daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Arquitetura e Discussões Urbanas



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 32 votes, 5.00 average.
Old December 12th, 2010, 12:14 AM   #1
Valter
Registered User
 
Valter's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Uberlândia - Araxá - Carmo do Paranaíba - Bambuí
Posts: 9,539
Likes (Received): 2070

Notícias sobre Arquitetura e Urbanismo

O objetivo desse thread inicialmente é ser um espaço de notícias referentes a Arquitetura e Urbanismo que não sejam relevantes o suficiente para se ter um thread aqui no subfórum.

Caso tenham uma opiniões a respeito de como deve funcionar esse tópico, estou aberto a sugestões. Caso não funcione ou não haja participação efetiva dos foristas, podemos simplesmente apagar. Aproveitem.
__________________
Como D. Beja Araxá nasceu camponesa.E, como D. Beja, também conheceu a adversidade, sendo o objeto de desejo de poderes superiores. O Estado apropriou-se de suas fontes, maculando sua beleza, ainda que a recompensasse com um rico patrimônio. Por ele, Araxá conheceu o mundo, e o mundo a conheceu. Hoje, D. Beja é Araxá, espelho de suas convicções e metáfora de suas contradições. Nela se refletem simultaneamente, as imagens do seu presente, as representações históricas e as verdades míticas do seu passado; as projeções para o futuro. Rosa Maria Spinoso
Valter no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old December 12th, 2010, 08:10 PM   #2
Farrapo
.
 
Join Date: Oct 2003
Location: Porto Alegre
Posts: 8,599
Likes (Received): 877

Muito interessante a idéia do thread! =P

Espero que todos participem de fato, e não que o thread vire um mero "depósito" de notícias "irrelevantes".

---

PELOTAS


Projeto de restauro do Teatro Sete de Abril em etapa final



O restauro do Teatro Sete de Abril, em Pelotas, está mais perto de sair do papel. Até o final do mês, os projetos técnicos relativos à obra devem ser concluídos e encaminhados para análise do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O Sete de Abril, erguido entre 1831 e 1834, é considerado a peça mais importante do acervo arquitetônico da cidade.

A complexidade da obra, que, além do restauro, pretende dotar o prédio com a tecnologia do século XXI, é apontada pelo secretário municipal de Cultura, Mogar Xavier, como o grande desafio dos projetos técnicos e também como causa da demora em concluí-los. O fato de o teatro estar incluído no Livro de Belas Artes do Brasil obriga atenção redobrada com ações específicas, como o restauro da estrutura de iluminação cênica e do palco. Para isso, a prefeitura recorreu a escritórios de arquitetura e engenharia especializados, sediados em várias partes do país.

Fonte: www.defender.org.br
Farrapo no está en línea   Reply With Quote
Old December 13th, 2010, 12:27 PM   #3
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,966
Likes (Received): 1415

Patrimônio Histórico: Centro histórico de Cáceres é tombado




Cidade pantaneira, a “Princesinha do Paraguai”, Cáceres teve seu centro histórico tombado como Patrimônio Cultural na última semana. O objetivo não é a simples proteção, mas um meio de possibilitar a recuperação histórico-cultural da cidade, segundo o Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Cáceres é um dos pólos de turismo de Mato Grosso por ser uma das portas de entrada do Pantanal. Sua fama já chegou ao livro dos recordes, o Guiness Book, pela realização do maior festival de pesca de água doce do mundo. Durante15 dias, geralmente nos meses de agosto ou setembro, milhares de varinhas e molinetes se enroscam em busca do maior e melhor peixe.

Além disso, a cidade desempenhou importante papel para a definição de fronteiras entre terras portuguesas e espanholas, na época colonial do Brasil. Cáceres foi fundada de forma estratégica, para proteger os limites territoriais entre o Brasil e a Bolívia.

Nesse sentido nasceu o Marco do Jauru, em fevereiro de 1754. Assentado na foz do rio Jauru com o rio Paraguai, foi responsável por definir os limites dos impérios coloniais espanhol e português na América do Sul, fruto do Tratado de Madrid. Em 1883 foi transferido para a Praça Central de Cáceres. Foi tombado pelo Iphan em 1978, ano do bicentenário da cidade. Junto com a Catedral de São Luís – construída entre 1919 e 1965 – os dois monumentos estão até hoje entre os principais atrativos turísticos da cidade.

Localizada a 215 km de Cuiabá, Cáceres é um dos roteiros turísticos a ser trabalhado pelo Governo do Estado como atrativo para o Mundial de 2014. Possui uma extensão territorial de 24,6 quilômetros quadrados, um dos maiores municípios brasileiros. Sua área é superior a do Estado de Sergipe e quase cinco vezes maior que a do Distrito Federal.

Cortada pelo Rio Paraguai que, com seu transbordamento anual, forma o pantanal matogrossense e faz fronteira com a Bolívia, está localizada em uma área de transição de relevo e vegetação composta por serras, campos de cerrado e planície pantaneira. Por esse motivo, possui uma diversidade de flora e fauna que forma paisagens de grande beleza.

Fronteira Brasil x Bolívia

Cáceres foi fundada em 6 de outubro de 1778, como a pequena Vila-Maria do Paraguai, nome escolhido para homenagear a Rainha de Portugal. A ciidade acumula em sua história um forte patrimônio cultural e escapou das duas grandes tragédias matogrossenses do século XIX: a Guerra do Paraguai e a peste de varíola. Ao fim da guerra, com a livre navegação da bacia do Prata ,e por consequência, do Rio Paraguai, Cáceres iniciou uma nova fase de desenvolvimento. Foi elevada à condição de cidade em 3 de maio de 1874 e recebeu as grandes fazendas-indústrias para produção de carne enlatada para exportação.

Além do centro histórico, Cáceres possui fazendas e usinas da época da economia da cana-de-açúcar, que recebe visitantes o ano todo. A Fazenda Jacobina, que ainda hoje mantém sua importância histórica, destacava-se na primeira metade do século XIX por ser a maior da província de Mato Grosso em termos de área e produção.

Atualmente ainda existem imponentes construções como as da Fazenda Descalvados com capela, casa grande, alojamento de operários e galpões industriais, que ainda são utilizadas pelo eco-turismo. A navegação no Rio Paraguai também proporcionou a chegada de novos materiais de construção e novas influências, o que resultou em uma arquitetura eclética e rebuscada em grande parte dos imóveis do centro histórico de Cáceres.

Fonte: Portal Terra/Steffanie Schimidt // Copa no Pantanal



Mais uma cidade mato-grossense com seu acervo arquitetônico histórico tombado para melhor preservação.

Pra quem não conhece esse importantíssimo acervo coloco aqui algumas fotos...

Fazenda Jacobina - Sec. XVII



@Prefeitura de Cáceres

Fazenda dos Descalvados



@RMTV

Edifícios Históricos

@Jandira

Câmara Municipal de Cáceres
[IMG][/IMG]
.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 14th, 2010, 03:39 AM   #4
Urbano Santista
Santista Tricampeão
 
Urbano Santista's Avatar
 
Join Date: Mar 2005
Location: São Paulo
Posts: 2,977
Likes (Received): 211

Gostei do espaço. Há tempos eu venho ensaiado criar um thread sobre a revitalização do Centro de Santos, mas a preguiça não deixa. Então, enquanto isso, acho que essa notícia cabe bem aqui.

Achei ótima esta reurbanização, o centro precisava disso faz tempo, o urbanismo da região, excluindo o entorno da Rua XV, é terrível. Porém estão perdendo uma excelente oportunidade para enterrar os fios. Será que ninguém pensou nisso?

___________________________________________

Centro de Santos terá 12 ruas reurbanizadas

O Centro Histórico de Santos começa em janeiro a passar pela segunda grande intervenção urbanística dos últimos 24 anos. O projeto inclui a reurbanização de 12 ruas a um custo de R$ 3,94 milhões, sendo R$ 2,2 milhões provenientes do Departamento de Apoio e Desenvolvimento das Estâncias (Dade), do Governo do Estado, e o restante dos cofres municipais. As obras estão licitadas e contratadas e terão início já na primeira quinzena de 2011. A grande novidade é a retirada de todo o sistema de grelhas que passa no meio da calçada da Rua Amador Bueno, na maior parte de sua extensão, e de outras vias como a Frei Caneca. O sistema de drenagem será reestruturado e as calçadas e a rua, niveladas. "Esse sistema de grelhas no meio do calçamento foi implantado em 1987, com um projeto de urbanização. As calçadas foram alargadas e ficaram desniveladas", lembrou o prefeito João Paulo Papa. "A manutenção desses equipamentos é muito difícil e as grelhas começaram a se deteriorar, causando risco aos pedestres". As calçadas manterão a mesma largura, mas uma parte será rebaixada, assim como o asfalto da rua, para ficar em um mesmo nível. "As administrações anteriores foram pavimentando em cima do que já estava feito. Então, há pontos em que o rebaixamento chegará a meio metro".

DUAS FRENTES

As intervenções serão realizadas em duas frentes. Uma delas, prevista em contrato com a Termaq (vencedora da licitação), inclui toda a extensão das ruas João Pessoa e Amador Bueno. Além da retirada das grelhas - no caso da segunda rua - ambas as vias terão repavimentação e troca de calçamento, de mosaico para concreto liso, igual ao já instalado em parte da General Câmara. O sistema de drenagem será refeito, a iluminação duplicada, e o projeto de paisagismo prevê a plantação de árvores no trecho da Rua João Pessoa entre a Rua Brás Cubas e o Porto (parte no Centro e parte no Paquetá). No restante da extensão da via e na Amador Bueno, serão colocados vasos de concreto com plantas para dar aspecto mais agradável às ruas, afirmou o prefeito Papa. Em outra frente, a Prisma Engenharia, vencedora desta segunda licitação, trabalhará na repavimentação asfáltica e implantação de calçamento de concreto liso nas ruas locais e transversais, no quadrilátero compreendido entre as ruas Brás Cubas e a São Bento. Neste trecho estão inclusas também as vias Tuiuty, José Ricardo, Conde D'Eu, Frei Gaspar, Riachuelo, Dom Pedro II, Itororó e Cidade de Toledo. Nas ruas XV de Novembro e do Comércio, o calçamento em mosaico português será mantido e apenas recuperado, devido às características das vias, originais do início do século passado.

CRONOGRAMA

As duas frentes de trabalho começam ao mesmo tempo. Na Amador Bueno, terão início na Praça dos Andradas e irão em direção ao Paquetá. Na João Pessoa, as intervenções serão realizadas no sentido oposto. O secretário de Infraestrutura e Edificações, Antônio Carlos Silva Gonçalves, ressaltou que as obras serãoexecutadas, sempre que possível, em horário noturno e aos finais de semana, para atrapalhar o mínimo possível o funcionamento do comércio. Segundo o prefeito, a divulgação do cronograma de intervenções será semanal e feita, inclusive, de porta em porta. O serviço deve ser totalmente concluído em seis meses. "A infraestrutura do Centro é muito antiga e precisa de uma grande reurbanização, que vai atrair mais investimentos para essa região".



À esquerda calçada atual. À direita trecho onde já foi instalado o concreto.


Fonte: Jornal A Tribuna de 12/12/2010
Urbano Santista no está en línea   Reply With Quote
Old December 14th, 2010, 01:57 PM   #5
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,966
Likes (Received): 1415



Nossos centros históricos andam precisando mesmo de uma reurbanização/reestruturação...

Cuiabá está jogada as moscas...

__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 15th, 2010, 05:35 PM   #6
Romão
Ladrão constitucionalista
 
Romão's Avatar
 
Join Date: Jul 2008
Location: Coxinlândia
Posts: 18,525
Likes (Received): 24967

O do Recife o que resta de pé tá quase desabando, só falta agora a lama subir e carregar tudo
__________________
Se não for de esqueda nem do PT, é permitido roubar. Movimento em favor da corrupção seletiva.
Romão no está en línea   Reply With Quote
Old December 15th, 2010, 11:34 PM   #7
PHCastro
Registered User
 
PHCastro's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Santo André - SP
Posts: 2,635
Likes (Received): 95

Quote:
Originally Posted by Urbano Santista View Post
Gostei do espaço. Há tempos eu venho ensaiado criar um thread sobre a revitalização do Centro de Santos, mas a preguiça não deixa. Então, enquanto isso, acho que essa notícia cabe bem aqui.

Achei ótima esta reurbanização, o centro precisava disso faz tempo, o urbanismo da região, excluindo o entorno da Rua XV, é terrível. Porém estão perdendo uma excelente oportunidade para enterrar os fios. Será que ninguém pensou nisso?
(...)
Cara, eu ia comentar exatamente isso! Duvido que o enterramento dos fios encareceria consideravelmente as obras a ponto de inviabilizá-las do ponto de vista econômico.
De qualquer maneira, não deixa de ser uma ótima notícia. Santos, por ser parada de inúmeros cruzeiros, tem de explorar melhor seu potencial turístico, principalmente nas localidades próximas à região portuária.
PHCastro no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 12:21 AM   #8
Valter
Registered User
 
Valter's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Uberlândia - Araxá - Carmo do Paranaíba - Bambuí
Posts: 9,539
Likes (Received): 2070

GPA&A ganha prêmio inédito do IAB-MG

O Instituto dos Arquitetos do Brasil, seção Minas Gerais, anunciou esta semana os vencedores de sua 12ª premiação anual e, pela primeira vez na história do concurso, homenageou um escritório pelo conjunto das obras apresentadas. O inédito Prêmio Especial do Júri foi entregue à GPA&A, pelos projetos Casa Manacás, em Nova Lima, Sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Centro de Referência Ecológica e da Cultura, em Belo Horizonte.

É um reconhecimento muito bacana, cujo valor também se revela pelo peso da comissão que julgou os trabalhos. Um júri nacional, com profissionais reconhecidos e de grande responsabilidade. Para a GPA&A, receber este prêmio é uma grande alegria e, principalmente, um incentivo para continuar fazendo uma arquitetura voltada para as questões da cidade.

Abaixo, o projeto para a sede do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, um dos trabalhos premiados. Com sua imagem forte e serena, o prédio pretende representar o poder de coesão dos trabalhadores e a importância da luta pelos seus direitos. A estrutura é limpa, simples e aérea. Na superfície frontal, uma grande porta e, na fachada oeste, linhas longas e contínuas. As curvas do movimento lembram bandeiras alinhadas. Na parte interna, os percursos são claros e diretos.


[IMG]http://i55.************/2d2h76.jpg[/IMG]

[IMG]http://i55.************/6ntahy.jpg[/IMG]

http://blog.gustavopenna.com.br/2010...ito-do-iab-mg/
__________________
Como D. Beja Araxá nasceu camponesa.E, como D. Beja, também conheceu a adversidade, sendo o objeto de desejo de poderes superiores. O Estado apropriou-se de suas fontes, maculando sua beleza, ainda que a recompensasse com um rico patrimônio. Por ele, Araxá conheceu o mundo, e o mundo a conheceu. Hoje, D. Beja é Araxá, espelho de suas convicções e metáfora de suas contradições. Nela se refletem simultaneamente, as imagens do seu presente, as representações históricas e as verdades míticas do seu passado; as projeções para o futuro. Rosa Maria Spinoso
Valter no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 01:32 AM   #9
Urbano Santista
Santista Tricampeão
 
Urbano Santista's Avatar
 
Join Date: Mar 2005
Location: São Paulo
Posts: 2,977
Likes (Received): 211

Lindo este edifício! Já está sendo construído?

Quote:
Originally Posted by PHCastro View Post
Cara, eu ia comentar exatamente isso! Duvido que o enterramento dos fios encareceria consideravelmente as obras a ponto de inviabilizá-las do ponto de vista econômico.
De qualquer maneira, não deixa de ser uma ótima notícia. Santos, por ser parada de inúmeros cruzeiros, tem de explorar melhor seu potencial turístico, principalmente nas localidades próximas à região portuária.
Pois é, já que vão ter que quebrar toda a calçada... Foi muita falta de visão. O Centro é muito poluído visualmente, além da fiação elétrica e de comunicações ser horrenda há ainda a rede aérea dos tróleibus e dos bondes. Estas últimas, se sozinhas, não influenciariam tanto, porém o conjunto todo fica feio.
Urbano Santista no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 01:38 AM   #10
Valter
Registered User
 
Valter's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Uberlândia - Araxá - Carmo do Paranaíba - Bambuí
Posts: 9,539
Likes (Received): 2070

^
No site do sindicato encontrei a seguinte informação:

Atualmente, o projeto criado por Penna se encontra em fase de aprovação junto à Prefeitura de Betim. A etapa seguinte será dedicada à elaboração de projetos complementares – sondagem, fundação, estrutura, elétrico, hidráulico, luminotecnia, ventilação, caixilharia, visualização e paisagismo – que, depois de prontos, serão repassados ao arquiteto, a quem caberá o desenvolvimento do projeto executivo.

A futura sede será construída em um terreno comprado pelo Sindicato em janeiro de 2008. A área possui 2.425 metros quadrados e está situada na Avenida Bandeirantes, no bairro Vila Recreio.
Após ser condecorado, Penna concedeu uma entrevista à página do Sindicato na internet. Leia abaixo:



Como o senhor reagiu ao convite feito pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Betim?
A arquitetura é parceira do homem em tudo o que ele faz, é ferramenta do homem. O homem sem o seu espaço seria um homem mais reduzido, empobrecido. Um homem sem casa é um homem sem lugar no mundo. Um sindicato sem casa é um sindicato sem força. Porque ele precisa reunir pessoas e trabalhar as várias dimensões da vida sindical, acolher os momentos de reivindicação em seu próprio lugar.
Quando fui convidado a idealizar este projeto me imaginei construindo um lugar para uma ação sindical, de uma instituição que trabalha pela valorização do trabalho, que é fundamental para que o nosso país se movimente. O reconhecimento da força de trabalho é fundamental para que tenhamos uma sociedade harmônica. Neste sentido, a arquitetura não é supérflua, é fundamental.

O que busca essencialmente ao projetar uma construção?
Costumo dizer que faço um gesto. Quero que minha arquitetura seja um gesto, portanto, ela tem que simbolizar alguma coisa, uma intenção. Quando elaborei este projeto busquei imaginar que gesto seria o que mais simbolizaria a ação sindical. Imaginei um espaço claro, transparente, integrado, uma vez que a ação sindical é colegiada, é o fazer coletivo. Então, o prédio tem essa missão, de fazer um gesto de congregação. A janela frontal é grande porque quer dizer que ali caberão as reivindicações da categoria; o prédio é límpido porque não se precisa esconder nada, ao contrário, é um sindicato que tem orgulho de sua missão. Neste sentido, o gesto procura sintetizar esse caráter social e de luta.

Que relação o projeto busca estabelecer com a categoria?
Em primeiro lugar, a porta não é seletiva. Há limites, mas não ferozes. São transparências, que convidam as pessoas a participarem. Em segundo, à medida que se caminha no prédio não se vê placas de sinalização, pois só de percorrer os espaços se vê o que está acontecendo em cada um dos locais. Há interação em todos os níveis. O salão de entrada possui 450 metros quadrados, integrado à galeria. Logo, será possível acomodar 2.500 pessoas em um dia de manifestação.

Há alguma especificidade no projeto pelo fato de ele se destinar à categoria metalúrgica?
Procurei fazer com estrutura metálica, que, às vezes, não é tão barata. Mas o prédio pede estrutura metálica, porque ela é monolítica, é uma coisa só. O concreto possui ferro e cimento, ao contrário do aço, que é uma matéria única, um nervo só. Então, acho que a ideia da estrutura metálica, com as lajes de concreto, tem também esta ideia do sindicato, de esbelteza, velocidade e unidade.

http://www.metalurgicosdebetim.org.b...e-do-sindicato
__________________
Como D. Beja Araxá nasceu camponesa.E, como D. Beja, também conheceu a adversidade, sendo o objeto de desejo de poderes superiores. O Estado apropriou-se de suas fontes, maculando sua beleza, ainda que a recompensasse com um rico patrimônio. Por ele, Araxá conheceu o mundo, e o mundo a conheceu. Hoje, D. Beja é Araxá, espelho de suas convicções e metáfora de suas contradições. Nela se refletem simultaneamente, as imagens do seu presente, as representações históricas e as verdades míticas do seu passado; as projeções para o futuro. Rosa Maria Spinoso
Valter no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 05:47 AM   #11
Rio atrato
Registered User
 
Rio atrato's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Goiânia/Uberaba, BRASIL
Posts: 28,306
Likes (Received): 56489

Em São Paulo, palacete de 1913 será demolido para construção de Edificio




A história da música se repete na esquina da rua Augusta com a Dona Antônia de Queirós (centro de SP): um "palacete assobradado", usado como cortiço e cuja história é desconhecida do patrimônio histórico, dará lugar a um edifício

Comprado pela construtora Esser, que não deu detalhes sobre o empreendimento, tampouco de quem comprou e quanto pagou pela área, o terreno dará lugar a mais um dos vários empreendimentos que surgem na região e que elevam o preço do metro quadrado na área à casa dos R$ 6.000.

O valor é o mesmo encontrado em bairros nobres como Vila Madalena, Brooklin e Moema.

Esta valorização está expulsando os tradicionais prostíbulos da Augusta para dar lugar, além de prédios de alto a padrão, a bares, clubes e restaurantes.

Na última sexta, "veio os home co'as ferramenta". O novo dono mandou derrubar a construção, que havia anos estava em péssimo estado de conservação. Deu três dias para desocupação.

Segundo o engenheiro responsável pela demolição, o trabalho de desmonte do casarão duraria no máximo duas horas se fosse feito mecanicamente. Como não há espaço para o maquinário, a intervenção será manual e vai durar cerca de um mês.

SEM TETO

Mas nem todos os atuais seis moradores pegaram as coisas e foram pro meio da rua apreciar a demolição. O pedreiro José Raimundo da Silva, 59, que invadiu o local há seis anos, teve que ficar. "Não se aluga nada hoje em dia sem contrato e isso demora uns dias", contou.

A demolição começou com ele dentro mesmo. Ontem, seu José, que até poucos dias atrás se reunia com os companheiros de maloca na calçada do prédio para jogar dominó e fazer churrasquinho, reclamava que seu quarto já estava sem teto. A chuva molhou seus documentos. "Ninguém veio nem avisar. Achei uma sacanagem", diz.

Tão dramática quanto a história de seu José é a desse imóvel, cuja origem é praticamente desconhecida.

Os integrantes do movimento Preserva São Paulo, especialistas em rastrear a história do patrimônio da cidade, não descobriram nada. Um deles avalia que o prédio seja em estilo "art nouveau".

Os órgãos de patrimônio tampouco se interessaram pela construção. Não há qualquer resolução de tombamento no Departamento de Patrimônio Histórico do município. Conpresp, Condephaat e Iphan desconhecem a obra.

Mesmo o prolífico Google encontra apenas uma referência ao antigo palacete. De acordo com o site São Paulo Antiga, ele data de 1913. Mas, em seu frontão, nem a indicação de data ficou.

Questionada se manteria pelo menos a fachada do edifício, a construtora Esser se negou a responder.
Rio atrato no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 12:52 PM   #12
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,966
Likes (Received): 1415

Quote:
Originally Posted by Romão View Post
O do Recife o que resta de pé tá quase desabando, só falta agora a lama subir e carregar tudo
é assim por quase todo o país (especialmente nas grandes cidades)...

Temos um acervo arquitetônico histórico riquíssimo e não sabemos aproveitar.

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2010, 12:54 PM   #13
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 13,966
Likes (Received): 1415

Quote:
Originally Posted by rio atrato View Post



A história da música se repete na esquina da rua Augusta com a Dona Antônia de Queirós (centro de SP): um "palacete assobradado", usado como cortiço e cuja história é desconhecida do patrimônio histórico, dará lugar a um edifício

Comprado pela construtora Esser, que não deu detalhes sobre o empreendimento, tampouco de quem comprou e quanto pagou pela área, o terreno dará lugar a mais um dos vários empreendimentos que surgem na região e que elevam o preço do metro quadrado na área à casa dos R$ 6.000.

O valor é o mesmo encontrado em bairros nobres como Vila Madalena, Brooklin e Moema.

Esta valorização está expulsando os tradicionais prostíbulos da Augusta para dar lugar, além de prédios de alto a padrão, a bares, clubes e restaurantes.

Na última sexta, "veio os home co'as ferramenta". O novo dono mandou derrubar a construção, que havia anos estava em péssimo estado de conservação. Deu três dias para desocupação.

Segundo o engenheiro responsável pela demolição, o trabalho de desmonte do casarão duraria no máximo duas horas se fosse feito mecanicamente. Como não há espaço para o maquinário, a intervenção será manual e vai durar cerca de um mês.

SEM TETO

Mas nem todos os atuais seis moradores pegaram as coisas e foram pro meio da rua apreciar a demolição. O pedreiro José Raimundo da Silva, 59, que invadiu o local há seis anos, teve que ficar. "Não se aluga nada hoje em dia sem contrato e isso demora uns dias", contou.

A demolição começou com ele dentro mesmo. Ontem, seu José, que até poucos dias atrás se reunia com os companheiros de maloca na calçada do prédio para jogar dominó e fazer churrasquinho, reclamava que seu quarto já estava sem teto. A chuva molhou seus documentos. "Ninguém veio nem avisar. Achei uma sacanagem", diz.

Tão dramática quanto a história de seu José é a desse imóvel, cuja origem é praticamente desconhecida.

Os integrantes do movimento Preserva São Paulo, especialistas em rastrear a história do patrimônio da cidade, não descobriram nada. Um deles avalia que o prédio seja em estilo "art nouveau".

Os órgãos de patrimônio tampouco se interessaram pela construção. Não há qualquer resolução de tombamento no Departamento de Patrimônio Histórico do município. Conpresp, Condephaat e Iphan desconhecem a obra.

Mesmo o prolífico Google encontra apenas uma referência ao antigo palacete. De acordo com o site São Paulo Antiga, ele data de 1913. Mas, em seu frontão, nem a indicação de data ficou.

Questionada se manteria pelo menos a fachada do edifício, a construtora Esser se negou a responder.


Um crime isso...
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 17th, 2010, 12:46 PM   #14
thesapox
Registered User
 
thesapox's Avatar
 
Join Date: Jan 2006
Location: Campo Bom, RS
Posts: 3,673
Likes (Received): 25

^Lamentável que se justifique uma demolição dessas por "não se conhecer a história do prédio".
Acredito que se refiram ao histórico de ocupação do prédio, afinal, a sua materialidade é o maior documento histórico que se pode ter sobre ele. Mas afinal, querem o que, que a história brote sozinha do Google?
Que critérios norteiam a aprovação destas demolições?

Enfim, já cai de maduro o poder público se dar conta que o ''valor histórico'' (enquanto trajetória de ocupação do prédio) é só UM dos valores possíveis de um bem .
A representatividade de um período, a qualidade arquitetônica, técnica construtiva, formação de paisagem urbana, e muitos outros valores podem existir e se sobrepor ao conceito positivista de valorizar casas que foram ocupadas por "grandes nomes".
thesapox no está en línea   Reply With Quote
Old December 18th, 2010, 07:07 PM   #15
Wendell Rocha
Over the hills and
 
Wendell Rocha's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Far Away
Posts: 2,917
Likes (Received): 101

Aqui em Belém algumas construtoras fazem isso:

A invasão dos quintais



A ausência de áreas disponíveis e o preço dos terrenos nos principais bairros da capital paraense tem promovido um movimento interessante. Usar imóveis que estão tombados pelo patrimônio.

Explica-se. Aproveita-se a parte conservada para áreas comuns com estilo e usa-se os quintais para a construção da torre. Para isso, é claro, é preciso ter um acesso livre para as garagens.

O modelo foi testado com sucesso Pela Leal Moreira em Nazaré, pela Real, em Batista Campos, pela Marroquim em São Brás e agora deve ser mais uma vez usado pela Urbana, que tem produto similar na Serzedelo.

O foco são casas ao lado do imóvel onde viveu o ex-prefeito Lopo de Castro, hoje agência bancária. A idéia seria aproveitar o acesso do estacionamento da agência que dá justamente nos quintais para chegar as garagens e deixar a frente, com glamour, pelos preservados casarões.

É o mercado dando um jeito para driblar os problemas da overdose de lançamentos que fez os preços dispararem e os terrenos sumirem de Belém.

http://blogdoimovel.blogspot.com/201...-quintais.html
__________________
ARQUITETURA DA FELICIDADE
Wendell Rocha no está en línea   Reply With Quote
Old December 29th, 2010, 07:20 PM   #16
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Quote:
Parque de Eventos de Pirituba deverá ter PPP de R$ 6 bilhões

O governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo anunciam hoje parceria para construção de complexo com centro de convenções, shopping e arena multiuso em Pirituba, na zona norte da capital. Por meio de Parceria Público Privada (PPP), a Prefeitura será responsável pela elaboração e execução do projeto, que pode custar até R$ 6 bilhões. O governo do Estado deve atuar com melhorias de infraestrutura e transporte até o local.

A principal ação do governo do Estado definida até aqui é a construção de um acesso de cerca de um quilômetro que ligará a Rodovia dos Bandeirantes até as vias locais do bairro. A intenção é que não sejam usadas vias internas para chegar ao local.

A área, de 4,9 milhões de m², foi apontada em junho como alternativa para o estádio que receberia a abertura da Copa do Mundo e ganhou o apelido de Piritubão. A hipótese, porém, acabou descartada. Mas a ideia do complexo foi mantida.

Segundo a Prefeitura, o centro de exposições de 420 mil m² e capacidade para 6 mil espectadores será 'um dos três maiores do mundo'. Três torres comerciais e um hotel devem ser construídos, além do shopping center. A arena terá capacidade para 40 mil pessoas.O edital de licitação, que definirá o modelo de PPP, deve sair no primeiro semestre de 2011. 'O centro de convenções ficará pronto até 2014, para receber a convenção da Fifa (Federação Internacional de Futebol) para a Copa', disse o secretário do Trabalho, Marcos Cintra. E não é só. A promessa é terminar todo o complexo em 2020, para que São Paulo tente receber a Expo.

Link:http://estadao.br.msn.com/ultimas-no...entid=26946101

Last edited by Slice Shot; January 9th, 2011 at 07:08 PM.
Slice Shot no está en línea   Reply With Quote
Old January 9th, 2011, 07:07 PM   #17
Slice Shot
BANNED
 
Join Date: Jan 2010
Posts: 4,284
Likes (Received): 44

Quote:
Após 20 anos, Vale do Anhangabaú, no centro de SP, terá obras de revitalização.

Quase 20 anos após a conclusão de sua maior reforma, o Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, deve começar a receber novas obras de revitalização em 2011. A informação é da reportagem de Evandro Spinelli publicada na edição deste domingo da Folha (íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL).

De acordo com o texto, a ideia é que a obra, que começaria ainda neste ano, transforme o vale na principal praça da cidade. Como o projeto ainda não está pronto, não é possível saber o custo e o tempo de realização da obra. Mas as diretrizes já foram definidas e um esboço de como ficaria o Anhangabaú já foi feito pela Secretaria da Cultura.

Os banheiros instalados bem no meio do vale serão retirados para a construção de uma fonte. A região terá, ainda, quiosques para a instalação de bares e cafés. Na prática, o projeto vai retomar a ideia original da reforma realizada entre 1980 e 1992, que já previa um café no meio da praça.


Vista do Vale do Anhangabau, região central de SP, que terá edifício-garagem para atender Theatro Municipal

Reportagem do jornal: Folha de São Paulo link: http://www1.folha.uol.com.br/cotidia...alizacao.shtml

Last edited by Slice Shot; January 9th, 2011 at 07:32 PM.
Slice Shot no está en línea   Reply With Quote
Old January 11th, 2011, 11:07 PM   #18
Valter
Registered User
 
Valter's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Uberlândia - Araxá - Carmo do Paranaíba - Bambuí
Posts: 9,539
Likes (Received): 2070

Você sabe o que é o Penseiro?

Na cabeça do edifício, voltado para o norte e aberto à luz do sol, os pesquisadores terão um espaço reservado para sentar, pensar e se surpreenderem com novas idéias e soluções. Esse é o Penseiro, um lugar que simboliza e, ao mesmo tempo, estimula a curiosidade, a pergunta, a busca permanente pelo conhecimento. O ambiente inovador faz parte do projeto do novo prédio do Centro de Caracterização e Desenvolvimento de Materiais (CCDM), da UFSCar, que a equipe da GPA&A está desenvolvendo a pleno vapor.

Nossa proposta venceu em agosto do ano passado o concurso nacional realizado pela universidade, e o contrato foi assinado em dezembro. “Além de cumprir as questões técnicas inerentes, o projeto ampliou e qualificou o programa de necessidades, apresentando uma qualidade superior dos espaços internos e contemplando uma riqueza espacial alinhada à idéia do CCDM”, declarou o júri.

Com três pavimentos e aproximadamente 5.000 metros quadrados, o prédio será erguido no campus de São Carlos para abrigar modernos laboratórios, auditório, salas e uma ampla praça de convivência. A sustentabilidade é outra marca do edifício, que terá ventilação e iluminação naturais e recursos para coleta e reutilização da água da chuva. A continuidade dos espaços internos e externos e a ampla visão da mata preservada ao lado reforçam a relação harmoniosa com o entorno.

[IMG]http://i55.************/iom1qu.jpg[/IMG]

[IMG]http://i55.************/4js3gh.jpg[/IMG]

[IMG]http://i53.************/21chv2s.jpg[/IMG]

[IMG]http://i51.************/219p62x.jpg[/IMG]
__________________
Como D. Beja Araxá nasceu camponesa.E, como D. Beja, também conheceu a adversidade, sendo o objeto de desejo de poderes superiores. O Estado apropriou-se de suas fontes, maculando sua beleza, ainda que a recompensasse com um rico patrimônio. Por ele, Araxá conheceu o mundo, e o mundo a conheceu. Hoje, D. Beja é Araxá, espelho de suas convicções e metáfora de suas contradições. Nela se refletem simultaneamente, as imagens do seu presente, as representações históricas e as verdades míticas do seu passado; as projeções para o futuro. Rosa Maria Spinoso
Valter no está en línea   Reply With Quote
Old January 11th, 2011, 11:28 PM   #19
Bruno BHZ
.
 
Bruno BHZ's Avatar
 
Join Date: Nov 2002
Location: Belo Horizonte (e S.Paulo)
Posts: 15,605
Likes (Received): 23709

Pelas imagens deu para ver que era do Penna, antes de ler a matéria.

Vendo coisa assim para um concurso de 5.000m², não dá para esquecer a oportunidade perdida do século, o CAMG dado de bandeja pro velho gagá.
__________________
=)
Bruno BHZ no está en línea   Reply With Quote
Old January 12th, 2011, 02:28 AM   #20
Jeff Portella
BANNED
 
Jeff Portella's Avatar
 
Join Date: Jun 2010
Location: Rio de Janeiro
Posts: 511
Likes (Received): 1

Que nove feio penseiro, deveria se chamar pensadeira.
Jeff Portella no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 12:27 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu