daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old April 26th, 2010, 04:20 PM   #1
Greatlakerman
Riopretense
 
Greatlakerman's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 4,609
Likes (Received): 493

Notícias da região de São José do Rio Preto

São José do Rio Preto, 25 de Abril, 2010 - 1:42
Procurador afirma que Bolsa Valdomiro é ilegal

--------------------------------------------------------------------------------

Rodrigo Lima


--------------------------------------------------------------------------------


Carlos Chimba


Selecionados para trabalhar nas frentes atuaram na recuperação da cidade após a chuva de janeiro
O Ministério Público do Trabalho considerou inconstitucional a lei 10.372/09 que criou as frentes de trabalho pelo prefeito de Rio Preto, Valdomiro Lopes (PSB). O procurador do Trabalho Élisson Miessa dos Santos já convocou um representante da administração para a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) em maio, que poderá culminar com o fim do projeto na cidade.

Santos emitiu parecer em cima da defesa apresentada pela Procuradoria Geral do Município em inquérito civil que apura a legalidade da contratação de pessoas para as frentes. “Pela análise dos dispositivos, vislumbro, em tese, flagrante inconstitucionalidade na lei 10.372/2009”, afirmou o procurador em seu despacho.

De acordo com o representante do Ministério Público do Trabalho, a lei é ilegal “porque, sob o rótulo de assistencialismo, cria um pseudo ‘emprego público assistencial’, violando de morte a regra do concurso (artigo 37, II, da Constituição Federal) e dos princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade.”

Para Santos, a irregularidade da lei também está conceder apenas o “Bolsa-Valdomiro” no valor de R$ 390, a cesta básica, curso de qualificação profissional e seguro contra acidentes pessoais. A lei das frentes de trabalho também violaria o “princípio da igualdade ao permitir que somente trabalhadores residentes no município possam participar do programa.”

O procurador alegou ainda que a lei de autoria de Valdomiro “cria nova modalidade de contratação temporária”, não prevista na Constituição. O procurador-geral do município, Luiz Tavolaro, deverá ser o representante do governo que deverá participar do encontro com Santos em maio, afim de “prestar esclarecimentos e firmar Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)” com o Ministério Público do Trabalho.

Segundo a lei, serão cadastrados no município até 800 participantes das frentes de trabalho, que receberão o “Bolsa-Valdomiro” no valor de R$ 390 por mês. A jornada de trabalho prevista é de seis horas diárias, cinco dias por semana, sendo um dia destinado ao curso profissionalizante.

Para participar do programa é exigido dos participantes não ser beneficiário de seguro-desemprego, que more em Rio Preto e não tenha familiares já selecionados no projeto. “A aludida lei e os decretos não fazem qualquer alusão à concorrência de concurso público ou processo seletivo, bastando para a contratação apenas a inscrição e escolha por comissão de análise e seleção”, consta em trecho do despacho do procurador do trabalho.

Além de cópia da lei 10.372/09, o representante do Ministério Público do Trabalho analisou cópias do decreto número 14.880/09, da lei 10.575/10, da lei 15.041/09, do decreto 15.070/10, do documento interno da Secretaria do Trabalho número 033/2010, os cronogramas das atividades das frentes de trabalho e do cadastro geral dos bolsistas.

A Prefeitura disse ontem que não se manifestaria, pois não tem conhecimento do teor do parecer.

Atendidos trabalham no combate a dengue

Os participantes das frentes de trabalho foram distribuídos em diversas secretarias da Prefeitura de Rio Preto. Devido a epidemia de casos de dengue na cidade, o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) direcionou a criação de frentes de trabalho para o combate à dengue.

As inscrições do programa foram iniciadas no dia 26 de outubro e encerradas no dia 13 de novembro do ano passado. Foram realizadas 1.690 inscrições, sendo 1402 - 83% - mulheres e 288 - 17% - homens. Não efetivaram a inscrição 174 pessoas e outras 101 não atenderam aos pré-requisitos definidos em lei. A média de idade dos inscritos é de 34 anos entre as mulheres e 35 anos entre os homens.

Tipo de serviço

Entre os serviços desempenhados pelas frentes estão o “Posso Ajudar?” na qual os trabalhadores atuam nas unidades de saúde do município. De acordo com a secretária do Trabalho, Simone Silveira, o objetivo é “acolher” os doentes suspeitos de dengue.

A Secretaria de Serviços Gerais é outra que recebe os trabalhadores. Eles atuaram por exemplo na limpeza da cidade após as fortes enchentes do dia 18 de janeiro. Outro trabalho feito é de jardinagem em prédios e condomínios.

Já no Fundo Social de Solidariedade, os selecionados da frente de trabalho atuam em serviços de cozinha e de alimentação. A atuação é dirigida a formação profissional voltada para o trabalho em padarias, mercados, bares e restaurantes.

Durante o programa, 320 bolsistas foram chamados na primeira turma em dezembro, 530 pessoas foram convocadas na segunda turma em fevereiro deste ano e 739 trabalhadores foram convocados no mês passado para a terceira turma para atuar nas secretarias de Serviços Gerais e Saúde.

http://www.diarioweb.com.br/novoport...+e+ilegal.aspx
__________________
Sé Catedral de São José - 20°48'38.31"S 49°22'46.15"W - Marco Zero de São José do Rio Preto

Last edited by Greatlakerman; February 28th, 2012 at 02:25 PM.
Greatlakerman no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2010, 11:05 PM   #2
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Frota de carros cresce mesmo durante crise

Frota total é de 271.986 veículos

A frota de Rio Preto é formada por 271.986 veículos, de acordo com dados de março fornecidos pelo Detran. Nos últimos dois anos, o que se observa é um comportamento de crescimento. Entre 2008 e 2009, a frota passou de 234.888 para 254.116, aumento de 8,2%. Depois, cresceu 7,02%, até chegar aos números atuais.

A maior parte da frota é formada por automóveis: 153.792. Em seguida, aparecem os veículos da categoria de motos e afins, com 76.924 unidades. Na terceira colocação aparecem os micro-ônibus, caminhonetes e similares, com 25.420 unidades. Nos últimos dois anos, o crescimento da frota de automóveis foi de 15,1%, ao passar de 133.560 para 153.792.

A quantidade de motos e similares registrou aumento na mesma proporção, de 14,1%. Entre os três líderes, o maior crescimento nos últimos dois anos foi registrado pela categoria de micro-ônibus, caminhonetes e outros, de 21,21%, ao passar de 20.971 para 25.420.

http://www.diarioweb.com.br/novoport...nte+crise.aspx
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2010, 11:08 PM   #3
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Quote:
Originally Posted by Greatlakerman View Post
São José do Rio Preto, 25 de Abril, 2010 - 1:42
Procurador afirma que Bolsa Valdomiro é ilegal


http://www.diarioweb.com.br/novoport...+e+ilegal.aspx
Apesar das irregularidades tomara que não vire nada,afinal,não esta prejudicando ninguem,muito pelo contrario,ta dando emprego a quem precisa.
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 4th, 2010, 08:23 PM   #4
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Consumo em Rio Preto terá R$ 7,2 bi este ano

Rio Preto avançou cinco posições no ranking nacional de potencial de consumo e ficou na 37ª colocação em 2010. O estudo Brasil em Foco - IPC Target 2010, divulgado ontem pela IPC Marketing Editora, sucessora da Target Marketing, revela que o potencial é de R$ 7,225 bilhões, com índice de 0,32821, um aumento de 25% em relação ao valor do ano passado, quando fechou com R$ 5,770 bilhões, na 42ª colocação nacional e com índice de 0,30969.

Rio Preto ficou à frente de capitais como Vitória (ES), que ficou na 41ª colocação; Aracaju (SE), na 43ª posição, e Macapá (AP), na 87ª colocação.
No Estado de São Paulo, Rio Preto manteve a mesma 11ª colocação obtida no ano passado, entre os 645 municípios paulistas. O estudo mostra ainda um aumento no potencial de consumo per capita do rio-pretense que vive na área urbana, de 24%. O valor passou de R$ 14.074,92 no ano passado para R$ 17.448,53 em 2010. O potencial de consumo per capita do morador da zona rural também cresceu, 8,8%, ao passar de R$ 5.870,10 em 2009 para R$ 6.392,07 neste ano.

O IPC Target é um indicador da potencialidade de consumo nacional, que traz detalhes de cada um dos 5.565 municípios. Para o diretor da IPC Marketing, Marcos Pazzini, o ganho de cinco posições por Rio Preto no ranking nacional mostra que a cidade superou a crise que afetou o mundo. “O desempenho de Rio Preto em 2010 é similar ao das capitais de Estado, que também aumentaram sua participação de 2009 para 2010.” A posição nacional de Rio Preto é melhor do que municípios paulistas com perfil similar como Piracicaba, Bauru, Franca e Araçatuba que, como Rio Preto, ganharam posições no ranking nacional entre 2009 e 2010.

Para o economista Hipólito Martins Filho, um conjunto de fatores faz com que Rio Preto tenha uma exposição maior, ampliando seu potencial de consumo. Ele cita a qualidade de vida e o fato de ser uma macrorregião em que o agronegócio tem se fortalecido. “A diversidade dos produtos e serviços também favorece a entrada de dinheiro, atrai os consumidores.” “Os números vêm ao encontro de anúncios de grandes investimentos no varejo para os próximos anos, como o shopping do grupo Iguatemi”, afirmou o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp), Mauricio Bellodi. Para ele, o perfil diversificado da economia local, somado a seu potencial, melhora da massa salarial, entre outros motivos, levaram Rio Preto a conquistar boa posição no ranking.

--------------------------------------------------------------------------

Muito boa a colocação de Rio Preto(37°BR) 0,32821 , tendo consumo maior até mesmo que da toda poderosa Londrina 0,32400 ; Caxais do Sul 0,32320; Joinville 0,31788 ; Vitória 0,31425; Piracicaba 0,27743 ; Bauru 0,27295 ; Blumenau 0,22687 e Maringá 0,21688

http://www.ipcmarketing.com.br/downp...500Maiores.pdf
http://www.diarioweb.com.br/novoportal/Noticias/Economia/8693,,Consumo+em+Rio+Preto+tera+R$+7,2+bi+este+ano.aspx
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 4th, 2010, 08:30 PM   #5
Paulistinha
Registered Usher
 
Paulistinha's Avatar
 
Join Date: Jan 2010
Location: Sao Paulo
Posts: 5,001
Likes (Received): 474

Que bom... isso significa que a população de RP está melhorando sua condição de vida...
Paulistinha no está en línea   Reply With Quote
Old May 6th, 2010, 08:13 PM   #6
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Quote:
Originally Posted by Paulistinha View Post
Que bom... isso significa que a população de RP está melhorando sua condição de vida...
uhum .


Google Street View flagrado em Rio Preto

Flagrado nessa quarta-feira nas ruas de São José do Rio Preto o carro do Google Street View.

O serviço foi lançado pelo Google no dia 25 de maiode 2007 como um recurso do Google Maps e Google Earth para disponibilizar vistas panorâmicas de 360° (horizontal) e 290° (vertical).

Os créditos da foto é de Raphael Brentan.



Se eles atualizassem a foto de Rio Preto que é de Dezembro de 2002 ja estaria ótimo.
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 7th, 2010, 12:55 AM   #7
stephen kiss
BANNED
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 2,587
Likes (Received): 1




Last edited by stephen kiss; May 8th, 2010 at 03:59 AM.
stephen kiss no está en línea   Reply With Quote
Old May 15th, 2010, 08:51 PM   #8
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

HB realiza cirurgia inédita em portador de mal de Parkinson

Uma cirurgia inédita em Rio Preto feita pelo SUS (Sistema Único de Saúde) realizada ontem no Hospital de Base (HB) vai trazer vida nova ao contador Aparecido Botacini, 53 anos. Portador de mal de Parkinson há dez anos, ele apresentava rigidez e movimentos incontroláveis dos dois lados do corpo. Mesmo usando altas doses de medicamentos, após cerca de três horas voltava a perder o controle de movimentos, inclusive da caminhada e da fala.

A cirurgia realizada no HB para implantação de eletrodos cerebrais profundos para estimulação, que são importados dos Estados Unidos e custam aproximadamente R$ 107 mil, vai fazer com que os efeitos da doença regridam em até 100%. Segundo o neurocirurgião funcional Sebastião Carlos da Silva Junior, chefe da equipe médica que operou o contador, o procedimento é altamente sofisticado e indicado em pacientes em estágio avançado da doença, que não tem cura. “A técnica é para equilibrar o tônus e a cordenação motora do paciente.”

Botacini é aposentado por invalidez e, por causa do mal de Parkinson perdeu a independência nos últimos anos. Em julho do ano passado, precisou voltar a morar com sua mãe. A expectativa com a cirurgia é de que o contador tenha uma ganho funcional de 10 a 15 anos, e retorne até ao trabalho, segundo o neurocirurgião funcional Carlos Eduardo Rocha, que o acompanha e participava da cirurgia.

O paciente entrou no centro cirúrgico por volta das 15h30 e o procedimento terminou por volta das 21h30. Ele passava bem e a previsão é de que tenha alta médica na segunda-feira. A operação envolveu uma equipe de nove profissionais, entre neurologistas, enfermeiros, anestesistas e técnicos eletrônicos. O mal de Parkinson é provocado pela diminuição da dopamina, que é produzida numa área do tronco cerebral chamada substância negra, que tem função de harmonizar os movimentos do corpo.

Segundo o chefe da equipe, a técnica utilizada na ciurgia permite monitorar a coordenação dos movimentos da área alterada. É aplicada anestesia local e durante a estimulação são feitos testes dos vários alvos e é possível identificar melhor a localização para manter a estimulação permanente, que será por meio dos eletrodos implantados no cérebro pela região frontal e do marca-passo, que ficará região da clavícula direita.

http://www.diarioweb.com.br/novoport...Parkinson.aspx
-----------------------------------------------------------------------
Rio Preto aprimorando cada vez mais sua ja avançada medicina
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 16th, 2010, 01:37 AM   #9
zolin
Grande Campinas (S.Paulo)
 
zolin's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 27,485
Likes (Received): 3745

bom..
__________________
Invista em Dracena.!!

A Capital da Nova Alta Paulista.!!
Segunda Maior Cidade do Oeste Paulista.!!
zolin no está en línea   Reply With Quote
Old May 18th, 2010, 09:19 PM   #10
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Pacote de obras para evitar enchente prevê 27 piscinões

Proposta de R$ 130 milhões prioriza avenidas e abrange 40 bairros

Obras de microdrenagem, com galerias e boca-de-lobo em cerca de 40 bairros. Barreiras para conter água formada por 27 piscinões. Galeria com 3,5 quilômetros embaixo da avenida Bady Bassitt, além de poços gigantes. O objetivo é conter 362 milhões de litros de água para impedir enchentes em Rio Preto.

Conforme o BOM DIA antecipou no domingo, o projeto para acabar com as enchentes prioriza o córrego Canela, na avenida José Munia, e o Borá, na Juscelino Kubitschek. A meta é evitar enchentes nas avenidas Alberto Andaló e Bady Bassitt, que recebem a água dos dois córregos. A prefeitura estima o custo das obras em R$ 130 milhões. O governo ainda conta com canalização do rio Preto, obra prevista em R$ 46 milhões, para evitar as enchentes.
PAC 2
Apesar do anúncio do projeto, a prefeitura não tem recurso para as obras. Tem “apenas” R$ 6,9 milhões liberados pelo governo federal. A prefeitura tentará mais verba do PAC 2 para viabilizar o projeto. As obras devem demorar dois anos, assim que forem iniciadas(uma contradição entre o jornal e a tv,pois a tv anunciou que assim que forem iniciadas as obras terão prazo de 10 mesês para serem concluídas). O prefeito Valdomiro Lopes (PSB) também foi a São Paulo ontem para tentar viabilizar recursos do governo do estado, de acordo como secretário de Planejamento, Milton Assis. As obras, caso a cidade consiga recurso, começam em 2011.

Veja as obras previstas
Bacia do Canela (José Munia)

Dezessete lagoas de detenção de água (piscinões), 13 delas no próprio leito por onde passa o córrego e outras quatro nos seguintes locais: um no Sinibaldi, dois no cruzamento das avenidas Romeu Strazzi e Brasilusa e um no Jardim Maracanã

Poços na Brasilusa Um poço de 60 metros de diâmetro e 15 metros de profundidade (obra orçada em R$ 16 milhões). Outros três poços de 20 metros de diâmetro, além de 771 metros de túnel

Bacia do Borá Dez lagoas de detenção, seis no leito do Borá - com canalização aberta - e quatro fora córrego, no bairros Tarraf 1 e 2 e no Jardim Maracanã.

Galeria na Bady Projeto contra enchente prevê galeria em cerca de 3,5 quilômetros sob a avenida Bady Bassitt. Em 2,4 quilômetros o canal terá três metros de diâmetro


Microdrenagem Ruas de cerca de 40 bairros receberão obras. Serão 11 quilômetros de obras na região do Borá e 26 quilômetros na do Canela. O projeto ainda prevê construir 2.092 bocas-de-lobo
Fonte: Pedro Zacarin (autor do projeto)

http://www.redebomdia.com.br/Noticia...e+27+piscinoes
----------------------------------------------------------------------
O pior e maior problema da cidade finalmente está tomando rumo para ser resolvido não da nem pra acreditar
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 19th, 2010, 01:32 AM   #11
superkyo
Registered User
 
superkyo's Avatar
 
Join Date: Jul 2007
Posts: 3,869
Likes (Received): 715

Sonho com o dia verba do governo FEDERAL vira para minha cidade. kkkk
__________________
Projetos:
BRT - SOROCABA
superkyo no está en línea   Reply With Quote
Old May 19th, 2010, 04:09 AM   #12
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Quote:
Originally Posted by superkyo View Post
Sonho com o dia verba do governo FEDERAL vira para minha cidade. kkkk
Por quê? Não vai não ?
Mas com um orçamento igual ao de Sorocaba quem precisa de verba federal ?
brincandeira( com um fundinho de verdade)
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 19th, 2010, 04:27 AM   #13
Robson_Lima
Registered User
 
Join Date: Mar 2010
Posts: 12,289
Likes (Received): 4172

Quote:
Originally Posted by Truta_RP View Post
Por quê? Não vai não ?
Mas com um orçamento igual ao de Sorocaba quem precisa de verba federal ?
brincandeira( com um fundinho de verdade)
Estranhamente o governo federal ajuda Sorocaba, mas com empréstimos da Caixa Econômica Federal.... ex. despoluição do Rio Sorocaba. Obras anti enchente, pelo que eu sei só verba municipal....ehehehe.
Robson_Lima no está en línea   Reply With Quote
Old May 20th, 2010, 10:34 PM   #14
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

6ª Construweek começa hoje !

Começa hoje a sexta edição da Construweek 2010 - Feira da Construção, Decoração e Empreendimentos Imobiliário, no Pavilhão Interior Eventos, entre Rio Preto e Mirassol. A expectativa é de que 35 mil pessoas passem pelo local até domingo, último dia do evento. A abertura oficial da feira será às 14 horas e a partir das 15 horas o público poderá conhecer as novidades apresentadas por mais de 100 expositores instalados em uma área de 14 mil metros quadrados.

A expectativa dos organizadores é de um aumento de 10% no volume de negócios em relação ao ano passado, que chegou em mais de R$ 200 milhões entre venda de produtos, imóveis e cartas de crédito da Feirão Caixa da Casa Própria. Para a realização da feira, os organizadores e expositores investiram mais de R$ 550 mil na montagem de estandes, contratação de pessoal do evento e divulgação. A expectativa é que sejam gerados 600 empregos temporários.

Para Angélica Mussi, diretora executiva da AM Bureau, empresa organizadora do evento a expectativa de todos é que o volume de negócios supere os anos anteriores. “Afinal, o mercado imobiliário e tudo que ele envolve, como a construção, acabamentos, móveis e decoração, passam por um excelente momento”, disse. Pesquisa realizada no ano passado mostra que, das cerca de 35 mil pessoas que visitaram a feira 82% foram em busca de negócios. Do público que foi com este objetivo, 31% queriam ofertas em materiais de construção e acabamento e 29% foram para comprar imóveis.

Este ano, a Construweek traz como principal novidade a realização de um feirão de móveis e decoração. A ideia é oferecer objetos de decoração, estofados e móveis com preços diferenciados ao visitante. “Queremos proporcionar uma opção a mais ao público que já vêm à feira em busca de novidades”, disse. A Caixa Econômica Federal mantém a parceria com o evento que e realizar o feirão de imóveis novamente durante a feira, no sábado e domingo.

A Construweek terá espaço também para a rede de imobiliárias do Sindicato da Habitação (Secovi) e para várias construtoras e incorporadoras que aproveitam o forte fluxo de público para fazer o lançamento de prédios, condomínios e novos loteamentos. O Secovi também realiza o encontro oficial da entidade durante a feira. O tema acessibilidade também será discutido nesta edição, com a participação do Clube Amigos dos Deficientes (CAD) que realizará no espaço da feira uma mostra especial de produtos voltados para o segmento.

A feira vai funcionar de hoje até sábado das 15 às 22 horas e no domingo das 10 às 20 horas. O Pavilhão Interior Eventos fica localizado no quilômetro 449 da rodovia Washington Luís, entre Rio Preto e Mirassol. A entrada e o estacionamento são gratuitos e é permitida a entrada de crianças.

Feirão da Caixa começa sábado

A Caixa Econômica Federal realiza no sábado e domingo, na Construweek 2010, o 6º Feirão Caixa da Casa Própria e vai ofertar 1.763 imóveis novos pelo programa habitacional do governo federal “Minha casa, minha vida”. Os imóveis tem valor para venda de até R$ 100 mil. A Caixa chegou a divulgar na última terça feira uma relação de preços dessas unidades. Ontem, o banco explicou que estes preços eram, na verdade, os valores de avaliação dos imóveis e que estão sujeitos a sofrer acréscimos para venda ao consumidor final.

Mas esses não são os únicos imóveis ofertados no Feirão e que poderão ser financiados. Serão cerca de 5 mil unidades ao todo entre novos, usados, na planta, casas, terrenos e apartamentos ofertados por construtoras e imobiliárias que participam da Construweek. O feirão reúne todos os agentes da cadeia da habitação como construtoras, corretores, cartórios e técnicos da Caixa, responsáveis por analisar e liberar os financiamentos.

Os interessados poderão encontrar oportunidades de negócio para aquisição de imóveis e conhecer as linhas de crédito disponíveis para financiamento, em horário diferenciado. As pessoas poderão sair já com o crédito pré-aprovado. O valor do financiamento varia de acordo com a renda e com a capacidade de pagamento do interessado. No Feirão, os interessados poderão retirar carta de crédito, fazer simulação de financiamentos, pesquisar imóveis e consultar especialistas sobre o uso do FGTS para comprar o imóvel.

http://www.diarioweb.com.br/novoport...+Mirassol.aspx
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 21st, 2010, 05:28 AM   #15
Greatlakerman
Riopretense
 
Greatlakerman's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 4,609
Likes (Received): 493



O pavilhão é simplesmente GIGANTE. Fica naquela área de condomínios de Mirassol, não muito longe da divisa com SJRP.
__________________
Sé Catedral de São José - 20°48'38.31"S 49°22'46.15"W - Marco Zero de São José do Rio Preto
Greatlakerman no está en línea   Reply With Quote
Old May 21st, 2010, 05:41 AM   #16
o_profeta
Clodoaldo Noronha
 
o_profeta's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Bauru/SP-Eunapolis/BA.
Posts: 146
Likes (Received): 21

Na pesquisa Rio Preto ganhou 5 posições, e Bauru ganhou 3.
Tão crescendo!!
o_profeta no está en línea   Reply With Quote
Old May 23rd, 2010, 04:09 AM   #17
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Quote:
Originally Posted by Greatlakerman View Post


O pavilhão é simplesmente GIGANTE. Fica naquela área de condomínios de Mirassol, não muito longe da divisa com SJRP.
Sei qual éh, aliás, é mais um sinal de conurbação,um centro de eventos feito para Rio Preto em solo mirassolense

Quote:
Originally Posted by o_profeta View Post
Na pesquisa Rio Preto ganhou 5 posições, e Bauru ganhou 3.
Tão crescendo!!
E tomara que continuem ganhando posições ano a ano
------------------------------------------------------------------------

HB amplia oferta de cirurgia para a redução de estômago

O Hospital de Base (HB) de Rio Preto vai aumentar em 150% a oferta de cirurgias para redução de estômago pagas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os procedimentos vão de subir de 8 para 20 por mês. A expectativa do chefe do serviço, Gilberto Brito, é que a ampliação comece a partir de junho.

“Estamos negociando há algum tempo com a direção do hospital uma reserva maior de vagas no centro cirúrgico para aumentar a quantidade de cirurgias. A demanda pelo procedimento é muito alta”, afirma Brito. A fila de espera para a redução do estômago é mantida em 500 pessoas. O número corresponde à capacidade total de atendimento do ambulatório de obesidade do HB.

“A demanda é maior que isso, pois pacientes de toda a região e também de outros Estados são encaminhados para Rio Preto. Mas eles precisam estar preparados para o procedimento, o que implica acompanhamento ambulatorial”, diz o especialista. A instituição é a única da região autorizada a fazer o procedimento pelo SUS.

Após a realização das cirurgias, novos pacientes ingressam na fila. “Fazemos cerca de cem procedimentos por ano, e agora vamos subir para mais de 200. Ainda assim, a fila vai continuar com 500 pessoas. Nossa intenção é que ela ande mais rápida.” O tempo de espera para ser chamado é de pelo menos cinco anos.

A redução do estômago, também conhecida como cirurgia bariátrica, é indicada para obesos mórbidos. Para realizar a cirurgia, o paciente precisa ser encaminhado pelo Ambulatório de Especialidades (ARE), que emite uma guia com indicação para a cirurgia bariátrica.

A partir daí, eles são acompanhados no ambulatório por uma equipe multidisciplinar, composta por nutricionistas, endocrinologistas e psicólogos. “A maioria deles tem outras doenças, como diabetes e hipertensão. No ambulatório, elas são tratadas e controladas para que o paciente esteja preparado no momento em que for chamado.”
http://www.diarioweb.com.br/novoport...+estomago.aspx
Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old May 23rd, 2010, 07:10 PM   #18
Greatlakerman
Riopretense
 
Greatlakerman's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 4,609
Likes (Received): 493

É o HB reafirmando sua posição de 2° maior hospital do Interior Paulista!
__________________
Sé Catedral de São José - 20°48'38.31"S 49°22'46.15"W - Marco Zero de São José do Rio Preto
Greatlakerman no está en línea   Reply With Quote
Old June 6th, 2010, 10:35 PM   #19
Truta_RP
Registered User
 
Truta_RP's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José do Rio Preto-SP\São Paulo-SP
Posts: 1,447
Likes (Received): 9

Rio Preto é segunda em construções pelo Minha Casa, Minha Vida

Rio Preto é a segunda cidade no país em número de unidades habitacionais em construção intermediadas pelo Minha Casa, Minha Vida. O programa do governo federal é voltado para famílias com renda de até três salários mínimos.

São 4.490 unidades habitacionais divididas em oito empreendimentos em Rio Preto. O investimento é de R$ 210 milhões.

A cidade perde apenas para a capital maranhense, São Luís, que já conta com 6,6 mil unidades em construção. Os números são da diretoria nacional da Caixa e foram divulgados a pedido do BOM DIA.

De acordo com o superintendente regional da Caixa, Clayton Rosa Carneiro, os números são resultado de uma política de parcerias iniciada em Rio Preto e que virou modelo nacional.

“Caixa, empreiteira e prefeitura trabalham juntas desde a aquisição da área até o financiamento dos imóveis”, afirma o superintendente.

Emcop negocia mais 2,5 mil moradias para ano que vem
Além dos 4.490 entre contratos assinados e obras em andamento, a Emcop negocia com a Caixa Econômica Federal mais 2,5 mil unidades que serão entregues ainda no primeiro semestre do próximo ano.


Com isso, o déficit habitacional para a população mais pobre de Rio Preto cairia para 50%, diz o diretor da Emcop (Empresa Municipal de Construções Populares), José Antonio Basílio. “Pretendemos assinar os contratos nos próximos 60 dias. Com isso, chegaremos a 7 mil imóveis e vamos derrubar pela metade o déficit habitacional em Rio Preto.”

Classe média é alvo de construtoras
O setor da construção civil iniciou o ano aquecido e deve ferver ainda mais nos próximos meses. Construtoras estão de olho na classe média de Rio Preto.

O Giardino Casas de Florença, por exemplo, oferece imóveis que vão de R$ 170 mil a R$ 210 mil, com condomínio fechado e na região dos Damhas.

“Já vendemos bem e estamos preparando outro lançamento para o mesmo público”, diz Joaquim Ribeiro, diretor-geral da Secov (Sindicato da Habitação).

As 208 salas comerciais lançadas há pouco mais de três meses pela Rossi e Tarrafincorp já estão vendidas.

“O mercado está muito bom. Há facilidades de financiamento. Só não compra a casa agora quem não quer”, diz Ribeiro.

Além do financiamento direto com as construtoras e os feitos junto à Caixa Econômica Federal, o Banco Brasil acaba de lançar um programa de financiamento habitacional bastante competitivo.

Outro exemplo de empreendimento voltado à classe média é um conjunto de prédios atrás do Carrefour. São apartamentos na faixa de R$ 90 mil e que conseguem subsídios do programa Minha Casa, Minha Vida.

Para a classe alta também haverá lançamentos. É um edifício de um apartamento por andar, próximo ao Plaza Avenida.

O mercado estima que o preço vai girar em torno de R$ 1,2 milhão.

Truta_RP no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2010, 05:33 PM   #20
Greatlakerman
Riopretense
 
Greatlakerman's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 4,609
Likes (Received): 493

Quote:
Originally Posted by Truta_RP View Post
Rio Preto é a segunda cidade no país em número de unidades habitacionais em construção intermediadas pelo Minha Casa, Minha Vida. O programa do governo federal é voltado para famílias com renda de até três salários mínimos.

São 4.490 unidades habitacionais divididas em oito empreendimentos em Rio Preto. O investimento é de R$ 210 milhões.

A cidade perde apenas para a capital maranhense, São Luís, que já conta com 6,6 mil unidades em construção. Os números são da diretoria nacional da Caixa e foram divulgados a pedido do BOM DIA.

De acordo com o superintendente regional da Caixa, Clayton Rosa Carneiro, os números são resultado de uma política de parcerias iniciada em Rio Preto e que virou modelo nacional.

“Caixa, empreiteira e prefeitura trabalham juntas desde a aquisição da área até o financiamento dos imóveis”, afirma o superintendente.

Emcop negocia mais 2,5 mil moradias para ano que vem
Além dos 4.490 entre contratos assinados e obras em andamento, a Emcop negocia com a Caixa Econômica Federal mais 2,5 mil unidades que serão entregues ainda no primeiro semestre do próximo ano.


Com isso, o déficit habitacional para a população mais pobre de Rio Preto cairia para 50%, diz o diretor da Emcop (Empresa Municipal de Construções Populares), José Antonio Basílio. “Pretendemos assinar os contratos nos próximos 60 dias. Com isso, chegaremos a 7 mil imóveis e vamos derrubar pela metade o déficit habitacional em Rio Preto.”

Classe média é alvo de construtoras
O setor da construção civil iniciou o ano aquecido e deve ferver ainda mais nos próximos meses. Construtoras estão de olho na classe média de Rio Preto.

O Giardino Casas de Florença, por exemplo, oferece imóveis que vão de R$ 170 mil a R$ 210 mil, com condomínio fechado e na região dos Damhas.

“Já vendemos bem e estamos preparando outro lançamento para o mesmo público”, diz Joaquim Ribeiro, diretor-geral da Secov (Sindicato da Habitação).

As 208 salas comerciais lançadas há pouco mais de três meses pela Rossi e Tarrafincorp já estão vendidas.

“O mercado está muito bom. Há facilidades de financiamento. Só não compra a casa agora quem não quer”, diz Ribeiro.

Além do financiamento direto com as construtoras e os feitos junto à Caixa Econômica Federal, o Banco Brasil acaba de lançar um programa de financiamento habitacional bastante competitivo.

Outro exemplo de empreendimento voltado à classe média é um conjunto de prédios atrás do Carrefour. São apartamentos na faixa de R$ 90 mil e que conseguem subsídios do programa Minha Casa, Minha Vida.

Para a classe alta também haverá lançamentos. É um edifício de um apartamento por andar, próximo ao Plaza Avenida.

O mercado estima que o preço vai girar em torno de R$ 1,2 milhão.

Caramba...
__________________
Sé Catedral de São José - 20°48'38.31"S 49°22'46.15"W - Marco Zero de São José do Rio Preto
Greatlakerman no está en línea   Reply With Quote
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:53 PM. • styleid: 14


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

tech management by Sysprosium