daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old January 27th, 2012, 06:17 PM   #101
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Quote:
Originally Posted by Lemao View Post
Licitação de ônibus será mudada

Prefeitura acata pedidos feitos pelo TCE e deve publicar novo edital; concorrência terá 30 dias

Um dia após o TCE (Tribunal de Contas do Estado) publicar a suspensão da licitação do transporte público de Ribeirão Preto, a prefeitura definiu não recorrer da decisão e já prepara um novo edital para abrir novamente a concorrência. A suspensão ocorreu porque duas empresas apontaram cláusulas restritivas, que terão de ser modificadas.

O novo edital deve ser publicado já na próxima semana. A partir da publicação, a concorrência fica aberta por 30 dias. A concessionária que ficará a cargo do serviço de transporte público deve ser conhecida no início de março.

A estratégia de não recorrer ao TCE já havia sido levantada pelo secretário da Administração, Marco Antônio dos Santos, que apontava que um novo processo seria mais rápido que uma possível decisão favorável do tribunal. Ontem, a prefeitura anunciou que fará um novo edital, por meio de nota oficial.


Ônibus trafegam por Ribeirão Preto: licitação para concessão do serviço será refeita para evitar demora no Tribunal de Contas

Com a decisão, a prefeitura vai modificar cláusulas de garantias econômicas que estavam no antigo certame. As empresas Viação Paraty, da cidade de Ibaté (região de São Carlos), e a Circular Santa Luzia, de São José do Rio Preto, questionam restrições como a exigência de patrimônio, que deveria ser igual a 51,2% do valor do investimento necessário para implantar o novo sistema de transporte em Ribeirão - R$ 131,4 milhões. Com isso, a empresa deveria ter patrimônio de mais de R$ 67 milhões. Agora, a exigência deve ser reduzida para 10%.

Além disso, as empresas alegam que a garantia de participação não poderia ser superior a 1% do valor dos investimento. O edital pedia 17% (R$ 22,4 milhões) e também terá de ser modificado. O tribunal ainda acatou a representação das empresas referente à garantia de execução contratual, que chegava a R$112 milhões, o equivalente a quase 85% dos investimentos previstos, quando não poderia superar 5%.

Contrato passa de R$ 2 bi

O valor global da licitação do transporte público em Ribeirão Preto supera a casa dos R$ 2,2 bilhões. O contrato terá 20 anos e poderá ser renovado pelo mesmo período, se as duas partes estiverem de acordo. A concorrência seria encerrada hoje, quandos os envelopes seriam abertos. A prefeitura não divulgou quantas empresas ou consórcios estariam na disputa.

A concessionária terá de fazer um investimento de R$ 131 milhões no período de contrato. A outorga será de R$ 29,4 milhões. As principais novidades do novo sistema será a instalação de terminais urbanos e miniestações em bairros da cidade, construções que terão início apenas em 2013. O maior terminal será na Jerônimo Gonçalves e deve custar quase R$ 8 milhões.

http://www.jornalacidade.com.br/edit...ra-mudada.html
Quote:
Originally Posted by Lemao View Post
Pensando em um lado mais pragmático, foi o melhor a ser feito, assim pelo menos evita pendengas judiciais, que poderia arrastar o processo por anos.
Parabéns ao Secretário da Administração Marco Antônio dos Santos que mostrou eficiência e agilidade neste processo.

Alguém de Rio Preto ou de Ibaté/São Carlos podem nos falar sobre estas empresas (Santa Luzia e Paraty)?

Last edited by Andre_RP; January 28th, 2012 at 05:48 AM.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old February 4th, 2012, 05:53 PM   #102
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Obras de viaduto na Henry Nestlé alteram trânsito na Zona Leste

Construção de viaduto começou em 16 de janeiro. Itinerários dos ônibus também foram mudados.


Legenda=Vermelho: Viaduto/Verde:Atacadão/Azul: Nestlé

O trânsito próximo a obra do viaduto que vai ligar as avenidas Guadalajara e Henri Nestlé será desviado a partir desta quarta-feira (1), em Ribeirão Preto. Além dos desvios, os itinerários dos ônibus que passam nos bairros Vila Abranches, Jardim Interlagos, Jardim Juliana e Parque dos Servidores, na zona Leste da cidade também serão alterados.

Nesta etapa da obra, a avenida Guadalajara fica interditada e os veículos que vêm da Avenida Presidente Kennedy, com destino aos bairros da zona Leste da cidade devem contornar a rotatória da praça Winston Churchil, entrar na Avenida Antonio Gomes da Silva Junior, podendo ir até o final da mesma para acessar a Avenida Barão do Bananal, ou entrar à direita na Rua Luis Falini e novamente à direita na Rua A. Faria Chaves, seguindo até a marginal da Anhanguera, virando à esquerda até a rotatória de passagem sobre a rodovia.

Para os motoristas que chegam pela Via Anhanguera e precisam acessar a Avenida Presidente Kennedy, a opção é pela Avenida Barão do Bananal, entrando à esquerda na Avenida Antonio Gomes da Silva Junior, indo até a rotatória da praça Winston Churchil. Pela mesma rota, podem ser acessados os bairros Lagoinha, área industrial Lagoinha e a marginal da Castelo Branco que dá acesso ao centro da cidade ou a rotatória da Via Anhanguera pela Avenida Castelo Branco.

A Avenida Presidente Kennedy também pode ser acessada pela Rua Abdo Calil, entrando pela Avenida Antonio Gomes da Silva Junior, realizando o retorno no canteiro central e indo até a rotatória da praça Winston Churchil.

Confira os novos trajetos dos ônibus:

Sentido Centro/Bairro
Linhas: 137 - Lagoinha - Ipiranga, 430 - Jardim Juliana e 830 - Parque dos Servidores.
Normal até a rotatória da Praça Winston Churchil, seguindo por esta até a Avenida Antonio Gomes da Silva, Avenida Antonio Gomes da Silva, Rua Izaura Junqueira, Rua Edson Souto, Rua Giovani Rinaldo Bigal, retomando ai seu itinerário normal.

Sentido Bairro/Centro
Linhas: 237 - Vila Abranches - Ipiranga.
Normal até a Rua Giovani Rinaldo Bigal, seguindo pela Rua Edson Souto, Rua Izaura Junqueira, Avenida Antonio Gomes da Silva (pista centro-bairro), 2º retorno, Avenida Antonio Gomes da Silva (pista bairro-centro), rotatória da Praça Winston Churchil, retomando ai seu itinerário normal.

403- Parque São Sebastião e 730 - Parque Portinari
Normal até a Rua Giovani Rinaldo Bigal, seguindo pela Rua Edson Souto, Rua Izaura Junqueira, Avenida Antonio Gomes da Silva (pista centro-bairro), 1º retorno, Avenida Antonio Gomes da Silva (pista bairro-centro), rotatória da Praça Winston Churchil, retomando ai seu itinerário normal.

As obras

Orçado em R$ 23 milhões, o viaduto terá a extensão de 230 metros e será implantado sobre a Rodovia Anhanguera, na altura do Km 309. Nos arredores da via, existem cerca de 80 mil moradores e a expectativa é que 10 mil passem pelo local diariamente.

O projeto, que é de responsabilidade da concessionária Autovias, prevê faixas de ciclovia e passeio e deve facilitar o deslocamento entre bairros das regiões Leste e Oeste do município.

Danos

Em outubro do ano passado, A prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, culpou o governo do Estado de São Paulo por danos causados pelas chuvas na obra de duplicação da Avenida Henri Nestlé, zona Leste da cidade. Segundo ela, a falta de “agilidade” provocou perda de parte do que havia sido feito no local. Ela informou que o asfalto afundou na região mais baixa da obra devido à quantidade de água que corre embaixo da rodovia.

“A prefeitura não pode sem o acompanhamento do Estado passar uma obra por debaixo da Anhanguera. Isso está acontecendo 100% por falta de agilidade do governo do Estado de São Paulo, que tem atrasado com relação a questão de documentação e, principalmente, com o compromisso que ele fez com o povo com relação ao viaduto e a obra da Henri Nestlé”, afirmou.

Ainda, de acordo com a prefeita, desde março ela vem buscando uma autorização para a prefeitura fazer a transposição de água e a obra só poderia continuar com tal documento. “Fui a São Paulo quatro vezes buscar a documentação. O que o governo do Estado deveria ter feito era mandar um técnico da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) aqui e que desse a autorização naquela época”, declara.

Outro lado

Na época, a assessoria de imprensa da Artesp informou que autorizou a construção de uma galeria de água pluvial com 1,8 metro de diâmetro sob a Rodovia Anhanguera, no dia 14 de setembro.

Parceria

De acordo com a prefeita, a parceria assinada em 17 de fevereiro determinava que a prefeitura faria a duplicação da avenida, a ciclovia, o paisagismo e 2 km de galeria da água que desce de dois bairros. Já o governo do Estado faria o viaduto, as alças de acesso, a iluminação e a passarela, além de dar a autorização para a transposição da água.

EPTV

Last edited by Andre_RP; February 4th, 2012 at 05:59 PM.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old February 10th, 2012, 07:07 PM   #103
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Promessa de Dárcy, isenção para estudantes pode sair só em setembro

Previsão inicial era dar passe livre até o início do segundo semestre


Estudantes tomam ônibus em Ribeirão Preto: passe livre para alunos da rede municipal de ensino deve vir depois do planejado

Anunciada com muita festa para o fim do primeiro semestre deste ano, a isenção de passagem no transporte público municipal para os quase 100 mil estudantes da rede pública de Ribeirão Preto pode sair do papel apenas em setembro, um mês antes das eleições. A empresa vencedora, que será conhecida no dia 7 de março, terá 180 dias para implantar o novo sistema de transporte, prazo que só começa a valer na assinatura do contrato.

O fato ocorre porque a primeira licitação, que seria encerrada no dia 27 de janeiro, foi suspensa dias antes pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontou cláusulas restritivas após representação de duas empresas. A prefeitura preferiu não recorrer da decisão para ganhar tempo, mas, mesmo assim, o atraso deve impedir que estudantes tenham o benefício à disposição após o recesso escolar do meio do ano - as aulas retornam no dia 23 de julho.

O superintendente da Transerp, Willian Latuf, reconheceu ontem que o atraso deve ocorrer, mas não quis falar em data. Segundo ele, tudo depende da empresa ou consórcio que vencer. Se as empresas que fazem o transporte atualmente vencerem, o processo deve ser mais rápido.

"O sistema [de bilhetagem eletrônica] é das empresas", diz. Se uma empresa ou consórcio de fora vencer, um novo sistema será elaborado com o benefício.

Preocupação

O representante da União Estudantil do Estado de São Paulo, Fábio Sardinha, diz que a preocupação com o atraso é grande entre a classe, mas que ainda não foi informado sobre uma possível data.
"A prefeita prometeu que, no segundo semestre, os estudantes não pagariam. Tenho isso gravado, mas não sabemos quando será possível", diz.

Projeto custará R$ 6 milhões no primeiro ano

Dar passe livre para os 100 mil estudantes da rede pública vai custar R$ 6 milhões à futura concessionária. A partir do segundo ano, o custo será pago por um fundo estudantil. A licitação do transporte coletivo era exigência do Ministério Público, que contestava a legalidade da concessão firmada 1999, com validade até 2014. Um acordo judicial foi feito em 2010.

Para pagar o passe livre, a prefeitura aumentou o valor da outorga das empresas. O custo para explorar o serviço será de pouco mais de R$ 29 milhões. A expectativa era que o valor fosse de R$ 24 milhões. Em 20 anos de contrato, a empresa terá de investir R$ 131 milhões em Ribeirão.

Fonte
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2012, 03:27 AM   #104
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Próxima quarta-feira (07/03) saberemos finalmente quais as empresas/consórcios vencedores.

Ansioso pra saber os novos consórcios/empresas vencedoras dessa que promete ser a melhor licitação de todos os tempos.

Last edited by Andre_RP; March 2nd, 2012 at 10:26 PM.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 7th, 2012, 05:09 AM   #105
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Licitação do transporte público tem dez interessados

Empresas visitaram Ribeirão Preto para conhecer o sistema atual e as propostas do novo modelo

Dez empresas mostraram interesse em participar do processo licitatório aberto pela Prefeitura de Ribeirão Preto para o transporte coletivo urbano. Todas fizeram visitas técnicas, conforme dias agendados pela Transerp, para que pudessem conhecer o sistema atual e as propostas do novo modelo.

Além das três concessionárias que já prestam o serviço na cidade, outros empresários do setor de transporte da região, com sede em Sertãozinho, São Carlos e Araraquara, por exemplo, estão de olho no certame. Uma empresa de Recife (PE) também demonstrou interesse em concorrer.

A empresa vencedora vai operar o serviço pelo prazo de 20 anos. Em contrapartida, terá de investir recursos na ordem de R$ 131,4 milhões. O superintendente da Transerp, William Latuf, explica que a visita técnica oferece condições para que as interessadas possam conhecer o sistema e elaborar sua proposta. Outras candidatas ainda podem agendar suas visitas até o dia 2 de março.

Segundo Latuf, técnicos da Transerp mostram para os candidatos os principais corredores de ônibus existentes, além dos pontos de embarque e desembarque. "Percorremos a cidade para mostrar todo o sistema atual. Tudo ocorre dentro do cronograma e Ribeirão terá um novo modelo de transporte público", diz. As três concessionárias atuais - Rápido D’Oeste, Turb e Transcorp - exploram o serviço deste 1984.

Pelo menor preço
A abertura dos envelopes da nova licitação ocorre no dia 7 de março. Essa é uma nova data fixada pela administração da prefeita Dárcy Vera (PSD), depois que o processo licitatório foi suspenso em janeiro. Pelos critérios, vencerá a concorrência pública a empresa que oferecer o menor valor da tarifa básica. O cálculo preliminar da prefeitura estima o preço em torno de R$ 2,75 para o primeiro ano.

Detalhado, o edital traz todas as diretrizes envolvendo as exigências de investimentos e as estratégias de operação do novo sistema coletivo. A implantação deve começar em seis meses e ser concluída em 30 meses.

Fonte
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 02:36 AM   #106
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Três consórcios de empresas apresentam propostas para a licitação do transporte coletivo urbano

A abertura dos envelopes contendo a documentação das empresas aconteceu nesta quarta-feira, na Secretaria de Administração

A Prefeitura de Ribeirão Preto promoveu nesta quarta-feira, 7 de março, na Secretaria da Administração, a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas no processo licitatório do transporte coletivo urbano da cidade.

Três consórcios de empresas apresentaram documentação exigida para a participação na licitação:
  1. Consórcio Pró Urbano, formado pelas empresas Rápido D’Oeste, Turb Transporte Urbano, Transcorp, de Ribeirão Preto e Sertran Sertãozinho Transporte e Serviços;
  2. Consórcio de Transportes Alta Mogiana, formado pelas empresas Circular Santa Luzia Ltda., de São José do Rio Preto, e Auto Viação Urubupungá Ltda., de Osasco,
  3. Consórcio Tropical, das empresas Viação Piracema de Transporte de Piracicaba, e a AETUP (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano e Suburbano de Passageiros Piracicaba).

Nos próximos dias a Comissão Municipal de Licitação publicará, no Diário Oficial do Município, o julgamento da fase de habilitação das empresas participantes do processo licitatório. “A Comissão fará uma análise documental e em seguida divulgará o resultado do julgamento. Caso não ocorra nenhuma manifestação dos consórcios, daremos continuidade marcando a data para a abertura dos envelopes correspondentes às propostas de preços”, explica o presidente da Comissão Municipal de Licitação, Paulo Muniz.

O consórcio vencedor da Licitação do Transporte Coletivo Urbano de Ribeirão Preto terá prazo máximo de 180 dias para iniciar a operação do novo sistema.

De acordo com o diretor superintendente da Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, William Latuf, a cidade passa por um momento muito importante. “A última licitação do transporte coletivo aconteceu em 1984 e o nosso objetivo é melhorar a qualidade e desempenho do serviço proporcionando qualidades adequadas para sua utilização”.

Várias mudanças acontecerão ao longo do período de implantação do novo sistema de transporte, após a licitação.

Os envelopes com a documentação das empresas já foram abertos.

O que muda com a implantação da nova rede de transporte coletivo:

· Concessão da gratuidade para estudantes das redes municipal e estadual de Educação;

· Implantação de tarifa única;

· Retorno do cobrador nas estações de embarques;

· Ampliação de frota em diversas linhas;

· Criação de sete linhas novas;

· Criação de 4 (quatro) corredores diametrais;

· Criação de duas linhas Circulares;

· Criação de duas linhas Perimetrais;

· Criação e adequação de linhas alimentadoras (Leva e Traz), com ampliação dos seus quadros de horários;

· Utilização de ônibus zero quilômetro, com sistema de ar forçado, três portas largas, sendo uma delas com elevador para usuários de cadeira de rodas, com destaque para os do tipo padron, nas linhas estruturais, com maior capacidade, conforto e segurança;

· Construção de dois 2 (dois) terminais na Área Central;

· Construção de 8 (oito) estações de integração nos bairros;

· Implantação de 40 km de corredores estruturais;

· Controle da operação através de sistema de monitoramento remoto, por GPS, e da instalação de câmeras em toda a frota e nos terminais;

· Implantação de sistema de informação ao passageiro (SIP), promovendo ampla divulgação da rede de transporte através de diversos meios de comunicação com os usuários;

· Melhoria das facilidades de acesso e de utilização dos cartões eletrônicos mediante a ampliação do número de lojas de atendimento e dos postos de recarga;

· Atendimento qualificado para os passageiros preferenciais, contemplando criação de código de conduta, treinamento periódico para os operadores, campanhas de esclarecimento à população, identificação dos assentos e sistema de identificação das linhas para deficientes visuais;

· Implantação do novo regulamento do transporte coletivo, como importante instrumento de gestão;

· Criação de sistema de indicadores e metas para monitoramento da qualidade do serviço prestado.


Última licitação do transporte coletivo aconteceu em 1984.

Fonte

Last edited by Andre_RP; March 8th, 2012 at 04:38 AM.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 02:49 PM   #107
Marcel Nasto
Registered User
 
Marcel Nasto's Avatar
 
Join Date: Mar 2012
Location: Ribeirão Preto/SP
Posts: 37
Likes (Received): 2

Boa notícia André! creio que essas mudanças vão ajudar a melhorar a situação do transporte público de Ribeirão, que vem piorando a cada ano....como já disseram aqui, eu costumava andar muito de ônibus, porém, agora só ando de carro, e muitos fazem o mesmo, o que vem causando vários problemas de congestionamento em toda cidade, vamos torcer para que esse grandioso projeto seja efetivado o quanto antes!
Marcel Nasto no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 03:14 PM   #108
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

O projeto é bem abrangente, uma forma da Prefeitura recuperar todo o tempo perdido. Em 6 meses já começaremos ver as obras e as mudanças.

Seja bem-vindo ao SSC Marcel!
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 03:35 PM   #109
Lemao
Registered User
 
Lemao's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Ribeirão Preto/SP-São Paulo/SP
Posts: 1,255
Likes (Received): 341

Boas atualizações André, valeu ter postado, espero que agora a realidade do transporte público em Ribeirão comece a mudar. Eu tb depois que tirei carta de motorista nunca mais peguei um ônibus, pegava muito na época de colegial e cursinho. Será um grande feito se agora mesmo tendo a opção do carro o ônibus se mostrar uma opção interessante, nem que seja em alguns trajetos.
Lemao no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 03:49 PM   #110
Marcel Nasto
Registered User
 
Marcel Nasto's Avatar
 
Join Date: Mar 2012
Location: Ribeirão Preto/SP
Posts: 37
Likes (Received): 2

Quote:
Originally Posted by Andre_RP View Post
O projeto é bem abrangente, uma forma da Prefeitura recuperar todo o tempo perdido. Em 6 meses já começaremos ver as obras e as mudanças.

Seja bem-vindo ao SSC Marcel!
OBRIGADO ANDRÉ, ESTOU APRENDENDO AINDA, MAS EU CHEGO LÁ! ABRAÇOS.
Marcel Nasto no está en línea   Reply With Quote
Old March 8th, 2012, 07:08 PM   #111
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Repercussão na Imprensa, comentário de Roberto Ribeiro, vídeo muito pertinente e interessante:

http://www.jornaldaclube.com.br/vide...etivo-de-rp-de

Fonte
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 17th, 2012, 05:39 AM   #112
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Abertas as propostas comerciais da licitação do transporte coletivo urbano de Ribeirão Preto

Três consórcios de empresas participam do processo licitatório. A partir de agora a Comissão de Licitação analisa as propostas e o resultado deve sair em uma semana


O consórcio vencedor da licitação deve ser conhecido em uma semana

Os envelopes contendo as propostas comerciais dos consórcios que participam da licitação do transporte coletivo urbano de Ribeirão Preto foram abertos nesta sexta-feira, 16 de março, na Secretaria Municipal da Administração.

Nessa fase as empresas participantes apresentam o preço da tarifa única do transporte público que será cobrado dos usuários de ônibus a partir de janeiro de 2013. O Consórcio Pró Urbano, formado pelas empresas Rápido D’Oeste, Turb Transporte Urbano, Transcorp, de Ribeirão Preto e Sertran Sertãozinho Transporte e Serviços; apresentou preço de R$ 2,7481. O Consórcio de Transportes Alta Mogiana, formado pelas empresas Circular Santa Luzia Ltda., de São José do Rio Preto, e Auto Viação Urubupungá Ltda., de Osasco, apresentou preço de R$ 2,7518 e o Consórcio Tropical, das empresas Viação Piracema de Transporte de Piracicaba, e a AETUP (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano e Suburbano de Passageiros Piracicaba), apresentou valor de R$ 2,7560.

Com as propostas em mãos, os membros da Comissão Municipal de Licitação analisam cada uma detalhadamente. “A Comissão agora vai analisar qual proposta atende melhor o Edital para contratação do consórcio que irá explorar o transporte coletivo”, explica o presidente da Comissão Municipal de Licitação, Paulo Muniz.

O resultado, contendo o nome do Consórcio vencedor do processo licitatório, deve ser publicado no Diário Oficial do Município em uma semana e a partir daí ele terá prazo máximo de 180 dias para iniciar a operação do novo sistema.

A última licitação do transporte coletivo urbano de Ribeirão Preto aconteceu em 1984 e várias mudanças acontecerão ao longo do período de implantação do novo sistema de transporte, após a licitação. “Este é um momento histórico para Ribeirão Preto. Após quase 30 anos a cidade passa por um processo de licitação do transporte, que levará o que há de melhor e mais moderno ao usuário de ônibus”, afirma a prefeita Dárcy Vera.

Melhorias já implantadas -A atual Administração Municipal, por intermédio da Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, tem realizado um grande esforço de gestão com vistas à melhora do transporte coletivo.

A ampliação da frota de ônibus dotados de plataforma elevadiça para o transporte de usuários de cadeira de rodas está entre as melhorias já realizadas. Desde março de 2009, foram adquiridos e disponibilizados, pelas empresas permissionárias, 111 (cento e onze) veículos, perfazendo o total de 118 (cento e dezoito), ou seja, um aumento de 16 vezes em relação à frota existente em 2008, representando 36,5% da frota atual de 323 ônibus a serviço do transporte coletivo urbano, operando em 86 linhas que atendem todos os setores da cidade, com pelo menos uma linha em cada setor.

“Vale acrescentar que, no âmbito do projeto básico da nova rede de transporte coletivo, que está sendo licitado, há exigência de que toda a frota de ônibus urbanos seja adaptada, antecipando-se, pois, o prazo estabelecido pelo Decreto Federal nº 5.296/2004, que é dezembro de 2014”, comenta o diretor superintendente da Transerp, William Latuf.

Outra melhoria, concluída em março de 2011, foi a instalação de 200 novos abrigos metálicos instalados em todas as regiões da cidade, observando-se os critérios da concentração de embarque de passageiros nos pontos de parada, além das condições e características físicas do local para acomodação do abrigo. Além da instalação dos novos abrigos, também houve a reforma de 220 abrigos metálicos instalados por toda a cidade.

Fonte
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 17th, 2012, 07:52 PM   #113
Rodalvesdepaula
Registered User
 
Rodalvesdepaula's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Sorocaba (SP)/Curitiba (PR), Brazil
Posts: 25,194
Likes (Received): 7163

A Passaredo vai cair fora do sistema de transporte de RP?
__________________
Rodalvesdepaula no está en línea   Reply With Quote
Old March 17th, 2012, 08:59 PM   #114
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Quote:
Originally Posted by Rodalvesdepaula View Post
A Passaredo vai cair fora do sistema de transporte de RP?
Rodalves, tudo indica que o Consórcio vencedor seja o Pro-Urbano, que a Transcorp (Passaredo) participa.

Posso estar enganado, mas li algo sobre o grupo Niff (da Rápido d'Oeste) ter adquirido a Transcorp.. Sabe de algo?

Last edited by Andre_RP; March 17th, 2012 at 09:08 PM.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 17th, 2012, 09:06 PM   #115
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Transporte coletivo deve ficar com mesmo grupo em Ribeirão

Consórcio formado pelas três empresas atuais e uma de Sertãozinho apresenta melhor proposta em licitação


Abertura dos envelopes ocorreu na manhã desta sexta-feira
O Consórcio Pró-Urbano, composto pelas atuais empresas de transporte coletivo urbano de Ribeirão e mais a Sertran, de Sertãozinho, apresentou a menor proposta de tarifa, de R$ 2,7481, para operar o serviço em Ribeirão Preto pelos próximos 20 anos.

Já outros dois consórcios participantes da licitação - o Transporte Alta Mogiana e o Tropical - ofereceram R$ 2,7518 e R$ 2,7560, respectivamente.

A proposta vencedora ficou um pouco abaixo do valor de referência da tarifa básica calculada pela Prefeitura (R$ 2,7564).

A abertura dos envelopes com as propostas aconteceu nesta sexta-feira (16), na Secretaria de Administração. Nos próximos dias, a prefeitura avaliará a documentação das empresas para confirmar a permissão. Caso seja homologado o grupo ribeirão-pretano como vencedor, as empresas Turb, Rápido D´Oeste, Transcorp, e Sertran terão de investir R$ 131 milhões na rede de transporte coletivo.

Logo nos primeiros anos, o consórcio terá de construir duas estações no Centro. Uma delas, a da Catedral será modular, assim como as existentes em Curitiba. Além disso, haverá oito terminais em várias regiões da cidade. O novo sistema de transporte também acabará com a tarifa integrada - o valor será o mesmo da simples.

Trâmite da concorrência

O presidente da Comissão de Licitações, Paulo Ferreira Muniz, explica que os valores ofertados serão analisados. O objetivo é averiguar se os consórcios têm condições para operar o serviço dentro da tarifa proposta. "Fizemos a abertura das propostas e agora vamos analisar se o valor é exequível ou não", afirma.

Se o consórcio Pró-Urbano for dado como vencedor do certame, abre-se em seguida um prazo de cinco dias para o recurso dos outros candidatos. É dado ainda um prazo para contra recurso. "Se não houver qualquer recurso, o secretário de Administração homologa todos os atos da comissão para depois assinar o contrato", afirmou.


Fonte
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 17th, 2012, 11:53 PM   #116
Rodalvesdepaula
Registered User
 
Rodalvesdepaula's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Sorocaba (SP)/Curitiba (PR), Brazil
Posts: 25,194
Likes (Received): 7163

Quote:
Originally Posted by Andre_RP View Post
Rodalves, tudo indica que o Consórcio vencedor seja o Pro-Urbano, que a Transcorp (Passaredo) participa.

Posso estar enganado, mas li algo sobre o grupo Niff (da Rápido d'Oeste) ter adquirido a Transcorp.. Sabe de algo?
Ainda não, cara. Mas, que a Passaredo está investindo mais no seu setor aéreo, isto é verdade; ela acaba de comprar alguns ATR zero-quilômetro, algo que ela nunca fez.
__________________
Rodalvesdepaula no está en línea   Reply With Quote
Old March 18th, 2012, 12:19 AM   #117
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Realmente estão investindo pesado no aéreo. Vou fazer entrevista lá essa semana.

Apesar da frota urbana sucateada, a Transcorp fez no último mês a melhor renovação nesses quase 30 anos de concessão. Sveltos com chassi Volvo B270F. Veremos daqui pra frente.





Fonte: onibusbrasil.com
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote
Old March 30th, 2012, 04:49 AM   #118
João86
Registered User
 
João86's Avatar
 
Join Date: Feb 2012
Location: Ribeirão Preto
Posts: 157
Likes (Received): 8

Quote:
Originally Posted by Rodalvesdepaula View Post
Ainda não, cara. Mas, que a Passaredo está investindo mais no seu setor aéreo, isto é verdade; ela acaba de comprar alguns ATR zero-quilômetro, algo que ela nunca fez.

Verdade, a passaredo adquiriu 4 novos ATR 72-600, os mesmos turbo-hélices usados pela Azul e Trip.
A aeronave é hoje, a que apresenta melhor custo por passageiro para rotas regionais medias e curtas, mercado em que a Passaredo esta em franca expansão.
João86 no está en línea   Reply With Quote
Old March 30th, 2012, 04:53 AM   #119
João86
Registered User
 
João86's Avatar
 
Join Date: Feb 2012
Location: Ribeirão Preto
Posts: 157
Likes (Received): 8

Novo ATR 72-600 Passaredo



Para mim, foi a pintura mais bonita feita em um ATR para uma companhia nacional.



Não vejo a hora de ve-lo no Leite Lopes...
João86 no está en línea   Reply With Quote
Old March 30th, 2012, 10:40 PM   #120
Andre_RP
Registered User
 
Andre_RP's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Ribeirão Preto
Posts: 7,100
Likes (Received): 1120

Lindona mesmo!

A Passaredo adquiriu bem mais que 4 ATR João. Me parece que foram 10 no total.
Andre_RP no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:07 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu