daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Infrastructure and Mobility Forums > Subways and Urban Transport

Subways and Urban Transport Metros, subways, light rail, trams, buses and other local transport systems



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old April 3rd, 2013, 08:41 AM   #641
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Rio de Janeiro BRTs - Niterói BRT proposal

__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Norge78 liked this post
mopc no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old April 3rd, 2013, 05:23 PM   #642
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Rio de Janeiro Metro - CHN infrastructure news bulletin focusing on Line 4

__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Norge78 liked this post
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 3rd, 2013, 05:33 PM   #643
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Rio de Janeiro Metro - Line 4 report

Estudos de Demanda Relatório Final
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 07:43 AM   #644
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

São Paulo Highlights - CMSP / Metro - Official video updates

Line 4



Line 5



Line 15



Line 17

mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 07:59 AM   #645
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Manaus Monorail - soil prospection and probing for monorail reaches 50% completion, 9 of the 10 six-car monorail transets will be built in the Manaus region, the first one will come from the Scomi plant in Malaysia.

Quote:
Originally Posted by dionedi View Post


Prospecção do solo para monotrilho Manaus alcança 50%

A prospecção do solo onde serão colocadas as vigas de sustentação do monotrilho de Manaus já está na metade. O processo, que está sendo feito pela empresa Figueiredo Ferraz Consultoria e Engenharia de Projeto, envolve sondagem e mapeamento do solo por onde o monotrilho passará. A prospecção está sendo feita no trecho entre a Arena da Amazônia e o Conjunto Santos Dumont.

A sondagem é feita para que seja identificado o tipo de solo onde as vigas serão instaladas, a profundidade das fundações e o tipo de material que será instalado. Está sendo feito também, o mapeamento do solo para evitar que as estacas atinjam tubulações de água, esgoto, gás natural, cabos telefônicos e linhas de fibra ótica. Para mapear o solo está sendo utilizado um equipamento que detecta objetos subterrâneos, conhecido como georadar.

O próximo passo será a escavação para a implantação das fundições, onde serão instaladas as vigas de sustentação do monotrilho, prevista para acontecer nos próximos quatro meses.

Quando prontas, as vigas terão 30 metros de comprimento e pesarão 90 toneladas. Na fase inicial da obra, o transporte das vigas será feito utilizando um guindaste, do local onde as colunas serão fabricadas até os pontos de assentamento.

Ao todo o monotrilho da capital amazonense terá 20 quilômetros, nove estações e deverá ficar pronto em 2015. O Consórcio Monotrilho Manaus é composto pelas empresas CR Almeida, Engenharia de Obras Mendes Júnior Trading, Serveng e pela Scomi Engineering, que será a responsável pelo fornecimento da tecnologia dos veículos do monotrilho.

Trens

Para a fabricação dos trens, o grupo MPE investiu cerca de R$ 60 milhões em uma parceria com a empresa malaia Scomi, na construção de duas fábricas de monotrilhos, uma no Rio de Janeiro e outra em Manaus.

Os dez trens de Manaus, cada um com seis carros, serão produzidos na fábrica da capital amazonense, com exceção de um carro, que virá da Malásia. Já a do Rio de Janeiro, que dará apoio à fábrica de Manaus, poderá produzir os tetos e pisos do monotrilho manauara. A unidade carioca também produzirá os trens da Linha 17 – Ouro do Metrô de São Paulo.

Globo report on Manaus Monorail - Construction to start in May 2013, first part operational by November 2014
http://globotv.globo.com/rede-amazon...-nery/2432301/
__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Norge78 liked this post
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 08:33 AM   #646
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Belo Horizonte Metro (Metrominas) - Geological probing approves underground construction of Line 3, which will be 4.5km long with 5 stations, fully underground.

Quote:
Originally Posted by Heaven_BR View Post
Sondagem do solo aprova linha subterrânea do metrô até a Savassi

Veículo: Hoje em Dia - Belo Horizonte - MG - Caderno: Minas
Página: 19
Publicada: Quarta-feira, 03 de abril de 2013
Área - 707cm²


http://clipping.ideiafixa.com.br/sit...39326412b842f0

ERRATA
A Linha 3 será executada pelo Estado, com outra licitação. À concessionária da PPP caberá todas demais intervenções e implantações e a fiscalização das obras da Linha 3.
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 12:25 PM   #647
Norge78
Registered User
 
Norge78's Avatar
 
Join Date: Nov 2010
Posts: 471
Likes (Received): 388



Nice updates here
Norge78 no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 01:09 AM   #648
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Fortaleza Metro (Metrofor) - newly released CGI rendering of trains, stations and systems.

Quote:
Originally Posted by CEARENSE View Post

METROFOR: LINHA SUL
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 01:21 AM   #649
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Recife Metro (Metrorec) - Cosme e Damião station under construction since 2010

Quote:
Originally Posted by Timbu View Post
A "interminável" construção da Estação Cosme e Damião e seu Terminal Integrado

Estação do Metrorec teve início em fevereiro de 2010 e ainda não ficou pronta, entramos em Abril de 2013!



Crédito: Governo Federal
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 02:16 AM   #650
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Salvador Suburban Rail - new air-conditioned trainset

Quote:
Originally Posted by A.B View Post
Olá galera. Bom,eu fui conferir de perto esses "novos" trens que vão operar aqui em Salvador. São bem agradáveis,não são barulhentos,o ar-condicionado é bastante potente,ele tem som pra anunciar as estações,porém o maquinista só falou uma vez. rsrs

- O pessoal gostou muito de andar na "geladeira" kkkkk. Vou postar as fotos que tirei hoje.





























Bom galera,é isso. Ps: Ele está muito alto e afastado em algumas estações o que dificulta a passagem de idosos e crianças. Ele tem lugar reservado pra cadeirantes também. Enfim,tá melhorando aos poucos,melhor que nada,né? rss
Official inauguration

Quote:
Originally Posted by Will_NE View Post
ACM NETO FAZ VIAGEM INAUGURAL DE TREM CLIMATIZADO NO SUBÚRBIO


O prefeito ACM Neto fez neste sábado (06) a viagem inaugural do primeiro trem climatizado do Subúrbio Ferroviário. Acompanhado do secretário de Urbanismo e Transporte, José Carlos Aleluia, do presidente da Companhia de Transportes de Salvador (CTS), Jorge Khoury, diretores de órgãos públicos municipais e vereadores, ACM Neto fez o trajeto entre Paripe e Calçada no primeiro veículo sobre trilho com ar condicionado entregue após convênio entre a Prefeitura e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), assinado na gestão passada. Outros dois trens totalmente climatizados devem ser entregues em 90 dias, a depender do cronograma do governo do estado, que vai assumir o comando da CTS. Clique aqui para ver as fotos.

“Vamos transferir para o governo do estado, conforme acordo firmando ontem (05) com o governador Jaques Wagner, o comando de uma CTS mais valorizada, com um equipamento que presta um serviço de mais qualidade para a população do Subúrbio de nossa cidade”, afirmou o prefeito. Ele salientou que o acordo que transferiu para o estado a responsabilidade pela CTS, metrô de Salvador e a Estação Pirajá foi feito “pensando no bem da cidade”. “A gente abriu mão de muitas coisas, mas levamos encontra o que é mais importante, que é o bem da população”.

O secretário Aleluia também destacou a importância do acordo firmado com o governo baiano e frisou que a atual gestão tem “tratado com carinho” tudo que foi iniciado pela administração passada. “Estamos acelerando e fazendo ainda melhor as ações iniciadas no governo anterior, melhorando a prestação dos serviços públicos, como no caso dos trens aqui do Subúrbio e da própria CTS. Por isso a gente tem feito um governo diferente, inclusive nos finais de semana. Um exemplo disso é o programa Domingo é Meia”, lembrou.

Valor da passagem – Jorge Khoury afirmou que, em 90 dias, outros dois trens climatizados devem ser entregues aos soteropolitanos. São veículos com três vagões. No total, a frota será composta por sete trens, sendo três com ar condicionado. “Essa é a grande novidade: o ar condicionado. Os passageiros têm um conforto melhor para fazer as viagens. E o valor da passagem será o mesmo, ou seja, R$0,50 a inteira e R$0,25 a meia”, explicou o superintendente da CTS.

Fonte: http://www.acmneto.com.br/noticia/ac...o-no-suburbio/


mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 03:08 AM   #651
donizete
Registered User
 
Join Date: Nov 2010
Posts: 202
Likes (Received): 62

???...

Quote:
Originally Posted by mopc View Post
Rio de Janeiro Suburban Rail (Supervia) - forumer pictures









source
--------------------------------------------------------------------------
São medonhos estas velharias que trafegam no Rio. Como pode a população ser submetida a uma humilhação dessas?...
donizete no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 03:39 AM   #652
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Sobral Light Rail - project overview video

mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 03:46 AM   #653
Energique
BANNED
 
Energique's Avatar
 
Join Date: Apr 2013
Posts: 11
Likes (Received): 6

Bonitas essas composições da Supervia.
Energique no está en línea   Reply With Quote
Old April 7th, 2013, 11:59 AM   #654
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Manaus Monorail - construction to start this june (2013)

Quote:
Originally Posted by Metropolitano Manaus View Post
Monotrilho ‘sai do papel’ a partir de junho; obra prepara Manaus para Copa

Construção vai custar R$ 1,4 bilhão, sendo R$ 600 milhões de empréstimo da Caixa; obra demora 40 meses.



Obras do monotrilho e BRT começam em julho. Foto: Divulgação/ UGP Copa.

MANAUS – As obras de construção do monotrilho de Manaus começam em julho deste ano. Pelo menos é o que garantiu o coordenador da Unidade Gestora da Copa – Amazonas (UGP Copa), Miguel Capobiango, caso ocorra a liberação de R$ 600 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – ainda análise em Brasília. A obra vai custar R$ 1,4 bilhão, sendo R$ 800 milhões que a Caixa Econômica Federal (Caixa) deve emprestar, em maio, ao executivo estadual.
A previsão de conclusão da obra é de 40 meses. “(O dinheiro da Caixa) É um financiamento como outro qualquer, pois não está mais relativa ao campeonato mundial. A tramitação é a mesma: análise, solicitação, crédito. No caso deste projeto, ainda teremos uma segunda operação, a contrapartida de R$ 600 milhões, por meio da Caixa Econômica Federal”, explicou.

Por perder a característica de “obra para a Copa”, a construção do monotrilho saiu da responsabilidade da UGP Copa e passou para a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra). A titular da pasta, Waldívia Alencar, informou ao portalamazonia.com que os trabalhos estão em andamento. As obras foram iniciadas com a realização da prospecção e mapeamento do solo onde serão colocadas as vigas de sustentação do transporte. Das 700 sondagens previstas no projeto, 660 serão específicas para a colocação de pilares de sustentação das vigas. Nas palavras da secretária, esse serviço “está bem adiantado”.


Questionada sobre as obras atuais de infraestrutura estarem relacionadas ao monotrilho, a secretária explicou que não há obra paralela especificamente para o projeto. “As ações desenvolvidas em termos de mobilidade urbana, como os anéis viários Leste e Sul, por exemplo, fazem parte de outro projeto, embora venha a contribuir consideravelmente com a melhora da fluidez do tráfego de veículos na cidade”, salientou.

Ao todo, o monotrilho terá 20 quilômetros de extensão, partindo do Eixo Norte-sul (desde o Centro de Manaus) até a zona Leste, no Terminal de Ônibus 4 (no bairro Jorge Teixeira). Serão implantadas nove estações em todo o percurso, conforme mapa abaixo. Cada trem motorizado terá capacidade para 900 passageiros.



Monotrilho terá nove estações ao todo. Foto: Divulgação

Início

As obras do monotrilho começam pelo bairro Cidade Nova (zona Norte), ao contrário do primeiro projeto, com a fase inicial começava na Avenida Constantino Nery, uma das vias de acesso à Arena da Amazônia - complexo esportivo onde ocorrerão os jogos da Copa do Mundo de Futebol da Fifa, em 2014.

A modificação é necessária para amenizar a interferência no fluxo principal das Avenidas Torquato Tapajós e Constantino Nery. A construção das estações de passageiros são as últimas etapas do processo, devido a necessidade de alargamento de canteiros e fechamento de trechos de vias. “Como as obras são de mobilidade urbana, haverá intervenções no trânsito da cidade. As pessoas – pedestres e motoristas – começarão a sofrer o impacto”, assinalou Capobiango.
BRT

Outro módulo de transporte em Manaus pensando para a Copa é Bus Rapid Transit (BRT), cujas iniciam ainda em julho. A informação é da equipe técnica da Secretaria Municipal de Infra-estrutura (Seminf) que confirmou o orçamento para a execução da obra em pouco mais R$ 222,9 milhões. As desapropriações estão estimadas em R$ 150 milhões.

Atualmente, o projeto está sofrendo algumas adequações necessárias para a ligação com o atual sistema de transporte coletivo. Os atuais pontos e terminais de ônibus serão reformados para receber os veículos do BRT. O custo da reforma está inserido no valor total da obra.

http://www.portalamazonia.com.br/edi...ara-copa-2014/
__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Norge78 liked this post
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 8th, 2013, 04:28 AM   #655
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Belo Horizonte BRT - construction advances

Video presentation








mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 8th, 2013, 01:30 PM   #656
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

São Paulo Highlights - Reuters article on how the privatization in construction and operation may accelerate pace of development in São Paulo and Brazil.

Quote:
On Sao Paulo subway, a leap for Brazil infrastructure

Fri Feb 1, 2013 12:36pm EST

By Brian Winter

SAO PAULO, Feb 1 (Reuters) - Two hundred feet (61 metres) under Sao Paulo's most famous old-money neighborhood, home to artists, coffee barons and retired generals, a major breakthrough is about to take place in Brazil's quest to improve its dilapidated infrastructure.


A new subway line running through Higienopolis will be the country's first built almost entirely by the private sector, the government of Sao Paulo state revealed this week.

The breakthrough has for long been a kind of Holy Grail for Brazilian business leaders and foreign investors alike. It occurred after President Dilma Rousseff, whose leftist Workers' Party has traditionally opposed privatizations, quietly authorized a regulatory change over the Christmas holiday that made the project viable.

"It's very exciting. We've been wanting to do this for years," Sao Paulo state's transport secretary, Jurandir Fernandes, said in an interview on Thursday.

Fernandes said he was "overwhelmed" by queries at an investor conference in Britain two weeks ago at which banks including Morgan Stanley and Barclays PLC showed interest in participating in construction of the all-new, nine-mile-long (15 km) Line 6, he said.

"They all wanted to know if this represents a change in the way Brazil does things," Fernandes said. "I think it's very possible the answer is yes. In any case, it will mean a dramatic acceleration in the pace of construction in Sao Paulo."

Construction will cost an estimated $4 billion, to be split between Sao Paulo state and the companies that win the tender. Building is expected to begin in 2014, with completion set for 2020. The state expects the line to have an average of 634,000 passengers a day during its first year of operation.

Brazilian unions and leftist politicians had for decades insisted the public sector build and operate big-ticket construction projects such as subways, railroads and airports.

Yet the traditional inefficiencies of the public sector, plus a 20-year period through the 1980s and 1990s when the Brazilian state was effectively bankrupt, left the country's infrastructure trailing many of its Latin American rivals.

Severe transport bottlenecks are a big reason that Brazil's $2.5 trillion economy has been stagnant for the past two years, economists say.

In response, Rousseff has dramatically boosted the private sector's role in big construction projects, a move that risks alienating her political base but has become necessary as Brazil prepares to host the 2014 World Cup and 2016 Summer Olympics.

In the case of Sao Paulo's subway, the need for change was especially glaring.

The metropolitan area of some 20 million people has only about 45 miles (72 km) of mostly underground rail - barely a third the size of Mexico City's network. Sao Paulo has some of the world's worst traffic jams, with commuters sometimes needing three hours to travel about nine miles (14 km) across Brazil's biggest city and financial capital.

PRIVATE-SECTOR EFFICIENCY ON DISPLAY

Sao Paulo in 2006 created Brazil's first public-private partnership (PPP) for the subway system's Line 4. That line, which opened in 2010 and links the city's three main financial districts, is operated by a private consortium of companies including Brazil's CCR and the local unit of Japanese conglomerate Mitsui & Co.

Line 4, which has latest-generation driverless cars from South Korea featuring air conditioning, flat-screen TVs and mobile phone access, is a sharp contrast to the subway system's other four lines.

They are still operated by the state-run Companhia do Metropolitano de Sao Paulo, and their trains have frequent delays, occasional strikes and poor service. Connecting from the old system to the new one often feels like walking from a run-down sauna into a brand-new shopping mall.

Line 4 is already operating near capacity during peak hours. "I am confident we could double our number of stations and trains tomorrow, and our number of passengers would double as well," Luis Valença, chief of the Via Quatro consortium, said in an interview in December.

"That shows you the pent-up demand for quality public transport in Sao Paulo," Valença said. "It's limitless."

Yet the framework that led to Line 4 did not go far enough in its embrace of business, Fernandes said.

While the private sector operates the trains, the construction was executed by the government, similar to past projects. That resulted in years of delays as the government conducted mandatory tender offers for each building component - escalators, mirrors, and so on.

Line 4 had been in the state's building plans since at least 1969, and construction of several stations still has not been completed.

ROUSSEFF'S HELP SEALS THE DEAL

For Line 6, the government will only be charged with environmental licensing and expropriations, Fernandes said. Yet even on the latter, companies will be able to negotiate directly with property owners, which will help avoid delays from lawsuits and regulations on how much the government can spend.

"A company can come in and say, 'Look, pal, here's a million dollars, let's just be done with this.' I, the state, am prevented from doing that," Fernandes said.

Meanwhile, the long-standing ideological opposition to the private sector seems to have sharply diminished in recent years, Fernandes said. He recalled the lawsuits, strikes and other offensives launched by unions during the Line 4 construction.

Fernandes declined to speculate as to why so few protests are taking place now, but noted support from Rousseff and Finance Minister Guido Mantega has been "valuable."

Sao Paulo state is run by the PSDB, Brazil's main opposition party, which had historically clashed with the Workers' Party over how much to involve businesses in public works projects.

Nevertheless, during the last week of December, Rousseff approved a change to the law governing PPPs, which would have barred the state from disbursing funds to businesses until Line 6 was open and operating. That would have made financing the project impossible, Fernandes said.

The strongest opposition to Line 6 has actually come from residents of Higienopolis, some of whom have publicly expressed fears that a subway connection could bring criminal elements into their wealthy neighborhood.

"If that's the worst problem I have, I'll accept it," Fernandes said, laughing. "But they're changing their minds too. Everybody realizes that times are different now."
Quote:
Originally Posted by fepalhares View Post
AVANÇAM AS OBRAS DA LINHA 15-PRATA DO METRÔ RUMO À CIDADE TIRADENTES



Line 15 monorail first train in testing


Testes com o primeiro monotrilho já foram iniciados na fábrica de Kingston, no Canadá


Atualmente, as obras de implantação da Linha 15-Prata do Metrô estão a pleno vapor. Das 14 vigas que pertencem ao corpo da estação, 10 já foram lançadas. A construção da estação Vila Prudente conta com 167 operários que executam as obras de fundação das salas técnicas, mezanino e acessos. As salas técnicas vão abrigar subestação elétrica, transformadores, baterias, equipamentos de sinalização e controle, ar-condicionado, entre outros equipamentos.
Quando concluída, a estação Vila Prudente terá 16 mil m², incluindo o terminal de ônibus integrado. Contará com três acessos, sendo um deles localizado na área do mezanino, fazendo a ligação da estação Vila Prudente, da Linha 2-Verde, com a nova estação do monotrilho. A estação Vila Prudente contará com dois pavimentos: mezanino e plataforma. Para facilitar a locomoção dos usuários, haverá sete elevadores e 19 escadas rolantes.
No trecho de via elevada entre as estações Vila Prudente e Oratório, cerca de 40 operários estão construindo as lajes onde serão instalados os track switches (aparelhos de mudança de via). Juntamente a essa atividade acontece o lançamento das vigas-guia. Das 130 vigas necessárias, 124 já estão lançadas, restando apenas seis para concluir a instalação.
A estação Oratório é o ponto mais avançado em construção na Linha 15-Prata. A obra bruta foi concluída em dezembro e, neste momento, é realizado o acabamento geral da estação. Quando finalizada, serão 5.400 m² de área construída e dois acessos, cada um com bicicletário para 50 bicicletas. A estação será totalmente acessível, contará com cinco elevadores e sete escadas rolantes que permitirão o acesso ao mezanino e às plataformas.

Obras avançam rumo à Cidade Tiradentes

Áreas que totalizam 19.860 m² nos bairros de Iguatemi e Cidade Tiradentes, necessárias para a implantação da Linha 15-Prata, estão sendo desapropriadas. O decreto estadual nº 59.052 que declara os terrenos de utilidade pública, assinado pelo governador Geraldo Alckmin, foi publicado pelo Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (9/4).
Ao todo, foram decretados de utilidade pública para fins de desapropriação 49 imóveis, cujos proprietários e inquilinos começarão a ser notificados nas próximas semanas pelo Metrô. Durante o processo, equipes da Coordenadoria de Relacionamento com a Comunidade da Companhia realizarão visitas às casas dos moradores para orientação e esclarecimentos em caso de dúvidas. A comunidade também pode entrar em contato com a Coordenadoria pelos telefones (3371-7519, 3371-7523, 3371-7525), em horário comercial, e no site www.metro.sp.gov.br / fale conosco.
Esse é o quarto decreto de utilidade pública para a implantação da Linha 15. Nos três anteriores (57.837, de 06/03/2012, 57.838, de 06/03/2012 e 58.456, de 15/10/2012), já haviam sido apontados 110 imóveis.
O conceito adotado no sistema monotrilho minimiza a necessidade de desapropriações, pois o corpo central das estações fica localizado no canteiro central das avenidas pelas quais o monotrilho vai passar. Apenas para a construção dos acessos e edificação de salas técnicas e operacionais, que são implantados nas laterais das avenidas, é que são necessárias desapropriações.

Trechos

O primeiro trecho da Linha 15-Prata, de Vila Prudente a Oratório, com extensão de 2,9 km, é composto por duas estações: Vila Prudente e Oratório, além do Pátio Oratório. A previsão é que as duas estações entrem em operação (visita controlada) a partir de dezembro de 2013 e a estimativa é que 13.300 passageiros utilizem o novo trecho por dia.
Posteriormente, a Linha 15-Prata seguirá de Oratório a São Mateus, com extensão de 10,1 km e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstoi, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. Neste trecho, 1.380 operários trabalham nas obras de fundações, pilares e capitéis da estrutura do monotrilho. Além disso, já foram lançadas 236 vigas, restando ainda 443 até São Mateus. Este trecho deverá entrar em funcionamento em 2014.
O último trecho ligará São Mateus à Cidade Tiradentes, terá 11,4 km e sete estações: Iguatemi, Jequiriçá, Jacu-Pêssego, Érico Semer, Marcio Beck, Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes. Quando concluída, em 2016, a Linha 15-Prata atenderá mais de meio milhão de usuários por dia.

Testes com o primeiro monotrilho

Para garantir a realização do projeto com maior rapidez, um trem piloto (com dois carros) foi produzido na matriz da Bombardier (empresa vencedora da licitação para fornecimento dos 54 trens de monotrilho) em Kingston, no Canadá. O primeiro trem já está pronto e começou os testes em um circuito de provas avançado, que vai permitir simular e representar todas as situações de operação a que os trens vão estar sujeitos em na Linha 15-Prata.
A fabricação dos outros trens está sendo feita na unidade da Bombardier em Hortolândia/SP. Atualmente, 250 operários trabalham no quinto carro da linha de produção.
Os trens que circularão na Linha 15-Prata terão 86 metros de comprimento e capacidade para transportar 1.000 passageiros cada um. O sistema terá capacidade para atender a uma demanda de até 40.000 passageiros por hora e por sentido, com um intervalo entre trens de apenas 90 segundos.



Fonte: Site do Metrô
__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Norge78 liked this post

Last edited by mopc; April 10th, 2013 at 01:29 PM.
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 8th, 2013, 06:44 PM   #657
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Overview of Brazilian urban mobility

Quote:
Originally Posted by pmoretzs View Post

Infográfico: acompanhe a mobilidade da sua cidade
By Maria Fernanda Cavalcanti. Abril 4, 2013



O Portal Mobilize criou um infográfico interativo para comparar a situação da mobilidade em grandes cidades brasileiras. A plataforma reúne dados sobre a qualidade da frota dos ônibus, percentual de viagens motorizadas e de estrutura cicloviária, arborização e até da qualidade das calçadas.

Porcentagem de ônibus municipais acessíveis a pessoas com deficiência física


Mortos em acidentes de trânsito (por 100 mil habitantes) por ano


Extensão de vias adequadas ao trânsito de bicicletas em relação à extensão do sistema viário


Razão entre a renda média mensal e a tarifa simples de ônibus urbano*

Fonte: Tarifa simples de ônibus urbano: ANTP (Jan/2013). Rendimento médio mensal: IBGE (2010)
*Número de bilhetes que podem ser adquiridos com o valor da renda média mensal

Razão entre viagens por modos individuais motorizados de transporte e total de viagens


Metrô


Trem (região metropolitana)


Ciclovia


Emissões do setor de transporte (milhões ton/ano de CO2 eq)


Domicílios com calçadas no entorno


Domicílios com rampa para cadeirantes no entorno


Domicílios com arborização no entorno


Domicílios com identificação de logradouro no entorno


http://thecityfixbrasil.com/2013/04/...da-sua-cidade/

__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

carl_Alm liked this post
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2013, 01:34 PM   #658
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Brasília Metro - train near Arniqueiras station

mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2013, 01:38 PM   #659
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Cariri Light Rail - pictures

prototype vehicle


final vehicle
mopc no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2013, 04:25 PM   #660
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,228
Likes (Received): 11945

Rio de Janeiro BRTs - TransBrasil bidding to come out next month (May 2013). BRT system will be 32k long and connect the neighborhood of Deodoro to Rio's Domestic Airport "Santos Dummont", expected to open by late 2015. The system will be connected to the future Rio Downtown/Port Area Light Rail (see second map below), the Metro/Suburban Rail and the TransCarioca BRT, which will reach Rio's International Airport "Tom Jobim".



Quote:
Originally Posted by raffasoares View Post
Projeto do maior corredor expresso do Rio está pronto
BRT Transbrasil ligará por 32 quilômetros o bairro de Deodoro ao Aeroporto Santos Dumont e promete modificar ‘a cara’ da cidade. Licitação será no mês que vem

Rio - Foi dada a largada, com a finalização do projeto, para a criação do maior corredor expresso da cidade, o BRT Transbrasil — que ligará por 32 quilômetros o bairro de Deodoro ao Aeroporto Santos Dumont e promete modificar ‘a cara’ da cidade.

A Avenida Brasil receberá nove estações, sendo duas terminais e com embarque superior, na altura da passarela. Na chegada ao Centro, o transporte será interligado ao Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), que passará a ser a única opção de transporte em toda Zona Portuária.

A licitação para as obras será realizada no mês que vem. O orçamento foi definido em R$ 1,5 bilhão. O BRT Transbrasil ficará pronto em até dois anos e meio.



O início do corredor Transbrasil será ao lado da estação ferroviária de Deodoro. Ali, um viaduto de 500 metros será erguido para fazer ligação com a Avenida Brasil. Ao chegar à Avenida Francisco Bicalho, o BRT vai circular ao lado do rio, onde serão construídas as estações. De lá, um novo viaduto será erguido para acesso à Avenida Presidente Vargas, que contará com sete estações.

Na Rua Primeiro de Março e na Avenida Antônio Carlos, algumas paradas serão integradas ao VLT, que contará com 46 estações espalhadas por todo o centro da cidade. Com o Transbrasil em funcionamento, estima-se que o tempo de chegada ao centro seja reduzido em 40%.

“Será uma das obras mais complexas, pelo tráfego intenso das vias. Isso vai exigir que nosso trabalho seja feito, na maior parte, durante a noite”, acredita o prefeito Eduardo Paes.

Pontes e viadutos

O projeto do novo BRT inclui ainda mais de 30 mil metros quadrados de pontes e viadutos. Além do alargamento das pistas laterais da Avenida Brasil, entre Irajá e Guadalupe, e a construção de um mergulhão de acesso ao Aeroporto Santos Dumont, preservando o patrimônio paisagístico do Aterro do Flamengo.



Com o novo BRT, serão 155 km de anel viário

Com o BRT Transbrasil, a prefeitura promete entregar à população um anel viário de 155 quilômetros de corredor expresso. No ano da sua inauguração, o BRT Transoeste transportou mais de 6 milhões de passageiros.

O próximo corredor a ficar pronto é o Transcarioca, que ligará a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim. Em seguida, entrará em operação o BRT Transolímpica, da Barra a Deodoro.

Todo investimento será imprescindível para a realização da Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos na cidade. Mas, para o prefeito Eduardo Paes, a construção dos corredores é mesmo um benefício para a população.

“Os eventos esportivos foram desculpas para a construção dos BRTs. Quem ganha é a população, que poderá contar com transporte de qualidade muito mais ágil e sem engarrafamentos”, aponta Paes, que esteve nesta quarta-feira na redação do DIA para apresentar aos jornalistas os investimentos em mobilidade urbana na cidade. Veja o vídeo do novo BRT



Exército não libera área e muda o traçado da Transcarioca

O projeto inicial do BRT Transcarioca previa a desapropriação de 2 mil casas em Magalhães Bastos. Na época, a Prefeitura pediu ao Exército, que detém vários terrenos na região, o empréstimo de algumas áreas para a evolução do corredor até o viaduto do bairro.

O pedido foi parcialmente aceito e o que ficou de fora foi um trecho, ao lado de um conjunto residencial militar. “O Exército não abriu mão de uma parte do terreno e, por isso, 100 casas terão que ser desapropriadas”, explicou o prefeito Eduardo Paes.

De acordo com a secretaria municipal de Obras, o trecho de desapropriação em Magalhães Bastos é equivalente a dois quarteirões. As notificações serão divulgadas no Diário Oficial nas próximas semanas.

Com a saída de 100 casas, chega a 2.500 o número de desapropriações da Transcarioca até agora. No BRT Transoeste, a prefeitura gastou R$ 18 milhões com a saída de 70 casas.

http://odia.ig.com.br/portal/rio/pro...ronto-1.570799

Last edited by mopc; April 11th, 2013 at 04:40 PM.
mopc no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
brazil, buses, commuter rails, monorails, subways, trams, transport, transporte coletivo

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 08:17 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

tech management by Sysprosium