search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Geografia, Urbanismo e Demografia



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old June 20th, 2017, 01:53 AM   #1
dmferreirap
Registered User
 
dmferreirap's Avatar
 
Join Date: Feb 2016
Location: Grande Coimbra, Portugal
Posts: 527
Likes (Received): 174

Manifesto pela reorganização distrital de Portugal

Os distritos portugueses foram criados no século XIX e assumiram desde logo grande importância para o poder local e pertença de cada um a determinada região. Alguém de Viana do Alentejo, se estiver no Porto, provavelmente dirá que é da região de Évora. Não obstante, foram divisões desde logo “mal paridas”. Num tempo em que fronteiras naturais como rios ou serras tinham importância, isso não se verifica nos nossos dias. Temos um país bem conectado por auto-estradas de Caminha a Vila Real de Santo António, de Bragança a Lisboa.

Temos agora com o caso da tragédia de Pedrógão Grande, a evidência da má divisão distrital. Vemos em todos os casos a referência a Leiria, quando todos os vitimados vêm para Coimbra, não só pela maior capacidade hospitalar da cidade, bem como também pela maior proximidade. Pedrógão Grande situa-se a 50km de Coimbra, a 90km de Leiria. “Pertence” a Leiria. Podemos ver o mesmo em inúmeros casos. Espinho às portas do Porto, pertence a Aveiro. Belmonte às portas da Guarda, pertence a Castelo Branco. Ou Ourém ao lado de Leiria, pertence a Santarém. Mas sem dúvida que o caso mais ridículo a nível nacional é o do concelho da Mealhada – com localidades como Sargento-Mór, Adões, Quinta Branca ou Santa Luzia a 4 ou 5 kms – repito, 4 ou 5kms - dos primeiros bairros da cidade de Coimbra, pertencem ao distrito de Aveiro a 60kms de distância.

Como deveria ser reorganizado o Distrito de Coimbra...
Concelhos ganhos pelo Distrito de Coimbra:
- Mealhada (já referido);
Castanheira de Pêra, Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos, Ansião – todos estes concelhos situam-se a cerca de 50 kms de Coimbra e a 80/90kms de Leiria. Ligação rápida pela A13 e grande parte dos seus habitantes dirigem-se com naturalidade para Coimbra e não para Leiria.

Concelhos perdidos pelo Distrito de Coimbra:
- Mira, apesar de pertencer a Coimbra, fica mais próxima de Aveiro e tem ligação natural pela ria e actividades tradicionais.
- Tábua e Oliveira do Hospital passariam de Coimbra para o Distrito de Viseu. Ficam mais perto de Viseu assim como todo o enquadramento dos concelhos é de pertença à Beira Alta, não à Beira Litoral.
- Pampilhosa da Serra – do distrito de Coimbra para o de Castelo Branco. Historicamente, pertence à Beira Baixa, além de ficar mais próxima de Castelo Branco.

Concelhos neutros:
Anadia e Mortágua.
Anadia fica à mesma exacta distância, tanto de Coimbra, como de Aveiro.
Mortágua, a mesma situação, neste caso entre Coimbra e Viseu.
dmferreirap no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old June 20th, 2017, 02:24 AM   #2
Jogador Pensador
Interstellar
 
Jogador Pensador's Avatar
 
Join Date: Aug 2013
Location: Lisboa
Posts: 333
Likes (Received): 130

Eu concordo desde que estes distritos passem a ser chamados províncias como em Espanha, uma vez que em Espanha "distritos" são as freguesias de Madrid.

E depois podiam criar como em Espanha, as chamadas Deputações Provinciais que são no fundo instituições eleitas pelos vereadores de todos os munícipios dessa província e que servem para gerir os interesses económico-administrativos da província.
Jogador Pensador no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 02:36 AM   #3
dmferreirap
Registered User
 
dmferreirap's Avatar
 
Join Date: Feb 2016
Location: Grande Coimbra, Portugal
Posts: 527
Likes (Received): 174

Já que foste buscar o caso espanhol, muito mais complexo, os distritos portugueses equivalem às províncias espanholas. As 7 regiões NUTS III ou as províncias históricas portuguesas equivalem às "comunidades".
__________________
"Anoitece. Nas vielas e nas esquinas. Nas escadas e nas colinas. Nas calçadas feitas à mão e no bater do meu coração. Mas não me canso de percorrer, a cidade em que vim nascer. Onde o Mondego passa a correr.
É assim, esta Coimbra secular. Onde habitam todos os povos, de tantas raças, velhos e novos. A cidade mais luminosa. Bela, mágica, radiosa. De entre todas, a mais formosa. Coimbra, eu vou para sempre te cantar" - Adaptado
dmferreirap no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 11:29 AM   #4
UKuser
UKuser
 
Join Date: Nov 2014
Posts: 508
Likes (Received): 294

Sim, os distritos criados no século XIX já pouco reflectem a realidade territorial portuguesa. Basearam-se nos departamentos franceses para serem uma divisão intermédia entre as províncias e os municípios. Mas acho muito difícil haver alteração dos limites distritais, porque está previsto desaparecerem. Sim, já está previsto há muito tempo desaparecerem, mas continuam a ser usados para uma série de questões administrativas.

As comunidades intermunicipais seriam uma nova realidade administrativa para suplantar a importância dos distritos. Mas as comunidades intermunicipais estabelecidas em 2013 basearam os limites, em muitos casos, sobre a divisão distrital, como é o caso de Leiria ou Coimbra.
UKuser no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 11:55 AM   #5
Sperrel
Registered User
 
Sperrel's Avatar
 
Join Date: Apr 2014
Location: Porto
Posts: 220
Likes (Received): 64

Penso que em vez de continuarmos a utilizar os distritos como unidade basilar da organização geográfica do país, devíamos avançar com uma plano pensado para vários anos. Começando-se com a reforma municipal (o que provavelmente levaria com outra reforma das frguesias) e depois para a regionalização.

As CIM não têm grande lógica visto serem órgãos inter-municipais, um subsituto destas deveria encaixar-se numa lógica vertical com as novas regiões administrativas.
Sperrel no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 03:01 PM   #6
toniho
Registered User
 
toniho's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 10,941
Likes (Received): 2398

Desde quando é que distancia num mapa é soluçao para o que quer que seja?
__________________

RuiG21 liked this post
toniho no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 04:55 PM   #7
radiodependente
Registered User
 
Join Date: Jan 2015
Location: Aveiro
Posts: 91
Likes (Received): 50

Não vale a pena apostar nos distritos, sequer. Já deviam ter sido extintos. Temos de avançar para a criação de regiões administrativas o quanto antes.
radiodependente no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 06:48 PM   #8
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 104,587
Likes (Received): 6802

então e mapas? vá
__________________
::: Portuguese Forum :::

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 06:49 PM   #9
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 104,587
Likes (Received): 6802

este é o mais recente com as CIM:



Ali o Pinhal Interior ficou dividido.
__________________
::: Portuguese Forum :::

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 20th, 2017, 06:49 PM   #10
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 104,587
Likes (Received): 6802

Este era das NUTS III

__________________
::: Portuguese Forum :::

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old June 21st, 2017, 03:08 PM   #11
Portogaia
Registered User
 
Portogaia's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Barcelona
Posts: 2,602
Likes (Received): 210

Distritos? mas o objectivo é que desapareçam.
A palavra distrito em portugués pode ser traduzida por "provincia" en espanhol. A palavra distrito em espanhol pode ser traduzida por "freguesia urbana" en portugués.
Sao a mesma palavra mas nao significam o mesmo, a velha história do "embaraço/zo".

As cim sao as equivalentes às comarcas, se bem que o conceito de comarcas em Espanha só se entende em algumas regioes. Nao em todas.

Nao necessitamos usar Espanha como exemplo, isso sem é hora de acabar com a múltiple divisao de zonas em Portugal, é confusa.
Portogaia no está en línea   Reply With Quote
Old June 21st, 2017, 03:11 PM   #12
Portogaia
Registered User
 
Portogaia's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Barcelona
Posts: 2,602
Likes (Received): 210

Quote:
Originally Posted by Sperrel View Post
Penso que em vez de continuarmos a utilizar os distritos como unidade basilar da organização geográfica do país, devíamos avançar com uma plano pensado para vários anos. Começando-se com a reforma municipal (o que provavelmente levaria com outra reforma das frguesias) e depois para a regionalização.

As CIM não têm grande lógica visto serem órgãos inter-municipais, um subsituto destas deveria encaixar-se numa lógica vertical com as novas regiões administrativas.
AS cim tem muito mais lógica como entidades administrativas porque implicam a coesao territorial de concelhos semelhantes. Os distritos nao. Marco versus Póvoa, Mealhada versus Espinho, etc etc etc.
As cim sao mais pequenas e mais recentes e portanto revelam idiosincrasia entre elas e sao internamente mais semelhantes.

Acho que deveriam simplificar os nomes. AMP por Grande Porto ou Regiao do Porto, Beiras e Serra da estrela por Beira Alta... etc
__________________

radiodependente liked this post
Portogaia no está en línea   Reply With Quote
Old June 21st, 2017, 11:20 PM   #13
dmferreirap
Registered User
 
dmferreirap's Avatar
 
Join Date: Feb 2016
Location: Grande Coimbra, Portugal
Posts: 527
Likes (Received): 174

Quote:
Originally Posted by toniho View Post
Desde quando é que distancia num mapa é soluçao para o que quer que seja?
Claro que a proximidade geográfica é um factor a ter em conta.
E foram dados vários motivos.
__________________
"Anoitece. Nas vielas e nas esquinas. Nas escadas e nas colinas. Nas calçadas feitas à mão e no bater do meu coração. Mas não me canso de percorrer, a cidade em que vim nascer. Onde o Mondego passa a correr.
É assim, esta Coimbra secular. Onde habitam todos os povos, de tantas raças, velhos e novos. A cidade mais luminosa. Bela, mágica, radiosa. De entre todas, a mais formosa. Coimbra, eu vou para sempre te cantar" - Adaptado
dmferreirap no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 04:06 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu