daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old March 28th, 2011, 01:31 PM   #81
mauco
Baixada Catarinense
 
mauco's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Itajaí, SC
Posts: 695
Likes (Received): 14

Vergonha!!!
Cocaína é comprada com cartão de crédito na beira de estradas do país
Fantástico percorreu 9,7 mil quilômetros dentro de um caminhão, flagrando imagens de prostituição, corrupção e tráfico de drogas

Durante três semanas, a equipe do Fantástico cruzou o Brasil na boleia de um caminhão! Foram quase dez mil quilômetros, do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte. Flagramos de tudo! Barbeiragens terríveis, venda livre de drogas, corrupção policial e saques em caminhões acidentados. A reportagem mostra uma viagem por estradas que são terras de ninguém.

É uma barbeiragem atrás da outra. Os acidentes se multiplicam. Em Minas Gerais, a carga é saqueada na frente da equipe do Fantástico.

Para registrar flagrantes como os mostrados em vídeo, o Fantástico percorreu 9,7 mil quilômetros, do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte, dentro de um caminhão. Uma das constatações mais graves: drogas são vendidas livremente, na beira da estrada, e em postos de gasolina.

Cocaína tem até no cartão de crédito! O Fantástico revela também as falhas da fiscalização. E o que chegaram a dizer, em reuniões fechadas, duas autoridades que deveriam zelar pela segurança nas estradas. Tem até pedido pra aliviar multas de políticos.

Cocaína paga com cartão

São Paulo é o ponto de partida dessa reportagem especial. Viajamos num caminhão vazio, sem carga. Um produtor do Fantástico simula ser o ajudante do motorista. Outra parte da equipe vai num carro.

Perto do maior terminal de cargas da Grande São Paulo, na rodovia Fernão Dias, em Guarulhos, prostitutas se oferecem no meio da rua em troca de droga.

“Dá um dinheirinho pra gente pegar um pó pra gente acordar de verdade. Vocês não se arrependem, não”, diz uma mulher.

De repente, um homem aparece. Ele não diz quem é. Mas o tom é de ameaça. “Quero saber o que está acontecendo aqui”, afirma . A conversa tem que ser mais discreta. “Policiais estão por perto”, diz ele.

Nossa equipe vai embora logo depois. Em três semanas, passamos por estradas federais de 11 estados.

De São Paulo, fomos até Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, fronteira com Argentina e Uruguai. De lá, seguimos para o extremo oposto do Brasil - Natal, Rio Grande do Norte. De lá, voltamos para a capital paulista.

Geralmente, quem oferece drogas são os funcionários dos postos de combustíveis.

Em um da BR-101, em Itajaí, Santa Catarina o frentista quer vender cocaína.

Frentista : Quer pó?
Repórter: Tem pó? cocaína, né?
Frentista: É

O frentista diz que, depois do serviço, vai se encontrar com traficantes e que três caminhoneiros já encomendaram. Nosso produtor simula interesse.

Produtor: Tu leva onde eu estou?
Frentista: Onde que você vai estar?
Produtor: Naquele posto mais para trás.
Frentista: É para ali mesmo que eu vou entregar para os caras. Tem 3 me esperando.

O frentista ficou de levar a cocaína para outro posto. A equipe do Fantástico não vai comprar a droga. Só quer saber se ele vai cumprir com o combinado. À meia-noite, o frentista aparece, como havia prometido.

Em Itajaí, fica um dos maiores portos do país - o que explica a grande quantidade de caminhoneiros na região.

Fomos a outro posto de combustível - ainda na BR-101. Não demora muito e a cocaína aparece.

Repórter: Deixa eu ver. De quanto que é esse?
Frentista: R$ 50.
Repórter: R$ 50? Eu vou passar ali, tirar um dinheiro do caixa eletrônico.

Quando já íamos embora, o frentista insiste. É naquele posto de Itajaí onde se vende cocaína no cartão de crédito.

Frentista: Não quer passar aqui no posto? Que cartão que é?

Durante o dia, logo cedo, voltamos ao posto e encontramos o mesmo frentista vendendo cocaína.

Repórter: A qualquer hora do dia que eu venho aqui, eu posso pegar cocaína?
Frentista: Pode. Só chegar aí.
Repórter: Eu posso passar o cartão ali dentro?
Frentista: É. Eu peço pra passar ali.

Matéria completa: http://gazetaweb.globo.com/v2/notici...o.php?c=228362
mauco no está en línea  

Sponsored Links
 
Old March 28th, 2011, 02:07 PM   #82
Manezinho
Registered User
 
Manezinho's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Próximo a Desterro
Posts: 3,919
Likes (Received): 51

Câmeras de Vigilância reforçam segurança no município de São José

Mesmo antes de ser inaugurada a Central de Monitoramento, números da criminalidade caíram, segundo Polícia Militar



Inaugurada há pouco mais de uma semana, a Central de Monitoramento de São José ainda está em fase de testes, mas mesmo antes de entrar em funcionamento o número de delitos do mês de fevereiro e primeira quinzena de março já diminuiu em 30%, com relação ao mesmo período do ano passado.

O objetivo é ter 60 câmeras de vigilância. A expectativa é que em dois meses os 30 equipamentos, que foram adquiridos pela prefeitura, deverão ser instalados em locais estratégicos do município. Os bairros a serem beneficiados com o monitoramento, no primeiro momento, são Kobrasol, Campinas, Barreiros e Roçado. As outras 30 são de responsabilidade da Secretaria de Estado da Segurança Pública, que também vai instalá-las nos túneis da BR-101.

O monitoramento é realizado pela Polícia Militar, sob responsabilidade do 7º batalhão, comando do coronel Paulo Romualdo Weiss e do sargento responsável pelo 4º setor, Diogo Modesto Dutra. São José conta, hoje, com as imagens de nove câmeras, que são gravadas e arquivadas. A cada 15 dias é feito um backup no material para que não se perca nada e seja possível resgatar depois.

“É possível monitorar toda São José com as 30 câmeras. Quando tivermos as 60, vamos cobrir os furos deixados e dividir o município em quatro áreas e com centrais diferentes”, esclarece Weiss. O comandante destaca que caso aconteça uma pane em alguma central, aqueles locais monitorados poderão ser observados de outra região.

Redução nas ocorrências antes da instalação

De acordo com o comandante Weiss, em Florianópolis, as câmeras de monitoramento auxiliaram na redução de 37% dos crimes e a expectativa não é diferente em São José. De fevereiro até agora, o município já registrou uma diminuição de 30% nos crimes, o que significa quase mil ocorrências, além dos 15% menos furtos de veículos. “Se pelo simples fato da notícia da instalação das câmeras afastou a criminalidade, quando possuirmos todas em operação vai reduzir ainda mais”, acrescenta.

Assaltos, arrombamentos a lojas e carros, sequestros, tráfico de drogas, entre outros, poderão ser evitados. “Cada câmera significa mais um policial na rua, com a diferença de ter uma visão mais ampla e aproximada”, afirma Weiss. De acordo com ele, assim que uma ação suspeita é visualizada, o policial de plantão informa a viatura mais próxima, que é deslocada até o local.

“A comunidade, com certeza, se sente mais segura. Mesmo se o marginal não for pego no momento do delito, ele poderá ser reconhecido através das imagens arquivadas. Quando a cidade estiver cheia de câmeras, eles não vão mais se aventurar”, avisa.

Policiais treinados e atentos

Um policial militar e um guarda municipal farão o monitoramente das câmeras. Ambos serão treinados para aprender a operar e acompanhar o equipamento. Os servidores farão plantões de 12h e poderão ficar, no máximo, 6h observando as imagens. Outros dois policiais farão a segurança de todo o setor quatro, que contempla o bairro Barreiros, onde a Central de Monitoramento está instalada, no estacionamento do Shopping Itaguaçu.

De acordo com o comandante do 7º BPM Weiss, os policiais precisam estar atentos e bem treinados para receber a capacidade máxima de câmeras da central, que são 60. “Em cada monitor, serão observadas dez câmeras diferentes, que mudam o foco de observação a cada três ou cinco segundos, conforme a programação do serviço”, explica.

Na sala de monitoramento, há seis monitores de 42 polegadas e três computadores. As câmeras são de alta definição, com aproximação de cerca de 200 metros, captação em 360 graus e imagem colorida. Segundo o comandante, é possível dizer com detalhes como é o suspeito, as cores da roupa, acessórios e placa do veículo.

Pontos monitorados

-Rua Adhemar da Silva
-Avenida Lédio João Martins (duas câmeras)
-Rua Delamar José da Silva
-Avenida Josué di Bernardi
-Avenida Presidente Kennedy
-Avenida Beira-mar
-Avenida Leoberto Leal
-Rua João Grumiche

http://www.ndonline.com.br/florianop...-sao-jose.html
Manezinho no está en línea  
Old March 28th, 2011, 02:16 PM   #83
Manezinho
Registered User
 
Manezinho's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Próximo a Desterro
Posts: 3,919
Likes (Received): 51

DUPLICAÇÃO DA SC-401
Primeira etapa começa no dia 4




O trabalho de fundação do viaduto da Vargem Pequena, primeira etapa da duplicação da SC-401, em Florianópolis, começa na próxima segunda-feira, 12 dias depois do prazo anunciado pelo governador Raimundo Colombo durante a cerimônia de assinatura da ordem de serviço, em 21 de fevereiro. Mesmo assim, a Secretaria de Obras discorda que houve atraso na obra por considerar a medição da rodovia como o início dos serviços entre o trevo de Jurerê e o dos Ingleses.

Posição diferente tem a empresa TV Técnica Viária Construções Ltda, responsável pela duplicação. A engenheira Fernanda Almeida Maestri afirmou que há um “certo atraso”. Explicou que a causa é a demora na desapropriação de 32 imóveis.

Ela declarou que não adianta montar o canteiro de obras só para atrapalhar o trânsito. A engenheira afirmou que o viaduto é prioridade porque a obra requer mais tempo por necessitar de perfuração do solo e colocação de estacas.

A previsão de término da duplicação deste trecho e do viaduto é novembro deste ano, e o cronograma será cumprido se não houver problema nos pagamentos por parte do governo estadual, garantiu a engenheira. Ela explica que durante quase todo o período de construção do viaduto da Vargem Pequena o trânsito será desviado por um acesso secundário a ser construído no lado direito no sentido Centro-praias. Caso as desapropriações demorem outra alternativa será estudada.

Deinfra afirma que obra será feita dentro do prazo

A pavimentação da SC-401 vai começar na metade deste ano e a previsão é concluir o asfalto em quatro meses. O presidente do Departamento de Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Paulo Meller, afirmou que a duplicação da SC-401 vai precisar de 32 desapropriações. O processo enfrenta problemas porque muitos proprietários não têm escritura, o que impede o pagamento de indenizações. A situação foi constatada em nove das 15 casas e comércio procurados. A alternativa é recorrer à Justiça. O governo do Estado entra com um pedido de liminar para obter a posse do terreno e faz um depósito em juízo do valor correspondente.

Meller declarou que o cronograma será respeitado. A intenção é terminar a construção de duas faixas antes da temporada. A rodovia estadual será usada durante o verão e, em seguida, a pista existente hoje será fechada para recuperação. A reforma está prevista no contrato.

Esta é só a primeira parte da duplicação da SC-401. O trecho de 2,3 quilômetros entre o acesso aos Ingleses e a Praia de Canasvieiras não está incluído. O presidente do Deinfra informou que o edital de licitação já foi aberto. Meller explicou que sem a contratação da empresa que vai fazer a obra não é possível fixar um prazo de conclusão do serviço. A expectativa é que a obra custe R$ 5,5 milhões.



http://www.clicrbs.com.br/diariocata...79&section=213
Manezinho no está en línea  
Old March 28th, 2011, 02:19 PM   #84
Manezinho
Registered User
 
Manezinho's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Próximo a Desterro
Posts: 3,919
Likes (Received): 51

Na SC-405, imóveis no caminho

O governo do Estado também prometeu terminar a terceira pista da SC-405, que liga o Centro ao Sul da Ilha de Santa Catarina, antes da temporada começar. As desapropriações também são o principal empecilho.

O presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), engenheiro Paulo Meller, disse que são cerca de cem imóveis, e metade das indenizações já foi acertada.

O problema da falta de escrituras se repete, mas os casos já estão na Justiça. Ele contou que a cada dia são expedidas até três liminares cedendo a posse para o Estado. Neste ritmo, a expectativa é terminar as desapropriações em 40 dias. Concluída esta etapa, a obra pode começar. A terceira pista vai ligar o trevo do Rio Tavares ao recém-construído Trevo da Seta. Este último prometia resolver o problema de tráfego lento para o Sul da Ilha, mas o resultado foi diferente e as filas permanecem.

No aniversário de Florianópolis, na quarta-feira, e em entrevista à Rádio CBN Diário, na sexta-feira, o prefeito da Capital, Dário Berger, reclamou da demora na construção da terceira faixa da rodovia. Ele afirmou que fez sua parte, mas o governo do Estado não. Declarou que a cidade parece estar em segundo plano. A crítica também se referia ao atraso nas obras de duplicação da SC-401.

http://www.clicrbs.com.br/diariocata...&edition=16779
Manezinho no está en línea  
Old March 28th, 2011, 02:50 PM   #85
Ocatarina
In Ordnung
 
Join Date: Jan 2011
Posts: 2,380
Likes (Received): 560

ALTO VALE
Cimento constrói a economia
Maior jazida de calcário em SC impulsiona desenvolvimento de Vidal Ramos


VIDAL RAMOS - O movimento no principal hotel aumentou 85% em dois anos, o número de restaurantes dobrou e a arrecadação mensal, que era de R$ 700 mil, passará a ter um acréscimo de R$ 400 mil. Donos de restaurantes, supermercados, imóveis, o poder público e os moradores da pequena Vidal Ramos, no Alto Vale, comemoram a chegada da fábrica de cimento da Votorantim, que será inaugurada em maio.

Após um ano e meio de obras, o investimento de R$ 450 milhões na localidade de Salseiro já impulsionou a economia do município, que detém a maior reserva catarinense de calcário – um dos principais insumos para fabricar cimento.

Sandro Hoidpers, proprietário do único hotel urbano da cidade, vibrou com a chegada dos 1,3 mil trabalhadores que erguem a fábrica. A ocupação mensal dos 15 quartos existentes era de, em média, 15%. Agora, com mais 32 quartos em um imóvel alugado e lotação de 100%, Hoidpers tem um novo prédio em fase final de construção na entrada da cidade, mais perto da fábrica. O novo hotel já tem quartos locados.

– Eu não diria que eles deram um empurrão para o desenvolvimento de Vidal Ramos. Eles puxaram, isso sim – comemora.

O secretário de Administração do município, Edilson Luiz Boing, conta que, com o início das operações da fábrica, a arrecadação mensal subirá R$ 400 mil mensais. A expectativa é de que o orçamento, que em 2010 foi de R$ 12 milhões, dobre nos próximos anos. A prefeitura já tem planos de como investir o dinheiro. O posto de saúde precisa de melhorias, os professores de qualificação e as escolas da rede municipal de reformas. A Votorantim já construiu um novo parque de exposições, uma escola e estruturou o recolhimento do lixo reciclável e orgânico.

Boing também conta que os imóveis esgotaram e os alugueis subiram. A construção civil está aquecida e não há mão de obra disponível:

– Está impossível conseguir um pedreiro. Há fila de espera. Mas é por um bom motivo.

Mas o boom tem prazo. Com a inauguração, os 1,3 mil trabalhadores serão reduzidos a cerca de 150. A médio e longo prazo, o crescimento da economia terá ritmo mais lento que nos últimos três anos. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Vidal Ramos, Murilo Juttel Barni, conta que os comerciantes têm consciência e aproveitam enquanto podem.

– O comércio cresceu bastante para nossas proporções. Logo deve diminuir, mas vamos saber lidar com isso – conta.

O que mais preocupa é a infraestrutura viária. As rodovias que levam à cidade não têm condições de atender a demanda de caminhões que surgirá com a inauguração. O governo estadual, não se manifestou sobre o assunto.

daniela.matthes@santa.com.br

DANIELA MATTHES
A CIDADE
- Vidal Ramos tem 339 km²
- São 3,6 mil habitantes
- Principais atividades: fumo, cebola, milho, feijão, batata e hortifrúti
- Orçamento municipal de 2010: R$ 12 milhões
- A cada dois anos há a Doce Festa, evento que expõe doces caseiros
- Maior reserva de calcário de SC
- Em 2010 foi instituída como a Capital Catarinense do Cimento
Fonte: Prefeitura de Vidal Ramos e Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Unidade da Votorantim
- Serão gerados 160 postos de trabalho diretos e 300 indiretos
- Investimento foi de R$ 450 milhões
- A obra durou um ano e oito meses
- A unidade vai fabricar 800 mil toneladas de cimento e 500 mil toneladas de clínquer (um insumo para um tipo de cimento) por ano
- A inauguração está prevista para a primeira quinzena de maio de 2011
Fonte: assessoria de imprensa Votorantim

http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/imp...,3254434,16775
Ocatarina no está en línea  
Old March 28th, 2011, 03:45 PM   #86
dberg242
Santa Catarina
 
dberg242's Avatar
 
Join Date: Apr 2009
Location: Blumenau - SC
Posts: 3,248
Likes (Received): 616

Quote:
Originally Posted by Barriga-Verde View Post

Pois eu vi tudo de camarote. Será que em Blumenau apagaram a Ponte de Ferro ou a prefeitura...?
Apagaram apenas da prefeitura. As pontes e demais monumentos ficaram acesos, por isso a cidade não contou como participante.
__________________
THREADS : BLUMENAU (Panorâmicas) - BLUMENAU (Algumas imagens)

"Construa alto, mas construa com qualidade e bom gosto. Sem ferir os olhos de quem olha e sem ofuscar a natureza em volta."
dberg242 no está en línea  
Old March 28th, 2011, 03:49 PM   #87
dberg242
Santa Catarina
 
dberg242's Avatar
 
Join Date: Apr 2009
Location: Blumenau - SC
Posts: 3,248
Likes (Received): 616

Satisfação na XV (1)

Apenas 15,7% das pessoas que passam diariamente pela Rua XV de Novembro, em Blumenau, consideram a via um espaço comercial muito bom ou excelente. A maioria, 61,4%, classifica a Rua XV como um bom roteiro de compras. Não é um resultado ruim, mas mostra o quanto a rua mais comercial da cidade pode evoluir.

Os números fazem parte de uma pesquisa feita pelo Sebrae para dar base ao trabalho de revitalização comercial da via, comentado neste espaço semana passada e que tem o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Satisfação na XV (2)

O que mais me preocupa é a falta de sintonia entre o que passa pelas cabeças do poder público e da população.

Seguindo a tendência de humanização, foram reduzidas as vagas de estacionamento na Rua XV. Por outro lado, a pesquisa do Sebrae mostra que a ampliação das vagas de estacionamento é a principal melhoria a ser feita na rua, segundo os que passam por ela.

Falta conscientização?

FONTE

É a velha rixa carros x pedestres. Existe projeto para transformar a rua XV em calçadão e tirar de vez os carros de lá.
__________________
THREADS : BLUMENAU (Panorâmicas) - BLUMENAU (Algumas imagens)

"Construa alto, mas construa com qualidade e bom gosto. Sem ferir os olhos de quem olha e sem ofuscar a natureza em volta."
dberg242 no está en línea  
Old March 28th, 2011, 03:52 PM   #88
dberg242
Santa Catarina
 
dberg242's Avatar
 
Join Date: Apr 2009
Location: Blumenau - SC
Posts: 3,248
Likes (Received): 616

Quote:
Originally Posted by Manezinho View Post
Na SC-405, imóveis no caminho

O governo do Estado também prometeu terminar a terceira pista da SC-405, que liga o Centro ao Sul da Ilha de Santa Catarina, antes da temporada começar. As desapropriações também são o principal empecilho.

O presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), engenheiro Paulo Meller, disse que são cerca de cem imóveis, e metade das indenizações já foi acertada.

O problema da falta de escrituras se repete, mas os casos já estão na Justiça. Ele contou que a cada dia são expedidas até três liminares cedendo a posse para o Estado. Neste ritmo, a expectativa é terminar as desapropriações em 40 dias. Concluída esta etapa, a obra pode começar. A terceira pista vai ligar o trevo do Rio Tavares ao recém-construído Trevo da Seta. Este último prometia resolver o problema de tráfego lento para o Sul da Ilha, mas o resultado foi diferente e as filas permanecem.

No aniversário de Florianópolis, na quarta-feira, e em entrevista à Rádio CBN Diário, na sexta-feira, o prefeito da Capital, Dário Berger, reclamou da demora na construção da terceira faixa da rodovia. Ele afirmou que fez sua parte, mas o governo do Estado não. Declarou que a cidade parece estar em segundo plano. A crítica também se referia ao atraso nas obras de duplicação da SC-401.

http://www.clicrbs.com.br/diariocata...&edition=16779
Puxa, como são ágeis as desapropriações por aí. Aqui em Blu para fazer um mísero viaduto ou ponte processos se arrastam na justiça e não se consegue fazer muita coisa por causa dos rolos das desapropriações.
__________________
THREADS : BLUMENAU (Panorâmicas) - BLUMENAU (Algumas imagens)

"Construa alto, mas construa com qualidade e bom gosto. Sem ferir os olhos de quem olha e sem ofuscar a natureza em volta."
dberg242 no está en línea  
Old March 28th, 2011, 05:01 PM   #89
schmidt
Registered User
 
schmidt's Avatar
 
Join Date: Dec 2002
Location: London, UK
Posts: 5,571
Likes (Received): 45

Claro, com uma prefeitura falida como a nossa e numa cidade onde alemão não fecha negócio por 1 centavo, não é de se espantar.
schmidt no está en línea  
Old March 28th, 2011, 05:03 PM   #90
Thina
Registered User
 
Thina's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Posts: 11,561
Likes (Received): 4159

Achei legal contar pontos para Balneário Camboriú. Estranhei o Zimmer não estar na lista. Bom, desde dez/10 estou fixo em BC, alguns meses antes estava intercalando cidades, como o Barriga faz agora entre Blu e FLN.
Não tenho grandes neuras porque BC é legal e só 90km de Fpolis q ainda tenho casa.
__________________
KILL DIL
Thina no está en línea  
Old March 28th, 2011, 05:19 PM   #91
Barriga-Verde
Registered User
 
Barriga-Verde's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Location: Florianópolis, SC
Posts: 11,239
Likes (Received): 9416

Quote:
Originally Posted by Barriga-Verde View Post
Valeu pelos "parabéns" no outro tópico, pessoal!

Ontem estive numa cobertura na Beira-Mar, um pouco antes do hotel Deville, com uma vista sensacional das pontes, da Beira-Mar e do próprio continente. Fiquei de queixo caído. Infelizmente estava sem a câmera, mas teve alguém que fotografou de lá, se eu achar as fotos postarei aqui...
Infelizmente só tiraram fotos com a galera mesmo, mas dá pra ter uma idéia da vista de lá. Isso que faltou uma foto em direção à Beira-Mar.





Barriga-Verde no está en línea  
Old March 28th, 2011, 05:51 PM   #92
fewg
MEA AUTEM BRASILIÆ MAGNI
 
fewg's Avatar
 
Join Date: Jun 2009
Location: Joinville
Posts: 6,459
Likes (Received): 1297

edit
__________________
Brasil, conserte-o ou deixe-o!
fewg no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:05 PM   #93
fewg
MEA AUTEM BRASILIÆ MAGNI
 
fewg's Avatar
 
Join Date: Jun 2009
Location: Joinville
Posts: 6,459
Likes (Received): 1297

Novo reservatório de água atenderá cinco bairros de Joinville
Este é o segundo maior já instalado na cidade, com capacidade para seis milhões de litros de água
Rogério Kreidlow | rogerio.kreidlow@an.com.br

O segundo maior reservatório de água potável já instalado de Joinville, chamado de R10, foi inaugurado às 10 horas desta segunda-feira, na rua Tupy, no bairro Nova Brasília, zona Oeste. Com capacidade para seis milhões de litros de água, segundo a Companhia Águas de Joinville (CAJ), ele deve melhorar o abastecimento em bairros como o Nova Brasília, São Marcos, Anita Garibaldi, Floresta, Santa Catarina e regiões próximas, beneficiando cerca de 40 mil pessoas.

O R10 é o 12º reservatório da cidade e o segundo feito com uma tecnologia estrangeira – neste caso, de uma empresa dos Estados Unidos – que utiliza chapas de aço vitrificado (aço fundido com vidro) em vez de concreto, como nos reservatórios tradicionais. Hoje, só o reservatório R5, no bairro Vila Nova, zona Oeste, é feito com este tipo de material. Reservatórios do mesmo tipo têm se tornado comuns do País nas últimas décadas. Melhor que os de vitrificado, só os de aço inox, que custam mais caro.

Com os seis milhões de litros, o R10 só fica atrás do R4, no bairro Itaum, zona Sul, que hoje comporta 9,5 milhões de litros e é o maior da cidade. Mas a posição deve ser temporária. Ainda este ano deve ser inaugurado o R8, no Morro do Finder, no Iririú, zona Norte, que terá capacidade para oito milhões de litro e assumirá a segunda posição entre os reservatórios de maior capacidade.

A história dos reservatórios em Joinville começa com o R0 em 1955. Os R1, R2, R3 e R4 foram inaugurados em 1969, quando a cidade viveu o boom populacional ocasionado pela indústria. Com ampliação, em 1992, o R4 passou a ser o reservatório de maior capacidade até hoje. Na década de 80, a cidade ganhou novos reservatórios e depois fica um período sem novos investimentos nas décadas de 1990 e 2000, segundo dados fornecidos pela CAJ.

Com os reservatórios atuais, Joinville tinha capacidade de armazenamento de 37,5 milhões de litros – o consumo diário é de cerca de 1,7 mil litros por segundo. Com o R10 e o R8, esta capacidade vai aumentar em 40%. Os reservatórios são usados tanto nas situações em que as estações de tratamento precisam de manutenção quanto no fornecimento normal de água, já que as estações de tratamento não teriam capacidade (nem são feitas para isso) de atender com quantidade e pressão suficientes todos os consumidores.



http://www.clicrbs.com.br/anoticia/j...D=a3255133.xml
__________________
Brasil, conserte-o ou deixe-o!
fewg no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:17 PM   #94
Geoce
Geoce
 
Geoce's Avatar
 
Join Date: Sep 2007
Location: Florianópolis
Posts: 2,784
Likes (Received): 727

Quote:
Originally Posted by jffaraco View Post
Concordo com essa questão da verticalização. Dessa forma a ocupação pode ser mais concentrada em certas áreas, deixando um território maior preservado.

Sobre o acesso ao Sul da Ilha, qual seria então a solução? Estreitar mais ainda as ruas e deixar os habitantes do Sul ilhados dentro da Ilha? Que idéia de jerico. Quanto maior a integração entre as diversas regiões, melhor!
Concordo. Aliás, sou mto contra essa turminha de ecochatos que são contra a ocupação da Ilha, mas ao mesmo tempo não percebem que, querendo ou não, a população não vai parar de crescer. Se vai continuar crescendo, pow, que sweja de uma maneira organizada, ao menos.
Geoce no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:20 PM   #95
Kelsen
Dando um tempo
 
Kelsen's Avatar
 
Join Date: Jul 2006
Location: Joaçaba - Santa e Bela Catarina
Posts: 11,366
Likes (Received): 3705

Notícias
Florianópolis - negada anulação da compra de A Notícia pela RBS


A Justiça Federal julgou improcedente a ação civil pública do Ministério Público Federal (MPF) para anular a aquisição do jornal A Notícia, de Joinville, pela RBS e para reduzir o número de emissoras de televisão sob controle do grupo. O juiz Diógenes Tarcísio Marcelino Teixeira, da 3ª Vara Federal de Florianópolis, entendeu que a compra do jornal foi considerada regular pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e que os serviços de radiodifusão foram concedidos a pessoas jurídicas distintas, com quadro societário diverso. A sentença foi proferida ontem (segunda-feira, 21/3/2011) e cabe recurso.

Sobre a aquisição do jornal A Notícia, ocorrida em 2006, o juiz observou que o processo administrativo do Cade não contém “qualquer irregularidade a ser proclamada, porquanto não se descortinou na ocasião qualquer infração à ordem econômica, com formação, por exemplo, de oligopólio”. O Cade aferiu a circulação de cada um dos periódicos de Santa Catarina, verificando que o mercado é disputado por vários jornais, pertencentes ou não ao Grupo RBS. A operação de alienação do controle acionário de A Notícia também teve manifestação favorável do MPF, subscrita por procurador regional da República.

Acerca dos serviços de radiodifusão, o juiz afirmou que não foi demonstrada ofensa à legislação que veda a concessão de mais de duas emissoras à mesma empresa. “Como bem colocado na contestação da União, não houve a concessão (...) à ‘família Sirotsky’, e sim a pessoas distintas, com quadro societário diverso”, concluiu Teixeira. O juiz não aceitou, ainda, o argumento de dominação do mercado da área. “É público e notório que outras empresas atuam no mercado, filiadas a grandes redes nacionais, (...) havendo entre todas as emissoras, ao que se sabe, a sadia disputa por fatias do mercado publicitário e pela audiência dos telespectadores”.

A ação também requeria o juízo estabelecesse, com fundamento na Constituição, percentuais da programação local da radiodifusão televisiva, que expressassem a cultura local. Para o juiz, o dispositivo constitucional ainda não foi regulamentado, não sendo possível impor a obrigação. “O Judiciário atua meramente como legislador negativo, não podendo atuar de forma positiva para, invocando qualquer princípio constitucional, estabelecer percentuais de programação televisiva sem base legal”, explicou Teixeira.

http://www.jfsc.gov.br/index.php?vti...?vcodigo=16422
__________________
Sangue latino, coração de terra bruta, a nossa luta é por trabalho e gente séria.

As andorinhas gritam por falta de uma clave de sol.
Kelsen no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:21 PM   #96
Geoce
Geoce
 
Geoce's Avatar
 
Join Date: Sep 2007
Location: Florianópolis
Posts: 2,784
Likes (Received): 727

Quote:
Originally Posted by Humbolt - SC View Post
Santa Catarina é destaque em guias internacionais de turismo

A capital de Santa Catarina está presente em mais de 12 páginas da quinta edição do guia Frommer's Brazil, lançado em 2010. A publicação é uma das mais utilizadas no mercado norte-americano por turistas classe C.
O guia descreve Florianópolis como sendo conhecida em todo o Brasil por suas praias deslumbrantes, excelentes frutos do mar (ostras, especialmente), e vilas tradicionais de pesca açoriana. Há informações sobre localização, hospedagem, restaurantes, transporte, e demais serviços. Praias e atividades como mergulho, esportes de aventura e passeios também aparecem na publicação.
A inclusão de Florianópolis no guia é resultado da vinda do jornalista Shawn Blore (da Frommer’s) ao Estado, no último ano, com apoio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Santur.
Santa Catarina também é destaque na recém lançada lista anual de hotéis recomendados na América do Sul pela National Geographic Traveler, publicação internacional na área do turismo ambiental. A Praia do Rosa, em Imbituba, famosa pelo turismo de observação de baleias, faz parte da lista dos 19 hotéis brasileiros escolhidos pela publicação.





http://www.deolhonailha.com.br/notic...e_turismo.html
Sou completamente favorável à divulgação do nosso Estado lá fora. Aliás, estamso muuuuito atrasados nese quesito. Só fico um pouco preocupado com a qualidade de turista que estão chegando. Não sei se a quantidade de doletas que os caras deixam aqui é tão animador. Conheço mto colono que consegue ddeixar umas 5 vezes mais dinheiro em Floripa do que mto australiano hippie... Bom, d qq maneira, ao menos Floripa se torna conhecida.
Geoce no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:26 PM   #97
Kelsen
Dando um tempo
 
Kelsen's Avatar
 
Join Date: Jul 2006
Location: Joaçaba - Santa e Bela Catarina
Posts: 11,366
Likes (Received): 3705

Empresários unificam luta


26/03 - As Associações Comerciais e Industriais de Joaçaba, Chapecó e Lages decidiram unificar a atuação junto aos governos estadual e federal para resolver a crítica situação do setor produtivo. Dirigentes das três entidades estiveram reunidos em Joaçaba e decidiram elaborar um documento a ser entregue ao governador Raimundo Colombo. Querem medidas legais para preservar o perfil econômico da região, evitando novas transferências, e incentivos para novos empreendimentos identificados com a vocação do grande oeste, a partir de Lages.

Uma das reivindicações: reavaliação do sistema de avaliação do chamado movimento econômico gerado pelas agro-indústrias. As empresas exportadoras emitem as notas fiscais no embarque feito nos portos, principalmente, em Itajaí. O valor adicionado fica creditado na cidade portuária. A Secretaria da Fazenda vem estudando a adoção de novos critérios de redistribuição do ICMS aos municípios. O movimento econômico é a base de cálculo para a fixação dos índices de retorno do maior imposto estadual. Mantidos os atuais critérios, os municípios produtivos transferem a riqueza do movimento gerado para o litoral.

Ficou decidido que o documento enfatizará mais uma vez a urgência na duplicação da BR-282 e na construção das ferrovias Norte-Sul e Leste-Leste.

O oeste catarinense viveu encruzilhada semelhante na primeira metade do século passado, com carência de energia, estradas, educação e integração. Santa Catarina sofria até o risco de desintegração física com ameaça real de criação do Estado do Iguaçu. O governo Celso Ramos criou a Secretaria do Oeste, garantiu energia, escolas, saúde pública e a região explodiu para se transformar no maior pólo do agronegócio no Brasil.

http://www.bomdiasc.com.br/joacaba.html
__________________
Sangue latino, coração de terra bruta, a nossa luta é por trabalho e gente séria.

As andorinhas gritam por falta de uma clave de sol.
Kelsen no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:26 PM   #98
schmidt
Registered User
 
schmidt's Avatar
 
Join Date: Dec 2002
Location: London, UK
Posts: 5,571
Likes (Received): 45

Mas é normal. Primeiro a tendência é a ilha se transformar num destino alternativo pra quem quer conhecer o Brasil, depois é natural que o turismo se consolide, que sejam criadas opções mais premium para os viajantes e o nível do turista suba.
schmidt no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:28 PM   #99
Kelsen
Dando um tempo
 
Kelsen's Avatar
 
Join Date: Jul 2006
Location: Joaçaba - Santa e Bela Catarina
Posts: 11,366
Likes (Received): 3705

Pesquisa revela características do Carnaval de Joaçaba


25/03 - Promovida pela Fecomércio de Santa Catarina, trabalho trás dados a respeito do maior evento cultural do meio oeste. Além de Joaçaba, os carnavais de Florianópolis, Laguna e São Francisco foram avaliados

Com o objetivo de produzir dados que permitam acompanhar e avaliar o desempenho do turismo nos principais destinos do Estado, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) realizou pesquisas de turismo em quatro municípios durante o carnaval. O levantamento foi realizado entre os dias 04 e 10 de março com 1,9 mil turistas em locais estratégicos de fluxo e 554 empresários dos setores que sofrem forte influência no faturamento neste período, nas cidades de São Francisco do Sul, Laguna, Joaçaba e Florianópolis.

Os dados apontaram que o meio de hospedagem mais utilizado pelos turistas no Estado foi à casa de amigos ou parentes, com 34%. Este perfil predominou principalmente em São Francisco (32%) e Joaçaba (42%). Já em Florianópolis, a preferência foi por hotéis ou pousadas, com 38%. Em Laguna os turistas aproveitaram as próprias casas de veraneio para se hospedar no período de folia (35%). Ao serem questionados se retornarão no próximo ano, 91% dos turistas entrevistados acenaram que pretendem voltar outras vezes ao Estado.

As taxas de ocupação variaram de 62,35% em São Francisco do Sul chegando a 92,14% em Laguna. Os empresários entrevistados que afirmaram ter um movimento maior de turistas em seus estabelecimentos no período, mostraram um percentual de aumento variável de 14,8% a 21,68%.

A pesquisa feita com os empresários mostrou bom desempenho para o comércio apenas de Joaçaba. Apesar de ser o terceiro município com maior média de gasto por turista, o município foi o único que registrou um crescimento no faturamento, com 2,62% de incremento. Nas demais cidades os empresários registraram quedas nas vendas.

Os números de Joaçaba

Analisando criteriosamente e especificamente os dados de Joaçaba, das quatro cidades pesquisas, o motivo da viagem para a cidade foi o maior, onde 80% dos entrevistados vieram a cidades com o objetivo único de ver o carnaval.

No que diz respeito a hospedagem, os turistas que vieram a cidade, concentraram-se especificamente em hotel e quarto e casa de família, deste 84% do visitantes optaram por esse modalidade de hospedagem.

Joaçaba ainda foi destaque por apresentar as melhores opções de gastronomia, limpeza urbana, sensação de segurança e hospitalidade. Do total de entrevistados na cidade, 89% confirmaram que pretende voltar no próximo ano.

Uma das informações mais pertinentes na pesquisa, revelou, que o desfile das escolas de samba de Joaçaba e Herval d´Oeste é o principal atrativo durante o carnaval. Do total de entrevistados, 43% confirmaram que vieram a cidade para assistir os desfile e 38% para acompanhar o desfile e conhecer o carnafolia.

Por fim, mesmo o município sendo o terceiro com maior média de gasto de turistas, Joaçaba foi o único que, dos quatro municípios pesquisados registrou crescimento, sendo que este foi de 2.62%.

Segundo o Prefeito Rafael Laske, que acompanhou pessoalmente a divulgação dos números da pesquisa em Florianópolis, os dados comprovam que o evento cresceu e que de fato traz lucros e resultados para a cidade. “Fiquei muito contente em saber que das cidades pesquisadas fomos a única que apresentou crescimento no setor de comércio. Aqui está a prova, que não estamos gastando com o carnaval e sim investindo”finalizou.

http://www.bomdiasc.com.br/joacaba.html
__________________
Sangue latino, coração de terra bruta, a nossa luta é por trabalho e gente séria.

As andorinhas gritam por falta de uma clave de sol.
Kelsen no está en línea  
Old March 28th, 2011, 06:31 PM   #100
Positronn
Registered User
 
Positronn's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Joinville / SC
Posts: 10,705
Likes (Received): 1451



Devia tá bom essa festa
Positronn está en línea ahora  
Closed Thread

Tags
balneário camboriú, blumenau, chapecó, florianópolis, imbituba, itapoá, jaraguá do sul, joinville, orleans, palhoça, são bento do sul, são francisco do sul, são joaquim, são josé

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 12:15 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu