daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Transportes e Infra-Estruturas > Fluviais e Marítimos



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 7th, 2007, 03:33 PM   #1
PedroGabriel
BANNED
 
Join Date: Feb 2007
Location: Póvoa de Varzim
Posts: 5,867
Likes (Received): 1

Portos nacionais podem ser "porta" da China na Europa



Transformar os portos nacionais numa porta de entrada de mercadorias chinesas na Europa e potenciar investimentos de construtores nacionais na Expo de Xangai são os dois grandes objectivos da visita de cinco dias que a secretária de Estado dos Transportes inicia amanhã à China.

Na comitiva seguem cerca de duas dezenas de empresários das áreas marítimo-portuárias e construção e os presidentes dos portos nacionais, que deverão estabelecer contactos para potenciar negócio futuros. Para Ana Paula Vitorino, esta acção de "diplomacia económica" vai tirar partido da "janela de oportunidade" criada na visita do primeiro-ministro à China no início de Fevereiro.

Na agenda está a assinatura, segunda-feira, de um Memorando de Entendimento para a Cooperação do Sector Marítimo-Portuário, dos Transportes Terrestres e de Infra-estruturas entre os dois países, cujo objectivo é trazer mais navios chineses para todos os portos nacionais.

O Porto de Sines assina no mesmo dia um protocolo de colaboração com o de Tanjin - que abastece cinco milhões de quilómetros quadrados em torno de Pequim.

Já em Xangai, a PSA-Sines - concessionária do Terminal XXI -, assina quarta-feira um Memorando de Entendimento com a China Shipping, "gigante" mundial de transporte marítimo de contentores. O objectivo é levar o operador a usar preferencialmente o porto de águas profundas de Sines em detrimento de Roterdão, Algeciras e Valência. Os argumentos portugueses são "de peso" e juntam-se a outro não menos importante o esgotamento dos concorrentes espanhóis e holandês.

Nos últimos dois anos e meio, o Governo tem apostado na criação de condições para aumentar a competitividade dos portos, quer por via da construção de infra-estruturas de transporte envolventes, quer agilizando procedimentos administrativos e burocráticos, "aproximando" as infra-estruturas nacionais de Espanha e do resto da Europa.

Na área da construção, pretende-se que empresas nacionais tenham oportunidades de desenvolver infra-estruturas e acessibilidades da Expo Xangai, de 2010, estando previstos encontros com empresários e autoridades chinesas.

Ricardo David Lopes - JORNAL DE NOTÌCIAS
PedroGabriel no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old September 7th, 2007, 04:01 PM   #2
OuMun
Registered User
 
Join Date: Sep 2007
Posts: 122
Likes (Received): 0

Há quanto tempo ando eu a pregar por isto aqui no fórum?
OuMun no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:06 PM   #3
Daniel_Portugal
I Love You... Soraia
 
Daniel_Portugal's Avatar
 
Join Date: Sep 2005
Location: PORTO Metro Area
Posts: 28,503
Likes (Received): 32

o de leixoes vai? seria importante que fosse tambem para se manter no topo dos portos portugueses.
__________________
pila
Daniel_Portugal no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:16 PM   #4
Arpels
Αλέξανδρος
 
Arpels's Avatar
 
Join Date: Aug 2004
Location: Guarda/Barreiro
Posts: 53,003
Likes (Received): 120

fala la em todos os portos nacionais ne? a falta de ligação á rede de TGV é k me parece k possa por alguns entraves
Arpels no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:33 PM   #5
PedroGabriel
BANNED
 
Join Date: Feb 2007
Location: Póvoa de Varzim
Posts: 5,867
Likes (Received): 1

Quote:
Originally Posted by OuMun View Post
Há quanto tempo ando eu a pregar por isto aqui no fórum?
tens que ir lá falar com a chinesada em Pequim. Ou Shangai que te fica mais perto.

Até agora está tudo no "pode", "poderá", "talvez"...
PedroGabriel no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:37 PM   #6
dvfer
Registered User
 
dvfer's Avatar
 
Join Date: Apr 2007
Location: Lisbon (Amadora)
Posts: 2,121
Likes (Received): 2

Tinha a idea que os chineses tb já tinham comprado alguns terrenos em Beja tendo em vista isso.
dvfer no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:40 PM   #7
Arpels
Αλέξανδρος
 
Arpels's Avatar
 
Join Date: Aug 2004
Location: Guarda/Barreiro
Posts: 53,003
Likes (Received): 120

Quote:
Originally Posted by PeterGabriel View Post
tens que ir lá falar com a chinesada em Pequim. Ou Shangai que te fica mais perto.

Até agora está tudo no "pode", "poderá", "talvez"...
Arpels no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:42 PM   #8
OuMun
Registered User
 
Join Date: Sep 2007
Posts: 122
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by PeterGabriel View Post
Até agora está tudo no "pode", "poderá", "talvez"...
Sabe, é que gato escaldado de água fria tem medo...
OuMun no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 04:53 PM   #9
Mr Strangelet
BANIDO
 
Join Date: Mar 2007
Posts: 2,183
Likes (Received): 1

sempre pensei que a maioria da mercadorias vindas da china entravam na europa pelo canal do suez...
Mr Strangelet no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 05:36 PM   #10
PedroGabriel
BANNED
 
Join Date: Feb 2007
Location: Póvoa de Varzim
Posts: 5,867
Likes (Received): 1

Quote:
Originally Posted by Mr Strangelet View Post
sempre pensei que a maioria da mercadorias vindas da china entravam na europa pelo canal do suez...
Mas com o alargamento do canal do Panamá isso pode mudar!

Quote:
Originally Posted by OuMun View Post
Sabe, é que gato escaldado de água fria tem medo...
desenvolva por favor.
PedroGabriel no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 05:54 PM   #11
pedrodepinto
Feliz 2014 ;)!
 
pedrodepinto's Avatar
 
Join Date: Nov 2006
Location: Lisbon
Posts: 29,477
Likes (Received): 321

Quote:
Originally Posted by PeterGabriel View Post
Mas com o alargamento do canal do Panamá isso pode mudar!
Quase de certeza ...
pedrodepinto no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2007, 06:34 PM   #12
Mr Strangelet
BANIDO
 
Join Date: Mar 2007
Posts: 2,183
Likes (Received): 1

Sim, realmente é possivel...como a china está a meio mundo de nós, é provavel que o transporte se reparta pelos 2 sentidos...é possivel sim...então acho bem que nos ponhamos á frente
Mr Strangelet no está en línea   Reply With Quote
Old September 9th, 2007, 02:22 PM   #13
Marco Bruno
Les cites obscures
 
Marco Bruno's Avatar
 
Join Date: Aug 2003
Location: Sardoal | Lisbon
Posts: 7,619
Likes (Received): 550

É que se receberem o Dalai Lama oficialmente, a China ainda se zanga e escolhe os portos de outro país.
Marco Bruno está en línea ahora   Reply With Quote
Old September 9th, 2007, 02:32 PM   #14
Arpels
Αλέξανδρος
 
Arpels's Avatar
 
Join Date: Aug 2004
Location: Guarda/Barreiro
Posts: 53,003
Likes (Received): 120

pois estava a ouvir isso a cadinho mesmo.
Arpels no está en línea   Reply With Quote
Old September 10th, 2007, 04:01 PM   #15
TeKnO_Lx
Registered User
 
TeKnO_Lx's Avatar
 
Join Date: Oct 2004
Location: Lisboa
Posts: 6,620
Likes (Received): 166

Construção: Portugueses em busca de parceiros chineses para plataforma do Poceirão

Pequim, 10 Set (Lusa) - A Bento Pedroso Construções (BPC) vai mostrar quarta-feira em Xangai o projecto da plataforma logística do Poceirão a potenciais parceiros chineses da área dos transportes marítimos, disse hoje Carlos Dias, director de investimentos da empresa portuguesa.

A empresa portuguesa vai reunir na capital económica e financeira da China com os parceiros já identificados pela Secretaria de Estado dos Transportes, que pretende tornar o Poceirão, no concelho de Palmela, um centro logístico para a comercialização de produtos chineses em Portugal, bem como a distribuição dos mesmos para o sul da Europa, África e Brasil.

O responsável da BPC, empresa que formou um consórcio com a Mota-Engil, Espírito Santo Resources e OPCA para a concepção, financiamento, construção e exploração da Plataforma, garantiu ainda que o projecto está já em fase de licenciamento e vai cumprir o prazo para o início da exploração.

"Estão neste momento a ser realizados todos os estudos necessários para que se comece a exploração em 2009", disse Carlos Dias à Agência Lusa, em Pequim.

O director de investimentos da BPC, empresa responsável por 33 por cento do financiamento global desta infra-estrutura que deverá estar concluída em 2008, falava à margem da cerimónia de assinatura de um memorando de entendimento entre Portugal e a China para a cooperação marítimo-portuária.

"Este protocolo é uma formalização de intenções no âmbito do projecto de logística que pretendemos garantir com a China", afirmou Carlos Dias.

Durante a visita de José Sócrates à China, em Janeiro deste ano, o Ministro das Obras Públicas, Mário Lino, assinou também um acordo que previa acções de promoção junto das transportadoras locais para utilizarem a plataforma logística do Poceirão, assim como o Porto de Sines, como porta de entrada dos produtos chineses na Europa, em vez das alternativas de Espanha e de Roterdão (Holanda).

O presidente da AICEP, Basílio Horta, salientou em Junho a importância do envolvimento de empresas chinesas interessadas no mercado europeu nos projectos logísticos em desenvolvimento no Poceirão, Sines e Beja, considerando que Portugal "pode ser uma base importante para a indústria" chinesa.

A Plataforma do Poceirão, um investimento de 500 milhões de euros para uma área de 400 hectares, vai gerar 12 mil postos de trabalho (cinco mil directos e sete mil indirectos) e será o principal centro de gestão logística na área da grande Lisboa, e o maior do país.

A infra-estrutura irá apoiar as necessidades logísticas e de transporte da Área Metropolitana de Lisboa, designadamente das mercadorias que utilizam os portos de Lisboa, Setúbal e Sines, potenciando a integração com os fluxos logísticos regionais, nacionais e internacionais.

A localização permite ainda a articulação com a futura linha de Alta Velocidade Lisboa-Madrid e de mercadorias Sines-Elvas.

AZL.

Lusa/fim

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/...RuQzNRGmg.html
__________________
Europe
TeKnO_Lx no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2007, 12:52 AM   #16
traveler
Registered User
 
Join Date: Jun 2005
Posts: 8,799
Likes (Received): 213

Os contactos estabelecidos na China vão permitir aumentar as receitas dos portos portugueses entre 8 e 12 por cento até 2009.
A afirmação foi feita pela secretária de Estados dos Transportes, Ana Paula Vitorino, em Pequim.

A responsável destacou a competitividade dos portos portugueses e considerou que o impacto nas receitas poderá ser ainda maior «dependendo do tipo de mercadorias», avançou a «Lusa».

«Os portos portugueses afirmam-se, não pela dimensão, mas pela localização e pela capacidade que têm tido de conseguirem tempos altamente competitivos em relação a outros portos europeus», sublinhou.

A secretária de Estado assinou esta segunda-feira um memorando de entendimento com o vice-ministro chinês das Comunicações para a cooperação económica entre os dois países, com especial enfoque no sector maritímo-portuário e presidiu à assinatura de um protocolo de colaboração entre o porto de Sines e o porto de Tianjin, que serve a zona de Pequim.

Segundo a mesma, a utilização dos portos portugueses pelas companhias chinesas permite-lhes uma redução de custos na cadeia logística, com tempos de carga e descarga mais baixos e tempos de espera e de acessos aos destinos também mais reduzidos.

Depois da manifestação de interesse do governo chinês em «estreitar laços», os portos portugueses poderão esperar que o movimento de navios e cargas com destino ou origem na China cresça três a seis vezes até 2009, para um total de 7,3 milhões de toneladas de contentores.


Sines com melhor performance

Entre os cinco maiores portos portugueses, Sines é o que tem maiores ambições na captação de tráfego marítimo chinês, que deverá passar a representar quase um quinto do movimento total.

Não porque o porto de Sines esteja a ser privilegiado mas porque é, entre os portos portugueses, o que oferece as condições mais indicadas para o tráfego inter-continental.

«O porto de Sines tem um papel bem definido no sistema portuário português, é o porto natural de águas profundas e oferece grande capacidade de transhipment», explicou Ana Paula Vitorino.

Assim, o porto de Sines poderá acolher em 2009, mais de 5 milhões de toneladas de contentores, contra as actuais 500 mil, com origem ou destino na China. O porto de Sines tem em curso investimentos como a expansão do terminal XXI, de contentores, que inclui a aquisição de equipamento que permitirá operar os maiores porta-contentores do mundo.

Na comitiva de Ana Paula Vitorino, além da presidente do conselho de administração do porto de Sines, Lídia Sequeira, estão incluídos os presidentes dos portos de Lisboa, de Setúbal e um administrador do porto de Leixões.

«Todos os portos portugueses serão beneficiados com o aumento do tráfego, porque cada um deles tem as suas especificidades», garantiu Ana Paula Vitorino.

Fora da visita ficou o porto de Aveiro, porque não movimenta carga contentorizada.

No entanto, o memorando de entendimento hoje assinado pelos dois governantes, «não se limita ao sector marítimo-portuário», sublinhou a secretária de Estado portuguesa.

«Cobre um conjunto de matérias que vão do transporte marítimo à construção e gestão portuária, mas também à construção e manutenção de auto-estradas, pontes e túneis, a sistemas inteligentes de transportes, formação e informação, logística e outros domínios do interesse para ambos os países».

A delegação portuguesa parte terça-feira para Xangai, onde deverá visitar as obras da Expo 2010 e onde está prevista uma bolsa de contactos entre empresários.
__________________
florida . Biarritz .Esposende
traveler no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2007, 07:47 PM   #17
PedroGabriel
BANNED
 
Join Date: Feb 2007
Location: Póvoa de Varzim
Posts: 5,867
Likes (Received): 1

mais outra:

Os contactos não se ficam por Sines, há outros conversas com concessionários portugueses para outros portos, como é o caso de Lisboa, onde o grupo Mota-Engil, via Tertir, terá contactos com o armador privado de Hong Kong OOCL para uma rota que passe pelo terminal da Liscont, em Alcântara. Fora do sector portuário, também estão previstos contactos bilaterais entre a gestora de parques industriais da AICEP (ex-API) com o fabricante automóvel chinês Gelis que já esteve em Portugal a estudar a instalação de uma unidade em Sines ou Setúbal. * A jornalista viaja a convite da Secretaria de Estado dosTransportes
PedroGabriel no está en línea   Reply With Quote
Old September 11th, 2007, 09:43 PM   #18
Alpiger
Registered User
 
Alpiger's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Lisboa
Posts: 40
Likes (Received): 7

O desenvolvimento do Porto de Sines está ligado ao novo Aeroporto de Beja e á plataforma logistica adjacente.
Desta forma tera de se fazer um grande investimento no transporte de mercadorias por via ferrea a ligar Sines-Beja-Badajoz, e dai para o resto da europa via alta velocidade.
Alpiger no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2007, 03:39 PM   #19
PedroGabriel
BANNED
 
Join Date: Feb 2007
Location: Póvoa de Varzim
Posts: 5,867
Likes (Received): 1

até está a andar rapido agora:

Porto de Sines prepara-se para começar a receber carga directamente da China

13.09.2007, Joana Ferreira da Costa, Xangai

Concessionário está
a negociar com os dois maiores operadores chineses o estabelecimento de carreiras directas quando houver novo cais

A O terminal de contentores do Porto de Sines deverá, até ao final do ano, começar a receber carga directamente da China, o que não sucede em nenhum porto nacional. A empresa concessionária do terminal XXI, a PSA - Sines, está ainda a negociar com os dois operadores chineses, a China Shipping e a Cosco, a utilização do futuro segundo cais para carreiras regulares semanais.

O administrador da PSA, Jorge d"Almeida defendeu ontem, em Xangai, estarem garantidas todas as condições para, a partir de Outubro, os carregamentos vindos da China chegarem directamente ao terminal de contentores de Sines, concorrendo com outros portos europeus. "São boas notícias para Portugal porque hoje todos os contentores vindos da China chegam ao nosso país através de portos espanhóis ou do Norte da Europa", explicou o administrador da PSA, que ontem teve reuniões em Xangai com responsáveis da China Shipping e da Cosco, os dois gigantes operadores chineses cuja presença em Portugal é muito pouco significativa. "Sines tem condições para realizar escalas directas, o que permite um transporte mais rápido e sem custos adicionais", afirmou. "Além disso quando os operadores não conseguem fazer escalas directas, Sines tem uma posição privilegiada para se combinar carga local e transhipping".

O responsável frisou que, ainda este ano, o terminal XXI estará equipado com a terceira grua que permite operar os maiores porta-contentores do mundo, o que "nos traz vantagem competitiva, mesmo tendo apenas um único cais". A grua permitirá ao terminal atingir uma capacidade de carga de 375 mil TEU (medida padrão de contentores).

A PSA, que viajou para a China na comitiva da secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino - que assim aposta na cooperação empresarial entre os dois países ao nível portuário e de infra-estruturas -, chegou a Xangai para assinar um memorando de entendimento com a China Shipping, com quem iniciou contactos há sete meses, para a utilização do segundo cais que deverá estar concluído até final de 2008.

Mas ontem durante o encontro avançou logo para as negociações de carreiras regulares semanais com o segundo maior operador chinês, que está interessado na utilização exclusiva do segundo cais de Sines para o mercado mediterrânico. "A criação do segundo cais vai-nos permitir a partir do final de 2008 servir um mercado maior e atingir volumes na ordem dos 550 a 600 TEU", explicou Jorge d"Almeida. Ou seja, duplicar a capacidade actual e garantir uma utilização mais eficaz.

A China Shipping está interessada em ser o único cliente do segundo terminal, mas a PSA passa por garantir o maior número de operadores possível. "Iniciámos contactos com a CYKH (consórcio que integra o maior operador chinês, a Cosco, Yangming, K Line e Hanjin) há três meses", explicou Jorge d"Almeida. "As negociações estão numa fase mais preliminar mas o nosso objectivo é que a Cosco use o novo cais de Sines nas carreiras regulares para o mercado mediterrânico", afirmou.
PedroGabriel no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2007, 04:02 PM   #20
fred_mendonca
President and CEO
 
fred_mendonca's Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: Oeiras
Posts: 17,713
Likes (Received): 27

__________________
"We must face the grim necessity, with full knowledge that the task is to be solved, and we must proceed with a full realization that no statute enacted by man can repeal the inexorable laws of nature."
fred_mendonca no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 05:17 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu