daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old September 21st, 2008, 06:26 PM   #1
GIM
JK - O Presidente
 
GIM's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Belo Horizonte
Posts: 13,010
Likes (Received): 3928

Pedra Sabão de Minas: de Aleijadinho até hoje

Pedra-sabão vira arte nas mãos de artesãos mineiros

Mineral que fez de Aleijadinho, o maior expoente do barroco brasileiro, continua sendo fonte de criação de artistas, anônimos ou não, dos rincões de Minas Gerais
Paulo Henrique Lobato - Estado de Minas


Fotos: Jackson Romanelli/EM/D.A Press

Rulilber Moreira Ferreira aprendeu a arte com o pai e tem obras espalhadas por países europeus

Ouro Preto - A pedra-sabão, que fez de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho (1730/1814), o maior expoente do barroco brasileiro, também deu a Santa Rita de Ouro Preto, distrito da cidade-berço da Inconfidência Mineira, a 130 quilômetros de Belo Horizonte, o título de capital nacional da matéria-prima, cientificamente batizada de esteatita. Quase três séculos depois, as jazidas da região são a principal fonte de renda de boa parte dos moradores, que encantam turistas, principalmente estrangeiros, com as belas esculturas que retratam o rosto de Jesus e de vários santos, mas também figuras abstratas e objetos usados no dia-a-dia: jarros, panelas, fôrmas para pizza, porta-copos etc.

“A pedra-sabão é o coração de Santa Rita de Ouro Preto”, resume Reginaldo Rosa Guimarães, de 45 anos, que aprendeu o ofício, como a maioria dos artesãos da comunidade, ainda criança. “Nunca mexi com outra coisa. Assim, criei meus dois filhos.” Na oficina instalada atrás de sua casa, consegue o ganha-pão da família com a ajuda da mulher, dona Francisca Martins, de 44. Ela recorda que o primeiro contato com a matéria-prima ocorreu quando menina-moça. Hoje, experiente, leva pouco tempo para lapidar a rocha bruta. Em minutos, as ágeis mãos fazem esculturas que homenageiam São Francisco e outros discípulos de Deus. Mas seu maior prazer é dar forma a miniaturas do Cristo Redentor.

E, não por acaso, o Cristo original, imponente no alto do Corcovado, no Rio de Janeiro, também abençoa o distrito da cidade histórica, pois a imensa estátua, eleita uma das novas maravilhas do mundo, em 2007, é revestida com pastilhas de pedra-sabão de Santa Rita de Ouro Preto. “Na década de 1990, quando pedaços dele começaram a cair, foi feita a restauração. E as pastilhas de pedra-sabão foram buscadas em Santa Rita”, explica Flávio Orsini Nunes de Lima, proprietário da OPPS Mineração, empresa que participou da obra e que exporta peças produzidas no lugarejo para vários países da Europa e para os Estados Unidos.

Algumas obras enviadas ao mercado externo foram assinadas por Rulilber Moreira Ferreira, de 37, que aprendeu a arte com o pai. “Ele, falecido, é minha referência. Muitos de meus trabalhos foram parar na Itália, na França, em Portugal…”, conta, orgulhoso, o artesão. Em 2006, o rapaz ganhou o primeiro lugar no concurso da Festa da Pedra-Sabão, realizada no próprio distrito. De lá para cá, fez muitas peças. Várias são abstratas, como as que ele batizou de Laços da Amizade. Expostas na entrada de sua casa, são um atrativo para que os turistas conheçam seu atelier.

O pequeno cômodo não guarda apenas obras inspiradas em sua imaginação. Também há imagens de santos. Aliás, a religiosidade é marca registrada do lugarejo que, até 1938, era conhecido como Santa Rita de Cássia. O nome mudou, mas a fé continua forte no distrito fundado no início do século 18 por bandeirantes que chegaram à região percorrendo o leito do Ribeirão Falcão atrás de jazidas de ouro. Hoje, o distrito é o segundo mais populoso de Ouro Preto, com cerca de 5 mil moradores. Um deles é o extrovertido José Campos, de 55, que ganha por mês cerca de R$ 600 com as peças que produz.

Ele também aprendeu a manusear a rocha bruta com o pai. “Ele me ensinou e eu ensinei aos meus filhos. Criei todos os cinco com o dinheiro que a pedra-sabão me deu. Por diversas vezes, virei noite trabalhando”, recorda, enquanto admira, da janela de sua pequena casa, as peças que levam sua assinatura. Vizinho de seu Zé Campos, como os amigos o chamam, o artesão Cláudio Cunha, de 41, mais conhecido como Claudinho Pedra-Sabão, recebe muitos compradores de São Paulo e do estrangeiro.

Os artesãos mais antigos explicam que a pedra-sabão pode ser macia – por isso também é conhecida por pedra-talco – ou mais resistente. Aleijadinho usou, principalmente, a segunda. Foi com ela que ele criou, por exemplo, os famosos profetas de Congonhas.

A pedra-sabão é uma rocha compacta, composta de talco (também chamado de esteatite) e outros minerais, como magnezita, tremolita e quartzo. Não é muito dura, por causa da grande quantidade de talco. É encontrada em cores que vão do cinza ao verde. Dá a sensação de ser oleosa ou saponácea, derivando-se daí o nome de pedra-sabão. Os maiores depósito estão em Minas Gerais.






SANTA RITA DE OURO PRETO
Distrito de Ouro preto

População: Cerca de 5 mil moradores

Fundação: Distrito criado em 1938
Distância de

BH: 130 quilômetros
Distância de Ouro Preto: 30 quilômetros



1 - Grandes blocos da pedra bruta chegam às casas dos moradores e precisam ser lavrados. O artesão Jesus Gerônimo Guimarães, de 38 anos, não mede forças para lavrar a matéria-prima com o velho machado. Além da força, ele precisa de muita técnica, pois o corte precisa ser bem rente

2 - Depois de cortar os blocos em pequenos pedaços que serão transformados em cinzeiros, copos e outros objetos, o artesão cola a pedra-sabão numa base de ferro. Para isso, usa massa plástica, que demora cerca de 45 minutos para secar


3 - O pedaço de pedra-sabão preso pela massa plástica começa a ganhar forma num torno. São cerca de cinco minutos manuseando a ferramenta. É preciso agilidade e muita técnica para não quebrar a escorregadia matéria-prima

4 - O artesão usa três tipos de lixa para retirar a camada grossa da peça recém-criada. “A de número 50 retira todo o ‘rústico’ da pedra. Em seguida uso a 100, que tira a camada grossa. Por fim, a 400, que dá o acabamento”, conta Guimarães, que, como a maioria, aprendeu o ofício ainda jovem


____________________________________________________
link: http://www.uai.com.br/UAI/html/sessa..._interna.shtml
__________________
voto útil até o final, isto é, voto Aécio até o final do 2 ° turno, se houver!
****Beleza sem virtude é rosa sem perfume .****
GIM no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 03:11 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu