passaria agora a supressão de plantas maiores e ao corte de árvores, para os quais já tem licença e que podem servir de habitat para espécies. Por isso, o trabalho foi paralisado no trecho.

— O que deve acontecer é que ao longo dos trabalhos tem que haver monitoramento do meio ambiente — defende o doutor em Biologia Animal e professor da Furb, Sérgio Luís Althoff.

Mais adiante, cadáveres e vestígios de animais encontrados devem ser armazenados para catalogação. O processo já ocorre com as plantas nativas, nesse caso sem necessidade de licença. As coletas poderão ser usadas na restauração de áreas degradadas pelas obras, compensação ambiental, monitoramento da fauna e mapeamento dos atropelamentos.

— A licença (de captura) serve para que não se corra o risco de algum órgão ambiental questionar depois — simplifica o superintendente do Dnit em Rio do Sul, Elifas Marques.

FONTE

Aqui um PDF com um pouco da biodiversidade local.
__________________
----------------------------------------------------------

* Os pilares para o desenvolvimento do interior são: Pavimentação, Cooperativismo e Acompanhamento Técnico.

superkyo liked this post
Diego N no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2013, 04:42 AM   #51
luancarpe
Compro e vendo likes
 
luancarpe's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: Balneário Camboriú
Posts: 5,423
Likes (Received): 4808

BR-470 precisa ser toda duplicada
Postado em 11 de setembro de 2013



Foto: Divulgação

Estudo realizado pelo governo federal confirma a necessidade

O governo federal confirmou que possui comprovações técnicas que justificam a necessidade da duplicação de toda a extensão da BR-470de Navegantes até a interseção com a BR-116, próximo a Curitibanos. A conclusão é do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTE-A) para adequação de capacidade, melhoria da segurança e eliminação de pontos críticos na rodovia.

Em audiência em Brasília com o diretor de Planejamento e Pesquisa do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit), José Florentino Caixeta, e o coordenador-geral de Planejamento e Programação de Investimento, Adailton Cardoso Dias, lideranças do Alto Vale tiveram a confirmação de que todo o trecho está prestes a atingir o seu limite de capacidade. “O EVTE -A previa o esgotamento da capacidade de praticamente toda a BR-470 até 2017, mas este cenário se antecipou”, afirmou o presidente da Associação Empresarial de Rio do Sul (Acirs), Ciro José Cerutti.

É que o estudo de tráfego que integra o EVTE-A foi realizado na rodovia em 2009, quando o consórcio Iguatemi/Enecon apresentou a primeira versão do estudo ao Dnit. “Depois disso tivemos uma verdadeira enxurrada de veículos novos nas estradas, em função das políticas e facilidades na concessão de crédito”, pontua Cerutti.

O EVTE-A também confirma a viabilidade econômica da duplicação, apontando-a como “altamente recomendável”. Com as informações técnicas em mãos, lideranças políticas e empresariais catarinenses devem batalhar pela inclusão de toda a extensão no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Diante desse cenário, essa é a melhor alternativa”, considerou o diretor do Dnit.

A Acirs teve acesso ao conteúdo do EVTE -A em junho, depois de solicitar cópia ao Dnit. A audiência, realizada na quarta-feira (4) foi motivada pelo atraso na aceitação do EVTE-A pelo governo federal. Para o coordenador-geral de Planejamento “os pequenos ajustes que ainda precisam ser feitos não comprometem o resultado e o estudo é conclusivo”.

Participaram da audiência o presidente da Acirs, Ciro José Cerutti e o secretário executivo Cleber Stassun; o presidente da Amavi, Hugo Lembeck; o prefeito de Rio do Sul, Garibaldi Antônio Ayroso; o deputado federal Rogério “Peninha” Mendonça; e o deputado estadual Aldo Schneider.

DIÁRIO DO ALTO VALE
__________________
All hail the PRESIDENTO

Diego N liked this post
luancarpe no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2013, 01:50 PM   #52
Positronn
Registered User
 
Positronn's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Joinville / SC
Posts: 11,853
Likes (Received): 2665

Concessão já!
É um contrassenso dizer que precisa duplicar toda a BR-470 e ao mesmo tempo dizer que a duplicação é até a BR-116. A 470 continua depois, passa por Campos Novos e adentra o Rio Grande do Sul até chegar a Bento Gonçalves (mas vira estadual). E esse trecho depois da BR-116 acho que não precisa de duplicação logo mesmo.
Positronn no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2013, 04:30 PM   #53
Rodrigo W.
Registered User
 
Join Date: Mar 2010
Location: Curitiba
Posts: 540
Likes (Received): 458

Uma vez a cada dois meses saio de Curitiba e vou até Joaçaba. Vou pela BR-116 e entro na BR-470. Não há necessidade de duplicação neste trecho da BR-470, apenas ampliar o número de terceira faixa e os acessos na parte urbana da BR seria suficiente.
__________________

Saffis liked this post
Rodrigo W. no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2013, 05:51 PM   #54
SeptumTempus
Registered User
 
SeptumTempus's Avatar
 
Join Date: Sep 2012
Location: Blumenau, SC
Posts: 1,764
Likes (Received): 1859

Passados 60 dias da assinatura das ordens de serviço, trabalhos nos Lotes 3 e 4 da BR-470 seguem ritmo lento

Passados 60 dias da assinatura das ordens de serviço, trabalhos nos Lotes 3 e 4 da BR-470 seguem ritmo lento
Obras nos dois trechos da rodovia federal seguem com 35 trabalhadores enquanto empresa aguarda licença ambiental

Sarita Gianesini | [email protected]



Passados 60 dias da assinatura da ordem de serviço que oficializou o início da duplicação da BR-470, ainda se avista pouca movimentação nas margens da rodovia que vão se transformar em novas pistas entre Gaspar e Indaial.

Nesta quarta-feira, uma equipe de topografia trabalhava no Km 49, no Lote 3, e duas máquinas aguardavam paradas, segundo o supervisor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)em Rio do Sul, Elifas Levi Nolasco Marques, responsável pelo trecho.

De acordo com a assessoria de comunicação do Dnit em Santa Catarina, atualmente 35 profissionais trabalham na fase inicial de duplicação destes dos lotes 3 e 4 da estrada federal.

Além da topografia _ realizada a cada 20 metros dos 28,3 quilômetros de obras _ os trabalhadores atuam em áreas como engenharia, operação de maquinário e levantamento de redes de água, energia, telefonia e gás próximos à pista.

Por enquanto, o número de operários atinge os 11,7% do total anunciado pelo diretor da empresa que realiza a obra, a Sulcatarinense, José Carlos Portella Nunes. No dia da assinatura, Nunes anunciou que 300 homens trabalharão nos dois lotes ao longo da duplicação.

O trabalho da Sulcatarinense emperra em duas autorizações sem data exata para serem emitidas. Uma, é a licença para captura de animais silvestres, a ser emitida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A outra, é a aprovação de relatório para exploração de jazidas, que precisa ser aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A reportagem tentou contato com a empresa, mas não recebeu resposta até o fechamento desta edição.

As marcações dos lotes ocorreram no mesmo dia em que a ordem de serviço foi assinada, mas as máquinas da Sulcatarinense só estacionaram ao lado da BR-470 no final de agosto. Os trabalhos começaram derrubando árvores no Bairro Belchior, em Gaspar. Antes da paralisação pela falta de licenças, as atividades se concentravam em dois trechos: do Km 44,7 ao Km 47,3 e do Km 48,1 ao Km 49,1, entre Gaspar e Blumenau.

Localize-se nas obras da BR-470 com o duplicoscópio

Já o edital que escolherá a empresa responsável pela gestão e programas ambientais de ambos os lotes permanecem suspensos desde a semana passada. O prazo total para a conclusão da duplicação dos lotes é de três anos, 11 meses e 10 dias. Segundo o Dnit, não há atraso e a mobilização atual está incluída no período de execução do empreendimento.

Fonte
SeptumTempus no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2013, 08:56 PM   #55
tiagonunes
Registered User
 
Join Date: Mar 2012
Location: Santos
Posts: 2,781
Likes (Received): 1674

tiagonunes no está en línea   Reply With Quote
Old October 3rd, 2013, 04:58 PM   #56
SeptumTempus
Registered User
 
SeptumTempus's Avatar
 
Join Date: Sep 2012
Location: Blumenau, SC
Posts: 1,764
Likes (Received): 1859

Canteiro de obras a caminho dos Lotes 3 e 4

Sulcatarinense e Dnit anunciam local onde funcionará base de apoio para a duplicação

O terreno de 56 mil metros quadrados que fica às margens do Km 67 da rodovia, em Indaial, será o principal canteiro de obras da duplicação dos Lotes 3 e 4 da BR-470. O local foi apresentado na tarde desta quarta-feira e servirá como base para a Sulcatarinense Mineração, Artefatos de Cimento, Britagem e Construções Ltda., empresa responsável pela duplicação nos dois trechos.

>> Acompanhe os detalhes da obra no Duplicoscópio

Hoje o terreno é apenas um grande corte de barro vermelho no pequeno morro logo após a ponte sobre o Ribeirão da Mulde. Em 45 dias, deverá abrigar a indústria de pré-moldados que moldará cerca de 600 vigas que serão usadas nas 26 obras especiais _ incluindo viadutos, pontes e passarelas _ nos dois lotes, segundo o diretor de Operações da Sulcatarinense, Augusto Bandeira.

O diretor calcula que 80 pessoas trabalharão na fábrica de estruturas de cimento. O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) em Santa Catarina, João José dos Santos, esteve visitando o espaço ontem à tarde e acrescenta que lá também ficarão escritório e oficina para os veículos da empresa. Além da base no quilômetro 67, a Sulcatarinense pretende implantar outros dois canteiros de obras nos Lotes 3 e 4.

_ Serão bases em contêineres para podermos deslocá-los e também para reduzirmos a interferência no trânsito _ detalha Augusto Bandeira.

O engenheiro e fiscal local do Dnit, Elifas Levi Nolasco, acredita que a escolha do terreno é estratégica pelas dimensões e pela localização: próxima aos dois lotes pelos quais a Sulcatarinense é responsável.

Durante vistoria a BR-470 na tarde desta quarta-feira, superintendente do Dnit garantiu que até o final deste ano a população poderá ver obras em dois trechos. Primeiro, com a frente de obras, de terraplanagem e pavimentação na Frederico Jensen _ paralela ao Lote 3, próximo ao Viaduto da Mafisa _ e depois no Belchior, em Gaspar, entre os quilômetros 45 e 50.

Atualmente 25 pessoas entre técnicos, administrativos e engenheiros trabalham no planejamento da obra de acordo com o diretor da Sulcatarinense. O Dnit e a empresa executora aguardam a certidão de captura de fauna para seguir com os trabalhos de corte de mata e terraplanagem entre Indaial e Gaspar. Segundo Santos, o documento deverá ser emitido até o final do mês.

Fonte
SeptumTempus no está en línea   Reply With Quote
Old October 3rd, 2013, 04:59 PM   #57
SeptumTempus
Registered User
 
SeptumTempus's Avatar
 
Join Date: Sep 2012
Location: Blumenau, SC
Posts: 1,764
Likes (Received): 1859

Ordem de serviço do Lote 1 da BR-470 está prestes a ser assinada

Segundo superintendente do Dnit, documento passa por análise final na comissão de licitações

A ordem de serviço para duplicação do Lote 1 da BR-470, entre Navegantes e Ilhota pode ser assinada até o final de outubro. A informação é do superintendente do Dnit em Santa Catarina, João José dos Santos.

O consórcio Azza Soegel venceu a concorrência para duplicar o trecho e segundo Santos, os documentos estão na fase final de análise pela comissão de licitações.
Já o Lote 2, ainda aguarda o lançamento do edital que escolherá a empresa que trabalhará na duplicação.

_ A licitação deste lote ocorrerá agora, entre outubro e novembro. O projeto está na fase final de aprovação, com soluções que foram apontadas por técnicos para os solos de baixa resistência _ detalha o superintendente.

Fonte
__________________

Andre_BEC liked this post
SeptumTempus no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2013, 08:54 PM   #58
Rodrigo W.
Registered User
 
Join Date: Mar 2010
Location: Curitiba
Posts: 540
Likes (Received): 458

Procurei na rede e não encontrei nenhuma noticia deste mês sobre a obra. Parece que tá tudo parado devido aos eco-chatos. Alguém tem noticias?
Rodrigo W. no está en línea   Reply With Quote
Old November 12th, 2013, 10:01 PM   #59
SeptumTempus
Registered User
 
SeptumTempus's Avatar
 
Join Date: Sep 2012
Location: Blumenau, SC
Posts: 1,764
Likes (Received): 1859



A última notícia que vi acho que foi em Outubro, pessoal foi reclamar que a obra está parada e parece que já tem a licitações ambientais pendentes assinadas.

A empresa disse que está fazendo os trabalhos de supressão vegetal, demarcações em solo e montando os canteiros de obras. O especialista da reportagem disse que é um trabalho pouco visível, mas que estranha a falta de movimento de caminhões para montar essas estruturas.

Eu acho que está parada e eles devem deixar umas 3 pessoas lá enrolando para contestar.
SeptumTempus no está en línea   Reply With Quote
Old November 13th, 2013, 09:20 PM   #60
luancarpe
Compro e vendo likes
 
luancarpe's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: Balneário Camboriú
Posts: 5,423
Likes (Received): 4808



Duplicação da BR-470 22/10/2013 | 07h04
Onde estão as obras de duplicação da BR-470?
Passados três meses da assinatura da ordem de serviço, trabalhos nos lotes 3 e 4 ainda são pouco perceptíveis


Marco inicial das obras no Belchior Baixo é sinalizado com tinta branca
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS


SARITA GIANESINI
[email protected]


A pequena lagoa rente ao Km 45 da BR-470 está sem peixes. Tilápias foram retiradas do viveiro há mais ou menos um mês por Antônio Donizete, 54 anos, caseiro e tratorista em uma propriedade no Bairro Belchior Baixo, em Gaspar. Depois dos peixes, foi-se a água. Donizete conta que recebeu a visita da um engenheiro da Sulcatarinense – empresa responsável pela duplicação dos lotes 3 e 4 –, avisando que o criadouro estava no caminho de uma futura marginal da BR-470.

Veja um infográfico animado da BR-470

– Tirei todas as tilápias da lagoa, soltei as pequenas na arrozeira, esvaziei tudo. Só que faz mais de um mês que não vejo ninguém ali. Vieram aqui, trabalharam dois ou três dias e pronto, foram embora. Acho que é tudo uma enganação. Enchi a lagoa de volta!

Donizete lembra que até apareceram caminhões e escavadeiras no Belchior, mas a ausência de máquinas e de operários nos arredores da rodovia e de casa, no lote 3, foi sinal para devolver pelo menos aos patos o habitat.

Passados três meses da assinatura da ordem de serviço que solenizou a esperada duplicação no dia 18 de julho, não há sinal das máquinas – de roçadeiras a caminhões – que indicariam a leigos que a BR-470 é uma rodovia em obras. A promessa da Sulcatarinense era de que o maquinário roncaria até os primeiros 60 dias de obra.

O maquinário pareceu. Foi retirado. E a tinta que marca o ponto inicial da duplicação da rodovia no Km 44,8 da BR-470, Bairro Belchior Baixo, em Gaspar, começa a virar mancha aguada no asfalto.

A Superintendência do Departamento Nacional em Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Santa Catarina alega que as obras seguem nos trabalhos de topografia, mas admite que nos locais em que é necessário corte de vegetação não há trabalho. Isso porque a Sulcatarinense aguarda a contratação da empresa que faz a gestão ambiental, para poder formar a equipe de biólogos que capturará os animais durante o serviço.

Mesmo com a parada na supressão vegetal, o Dnit afirma que as obras estão no ritmo esperado e a previsão é iniciar a pavimentação nos lotes 3 e 4 até o final de 2013. Durante a semana, surgiu a notícia de que o Ibama tinha emitido a autorização ambiental para as obras, mas o Dnit não confirma.

A inatividade aparente na duplicação da BR-470 também é percebida por Neves Luciano Schmitz, 43 anos, sócio de um ferro-velho que fica pouco antes do início do lote 3.

– Nos primeiros dias, logo depois daquela cerimônia em Gaspar, colocaram cones e bandeiras na Ponte do Belchior. Depois, caminhão ou máquina ninguém viu – recorda.

O motorista de guincho Adilson Xavier, 45, percorre a BR-470 até quatro vezes diariamente. Quinta-feira, depois de circular pelo trecho da rodovia em Indaial, não avistava nem técnicos fazendo medições nos terrenos laterais.

– Desde que se falou na duplicação, não tenho visto obra – conta.

Débora dos Santos, 30, administra uma mecânica no Km 67, em Indaial. Diante do terreno que funcionará como principal canteiro de obras da duplicação, a empresária conta que viu operários no local:

– Sempre é um carro com o pessoal que faz medição.

Na manhã desta segunda-feira, as margens dos lotes 3 e 4 da BR-470 estavam vazios.

JORNAL DE SANTA CATARINA
__________________
All hail the PRESIDENTO

SeptumTempus liked this post

Last edited by luancarpe; November 13th, 2013 at 09:27 PM.
luancarpe no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 07:54 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu