daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Outros Temas > Majestic

Reply
 
Thread Tools
Old Yesterday, 08:04 PM   #441
Lord Farquad
Registered User
 
Lord Farquad's Avatar
 
Join Date: Feb 2016
Posts: 465
Likes (Received): 253

Artigo de opinião no Diário de Notícias, escrito por João Almeida Moreira (jornalista residente em São Paulo);


A maior riqueza do Brasil



Ô, ô, ô/ Não quero advogado, quero regime fechado com você/ Ô, ô, ô/ Roubar um coração é caso sério/ Sua sentença é viver na mesma cela que eu/ Ô, ô, ô." Um dos últimos êxitos do ritmo sertanejo universitário ecoa pela rua. Mas quem está a cantar? E de onde vem o som? Ninguém sabe, ninguém vê. Finalmente, um pedestre descobre: é de lá de cima, do topo de um prédio. São três limpadores de janelas, pendurados a uns 50 metros de altura numas cordas tão fininhas a ponto de prender a respiração, que animam a galera junto ao chão.


É feriado nacional de 15 de Novembro e os rapazes, que arriscam a vida a troco de um salário mínimo ou coisa que o valha, cantam em coro com uma alegria incontrolável no peito, indiferentes aos dramas do seu Brasil, como a omnipresente Operação Lava-Jato que serviu de inspiração à dupla sertaneja autora da música que os inspira.


Sim, porque o Brasil passa por uma Lava-Jato que levantou o tapete da corrupção e não deixou pedra sobre pedra em nenhum partido - do esquerdista mais convicto ao reacionário mais empedernido, quase todos os políticos, em maior ou menor grau, estão envolvidos numa farra de anos (de séculos, na verdade) com o dinheiro do povo.


Por causa desses roubos e de outros, o país passou de mais promissor dos BRIC, ainda em 2013, à pior recessão económica da sua história. De desemprego quase zero a 13 milhões de desocupados, a viver de bicos (biscates, em Portugal) para receberem mais uns tostões ao fim do mês, como provavelmente aqueles limpadores de janelas a cada feriado.


Nesse 2013, tão próximo e tão distante, os brasileiros não cabiam em si de ansiedade pela organização do Mundial de Futebol do ano seguinte e pelos Jogos Olímpicos do Rio de 2016 - afinal, terminadas as duas manifestações sobra uma dezena de elefantes brancos espalhados pelo país, alguns a servir de depósito de ônibus, outros a provocar despesas milionárias por causa de infiltrações e obras mal acabadas, quase todos com as construções sob investigação em operações subsidiárias da Lava--Jato. O Rio pós-Olímpico, em particular, entrou numa crise financeira sem precedentes que põe em causa o funcionamento de escolas, hospitais, delegacias de polícia e outros serviços básicos.


É lá, no seu coração, na Rocinha, maior favela do Brasil com 70 mil habitantes, que decorre uma guerra civil em resultado de uma luta de gangues que vêm assustando a já de si sacrificada população local, último sintoma de uma cidade acossada até às vísceras pela violência. A violência que parece aumentar por todo o território agora que um clima de intolerância se disseminou - são exposições de arte fechadas por atentarem contra os supostos bons costumes, credos religiosos perseguidos por outros credos religiosos, além de censuras, ofensas, patrulhas e ódios dispersos.


Depois de na primeira década do século a política ter dado sinais exteriores de maturidade, com governos globalmente positivos e ideologicamente moderados, ora de centro-direita (PSDB) ora de centro-esquerda (PT), o Brasil caiu nas mãos do que tem de mais retrógrado (o fétido PMDB e o bando de partidos clientelistas criados à sua imagem).


O presidente da República, com os seus 3% de aprovação e atingido no tutano pela Lava-Jato, cedeu na luta contra a escravidão para agradar aos coronéis do latifúndio, permitiu que se desprotegesse uma área equivalente à Dinamarca na Amazónia para servir aos interesses de mineradores, entre outros recuos civilizatórios. Em paralelo, o país sofreu em 2015 o maior desastre ambiental da sua história com o rompimento da barragem de Mariana.


E, no entanto, os limpadores de janela cantam, mesmo perdendo o feriado, e a galera no chão canta junto a eles. O Brasil canta. Quem conhece as duas realidades sabe que o velho cliché ainda cola: entre portugueses, e europeus em geral, há uma inconsciente tendência para a nostalgia; entre brasileiros, por maiores que sejam as crises da economia, da política e da sociedade, a alegria, às vezes inconsciente, é um dever, um fim, um mantra. E essa é a maior riqueza do país.
Lord Farquad no está en línea   Reply With Quote
Old Today, 01:24 AM   #442
Inconfidente
Registered User
 
Inconfidente's Avatar
 
Join Date: Feb 2007
Location: Belo Horizonte
Posts: 17,843
Likes (Received): 14207



1. O PMDB é o maior partido do país no legislativo tem décadas. No Brasil nenhum presidente termina o mandato sem a maioria no Congresso. Inclusive os vices de Lula e Dilma eram ambos do PMDB justamente como parte da aliança que viabilizava o governo do PT.

2. O governo recuou na decisão sobre a Reserva Nacional do Cobre: https://g1.globo.com/ap/amapa/notici...a-estudo.ghtml

3. No Amapá, estado onde se localiza a reserva, 14,6% das crianças e adolescentes vivem em extrema pobreza: https://g1.globo.com/ap/amapa/notici...a-estudo.ghtml

De que adianta ser irredutível na preservação da natureza para as próximas gerações se nem as atuais têm dignidade? É de se pensar se realmente não dá para explorar as riquezas de uma região tão vasta. O Amapá tem 142.000 km2 (Portugal + 50.000 km2) e uma população de apenas 751.000 habitantes.
Inconfidente está en línea ahora   Reply With Quote
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 04:05 AM. • styleid: 14


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu