daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Norte > Projectos



Reply

 
Thread Tools
Old April 8th, 2012, 01:15 PM   #241
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

As cidades tem de se adequar às exigências de crescimento e desenvolvimento das suas populações,de forma a que, inclusive, se afirmem sob o ponto de vista turístico, respeitando toda a sua essência, história e património natural, paisagístico, arquitectónico urbano e imaterial, de acordo com tais coisas esta intervenção é um sucesso. Lamento de facto o varandim, verdadeiro exemplo/reflexo do ultra ego dos artísticas/projectistas tugas que gostam de "show off" e em parte tenho pena que a ala norte e rua de St António não tenham sido fechadas ao transito e o facto de considerar que na Alameda colocaram árvores a mais, de resto... Parabéns aos autores!

É natural e ainda bem, que sejam levantadas duvidas e surjam criticas, no entanto parte das opiniões que por aí vou lendo demonstram, de facto, falta de conhecimento e vivência no espaço.
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old April 8th, 2012, 03:14 PM   #242
dmonteiro
Registered User
 
Join Date: Jul 2010
Location: Guimarães
Posts: 16
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by luisribeiro View Post
As cidades tem de se adequar às exigências de crescimento e desenvolvimento das suas populações,de forma a que, inclusive, se afirmem sob o ponto de vista turístico, respeitando toda a sua essência, história e património natural, paisagístico, arquitectónico urbano e imaterial, de acordo com tais coisas esta intervenção é um sucesso. Lamento de facto o varandim, verdadeiro exemplo/reflexo do ultra ego dos artísticas/projectistas tugas que gostam de "show off" e em parte tenho pena que a ala norte e rua de St António não tenham sido fechadas ao transito e o facto de considerar que na Alameda colocaram árvores a mais, de resto... Parabéns aos autores!

É natural e ainda bem, que sejam levantadas duvidas e surjam criticas, no entanto parte das opiniões que por aí vou lendo demonstram, de facto, falta de conhecimento e vivência no espaço.

Claro, Guimarães ganhou muito, muito com esta intervenção... Só os vimaranenses que vivam realmente a praça podem entender. Concordo contigo realmente no ponto da rua de St António, Guimarães merecia apostar mais no comércio de rua e esse era o primeiro grande passo.

Quanto ao varandim, eu mantenho a minha opinião que não vai ser tão diferente do toural e das suas opiniões iniciais até agora. Só acho que devia estar um pouco mais perto da estrada, de resto, e porque ainda hoje voltei a passar lá, as pessoas estão a aderir ao varandim, encostanto-se lá, usando aquilo como um elemento "usável" da praça. Não cria grandes problemas de destabilizar o facto de o toural ser aberto, e cria um ponto de junção das pessoas. Uma praça assim precisa de algo assim, para as pessoas não estarem apenas a "nadar" lá no meio, o que é bom também, mas assim sendo acho que o varandim só complementa o toural. Premite uma mais completa vivência do espaço.
dmonteiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 23rd, 2012, 03:56 AM   #243
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

A questão do varandim é que, para além de feio, a sua utilidade perde-se, destoa no contexto da praça, da cidade e principalmente do contexto artístico que a coitada da autora tanto defende mas nem soube justificar. Era escusado, não gosto mesmo daquilo.

Last edited by luisribeiro; April 23rd, 2012 at 04:53 AM.
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 23rd, 2012, 04:53 AM   #244
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

Sobre o "varandim" do Toural

"Ausente de Guimarães por alguns dias, acompanhei de longe a polémica que se reacendeu à volta do Toural, agora a propósito da colocação da obra de arte em forma de varandim dourado. Tendo-o visto hoje, com olhos de ver, suscita-me algumas reflexões.

1. O meu contacto com esta obra foi antecedido pelo visionamento de uma entrevista da autora daquela intervenção, a artista Ana Jotta, ao site Guimarães Digital, com declarações que não me pareceram particularmente felizes. Dizer que o Toural, tal como o conhecemos antes da configuração que agora apresenta, era “uma praça dos anos 50, mais ou menos” é sinal de que o “trabalho de casa” não foi bem feito. O Toural anterior a 2011 foi desenhado exactamente um século antes, na sequência da instauração da República, tendo sido completado no final da década de 1920 com a colocação do mosaico de quartzito e basalto. O único elemento da década de 1950 que lá existia era a fonte-monumento.

Por outro lado, julgo depreender da entrevista em referência alguma confusão na descrição do processo de produção da grade do Toural. Ao contrário do que a artista afirma, a fundição em molde de areia é um processo eminentemente industrial. Artesanal é o trabalho do ferreiro, o mestre da forja, do fole, da bigorna, do martelo e das tenazes, cuja arte tem, em Guimarães, larga tradição e notáveis artistas. Basta espreitar, sem sair do Toural, a loja do Ferreira da Cunha ou conhecer a oficina do artista que, ali para a rua de Donães, dá pelo nome de Gaspar Carreira.


O mais surpreendente da entrevista é a afirmação de que “as pessoas gostam de vandalizar seja o que for”, a que subjaz a ideia de que o destino daquela obra é ser vandalizada. Ora, se há terra onde tal asserção não faz o mínimo sentido é Guimarães. Aqui, as pessoas não “gostam de vandalizar”. Bem pelo contrário. Em Guimarães, as pessoas estimam e preservam o seu património. E fazem-no com tais cuidados que a cidade ganhou o estatuto de Património Mundial.

2. Não me parece que varandim seja o nome mais adequado para aquele objecto. Um varandim é uma espécie de varanda estreita, colocada num ponto elevado, em geral com vistas privilegiadas sobre a paisagem. O que se encontra no Toural tem o nome de grade ou, para ser mais exacto, gradeamento. Varandim é pseudónimo ou nome artístico.

3. O gradeamento do Toural é, como a artista o assume, uma cópia do que já existia no Toural, como se percebe olhando para a varanda de um dos edifícios que se encostam à basílica de S. Pedro. No entanto, o original, em ferro forjado, ganha em finura e elegância.

4. Desde Dezembro que nos fomos habituando ao Toural com a sua renovada condição se praça ampla e desimpedida. O gradeamento introduz uma barreira na praça e alguns engulhos no argumentário de quem se afeiçoou à nova praça e agora olha para a grade como um corpo estranho.

5. O revestimento a ouro do gradeamento é um barroquismo que se estranha. O dourado não integra a paleta de cores com que se pinta a cidade de Guimarães. Não faz parte da nossa cultura urbana.

6. Na minha opinião, de adepto confesso do projecto de requalificação do Toural, o gradeamento dourado está a mais. Não havia necessidade. Por mais que as busque, não encontro razões de natureza funcional nem de ordem estética que me suscitem simpatia por aquela instalação artística.

7. No entanto, neste caso, como em tantos outros, o modo como o tempo nos fará olhar para o gradeamento resultará da forma como as pessoas se apropriarem dele. E, em vez do vandalismo anunciado, vejo uma singular manifestação de bem-querer, que replica uma tradição que se vai espalhando pela Europa, a dos “cadeados de amor”, neste caso de amor pela cidade. "


http://araduca.blogspot.pt/
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 23rd, 2012, 05:06 AM   #245
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

Mas nem com os "cadeados do amor" aquilo cativa, pelo menos a mim.
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 23rd, 2012, 05:08 AM   #246
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

Tenho fé que nas "roubalheiras" dos nicolinos, aquilo ganhe utilidade.
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 23rd, 2012, 03:57 PM   #247
smasher_marques
Registered User
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 2,377
Likes (Received): 79

Quote:
Originally Posted by luisribeiro View Post
Tenho fé que nas "roubalheiras" dos nicolinos, aquilo ganhe utilidade.
Já somos dois luis!
smasher_marques no está en línea   Reply With Quote
Old September 7th, 2012, 02:10 AM   #248
luisribeiro
Registered User
 
Join Date: Dec 2009
Location: Lisboa - Guimarães
Posts: 2,953
Likes (Received): 464

E passaram quase 9 meses desde a inauguração do novo Toural e restantes areas requalificadas... um sucesso... as árvores vão entrar num novo ciclo dentro de semanas com o outono, adivinha-se um espectáculo cromático tendo em conta as espécies escolhidas...

A grade acabou por permanecer e as caldeiras em redor das árvores do aglumerado na parte inferior esquerda da praça, continuam a faltar, de resto está tudo impecável...
luisribeiro no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 08:34 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu