daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Ferroviário



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 32 votes, 4.88 average.
Old September 11th, 2011, 08:51 PM   #381
CUIABA2014
Veni, vidi, vici
 
CUIABA2014's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 2,760
Likes (Received): 730

Conclusões prematura podem fracassar tb.

Afinal os estudos sobre o VLT em Cuiabá,não foram iniciadas ontem as pressas.

Multinacional que realizou estudo e viabilidade in loco e o seu Know-how
http://www.viaponte.pt/index.jsp?p=171&n=173




....
__________________
"O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta se imagine ser tão esperta quanto ele."
Ludwig Wittgenstein

Last edited by CUIABA2014; September 12th, 2011 at 06:32 AM.
CUIABA2014 no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old September 11th, 2011, 09:20 PM   #382
CUIABA2014
Veni, vidi, vici
 
CUIABA2014's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 2,760
Likes (Received): 730

Quote:
Originally Posted by Paulo Magalhães View Post
Não será concessionado?

ótima notícia.


Composição acionária,51% estado e município e 49% privado.No 1º video do Presidente da Agecopa tem mais detalhes,se tiver um tempinho,aconselho a todos assistirem.


....
__________________
"O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta se imagine ser tão esperta quanto ele."
Ludwig Wittgenstein
CUIABA2014 no está en línea   Reply With Quote
Old September 12th, 2011, 11:17 AM   #383
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Agecopa confirma repasse de R$ 400 mi do BRT para o VLT



Os mais de R$ 400 milhões previstos para a implantação do sistema de transporte Bus Rapid Transit (BRT) em Cuiabá foram transferidos para o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), escolhido pelo governo de Mato Grosso como modelo mais viável para atender a demanda da Copa de 2014. O presidente da Agência de Execução dos Projetos da Copa do Pantanal (Agecopa), Eder Moraes, anunciou que a mudança da matriz de responsabilidade ficou definida nesta sexta-feira (9) após reunião em Brasília.

Apesar de o governo do Estado já ter anunciado o VLT como o modelo de transporte coletivo para a Copa de 2014, ainda não tinha até agora o aval dos ministérios das Cidades, Planejamento, Esportes e Transportes, como explicou Eder. Entretanto, a administração estadual vai ter de arcar com um montante superior a R$ 600 milhões, correspondente à diferença pelo custo do metrô de superfície.

O financiamento que será feito junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e à Caixa Econômica Federal. "O governo terá 10 anos para pagar os R$ 600 milhões e 30 para quitar os mais de R$ 400 milhões", contou o presidente da Agecopa. Ele garante que a administração estadual possui condições financeiras de pagar as dívidas.

A previsão da Agecopa é que até o final deste ano seja realizado processo licitatório para a escolha da empresa responsável pela construção dos trilhos e a instalação dos vagões, em um trajeto de 23 quilômetros na capital e em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Antes disso, segundo ele, serão realizadas audiências públicas para discutir os impactos ambientais das obras de mobilidade e ainda vai ser concluído o projeto final do sistema. "O VLT já está oficializado. Agora só falta operacionalizar essa decisão", disse Eder, ao exemplificar que será feito o cancelamento do contrato com a Caixa Econômica Federal.

A obra que custará um total de R$ 1,1 bilhão terá capacidade para transportar 400 pessoas em cada um dos 36 vagões. Com isso, seis pessoas dividem o espaço de um metro quadrado. O controle do transporte deve ficar sob o controle da futura Companhia Metropolitana de Transporte Urbano.


Fonte: Redação/24H News
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 12:10 PM   #384
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Silval descarta BRT e diz que projeto do VLT sai até o dia 20


Ao confirmar reunião com Éder Moraes e Carlos Brito para hoje, segunda-feira, o governador Silval Barbosa (PMDB) anunciou que até o próximo dia 20 o projeto básico para construção do VLT estará concluído. Ele reafirmou que não tem a "mínima intenção" de construir o BRT, já que o VLT é "um modelo mais moderno e que daqui a 50 anos terá uma funcionalidade maior".

O projeto do VLT cuiabano conta com apoio do Governo Federal. Após o aval da presidente Dilma Rousseff, o ministro Orlando Silva, do Esporte, confirmou sua posição favorável ao novo modal. A solicitação dos recursos para o sistema já está sendo analisada pela CEF.

Hospital Universitário

Nesta segunda-feira, o governador assinou convênio com a UFMT para construção do novo Hospital Universitário. A nova unidade de saúde estará localizada na rodovia Palmiro Paes de Barros, próximo bairro ao Parque Cuiabá.

A obra está orçada em R$ 120 milhões, divididos entre o Governo e a Universidade. O novo Hospital Universitário funcionará como uma unidade de referência para os casos de alta complexidade. A gestão do hospital será de responsabilidade da UFMT.

O novo hospital contará com 23 leitos de UTI adulto, 16 de UTI pediátrica, 20 de UTI neonatal e 26 leitos de pronto-atendimento adulto e infantil, além de sete salas de parto, seis salas de cirurgia e três salas para endoscopia cirúrgica. A estrutura do hospital ainda contará com banco de leite, banco de sangue, farmácia, clinica de ginecologia e obstetrícia, e diversos laboratórios.



Fonte: Copa no Pantanal/Redação/O Documento
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 12:13 PM   #385
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Governador anuncia oficialmente o VLT como o novo modal



O governador Silval Babrosa (PMDB) fez o anúncio oficial da escolha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) como modal para atender a demanda prevista para a Copa de 2014 nesta segunda (12). “Aqui acaba o mistério sobre o modelo de transporte”, ressaltou o peemedebista em entrevista coletiva.

Silval ressaltou que recebeu o aval da presidente Dilma Rousseff (PT) para a transferência dos recursos dos projetos, que inicialmente, previam a implementação do Bus Rapid Transit (BRT) em Cuiabá e Várzea Grande, sinalizando que todas as barreiras para a definição do VLT foram vencidas.

“Nós queremos que a população tenha o melhor transporte e o mais moderno, não só para a Copa, mas pensando no futuro do Estado”, ressaltou o governador. Um dos defensores do VLT, o diretor-presidente da Agecopa, Eder Moraes, chegou a fazer o anúncio oficial da escolha do modal em 22 de junho.

Desde então, ele e Silval deram início a uma verdadeira peregrinação em Brasília para conseguir a alteração dos projetos que já tinha sido apresentados à Caixa Econômica Federal (CEF), responsável pela avalização econômica, e ao Ministério das Cidades. Participaram de audiências também nos ministérios dos Transportes, dos Esportes e com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, antes de conseguirem a autorização de Dilma.


Fonte: RD News
Foto: SSC Igor_Carlos
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 12:32 PM   #386
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

TCE alerta que não aceitará projeto básico para obras em MT


Atento para as movimentações da Agência Executora da Copa de 2014 (Agecopa), sob presidência de Éder Moraes, o relator das contas da Agência no Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antônio Joaquim, reforçou o alerta de que o órgão não admitirá abertura de licitações referentes às obras do Mundial sem confecção do "projeto definitivo", ou seja, do projeto executivo. No claro recado ao Executivo, alerta que licitações serão suspensas caso não contemplem as exigências legais, contidas na Lei 8666, Lei das Licitações.

A posição do Tribunal coloca o governo em situação de desconforto, principalmente quando o assunto é o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), definido, mas órfão de projeto. Ontem, o governador Silval Barbosa (PMDB) disse que o projeto básico deve ficar pronto até o dia 20 deste mês. Mas o problema vai continuar, porque o TCE só aceita projeto completo com desenho de todas as aplicações e custos, regra não atendida no plano básico prometido por Éder Moraes.


Fonte: Gazeta
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 12:34 PM   #387
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Silval diz que obras do VLT devem ter início ainda este ano



http://www.copanopantanal.com.br/?p=...d_noticia=9859
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 03:35 PM   #388
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,826
Likes (Received): 254


Apesar de ler a boa Noticia, mesmo assim ainda duvido que vai mesmo iniciar esse ano, acho que para as obras andarem mesmo, so sera a partir de Fevereiro ou Março(eu acho), pq tem muitas burocracias ainda a serem vencidas, como Licitaçoes(que leva uns 3 meses), Licença Ambiental e Desapropriaçoes. Entao vamos ver se inicia mesmo .

Pq quanto mais iniciar logo, e melhor. Para que acabe logo de vez essa "briguinha" e discordancia entre VLT X BRT. Pq se continuar esse "lenga lenga" , as obras ainda nem começam e o tempo vai passando e logo logo ja vem a Copa, e Cuiaba perdendo a oportunidade no Momento. Entao tem que iniciar logo as obras.
paulo lima no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 08:07 PM   #389
CUIABA2014
Veni, vidi, vici
 
CUIABA2014's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 2,760
Likes (Received): 730

Quote:
Originally Posted by igor_carlos View Post
TCE alerta que não aceitará projeto básico para obras em MT


Atento para as movimentações da Agência Executora da Copa de 2014 (Agecopa), sob presidência de Éder Moraes, o relator das contas da Agência no Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antônio Joaquim, reforçou o alerta de que o órgão não admitirá abertura de licitações referentes às obras do Mundial sem confecção do "projeto definitivo", ou seja, do projeto executivo. No claro recado ao Executivo, alerta que licitações serão suspensas caso não contemplem as exigências legais, contidas na Lei 8666, Lei das Licitações.

A posição do Tribunal coloca o governo em situação de desconforto, principalmente quando o assunto é o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), definido, mas órfão de projeto. Ontem, o governador Silval Barbosa (PMDB) disse que o projeto básico deve ficar pronto até o dia 20 deste mês. Mas o problema vai continuar, porque o TCE só aceita projeto completo com desenho de todas as aplicações e custos, regra não atendida no plano básico prometido por Éder Moraes.


Fonte: Gazeta



O certo seria isso,projeto completo,mas a burocracia no Brasil faz com que a maioria dos projetos de infraestrutura para copa sofra um processo natimorto.

Por isso foi criada e aprovada a RDC.

O que é RDC?

O que diz o projeto
Dá a opção à União, Estados e municípios de usarem o Regime Diferenciado de Contratações (RDC) apenas para tocarem as obras da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. A principal inovação é a criação da contratação integrada, o chamado turn key, em que a obra é contratada por inteiro,projetos básico e executivo e construção e deve ser entregue à administração pública pronta para uso.

Bom tem muito mais informações nesse link o texto é longo.
http://congressoemfoco.uol.com.br/no...copa-do-mundo/

Contestações

Na última sexta-feira (9), o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, enviou ao Supremo Tribunal Federal pedido de Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a Lei do RDC. Na ação, Gurgel argumenta que o RDC apresenta vários pontos que ferem a Constituição e pede ainda medida cautelar para que, até o final do processo, haja a suspensão da eficácia da lei.

Porém

Presidente do TCU defende vantagens da RDC

Compartilhe

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, considera que há mais vantagens do que riscos na adoção do Regime Diferenciado de Contratações (RDC) para as obras da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, em substituição à aplicação da Lei das Licitações, a 8.666. Para ele, uma das vantagens diz respeito à publicidade, pois o RDC estabelece boas práticas como a publicação eletrônica dos editais, além da eliminação de algumas etapas para a contratação das obras. "A capacidade...

http://diario-web.jusbrasil.com.br/p...ntagens-da-rdc

Gleisi diz que não há inconstitucionalidade no RDC

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou nesta segunda-feira, 12, que não há 'qualquer inconstitucionalidade' no Regime de Diferenciado de Contratações (RDC), aprovado recentemente para viabilizar as obras da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. 'O RDC pretende ser uma alternativa à (lei) 8.666, que não tem dado resposta rápida e eficaz. Não há nele qualquer inconstitucionalidade. Acredito que a sua prática poderá contribuir muito mais nesse processo', ressaltou a ministra, durante a abertura do Seminário de Desenvolvimento de Infraestrutura no Pós-crise, realizado no Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília.

http://em-dia-news.jusbrasil.com.br/...alidade-no-rdc





.....

I'm sorry TCE não foi dessa vez.
__________________
"O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta se imagine ser tão esperta quanto ele."
Ludwig Wittgenstein
CUIABA2014 no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 09:28 PM   #390
Ramos
Brasil-Belindia é aqui
 
Ramos's Avatar
 
Join Date: Dec 2006
Posts: 8,321
Likes (Received): 2418

Esse Sinval Barbosa é um humorista nato:

''Se fosse para executar o BRT, as obras já estariam em andamento''

É curioso que Cuiabá ficou estudando o BRT um bom tempo, aprovou essa opção, fez um projeto, e na hora H resolveu começar tudo do zero novamente, porém quer fazer um projeto de VLT em curto prazo (ou seja, nas coxas), alegando que o tempo é curto. Se houvesse alguma preocupação com o tempo, com o dinheiro empregado nas obras, com os benefícios para a cidade, essa obra já teria saído do papel.

Porém como esse VLT já nasceu errado, é necessrio que o MP, TCE,etc, mantenham uma vigilância constante para minimizar os danos ao erário, pois Cuiabá errou e ainda insiste no erro.
Ramos no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 09:41 PM   #391
FGB_curitiba
Registered User
 
FGB_curitiba's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Curitiba/Brasília
Posts: 11,224
Likes (Received): 5404

Quote:
Originally Posted by CUIABA2014 View Post
I'm sorry TCE não foi dessa vez.
O RDC é funcional no caso de obras que não necessitam de estudo de viabilidade econômica. Exemplo disso são a construção estádios (embora a viabilidade econômica devesse ser levada em conta na construção desses elefantes brancos e gordos, como são os estádios de Manaus, Natal e Cuiabá) e a remodelação de vias de tráfego.
Um sistema de transporte sobre trilhos gera um determinado custo de operação, que tem que estar definido no projeto, assim como a origem das receitas que cobrirão esses custos (seja a receita oriunda da exploração ou dos cofre públicos - subsídios).
Basicamente o TCE e mesmo o TCU (já que existem recursos da União via BNDES no projeto) podem questionar e embargar as obras caso não exista um projeto executivo prevendo esses dois itens (custos e receitas).
Sendo assim, teoricamente, não é possível contratar as obras junto com o projeto executivo, o que torna inviável a utilização do RDC na licitação do VLT.
Caso o governo do MT insista nessa modelagem, provavelmente haverá um imbróglio judicial que paralisará as obras.
FGB_curitiba no está en línea   Reply With Quote
Old September 13th, 2011, 11:48 PM   #392
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Silval corre contra o tempo para entregar projeto do VLT


Depois de conseguir o aval da presidente Dilma Rousseff (PT) para implantar o VLT em Cuiabá e Várzea Grande, o governador Silval Barbosa (PMDB) e o presidente da Agecopa, Eder Moraes, terão que correr contra o tempo para finalizar o projeto do novo sistema de transporte coletivo e a licitação para sua construção antes do final do ano, atendendo as determinações do governo federal.

Nesta segunda (12), ao anunciar oficialmente a escolha do modal, Silval adiantou que o plano gráfico do sistema ferroviário, que cortará a Capital em duas direções, deve ficar conluído até o próximo dia 20. O peemedebista revelou, no entanto, tratar-se apenas de um projeto básico.

Embora a documentação não seja totalmente detalhada, ele acredita que não terá problemas para licitar a obra, uma vez que todos os empreendimentos visando a Copa de 2014 serão encaixados no Regime Diferenciado de Contratação (RDC).


Presidente da Agecopa Eder Moraes e governador Silval Barbosa ao lado do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT)

A falta de um projeto para a implantação do VLT era o principal impasse à escolha do modal. Isso porque a Agecopa, ainda sob o comando interino do diretor de Planejamento, Yênes Magalhães, já havia apresentado à Caixa Econômica Federal o plano para instalação do BRT. Temendo que as obras não ficassem prontas até o Mundial, a presidente resistia em transferir a verba já alocada para o sistema rodoviário ao escolhido por Silval.

Além de Mato Grosso, o governo da Bahia também tentava a troca, que só foi conseguida após uma verdadeira peregrinação por vários ministérios em Brasília. Desde que assumiu o comando da autarquia, Eder vem garantindo que as obras do VLT serão entregues à tempo dos jogos.


Fonte: RD News
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 14th, 2011, 12:47 AM   #393
CUIABA2014
Veni, vidi, vici
 
CUIABA2014's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 2,760
Likes (Received): 730

Governo protocola 1º projeto de VLT na Infraero em Brasília





O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria-extraodinária de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes (Selit), protocolou na Infraero, em Brasília, na tarde desta terça-feira (13.09), o anteprojeto de adequação do VLT na área entorno do Aeroporto Internacional de Cuiabá-Várzea Grande Marechal Rondon. A Selit, dessa forma, atende as exigências da autoridade aeroportuária, e assim dá prosseguimento ao projeto de reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon. A informação é do titular da Pasta, secretário Francisco Vuolo.

O secretário explica que o projeto original previa o trânsito dos ônibus, carros, caminhões e os trens urbanos (VLT) no mesmo nível. Ou seja, os trens urbanos iriam cruzar com os veículos. Como os aeroportos são considerados áreas de segurança, a Infraero solicitou que fossem feitas adequações. O novo projeto prevê a construção de um elevado junto a rotatória do Aeroporto, evitando que os veículos cruzem com o VLT.

Francisco Vuolo ressalta que, de posse do anteprojeto do VLT, a empresa Global Engenharia, autora do projeto básico de construção e ampliação do Marechal Rondon, vai poder concluir o mesmo, dentro do prazo pré-estabelecido. Nos próximos dias, acontece em Cuiabá a segunda reunião técnica para fechar os detalhes finais entre o Governo do Estado, Infraero e a empresa Global Engenharia.

Vuolo explica que depois dessa reunião a Global vai poder concluir o projeto básico. Com o projeto básico em mãos, o Governo de Mato Grosso vai poder lançar o edital de licitação do Aeroporto Rondon, conforme o protocolo assinado entre Infraero e o Governo.

O anteprojeto protocolado na Infraero é o primeiro projeto de VLT a ser apresentado. Ele é de autoria do arquiteto Rafael Detoni Moraes, da Agecopa, está conforme as determinações do governador Silval Barbosa. Assim que o Governo optou pelo modal VLT, a Selit e Agecopa iniciaram a trabalhar nas mudanças pedidas pela Infraero. “As orientações do governador Silval Barbosa são no sentido de dar celeridade nos projetos da Copa do Mundo”, disse Vuolo.

A manutenção do calendário conveniado com a Infraero é o foco do Governo de Mato Grosso, iniciado com a construção do MOP, que deverá ser entregue ainda em novembro. O projeto de reforma e ampliação da Global Engenharia que já esta bastante avançado vai garantir que o terminal vai estar concluído para a Copa do Mundo em 2013.

A nova etapa prevê o alargamento da pista de desembarque, que deverá ter 23 metros de largura, área exclusiva para voos internacionais, pontos de freeshop, oito novos boxes, quatro esteiras modernas e mais uma quinta para desembarque internacional e a construção de estacionamento com triplo da capacidade atual.

http://www.copanopantanal.com.br/?p=...d_noticia=9867


Creditos:Secom-MT

....
__________________
"O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta se imagine ser tão esperta quanto ele."
Ludwig Wittgenstein

Last edited by CUIABA2014; September 14th, 2011 at 01:06 AM.
CUIABA2014 no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 12:09 AM   #394
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Silval assina termo para incluir VLT na Matriz da Copa




O governador Silval Barbosa (PMDB) vai assinar entre hoje e amanhã na sede da Caixa Econômica, em Brasília, um termo aditivo à Matriz de Responsabilidade do Estado para a Copa do Mundo, que foi firmada com o governo federal, incluindo o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) como o modal de transporte definido para Cuiabá.

Segundo apurou o Olhar Direto, a alteração contratual deverá ser assinada com os ministérios dos Transportes e das Cidades, responsáveis pela definição das diretrizes da Matriz de Responsabilidade.

A mudança de modal – de BRT (Bus Rapid Transport) para VLT – foi considerada uma iniciativa extremamente audaz de Silva Barbosa. Em princípio, o modal escolhido foi o BRT, contudo, o custo final desse sistema seria elevado por conta das desapropriações a serem feitas nas propriedades ao longo das avenidas atingidas.

A despeito de o governo de Mato Grosso ter escolhido o VLT como modal para Cuiabá, existem muitas controversas com relação ao custo final desse sistema, que precisará de financiamento público. Ou seja: o Estado terá que se endividar em mais R$ 1,1 bilhão.

Apesar do endividamento a ser feito, o governo aposta que o custo final do VLT sairá mais barato do que o BRT, mesmo com todas as imprecisões dos cálculos de ambos os modais.

Fonte: Olhar Direto
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 12:26 AM   #395
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

MPE diz não haver tempo hábil para obras do VLT


Integrante do Grupo de Trabalho do Ministério Público Estadual (MPE) que acompanha as obras da Copa de 2014, promotor de Justiça Clóvis de Almeida Júnior, revelou em entrevista para A Gazeta, que dados técnicos apontam para impossibilidade de execução no prazo exigido pela Fifa dos modais de transporte propostos pela administração de Mato Grosso.

Os traçados delineados pela Agência Executora da Copa, com saída do aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, com proposta de chegada ao CPAe com segundo eixo, da região do Coxipó com direção ao centro, na Prainha, simplesmente teria perdido o "time" (tempo) devido à falta de planejamento.

Por outro lado, empresários do setor garantem a execução dos 23 quilômetros das obras em 24 meses, desde que, iniciados em janeiro de 2012.

Foi emblemático ao destacar que nem mesmo o RDC (Regime Diferenciado para Contratações), que visa facilitar procedimentos relativos às licitações, poderão mudar o quadro.

"Acho que nem mesmo se houvesse o RDC não há tempo hábil. Talvez
se consiga colocar em prática um traçado mais curto, ligando o aeroporto ao centro", considerou. Chamou a atenção das autoridades envolvidas para cenário onde as prioridades da Copa deixam para segundo plano a questão do modal.

A lista dos itens exigidos pela Fifa para consolidação dos jogos traz a necessidade de projetos e obras para a Arena, centros de treinamento, aeroporto, acesso ao aeroporto e à rede hoteleira.

O MPE questiona a posição adotada pelo Executivo de dar abertura para "priorização de celeumas", como a protagonizada na audiência pública, realizada recentemente na Assembleia Legislativa, que marcou o embate entre o presidente da Agecopa, Éder Moraes e o Diretor de Infraestrutura, Carlos Brito.

A Agência também está sob o crivo do MPE. O promotor promete intervir sobre qualquer procedimento que esteja em desconformidade com a Lei 8666, a Lei das Licitações.

Se solidariza ao entendimento do procurador- geral da República, Roberto Gurgel, que ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4655) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a Lei 12.462/2011, que cria o RDC, aplicável a licitações e contratos de obras da Copa de 2014 e das Olimpíadas 2016.

Dois argumentos são destacados para o pedido de liminar para suspender a eficácia da norma até o julgamento definitivo da ação: o comprometimento ao patrimônio público e o fato de "não haver emergência" para implementação da proposta.

Clóvis acrescenta entendimento de que não se aplica a urgência em relação as obras do Mundial e das Olimpíadas já que as definições para a realização dos jogos ocorreu em período prévio. Dessa forma, teoricamente os gestores tiveram tempo hábil para se programar, o que não ocorreu.

Em consonância com posição do relator das contas da Agecopa no Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Antônio Joaquim, o promotor de Justiça avisa, num duro discurso dirigido ao Executivo, que o MP não vai permitir que nenhuma regra seja quebrada. "Vamos tomar todas as medidas necessárias para cumprimento da legislação", disse.


Fonte: Gazeta
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 01:30 AM   #396
CUIABA2014
Veni, vidi, vici
 
CUIABA2014's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 2,760
Likes (Received): 730

Caixa Econômica será único financiador do VLT em MT

De Brasília - Marcos Coutinho e Vinícius Tavares

A Caixa Econômica Federal, principal banco público do país, vai ser a única instituição a financiar as obras de implantação do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) em Cuiabá. A informação foi confirmada há pouco pelo governador Silval Barbosa (PMDB), que está em Brasília para acertar os últimos detalhes desta novela.

O governador informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a Caixa vai financiar um montante de R$ 1,152 bilhão. Os recursos serão aplicados nos processos de desapropriações de imóveis atingidos pela obra e na própria execução do empreendimento.

Nesta quinta-feira, o governador permanece em Brasília, onde assinará um termo aditivo à Matriz de Responsabilidade do Estado para a Copa do Mundo. Na próxima semana, Silval deverá apresentar no Ministério das Cidades a carta consulta emitida pela Caixa com a permissão para alteração definitiva do BRT (Bus Rapid Transit) pelo VLT.

Em princípio, havia o entendimento de que a Caixa e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) financiariam conjuntamente o VLT. O anúncio chegou a ser feito pelo presidente dfa Agecopa, Éder Moraes, durante seminário Balanço das Ações do Brasil para Copa do Mundo de 2014, que está sedo realizado no Palácio do Itamaraty, em Brasília.

A proposta inicial, segundo Éder, era de que o BNDES financiara R$ 669 milhões e a Caixa outros R$ 454,7 milhões. O presidente da Agecopa informou que a obra do VLT deve começar em março de 2012 e se encerrar em dezembro de 2013.

Atualizada às 17h32.

http://www.olhardireto.com.br/notici...m_MT&id=205142

....
__________________
"O segredo do demagogo é se fazer passar por tão estúpido quanto sua platéia, para que esta se imagine ser tão esperta quanto ele."
Ludwig Wittgenstein
CUIABA2014 no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 01:39 PM   #397
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Silval garante que obras estarão prontas no prazo, inclusive VLT



O governador Silval Barbosa garantiu nesta quarta-feira, 14, que todas as obras serão concluídas no tempo necessário e sem nenhum risco de atraso para a Copa de 2014. ELe participou do encontro "Balanço das Ações do Brasil para a Copa do Mundo FIFA 2014", realizado no auditório do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília. Todas as cidades-sedes de jogos da Copa do Mundo de 2014 expuseram os seus projetos e o andamento de todas as obras de estádios de futebol e da mobilidade urbana.

Todas as obras para a Copa do Mundo ficarão completamente prontas para a realização da Copa de 2014, em Cuiabá, sendo que a Arena Pantanal ficará pronta no fim de 2012" - disse o governador. A avaliação final de Silval é a de que Cuiabá está na mesma média das demais cidades, muitas das quais ainda têm muitos projetos fundamentais em fase de estudos.

Silval fez breve relato da situação de Cuiabá, mas encarregou o presidente da Agecopa, Eder Moraes, de fazer a apresentação exigida no encontro, coordenado pelo ministro dos Esportes, Orlando Silva. Participaram ainda da coordenação a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, os ministros das Cidades, Mário Negromonte, e o dos Portos, Lêonidas Cristino.

Eder Moraes apontou a situação de andamento das obras da Arena Pantanal e do Corredor Mário Andreazza, que interliga os sistemas de transportes entre Cuiabá e Várzea Grande. Relatou, também, que o Ministério das Cidades está finalizando ainda nesta semana a validação da Matriz de Responsabilidade, dentro da qual está a mudança do sistema de transportes de BRT para VLT.

A chamada matriz de responsabilidade é um compromisso assinado entre o Governo Federal, validado pelo Ministério das Cidades, e o Governo de Mato Grosso compreendendo as obras prioritárias e indispensáveis para a realização da Copa do Mundo - o estádio e a mobilidade urbana.

Tão logo o Ministério das Cidades libere a validação da mudança no sistema da mobilidade, prevista para esta semana, o governador Silval Barbosa assinará o termo da Matriz de Responsabilidade e a entregará à Caixa Econômica Federal junto com carta-consulta formalizando o pedido de financiamento de R$ 1,152 bilhão, centralizando na Caixa o valor final em dois contratos (R$ 423 milhões) um programa para o VLT, e R$ 729 milhões noutro programa para financiar a contrapartida do Governo do Estado no modal.


Fonte: 24H News
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 01:43 PM   #398
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Caixa vai financiar R$ 1,152 bilhão para VLT em Cuiabá




O Governo de Mato Grosso conquistou importantes vitórias em Brasília, o que deverá ser essencial para que hoje esteja definitivamente solucionada a mudança da matriz de responsabilidade das obras da Copa do Mundo de 2014. A primeira grande notícia foi que a Caixa Econômica Federal (CEF) será a financiadora das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) até o montante de R$ 1,152 bilhão, valores estes estimados e que não deverão ser confirmados já que, após a concorrência internacional, o governador Silval Barbosa acredita que este valor será reduzido em até 30%.

Silval Barbosa revelou nesta quarta-feira (15), em Brasilia, que o Ministério das Cidades finaliza, ainda nesta semana, a validação da matriz de responsabilidade, dentro da qual está a mudança do sistema de transportes de BRT (Bus Rapid Transit) para VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). O sistema é alternativa que o Governo do Estado escolheu, no contexto do transporte coletivo na Grande Cuiabá (Capital e Várzea Grande), para a Copa do Mundo de 2014.

A chamada matriz de responsabilidade é um compromisso assinado entre o Governo Federal, validado pelo Ministério das Cidades, e o Governo de Mato Grosso, compreendendo as obras prioritárias e indispensáveis para a realização da Copa do Mundo - a Arena Pantanal (novo estádio Verdão) e a Mobilidade Urbana (infraestrutura viária).

Tão logo o Ministério das Cidades libere a validação da mudança no sistema da mobilidade, prevista para esta semana, o governador Silval Barbosa assinará o termo da matriz de responsabilidade.

O documento será entregue à Caixa Econômica Federal, junto com carta-consulta formalizando o pedido de financiamento de R$ 1,152 bilhão, centralizando na instituição o valor final em dois contratos (R$ 423 milhões) um programa para o VLT, e R$ 729 milhões noutro programa para financiar a contrapartida do Governo do Estado no modal.

Balanço das obras

De outro lado, o governador Silval Barbosa afirmou que Cuiabá está na mesma média das demais cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014, muitas das quais ainda têm muitos projetos fundamentais em fase de estudos.

Silval participou do encontro "Balanço das Ações do Brasil para a Copa do Mundo Fifa 2014", realizado no auditório do Ministério das Relações Exteriores, em Brasília.

Representantes das 12 cidades que vão sediar jogos do Mundial expuseram os seus projetos e o andamento de todas as obras de estádios de futebol e da mobilidade urbana.

Silval garantiu, na sua apresentação, que todas as obras serão concluídas no tempo necessário e sem nenhum risco de atraso para a Copa. Ele participou da mesa do encontro representando os Estados que possuem cidades-sede e fez breve relato da situação de Cuiabá, mas encarregou o presidente da Agecopa, Eder Moraes, de fazer a apresentação exigida no encontro, coordenado pelo ministro dos Esportes, Orlando Silva.

Participaram ainda da coordenação a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, os ministros das Cidades, Mário Negromonte, e o dos Portos, Lêonidas Cristino.

Eder Moraes apontou a situação de andamento das obras da Arena Pantanal e do Corredor Mário Andreazza, que interliga os sistemas de transportes entre Cuiabá e Várzea Grande.


Fonte: Midianews/Copa no Pantanal
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 01:46 PM   #399
igor_carlos
GASPARETOUR.COM
 
igor_carlos's Avatar
 
Join Date: Jul 2009
Location: Dublin( ) Cuiaba(X) Nagoya( )
Posts: 8,259
Likes (Received): 670

Desapropriações: Decreto para uso com VLT é elaborado



A Agência Executora das Obras para a Copa de 2014 já elabora o decreto declarando de utilidade pública as áreas por onde vão passar o sistema modal Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). A informação foi dada ontem pelo secretário-extraordinário de Apoio às Ações do Mundial, Djalma Sabo Mendes.

“Conversei com o presidente da Agecopa, Éder Moraes, e o decreto de utilidade pública já está sendo preparado. Aguardamos o projeto definitivo, que será publicado no Diário Oficial, para iniciarmos os trabalhos de medições”, informou.

Anteontem, o governo protocolou na Infraero, em Brasília, o anteprojeto de adequação do VLT na área do entorno do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. O Estado estima uma redução de 90% no número de desapropriações com o VLT em relação ao projeto do sistema BRT (ônibus com canaleta exclusiva).

Djalma Mendes informou ainda que a Secretaria de Apoio recebeu os primeiros laudos de avaliação dos 330 imóveis a serem desapropriados ao longo da avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, e uma equipe composta por engenheiros e arquitetos trabalha nos cálculos dos valores. “Os laudos passam por análise da Comissão de Avaliação e Homologação”, frisou.

No momento, a prioridade tem sido as obras de desbloqueio, que já contam com 93 laudos em fase de conclusão. Conforme Mendes, nas cinco avenidas ou ruas onde estão sendo ou serão realizadas as obras de desbloqueios está previsto o investimento de R$ 14,3 milhões em indenizações aos proprietários. Este valor será empregado para as desapropriações nas avenidas Jurumirim, Juliano Costa Marques, Senegal - as três ficam na região do Grande CPA - e na rua Barão de Melgaço, no Porto, e Mangueira, no Coxipó.

Na Miguel Sutil o montante a ser pago ainda não foi definido. Na avenida está prevista a construção de um viaduto no trevo de acesso ao bairro Despraiado e trincheiras nas rotatórias de acesso ao Verdão, Santa Rosa e nas avenidas Gonçalo Antunes (antiga Jurumirim) e Dante de Oliveira (dos Trabalhadores).

Entre a Miguel Sutil e as cinco vias estão previstas 434 desapropriações. Apenas na Barão de Melgaço, entre a Miguel Sutil e o córrego Oito de Março, são 25 donos de imóveis a serem indenizados. No local, o valor é da ordem de R$ 3,3 milhões.

A indenização é calculada levando-se em consideração o valor de mercado, e não pelo custo venal do imóvel. Se o proprietário do imóvel discordar do valor, o Estado ingressa com a ação judicial em que será discutido o valor da indenização.


Fonte: Diário de Cuiabá
igor_carlos no está en línea   Reply With Quote
Old September 15th, 2011, 04:44 PM   #400
paulo lima
Luta para o Trem-Bala
 
paulo lima's Avatar
 
Join Date: Sep 2009
Location: Campinas-SP
Posts: 2,826
Likes (Received): 254


So um resumo das minhas palavras de todas Noticias que ja li


Espero que tudo der certo e corram contra o tempo, se pelo menos as obras iniciarem e sem ter risco de Embargar(e o meu medo), dai ja fico aliviado.

A minha preocupaçao e, enquanto nao correrem contra o tempo, os Promotores, Politicos contra o VLT, Urbanistas Anti-VLT, Ambientalistas e ate Donos de Empresas de ônibus(que lutam pelo BRT). Eles vao acabar entrando com ação no MP, para impedir de vez que o VLT saia do Papel e que voltem com o BRT. Isso e minha preocupaçao e nisso todos que foram a favor do VLT (como eu) temos que ficar esperto e de olho que o Projeto nao pare contra o tempo, para que inicie logo as obras.
Espero que tudo der certo e nada pare no caminho

Last edited by paulo lima; September 15th, 2011 at 06:46 PM.
paulo lima no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
cuiabá

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 08:02 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu