daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old December 5th, 2013, 10:43 PM   #1821
Ygor
Diego
 
Ygor's Avatar
 
Join Date: Sep 2011
Location: Búzios - RJ
Posts: 5,553
Likes (Received): 6016

Quote:
Originally Posted by RCostis View Post

Governo anuncia investimentos da indústria automobilística no estado

05/12/2013 - 08:48h - Atualizado em 05/12/2013 - 08:48h

Jaguar Land Rover instalará fábrica em Itatiaia com aporte de cerca de R$ 750 milhões

A primeira fábrica da Jaguar Land Rover – principal fabricante de automóveis do Reino Unido – no Brasil será construída em Itatiaia, na região Sul Fluminense do estado do Rio de Janeiro. Com um investimento de cerca de R$ 750 milhões e capacidade para produzir 24 mil veículos por ano, a nova fábrica vai gerar inicialmente 400 empregos diretos. As obras terão início em meados de 2014 e os primeiros veículos deverão sair das linhas de produção no início de 2016.

Ygor no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old December 6th, 2013, 01:04 AM   #1822
RioSampa
Registered User
 
RioSampa's Avatar
 
Join Date: Aug 2005
Location: Rio de Janeiro
Posts: 1,416
Likes (Received): 319

Noticia EXCELENTE ainda mais pela qualidade da empresa. Essa região está bombando muito!
RioSampa no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 06:17 AM   #1823
RCostis
Registered User
 
RCostis's Avatar
 
Join Date: Apr 2012
Location: Rio
Posts: 4,473
Likes (Received): 4775

Construção da fábrica da Land Rover no Rio começará no meio do ano que vem
Primeiros veículos deverão sair da linha de montagem em 2016

BRUNO ROSA
Publicado: 5/12/13 - 13h58
Atualizado: 5/12/13 - 23h15

Fábrica terá capacidade para produzir por ano 24 mil carros

RIO – A britânica Jaguar Land Rover vai iniciar as obras de sua fábrica em Itatiaia, no sul do Estado do Rio, em meados do ano que vem. A unidade, que vai consumir investimentos de R$ 750 milhões e gerar 400 empregos, será a primeira do grupo em todo o continente americano. O projeto, que será bancado com caixa próprio da companhia, representa o maior volume de recursos anunciado neste ano pela montadora em todo mundo, fora do Reino Unido. A instalação da unidade no Brasil – a segunda fora da Inglaterra, além da que está sendo construída na China – foi antecipada pela coluna de Ancelmo Góis no último dia 23.

Segundo Phil Hodkinson, diretor global de Estratégia e Desenvolvimento da Jaguar Land Rover, a escolha pelo Rio levou em conta uma série de fatores, como a cadeia de fornecedores e a proximidade com os principais mercados consumidores do país.

– O Brasil é um mercado muito importante, com potencial de crescimento muito grande. Temos aqui o maior market share do mundo para a Land Rover, que é de 53%. Mas o Brasil é o oitavo pais mais importante do mundo para a companhia em faturamento, pois o mercado premium ainda é muito pequeno – afirmou Hodkinson.

A nova unidade terá capacidade para produzir 24 mil veículos por ano. A previsão é que os primeiros carros – da marca Land Rover – sejam fabricados a partir de 2016. A fábrica tem potencial ainda para atender à demanda de outros países da América Latina.

– Por uma questão estratégica, não vamos falar ainda quais modelos vamos produzir. Hoje, o Brasil responde por 80% dos negócios de toda a América Latina. Além do Brasil, temos potencial para crescer nos outros países da região, como México, Colômbia, Chile e Argentina, além do Caribe – afirmou Flavio Padovan,presidente da empresa para América Latina e Caribe.

De acordo com a prefeitura da cidade de Itatiaia, as negociações demoraram seis meses e envolveram oito estados. A empresa se instalará em um terreno de 590 mil metros quadrados no polo industrial do município, que já conta com unidades da Michelin e Hyundai Heavy Industries.

Nordeste tem vendas em alta

– A construção da fábrica vai começar no segundo semestre de 2014. O desafio no Brasil é muito grande, pois vamos construir a fabrica sozinhos. Na Índia e na China, temos parceiros locais. O investimento que vamos fazer aqui será feito com recursos próprios. Desde a crise de 2008, passamos a olhar vários mercados no mundo, como forma de equilibrar o negócio. Há mercados que podem ajudar outros – afirmou Hodkinson.

O executivo lembrou que a companhia tem um plano de investimento de 2,750 bilhões de libras esterlinas para o atual ano fiscal, que começa em abril de 2013 e termina em março de 2014.

– É um investimento para todo o mundo, que inclui inovação nos modelos de carros e em expansões de fábricas, por exemplo. Por isso, é difícil separar esse número – afirmou Hodkinson.

No Brasil, a companhia registra um crescimento de 113% nas vendas entre 2010 e 2013, informou Padovan. A companhia também vem aumentando sua rede de concessionárias no país.

– Hoje, temos 36 concessionárias. Nesse último ano, foram dez espaços a mais. E isso vai aumentar. Estamos abrindo lojas da Land Rover em São Luís, Teresina, Manaus e Belém. Hoje, há um crescimento muito forte das vendas nas regiões Centro-Oeste e Nordeste do Brasil – disse o executivo, que participou nesta quinta-feira de uma solenidade no Palácio Guanabara, que contou com a participação do governador do Estado, Sérgio Cabral.


Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/con...#ixzz2mfWAR7T3
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
RCostis no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 10:59 AM   #1824
onofrewl@uol.com.br
Flvmen fulmini flexit
 
onofrewl@uol.com.br's Avatar
 
Join Date: Apr 2006
Location: Volta Redonda/RJ
Posts: 890
Likes (Received): 272

No Sul Fluminense (ou Vale do Paraíba, geograficamente falando) temos Man-Volks, Peugeot-Citroen, Hyundai, Nissan, Land Rover, Neobus, Femsa (Coca-Cola), Ambev, Grupo Mil, Nestlé, BR Foods, Bom Gosto, Pernod Ricard, Rica, CSN (CSN Siderurgia, CSN Cimentos, CSN Aços Longos), Galvasud, Votorantim Siderurgia Barra Mansa e Resende, CESBRA, BR Metals (antiga Thyssen), Saint Gobain Canalização, Cimento Tupi, Cimento Votoran, Novartis, Clariant, Du Pont, Linde, White Martins...

Na Região Serrana, lembro-me da GE (antiga Celma), Itaipava Bebidas, Stam e três cimenteiras em Cantagalo...

No Noroeste, a tradicional Leite Glória (deve ser de outra empresa hoje), Cia Paduana de Papéis e Freios Boechat...

Nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, além de uma termelétrica em Macaé, não me recordo nenhuma outra que não esteja relacionada diretamente às atividades de extração de petróleo, mas imagino que alguma grande esteja se instalando no Açu...

Na Costa Verde, temos a Brasfels...

___________

O Vale do Paraíba é a região industrial do estado por excelência. Mesmo se comparamos com as empresas instaladas na RM do Rio, é difícil lembrar tantos nomes fortes ali... Falta aos governos estadual e federal dotarem a região de infraestrutura e logística que potencializem essa vocação... A duplicação da BR-393 (em TODA a sua extensão) é para ontem, bem como a retificação do trecho de serra da Via Dutra...
__________________
Onofrewl
onofrewl@uol.com.br no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 01:28 PM   #1825
Samir7
Estudante de Economia
 
Samir7's Avatar
 
Join Date: Jul 2012
Location: Rio de janeiro
Posts: 3,755
Likes (Received): 2484



é a região "estratégica" pois fica "entre" MG e SP.
__________________
"Não vale a pena ser economista se você não achar que tem que dar uma contribuição com a tua profissão, com a tua dignidade, com teu esforço, com teu talento, para o desenvolvimento desse país, (...) A economia é instrumento para melhorar socialmente e politicamente uma nação, para integrá-la (...) vocês tem que ter claro que o nosso sonho é evidentemente ser um país mais homogêneo mais justo, mais igualitário. Se o sonho de vocês não é esse, então meu filho, eu acho que você deve mudar de profissão."
Maria da Conceição Tavares


Samir7 no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 01:35 PM   #1826
Pepê Carioca
Favela agora é bonito?
 
Pepê Carioca's Avatar
 
Join Date: Nov 2013
Posts: 373
Likes (Received): 346

Quote:
Originally Posted by onofrewl@uol.com.br View Post
No Sul Fluminense (ou Vale do Paraíba, geograficamente falando) temos Man-Volks, Peugeot-Citroen, Hyundai, Nissan, Land Rover, Neobus, Femsa (Coca-Cola), Ambev, Grupo Mil, Nestlé, BR Foods, Bom Gosto, Pernod Ricard, Rica, CSN (CSN Siderurgia, CSN Cimentos, CSN Aços Longos), Galvasud, Votorantim Siderurgia Barra Mansa e Resende, CESBRA, BR Metals (antiga Thyssen), Saint Gobain Canalização, Cimento Tupi, Cimento Votoran, Novartis, Clariant, Du Pont, Linde, White Martins...

Na Região Serrana, lembro-me da GE (antiga Celma), Itaipava Bebidas, Stam e três cimenteiras em Cantagalo...

No Noroeste, a tradicional Leite Glória (deve ser de outra empresa hoje), Cia Paduana de Papéis e Freios Boechat...

Nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, além de uma termelétrica em Macaé, não me recordo nenhuma outra que não esteja relacionada diretamente às atividades de extração de petróleo, mas imagino que alguma grande esteja se instalando no Açu...

Na Costa Verde, temos a Brasfels...

___________

O Vale do Paraíba é a região industrial do estado por excelência. Mesmo se comparamos com as empresas instaladas na RM do Rio, é difícil lembrar tantos nomes fortes ali... Falta aos governos estadual e federal dotarem a região de infraestrutura e logística que potencializem essa vocação... A duplicação da BR-393 (em TODA a sua extensão) é para ontem, bem como a retificação do trecho de serra da Via Dutra...
Lembra daquele sonho megalomaníaco do Super Porto do Açu? Se aquilo tivesse sido construído na escala que foi anunciado o RJ seria o maior PIB industrial do Brasil. É claro que aquilo era fantasia pura, como ninguém de bom senso disse nada?
Pepê Carioca no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 01:37 PM   #1827
Samir7
Estudante de Economia
 
Samir7's Avatar
 
Join Date: Jul 2012
Location: Rio de janeiro
Posts: 3,755
Likes (Received): 2484



Ainda está sendo construído...
__________________
"Não vale a pena ser economista se você não achar que tem que dar uma contribuição com a tua profissão, com a tua dignidade, com teu esforço, com teu talento, para o desenvolvimento desse país, (...) A economia é instrumento para melhorar socialmente e politicamente uma nação, para integrá-la (...) vocês tem que ter claro que o nosso sonho é evidentemente ser um país mais homogêneo mais justo, mais igualitário. Se o sonho de vocês não é esse, então meu filho, eu acho que você deve mudar de profissão."
Maria da Conceição Tavares


Samir7 no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 01:56 PM   #1828
Weber (RJ)
Nascido na Guanabara
 
Weber (RJ)'s Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Rio de Janeiro-RJ
Posts: 3,862
Likes (Received): 226

Quote:
Originally Posted by onofrewl@uol.com.br View Post
No Sul Fluminense (ou Vale do Paraíba, geograficamente falando) temos Man-Volks, Peugeot-Citroen, Hyundai, Nissan, Land Rover, Neobus, Femsa (Coca-Cola), Ambev, Grupo Mil, Nestlé, BR Foods, Bom Gosto, Pernod Ricard, Rica, CSN (CSN Siderurgia, CSN Cimentos, CSN Aços Longos), Galvasud, Votorantim Siderurgia Barra Mansa e Resende, CESBRA, BR Metals (antiga Thyssen), Saint Gobain Canalização, Cimento Tupi, Cimento Votoran, Novartis, Clariant, Du Pont, Linde, White Martins...

Na Região Serrana, lembro-me da GE (antiga Celma), Itaipava Bebidas, Stam e três cimenteiras em Cantagalo...

No Noroeste, a tradicional Leite Glória (deve ser de outra empresa hoje), Cia Paduana de Papéis e Freios Boechat...

Nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, além de uma termelétrica em Macaé, não me recordo nenhuma outra que não esteja relacionada diretamente às atividades de extração de petróleo, mas imagino que alguma grande esteja se instalando no Açu...

Na Costa Verde, temos a Brasfels...

___________

O Vale do Paraíba é a região industrial do estado por excelência. Mesmo se comparamos com as empresas instaladas na RM do Rio, é difícil lembrar tantos nomes fortes ali... Falta aos governos estadual e federal dotarem a região de infraestrutura e logística que potencializem essa vocação... A duplicação da BR-393 (em TODA a sua extensão) é para ontem, bem como a retificação do trecho de serra da Via Dutra...
Reforçando a sua lista do Sul Fluminense (região do Vale do Paraíba) com indústrias e não indústrias, mas relevantes para a área: Michelin, Procter & Gamble, Biochimico, Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Guardian...
__________________

onofrewl@uol.com.br liked this post
Weber (RJ) no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 02:42 PM   #1829
Weber (RJ)
Nascido na Guanabara
 
Weber (RJ)'s Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Rio de Janeiro-RJ
Posts: 3,862
Likes (Received): 226

06.12.2013
[Sul Fluminense] Municípios assinam protocolo de Consórcio Intermunicipal

A criação de um novo polo de desenvolvimento no setor de emprego e renda na região das Agulhas Negras, integrando os municípios de Resende, Porto Real, Itatiaia e Quatis, foi o tema central do encontro realizado na manhã desta quinta-feira, no Espaço Z, em Resende. Secretários da pasta de Emprego e Renda das cidades envolvidas e ainda membros do poder legislativo das cidades participaram da cerimônia de assinatura do protocolo de intenções e termo aditivo que se converteráem contrato de Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento de Políticas Públicas de Trabalho, Emprego e Renda da Microrregião das Agulhas Negras. Idealizado por Resende e uma vez aprovado, o novo bloco de desenvolvimento da geração de emprego e renda no sul fluminense adotará a sigla PRIQ, a partir das iniciais das cidades consorciadas. Em virtude da cerimônia de anúncio oficial da vinda da montadora de veículos Jaguar Land Rover para Itatiaia o governador Sérgio Cabral convidou os prefeitos de Resende, Porto Real e Quatis a participar do ato, no Palácio Guanabara, junto dos membros da Prefeitura de Itatiaia. Assim, os secretários municipais representaram os chefes do poder executivo no ato no Espaço Z: Eduardo Linhares, secretário de Desenvolvimento Econômico de Porto Real; Kiko Besouchet, secretário de Trabalho e Renda de Resende; Anderson Luiz dos Santos, secretário de Trabalho, Emprego e Geração de Renda de Itatiaia, e Heitor Machado, secretário de Trabalho e Renda de Quatis. Além deles, participaram do ato o presidente da Câmara de Porto Real, Sérgio Hotz, e o presidente da Câmara de Quatis, Celso Pineschi.

Antes de seguir para o Rio, o prefeito José Rechuan comentou a finalidade do consórcio. “Visa o desenvolvimento de programas de educação profissional, de elevação da escolaridade e de geração de novos postos de trabalho na região favorecendo a inserção competitiva dos trabalhadores na atividade produtiva. A grande proposta do PRIQ é a defesa do interesse coletivo. Resende, por exemplo, será sede do campus do Instituto Federal de Ciências e Tecnologias do Rio de Janeiro, no bairro Comercial. É um avanço muito grande para nossa cidade e região. Estamos em um polo privilegiado, com grandes empresas como a MAN Latin America/Volkswagen, a Peugeot-Citroën, a Hyundai Heavy Industries Brasil, em breve a Nissan e a Jaguar Land Rover Brasil. É necessário garantir o crescimento econômico regional e, sobretudo, possibilitar aos moradores da região o acesso aos postos de trabalho criados nestas unidades. O PRIQ vislumbra o crescimento mútuo”, afirma Rechuan.

Dentre as principais finalidades do PRIQ constam a representatividade dos municípios envolvidos em assuntos de interesse comum, perante quaisquer outras instituições de direito público ou privado, além de promover e dinamizar o desenvolvimento de atividades que visem a qualificação e capacitação profissional das cidades envolvidas; firmar convênios com órgãos ou entidades pública ou privada; dinamizar ações para ampliar as vagas de emprego na região; descentralizar iniciativas a fim de congregar outros municípios na busca do mesmo ideal; elaborar o Plano Territorial de Qualificação, em articulação com Comissões ou Conselhos Municipais de Emprego e Renda, além de constituir Coordenação Técnica com caráter de gestão operacional com o intuito de integração das ações de desenvolvimento de Programas de Qualificação Social e Profissional entre os municípios participantes.

A sede provisória do Consórcio, e por duração indeterminada, é a Prefeitura de Resende, situada a Rua Augusto Xavier de Lima, nº 251, bairro Jardim Jalisco, conforme a legislação atual, em especial a Lei Federal nº 11.107 de 06/04/2005 (Consórcio Público).

Organização e desenvolvimento

Para o cumprimento de suas finalidades e competências, o PRIQ disponibilizará da seguinte estrutura organizacional: Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal, Diretoria Executiva e Assessoria Jurídica. Órgão de deliberação superior, o Conselho Deliberativo será composto por membros titulares e suplentes. O presidente e vice-presidente do Conselho Deliberativo serão obrigatoriamente prefeitos dos municípios consorciados, eleitos em votação secreta junto de um vice-presidente, por mandato de dois anos, permitida a reeleição por uma vez, em mandato consecutivo.

Segundo o secretário de Trabalho e Renda de Resende, Kiko Besouchet, o PRIQ terá reuniões trimestrais. “Serão reuniões voltadas para a discussão de metas, projetos, planos e programas do Consórcio. E,extraordinariamente quando necessário, por convocação do presidente do Conselho Deliberativo. É importante ressaltar que os conselheiros não serão remunerados por suas atuações no PRIQ, sendo considerado serviço público relevante”, explica o secretário.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Porto Real, Eduardo Linhares, frisou que a Prefeitura de Porto Real está engajada na iniciativa do PRIQ. “Vamos seguir incentivando a qualificação e inserção dos jovens no mercado da indústria automotiva, está é a nossa vocação e o PRIQ um grande facilitador”, informa. Para Quatis, o futuro consórcio vai ampliar as oportunidades de emprego e renda aos moradores. “Com este consórcio ativo teremos oportunidades diversas, seja na indústria quanto no comércio de Quatis, que também busca seu crescimento. Vivemos um momento único para a região: união que vai render benefícios”, frisa.

Com o anúncio da Jaguar Land Rover, o secretário de Trabalho, Geração de Emprego e Renda de Itatiaia, Anderson dos Santos, lembrou que muitos jovens esperam uma perspectiva de vida e o consórcio por proporcionar novos investimentos na região. “É preciso ainda orientar os estudantes a concluir a formação do Ensino Médio, muitas das oportunidades criadas se perdem pela falta de formação específica. A Land Rover vai beneficiar os moradores de Itatiaia e região, precisamos estar atentos ao investimento de base nas cidades”, argumenta.

O presidente da Câmara de Porto Real, Sérgio Hotz, observou que as empresas da região precisam de mão de obra qualificada e os governos podem incentivar cursos de qualificação. “O momento é especial e poderá transformar este território. Propomos o desenvolvimento equilibrado dos municípios e isso depende da iniciativa dos seus gestores, por isso incentivamos esse consórcio”, afirma. Já o vereador Celso Pineschi, presidente da Câmara de Quatis, a coletividade proposta é histórica. “Vamos entrar para a história propondo essa integração. Todas as cidades sairão ganhando e pelo sucesso que prevemos, poderemos expandir novos consórcios também para a saúde e educação. Toda a região será beneficiada”, finaliza. A perspectiva é que o consórcio seja consolidado em 2014.

Fonte: http://www.avozdacidade.com/site/pag...ia=1&cod=30101
Weber (RJ) no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 03:56 PM   #1830
New_Philip
New_Philip
 
New_Philip's Avatar
 
Join Date: Apr 2013
Location: RJ
Posts: 345
Likes (Received): 186

Quote:
Originally Posted by onofrewl@uol.com.br View Post
No Sul Fluminense (ou Vale do Paraíba, geograficamente falando) temos Man-Volks, Peugeot-Citroen, Hyundai, Nissan, Land Rover, Neobus, Femsa (Coca-Cola), Ambev, Grupo Mil, Nestlé, BR Foods, Bom Gosto, Pernod Ricard, Rica, CSN (CSN Siderurgia, CSN Cimentos, CSN Aços Longos), Galvasud, Votorantim Siderurgia Barra Mansa e Resende, CESBRA, BR Metals (antiga Thyssen), Saint Gobain Canalização, Cimento Tupi, Cimento Votoran, Novartis, Clariant, Du Pont, Linde, White Martins...

Na Região Serrana, lembro-me da GE (antiga Celma), Itaipava Bebidas, Stam e três cimenteiras em Cantagalo...

No Noroeste, a tradicional Leite Glória (deve ser de outra empresa hoje), Cia Paduana de Papéis e Freios Boechat...

Nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, além de uma termelétrica em Macaé, não me recordo nenhuma outra que não esteja relacionada diretamente às atividades de extração de petróleo, mas imagino que alguma grande esteja se instalando no Açu...

Na Costa Verde, temos a Brasfels...

___________

O Vale do Paraíba é a região industrial do estado por excelência. Mesmo se comparamos com as empresas instaladas na RM do Rio, é difícil lembrar tantos nomes fortes ali... Falta aos governos estadual e federal dotarem a região de infraestrutura e logística que potencializem essa vocação... A duplicação da BR-393 (em TODA a sua extensão) é para ontem, bem como a retificação do trecho de serra da Via Dutra...
No Norte fluminense existem, só pra citar algumas:

Halliburton, Schlumberger, Baker-Hughes, Weatherford, Petrobras, Global, Intech, NOV (com variados seguimentos para o petróleo não só na área de exploração), Coper Cameron, Franks, Geoservices, Noble, Diamont Drilling, Brasdrill, Odebrecht Oil and Gas, subsea 7, Queiroz Galvão óleo e gás, Expro...apenas pra citar algumas poucas q eu lembro de cabeça.

Todas els são ligadas a industria do petróleo.
Essas empresas trabalham sempre com cifras bilionárias e a arrecadação de impostos deve ser astronômica para o estado e sobretudo pra macaé.
Mas mesmo com este cenário próspero a região norte sempre está na lanterna do desenvolvimento humano e qualidade de vida.
New_Philip no está en línea   Reply With Quote
Old December 6th, 2013, 11:26 PM   #1831
tiago.tco2
Registered User
 
Join Date: Nov 2012
Posts: 41
Likes (Received): 17

Quote:
Originally Posted by onofrewl@uol.com.br View Post
No Sul Fluminense (ou Vale do Paraíba, geograficamente falando) temos Man-Volks, Peugeot-Citroen, Hyundai, Nissan, Land Rover, Neobus, Femsa (Coca-Cola), Ambev, Grupo Mil, Nestlé, BR Foods, Bom Gosto, Pernod Ricard, Rica, CSN (CSN Siderurgia, CSN Cimentos, CSN Aços Longos), Galvasud, Votorantim Siderurgia Barra Mansa e Resende, CESBRA, BR Metals (antiga Thyssen), Saint Gobain Canalização, Cimento Tupi, Cimento Votoran, Novartis, Clariant, Du Pont, Linde, White Martins...

Na Região Serrana, lembro-me da GE (antiga Celma), Itaipava Bebidas, Stam e três cimenteiras em Cantagalo...

No Noroeste, a tradicional Leite Glória (deve ser de outra empresa hoje), Cia Paduana de Papéis e Freios Boechat...

Nas regiões dos Lagos e Norte Fluminense, além de uma termelétrica em Macaé, não me recordo nenhuma outra que não esteja relacionada diretamente às atividades de extração de petróleo, mas imagino que alguma grande esteja se instalando no Açu...

Na Costa Verde, temos a Brasfels...

___________

O Vale do Paraíba é a região industrial do estado por excelência. Mesmo se comparamos com as empresas instaladas na RM do Rio, é difícil lembrar tantos nomes fortes ali... Falta aos governos estadual e federal dotarem a região de infraestrutura e logística que potencializem essa vocação... A duplicação da BR-393 (em TODA a sua extensão) é para ontem, bem como a retificação do trecho de serra da Via Dutra...
É meu irmão ta um inferno dirigir aqui já!!!! Imagina quando a Land Rover estiver pronta então!!! A Nova Dutra poderia ser um pouco mais inteligente e criar meios do trafego fluir melhor!!! Parar com bairrismo e ajudar os prefeitos a fazer os projetos saírem do papel!!!!
tiago.tco2 no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 01:22 AM   #1832
RioSampa
Registered User
 
RioSampa's Avatar
 
Join Date: Aug 2005
Location: Rio de Janeiro
Posts: 1,416
Likes (Received): 319

Parece que pelo menos a nova descida vai sair e começa em março de 2014.
RioSampa no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 02:14 AM   #1833
Muda Angra
Registered User
 
Join Date: Nov 2013
Posts: 51
Likes (Received): 14

Quote:
Originally Posted by RioSampa View Post
Parece que pelo menos a nova descida vai sair e começa em março de 2014.
Lembrando que na COSTA VERDE, além de Brasfells , tem Usinas Nucleares(únicas no País) Petrobras( Terminal petrolífero) que esta sendo injustamente negado o pedido de licença para aumento do porto. E sem falar que a pouco mais de um ano a região perdeu a fábrica de tubos flexíveis da Techinip, por motivos políticos.
Muda Angra no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 03:35 AM   #1834
onofrewl@uol.com.br
Flvmen fulmini flexit
 
onofrewl@uol.com.br's Avatar
 
Join Date: Apr 2006
Location: Volta Redonda/RJ
Posts: 890
Likes (Received): 272

Quote:
Originally Posted by Weber (RJ) View Post
Reforçando a sua lista do Sul Fluminense (região do Vale do Paraíba) com indústrias e não indústrias, mas relevantes para a área: Michelin, Procter & Gamble, Biochimico, Indústrias Nucleares do Brasil (INB), Guardian...
São tantas que a gente acaba esquecendo algumas... Valeu pelo aditamento! ...
__________________
Onofrewl
onofrewl@uol.com.br no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 08:41 AM   #1835
Weber (RJ)
Nascido na Guanabara
 
Weber (RJ)'s Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Rio de Janeiro-RJ
Posts: 3,862
Likes (Received): 226

Quote:
Originally Posted by RioSampa View Post
Parece que pelo menos a nova descida vai sair e começa em março de 2014.
06.12.2013
Audiência pública discute duplicação da pista da Dutra na Serra das Araras


Uma audiência pública realizada ontem, no auditório da Secretaria Municipal de Educação, em Volta Redonda, apresentou as obras de duplicação na pista de descida da Serra das Araras, na Rodovia Presidente Dutra. O evento foi realizado por solicitação do deputado estadual Nelson Gonçalves (PSD), que também é vice-presidente da Comissão de Obras da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). O trecho da Serra das Araras é considerado um dos maiores gargalos da rodovia.
O prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto (PMDB), destacou a importância da obra para a região e para o Brasil.
- A obra será uma conquista para todo o Brasil. É mais do que necessária, apesar de estar orçada em cerca de R$ 900 milhões e de ter um prazo de execução de cerca de dois anos. Vai trazer progresso e desenvolvimento não só para a região, mas para todo o país, já que vai desafogar a principal ligação entre as duas maiores cidades e os dois maiores mercados do Brasil - disse Neto.

Nelson Gonçalves afirmou que tomou a iniciativa da realização da audiência para que a população também saiba a real situação das obras que serão realizadas.

- Essa é uma obra que é pedida há muito tempo pela população, mas esse é apenas o primeiro passo. Esta obra precisa ser cobrada para reduzir os acidentes e engarrafamentos que se transformam em transtorno para aqueles utilizam a Serra das Araras. Eu mesmo passo por ela pelo menos três vezes por semana - disse.

Ainda de acordo com o deputado estadual, as obras serão de grande importância para o estado. Ele também ressaltou que a Comissão de Obras vai acompanhar atentamente todo o desenrolar da situação.

- Pela importância dessa obra, a Alerj vai acompanhar diretamente todas as ações relativas a esse tema. Estaremos juntos com a concessionária para garantir que os trabalhos sejam realizados da melhor maneira possível - informou.

O deputado federal Deley de Oliveira (PTB), afirmou que a duplicação da pista de descida da Serra é um ponto crucial para o desenvolvimento econômico do Sul do Estado.

- Eu acho essa obra muito importante para a economia do país. A Dutra já está intransitável, essa obra já esta muito atrasada. Devia ter sido feita há muito mais tempo e a gente vem lutando e agora parece que vai melhorar - comentou.

O também deputado federal Jorge de Oliveira, o Zoinho (PR), que faz parte da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, comentou que vai dar apoio tanto à concessionária quanto ao poder público, para ver a obra sendo posta em prática.

- Estive conversando com o responsável pela concessionária sobre essa obra. Se não me engano, é a quinta vez que participo de um evento como esse, de apresentação da obra. É um projeto muito bonito, que vai acrescentar, mas tem a necessidade de sair do papel.

Tanto eu quanto os deputados federais Hugo Leal e Deley estamos aqui para colaborar, tanto com o governo quanto com a concessionária, para ver esta obra se tornar realidade - disse.

Custos

As obras de duplicação da Serra das Araras ainda não tem um início programado, mas já existe uma estimativa de quanto será gasto com os serviços. De acordo com a assessoria da CCR Nova Dutra, a obra está orçada em aproximadamente um bilhão de reais.

Ainda de acordo com a concessionária, existem três meios para o custeio da obra: o governo cobrir os custos, a concessionária assumir a obra e em contrapartida aumentar a extensão da concessão ou o preço do pedágio ser alterado.

Segundo o deputado federal Hugo Leal (Pros), que faz parte da comissão de Transportes da Câmara, o custo da obra não pode ser repassado à população. Ele argumenta que a medida a ser tomada é uma parceria com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para o custeio.

- O modelo de concessão rodoviária foi iniciado no Rio de Janeiro, 90% das estradas federais do estado estão sob concessão. Não é justo o morador que precisa utilizar a via arcar com as obras, assim como também não é correto que a concessionária tenha que ser a única responsável. O correto é que a obra seja custeada em parceria com o governo federal, através do BNDES - finalizou.

Fonte: http://diariodovale.uol.com.br/notic...as-Araras.html
__________________

conrado.rio liked this post
Weber (RJ) no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 08:53 AM   #1836
Weber (RJ)
Nascido na Guanabara
 
Weber (RJ)'s Avatar
 
Join Date: Feb 2009
Location: Rio de Janeiro-RJ
Posts: 3,862
Likes (Received): 226

06.12.2013
Estado fará estudo sobre mobilidade urbana no Norte Fluminense

Solicitação é resultado do projeto de duplicação da Rodovia RJ-106, que liga Rio das Ostras a Macaé

A Secretaria de Planejamento e Gestão vai realizar um estudo sobre a mobilidade urbana na ligação entre os municípios de Rio das Ostras e Macaé, no Norte Fluminense. A solicitação do estudo é resultado do projeto de duplicação da Rodovia RJ-106, que liga os dois municípios, e ficará sob a responsabilidade da Subsecretaria de Planejamento.

Segundo a subsecretária Cláudia Uchôa, o projeto, solicitado pela Prefeitura de Macaé durante reunião do Programa de Desenvolvimento Social de Macaé e Região (Prodesmar), será focado em soluções de transporte de massas intermunicipal.

– O objetivo é estruturar alternativas viáveis para a população que mora em Rio das Ostras, trabalha em Macaé e passa longos períodos em engarrafamentos – explicou a subsecretária.

Criado em 2008, o Prodesmar reúne o Governo do Estado, a Petrobras e as prefeituras da região da Bacia de Campos com o objetivo de viabilizar a elaboração e a implantação de projetos estruturantes. Além do estudo sobre mobilidade urbana, outro projeto no âmbito do Prodesmar discutido na última reunião foi o Plano de Reestruturação e Desenvolvimento Sustentável dos Municípios da Região Serrana. A prorrogação do convênio do Plano foi solicitada e a licitação está prevista para 6 de janeiro de 2014.

Durante o encontro, realizado em novembro, as prefeituras de Macaé e Rio das Ostras se ofereceram para sediar, no primeiro semestre de 2014, o segundo módulo do Programa de Capacitação para Municípios em PPA Municipal – uma parceria da Secretaria de Planejamento com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e a Escola Nacional de Administração Pública.

O primeiro módulo do programa, que contou com uma turma sediada em Macaé – com participação expressiva de gestores do município e de Rio das Ostras, além de participantes de mais três cidades do Norte Fluminense – foi realizado em junho de 2013 e teve como tema o planejamento do PPA. Os próximos três módulos da capacitação, que acontecerão em 2014, serão focados, respectivamente, em gerenciamento de projetos, monitoramento e avaliação do Plano Plurianual.

Fonte: http://www.rj.gov.br/web/imprensa/ex...cle-id=1881114
Weber (RJ) no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 08:50 PM   #1837
New_Philip
New_Philip
 
New_Philip's Avatar
 
Join Date: Apr 2013
Location: RJ
Posts: 345
Likes (Received): 186


Essa duplicação é uma novela que não sai do papel nunca. A mais de 10 anos q se fala nisso.
New_Philip no está en línea   Reply With Quote
Old December 7th, 2013, 09:46 PM   #1838
Muda Angra
Registered User
 
Join Date: Nov 2013
Posts: 51
Likes (Received): 14

[QUOTE=New_Philip;109507829]
Essa duplicação é uma novela que não sai do papel nunca. A mais de 10 anos q se fala nisso.[/QUOTE
____________________________________________________________
Vendo essas informações sobre a duplicação da BR 116,que se arrasta a muitos anos, faço um paralelo com outras novelas sobre outras duplicações de rodovias, como o caso da BR 101(RIO SANTOS). A duplicação da mesma parou em Itacuruçá, depois de ter uma obra arrastada por anos . Até hoje não começou a segunda parte da obra que seria feita até Angra dos Reis. Enquanto isso a caótica e perigosa Rio Santos, cheia de curvas e mal feita, toda hora tem parte da estrada obstruída por quedas de barreiras.
Muda Angra no está en línea   Reply With Quote
Old December 8th, 2013, 11:41 AM   #1839
Angrense
Registered User
 
Angrense's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Location: Angra dos Reis
Posts: 203
Likes (Received): 10

Quote:
Originally Posted by Muda Angra View Post
Lembrando que na COSTA VERDE, além de Brasfells , tem Usinas Nucleares(únicas no País) Petrobras( Terminal petrolífero) que esta sendo injustamente negado o pedido de licença para aumento do porto. E sem falar que a pouco mais de um ano a região perdeu a fábrica de tubos flexíveis da Techinip, por motivos políticos.
Além da maior marina da américa latina e as fábricas de lanchas, como a beneteau.
Angrense no está en línea   Reply With Quote
Old December 8th, 2013, 01:53 PM   #1840
RCostis
Registered User
 
RCostis's Avatar
 
Join Date: Apr 2012
Location: Rio
Posts: 4,473
Likes (Received): 4775

Polo Automotivo do Médio Paraíba Aquece Economia
07/12/2013 - 09:28h - Atualizado em 07/12/2013 - 09:28h
» Suzane Lima

Entre 2007 e 2012, receita total do local aumentou 53,2%, enquanto o restante do estado cresceu 45%


A instalação do polo automotivo no Médio Paraíba fluminense representa desenvolvimento para a região, especialmente para as cidades de Resende, Porto Real e Itatiaia. Entre 2007 e 2012, a receita total do local aumentou 53,2%, enquanto o restante do estado cresceu 45%. Em Porto Real, onde a Peugeot está instalada, por exemplo, a receita total atingiu R$ 187 milhões, o dobro de 2007. Já em Resende, sede da MAN Latin America e futuramente da Nissan, a arrecadação chegou a R$ 354 milhões em 2012. Só de ICMS, a montadora japonesa deve gerar receita de R$ 350 milhões financiados em 30 anos, sem contar com os juros e correção monetária. Os números constam da revista “Finanças dos Municípios Fluminenses”, que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico lança na próxima terça-feira (10/12).

A indústria automobilística só tem a crescer no Rio. Hoje, a fabricação de veículos responde por 10% da produção industrial do estado. Do total de veículos produzidos em 2012 no país (3.415.486), o Rio foi responsável por 4,4%, de acordo com o anuário da Indústria Automobilística Brasileira (Anfavea). Levando em consideração o forte crescimento dos últimos anos, o Brasil passou a ser o quarto maior mercado automotivo mundial, respondendo por 3,8 milhões de unidades vendidas. As estimativas da Anfavea mostram que a produção em 2017 deve ser de 4,6 milhões de veículos.

Com alto potencial de consolidar ainda mais o setor, o governo concede incentivos financeiros e tributários. Em geral, o ICMS é financiado em até 80% do total a ser pago, durante o período de investimento com crédito equivalente ao valor aplicado no empreendimento. Atualmente, o número de empregos formais gerados na fabricação de peças é de 2.409, e 5.558, na de veículos. Para os investidores, o Estado do Rio tem a vantagem de ser próximo do centro do mercado consumidor no país, boa logística de escoamento, mão de obra qualificada e proximidade com o parque de fornecedores já em formação.

Os investimentos já apresentam impactos positivos na Região do Médio Paraíba. A cidade de Porto Real apresenta a maior renda per capita do país pelo segundo ano consecutivo. Em 2012, o rendimento na cidade foi de R$ 8.782, enquanto no estado a média é de R$ 2.525.

Principais montadoras instaladas na região:

Hyundai Heavy industries

Inaugurada em Itatiaia em 2013, com produção inicial prevista de 5 mil unidades/ano. Investimentos de R$ 350 milhões, com geração de 500 empregos, podendo ir a 1,5 mil até 2020.

Neobus

Anunciada em 2012, com investimentos de R$ 100 milhões em Três Rios. Quando for concluída, a fábrica deverá gerar 1,2 mil empregos.

MAN Latin America

Instalada há 15 anos em Resende, com novos investimentos para dobrar sua capacidade de produção, no total de R$ 1 bilhão. Produz 100 mil veículos por ano e gera 3,5 mil empregos.

Jaguar Land Rover

Prevista para entrar em operação em 2016, em Itatiaia, tem capacidade para produzir 24 mil veículos/ano. Investimento de R$ 750 milhões, geração de 400 empregos.

Nissan

Inauguração prevista para o 1º semestre de 2014, em Resende. Investimento de R$ 2,7 milhões. Capacidade de 200 mil veículos por ano. Na primeira fase, 2 mil empregos serão gerados.

Peugeot Citroën

Operando desde 2009 e com previsão de dobrar a sua capacidade de produção para 300 mil unidades por ano até 2015. Em Porto Real, 3,5 mil trabalhadores estão empregados na fábrica e outros 1,7 mil devem ser contratados até 2015.
__________________

Anderson carioca liked this post
RCostis no está en línea   Reply With Quote
Reply

Tags
campos dos goytacazes, rio de janeiro

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 03:28 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu