daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old November 13th, 2011, 08:55 PM   #1
Galouco
Registered User
 
Galouco's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: MACEIÓ
Posts: 1,599
Likes (Received): 435

Guerreiros das Alagoas Notícias III

Guerreiros das Alagoas Notícias III






Dados sobre Alagoas

População: 3.156.108 (IBGE 2009)
Número de Municípios: 102
Área territorial: 27.767 Km²
Capital: Maceió

Principais cidades

Maceió: 936.314 hab.
Arapiraca: 210.521 hab.
Palmeira dos Índios: 72.564 hab.
Rio Largo: 67.797 hab.
União dos Palmares: 62.727 hab.
Penedo: 61.082 hab.
São Miguel dos Campos: 54.064 hab.

Principais atividades econômicas

A economia se baseia no turismo, agricultura, pecuária, indústria (química, açúcar e álcool, cimento, alimentícia, extração de sal-gema, gás natural e petróleo).
Além da cana-de-açúcar, outras culturas agrícolas de importância econômica são algodão, fumo, mandioca, milho e côco.
Galouco no está en línea  

Sponsored Links
 
Old November 13th, 2011, 08:57 PM   #2
Galouco
Registered User
 
Galouco's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: MACEIÓ
Posts: 1,599
Likes (Received): 435

Agora só resta um moderador fechar o thread anterior e colocar um sticky neste!
Galouco no está en línea  
Old November 13th, 2011, 10:55 PM   #3
Toni Cavalcante
Registered User
 
Toni Cavalcante's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: MACEIÓ
Posts: 2,488
Likes (Received): 1122

Bem vindos ao Guerreiro das Alagoas III. Continuaremos aqui torcendo por boas notícias, de forma imparcial e alertas, salvaguardando com pronta resposta a terra que amamos.



ALAGOANOS UNI-VOS! TODOS POR UMA ALAGOAS MAIS DIGNA.

Last edited by Toni Cavalcante; March 31st, 2012 at 01:51 PM.
Toni Cavalcante no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:12 PM   #4
Maceió NE
JÚLIO PLECH → +5582995080
 
Maceió NE's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: MACEIÓ
Posts: 2,885
Likes (Received): 53

E vamos nós novamente! :)

Maceió terá 500 mil veículos até 2012

Por Bruno Soriano - Gazetaweb


Fernandes Lima está cada vez mais intrafegável nos horários de pico

Trafegar em Maceió, sobretudo nos horários de pico, transformou-se, há muito, em verdadeira dor de cabeça para milhares de alagoanos. As avenidas Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro - principais vias de acesso às partes alta e baixa da capital - se tornaram os maiores gargalos à fluidez do trânsito, desafio que parece intransponível mediante o aumento indiscriminado do número de veículos.

Até 2012 - quando Maceió deverá ter 500 mil carros em circulação -, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), a quem cabe a fiscalização, garante executar ações que visem à melhoria e ampliação dos corredores de transporte. Os contornos de quadra no bairro do Farol já amenizariam o problema de quem precisa percorrer a Fernandes Lima em horário de pico.

No entanto, especialistas garantem: a solução residiria pura e simplesmente na ausência de vontade política.

Em busca de respostas, a reportagem da Gazetaweb conversou com o professor da Universidade Federal de Alagoas e membro do Conselho Municipal de Trânsito, Alberto Rostand. Para ele, Maceió não necessitaria do modelo adotado em grandes metrópoles como São Paulo, onde o motorista só pode retirar o carro da garagem em dias alternados, conforme o final da placa de cada veículo. O rodízio, segundo Rostand, é uma medida extrema.

"Estaríamos desrespeitando o direito de ir e vir do cidadão. O grande problema da nossa cidade é que não se observa uma política estruturante. Maceió não mais comporta novas vias no bairro do Farol, por exemplo. Os contornos de quadra são medidas paliativas, já que não temos corredor de ônibus também porque as ruas foram mal dimensionadas. Até os semáforos funcionam irregularmente", comentou o professor, alegando que a SMTT não dispõe sequer de estudo acerca da contagem de tráfego.

"Tem-se também o total desrespeito à legislação, já que uma lei municipal instituiu a proibição de circulação de veículos pesados, em horário de pico, na Fernandes Lima e Durval de Góes Monteiro. Mas na semana passada, por exemplo, deparei-me com o motorista de uma carreta a trocar o pneu do veículo, estacionado em local proibido, paralisando a via", emendou Rostand, que se reporta à Avenida Fernandes Lima como um mal necessário, criticando a possibilidade de se diminuir o canteiro central.

"Não adianta. Tudo o que se faz é 'gambiarra'. As coisas só acontecem quando a cúpula resolve arregaçar as mangas", alfinetou o professor universitário, comparando o trânsito a um jogo de futebol. "Um time com o Romário no áuge seria tudo de bom, mas o jogador pode ter uma dor de cabeça e deixar a desejar. Assim funciona a SMTT, com mudanças constantes de comando", disse o professor, cujos alunos estiveram, na última quinta-feira (10), em trechos distintos da Durval de Góes Monteiro, para atividade que consiste na contagem de carros que transitam pela via em determinado intervalo de tempo.

De acordo os estudantes do 8º período de Engenharia Civil da Ufal, Ricardo Luis e Cristiano Reis, que trabalhavam sob sol escaldante na manhã da última quinta, na contagem dos automóveis, o último levantamento do tipo foi realizado ainda em 1970, por iniciativa da própria universidade federal. "Até o aumento da tarifa do transporte urbano deveria se basear em dados como o índice de passageiro por quilômetro, a fim de se verificar o real custo para manutenção do transporte", analisou Ricardo.

E a tendência, para o professor Alberto Rostand, é piorar. "Como imaginar, por exemplo, o trânsito na região norte de capital com a chegada de espigões e de um novo shopping?", indagou Alberto Rostand, afirmando preferir novas vias a viadutos, e destacando não acreditar que a Eco Via Norte - que ligará o Benedito Bentes à Guaxuma -, será capaz de resolver o problema em sua plenitude.

'Transporte público é solução'

Já o gerente do Serviço de Estudos de Acidentes e Infrações do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Renan Silva, o problema dos congestionamentos possui relação direta com a ausência de maior investimento no transporte público. "As vias estão preparadas, em este, para suportar as falhas mecânica ou humana, já que mais de oitenta por cento dos acidentes ocorrem devido à imprudência ao volante. E quando as ruas estão abarrotadas, cresce as chances de um acidente, em virtude da impaciência do condutor", explicou Renan.

Segundo o especialista, o problema também é agravado pelo fato de o país ainda não dispor de uma padronização no tocante à coleta de dados. "Nem tudo é registrado. Poucos estados dispõem de anuário de indicadores, que trazem ainda informações relativas a documentos como a carteira de habilitação", emendou o gerente, alertando que a frota tem crescido 11% ao ano, motivo pelo qual, em janeiro, Maceió alcançará a marca de 500 mil veículos.


Estudantes da Ufal contam carros na Durval de Góes Monteiro

Contudo, ainda de acordo com Renan Silva, o índice de motorização - que mede a quantidade de veículos para cada mil habitantes - ainda é 'relativamente baixo, se comparado a grandes metrópoles do país'.

"O grande problema é o ideal de consumo que se criou, com todo mundo a desejar um veículo porque o transporte público não funciona. Ou seja, muitas vezes um automóvel transporta, diariamente, apenas uma pessoa, quando esta poderia utilizar o coletivo. Como se não bastasse, tem-se a falha fiscalização, que, somada à ausência de ciclovias, resulta na triste constatação de que metade dos acidentes envolvem ciclistas e motociclistas", complementou Renan, citando trechos das avenidas Juca Sampaio, no Barro Duro, e Fernandes Lima, em frente ao 'O Borrachão', como os que se encontram entre os mais preocupantes.

Em 2010, segundo o Detran, foram mais de quatro mil acidentes somente em Maceió.



Novo VLT

A Gazetaweb também conversou com o assessor especial de trânsito da SMTT, José Moura. Na oportunidade, o assessor se referiu a projeto de extensão do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) como a solução para os congestionamentos em Maceió, com novos carros com capacidade para transportar, simultaneamente, 11,5 mil pessoas.

Segundo o projeto da SMTT - que aguarda já recebera parecer do Ministério das Cidades, tendo sido encaminhado ao Planejamento -, o trilho passaria pela Fernandes Lima, saindo da Praça do Centenário, até a nova Ceasa, contemplando, inclusivem, ciclovia. "Como já temos quatro faixas, não precisaríamos realizar grandes intervenções no canteiro central, estreitando apenas as calçadas e as próprias faixas da via, respeitando o código de urbanismo", afirmou José Moura, acrescentando ainda que várias estações contemplariam o trajeto, com direito à escada rolante em mirante no bairro do Farol.

O projeto, orçado em R$ 396 milhões, ainda não tem previsão para sair do papel. "Nós precisamos retirar do motorista a sensação de que, com o carro, ele chegará mais rápido ao seu destino, melhorando o transporte de massa", avaliou o assessor da SMTT, admitindo, no entanto, que o projeto de ciclovia para a antiga Via Expressa - sob a responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), por se tratar de uma rodovia federal - seria capenga, motivo pelo qual não foi concluído. "Não temos informação acerca de um novo estudo para aquela via", revelou José Moura, que também se refere aos contornos de quadra como medidas paliativas, 'mas necessárias'.


Na Rua das Árvores, pedestres e ambulantes disputam espaço com veículos

À reportagem, o assessor destacou ainda as mudanças que ocorrerão em várias ruas dos bairros do Poço, Mangabeiras e Jaraguá, com o intuito de se buscar melhor fluidez. "As ruas Cid Scala e Sá e Albuquerque, por exemplo, terão o sentido invertido, além do que a Comendador Leão se tornará mão única, para quem sai do Poço em direção à Avenida Dona Constança, no bairro de Mangabeiras", afirmou o assessor, acrescentando que a SMTT divulgará tais alterações por meio de mapas, com os fiscais também a orientar os condutores.

A SMTT também se debruça sobre sistema de monitoramento, por meio do qual irá espalhar 100 câmeras em trechos estratégicos, reforçando a fiscalização. "Se retirarmos os caminhões da Fernandes Lima não iremos resolver o problema porque já estamos atingindo o limite de vias públicas. O motorista também precisa se conscientizar de que, quando de uma colisão, não há a necessidade de permanecer no local do acidente sem mover o carro. Orientamos que se retire o veículo após o registro da colisão até com uma foto de celular", explicou Moura, sobre o que, segundo ele, pode ser capaz de minimizar os transtornos em horário de pico.


http://gazetaweb.globo.com/v2/notici...o.php?c=244699
Maceió NE no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:12 PM   #5
abrandao
Paris, France.
 
abrandao's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Maceio, Paris
Posts: 11,079
Likes (Received): 929

Muito bom!!!!! Guerreiros das Alagoas III!!!!!!!!!
Que tenhamos grandes (e verdadeiras) notícias do nosso Estado nessa terceira edição!!!!!
abrandao no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:15 PM   #6
Maceió NE
JÚLIO PLECH → +5582995080
 
Maceió NE's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: MACEIÓ
Posts: 2,885
Likes (Received): 53

Prontinho, o outro thread já está trancado e este agora é sticky.
Maceió NE no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:19 PM   #7
Maceió NE
JÚLIO PLECH → +5582995080
 
Maceió NE's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: MACEIÓ
Posts: 2,885
Likes (Received): 53

Estaleiro está ameaçado

Blog do Célio Gomes

Leia o que foi publicado na Revista Portos & Navios (em azul). Informa que o financiamento para o Estaleiro Eisa, em Alagoas, foi cancelado. Volto ao tema no próximo post:

Conselho do FMM cancela prioridades concedidas em 2009

O Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) cancelou pedidos de prioridade aprovados em reunião realizada em dezembro de 2009. A legislação prevê que a prioridade tem prazo de 360 dias para entrar em eficácia. Esse prazo é contado em dias corridos a partir da publicação em Diário Oficial.

Com contrato assinado com a Petrobras, a Delima Comércio e Navegação teve cancelada prioridade para três navios tanque de 2,5 mil metros cúbicos e uma balsa tanque de 9 mil metros cúbicos. Os navios integram o programa EBN e devem ser construídos no estaleiro Enavi Renave.

A DSND Consub foi a empresa que teve o maior número de prioridades canceladas: nove ao todo, sendo seis UT 4000, dois PSV e um MPSV. O Conselho também cancelou a prioridade solicitada pela Starnav Serviços Marítimos, que pretendia financiar quatro embarcações do tipo PSV.

Da Brasil Supply foram cancelados pedidos para dois OSRV e duas embarcações do tipo T 15.000. Já a Internav Navegação teve anulado o pedido de financiamento para a implantação de oito barcos de apoio marítimo.

A Graninter Transportes Marítimos de Granéis planejava financiar duas embarcações do tipo multi purpose de 11 mil tpb. Já a Navemar Transportes e Comércio Marítimo teve cancelado seu pedido de suplementação para alteração de potência e comprimento de um projeto aprovado na reunião de outubro de 2006. A empresa planejava construir dois rebocadores.

No segmento de apoio portuário foram canceladas prioridades da Bova Marina Transportes e Logística, para a construção de quatro rebocadores. Já Planave construiria um catamarã para transporte de cargas e com capacidade para 60 passageiros.

Estaleiros. Entre os pedidos de financiamento para estaleiro que voltaram à estaca zero, estão o Eisa Alagoas, Estaleiro da Bahia (Ebasa), Estaleiro Paraguaçu, da Odebrecht e o Corema. Os três últimos têm projetos localizados na Bahia. A Wilson, Sons teve cancelada a prioridade para a construção de um parque no Rio Grande do Sul, além da implantação de um navio do tipo multi purpose de 11 mil tpb.



http://celiogomes.blogsdagazetaweb.c...esta-ameacado/
Maceió NE no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:20 PM   #8
abrandao
Paris, France.
 
abrandao's Avatar
 
Join Date: Sep 2006
Location: Maceio, Paris
Posts: 11,079
Likes (Received): 929

Quote:
Originally Posted by Maceió NE View Post
Maceió terá 500 mil veículos até 2012


http://gazetaweb.globo.com/v2/notici...o.php?c=244699
Acho muito difícil. Talvez eles tenham confundido Maceió com Alagoas (e, mesmo assim, acho um exagero esse número).
Porque, segundo dados do DENATRAN, Maceió ainda deve estar chegando aos 250 mil veículos atualmente. Como poderia chegar a 500 mil já daqui a dois meses???
abrandao no está en línea  
Old November 13th, 2011, 11:27 PM   #9
Maceió NE
JÚLIO PLECH → +5582995080
 
Maceió NE's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Location: MACEIÓ
Posts: 2,885
Likes (Received): 53



Além da proporção muitíssimo distante da nossa realidade. Ou seja, metade da população maceioense possui algum tipo de veículo, coisa que não é verdade.
Maceió NE no está en línea  
Old November 14th, 2011, 12:31 AM   #10
Toni Cavalcante
Registered User
 
Toni Cavalcante's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: MACEIÓ
Posts: 2,488
Likes (Received): 1122

Mesmo sem financiamento de Marinha, EISA é realidade, diz governo
por Redação

De acordo com o governo do Estado, o anúncio de que o Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) cancelou o pedido de financiamento para a construção de quatro estaleiros no Brasil, entre eles o EISA em Alagoas não muda o cronograma que foi definido pelo governador Teotônio Vilela no último encontro que ele teve em Brasília com a ministra -chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann no último dia 25 de outubro.

Na reunião o governador anunciou que o estaleiro deve começar suas obrar em março, 60 dias após a aguardada aprovação, por parte do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), da licença ambiental, que é esperada até meados de janeiro.

Mesmo com o otimismo do governo, o anúncio do CDFMM aumenta a série de problemas que o governo alagoano vem enfrentando para concretizar sua maior promessa de campanha, que segundo dados do próprio governo, deve oferecer 10 mil empregos diretos e cerca de 40 mil indiretos.

Problemas

Além do cancelamento do financiamento do Conselho da Marinha existe a própria licença ambiental do IBAMA, que até hoje não foi aprovada (Aprovada por enquanto apenas a licença do IMA, que era necessário para que o estaleiro participasse de licitações), além da falta de garantias da Petrobrás para que o estaleiro construa os navios.

Como se não bastasse existe o desgaste do secretário responsável por tocar o projeto, Luiz Otávio Gomes, que está as voltas de um escândalo envolvendo o Banco Pan Americano.

As críticas aumentaram e até antigos defensores do empreendimento, como o deputado estadual João Beltrão, pai do atual prefeito de Coruripe, cidade onde ficaria sediado o estaleiro, não acreditam mais no sucesso da empreitada.

Empresário ainda confiante

O empresário German Enfromovich, responsável pela construção do estaleiro, falou pela última vez a imprensa alagoana em uma coletiva durante o último mês de setembro, ele falou das dificuldades do projeto.

“Se tentou cortar caminhos – conseguindo a licença ambiental com o Instituto do Meio Ambiente (IMA) – mas não foi possível, já que a prerrogativa é do Ibama. O empresário salientou que há uma lista de critérios exigidos pelo Ibama que estão sendo resolvidos passo a passo. Sem estimar data, destacou que a licença ambiental pode ainda ser expedida no final do ano, mas especificamente no mês de dezembro” disse ele.

“É toda uma cadeira produtiva que será gerada, pois vamos fazer questão de incentivar os fornecedores locais para consumir o que for necessário para o Estaleiro, como refeições, ferramentas. Há toda uma preocupação com o desenvolvimento destas regiões”, salientou ainda Enfromovich, durante a entrevista coletiva. De acordo com ele, a demora para o início das obras se dá em função da burocracia.

“Para se ter ideia, uma das exigências era coleta de amostras no mar durante a quatro estações do ano. Ora, não há atalho para isto. Mas já fizemos quase tudo e será entregue ao Ibama. Como o processo já está em andamento, não iremos para o fim da fila. O estaleiro é uma realidade”, colocou ainda. Segundo ele, depois de emitida a licença ambiental, o empreendimento deve ficar pronto em três anos.

Fonte: http://cadaminuto.com.br/noticia/201...do-diz-governo

Last edited by Toni Cavalcante; November 14th, 2011 at 03:02 AM.
Toni Cavalcante no está en línea  
Old November 14th, 2011, 12:40 AM   #11
Toni Cavalcante
Registered User
 
Toni Cavalcante's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: MACEIÓ
Posts: 2,488
Likes (Received): 1122

Mesmo sem financiamento de Marinha, EISA é realidade, diz governo
por Redação



CRONOGRAMA DAS OBRAS:

Anunciaram o início das obras para março - até lá ninguém toca no assunto - em julho chamam a imprensa e manda uma máquina derrubar as árvores, em agosto constroem 2 colunas, em setembro 1 viga, em outubro sobem uma alvenaria entre as 2 colunas e em novembro... lembram daqueles apartamentos do vale do Reginaldo?

Last edited by Toni Cavalcante; November 14th, 2011 at 12:57 AM.
Toni Cavalcante no está en línea  
Old November 14th, 2011, 12:49 AM   #12
Galouco
Registered User
 
Galouco's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: MACEIÓ
Posts: 1,599
Likes (Received): 435

Quote:
Originally Posted by Toni Cavalcante View Post
Mesmo sem financiamento de Marinha, EISA é realidade, diz governo
por Redação



CRONOGRAMA DAS OBRAS:

Anunciam o início das obras para março - até lá ninguém toca no assunto - em julho chamam a imprensa e manda uma máquina derrubar as árvores, em agosto constroem 2 colunas, em setembro 1 viga, em outubro sobem uma alvenaria entre as 2 colunas e em novembro... lembram daqueles apartamentos do vale do Reginaldo?
Vai ser assim mesmo.
Galouco no está en línea  
Old November 14th, 2011, 01:02 AM   #13
MMaceio
Mauro Barros
 
MMaceio's Avatar
 
Join Date: Apr 2009
Location: Maceió
Posts: 524
Likes (Received): 80

[QUOTE=Maceió NE;85657626]Estaleiro está ameaçado



[QUOTE=Toni Cavalcante;85659116]Mesmo sem financiamento de Marinha, EISA é realidade, diz governo


GAME OVER


E lá se vai o sonho de um povo pobre que pensou que a realidade econômica de seu estado tinha alguma chance de mudar...
MMaceio no está en línea  
Old November 14th, 2011, 01:12 AM   #14
Galouco
Registered User
 
Galouco's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: MACEIÓ
Posts: 1,599
Likes (Received): 435

Baixa temporada com hotéis lotados em Maceió



O trade turístico alagoano já tem motivos para abrir a champanhe e comemorar o sucesso do reveillon. A alta temporada turística na grande Maceió começou mais cedo este ano. Desde o mês passado, a ocupação hoteleira subiu mais que o previsto. Em relação ao mesmo período de 2010, foi registrado um acréscimo de quase 3%. Mas, o que é melhor é a expansão do produto Maceió. É claro que as belezas naturais continuam sendo o principal atrativo da cidade. Porém, a grande novidade é o reconhecimento comercial da capital das Alagoas como turismo de eventos e negócios.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL), nos empreendimentos associados à entidade, a ocupação média fechou o mês de outubro em 78.77%, o que equivale um acréscimo de 2.63% em relação ao mesmo período do ano passado. E a tendência é finalizar o ano com uma ocupação média anual acima de 70%.

Até dezembro de 2011, a perspectiva da ABIH é de que tenham se hospedado na rede hoteleira alagoana aproximadamente 181.817 pessoas. Contudo, se for levar em consideração outros meios de hospedagem, a quantidade de turistas sobe, em média, para 395.254.

O presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (Abav), Carlinhos Palmeira, ressalta que cada apartamento de hotel ocupado, representa de quatro a seis postos de trabalho.

Mas, o melhor são as projeções para 2012. Como Maceió está obtendo reconhecimento nacional e internacional como turismo de eventos e negócios, espera-se que a ocupação da rede hoteleira se mantenha em alta o ano inteiro. Se o parâmetro for o calendário de eventos verificado no segundo semestre deste ano, não há razão para pessimismo.

A programação do Centro de Convenções, em Jaraguá, está praticamente fechada para 2012 e já há reservas para 2013. O superintendente Eduardo Vilela Toledo ressalta que foi batido o martelo para vários eventos nacionais e internacionais pertencentes a segmentos variados, como é o caso do Panamericano de Arquitetura; Encontro Internacional de Cardiologia; Encontro Nacional de Distribuidoras de Combustíveis e muitos outros.

“A gama de negócios está muito grande e abrange áreas diversificadas. Por exemplo: temos recebido eventos internacionais, nacionais e locais de áreas e tamanhos variados. Semana passada houve o Encontro Brasileiro de Enfermagem, que teve um público de 6 mil pessoas”, explicou Eduardo Toledo, acrescentando que a capacidade total do Centro de Convenções é de 8 mil pessoas.

Ele revelou que o calendário de eventos começou a ficar mais intenso no segundo semestre desse ano, o que, para ABIH-AL, representou um importante passo a frente. “De julho para cá foram realizados grandes eventos no Centro de Convenções, e, com isso, foi possível diminuir a baixa ocupação hoteleira, que é verificada nesse período e, inclusive, com um melhor resultado em relação a 2010”, explicou Tereza Bandeira, da diretoria da ABIH.

Como grandes eventos realizados no 2º semestre desse ano, ela cita o XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informática; 63º Congresso Brasileiro de Enfermagem; VII Fórum Nacional de Defesa Civil; 29º Encontro Nacional de Auditores Fiscais do Trabalho.

fonte: http://www.ojornalweb.com/2011/11/13...dos-em-maceio/
Galouco no está en línea  
Old November 14th, 2011, 01:14 AM   #15
Toni Cavalcante
Registered User
 
Toni Cavalcante's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: MACEIÓ
Posts: 2,488
Likes (Received): 1122

E lá se vai o sonho de um povo pobre que pensou que a realidade econômica de seu estado tinha alguma chance de mudar..


Para os nossos governantes pobre é boneco.

Last edited by Toni Cavalcante; November 14th, 2011 at 01:28 AM.
Toni Cavalcante no está en línea  
Old November 14th, 2011, 01:19 AM   #16
Tito
:)
 
Tito's Avatar
 
Join Date: Nov 2007
Location: Aracaju - Brasil
Posts: 18,381
Likes (Received): 507

Que nesta nova edição tenhamos aqui excelentes notícias!
__________________


Veja fotografias e informações sobre destinos e atrativos turísticos brasileiros no blog "O Brasil de Tito"

Acesse também e curta a Fanpage no Facebook



> > > Minhas fotos de cidades e lugares no Brasil | My photos from places and cities in Brazil < < <
Tito no está en línea  
Old November 14th, 2011, 02:21 AM   #17
Tito
:)
 
Tito's Avatar
 
Join Date: Nov 2007
Location: Aracaju - Brasil
Posts: 18,381
Likes (Received): 507

Toni, vê tua caixa de PMs!
__________________


Veja fotografias e informações sobre destinos e atrativos turísticos brasileiros no blog "O Brasil de Tito"

Acesse também e curta a Fanpage no Facebook



> > > Minhas fotos de cidades e lugares no Brasil | My photos from places and cities in Brazil < < <
Tito no está en línea  
Old November 14th, 2011, 03:03 AM   #18
Toni Cavalcante
Registered User
 
Toni Cavalcante's Avatar
 
Join Date: Jan 2011
Location: MACEIÓ
Posts: 2,488
Likes (Received): 1122

Quote:
Originally Posted by Tito View Post
Toni, vê tua caixa de PMs!


Ok Tito. Link postado.
Toni Cavalcante no está en línea  
Old November 14th, 2011, 03:08 AM   #19
leocorreia
Alagoas
 
leocorreia's Avatar
 
Join Date: May 2011
Location: mcz,AL
Posts: 562
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by Galouco View Post
Baixa temporada com hotéis lotados em Maceió



O trade turístico alagoano já tem motivos para abrir a champanhe e comemorar o sucesso do reveillon. A alta temporada turística na grande Maceió começou mais cedo este ano. Desde o mês passado, a ocupação hoteleira subiu mais que o previsto. Em relação ao mesmo período de 2010, foi registrado um acréscimo de quase 3%. Mas, o que é melhor é a expansão do produto Maceió. É claro que as belezas naturais continuam sendo o principal atrativo da cidade. Porém, a grande novidade é o reconhecimento comercial da capital das Alagoas como turismo de eventos e negócios.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL), nos empreendimentos associados à entidade, a ocupação média fechou o mês de outubro em 78.77%, o que equivale um acréscimo de 2.63% em relação ao mesmo período do ano passado. E a tendência é finalizar o ano com uma ocupação média anual acima de 70%.

Até dezembro de 2011, a perspectiva da ABIH é de que tenham se hospedado na rede hoteleira alagoana aproximadamente 181.817 pessoas. Contudo, se for levar em consideração outros meios de hospedagem, a quantidade de turistas sobe, em média, para 395.254.

O presidente da Associação Brasileira dos Agentes de Viagem (Abav), Carlinhos Palmeira, ressalta que cada apartamento de hotel ocupado, representa de quatro a seis postos de trabalho.

Mas, o melhor são as projeções para 2012. Como Maceió está obtendo reconhecimento nacional e internacional como turismo de eventos e negócios, espera-se que a ocupação da rede hoteleira se mantenha em alta o ano inteiro. Se o parâmetro for o calendário de eventos verificado no segundo semestre deste ano, não há razão para pessimismo.

A programação do Centro de Convenções, em Jaraguá, está praticamente fechada para 2012 e já há reservas para 2013. O superintendente Eduardo Vilela Toledo ressalta que foi batido o martelo para vários eventos nacionais e internacionais pertencentes a segmentos variados, como é o caso do Panamericano de Arquitetura; Encontro Internacional de Cardiologia; Encontro Nacional de Distribuidoras de Combustíveis e muitos outros.

“A gama de negócios está muito grande e abrange áreas diversificadas. Por exemplo: temos recebido eventos internacionais, nacionais e locais de áreas e tamanhos variados. Semana passada houve o Encontro Brasileiro de Enfermagem, que teve um público de 6 mil pessoas”, explicou Eduardo Toledo, acrescentando que a capacidade total do Centro de Convenções é de 8 mil pessoas.

Ele revelou que o calendário de eventos começou a ficar mais intenso no segundo semestre desse ano, o que, para ABIH-AL, representou um importante passo a frente. “De julho para cá foram realizados grandes eventos no Centro de Convenções, e, com isso, foi possível diminuir a baixa ocupação hoteleira, que é verificada nesse período e, inclusive, com um melhor resultado em relação a 2010”, explicou Tereza Bandeira, da diretoria da ABIH.

Como grandes eventos realizados no 2º semestre desse ano, ela cita o XXIV Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informática; 63º Congresso Brasileiro de Enfermagem; VII Fórum Nacional de Defesa Civil; 29º Encontro Nacional de Auditores Fiscais do Trabalho.

fonte: http://www.ojornalweb.com/2011/11/13...dos-em-maceio/
Imagine em alta temporada
__________________
M de mar
A de amor
C de carinho, sol e mar de Maceió
E de eterno
I de ilusão
Ó Maceió você roubou meu coração...
leocorreia no está en línea  
Old November 14th, 2011, 03:46 AM   #20
Galouco
Registered User
 
Galouco's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: MACEIÓ
Posts: 1,599
Likes (Received): 435

Pessoal ta correndo um boato, que a Moura Dubeux comprou toda aquela estrutura do Corinthians Alagoano na via expressa, inclusive o Estadio, vocês sabem de alguma coisa?
Galouco no está en línea  
Closed Thread

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 02:30 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu