daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Regionais > Nordeste

Nordeste Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old April 25th, 2008, 07:55 AM   #21
BrunoInteriorano
CONTA RECUPERADAAAAAAAAAA
 
BrunoInteriorano's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Eixo do Mal (Caçapava-SP)
Posts: 7,128
Likes (Received): 8

Parabéns Fortal!! que achado!! fotos incríveis!!
__________________
conscientize-se
BrunoInteriorano no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old April 25th, 2008, 04:55 PM   #22
Manilov
Registered User
 
Join Date: Nov 2007
Location: Fortaleza
Posts: 1,521
Likes (Received): 444

Que raridade esse postal, hein? Nota-se que a maioria dos bahistas são crianças. Esse Nirez..., o cara tem um acervo formidável de fotos antigas e discos. Qualquer dia crio coragem e vou lá pertubar ele, pois um amigo me disse que se a gente chegar dizendo que é estudante e que está fazendo uma pesquisa/trabalho ele disponibiliza algumas coisas que tem digitalizadas..só que, segundo um amigo, o cara é meio ranzinza e é mais fácil ele nos enxotar de lá

Fortal, muito legal resgatar a memória da Amélia com este lindo thread. Parabéns. Sem dúvidas, ela merece. Fico pensando...será que ela imaginaria que décadas depois teria suas fotos divulgadas pra tantas pessoas e ganharia inúmeros admiradores e até fãs?

As fotos dela são excelentes. Adorei a que mostra a praça do cristo com todo o casario antigo.
Manilov no está en línea   Reply With Quote
Old April 25th, 2008, 05:09 PM   #23
Manilov
Registered User
 
Join Date: Nov 2007
Location: Fortaleza
Posts: 1,521
Likes (Received): 444

Quote:
Originally Posted by Fortal View Post
Região do Centro, parte da Ponte Metálica, antiga Catedral da Sé;
Hoje temos a Indústria Naval do CE e Dragão do Mar
[/CENTER]
Esta foto não mostra a parte mais densamente urbanizada do centro. Percebe-se que a cidade começava a avançar em direção ao leste/Aldeota

Nesta época o bairro Jacarecanga já tinha várias construções elegantes, sendo a nova área nobre da cidade. Depois, quando se instalaram fábricas ali por perto, nos limites do bairro, os pobres que trabalhavam nelas afluíram pra lá, e, com sua presença, os ricos resolveram se mudar pra Aldeota.

Aliás esta é uma característica da elite local: se isolar do restante da cidade. Primeiramente ocorreu com o Benfica no século XIX, onde os ricos se refugiavam em suas chácaras/sítios. Depois Jacarecanga, Aldeota e agora Dunas.
Até o centro teve seus principais órgãos públicos (sede do governo, órgãos da administração) transferidos para longe e esta foi uma das principais causas do seu abandono. A presença do poder público era muito sadia, ocupando o espaço com seus prédios e contribuindo na movimentação de pessoas e capitais através de seus funcionários.
Manilov no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2008, 09:04 PM   #24
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

@Tito e Bruno: Muito obrigado.
@Manilov: Muito obrigado. Que belíssimo texto que vc escreveu, eu que agradeço suas explicações. Exatamente a elite abandonou o centro, ainda mais, em 1960 quando foi "rasgada" a beira-mar.
Ah, se um dia vc tiver a oportunidade de ir até o Arquivo Nirez, deve ter tanta preciosidade...especialmente aéreas da cidade.
abs
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2008, 09:08 PM   #25
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Quote:
Originally Posted by Manilov View Post
Esta foto não mostra a parte mais densamente urbanizada do centro. Percebe-se que a cidade começava a avançar em direção ao leste/Aldeota

Nesta época o bairro Jacarecanga já tinha várias construções elegantes, sendo a nova área nobre da cidade. Depois, quando se instalaram fábricas ali por perto, nos limites do bairro, os pobres que trabalhavam nelas afluíram pra lá, e, com sua presença, os ricos resolveram se mudar pra Aldeota.

Aliás esta é uma característica da elite local: se isolar do restante da cidade. Primeiramente ocorreu com o Benfica no século XIX, onde os ricos se refugiavam em suas chácaras/sítios. Depois Jacarecanga, Aldeota e agora Dunas.
Até o centro teve seus principais órgãos públicos (sede do governo, órgãos da administração) transferidos para longe e esta foi uma das principais causas do seu abandono. A presença do poder público era muito sadia, ocupando o espaço com seus prédios e contribuindo na movimentação de pessoas e capitais através de seus funcionários.
Muito obrigado, pelas explicações fantásticas, Manilov
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old May 29th, 2008, 03:21 AM   #26
heyarth
Genius Rayearth
 
heyarth's Avatar
 
Join Date: Jul 2007
Location: Brazil
Posts: 1,000
Likes (Received): 2

Bellísssimo thread!!!Incrivél a cidade mudou completamente em apenas 7 decadas...
Parabéns Fortal, seus thread's são sempre bons!Abraço!
heyarth no está en línea   Reply With Quote
Old May 29th, 2008, 06:51 PM   #27
Kaique
Registered User
 
Kaique's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Fortaleza/Rio de Janeiro
Posts: 7,388
Likes (Received): 485

Quote:
Originally Posted by IvoJP View Post
Que thread lindo, Fortal!!!
A cidade muito verde, com essas contruções antigas...Essa região é preservada atualmente?

Adorei esta foto:
Essa região é a que hoje vemos muito verticalizada, essa Igreja, Cristo Rei, um "arranha-céu" hoje mal aparece na paisagem cercada de grandes edifícios.
Se prestares um pouco mais de atenção, vais notar uma linha de casas ao lado da igreja8 lado esquerdo da foto) é a avenida Stos. Dumont, algumas das casas que aí aparecem ainda bem estão de pé e bem preservadas mas não sei até quando, já pensei várias vezes que se ganhasse na lotería compraria várias delas, são lindas e muito agradáveis, temo que sejam demolidas para dar o lugar a algum edifício de 20 e tantos andares...
Kaique no está en línea   Reply With Quote
Old May 29th, 2008, 11:12 PM   #28
heyarth
Genius Rayearth
 
heyarth's Avatar
 
Join Date: Jul 2007
Location: Brazil
Posts: 1,000
Likes (Received): 2

Aquela torre ali que fica em frente ao dragão do mar, é algum tipo de farol??
heyarth no está en línea   Reply With Quote
Old May 30th, 2008, 12:21 AM   #29
Kaique
Registered User
 
Kaique's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Fortaleza/Rio de Janeiro
Posts: 7,388
Likes (Received): 485

Quote:
Originally Posted by heyarth View Post
Aquela torre ali que fica em frente ao dragão do mar, é algum tipo de farol??
Não, é um monumento ao Cristo Redentor.
A torre de vigília era a da Secretaria da Fazenda que hoje está longe do mas, mas na época era mesmo em frente.
Kaique no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2010, 08:37 PM   #30
venicio1
Registered User
 
Join Date: Feb 2010
Posts: 1
Likes (Received): 0

Magnifico...Em 2009 passou um filme so a vida de Amélia, não vi se relata a passagem dela em Fortaleza pois não assisti ainda, sempre que vou no centro dou uma passada na pça do Ferreira só pra ver o Excelsior hotel com toda sua imponência, mesmo que quase engolido pelo comercio de lojunhas mediocres e camelôs. Essa é a paret muito ruim de nós fortalezenses...Não damos valor a nossa cultura! Belissimo thread.
venicio1 no está en línea   Reply With Quote
Old April 3rd, 2010, 08:58 PM   #31
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23

Achei um novo filme!

NO LINK DA FONTE ABAIXO, É POSSÍVEL VER O VÍDEO LINKADO! É SÓ CLICAR NO LINK...UMA PENA O FILME NÃO MOSTRAR O BRASIL, MAS A NOTÍCIA SOBRE FORTALEZA JÁ CORREU NACIONALMENTE. UM ORGULHO PARA A CIDADE DE FORTALEZA!



25/03/10 - 16h30 - Atualizado em 25/03/10 - 16h42

*

Hilary Swank encarna pioneira da aviação em 'Amelia'

Longa de Mira Nahir tem ainda Richard Gere e estreia nesta sexta.
Nos anos 1930, Amelia Earhart fez façanhas sobre o Atlântico.

A diretora indiana Mira Nair não esconde em nenhum momento em seu novo filme, "Amelia", o carinho que sente pela personagem que escolheu retratar - a americana Amelia Earhart, uma das pioneiras da aviação mundial e que se tornou uma celebridade em seu país, nos anos 1930, ao quebrar vários recordes no comando de um avião.

Foi comparada, na época, ao pioneiro Charles Lindbergh, celebrado pelo voo solo que fez sobre o Atlântico, em 1927. Façanha que ela repetiu e quis superar com uma volta ao mundo.

A vida de Amelia é repleta de desafios, aventuras, fracassos e realizações, mas Nair preferiu dar maior destaque para sua paixão pela aviação, o combustível que a movia, acima de tudo. Foi uma boa escolha, pois, graças às proezas de Amelia, muitas mulheres puderam também entrar nesse clube restrito até então aos homens e desenvolver uma carreira.

Hilary Swank ("Menina de ouro") encarna com empenho o papel da aviadora pioneira, dosando de forma correta a teimosia da personagem em assumir riscos, sem que demonstre arrogância aos olhos do espectador.

Não há como não aprovar as escolhas de Amelia, mesmo quando arriscadas e beirando a insanidade, já que o que está em julgamento é a capacidade de uma mulher de aceitar desafios e realizá-los como um homem o faria. Ela sabia que, se fracassasse, todo seu passado de sucessos seria esquecido e o futuro de muitas mulheres, comprometido.

O filme começa com a viagem ao redor do mundo que ela está prestes a concluir, em 1937. No comando de um Electra, acompanhada por um navegador alcoólatra, ela parece uma criança feliz sobrevoando as savanas africanas.

Escala no Brasil

O filme não mostra, mas Amelia também passou pelo Brasil, onde fez uma escala em 6 de maio de 1937, em Fortaleza (pagou 800 mil reis, o equivalente a 50 dólares, por uma diária no Excelsior Hotel), e circulou pelas ruas da cidade de calças compridas e camisa xadrez.

O acompanhamento dessa viagem é alternado com cenas do passado, que mostram o início da carreira da aviadora, em 1928, quando se candidatou a cruzar o Atlântico num projeto patrocinado pela socialite americana Amy Phipps Guest, interessada que uma mulher repetisse a façanha de Lindbergh um ano antes.

Esse projeto, coordenado pelo editor e publicitário George Putnam (interpretado por Richard Gere), deslanchou sua carreira e marcou o início de um relacionamento com o próprio Putman, com quem se casou, depois de uma insistência muito grande da parte dele. Amelia não queria que o casamento interrompesse sua carreira e deixou essa condição clara desde o início. Para Putman, era doloroso aceitar os longos períodos longe da mulher, temendo que ela não retornasse da última aventura.

O grande mérito de Mira Nair é nunca perder de vista essa relação tão especial entre dois personagens que se amam muito, mas não podem viver juntos. O encantamento dessa relação é sentido quando estão sozinhos e se falam pelo rádio, ultrapassando a fronteira dos países. É o preço que têm de pagar pelo respeito à liberdade do outro.

(Por Luiz Vita, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb
fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Cinema/...EM+AMELIA.html

=======================================================================================

AMELIA visitou Fortaleza em 4 de junho de 1937 Havia somente um batente possivel entre Paramaribo (ex- Guiana Holandesa) e Fortaleza, um campo cercado. Todos os capitaes foram bem, inclusive Amelia Earhart e o aviao Electra passou tranquilamente. Os aviadores cruzaram o Equador pela primeira vez. Apos dez horas do voo, Amelia Earhart e Noonan aterrisaram em Fortaleza. A cidade senta-se em uma planicie arenosa marrom no arco de um recorte, com forma crescente, entre as montanhas e o mar, apenas ao oeste do Mucuripe. A condição do aeroporto era muito boa. Amelia e Fred fizeram preparações finais para o Atlantic sul em Fortaleza melhor que em Natal como tinha pretendido. Quem foi Amelia Earhart Ambiciosa e destemida, Amelia Earhart foi a primeira mulher a cruzar o oceano Atlantico em voo solo, em 1932, façanha até então conseguida apenas por Charles Lindbergh, em 1927. Nessa aventura, a solitaria aviadora quebrou tambem o recorde de velocidade para voo transatlantico, estabelecendo-o em 14 horas e 56 minutos. Com seus cabelos curtos e roupas masculinas, ela foi uma das grandes heroinas da decada de 30. Amelia dizia que tudo o que os homens podem fazer, as mulheres tambem podem.
Em 1937, a garota nascida em Kansas, nos Estados Unidos, e que ja havia trabalhado como enfermeira durante a Primeira Guerra Mundial, lançou-se em mais um desafio: queria ser a primeira mulher a completar uma viagem aerea em torno do globo terrestre. Ela e seu navegador, Frederick Noonam, cumpriram as primeiras 22 mil milhas da aventura sem problemas. Mas, apos decolarem para as ultimas 7 mil milhas de voo, perderam contato com a guarda-costeira dos Estados Unidos. O bimotor Electra desapareceu sobre o mar, sem deixar qualquer pista. Seus corpos e os destroços do aviao nunca foram encontrados. Mas na manha de 2 de julho de 1937, ate o mais bem preparado voo terminou em tragedia. Earhart e seu navegador, Fred Noonan, desapareceram quando se aproximavam de uma pequena ilha no Pacifico, em um dos ultimos trechos da sua volta ao mundo. Amelia Mary Earhart (24 de Julho de 1897 é desaparecida em 2 de Julho, 1937) foi uma aviadora norte-americana, pioneira da aviacao feminina. Em 1928, foi a primeira mulher a cruzar o Oceano Atlantico de aviao. A experiencia esta relatada em seu livro Vinte Horas, Quarenta Minutos. Fundou a Ninety-Nines, organizacao internacional de aviadoras. Foi a primeira mulher a receber a Distinta Cruz da Aviacao. Em 1935, voou sobre o Oceano Pacifico, tornando-se a primeira mulher a conseguir este marco. Amelia pretendia ser tambem a primeira mulher a circunavegar a Terra seguindo a linha do Equador. Seu aviao desapareceu em 1937, perto da ilha Howland. Acredita-se que tenha ficado sem combustivel, e que ela e o navegador Fred Noonan tenham caido no mar. Seu desaparecimento nunca foi explicado. fonte: www.terra.com.br e wikipedia Credito fotografico deste trabalho de Amelia: Repository Purdue University Libraries, Archives and Special Collections Date of Original 1937 fotos: http://e-archives.lib.purdue.edu/index.php

Last edited by Fortal; April 3rd, 2010 at 09:19 PM.
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old July 14th, 2010, 03:19 AM   #32
Fortal
O Show é aqui!
 
Fortal's Avatar
 
Join Date: Nov 2004
Location: São Paulo
Posts: 5,738
Likes (Received): 23



Volta ao mundo

Fortaleza, 1937

Na tentativa de ser a primeira mulher a dar a volta ao mundo de avião, a americana Amelia Earhart passou por Fortaleza no início de junho de 1937 e registrou cenas do dia a dia. Logo depois ela encontrou seu trágico destino

Marcos Sampaio
[email protected]
05/06/2010 01:00



Esqueça os shoppings, as boates e a correria típica das grandes cidades. O trânsito caótico, que hoje tanto incomoda pedestres e motoristas, se resumia aos bondes, poucos ônibus e carros. O clima era mais ameno uma vez que os raros prédios não impediam a brisa marinha de dar uma acalmada no calor da cidade. Até o hábito de ir à praia era diferente, significava vestir terno e gravata apenas para olhar o mar e apanhar conchinhas na areia. Assim era Fortaleza em 1937, uma cidade pequena, limitada pelas avenidas Domingos Olímpio, Dom Manuel e Imperador, sofrendo ainda com as consequências da terrível seca de 1932, mas já ganhando seus ares de grande centro.

Essa foi a cidade que a aviadora Amelia Earhart conheceu quando fez seu pouso tranquilo, às 16h30min do dia 4 de junho daquele ano, no campo do Alto da Balança. A expectativa pela sua chegada já tomava conta da cidade desde o início da manhã. Até aquele momento não se sabia se a americana iria parar aqui, ou se iria direto para seu próximo destino, a cidade de Natal. Acompanhada pelo piloto Fred Noonan, ela foi recebida por autoridades, fez pose para a imprensa e entrou num carro em direção ao Hotel Excelsior, onde ficou hospedada. Sua passagem por Fortaleza fazia parte do percurso da sua última e mais audaciosa aventura: dar a volta ao mundo.

Nascida no Kansas, em 24 de julho de 1897, Amelia Mary Earhart havia se tornado uma celebridade por ter sido a primeira mulher a sobrevoar o Atlântico. Pioneira na aviação e na defesa dos direitos da mulher, ela realizou este percurso pela primeira vez em junho de 1928, não pilotando, mas como responsável pelo registro de voo. Quatro anos depois, repetiu o trajeto transatlântico, agora como piloto. O trajeto seguiu do Canadá até Derry, na Irlanda do Norte, no lugar onde hoje funciona o pequeno museu Amelia Earhart Centre.

Sua aventura em torno do mundo, um total de 47 mil km, seguindo a linha do Equador, ficou famosa não só pela coragem empregada, mas, também, pela sequencia de infortúnios. A viagem, feita num Lockheed 10E Electra, começou em 17 de março de 1937, de Oakland, Califórnia, até Honolulu, Havaí. Junto com Earhart estavam o navegador de voo Harry Manning, o segundo navegador Fred Noonan e o conselheiro técnico Paul Mantz. Logo na primeira parada, ela teve que esperar três dias para solucionar problemas de lubrificação. Na nova decolagem, novos problemas fizeram a partida ser adiada mais uma vez e sentido do voo ser invertido. Agora iria de Oakland para Miami, por conta das condições climáticas.

Em Fortaleza
Amélia, agora acompanhada somente de Fred, deu nova partida em 1º de junho e três dias depois chegou ao Ceará. “Amelia Earhart, que suplantou veteranos do voo, aterrissando na América depois de deslizar mil metros sobre um terreno escorregadio (a pista não era pavimentada), empreendeu uma descida perfeitíssima no nosso campo, a que ela teceu grandes elogios. Pouco depois, era dado aos circunstantes admirar a denotada mulher, que saltava da cabine vestindo trajes aéreos e com cabelos em desalinho”, trazia as páginas do O POVO de 5 de junho de 1937. Após o jantar, já no Hotel Excelsior, ela “recebeu os representantes da imprensa” e “palestrou amavelmente durante meia hora” quando deu os motivos do tour pelo mundo: primeiro, o prazer, depois, poder equiparar a audácia da mulher com a do homem.



Foram apenas três dias, mas, enquanto esteve aqui, dedicou-se a fotografar tudo aquilo que lhe vinha aos olhos, a começar pela cidade vista de cima. “Após 10 horas de voo, eu fiquei feliz em avistar Fortaleza, exatamente no local esperado e onde deveria estar de acordo com os mapas entre montanhas e o mar numa planície, a oeste do Cabo do Mucuripe. A linha da costa diferenciava muito da encontrada ao Norte. Em vez de florestas, densas dunas e arrecifes, além da foz de rios sobre a influência das marés e áreas de manguezais”, observou ela. Em suas fotos estão o antigo porto, o Seminário da Prainha e a Praça do Cristo Redentor, a ponte metálica, muitas faixas de areia e flagrantes típicos, como jangadeiros e crianças brincando no mar. Em outro momento, capturou da janela do seu quarto, no Excelsior, o pouco movimento de pessoas, carros e o mar ao fundo.

Infortúnio

Cenas como esta foram alguns dos últimos registros feitos por Earhart. Após novos problemas na partida de Fortaleza, ela seguiu para Natal (RN), de onde partiu rumo a o Senegal (África). Sua última parada se deu em Lae (Nova Guiné), de onde partiu pelo Pacífico Central rumo à ilha Howland. Deste momento em diante, pouco se sabe do que aconteceu. Por volta do dia 2 de julho, algum problema técnico fez com que ela perdesse completamente o contato por rádio. Muitas teorias surgiram, desde que ela não sabia usar a antena do seu avião, até que o equipamento havia se desprendido da fuselagem antes da última decolagem. Muitas hipóteses tentaram justificar seu desaparecimento. Que ela havia se tornado espiã, trocado de identidade ou se tornado prisioneira dos japoneses. Nada foi confirmado e naquele momento ficou registrado um dos maiores mistérios da aviação mundial. Como documentos para o futuro, ficaram as imagens de Fortaleza, cidade que a recebeu por poucos dias e o sorriso de quem estava perto de realizar seu grande sonho.





EMAIS



- Após muitos dias de buscas infrutíferas, Amelia foi declarada morta no dia 5 de janeiro de 1939.



- Amelia registrou muitas das suas experiências como aviadora em livros, artigos, colunas e ensaios da época.



- A história de Amelia Earhart deu origem a Amelia, de Mira Nair. Lançado em 2009, o filme teve Hilary Swank no papel principal e Christopher Eccleston vivendo Nonnan.



- Muitos artistas da música, autores do teatro e da TV ainda relembram o nome de Amelia Earhart em seus trabalhos.



- Para o jornalista e historiador Miguel Ângelo de Azevedo, o Nirez, não é possível afirmar que as fotos de Fortaleza tenham sido feitas realmente por Earhart. “Como essas fotos foram encontradas se o avião nunca foi encontrado?”, questiona ele.
fonte http://opovo.uol.com.br/app/o-povo/v...eza-1937.shtml
Fortal no está en línea   Reply With Quote
Old July 17th, 2010, 12:43 AM   #33
Matt Pordeus
Registered User
 
Matt Pordeus's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Location: Fortaleza - Ceará
Posts: 165
Likes (Received): 46

nossa..quanta diferença...hoje em dia a cidade vai praticamente ate a serra da aratanha, ali no horizonte dessas fotos...sauhuaish
Matt Pordeus no está en línea   Reply With Quote
Old September 28th, 2010, 06:20 AM   #34
SALINHO
Registered User
 
SALINHO's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 752
Likes (Received): 309

Segundo post, apenas para, novamente, agradecer Fortal pelas fotos e pela aula.
__________________
DEMOCRACIA DE LUTO
SALINHO no está en línea   Reply With Quote
Old September 28th, 2010, 10:33 PM   #35
.for.ce.br
BANNED
 
Join Date: Sep 2010
Location: Fortaleza, Brazil
Posts: 1,138
Likes (Received): 11

Quote:
Originally Posted by Fortal View Post

5-
Nossa, o Teatro São José já existia? Até hoje tá do mesmo jeito...
.for.ce.br no está en línea   Reply With Quote
Old September 29th, 2010, 02:02 AM   #36
Alex Ribeiro
Registered User
 
Join Date: Jan 2007
Location: Fortaleza
Posts: 311
Likes (Received): 7

Olá Pessoal,

Eu fiz uma montagem (bem tosca) só para dar uma perspectiva espacial e temporal. No meio da imagem antiga, exatamente no espaço entre todas as linhas fica o Dragão do Mar.

__________________
Alex Ribeiro
Alex Ribeiro no está en línea   Reply With Quote
Old September 29th, 2010, 02:48 AM   #37
SALINHO
Registered User
 
SALINHO's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 752
Likes (Received): 309

Alex, será que esse prédio onde hoje fica a Órbita é original mesmo?
__________________
DEMOCRACIA DE LUTO
SALINHO no está en línea   Reply With Quote
Old September 29th, 2010, 03:58 AM   #38
.for.ce.br
BANNED
 
Join Date: Sep 2010
Location: Fortaleza, Brazil
Posts: 1,138
Likes (Received): 11

É incrível olhar para onde é hoje a avenida Antônio Sales e só ver mato! Inacreditável como uma cidade pode crescer tanto em tão pouco tempo!
.for.ce.br no está en línea   Reply With Quote
Old October 1st, 2010, 03:04 AM   #39
Alex Ribeiro
Registered User
 
Join Date: Jan 2007
Location: Fortaleza
Posts: 311
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by SALINHO View Post
Alex, será que esse prédio onde hoje fica a Órbita é original mesmo?
Boa pergunta, eu realmente não faço idéia, mas estou inclinado a acreditar que sim.
__________________
Alex Ribeiro
Alex Ribeiro no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 03:17 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu