daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Regionais > Sudeste

Sudeste Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro



Reply

 
Thread Tools
Old Yesterday, 05:28 PM   #1261
bjsilva
Ipatinga / Brazil
 
bjsilva's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 917
Likes (Received): 77



Deve ser, a expansão está bastante adiantada. Mas pode ser na rua também, quem sabe...

Ipatinga vive a febre das franquias e do comércio. Vem aí o Mart Minas (quase pronto) e a expansão do Shopping que é enorme. Mas um dia desses o presidente do sindicato dos metalúrgicos disse que, apesar das demissões na Usiminas serem inversamente proporcionais à criação de novos postos no comércio e serviços, a mudança repentina do perfil econômico tende a empobrecer um pouco a cidade, pois em questão de vencimentos, 1 emprego na Usiminas equivale em média a 2 ou 3 no comércio.

E infelismente isso é verdade verdadeira. Tomara que a Usiminas volte a contratar, e aliado a isso a cidade possa continuar vivendo sua expansão comercial e de serviços.

Last edited by bjsilva; Yesterday at 05:35 PM.
bjsilva no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old Yesterday, 06:54 PM   #1262
bjsilva
Ipatinga / Brazil
 
bjsilva's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 917
Likes (Received): 77

HMC ampliará atendimentos contra câncer no Leste de Minas

Em parceria com governos estadual, federal e empresas, serão investidos R$ 11,7 milhões na Unidade de Oncologia do Hospital para aquisição de novos equipamentos de radioterapia e melhorias na infraestrutura




IPATINGA - O Hospital Márcio Cunha (HMC), que é referência no Leste de Minas Gerais em tratamentos oncológicos, ampliará a capacidade de atendimentos na Unidade de Oncologia do HMC, ao anunciar R$ 11,7 milhões em investimentos para melhorias na infraestrutura física e para aquisição de dois novos equipamentos de radioterapia.Neste mês de março, as obras foram iniciadas. “Ao investir em acesso para população a tratamentos mais eficazes contra o câncer, com recursos próprios e recursos captados junto ao Ministério da Saúde, ao Governo do Estado e empresas, como a Usiminas, a Fundação apresenta-se como modelo de parceria bem sucedida com a comunidade, reforçando a atuação de uma gestão socialmente responsável”, ressalta o diretor executivo da FSFX, Luís Márcio Araújo Ramos.

NOVO APARELHOImportado dos Estados Unidos, o equipamento de radioterapia chamado acelerador linear é capaz de executar tratamentos em qualquer parte do corpo do paciente, ao produzir radiação de alta energia e alta capacidade de penetração e interação com o organismo. Com os novos aceleradores, a capacidade de atendimentos da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), da Usisaúde e de convênios pode aumentar em até 100%, passando de 90 para 180 pacientes diários, eliminando filas de espera de pacientes.

“Hoje o HMC atende à demanda oncológica de uma população de quase 850 mil vidas. Ao passarmos a trabalhar com dois novos equipamentos, poderemos aumentar a nossa capacidade de atendimento, ofertando maior acesso a essa tecnologia diferenciada aos portadores de câncer”, afirma o diretor do Hospital Márcio Cunha, Mauro Oscar Soares de Souza Lima. “Além disso, passaremos a contar com a tecnologia da radiocirurgia, extremamente útil e efetiva para diversos tipos de tumores do sistema nervoso”, completa.

Para abrigar os equipamentos, a Fundação São Francisco Xavier realiza ainda a construção de um “bunker” na Unidade de Oncologia do HMC, um local com estruturas espessas de concreto apropriado para a instalação e utilização segura dos novos equipamentos. A previsão é de que as obras de construção do “bunker” e a entrega do primeiro acelerador linear sejam concluídas em julho. Já a chegada do segundo acelerador está prevista para o fim do ano.

Aceleradores são mais eficazes e têm menos efeitos colaterais
Mais modernos e mais eficientes, os novos aceleradores lineares produzem radiação de alta energia a partir da corrente elétrica, ao invés de utilizar elementos radioativos. Isso permite uma melhor radioproteção, tanto para o paciente quanto para o profissional técnico que realiza os procedimentos no processo de tratamento.

Somado a esse avanço, o Hospital Márcio Cunha ganhará também sistemas computadorizados sofisticados para o planejamento e distribuição das doses de radiação, já incorporados na compra dos aceleradores. Na prática, garantirá aos profissionais técnicos e médicos a utilização de altas doses de radiação limitadas, o máximo possível, ao tecido tumoral doente, preservando mais os órgãos sadios em torno do tumor. “Com isso, reduzimos muito as doses nos tecidos normais e limitamos os efeitos tóxicos e colaterais que o paciente sofre durante o tratamento. Ou seja, conseguimos mais doses no tumor (maior chance de cura) com menor toxicidade (efeitos colaterais)”, pontua o médico radioterapeuta da Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, Pedro Paulo Lopes de Oliveira Junior.

Hoje, os tratamentos modernos de combate ao câncer são, em sua maioria, combinados. “Isto é, utiliza-se a combinação de várias armas terapêuticas. Cirurgia, quimioterapia e radioterapia combinadas das mais diferentes formas e etapas, de acordo com cada caso clínico e condições clínicas do paciente. Sendo assim, a modernização do parque radioterápico do Hospital Márcio Cunha trará aos usuários do SUS e da Usisaúde o que há de mais moderno em termos de radioterapia, não ficando atrás de grandes centros, como São Paulo”, destaca o médico.


Novos reforços contra o câncerA Fundação São Francisco Xavier conseguiu ainda outra importante conquista na obtenção de investimentos para a Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha, com a aprovação de dois projetos pelo Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon). Os projetos aprovados têm como foco a incorporação tecnológica, com a aquisição de equipamentos de braquiterapia e radiocirurgia – ainda indisponíveis na região, e a reforma das instalações da Unidade de Oncologia do HMC.

Criado pelo Ministério da Saúde, o Pronon possibilita à FSFX captar recursos a partir de doações de empresas ou pessoas físicas para a prevenção e o combate ao câncer, na forma de dedução de 1% do imposto de renda devido, das empresas que tributam sobre o lucro real. Até o momento, a FSFX já arrecadou R$ 3,5 milhões dos R$ 4,6 milhões previstos. Usiminas, Bradesco, Cemig, Consul, Banco Alfa, Cenibra, Sankyu, Cipalam, Agronelli, Dhamq, Provest, AP Magalhães e Emalto são alguns dos parceiros que já contribuíram com a iniciativa.


http://www.diariopopularmg.com.br/vi...a.aspx?id=7802
bjsilva no está en línea   Reply With Quote
Old Today, 02:47 AM   #1263
bjsilva
Ipatinga / Brazil
 
bjsilva's Avatar
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 917
Likes (Received): 77

Alguém aí sabia que esse estacionamento do shopping iria ter 7 andares?? O que é shopping e o que é estacionamento nessa estrutura aí?? (fotos de celular tiradas de carro em movimento hoje a tarde)





Last edited by bjsilva; Today at 02:58 AM.
bjsilva no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
minas gerais

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 03:29 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu