daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Regionais > São Paulo > Notícias Paulistas

Reply
 
Thread Tools
Old February 1st, 2012, 03:56 PM   #381
Observador_SJC
etc
 
Observador_SJC's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: São Paulo / São José dos Campos
Posts: 1,660
Likes (Received): 496

INCLUSÃO DIGITAL À VISTA!

Saiba como se cadastrar para utilizar internet gratuita, em São José

A Prefeitura de São José dos Campos está com cadastramento aberto para residências que quiserem receber o sinal para utilizar a internet gratuita em 127 bairros mais afastados do centro da cidade. Poderão ser beneficiados até o limite de 20 mil imóveis, e a liberação do sinal será por ordem de inscrição.


Todos os moradores nas áreas de cobertura poderão se inscrever, mas inicialmente o acesso ficará disponível para 30% do total previsto. A cada mês o sinal é liberado para um novo grupo de residências, até completar o processo, no fim de maio, quando toda a área de cobertura estará atendida.

Os interessados em receber a internet gratuita e que moram na região de abrangência podem se inscrever em seis locais: Paço Municipal, Poupatempo e quatro postos regionais. Na inscrição, é preciso apresentar a inscrição imobiliária (carnê de IPTU), CPF, RG (ou documento com foto) e comprovante de endereço. Todos os documentos devem ser originais.

Se os dados estiverem corretos, o munícipe recebe o manual do usuário, com as orientações necessárias, o login e senha de acesso, a especificação do roteador - que deve ser comprado pelo interessado -, além de uma lista com nomes e endereços de instaladores treinados e empresas que vendem as antenas necessárias para o funcionamento do sistema.

O objetivo da iniciativa é oferecer internet gratuita por meio de rede sem fio (wireless), cuja velocidade é de 256 Kbps. Com o serviço, os usuários terão acesso às redes sociais, aos serviços de governo eletrônico e a outras oportunidades de desenvolvimento disponíveis por meio da web.

Mais detalhes em

Fonte: http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=113263&id2=1
Observador_SJC no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old February 2nd, 2012, 04:37 PM   #382
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by Observador_SJC View Post
Saiba como se cadastrar para utilizar internet gratuita, em São José

A Prefeitura de São José dos Campos está com cadastramento aberto para residências que quiserem receber o sinal para utilizar a internet gratuita em 127 bairros mais afastados do centro da cidade. Poderão ser beneficiados até o limite de 20 mil imóveis, e a liberação do sinal será por ordem de inscrição.


Todos os moradores nas áreas de cobertura poderão se inscrever, mas inicialmente o acesso ficará disponível para 30% do total previsto. A cada mês o sinal é liberado para um novo grupo de residências, até completar o processo, no fim de maio, quando toda a área de cobertura estará atendida.

Os interessados em receber a internet gratuita e que moram na região de abrangência podem se inscrever em seis locais: Paço Municipal, Poupatempo e quatro postos regionais. Na inscrição, é preciso apresentar a inscrição imobiliária (carnê de IPTU), CPF, RG (ou documento com foto) e comprovante de endereço. Todos os documentos devem ser originais.

Se os dados estiverem corretos, o munícipe recebe o manual do usuário, com as orientações necessárias, o login e senha de acesso, a especificação do roteador - que deve ser comprado pelo interessado -, além de uma lista com nomes e endereços de instaladores treinados e empresas que vendem as antenas necessárias para o funcionamento do sistema.

O objetivo da iniciativa é oferecer internet gratuita por meio de rede sem fio (wireless), cuja velocidade é de 256 Kbps. Com o serviço, os usuários terão acesso às redes sociais, aos serviços de governo eletrônico e a outras oportunidades de desenvolvimento disponíveis por meio da web.

Mais detalhes em

Fonte: http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=113263&id2=1
Muito boa esta noticia.. pena que não dá para jogar.. pois tem sites que são bloqueados...
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2012, 03:04 PM   #383
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Jackie Chan visita São José para receber jato da Embraer

Jackie Chan visita São José para receber jato da Embraer




Ator chinês desembarca hoje na cidade para fotos e gravação de publicidade; depois, volta para casa a bordo do Legacy

Arthur Costa
São José dos Campos

Mais novo garoto-propaganda da Embraer, o astro de Hollywood Jackie Chan desembarca hoje em São José dos Campos para receber seu jato executivo Legacy 650, avaliado em US$ 30 milhões (R$ 51,6 milhões).
O ator chinês, astro de filmes como ‘A Hora do Rush’ e ‘Karate Kid’, vai passar o dia na empresa, conhecendo as instalações e participando de ações de publicidade para o mercado asiático. Às 17h, acontece a cerimônia de entrega do avião, estilizado a pedido do ator.
O jato terá um dragão pintado em vermelho e amarelo, cores da China. É bom lembrar que este é o ano do dragão no zodíaco chinês.
Chan foi contratado pela Embraer para ser garoto-propaganda do segmento executivo na Ásia. A intenção é utilizar a imagem do ator para penetrar no mercado asiático, em especial na China, onde o potencial de vendas na aviação executiva para os próximos 10 anos é estimada em US$ 21 bilhões.

Carreira. Nascido em Hong Kong, o astro de 57 anos ficou conhecido por filmes de ação como ‘Operação Dragão’, ‘A Hora do Rush’, em parceria com o norte-americano Chris Tucker, e a animação ‘Kung Fu Panda’.
Recentemente, participou da regravação do filme Karate Kid, o qual protagonizou com Jaden Smith, filho do ator Will Smith.
Chan descobriu seu talento para artes marciais ainda garoto. Aos seis anos, era aluno da Academia Chinesa de Drama, onde foi submetido a aulas de atuação, música e dança. Mais tarde, recebeu o convite de um produtor para participar de um filme como dublê, o que nunca mais parou de fazer.
Ao longo de toda sua carreira, o ator nunca utilizou dublês para suas cenas de ação. Conhecido por seu perfeccionismo no estúdio, acumula inúmeros acidentes como fraturas no tornozelo, dedos e no nariz.
O ator possui como marca registrada a utilização de diversos objetos como ‘arma’ durante cenas de ação e a exibição de erros de gravação ao final de seus filmes.

Formação. Além de ator, Chan é produtor, roteirista, coreógrafo, diretor de cinema e cantor. É especialista em artes marciais --já estudou hapkido e vários estilos de kung fu, como drunken fist, wing chun, shaolin do norte, monkey style e wushu.
“O Legacy 650 da Embraer é uma aeronave perfeita devido à sua combinação de ampla e confortável cabine, longo alcance, modernos aviônicos, eficiência operacional e excelente confiabilidade. Espero em breve voar nesta maravilhosa aeronave”, disse Jackie Chan, por meio de comunicado enviado pela Embraer.
Após a cerimônia na Embraer, Chan deve deixar o Brasil no próprio Legacy.

Estratégia. Para o economista da Unicamp, especializado em mercado de aviação, Marcos Barbieri, a aposta da Embraer em Chan é acertada.
“É um artista conhecido, um ídolo não só na China como em toda a Ásia. Investir na China é fundamental. O setor executivo depende da economia do país e, neste ponto, não há melhor mercado”, disse.
A demanda de jatos executivos para os próximos 10 anos na China é estimado em 630 aeronaves. Atualmente, Embraer possui frota superior a 100 jatos comerciais voando no país. Segundo a empresa, seus jatos lideram o mercado de aviação regional chinês, com 76% de participação.



Famosos reforçam o 'time' de propaganda
São José dos campos

Além de Chan, outras personalidades já fizeram campanhas publicitárias para os jatos executivos da Embraer.
É o caso do ex-piloto de fórmula 1 Rubens Barrichello, o cavaleiro Rodrigo Pessoa e o velejador Lars Grael.
Entre os clientes famosos de jatos da empresa estão a cantora Claudia Leite, que possui um Phenom 100, a dupla sertaneja Victor e Leo, que tem o mesmo modelo, o empresário Eike Batista, oitavo homem mais rico do mundo com fortuna avaliada em US$ 30 bilhões, que adquiriu um Legacy 600, e o próprio Barrichello, também proprietário de um Legacy 600.
Já o também ex-piloto de fórmula 1 Nicki Lauda, dono da companhia aérea Niki Luftfahrt, comprou três E-190, recordista de vendas no mercado de aviação comercial. Em maio de 2009, Lauda esteve em São José para receber a primeira aeronave encomendada.
Visita. No ano passado, Bruce Dickinson, vocalista da banda de rock Iron Maden visitou a Embraer. Piloto, ele levou uma aeronave até o Rio de Janeiro e disse ter a intenção de adquirir o modelo no futuro.

fonte:http://www.ovale.com.br/nossa-regi-o...braer-1.214672
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2012, 03:09 PM   #384
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Gleba é mote de polêmica em redes sociais; internautas defendem doação de terras a famílias sem-teto

Gleba é mote de polêmica em redes sociais; internautas defendem doação de terras a famílias sem-teto


Carolina Teodora
São José dos Campos

Principal avalista do movimento sem-teto em São José dos Campos, o Sindicato dos Metalúrgicos mantém abandonado um terreno de pelo menos 3.000 metros quadrados no distrito de Eugênio de Melo (zona leste da cidade).
A gleba é o mote da mais nova polêmica em torno da desocupação do Pinheirinho. Nas redes sociais, internautas contrários ao movimento sem-teto defendem que o terreno do sindicato seja doado às famílias desalojadas como prova do apoio irrestrito da entidade à causa.
Localizada às margens da estrada velha São Paulo-Rio de Janeiro, a área foi comprada há seis anos pelo Sindicato dos Metalúrgicos para construção de um clube para a categoria.
Até hoje, porém, o espaço de lazer não saiu do papel e o terreno permanece vazio, sem nenhuma benfeitoria.
“O sindicato manter um terreno improdutivo é mais um dos exemplos que mostram que o movimento é falso e politiqueiro. Eles não fazem o que defendem”, afirmou Alexandre Blanco, presidente de PSDB em São José.
“Eles \[sindicalistas\] só sabem usar essa população como massa de manobra para criar um clima de instabilidade na cidade”, completou.

Tabu. O projeto do clube é tratado como verdadeiro tabu pelo sindicato, que evita falar sobre o assunto.
Procurada pela reportagem, a entidade se negou a fornecer informações sobre o valor e a metragem do terreno --a gleba tem aproximadamente 40 metros de frente por 80 metros de comprimento, cercados por uma cerca de arame farpado com uma placa informando o proprietário.
Vizinhos do terreno são contrários a proposta da ‘corrente virtual’ de que a área seja doada aos sem-teto.
“Vivemos em paz aqui”, disse Maria Aparecida Lacerda, 63 anos, que mora do outro lado do terreno há 10 anos.
Outra moradora do bairro que não quis se identificar disse que ouviu dizer que a área vai se transformar em um clube. “Já ouvimos dizer várias coisas do terreno entre elas que iria se transformar em um condomínio residencial e o outro boato mais recente é que iria virar um clube”, disse.

Ligação. A ligação do Sindicato dos Metalúrgicos com o movimento sem-teto é forte.
A entidade sempre colocou sua estrutura à disposição dos sem-teto e, em contrapartida, sempre contou com os moradores do Pinheirinho para engrossar suas mobilizações --sejam políticas, como a campanha contra o aumento salarial dos vereadores, ou sindicais.
Também vem do sindicato o salário pago ao principal líder do movimento sem-teto, Valdir Martins de Souza, o Marrom, que ocupa um cargo ‘fantasma’ na instituição.
Marrom representa “a base de trabalhadores” da Tecsat, empresa que não tem mais fábrica em São José desde o final de 2007. Por mês, ele recebe cerca de R$ 3.000.
Marrom, que dedica 100% do seu tempo ao movimento, chegou a dizer à reportagem que o terreno de Eugênio de Melo não é do Sindicato dos Metalúrgicos, e sim de uma “associação de aposentados”, mas não quis dar mais detalhes sobre o assunto.



'Terreno pertence à categoria'
São José dos Campos

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São José, Vivaldo Moreira Araújo, afirma que o terreno em Eugênio de Melo “é dos 16 mil trabalhadores filiados à entidade”.
Para ele, é dever do Estado e da prefeitura garantir moradia aos ex-moradores do Pinheirinho. “É dever deles resolver a questão, que já estava resolvida mas o governo optou em tirar as famílias de lá.”
Segundo Vivaldo, uma possível doação do terreno aos sem-teto não é viável.
“Primeiro, porque não cabe à direção do sindicato decidir. Segundo, porque o terreno é dos trabalhadores, está com todos os impostos em dia e identificado. Diferente do Pinheirinho, que é de um especulador que deve muito dinheiro aos cofres públicos”.
Ele disse esperar que o sindicato tenha “estrutura financeira” para começar a obra do clube. “Desde a doação trabalhamos para regularizar a documentação da área.”



SAIBA MAIS

O terreno
O Sindicato dos Metalúrgicos mantém um terreno no bairro do Galo Branco há seis anos

Polêmica
Políticos da oposição e moradores de São José defendem que a gleba seja doada aos desabrigados do Pinheirinho

Clube
De acordo com o sindicato, é dever do Estado garantir moradia aos sem-teto e que terreno é de todos os 16.000 trabalhadores filiados.

fonte:http://www.ovale.com.br/nossa-regi-o...leste-1.214674
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2012, 04:16 PM   #385
Observador_SJC
etc
 
Observador_SJC's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: São Paulo / São José dos Campos
Posts: 1,660
Likes (Received): 496


Perfeito!
Observador_SJC no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2012, 04:17 PM   #386
Observador_SJC
etc
 
Observador_SJC's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: São Paulo / São José dos Campos
Posts: 1,660
Likes (Received): 496

Quote:
Originally Posted by PauloEdgar View Post
Jackie Chan visita São José para receber jato da Embraer




Ator chinês desembarca hoje na cidade para fotos e gravação de publicidade; depois, volta para casa a bordo do Legacy

Arthur Costa
São José dos Campos

Mais novo garoto-propaganda da Embraer, o astro de Hollywood Jackie Chan desembarca hoje em São José dos Campos para receber seu jato executivo Legacy 650, avaliado em US$ 30 milhões (R$ 51,6 milhões).
O ator chinês, astro de filmes como ‘A Hora do Rush’ e ‘Karate Kid’, vai passar o dia na empresa, conhecendo as instalações e participando de ações de publicidade para o mercado asiático. Às 17h, acontece a cerimônia de entrega do avião, estilizado a pedido do ator.
O jato terá um dragão pintado em vermelho e amarelo, cores da China. É bom lembrar que este é o ano do dragão no zodíaco chinês.
Chan foi contratado pela Embraer para ser garoto-propaganda do segmento executivo na Ásia. A intenção é utilizar a imagem do ator para penetrar no mercado asiático, em especial na China, onde o potencial de vendas na aviação executiva para os próximos 10 anos é estimada em US$ 21 bilhões.

Carreira. Nascido em Hong Kong, o astro de 57 anos ficou conhecido por filmes de ação como ‘Operação Dragão’, ‘A Hora do Rush’, em parceria com o norte-americano Chris Tucker, e a animação ‘Kung Fu Panda’.
Recentemente, participou da regravação do filme Karate Kid, o qual protagonizou com Jaden Smith, filho do ator Will Smith.
Chan descobriu seu talento para artes marciais ainda garoto. Aos seis anos, era aluno da Academia Chinesa de Drama, onde foi submetido a aulas de atuação, música e dança. Mais tarde, recebeu o convite de um produtor para participar de um filme como dublê, o que nunca mais parou de fazer.
Ao longo de toda sua carreira, o ator nunca utilizou dublês para suas cenas de ação. Conhecido por seu perfeccionismo no estúdio, acumula inúmeros acidentes como fraturas no tornozelo, dedos e no nariz.
O ator possui como marca registrada a utilização de diversos objetos como ‘arma’ durante cenas de ação e a exibição de erros de gravação ao final de seus filmes.

Formação. Além de ator, Chan é produtor, roteirista, coreógrafo, diretor de cinema e cantor. É especialista em artes marciais --já estudou hapkido e vários estilos de kung fu, como drunken fist, wing chun, shaolin do norte, monkey style e wushu.
“O Legacy 650 da Embraer é uma aeronave perfeita devido à sua combinação de ampla e confortável cabine, longo alcance, modernos aviônicos, eficiência operacional e excelente confiabilidade. Espero em breve voar nesta maravilhosa aeronave”, disse Jackie Chan, por meio de comunicado enviado pela Embraer.
Após a cerimônia na Embraer, Chan deve deixar o Brasil no próprio Legacy.

Estratégia. Para o economista da Unicamp, especializado em mercado de aviação, Marcos Barbieri, a aposta da Embraer em Chan é acertada.
“É um artista conhecido, um ídolo não só na China como em toda a Ásia. Investir na China é fundamental. O setor executivo depende da economia do país e, neste ponto, não há melhor mercado”, disse.
A demanda de jatos executivos para os próximos 10 anos na China é estimado em 630 aeronaves. Atualmente, Embraer possui frota superior a 100 jatos comerciais voando no país. Segundo a empresa, seus jatos lideram o mercado de aviação regional chinês, com 76% de participação.



Famosos reforçam o 'time' de propaganda
São José dos campos

Além de Chan, outras personalidades já fizeram campanhas publicitárias para os jatos executivos da Embraer.
É o caso do ex-piloto de fórmula 1 Rubens Barrichello, o cavaleiro Rodrigo Pessoa e o velejador Lars Grael.
Entre os clientes famosos de jatos da empresa estão a cantora Claudia Leite, que possui um Phenom 100, a dupla sertaneja Victor e Leo, que tem o mesmo modelo, o empresário Eike Batista, oitavo homem mais rico do mundo com fortuna avaliada em US$ 30 bilhões, que adquiriu um Legacy 600, e o próprio Barrichello, também proprietário de um Legacy 600.
Já o também ex-piloto de fórmula 1 Nicki Lauda, dono da companhia aérea Niki Luftfahrt, comprou três E-190, recordista de vendas no mercado de aviação comercial. Em maio de 2009, Lauda esteve em São José para receber a primeira aeronave encomendada.
Visita. No ano passado, Bruce Dickinson, vocalista da banda de rock Iron Maden visitou a Embraer. Piloto, ele levou uma aeronave até o Rio de Janeiro e disse ter a intenção de adquirir o modelo no futuro.

fonte:http://www.ovale.com.br/nossa-regi-o...braer-1.214672
Fiquei sabendo. Bem que podiam abrir para visitação dos fãs.
Observador_SJC no está en línea   Reply With Quote
Old February 3rd, 2012, 06:09 PM   #387
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by Observador_SJC View Post
Fiquei sabendo. Bem que podiam abrir para visitação dos fãs.
Sim verdade..
O Phenon é muito bom !! Se tivesse grana compraria um.. rs rs rs
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 6th, 2012, 05:54 PM   #388
Funbot
Registered User
 
Funbot's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Jacareí - São Paulo
Posts: 1,293
Likes (Received): 613

Governador Geraldo Alckmin assina decreto de criação da Fatec de Jacareí

Na última sexta-feira, 3 de fevereiro, o governador Geraldo Alckmin assinou o decreto de criação da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Jacareí.
A unidade recém-criada teve Vestibular para o primeiro semestre de 2012. O processo seletivo ofereceu 40 vagas no período da manhã para o curso superior de tecnologia em Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

A Fatec inicia suas atividades nas instalações da Etec Cônego José Bento. O Estado vai construir a nova sede da unidade no campus da escola técnica. A obra está em licitação.

Com Jacareí, a sétima faculdade de tecnologia na região de São José dos Campos, o Centro Paula Souza passa a administrar 52 Fatecs no Estado, distribuídas em 48 cidades paulistas. As outras unidades localizadas no Vale do Paraíba estão nos municípios de Cruzeiro, Guaratinguetá, Pindamonhangaba, São José dos Campos, São Sebastião e Taubaté.

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o Centro Paula Souza administra Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos em parceria com prefeituras ou empresas, sob a supervisão de uma Etec –, em mais de 270 cidades paulistas. As Etecs atendem cerca de 216 mil estudantes, no Ensino Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços. Nas Fatecs, mais de 54 mil alunos estão matriculados nos cursos de graduação tecnológica.
Funbot no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 02:09 AM   #389
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by Funbot View Post
Governador Geraldo Alckmin assina decreto de criação da Fatec de Jacareí

Na última sexta-feira, 3 de fevereiro, o governador Geraldo Alckmin assinou o decreto de criação da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Jacareí.
A unidade recém-criada teve Vestibular para o primeiro semestre de 2012. O processo seletivo ofereceu 40 vagas no período da manhã para o curso superior de tecnologia em Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

A Fatec inicia suas atividades nas instalações da Etec Cônego José Bento. O Estado vai construir a nova sede da unidade no campus da escola técnica. A obra está em licitação.

Com Jacareí, a sétima faculdade de tecnologia na região de São José dos Campos, o Centro Paula Souza passa a administrar 52 Fatecs no Estado, distribuídas em 48 cidades paulistas. As outras unidades localizadas no Vale do Paraíba estão nos municípios de Cruzeiro, Guaratinguetá, Pindamonhangaba, São José dos Campos, São Sebastião e Taubaté.

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, o Centro Paula Souza administra Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos em parceria com prefeituras ou empresas, sob a supervisão de uma Etec –, em mais de 270 cidades paulistas. As Etecs atendem cerca de 216 mil estudantes, no Ensino Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços. Nas Fatecs, mais de 54 mil alunos estão matriculados nos cursos de graduação tecnológica.
Ótima noticia !!!
Agora precisamos de mais faculdades federais .. somente temos a Unifesp e o ITA...
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 02:50 AM   #390
EricoWilliams
Annoying Moderator
 
EricoWilliams's Avatar
 
Join Date: Sep 2005
Location: Brasil
Posts: 17,311

Quote:
Originally Posted by PauloEdgar View Post
Ótima noticia !!!
Agora precisamos de mais faculdades federais .. somente temos a Unifesp e o ITA...
UFABC, UFScar e IFSP
__________________
SSC Brasil
EricoWilliams no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 12:37 PM   #391
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by EricoWilliams View Post
UFABC, UFScar e IFSP
Estas federais, aqui na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, são apenas a distância pela UAB...
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 12:41 PM   #392
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Agência Brasil reconhece erro em notícia sobre mortes no Pinheirinho

Agência Brasil reconhece erro em notícia sobre mortes no Pinheirinho



Agência de notícias oficial se retrata e reconhece que não houve a devida checagem da veracidade da informação sobre supostos mortos na operação de reintegração de posse do Pinheirinho

"A Agência Brasil errou no processo de apuração, edição e publicação da notícia OAB de São José dos Campos diz que houve mortos em operação no Pinheirinho, no dia 23 de janeiro. A notícia foi publicada com base em entrevista concedida à TV Brasil pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São José dos Campos, Aristeu César Pinto Neto, que também é advogado dos sem-teto. No entanto, não houve a devida checagem da veracidade da informação sobre supostos mortos na operação de reintegração de posse da área conhecida como Pinheirinho.

A entrevista foi gravada por uma equipe da TV Brasil que se deslocou para São José dos Campos, mas a parte que denunciava a morte não foi utilizada no noticiário televisivo por falta de confirmação ou comprovação. No entanto, a reportagem da Agência Brasil em São Paulo teve acesso à íntegra da gravação e considerou a informação relevante e suficiente para ser publicada, tendo em vista o advogado ter se apresentado como representante de uma instituição respeitável.

A Agência Brasil, embora tenha atendido a exigência de identificação da fonte da informação, não seguiu os demais procedimentos da boa prática de apuração, como recomenda o Manual de Jornalismo da Radiobrás, que ainda está em vigência.

"O jornalismo deve procurar o equilíbrio. O equilíbrio é o cuidado de ouvir os principais envolvidos e de apurar os aspectos mais importantes da notícia, para reportar os acontecimentos com objetividade. Ao apurar um fato, o jornalista deve analisar o interesse de cada pessoa ou grupo a ele relacionado. Tem que se perguntar quem é o afetado pela notícia e ir além da velha agenda de fontes, trazendo novos interlocutores para comentar o tema.
Ouvir sempre dois ou mais lados distintos de uma questão é fundamental para a equidade e para o desenvolvimento do trabalho de qualidade que a Radiobrás se propõe a fazer. Fontes da sociedade civil organizada devem ser consultadas e cidadãos não organizados devem ser considerados. A edição tem que se estruturar de maneira igualitária e seguir o bom senso. Cada personagem deve ocupar um tempo proporcional a sua importância relativa dentro da notícia. Quem foi criticado deve ter chance de responder”, diz o texto.

O Manual de Jornalismo da EBC, que está em fase de revisão, é claro ao exigir rigor nesse tipo de apuração. “Toda denúncia deve ser confirmada antes de ser publicada. A apuração de uma denúncia deve manter o seu caráter jornalístico, ou seja, a intenção de buscar informação para o cidadão não se confundir com a atuação da polícia, do Ministério Público ou de qualquer outro ente oficial de investigação. Se a denúncia tiver origem no trabalho do Jornalismo da EBC e não estiver publicizada por qualquer outro meio, deve-se conceder ao denunciado um prazo até 24 horas para sua manifestação”, diz o texto.

Neste caso, a denúncia estava publicizada, não apenas em redes sociais, mas até na imprensa internacional, que, antes mesmo da Agência Brasil, já mencionava a suposição de mortes. No entanto, a gravidade da denúncia requeria ao menos outra fonte fidedigna que a corroborasse.

Faz-se necessário assegurar aos nossos leitores que não houve má-fé da Agência Brasil ao publicar a matéria. Tampouco houve submissão desta agência a qualquer interesse de natureza política. O que ocorreu foi um erro jornalístico diante de uma situação de poucas e controversas informações em uma situação tumultuada.

A gravidade dos fatos e a urgência em noticiar informações sobre o assunto também levaram outros veículos a noticiar a possível ocorrência de mortes no conflito de Pinheirinho. É o caso do jornal britânico The Guardian, que informou ter recebido informações da mídia social que tratavam o despejo como um “massacre” e sobre a ocorrência de mortes não confirmadas.

“Ao longo do domingo [22], sites de mídia social estavam cheios de relatórios apocalípticos de um suposto "massacre" na comunidade. Um e-mail, enviado aos meios de comunicação internacionais, afirmou que havia relatos de que pessoas haviam sido mortas. A maior rede de TV do Brasil, a TV Globo, descreveu o despejo como "uma operação de guerra", publicou o jornal britânico, na segunda-feira (23), às 15h27.

A matéria da Agência Brasil foi publicada às 17h30.

As informações controversas, no entanto, não justificam a falta de rigor nos procedimentos de apuração da notícia. No mesmo dia, às 22h15, a Agência Brasil publicou a matéria Terreno do Pinheirinho deve R$ 16 milhões em impostos, diz prefeitura de São José dos Campos, na qual o prefeito do município, Eduardo Cury, negava a ocorrência de mortes.

No dia seguinte, a Agência Brasil publicou uma reportagem com a negação da existência de mortes. A matéria Autoridades negam que tenha havido morte durante desocupação em São José dos Campos foi publicada às 14h01 de terça-feira, dia 24.

Para evitar o mau entendimento do leitor, a Agência Brasil ainda anexou à primeira matéria, que tratava da possibilidade de mortes, o link da segunda, que desmentia a informação. Além disso, cuidou de acrescer à primeira matéria uma explicação sobre o ocorrido.

A Agência Brasil reconhece, no entanto, que uma vez publicada uma informação, mesmo de uma fonte supostamente crível, sem a devida checagem, foi cometido um erro de difícil reparação. Ampliado pelo fato de o título da notícia não ter deixado claro que a informação era do presidente da Comissão de Direitos Humanos, e não da OAB.

Reconhece também que a tentativa de correção do erro no noticiário seguinte foi insuficiente. Deveria ter sido enfatizada para alcançar a mesma amplitude da denúncia incomprovada.

Por isso, a Agência Brasil está reorientando seus profissionais e revendo seus procedimentos internos para evitar que erros como esse ocorram novamente em seu noticiário."

fonte:http://www.ovale.com.br/regi-o/agenc...rinho-1.216110
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 01:55 PM   #393
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Fotosensores terá centro no Parque Tecnológico



A empresa Fotosensores Tecnologia Eletrônica inaugura nesta terça-feira (7), às 16h, uma unidade de pesquisa, desenvolvimento e inovação no Centro Empresarial I, do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O novo espaço será fundamental para apoiar a elaboração de algumas linhas de desenvolvimento da empresa, contribuindo com soluções de mobilidade urbana, além de pesquisas e desenvolvimento de novas tecnologias.

O Parque Tecnológico de São José dos Campos possui 25 milhões de metros quadrados destinados a abrigar Institutos de Ciência e Tecnologia, dentre várias empresas de setores intensivos de conhecimento. Tem como objetivo o desenvolvimento de conhecimento, tecnologia e inovação, além de promover maior integração entre a empresa e a academia, e consequente geração de soluções e melhoria de vida.

fonte:http://www.sjc.sp.gov.br/noticias/no...ticia_id=11280
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 7th, 2012, 07:09 PM   #394
Observador_SJC
etc
 
Observador_SJC's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: São Paulo / São José dos Campos
Posts: 1,660
Likes (Received): 496

Quote:
Originally Posted by PauloEdgar View Post
Agência Brasil reconhece erro em notícia sobre mortes no Pinheirinho



Agência de notícias oficial se retrata e reconhece que não houve a devida checagem da veracidade da informação sobre supostos mortos na operação de reintegração de posse do Pinheirinho

"A Agência Brasil errou no processo de apuração, edição e publicação da notícia OAB de São José dos Campos diz que houve mortos em operação no Pinheirinho, no dia 23 de janeiro. A notícia foi publicada com base em entrevista concedida à TV Brasil pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São José dos Campos, Aristeu César Pinto Neto, que também é advogado dos sem-teto. No entanto, não houve a devida checagem da veracidade da informação sobre supostos mortos na operação de reintegração de posse da área conhecida como Pinheirinho.

A entrevista foi gravada por uma equipe da TV Brasil que se deslocou para São José dos Campos, mas a parte que denunciava a morte não foi utilizada no noticiário televisivo por falta de confirmação ou comprovação. No entanto, a reportagem da Agência Brasil em São Paulo teve acesso à íntegra da gravação e considerou a informação relevante e suficiente para ser publicada, tendo em vista o advogado ter se apresentado como representante de uma instituição respeitável.

A Agência Brasil, embora tenha atendido a exigência de identificação da fonte da informação, não seguiu os demais procedimentos da boa prática de apuração, como recomenda o Manual de Jornalismo da Radiobrás, que ainda está em vigência.

"O jornalismo deve procurar o equilíbrio. O equilíbrio é o cuidado de ouvir os principais envolvidos e de apurar os aspectos mais importantes da notícia, para reportar os acontecimentos com objetividade. Ao apurar um fato, o jornalista deve analisar o interesse de cada pessoa ou grupo a ele relacionado. Tem que se perguntar quem é o afetado pela notícia e ir além da velha agenda de fontes, trazendo novos interlocutores para comentar o tema.
Ouvir sempre dois ou mais lados distintos de uma questão é fundamental para a equidade e para o desenvolvimento do trabalho de qualidade que a Radiobrás se propõe a fazer. Fontes da sociedade civil organizada devem ser consultadas e cidadãos não organizados devem ser considerados. A edição tem que se estruturar de maneira igualitária e seguir o bom senso. Cada personagem deve ocupar um tempo proporcional a sua importância relativa dentro da notícia. Quem foi criticado deve ter chance de responder”, diz o texto.

O Manual de Jornalismo da EBC, que está em fase de revisão, é claro ao exigir rigor nesse tipo de apuração. “Toda denúncia deve ser confirmada antes de ser publicada. A apuração de uma denúncia deve manter o seu caráter jornalístico, ou seja, a intenção de buscar informação para o cidadão não se confundir com a atuação da polícia, do Ministério Público ou de qualquer outro ente oficial de investigação. Se a denúncia tiver origem no trabalho do Jornalismo da EBC e não estiver publicizada por qualquer outro meio, deve-se conceder ao denunciado um prazo até 24 horas para sua manifestação”, diz o texto.

Neste caso, a denúncia estava publicizada, não apenas em redes sociais, mas até na imprensa internacional, que, antes mesmo da Agência Brasil, já mencionava a suposição de mortes. No entanto, a gravidade da denúncia requeria ao menos outra fonte fidedigna que a corroborasse.

Faz-se necessário assegurar aos nossos leitores que não houve má-fé da Agência Brasil ao publicar a matéria. Tampouco houve submissão desta agência a qualquer interesse de natureza política. O que ocorreu foi um erro jornalístico diante de uma situação de poucas e controversas informações em uma situação tumultuada.

A gravidade dos fatos e a urgência em noticiar informações sobre o assunto também levaram outros veículos a noticiar a possível ocorrência de mortes no conflito de Pinheirinho. É o caso do jornal britânico The Guardian, que informou ter recebido informações da mídia social que tratavam o despejo como um “massacre” e sobre a ocorrência de mortes não confirmadas.

“Ao longo do domingo [22], sites de mídia social estavam cheios de relatórios apocalípticos de um suposto "massacre" na comunidade. Um e-mail, enviado aos meios de comunicação internacionais, afirmou que havia relatos de que pessoas haviam sido mortas. A maior rede de TV do Brasil, a TV Globo, descreveu o despejo como "uma operação de guerra", publicou o jornal britânico, na segunda-feira (23), às 15h27.

A matéria da Agência Brasil foi publicada às 17h30.

As informações controversas, no entanto, não justificam a falta de rigor nos procedimentos de apuração da notícia. No mesmo dia, às 22h15, a Agência Brasil publicou a matéria Terreno do Pinheirinho deve R$ 16 milhões em impostos, diz prefeitura de São José dos Campos, na qual o prefeito do município, Eduardo Cury, negava a ocorrência de mortes.

No dia seguinte, a Agência Brasil publicou uma reportagem com a negação da existência de mortes. A matéria Autoridades negam que tenha havido morte durante desocupação em São José dos Campos foi publicada às 14h01 de terça-feira, dia 24.

Para evitar o mau entendimento do leitor, a Agência Brasil ainda anexou à primeira matéria, que tratava da possibilidade de mortes, o link da segunda, que desmentia a informação. Além disso, cuidou de acrescer à primeira matéria uma explicação sobre o ocorrido.

A Agência Brasil reconhece, no entanto, que uma vez publicada uma informação, mesmo de uma fonte supostamente crível, sem a devida checagem, foi cometido um erro de difícil reparação. Ampliado pelo fato de o título da notícia não ter deixado claro que a informação era do presidente da Comissão de Direitos Humanos, e não da OAB.

Reconhece também que a tentativa de correção do erro no noticiário seguinte foi insuficiente. Deveria ter sido enfatizada para alcançar a mesma amplitude da denúncia incomprovada.

Por isso, a Agência Brasil está reorientando seus profissionais e revendo seus procedimentos internos para evitar que erros como esse ocorram novamente em seu noticiário."

fonte:http://www.ovale.com.br/regi-o/agenc...rinho-1.216110
Infelizmente o calor do momento já passou e agora pouquíssimas pessoas se darão ao trabalho de ler o que realmente se passou. A imprensa internacional, que usou o material da Agência Brasil como fonte, dificilmente irá corrigir o erro e se o fizer não dará o mesmo destaque.
Observador_SJC no está en línea   Reply With Quote
Old February 8th, 2012, 03:37 AM   #395
EricoWilliams
Annoying Moderator
 
EricoWilliams's Avatar
 
Join Date: Sep 2005
Location: Brasil
Posts: 17,311

Quote:
Originally Posted by PauloEdgar View Post
Estas federais, aqui na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, são apenas a distância pela UAB...
Tem IFSP(fisicamente) em Campos do Jordão, Caragua e Jacareí. Claro que isso não exime o GF de investir mais na educação de nível superior, numa região tão rica e importante como o Vale do Paraíba.
__________________
SSC Brasil
EricoWilliams no está en línea   Reply With Quote
Old February 9th, 2012, 02:39 PM   #396
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by EricoWilliams View Post
Tem IFSP(fisicamente) em Campos do Jordão, Caragua e Jacareí. Claro que isso não exime o GF de investir mais na educação de nível superior, numa região tão rica e importante como o Vale do Paraíba.
Valew Érico !! Vc sabe mais sobre o Vale que eu rs rs rs
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 9th, 2012, 02:40 PM   #397
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Quote:
Originally Posted by Observador_SJC View Post
Infelizmente o calor do momento já passou e agora pouquíssimas pessoas se darão ao trabalho de ler o que realmente se passou. A imprensa internacional, que usou o material da Agência Brasil como fonte, dificilmente irá corrigir o erro e se o fizer não dará o mesmo destaque.
Mas ainda tem muito coisa pra rolar sobre o Pinheirinho...
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 11th, 2012, 03:05 PM   #398
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

Obra da Petrobras abre 1.000 empregos no litoral




Nova estrutura para escoar petróleo começa a ser construída em 2013, mas contratação será este ano

Arthur Costa
São José dos Campos

A Transpetro, braço de logística da Petrobras, anunciou a contratação de até 1.000 trabalhadores para a construção de um novo píer no terminal marítimo Almirante Barroso, em São Sebastião, no Litoral Norte.
A empresa se comprometeu a priorizar mão de obra regional para o preenchimento das vagas. As contratações estão previstas para começarem a partir do segundo semestre. Já as obras devem ser iniciadas em 2013.
Atualmente, o projeto da construção do píer passa por avaliações da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e da Secretaria de Meio Ambiente de São Sebastião.
A expectativa é que as licenças ambientais e de construção sejam concedidas ainda no primeiro semestre.
“Estamos começando a análise, com as primeiras reuniões. A Petrobras está tentando acelerar o processo, mas temos que analisa-lo bem, pois é um projeto bem agressivo”, disse o secretário de Meio Ambiente de São Sebastião, Eduardo Hipólito do Rego.

Debate. Uma reunião foi feita na última quinta-feira para discutir o projeto. Em março, outra audiência com participação de autoridades, especialistas e sociedade civil será realizada.
O píer atual está localizado ao lado do porto de São Sebastião, onde atualmente quatro navios da Petrobras atuam em uma área de 2.000 metros de extensão.
O projeto prevê a construção de uma estrutura de mais 1.900 metros, com capacidade para abrigar mais dois navios a 600 metros da praia.
A obra tem o objetivo de melhorar a logística de suprimento de petróleo para as refinarias da Petrobras em Paulínia (Replan), São José dos Campos (Revap), Presidente Bernardes (RPBC) e Capuava (Recap), além de diminuir o tempo de espera dos navios no canal da cidade.
O investimento para o píer não foi divulgado pela estatal.

Contratações. Com expectativa de contratar 70% de mão de obra local, a construtora que vencer a licitação para trabalho deve utilizar o cadastro dos PATs (Postos de Atendimento ao Trabalhador) (veja quadro nesta página).

Alteração. A Companhia Docas, administradora do porto de São Sebastião, reviu o cronograma de ampliação do terminal, que deve triplicar de tamanho até 2035.
Se antes, metade do projeto ficaria pronto até 2014, agora, a previsão de início da primeira parte da ampliação da área é 2015 com finalização em 2019.
Com um investimento de R$ 2,5 bilhões, o novo porto deve gerar 2.460 empregos e auxiliar na logística de produção de petróleo proveniente das bacias do pré-sal.

SAIBA MAIS

VAGAS
Transpetro estima a contratação de 1.000 trabalhadores para construção de novo píer em São Sebastião

Reforço
Empresa contratada para realizar a obra deverá priorizar mão de obra local

Emprego
Contratações devem começar a partir do segundo semestre deste ano

Onde concorrer
PATs da região deverão abastecer construtora responsável pela obra

PAT de São Sebastião
Centro: Rua João Cupertino dos Santos, 245
Telefone: (12) 3892-4606 / 3892-1600
Costa Sul: Avenida Walquir Vergani, 79, Boiçucanga
Telefone: (12) 3865-3656
Costa Norte: Enseada, rua Olavo Bilac, 390
Telefone: (12) 3861-1424

PAT Caraguá
Rua Taubaté, 520
Telefone: (12) 3882-5211

PAT Ubatuba
Rua Esteves da Silva, 51, Centro. Telefone: (12)3834-1449

PAT Ilhabela
Rua Prefeito Mariano Procópio de Araújo Carvalho, 128, Perequê
Telefone: (12)3892-9200

Obra
Novo pier terá 1,9 mil metros de extensão, a 600 metros da praia. Objetivo é melhorar a logística do transporte de petróleo do litoral até as refinarias da Petrobras, entre elas, a Revap de São José, além de melhorar o fluxo de embarcações

Emprego
Construção civil vai contratar na região
Obras previstas para este ano no Vale do Paraíba devem empregar 6.500 pessoas no setor da construção civil, sem contar serviços em empreendimentos residenciais. Em Jacareí, a instalação das empresas chinesas Sany e Chery deverão empregar, juntas, 3.500 pessoas. Já o Via Vale Shopping, em Taubaté, tem previsão de contratar 3.000 trabalhadores em sua obra.

fonte:http://www.ovale.com.br/regi-o/obra-...toral-1.217786
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 15th, 2012, 12:58 PM   #399
PauloEdgar
Registered User
 
PauloEdgar's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: São José dos Campos
Posts: 1,005
Likes (Received): 26

GM moderniza a fábrica de S. José para montar nova S10

GM moderniza a fábrica de S. José para montar nova S10



Novo modelo, resultado de um investimento de R$ 800 milhões, chega à rede de concessionárias logo após o Carnaval

Cláudio Leyria
Editor do + motor

A General Motors apresentou à imprensa especializada ontem à noite, em Campinas, a nova Chevrolet S10, picape exibida em vários salões de automóveis com o nome de Colorado.
Os jornalistas realizam hoje no campo de provas da GM, em Indaiatuba (SP), um test-drive da picape, que deve chegar à rede de 600 concessionárias da marca logo após o Carnaval. Até ontem à tarde, o preço do modelo não havia sido divulgado.[/TXT]
A nova S10, montada na fábrica de São José dos Campos, é um modelo totalmente diferente do anterior. A picape, lançada em 1995 e sempre produzida na cidade, nunca deixou de ser líder de vendas no segmento.
Nos últimos anos, a picape registrou um volume médio anual de 40 mil unidades vendidas. Com o novo modelo, a GM espera, no mínimo, repetir este êxito de vendas.
“Há 16 anos, os designers e engenheiros americanos exportar[/TXT]am para o mundo a S10 atual. Hoje os designers e engenheiros brasileiros, orgulhosamente, oferecem ao mundo a nova S10, um projeto 100% desenvolvido no Centro Tecnológico da GM em São Caetano do Sul”, disse o vice-presidente da GM do Brasil, Marcos Munhoz.

Mercado. A nova S10 será comercializada em várias partes do mundo. Além da produção em São José, a picape é montada também na Tailândia. Lá, ela mantém o nome Colorado. A nova S10 será também exportada a países da América do Sul.
O diretor do complexo industrial da GM em São José, Paul Buetow, disse que o projeto começou a ser desenvolvido há três anos, desde a concepção criativa a partir do design, depois a criação propriamente dita pela engenharia, o envolvimento da área de manufatura, até o início de produção, o que ocorreu em janeiro passado.
“A preparação específica da linha de montagem ocorreu no decorrer de 2011”, disse Buetow. A mesma equipe que fazia a S10 anterior trabalha nesta nova geração do veículo.

Investimento. A GM aplicou R$ 800 milhões em todo o desenvolvimento da nova linha da S10, desde a concepção até o ajuste necessário na linha de montagem e equipamentos. No início desta semana, a linha já tinha montado cerca de 1.500 unidades da nova picape.
A produção atual, ainda em avaliação e ajustes, chega a quase 10 unidades por hora. Em abril, quando toda a linha estiver operando em maior aceleração, a produção atenderá melhor a demanda, com quase 19 carros/hora.
O motor flex da nova S10 é fabricado em São José, na unidade da Powertrain, que integra o complexo. O motor a diesel vem do fornecedor e é acoplado ao veículo montado em São José.



Equipamentos novos trazem mais eficiência e segurança
São José dos Campos

A fábrica de São José passou por reforma em sua infraestrutura, que a deixou mais moderna e eficiente, incluindo a linha da nova S10.
“Utilizamos o que temos de mais avançado nesta linha de montagem. Trata-se efetivamente de um moderno projeto global”, afirmou o diretor do complexo industrial da GM em São José, Paul Buetow.
A modernização inclui equipamentos novos que aumentam a eficiência da linha e a segurança dos funcionários, como a máquina de solda trafo-gun (que reduz a emissão de faíscas), novas apertadeiras e novos robôs de pintura.
As linhas de motores também estão mais modernas.
“Elas estão equipadas com dispositivos à prova de erros que auxiliam os operadores a montarem o motor. Além disso, tem equipamentos de testes finais totalmente automáticos que garantem qualidade. Já nas linhas de transmissões, a inovação fica por conta de novos aparelhos de usinagem e montagem”, disse.

Perfil. A planta de São José tem 8.183 empregados, dos quais 7.782 atuam nas duas linhas de montagem --a da S10 e a dos automóveis Corsa, Classic, Meriva e Zafira. A nova Blazer deve chegar no fim do ano. No início da semana, a linha da S10 já havia montado 1.500 unidades da picape.


SAIBA MAIS

a nova s10
A nova S10, que é montada na fábrica de São José dos Campos, é um veículo totalmente diferente do modelo atual. A picape, lançada em 1995 e sempre produzida em São José, é líder de vendas no segmento desde seu lançamento ao longo de 16 anos

projeto
A nova S10 é um projeto global, que será comercializado em várias partes do mundo. Além de ter linha de produção em São José, a picape é montada também na Tailândia. Lá, ela mantém o nome Colorado, o mesmo do carro-conceito que percorreu vários salões pelo mundo

criação
O projeto do novo veículo começou a ser desenvolvido há três anos, desde a concepção criativa a partir do design, depois a criação propriamente dita pela engenharia, o envolvimento da área de manufatura, até o início de produção, o que ocorreu agora em janeiro de 2012

investimentos
A General Motors do Brasil aplicou R$ 800 milhões em todo o desenvolvimento da nova linha S10, desde a sua concepção, toda feita no Centro de Design de São Caetano do Sul, e incluindo o ajuste necessário na linha de montagem e também os equipamentos.

fonte:http://www.ovale.com.br/regi-o/gm-mo...a-s10-1.219402
PauloEdgar no está en línea   Reply With Quote
Old February 15th, 2012, 08:37 PM   #400
Funbot
Registered User
 
Funbot's Avatar
 
Join Date: Apr 2011
Location: Jacareí - São Paulo
Posts: 1,293
Likes (Received): 613

Tem que se modernizar muito ainda. A GM de SJC so produz modelos jurassicos que vão sair de linha logo.

E agora sera que o sindicato vai atrapalhar novos investimentos outra vez ?

Se não investirem desta vez a GM de São Jose morre.
Funbot no está en línea   Reply With Quote
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:43 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu