daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old May 29th, 2012, 12:39 AM   #581
bignotto
Bignotto
 
bignotto's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Santa Bárbara d'Oeste
Posts: 52
Likes (Received): 3

Quote:
Originally Posted by Eric Vellone Coló View Post
Super Telhas vai investir R$ 12 milhões

Anúncio foi feito ontem pelo prefeito Diego De Nadai; empreendimento deve gerar 120 empregos diretos

Prefeito de Americana, Diego De Nadai, conversa com o empresário Robson Ponte: de olho no potencial da região
O prefeito de Americana, Diego De Nadai (PSDB), anunciou ontem, em entrevista coletiva concedida no Paço Municipal, a chegada da empresa Super Telhas à cidade. A fabricante de telhas e calhas vai investir R$ 12 milhões na transferência da sede, atualmente localizada em Santa Bárbara d’Oeste. Serão seis mil metros quadrados de construção em um terreno de 16 mil metros metros no Distrito Industrial Abdo Najar. A estimativa é que as obras estejam prontas no prazo de três meses, gerando 120 empregos diretos e 50 indiretos.

“Temos conseguido encontrar empresários dispostos a investir na cidade. Nossa vocação é têxtil, mas não podemos ficar vendo as dificuldades e não preparar a cidade para enfrentar o futuro de acordo com as regras de mercado. As portas da prefeitura vão estar sempre abertas para essas empresas que querem investir aqui”, afirmou Diego.

O prefeito ressaltou o trabalho da prefeitura para trazer novos investimentos para a cidade, sobretudo para diversificar o parque industrial da cidade, principalmente por causa da crise do setor têxtil. “É uma luta diária, porque a terra em Americana já é mais cara que as cidades da região, e é dificil competir num ambiente como esse. Mas estamos conseguindo nos estabelecer. O objetivo é diversificar o nosso parque industrial nosso, para não ficar exclusivamente dependendo do parque têxtil, que nós sabemos de todas as dificuldades”, completou Diego.

O proprietário da Super Telhas é o ex-jogador de futebol Robson Ponte, que tem passagens por Guarani, Bayer Leverkusen e Wolfsburg, ambos da Alemanha e Urawa Red Diamonds, do Japão. Ele explica que a transferência da sede de Santa Bárbara d’Oeste para Americana se deve às condições oferecidas pela Secretaria de Desevolvimento Econômico através do Promaie (Programa Municipal para Atração de Investimento Empresarial), além da estrutura de Americana.

“Vejo com bons olhos a cidade e a região, e tenho certeza que é um investimento que vai gerar muitos frutos para Americana e para nós. Por enquanto estamos em Santa Bárbara d’Oeste, e assim que as obras terminarem vamos transferir para Americana. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico nos ajudou muito com a isenção de impostos”, disse Ponte.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Carlos Martins, disse que as negociações para a chegada da empresa estavam sendo feitas há seis meses.

http://portal.tododia.uol.com.br/?To...Materia=681235

E Santa Bárbara d'Oeste continua perdendo suas empresas. Rumo ao pior caminho. :/
bignotto no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old May 30th, 2012, 12:25 AM   #582
thunderhawk_123
Registered User
 
thunderhawk_123's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Atlanta
Posts: 203
Likes (Received): 2

Campinas é segunda metrópole mais arborizada do Brasil, diz IBGE

Campinas é a segunda cidade mais arborizada do Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados na semana passada. Com 88,4% dos domicílios em áreas arborizadas, Campinas fica atrás apenas de Goiânia (89,5%), entre os 15 municípios com mais de um milhão de habitantes no país. O índice nacional, segundo a pesquisa, é de 68%.

De acordo com o IBGE, as informações foram obtidas durante a etapa de pré-coleta do Censo 2010, através da observação direta de características previamente definidas em cada face de quadra das áreas urbanas. Os dados foram coletados para compor o estudo inédito do IBGE sobre a infraestrutura urbana do país relacionada a variáveis como território, domicílios e características socioeconômicas e demográficas da população.

Segundo o instituto, a pesquisa ocorreu nos 5.565 municípios brasileiros, com cobertura diferenciada em cada um deles.

Para o secretário municipal de Meio Ambiente, Hildebrando Herrmann, Campinas não pode se acomodar sobre esses números e deve concentrar seus esforços para a realização de plantios nas regiões mais periféricas. “É uma satisfação parcial ocupar o segundo lugar no ranking, uma vez que sabemos que faltam investimentos na periferia da cidade”, avalia o secretário.

Para atingir o objetivo de acabar com os vazios ambientais, a Administração está trabalhando numa série de iniciativas, entre elas, no levantamento das áreas mais carentes de vegetação.

“Na medida em que o levantamento vai sendo realizado, canalizamos os investimentos de compensação ambiental para esses lugares”, explica o secretário.

Exemplo disso são as 11.443 mudas de árvores nativas destinadas à região Leste da cidade, oriundas dos Termos de Compromisso Ambiental firmados entre o Município e particulares entre dezembro de 2011 e fevereiro de 2012.

Por meio de dados da Secretaria de Planejamento, a equipe da Secretaria de Meio Ambiente identificou 60 praças públicas distribuídas em nove bairros na região. Vistorias em campo foram realizadas para diagnosticar a situação de cada uma delas, que foram classificadas em aptas, inaptas ou parcialmente aptas.

Segundo Herrmann, a pasta está em busca de um programa que possa fornecer imagens gráficas mais precisas que apontem para as áreas mais carentes de arborização de forma a direcionar os plantios de forma mais eficiente.

A Secretaria aposta ainda na criação de novas Unidades de Conservação, cujos trâmites já estão em andamento, e na melhoria dos parques lineares e praças públicas.

Entre as áreas que já merecem atenção especial, Herrmann enumera as reservas naturais da APA (Área de Proteção Ambiental) localizada nos distritos de Sousas e de Joaquim Egídio, núcleo Carlos Gomes, Jardim Monte Belo e Chácaras Gargantilha; o Parque Ecológico Emílio José Salim; o Bosque dos Jequitibás; Mata Santa Genebra, Fazenda Santa Elisa, entre outros espaços.




http://www.portalnovidade.com.br/mat...-diz-ibge.html
thunderhawk_123 no está en línea   Reply With Quote
Old May 30th, 2012, 04:30 AM   #583
zolin
Grande Campinas (S.Paulo)
 
zolin's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 10,905
Likes (Received): 454

estou surpreso com a posição de Campinas...
até porque tem região que não se ve nem arvores ou algumas aqui ou ali...
__________________
Invista em Dracena.!!

A Capital da Nova Alta Paulista.!!
Segunda Maior Cidade do Oeste Paulista.!!
zolin no está en línea   Reply With Quote
Old May 30th, 2012, 05:26 AM   #584
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,059
Likes (Received): 1100

Estudo da Unesp Rio Claro aponta áreas com maior impacto ambiental
Índice de vulnerabilidade sócio-climática avalia também aspectos sociais.

Região de Ribeirão Preto e Campinas mostraram dados preocupantes.

Um estudo realizado pelo Departamento de Ecologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro (SP) em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) identificou as regiões do estado de São Paulo onde as pessoas terão mais impacto com o aquecimento global nas próximas décadas.
Para avaliar essas possíveis consequências, os pesquisadores não se limitaram aos dados climáticos como temperatura e quantidade de chuvas, mas cruzaram essas informações com outros dados, como a concentração da população e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), que combina educação, saúde e renda. O resultado foi o índice de vulnerabilidade sócio-climática.

Ribeirão Preto e Campinas

Em relação somente aos aspectos climáticos, a situação do estado não é tão preocupante, mas quando se leva em conta também os dados sociais, os impactos podem aumentar. O estudo apontou que a vulnerabilidade sócio-climática é maior na região de Campinas (SP) e em Ribeirão Preto (SP).
Segundo os pesquisadores, Campinas está nesta situação por causa da grande concentração populacional, o que potencializa as consequências de uma enchente, por exemplo. Já Ribeirão Preto ganhou essa classificação porque, além de populosa, já estão previstas temperaturas mais altas para essa região que, assim como Campinas, deve sofrer impactos climáticos.
O pesquisador do departamento de Ecologia da Unesp Rio Claro, David Lapola, explicou que as duas regiões podem sofrer com estiagens. “Possivelmente, aumento de período de secas, com secas mais severas, verões com chuvas mais intensas, ou seja, episódios extremos”, disse.


Áreas em vermelho têm maior índice de vulnerabilidade sócio-climática. (Foto: Reprodução/EPTV)

Região Central

Já na Região Central do estado, as consequências devem ser menos intensas, segundo o pesquisador. “Isso não quer dizer que nada vai acontecer nessa região, pode acontecer sim. Mas são áreas que, para o tomador de decisão, ele tem que focar onde vai colocar os esforços e seria, primordialmente, em Campinas e Ribeirão Preto”, explicou.

Ações imediatas
Segundo Lapola, as mudanças climáticas podem ocorrer ao longo das próximas décadas, mas as ações precisam ser imediatas. “A ideia do estudo é já começar a se pensar no tipo de política pública para ir adaptando essa população e nos sentirmos mais preparados para lidar com essas mudanças climáticas”, alertou o pesquisador.

Fonte
Andre_RP está en línea ahora   Reply With Quote
Old May 30th, 2012, 04:06 PM   #585
falmotta
Registered User
 
falmotta's Avatar
 
Join Date: Nov 2008
Posts: 891
Likes (Received): 799

Quote:
Originally Posted by zolin View Post
estou surpreso com a posição de Campinas...
até porque tem região que não se ve nem arvores ou algumas aqui ou ali...
Quem fez esse "estudo" não caminha em Campinas. Há bairros com muito poucas árvores, para chegar a esse percentual devem existir florestas que não conheço no meio da cidade...
falmotta no está en línea   Reply With Quote
Old May 30th, 2012, 06:55 PM   #586
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0


Pelo que deu para entender das notícias sobre esse levantamento do IBGE ele não leva em consideração a quantidade de árvores, apenas a existência ou não no quarteirão em que a pessoa mora. Mais ou menos assim: o recenseador está de frente para a casa do sujeito e olha para os dois lados. Se tiver pelo menos 1 árvore até a próxima esquina, quer dizer que o local é "arborizado". Se não tiver nenhuma, é não arborizado. Tanto faz se tem 1 ou 50, pela metodologia dá na mesma.

O mesmo vale para os outros itens pesquisados: existência de boca de lobo, de rampas para cadeirantes, esgoto a céu aberto, etc.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old May 30th, 2012, 09:09 PM   #587
dadobordini
Registered User
 
Join Date: Jul 2011
Location: Ourinhos/Campinas
Posts: 455
Likes (Received): 284

BMW deve divulgar local de fábrica na segunda quinzena de junho

A cidade catarinense de Araquari tem uma nova concorrente na disputa pela fábrica da BMW no Brasil. O investimento total pode chegar a R$867 milhões. No entanto, Campinas, sede de região metropolitana no interior paulista, anunciou que também está no páreo para ter as instalações da alemã.

No entanto, em Santa Catarina, fontes do governo dizem que a decisão em favor de Araquari é certa. Tatuí teria sido substituída por Campinas como proposta paulista. No entanto, o governo estadual não fala sobre o assunto.

O mesmo silêncio pode ser observado em Santa Catarina. Acontece que, segundo fontes locais, o governo teria se comprometido com modificações no regime automotivo para possibilitar a instalação da fabrica da BMW, cujo único entrave é a atual política federal.

O governo deve anunciar tais mudanças em breve e com isso, a BMW e outros fabricantes poderão obter as condições que desejam para produzir aqui. Atualmente, a BMW registra queda nas vendas por causa do aumento do IPI. O anúncio da fábrica deve acontecer na segunda metade de junho.

Fonte: http://www.noticiasautomotivas.com.b...a-em-breve/te:

Last edited by dadobordini; June 4th, 2012 at 08:51 PM. Reason: citação da fonte
dadobordini no está en línea   Reply With Quote
Old May 31st, 2012, 02:27 AM   #588
zolin
Grande Campinas (S.Paulo)
 
zolin's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 10,905
Likes (Received): 454

Quote:
Originally Posted by dadobordini View Post
BMW deve divulgar local de fábrica na segunda quinzena de junho

A cidade catarinense de Araquari tem uma nova concorrente na disputa pela fábrica da BMW no Brasil. O investimento total pode chegar a R$867 milhões. No entanto, Campinas, sede de região metropolitana no interior paulista, anunciou que também está no páreo para ter as instalações da alemã.

No entanto, em Santa Catarina, fontes do governo dizem que a decisão em favor de Araquari é certa. Tatuí teria sido substituída por Campinas como proposta paulista. No entanto, o governo estadual não fala sobre o assunto.

O mesmo silêncio pode ser observado em Santa Catarina. Acontece que, segundo fontes locais, o governo teria se comprometido com modificações no regime automotivo para possibilitar a instalação da fabrica da BMW, cujo único entrave é a atual política federal.

O governo deve anunciar tais mudanças em breve e com isso, a BMW e outros fabricantes poderão obter as condições que desejam para produzir aqui. Atualmente, a BMW registra queda nas vendas por causa do aumento do IPI. O anúncio da fábrica deve acontecer na segunda metade de junho.

[Fonte: Clic RBS]
nem o pipoqueiro que vende pipoca na praça central tem confiança no governo municipal...
e vc acha que a BMW, vai ter...

hahahaha...

Já era para o estado de SP>...

E se fosse Jundiai, ou Sorocaba, para disputar com Santa Catarina ai sim eu botaria fé em SP...

Mas Campinas, i é Ruim hein...


__________________
Invista em Dracena.!!

A Capital da Nova Alta Paulista.!!
Segunda Maior Cidade do Oeste Paulista.!!
zolin no está en línea   Reply With Quote
Old May 31st, 2012, 02:45 PM   #589
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0


Missão impossível trazer a BMW pra Campinas nas condições atuais.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old May 31st, 2012, 06:18 PM   #590
dadobordini
Registered User
 
Join Date: Jul 2011
Location: Ourinhos/Campinas
Posts: 455
Likes (Received): 284

Quote:
Originally Posted by zolin View Post
nem o pipoqueiro que vende pipoca na praça central tem confiança no governo municipal...
e vc acha que a BMW, vai ter...

hahahaha...

Já era para o estado de SP>...

E se fosse Jundiai, ou Sorocaba, para disputar com Santa Catarina ai sim eu botaria fé em SP...

Mas Campinas, i é Ruim hein...


Verdade, a situação política de Campinas está complicada, mas a situação econômica não. Com incentivos e muita babação de ovo, qualquer empresa se instala por aqui, vide as grandes empresas que continuam a investir em Campinas. As atuais lideranças campineiras certamente tem interesse em apagar esse momento político ruim o mais rápido possível, e a vinda de uma BMW seria uma prova disso. Eu disse, seria.
dadobordini no está en línea   Reply With Quote
Old June 3rd, 2012, 09:16 PM   #591
Marco C.
Registered User
 
Join Date: Jul 2010
Posts: 472
Likes (Received): 54

Azul instalará centro de treinamento em Campinas

A Azul Linhas Aéreas Brasileira vai instalar em Campinas a Universidade Azul (UniAzul), um centro de formação e treinamento de pessoal da área de aviação.



A Azul Linhas Aéreas Brasileira vai instalar em Campinas a Universidade Azul (UniAzul), um centro de formação e treinamento de pessoal da área de aviação. A empresa vinha já há algum tempo avaliando a possibilidade de trazer para perto de Viracopos, onde está o principal centro de distribuição de seus voos, o seu centro de formação de pilotos, que funciona na sede da empresa, em Barueri. Procurada, a Azul não retornou as ligações, mas o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, José Afonso Bittencourt, informou que o anúncio oficial está sendo esperado para esta semana.


A Azul é a primeira companhia aérea do Brasil a adotar um simulador próprio para treinar pilotos de sua frota. O aparelho poderá ser usado até mesmo para treinar pilotos do Grupo de Transporte Especial (GTE), que transporta autoridades do governo federal, como o presidente da República.


Em fevereiro a empresa inaugurou seu segundo simulador de voo do moderno jato Embraer 190. Avaliado em R$ 20 milhões, o novo simulador de voo veio para atender à crescente demanda pela formação de novos pilotos da Azul, além de auxiliar no treinamento de outras instituições como a FAB (Força Aérea Brasileira) e, futuramente, outras companhias aéreas que adotarem os modernos jatos Embraer. Com a nova aquisição, a empresa terá capacidade para treinar a tripulação técnica de uma frota de 100 aeronaves.

O primeiro simulador de voo da Azul já funciona 20 horas por dia, todos os dias da semana, parando apenas para realizar manutenção. Mais de 500 pilotos passaram por esse equipamento, totalizando em 10 mil horas de treinamento, — o equivalente a 455 voltas ao mundo.
O equipamento é essencial para a formação de copilotos e comandantes, e garante um aprendizado muito fiel para condução das aeronaves Embraer utilizadas pela Azul. O simulador tem a vantagem de simular situações de risco e manter todos os comandantes aptos a contorná-las.

No início do ano, diretores da empresa informaram ao Correio que a companhia avaliava a implantação do centro de treinamento de pilotos. Porém, um fator que pode inviabilizar o investimento é o custo de terrenos. A empresa gostaria de erguer a Universidade Azul próximo do aeroporto. “O projeto é para o futuro e quando tiver totalmente completo também abrigará um hotel para 200 ou 300 quartos”, disse o presidente da empresa, Pedro Janot, em fevereiro. “O maior entrave em Campinas é o custo da terra. O valor do metro quadrado está fora de propósito”, reclamou na época.


Bittencourt disse na semana passada que a decisão da Azul já estava tomada e que a empresa procura terrenos perto do aeroporto ou mesmo dentro da área aeroportuária para instalar o centro de treinamento. Ele não informou, no entanto, o que Campinas ofereceu para atrair esse empreendimento.

Fonte: RAC
http://www.rac.com.br/noticias/campi...-campinas.html
Marco C. no está en línea   Reply With Quote
Old June 4th, 2012, 08:47 PM   #592
dadobordini
Registered User
 
Join Date: Jul 2011
Location: Ourinhos/Campinas
Posts: 455
Likes (Received): 284

[QUOTE=Marco C.;92029820]Azul instalará centro de treinamento em Campinas

A Azul Linhas Aéreas Brasileira vai instalar em Campinas a Universidade Azul (UniAzul), um centro de formação e treinamento de pessoal da área de aviação.

Grande notícia. A Azul fez Viracopos ressurgir, e pelo jeito adotou Campinas como um todo.
dadobordini no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2012, 02:46 AM   #593
Marco C.
Registered User
 
Join Date: Jul 2010
Posts: 472
Likes (Received): 54

Empreendedores acham novo Eldorado na RMC

Com potencial de consumo de R$ 30 bilhões, região atrai negócios

As cidades de médio porte da Região Metropolitana de Campinas (RMC) são o mais novo objeto de desejo de investidores da área de varejo.

Juntos, 12 municípios da região chegam a R$ 30,18 bilhões em potencial de consumo - o que já seria um atrativo mais do que suficiente para justificar o interesse de qualquer empresa.

Mas há mais: o valor dos terrenos mais baixo que em Campinas e um público igualmente ávido (e apto) para gastar tornam essas cidades alvos óbvios de empreendimentos como shopping centers e malls.

E como nessa área quem chega primeiro sempre leva vantagem, na semana passada os grupos Jones Lang LaSalle — Brasil, CPN e Building anunciaram um centro de compras de R$ 140 milhões em Jaguariúna.

Em março, a 5R Shopping Centers já havia anunciado a construção, em parceria com a ThomasiCamargo, do Praça Americana Shopping Center, com 33 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) e investimento de R$ 150 milhões.

Os dois projetos foram pensados para atender consumidores que hoje recorrem às lojas campineiras. Os investidores apostam num público de renda elevada e em cidades que apresentam bom crescimento econômico. Somados, os dois centros de compras vão gerar 3.800 empregos.

Um dos motivos para essas apostas é um estudo da consultoria IPC Marketing, que mostrou que o potencial de consumo da RMC para este ano é de R$ 58,26 bilhões, dos quais a cidade de Campinas responde por R$ 25,1 bilhões.

Mas somadas, Americana, Cosmópolis, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Nova Odessa, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo atingem um valor ainda maior: R$ 30,18 bilhões - e boa parte disso, hoje, acaba vindo mesmo para Campinas. Portanto, faz sentido procurar atender a este público em suas próprias cidades.

A onda de investimentos não é de hoje: nos últimos quatro anos, foram anunciados e inaugurados vários shoppings em municípios próximos. Em Indaiatuba, por exemplo, foi aberto em abril do ano passado o Polo Shopping, que recebeu investimentos de R$ 120 milhões e gerou 4 mil postos de trabalho.

Na cidade de Hortolândia, entrou em funcionamento em novembro de 2011 o Shopping Hortolândia, que abriu 1.500 vagas após um investimento de R$ 80 milhões. No município de Sumaré, será erguido o Shopping Sumaré, que consumirá R$ 100 milhões e empregará 1.200 pessoas. E em Santa Bárbara, foi construído o VIC Center, com investimento de R$ 38 milhões.

Diferenciado

O diretor nacional de Locações da Jones Lang LaSalle – Brasil, André Costa, afirmou que o empreendimento de Jaguariúna terá um conceito diferenciado. “A ideia é de um power center, com um outlet de móveis, artigos do lar e decoração. Haverá um espaço chamado Vitaplex para atividades voltadas à saúde, estética, beleza e bem-estar. Outra área conterá um shopping center convencional, com lojas e serviços. E ainda teremos um setor voltado aos grandes varejistas, como supermercados e home centers”, detalhou.

Ele comentou que o empreendimento terá 60 mil metros quadrados de área para locação e mais de 3 mil vagas de estacionamento. “O shopping ficará às margens da Rodovia SP-340 (Campinas-Mogi Mirim), que liga Campinas ao Circuito das Águas, bem em frente à Ambev. O objetivo é atrair o público que vem do Circuito das Águas e até agora tinha que ir a Campinas para fazer suas compras”, disse.

Costa salientou que o raio de influência estimado é de 50 quilômetros de Jaguariúna. “O edifício será um open mall. Serão vários setores formando um único empreendimento”.

O executivo de uma das empresas responsáveis pelo projeto disse que o centro de compras terá 230 operações. Segundo ele, serão 140 lojas no shopping center, 40 no Vitaplex, 40 na área definida para o outlet de móveis e nove grandes âncoras. “O investimento será de R$ 140 milhões”, comentou. A previsão é que o shopping seja inaugurado em abril de 2014. O projeto está sendo desenvolvido há um ano em parceria com a CPN e a Building.

Costa comentou que o terreno que vai abrigar o empreendimento tem mais de 500 mil metros quadrados. “Ele já pertencia aos nosso parceiros no negócio. Vamos ocupar 230 mil metros quadrados, o que quer dizer que sobrará muito espaço para ampliação ou novos negócios”, disse.

Multiplicando

O investimento que será realizado pelos três grupos não será o único na área de varejo no município. No ano passado, a Cariba Empreendimentos anunciou que terá um shopping de vizinhança em Jaguariúna.

O projeto fará parte de um pacote que visa atender a nichos de mercado em regiões que tenham pelo menos de 20 mil a 30 mil pessoas. A direção da empresa informou na época que os locais terão um mínimo de 1.200 a 1.500 metros quadrados de área bruta locável e investimentos que variam de R$ 4 milhões a R$ 6 milhões.


Americana terá shopping até 2015

Americana ganhará até 2015 seu primeiro shopping de grande porte. “O empreendimento ficará em um dos principais endereços da cidade, a Avenida Brasil. A renda per capita local é elevada e há demanda suficiente para justificar o investimento”, disse o diretor presidente da 5R Shopping Centers, Felipe Fulcher.

Ele salientou que o projeto é o primeiro da marca no Estado de São Paulo. “O shopping vai atender desde o público de classe A até a nova classe média. Atualmente, os consumidores da cidade vão até os grandes varejos de Campinas para comprar. Eles passarão a ter uma ótima opção em sua cidade”, disse.

O Praça Americana Shopping Center, que está sendo desenvolvido em parceria com a ThomasiCamargo, terá dois pisos de estacionamento e outros dois para as lojas. Serão 33 mil metros quadrados de área locável que abrigarão 150 lojas-satélites, seis âncoras, seis semi-âncoras, um complexo de lazer infantil e seis salas de cinema.

Haverá ainda uma praça de alimentação com fast- foods, dois restaurantes e 1,5 mil assentos. O shopping terá 1,7 mil vagas de estacionamento e vai gerar 2.400 empregos.

Fonte: Correio Popular
http://correio.rac.com.br/correio-po...as-da-rmc.html
Marco C. no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2012, 12:20 PM   #594
ulilopes
Aglomerado Urbano Caipira
 
ulilopes's Avatar
 
Join Date: Nov 2006
Location: Interior de SP
Posts: 8,574
Likes (Received): 937


Realmente os shoppings estão invadindo a região!
Fora as cidades citadas, outras cidades da região estendida (Limeira, Piracicaba, Mogi-Guaçu, etc...) também estão construindo shoppings e grandes hipermercados!
__________________
Araras no Facebook
ulilopes no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2012, 04:12 PM   #595
Eric Vellone Coló
Registered User
 
Eric Vellone Coló's Avatar
 
Join Date: Jul 2011
Location: São Paulo
Posts: 88
Likes (Received): 33

Multinacional alemã vai investir R$ 31 mi


A multinacional alemã Baerlocher, fabricante de aditivos para a indústria plástica, vai investir cerca de R$ 31 milhões para ampliar a capacidade produtiva da unidade de Americana. O investimento deverá ser efetuado ao longo de um ano e meio e irá ampliar em 50% o faturamento da empresa, previsto em R$ 60 milhões. A expansão da multinacional vai aumentar em 8.500 metros quadrados a área da fábrica e 20% o quadro de funcionários.

O anúncio da expansão foi feito ontem pelo prefeito Diego De Nadai (PSDB), em entrevista coletiva no Paço Municipal de Americana ao lado do vice-prefeito Seme Calil (PSB), do secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Carlos Martins, e do vereador Luciano Corrêa (PSDB).

“Estou muito contente por trazer essa informação, já que negociamos com a prefeitura há mais de dois anos. Estamos em Americana há quase 30 anos e com o crescimento do mercado optamos em fazer essa ampliação. É um investimento que traz novas tecnologias para atender nosso mercado, que é muito pujante”, afirmou o presidente da Baerlocher no Brasil, Juarez da Silva Costa.

Diego ressaltou a importância da instalação de novas empresas em Americana, mas disse ser necessário dar atenção especial para aquelas que já existem na cidade, como é o caso da Baerlocher. A empresa está presente no município desde 1985, quando transferiu a fábrica do Grande ABC.

“Quero agradecer a confiança da Baerlocher, e dizer que estamos empenhados em buscar novas empresas e gerar emprego, além de fortalecer as que já estavam aqui. Não é qualquer cidade que pode contar com um investimento desse porte. A Baerlocher está situada em 13 países e Americana foi a que mais recebeu investimentos no mundo”, destacou Diego.

A Baerlocher vai ser beneficiada pelo Promaie (Programa Municipal de Atração de Investimento Empresarial), que prevê incentivos fiscais a empresas que irão se instalar ou expandir as instalações na cidade. Entre os benefícios estão isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e do ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis), aplicação de alíquota de 2% no ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) e reembolso de até 50% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). “Americana tem oferecido investimentos e infraestrutura para que negócios sejam implementados aqui”, acrescentou o presidente da multinacional.

http://portal.tododia.uol.com.br/?To...Materia=687806
Eric Vellone Coló no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2012, 06:10 PM   #596
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by Marco C. View Post
Empreendedores acham novo Eldorado na RMC

Com potencial de consumo de R$ 30 bilhões, região atrai negócios

As cidades de médio porte da Região Metropolitana de Campinas (RMC) são o mais novo objeto de desejo de investidores da área de varejo.

Juntos, 12 municípios da região chegam a R$ 30,18 bilhões em potencial de consumo - o que já seria um atrativo mais do que suficiente para justificar o interesse de qualquer empresa.

Mas há mais: o valor dos terrenos mais baixo que em Campinas e um público igualmente ávido (e apto) para gastar tornam essas cidades alvos óbvios de empreendimentos como shopping centers e malls.

E como nessa área quem chega primeiro sempre leva vantagem, na semana passada os grupos Jones Lang LaSalle — Brasil, CPN e Building anunciaram um centro de compras de R$ 140 milhões em Jaguariúna.

Em março, a 5R Shopping Centers já havia anunciado a construção, em parceria com a ThomasiCamargo, do Praça Americana Shopping Center, com 33 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) e investimento de R$ 150 milhões.

Os dois projetos foram pensados para atender consumidores que hoje recorrem às lojas campineiras. Os investidores apostam num público de renda elevada e em cidades que apresentam bom crescimento econômico. Somados, os dois centros de compras vão gerar 3.800 empregos.

Um dos motivos para essas apostas é um estudo da consultoria IPC Marketing, que mostrou que o potencial de consumo da RMC para este ano é de R$ 58,26 bilhões, dos quais a cidade de Campinas responde por R$ 25,1 bilhões.

Mas somadas, Americana, Cosmópolis, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Nova Odessa, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré, Valinhos e Vinhedo atingem um valor ainda maior: R$ 30,18 bilhões - e boa parte disso, hoje, acaba vindo mesmo para Campinas. Portanto, faz sentido procurar atender a este público em suas próprias cidades.

A onda de investimentos não é de hoje: nos últimos quatro anos, foram anunciados e inaugurados vários shoppings em municípios próximos. Em Indaiatuba, por exemplo, foi aberto em abril do ano passado o Polo Shopping, que recebeu investimentos de R$ 120 milhões e gerou 4 mil postos de trabalho.

Na cidade de Hortolândia, entrou em funcionamento em novembro de 2011 o Shopping Hortolândia, que abriu 1.500 vagas após um investimento de R$ 80 milhões. No município de Sumaré, será erguido o Shopping Sumaré, que consumirá R$ 100 milhões e empregará 1.200 pessoas. E em Santa Bárbara, foi construído o VIC Center, com investimento de R$ 38 milhões.

Diferenciado

O diretor nacional de Locações da Jones Lang LaSalle – Brasil, André Costa, afirmou que o empreendimento de Jaguariúna terá um conceito diferenciado. “A ideia é de um power center, com um outlet de móveis, artigos do lar e decoração. Haverá um espaço chamado Vitaplex para atividades voltadas à saúde, estética, beleza e bem-estar. Outra área conterá um shopping center convencional, com lojas e serviços. E ainda teremos um setor voltado aos grandes varejistas, como supermercados e home centers”, detalhou.

Ele comentou que o empreendimento terá 60 mil metros quadrados de área para locação e mais de 3 mil vagas de estacionamento. “O shopping ficará às margens da Rodovia SP-340 (Campinas-Mogi Mirim), que liga Campinas ao Circuito das Águas, bem em frente à Ambev. O objetivo é atrair o público que vem do Circuito das Águas e até agora tinha que ir a Campinas para fazer suas compras”, disse.

Costa salientou que o raio de influência estimado é de 50 quilômetros de Jaguariúna. “O edifício será um open mall. Serão vários setores formando um único empreendimento”.

O executivo de uma das empresas responsáveis pelo projeto disse que o centro de compras terá 230 operações. Segundo ele, serão 140 lojas no shopping center, 40 no Vitaplex, 40 na área definida para o outlet de móveis e nove grandes âncoras. “O investimento será de R$ 140 milhões”, comentou. A previsão é que o shopping seja inaugurado em abril de 2014. O projeto está sendo desenvolvido há um ano em parceria com a CPN e a Building.

Costa comentou que o terreno que vai abrigar o empreendimento tem mais de 500 mil metros quadrados. “Ele já pertencia aos nosso parceiros no negócio. Vamos ocupar 230 mil metros quadrados, o que quer dizer que sobrará muito espaço para ampliação ou novos negócios”, disse.

Multiplicando

O investimento que será realizado pelos três grupos não será o único na área de varejo no município. No ano passado, a Cariba Empreendimentos anunciou que terá um shopping de vizinhança em Jaguariúna.

O projeto fará parte de um pacote que visa atender a nichos de mercado em regiões que tenham pelo menos de 20 mil a 30 mil pessoas. A direção da empresa informou na época que os locais terão um mínimo de 1.200 a 1.500 metros quadrados de área bruta locável e investimentos que variam de R$ 4 milhões a R$ 6 milhões.


Americana terá shopping até 2015

Americana ganhará até 2015 seu primeiro shopping de grande porte. “O empreendimento ficará em um dos principais endereços da cidade, a Avenida Brasil. A renda per capita local é elevada e há demanda suficiente para justificar o investimento”, disse o diretor presidente da 5R Shopping Centers, Felipe Fulcher.

Ele salientou que o projeto é o primeiro da marca no Estado de São Paulo. “O shopping vai atender desde o público de classe A até a nova classe média. Atualmente, os consumidores da cidade vão até os grandes varejos de Campinas para comprar. Eles passarão a ter uma ótima opção em sua cidade”, disse.

O Praça Americana Shopping Center, que está sendo desenvolvido em parceria com a ThomasiCamargo, terá dois pisos de estacionamento e outros dois para as lojas. Serão 33 mil metros quadrados de área locável que abrigarão 150 lojas-satélites, seis âncoras, seis semi-âncoras, um complexo de lazer infantil e seis salas de cinema.

Haverá ainda uma praça de alimentação com fast- foods, dois restaurantes e 1,5 mil assentos. O shopping terá 1,7 mil vagas de estacionamento e vai gerar 2.400 empregos.

Fonte: Correio Popular
http://correio.rac.com.br/correio-po...as-da-rmc.html
Muito bons os investimentos. A RMC cada vez mais multi-polarizada, importante para espalhar o desenvolvimento por toda a região.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old June 7th, 2012, 08:05 PM   #597
zolin
Grande Campinas (S.Paulo)
 
zolin's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Posts: 10,905
Likes (Received): 454

Quote:
Originally Posted by CuriosoCPS View Post
Muito bons os investimentos. A RMC cada vez mais multi-polarizada, importante para espalhar o desenvolvimento por toda a região.
é bom
__________________
Invista em Dracena.!!

A Capital da Nova Alta Paulista.!!
Segunda Maior Cidade do Oeste Paulista.!!
zolin no está en línea   Reply With Quote
Old June 8th, 2012, 01:55 AM   #598
Hello_World
Go Brazil!
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 6,107
Likes (Received): 3484

Jaguariúna recebe trânsito muito grande de pessoas que vão do Circuito das Águas (principalmente Serra Negra, Amparo e Pedreira) em direção a Campinas. Esse novo shopping só dará certo por causa dessas outras cidades - Jaguariúna tem 40 mil habitantes, é uma cidade provinciana, todo mundo acha chiquérrimo ir para os shoppings de Campinas...
Hello_World no está en línea   Reply With Quote
Old June 8th, 2012, 08:44 PM   #599
CuriosoCPS
Registered User
 
Join Date: Sep 2009
Posts: 388
Likes (Received): 0


Pelo que fala na notícia o shopping de Jaguariúna ficará na SP-340 de frente com a Ambev (ou seja com a RED também) então terá acesso fácil tanto ao Circuito das Águas quanto às cidades da região Mogiana. Com duas vantagens pra todo esse pessoal: é mais perto do que ir a Campinas e não tem que pagar pedágio. Se os empreendedores souberem trabalhar com esse conceito de shopping regional tem tudo para ser um grande sucesso.
CuriosoCPS no está en línea   Reply With Quote
Old June 9th, 2012, 01:39 AM   #600
Hello_World
Go Brazil!
 
Hello_World's Avatar
 
Join Date: Dec 2009
Location: Interior Paulista
Posts: 6,107
Likes (Received): 3484


então espero que dê tudo de errado com esse shopping
Hello_World no está en línea   Reply With Quote
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 06:49 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu