daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Regionais > São Paulo > Notícias Paulistas



Reply

 
Thread Tools
Old November 27th, 2009, 12:45 AM   #1
Tamarindo Cobra
Inconsciente Coletivo
 
Tamarindo Cobra's Avatar
 
Join Date: Feb 2006
Location: Cidade Sanduiche
Posts: 6,147
Likes (Received): 55

ITA amplia número de vagas, de 120 para 250; constrói mais alojamentos; cria novos cursos; e consolida ligação com empresas

Instituto Tecnológico de Aeronáutica amplia vagas; e estreita
ligação com indústria aeronáutica, aeroespacial e de energia


Uma visão geral de como funciona o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e os planos de crescimento dessa que é uma das instituições de ensino maior prestígio do País são o foco do artigo "Perto dos 60, ITA Amplia Sua Atuação", de autoria de Virgínia Silveira, publicado no Valor Econômico de 18 de novembro. Outras duas matérias que tratam da escola, também escritas pela jornalista, "Ex-Alunos Ilustres Inspiram Candidatos" e "Parceria com Empresas Incentiva Novas Pesquisas", preenchem praticamente o restante da primeira página do caderno EU&Carreira da edição do jornal.

O ITA, localizado em São José dos Campos, a cerca de 100 quilômetros de São Paulo, é chamado, logo na abertura da matéria principal, de "berço da indústria aeronáutica brasileira", e descrito como "modelo de excelência na formação de profissionais diferenciados para o mercado de trabalho". Ao longo de 59 anos formou mais de 5 mil engenheiros, informa o texto. Agora, às vésperas do 60º aniversário, está prestes a dar um salto estrutural: inicia no ano que vem um novo curso de graduação, na área de engenharia aeroespacial, parte dos planos de expansão da instituição. Segundo informou à jornalista o reitor Reginaldo dos Santos (ex-aluno do ITA, formado em engenharia eletrônica em 1970), a meta final é mais que dobrar o número de alunos que admitidos a cada ano, passando dos atuais 120 para 250.

Em obras

Para isso, relata o artigo, já está finalizado o projeto para um novo alojamento, com capacidade para cerca de 1.200 alunos. Quando ficar pronto, começará a reforma e a modernização dos alojamentos para estudantes hoje existentes. Eles serão reservados aos alunos de pós-graduação, que poderão trazer suas famílias para residir no campus ― atualmente isso não é possível. Também serão reformadas as instalações da divisão de Ciências Fundamentais e do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva da Aeronáutica (CPORAER). Os projetos arquitetônicos de todas essas obras são doação da empresa Vale Soluções em Energia (VSE), explica o texto.

Cursos novos de graduação e pós

O reitor do ITA disse à jornalista que o novo curso começará a funcionar em 2010. Nesse primeiro ano, no entanto, estará aberto somente a alunos que estudam na instituição. "Já temos por volta de 10 alunos interessados", contou. A partir de 2011, passará a ser uma das escolhas possíveis para quem fizer o vestibular. Segundo Santos, o curso foi pedido pela Agência Espacial Brasileira (AEB), pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), os principais órgãos articuladores do programa espacial brasileiro. Ele vai formar pessoal qualificado para trabalhar nas áreas de atuação dessas entidades e em programas estratégicos do governo federal, principalmente nos campos de nanotecnologia e engenharia de materiais.

A área de pós-graduação também será expandida, e logo, informa o texto. Novos cursos, que atendam à crescente demanda do setor aeroespacial por profissionais vão ser criados em parceria com empresas. Com a VSE, por exemplo, o ITA vai oferecer, a partir de fevereiro, um curso de especialização em motores de combustão e um mestrado profissionalizante em turbinas a gás. Já o curso de especialização em aeronavegabilidade continuada e segurança da aviação se tornou mestrado. De acordo com a matéria, estão interessados nele a Infraero, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), a Polícia Federal, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e as companhias aéreas nacionais. A expansão seguirá o modelo do curso de mestrado profissionalizante na área de engenharia aeronáutica que a Embraer mantém há sete anos no ITA, para qualificação de engenheiros recém-formados.

Conforme informou Santos ao Valor, um dos objetivos da nova estratégia de pós-graduação da escola é promover maior integração dos cursos existentes hoje com os institutos de pesquisa e desenvolvimento do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA, antigo Centro Técnico Aeroespacial ― CTA), do qual o próprio ITA faz parte. "Temos vários projetos de desenvolvimento conjunto com o IAE e o Instituto de Estudos Avançados (IEAv) nas áreas de propulsão hipersônica e de sistemas inerciais, com aplicação no programa espacial brasileiro", disse ele.

Parcerias com o exterior

O artigo também se refere a cursos de pós-graduação que o ITA oferece em parceria com instituições de outros países. O exemplo citado é o mestrado profissionalizante na área de propulsão líquida para foguetes, uma cooperação com o Instituto de Aviação de Moscou. Ministrado por professores russos e brasileiros, tem dois anos de duração e um módulo prático conduzido nos laboratórios da Universidade Estatal de Tecnologia Aeroespacial, na Rússia.

Ainda na área internacional, o texto menciona programas de intercâmbio de alunos do ITA com universidades e instituições de renome, como a Nasa e o DLR, o centro espacial da Alemanha. Em relação a esse país, aliás, a matéria cita um acordo com a Universidade Técnica de Berlim, que vem recebendo dois alunos do ITA por ano e acaba de mandar para São José dos Campos 25 de seus estudantes. Outra instituição estrangeira citada é o Instituto Superior da Aeronáutica e do Espaço, da França, onde alunos do ITA podem fazer estágio.

Já os intercâmbios internacionais dos professores, afirma a matéria, costumam se restringir a congressos e cursos rápidos, pois 90% dos 181 docentes do ITA (22 deles admitidos este ano, por concurso) têm, no mínimo, doutorado. O texto informa que em 2009 houve 49 missões de professores para seminários e congressos no exterior, e 12 para cursos diversos.

Em busca de doações

O artigo do Valor relata também o plano do reitor de criar um fundo de doações, para que o ITA tenha outras fontes de recursos além dos orçamentários, sujeitos aos contingenciamentos do governo federal. "Com esse fundo teríamos uma administração independente, semelhante ao modelo aplicado em universidades americanas: 1/3 dos recursos vem de algum orçamento do Estado e de mantenedores, 1/3 de doações e o restante de projetos", disse Santos. Segundo ele, desde 2004 o ITA e a Fundação Casimiro Montenegro Filho ― cujo nome homenageia o fundador da escola e que gerencia os projetos de desenvolvimento e capacitação tecnológica do ITA com empresas, institutos de pesquisa e instituições de ensino superior ― vêm buscando uma forma legal de criar o fundo. "A ideia é que esse fundo possa aceitar doações diversas, inclusive de ex-alunos e empresas, que sirvam para alimentar a escola em momentos de baixa de recursos orçamentários", explicou o reitor.

O orçamento deste ano do ITA, que é mantido pelo Comando da Aeronáutica, subordinado ao Ministério da Defesa, é de R$ 6,5 milhões, informou Santos à repórter. A folha de pagamento consome outros R$ 23 milhões por ano. O artigo diz também que, além dos recursos orçamentários, a escola tem arrecadação própria, proveniente do alojamento dos alunos e dos cursos de pós-graduação, e recebe dinheiro por meio de emendas parlamentares, de verbas concedidas por órgãos de fomento à pesquisa e fundos setoriais, e dos convênios e contratos que tem com empresas. Segundo o texto, o ITA estima que a soma desses recursos chegará R$ 29 milhões em 2009.

Admissão disputada, carreira quase assegurada

O segundo dos três textos sobre o ITA que o Valor publicou, "Ex-Alunos Ilustres Inspiram Candidatos", registra que a cada ano 6 mil candidatos disputam as 120 vagas que a escola oferece para seus cinco cursos de graduação em engenharia, o que exige "um esforço acima da média, que começa muito antes do vestibular e só termina cinco anos depois, com a formatura". Quem tem sucesso na empreitada, no entanto, é recompensado: o artigo cita uma estimativa da reitoria segundo a qual mais de 90% dos alunos da instituição conseguem colocação enquanto ainda estão no último ano do curso. "As empresas começam a procurá-los na escola seis meses antes de se formarem", contou o reitor.

Neste artigo a jornalista pediu a três ex-alunos ilustres do ITA que falassem de suas experiências e da importância da formação que receberam na escola. Frederico Fleury Curado, presidente da Embraer desde 2007, formou-se em 1983 em engenharia mecânica aeronáutica e contou que entrou logo a seguir na empresa, como engenheiro trainee. Para ele, o ITA é um celeiro de talentos não apenas para a engenharia e a indústria, mas para outras áreas, como bancos e consultorias, por causa "da sólida formação acadêmica e da boa capacidade dos alunos".

Outro que falou ao jornal foi Ozires Silva, um dos fundadores da Embraer e ex-presidente da empresa, formado em engenharia aeronáutica em 1962. Segundo disse, os fundamentos sólidos da estrutura curricular do ITA fazem a diferença. Silva sublinhou que os alunos aprendem a "disciplina consciente" e por isso não precisam ser fiscalizados durante as provas. Dessa confiança também se recorda Jean Paul Jacob, hoje pesquisador emérito do Centro IBM de Pesquisas de Almaden, na Califórnia, engenheiro eletrônico formado na turma de 1959: "Era incrível, ninguém colava", afirmou ele à repórter. "A gente tinha plena consciência de que a mentira daria mais trabalho".

A jornalista também conversou com Fernanda Muzzio Almirão, aluna do último ano de engenharia de infraestrutura aeronáutica. A jovem passou dois anos num estágio no laboratório de automação do Massachusetts Institute of Technology (MIT) ― "trabalhei no projeto de um veículo aéreo não-tripulado para a Boeing", contou ― e obteve uma bolsa para estagiar seis meses na Universidade Joseph Fourier, em Grenoble, na França. "Agora estou buscando colocação na área de logística".

Pesquisas aplicadas

O terceiro artigo, "Parceria com Empresas Incentiva Novas Pesquisas", conta que o ITA possui mais de 50 laboratórios, "bem equipados e trabalhando em tempo real com a fronteira do conhecimento". Eles "dinamizam as aulas práticas dos quase 2.400 alunos" ― registre-se: 76% deles são do sexo masculino. O texto diz que, segundo a escola, cada disciplina dada em sala de aula tem um laboratório associado ao seu conteúdo.

Para manter sua estrutura de equipamentos atualizada, o ITA mantém parcerias com empresas ― entre 15 e 20, de acordo com a matéria. Um exemplo recente de parceria, conforme o artigo, é o Laboratório de Montagem Estrutural de Aeronaves (Lame), cooperação com a Embraer na qual alunos e professores trabalham no desenvolvimento e nos testes de um sistema de montagem robotizada da fuselagem de aviões da empresa. No ITA o projeto está sob responsabilidade do Centro de Competência em Manufatura (CCM), da Divisão de Engenharia Mecânica. O coordenador do CCM, professor Jefferson de Oliveira Gomes, informou ao Valor que quatro professores e 53 alunos ― metade deles da pós-graduação ― fazem o atendimento às demandas das empresas, que, além da Embraer, incluem a Petrobras, a Villares Metals e a ThyssenKrupp, entre outras. "Por ser menor, a estrutura do ITA permite maior conexão entre as diversas áreas que trabalham em um projeto", explicou Gomes. Em operação desde 2004, o CCM já atendeu mais de 85 empresas; dos R$ 30 milhões que já foram investidos nele, R$ 20 milhões vieram da iniciativa privada, conta o artigo.

"No ITA temos um ambiente bom para pesquisas, pois existe uma grande interação com a indústria, o que dá uma noção real do que o mercado demanda", declarou ao jornal Anderson Borille, um dos estudantes de pós-graduação que trabalham no CCM. Segundo Gomes, nos laboratórios do ITA existem atualmente oito patentes em andamento. (B.A.)


Fonte: Valor Econômico, 18 de novembro de 2009
http://www.inovacao.unicamp.br/repor...ex.php?cod=649
__________________
Questione tudo. Aprenda algo. Responda nada.

Tamarindo Cobra no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old November 27th, 2009, 01:04 AM   #2
RRC
SP 460 anos
 
RRC's Avatar
 
Join Date: Dec 2003
Location: São Paulo
Posts: 20,487

Uau, excelente! O ITA é na minha opinião o melhor curso superior do Brasil
__________________
Conheça SP
RRC no está en línea   Reply With Quote
Old November 27th, 2009, 01:16 AM   #3
Greatlakerman
Riopretense
 
Greatlakerman's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: São José Do Rio Preto-SP/Florianópolis-SC
Posts: 4,524
Likes (Received): 305

Ótimo.

Espero, no entanto, que mantenham o alto nível da prova.
__________________
Sé Catedral de São José - 20°48'38.31"S 49°22'46.15"W
Greatlakerman no está en línea   Reply With Quote
Old November 28th, 2009, 12:22 AM   #4
banzo
Banzo
 
banzo's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Patos de Minas/São Paulo
Posts: 1,841
Likes (Received): 288

Quote:
Originally Posted by RRC View Post
Uau, excelente! O ITA é na minha opinião o melhor curso superior do Brasil
Não tenho a menor dúvida. O MIT tropical. O pai de um dos meus companheiros de república dá aula lá.
__________________
Cidades são para pessoas.

BR-365 TRECHO PATOS-UBERLÂNDIA: DUPLICAÇÃO JÁ
banzo no está en línea   Reply With Quote
Old November 28th, 2009, 12:37 AM   #5
superkyo
Registered User
 
superkyo's Avatar
 
Join Date: Jul 2007
Location: SOROCABA-SP
Posts: 2,938
Likes (Received): 70

Jamais entraria de qualquer jeito...kkkkkkk
__________________
Projetos:
BRT - SOROCABA
superkyo no está en línea   Reply With Quote
Old November 28th, 2009, 02:39 AM   #6
EricoWilliams
Annoying Moderator
 
EricoWilliams's Avatar
 
Join Date: Sep 2005
Location: Brasil
Posts: 17,267

Tem que formar a elite pro novo Brasil que surge!
__________________
SSC Brasil
EricoWilliams no está en línea   Reply With Quote
Old November 28th, 2009, 08:51 PM   #7
Observador_SJC
etc
 
Observador_SJC's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: São Paulo / São José dos Campos
Posts: 1,563
Likes (Received): 351

Maravilha!!!
Muitos deles contribuem bastante pra cidade, espero que continuem
Observador_SJC está en línea ahora   Reply With Quote
Old November 28th, 2009, 11:30 PM   #8
paulista1978
Registered User
 
Join Date: Jul 2007
Posts: 6,165
Likes (Received): 433

Acho que toda universidade pública deveria ter um sistema para arrecadação de doações. Depender somente de impostos hoje em dia não dá.
paulista1978 no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 05:37 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu