daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Infrastructure and Mobility Forums > Subways and Urban Transport

Subways and Urban Transport Metros, subways, light rail, trams, buses and other local transport systems



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old March 31st, 2013, 05:56 AM   #2601
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 5 - Brooklin station




Santa Cruz station


__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

n20 liked this post
mopc está en línea ahora   Reply With Quote

Sponsored Links
Old April 1st, 2013, 03:49 AM   #2602
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 5 - Santo Amaro bridge-station

mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 05:41 AM   #2603
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

São Mateus BRT - new articulated bus

Quote:
Originally Posted by Honda Power View Post
Super Articulado é testado nos corredores de ônibus do ABD

A Metra, empresa que opera o Corredor Metropolitano de Ônibus ABD, está testando um novo ônibus para a operação em seus corredores. O Millenium BRT Super Articulado MBB circula nos 42 quilômetros de vias operadas pela Metra entre os municípios de São Bernardo do Campo, Diadema, Santo André, além das zonas leste (São Mateus) e sul da cidade de São Paulo (Berrini e Jabaquara). Por enquanto, o teste está sendo efetuado no trajeto entre Ferrazópolis e Jabaquara.

O Millenium BRT Super Articulado 0-500 UDA 3836 tem 23 metros de comprimento, cinco a mais que os tradicionais veículos articulados do mercado. Para o usuário, as vantagens do novo ônibus estão na alta capacidade de transporte de passageiros: 159 pessoas (57 sentados e 102 em pé), maior conforto para circulação, graças a boa largura do veículo e do salão interno, além de anteparos, balaústres e corrimãos em tubos de aço encapsulados em PVC desenvolvido pela encarroçadora Caio. Janelas mais amplas, dutos embutidos e outros diferenciais melhoraram o espaço interno do veículo. Com ar condicionado, bom revestimento acústico e suspensão pneumática, o ônibus resulta em uma operação mais segura e confortável durante as viagens feitas ao longo do corredor ABD operado pela Metra.

Na parte mecânica, o Millenium BRT é feito sobre chassi Volvo e tem propulsor diesel OM 457 LA que já atende ao Proconve 7 (Programa Nacional de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores), baseado nos padrões de emissão Euro V. Equipado com câmbio automático, o carro tem sistema de freio antiblocante (ABS), itinerário eletrônico e iluminação LED mais eficiente.

Os testes com o novo veículo fazem parte de um programa de renovação de frota da Metra, que inclui ainda a aquisição de 20 novos trólebus fabricados pela Eletra, os quais começam a circular no corredor ABD ainda no primeiro semestre de 2013. A Metra tem uma frota de 280 veículos entre elétricos, híbridos e equipados com motor diesel.



Electric version


Fonte: Assessoria de Imprensa da Metra (Casa da Notícia)
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 05:46 AM   #2604
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

CMSP / Metro - Historical pictures

Quote:
Originally Posted by Marcio Staffa View Post
Fotos antigos

Em 1983, estação Anhangabaú



Inaugurada em 1983, a estação Santa Cecília



Na Sé, anos 70



Em 1974, estação Vila Mariana



Estação Luz - Programa de Treinamento da População, 1978

mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 07:37 AM   #2605
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

CMSP / Metro - Official video updates

Line 4



Line 5



Line 15



Line 17

mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 12:17 PM   #2606
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 2 - Eastern extension from Vila Prudente to Dutra to be completed by 2019 (first section to open by 2018)

Quote:
Originally Posted by Celso Edusc View Post
Linha do metrô de São Paulo fica R$ 1 bilhão mais cara

03/04/2013 - Valor Econômico

Depois de quase seis meses do lançamento do edital do prolongamento da Linha 2-Verde do metrô de São Paulo, o investimento total no projeto, previsto pelo governo de São Paulo, ficou R$ 1,1 bilhão mais caro. A obra vai estender a linha da Vila Prudente, na região leste de São Paulo, à rodovia Presidente Dutra, próximo à divisa com Guarulhos, terá 13,5 quilômetros de extensão e 12 estações. O projeto recebeu na semana passada licença ambiental prévia.

O lançamento do edital da obra ocorreu em 15 de outubro de 2012 e foi feito pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em ato na estação Corinthians-Itaquera, na região leste. Na época, Alckmin afirmou que o investimento total, incluindo trens, sistema elétrico e obras, chegaria a R$ 7,7 bilhões, com recursos totalmente aplicados pelo governo do Estado. Ontem, o Metrô informou que o investimento saltou para R$ 8,8 bilhões, 14,3% a mais do que o inicialmente previsto.

De acordo com o Metrô, o processo de pré-qualificação para contratação das obras de extensão da Linha 2-Verde está em andamento e ainda não há valor final para o intervenção, já que ainda não há projeto básico da obra. "Os custos estimados para a licitação só serão estabelecidos após a conclusão dos projetos básicos. O valor de R$ 8,8 bilhões é apenas uma projeção, que é uma exigência legal", informou a empresa em nota.

O Metrô afirmou ainda que para o financiamento do projeto está contratando uma linha de R$ 1,5 bilhão com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e que estuda outras formas de financiamento. A estimativa da companhia é concluir o primeiro trecho do projeto no fim de 2018 e a linha completa em 2019.

A licença prévia foi emitida pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), mas ainda não permite o início das obras. De acordo com a assessoria de imprensa do Metrô, para garantir o começo da intervenção, a companhia entrará agora com processo de solicitação da licença ambiental de instalação.

Com o prolongamento, a Linha 2-Verde, que começa na Vila Madalena, região oeste de São Paulo, fará interligação com a Linha 3-Vermelha, na estação Penha. O número de passageiros que serão transportados quando a obra estiver concluída também mudou. No lançamento do edital do prolongamento, a previsão era que esse número saltaria para 1,1 milhão. Agora, a previsão é transportar 1,7 milhão de passageiros.

A linha é uma das sete previstas para os próximos anos pela Secretaria de Transportes Metropolitanos. Até 2015, o sistema metroferroviário deve receber mais 30 quilômetros de metrô e 41 quilômetros de trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Entre os projetos previstos para os próximos anos estão a conclusão da Linha 4-Amarela do metrô (Luz-Vila Sônia), obras da extensão da Linha 5-Lilás (Santo Amaro-Chácara Klabin), início do monotrilho da Linha 17-Ouro (Aeroporto de Congonhas-Morumbi), da Linha 13-Jade da CPTM (Engenheiro Goulart-Aeroporto de Guarulhos), do monotrilho da Linha 15-Prata (Vila Prudente-São Mateus), da Linha 6-Laranja (Brasilândia-São Joaquim), e da Linha 20-Rosa (Lapa-Moema).

Fonte: http://www.revistaferroviaria.com.br...dMateria=18485

Last edited by mopc; April 4th, 2013 at 12:27 PM.
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 03:52 PM   #2607
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

The old and the new

__________________
BRAZIL URBAN TRANSPORT COMPILATION - full updates of all projects on first page!
SAO PAULO PUBLIC TRANSPORT - BRAZIL GENERAL INFRASTRUCTURE - SANTOS TRAMWAY (VLT) - MONORAILS
LINGUÍSTICA - CETICISMO

Swede liked this post
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 4th, 2013, 04:43 PM   #2608
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 5 - Tuneling machines to arrive in Brazil on April 25, 2013

Quote:
Originally Posted by RMeier View Post
'Tarsila' e 'Lina' farão túneis para metrô de SP

Apelidados de 'tatuzetes', máquinas que vão escavar a Linha 5 chegam no dia 25

No próximo dia 25, uma quinta-feira, "Tarsila" chegará ao Porto de São Sebastião, no litoral norte do Estado. Pesando cerca de 630 toneladas e medindo 6,9 metros de diâmetro, ela será uma das duas "artistas" que vão construir os túneis da Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo, que ligará Santo Amaro à Chácara Klabin, na zona sul da cidade.

"Tarsila" e "Lina" são os nomes que os engenheiros da Companhia do Metropolitano deram aos shields que escavam os túneis. Os equipamentos, também conhecidos por aqui como "tatuzões" (desta vez, tatuzetes, segundo o próprio Metrô) estão neste momento cruzando o Oceano Atlântico, vindos do Porto de Antuérpia, na Bélgica. Os nomes são em homenagem à pintora Tarsila do Amaral e à arquiteta Lina Bo Bardi. O barco que traz Lina chega em maio.

As duas vão se juntar a um terceiro tatuzão, que já está na cidade. Embora não tenha sido batizado com nome de artista, ele já tem uma obra "assinada": o túnel da Linha 4-Amarela, que hoje liga o Butantã, na zona oeste, à Luz, no centro. A máquina, que teve parte dos equipamentos trocados por causa do uso, é a mesma que fez a linha mais nova da cidade. Ele é maior: tem 10,5 metros de diâmetro e pesa 1.800 toneladas.

Será a primeira vez que três equipamentos do tipo estarão em operação simultânea na cidade. As máquinas, "xodós" dos engenheiros do Metrô, são admiradas pelos técnicos por causa da praticidade. Ao mesmo tempo que as gigantescas brocas vão cavando os túneis, o restante da estrutura das máquinas já vai fixando as placas de concreto que darão sustentação aos túneis, o que torna a obra muito mais rápida. E pressa é a palavra de ordem na construção dessa linha, cuja promessa original era que ficasse pronta até 2012.

Além disso, a máquina ameniza o "inferno" que é o subterrâneo: os túneis são úmidos, abafados e a diferença de pressão entre o nível do solo e a área de escavação piora ainda mais o ambiente. "Antigamente, para escavar um túnel, nós e os operários precisávamos passar por uma câmara de descompressão, às vezes alguém ficava até surdo", conta Luís Bastos Lemos, gerente do empreendimento da Linha 5. Com os shields, apenas uma pequena parte da obra, à frente das brocas, tem a pressão atmosférica diferente do nível do solo.

Além disso, os tatuzões dispensam o uso de explosões para abertura dos túneis, algo complicadíssimo de ser feito em uma área urbana como a capital.

Planejamento. As tatuzetes vão chegar por São Sebastião porque é o porto mais adaptado para equipamentos desse tipo; várias megamáquinas já entraram por ali. Outra vantagem é que o caminho para São Paulo não inclui túneis. Os equipamentos chegaram ao Porto de Antuérpia de trem. As máquinas foram fabricadas na Alemanha, pela empresa Herrenknecht. O trajeto entre o litoral e a capital será feito de caminhão.

A logística trabalhosa não é só no transporte. Cada shield vem em seis contêineres, e a montagem dura três meses. As paredes de concreto dos túneis, que saem de uma fábrica montada em um canteiro próximo da Estação Santo Amaro, são fabricadas, empilhadas, transportadas e montadas seguindo uma ordem numérica preestabelecida: quando uma é feita, os gerentes da obra sabem exatamente onde será fixada, em um processo controlado por computador. São 11 km de placas, cada uma tem 1,5 metro de largura.

Obras. O projeto da Linha 5 prevê que o trecho entre a Estação Adolfo Pinheiro, já em obras, e a futura Estação Eucaliptos, em frente ao Shopping Ibirapuera, será feito em um único túnel - aí a razão do tatuzão maior. Dali em diante, até Chácara Klabin, serão dois túneis, um para cada sentido do trem. Trabalho para as duas tatuzetes.

A promessa é entregar o prolongamento da Linha 5-Lilás em 2015. É a aposta do Metrô para aliviar as superlotadas Linha 4-Amarela e Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), além de facilitar a vida de quem mora na zona sul.

http://www.estadao.com.br/noticias/i...,1016728,0.htm
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 6th, 2013, 12:43 AM   #2609
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Siemens 3000 Series CPTM train at Barra Funda station

mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 6th, 2013, 12:46 AM   #2610
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

CPTM Line 7 station renovation schemes

PDF with further plans for the other lines as well

Quote:
Originally Posted by caiocco View Post
Olá, pessoal!

Convertei com o Tiago_Costa a respeito de uma apresentação da CPTM sobre a última audiência pública voltada às estações. É de out/2012, mas vale postar para discutirmos.

Pois bem, eis que eu converti o PDF (não ficou lindo e maravilhoso, mas recomendo que vocês vejam o arquivo original vinculado acima).

Abaixo os slides relevantes para a Linha 7:

Características


Pirituba, São Paulo


Perus, São Paulo


Caieiras, Caieiras


Baltazer Fidélis, Franco da Rocha


Botujuru, Campo Limpo Paulista


Campo Limpo Paulista, Campo Limpo Paulista


Várzea Paulista, Várzea Paulista
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 6th, 2013, 12:52 AM   #2611
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 7 extension from current terminus Jundiaí to neighboring metropolis of Campinas is approved by the Sao Paulo state legislative.

Quote:
Originally Posted by paulo lima View Post
Pessoal, apesar que ainda tenho pouca esperança, o Projeto de LEI do Dep Gersson Bittencout, foi aprovado pela ALESP por maioria dos Deputados. Em que pede que seja investido na Modernização da Linha 7 e outras reformas. E tambem que seja incluida os Estudos e Projetos, para extenção até Campinas(parando por Louveira,Vinhedo,Valinhos), na verdade no meu Ponto de Vista, nao é a mesma Linha 7 Rubi que vai desde a Estação da Luz e chegar ate Campinas. A atual Linha 7 continua só até Jundiai, e apos Jundiaí seja criada uma nova Linha da CPTM, que inicia de Jundiai e chegue ate Campinas, sei lá, poderia chamar "Linha Andorinha" ou "Linha Carlos Gomes", ou entao "Linha da Uva" .
O problema é o seguinte, pode ser que todos os Deputados(ate os da Base Governistas de Alckimim) aprovam e concordam que a Linha 7 pode ser SIM extendida até Campinas, nem mesmo o Executivo já com os Projetos(acho que nem tem projeto) do Trem Regional. E lembrando que o Trem Metropolitano nao tem nada haver com o Trem Regional, o problema e que tem muitas Pessoas com pouco conhecimento, confudem o Trem Regional com o Trem Suburbano. O Governador pode vetar, ou seja, na visao deles do Executivo, vejam que o Metropolitano ate Campinas "é inviavel" ou acharam que "nao há demanda", e que os Trens Regionais(só para 2019 a diante) é o suficente e já esta de Bom Tamanho para RMC.
Entao, pode ser pessoal, que a ALESP aprovou a ideia, mais... pode ser que ao chegar na mão do Governdor, o Projeto pode ser vetado (e pode ser mesmo, porque o Governador falou na Entrevista que os Trens Expressos é o mais ideal, e os Metropolitanos Paradores(que atenderia Louveira,Vinhedo,Valinhos) nem mesmo tendo nada haver com os Expressos, é visto para ele como "não Viabilidade").

Estao aqui pessoal, a noticia que recebi essa semana.




http://sindpaulista.org.br/blog/cptmcampinas/?p=1053
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 8th, 2013, 01:27 PM   #2612
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 6 - Reuters article on how the privatization in construction and operation may accelerate pace of development in São Paulo and Brazil.

Quote:
On Sao Paulo subway, a leap for Brazil infrastructure

Fri Feb 1, 2013 12:36pm EST

By Brian Winter

SAO PAULO, Feb 1 (Reuters) - Two hundred feet (61 metres) under Sao Paulo's most famous old-money neighborhood, home to artists, coffee barons and retired generals, a major breakthrough is about to take place in Brazil's quest to improve its dilapidated infrastructure.


A new subway line running through Higienopolis will be the country's first built almost entirely by the private sector, the government of Sao Paulo state revealed this week.

The breakthrough has for long been a kind of Holy Grail for Brazilian business leaders and foreign investors alike. It occurred after President Dilma Rousseff, whose leftist Workers' Party has traditionally opposed privatizations, quietly authorized a regulatory change over the Christmas holiday that made the project viable.

"It's very exciting. We've been wanting to do this for years," Sao Paulo state's transport secretary, Jurandir Fernandes, said in an interview on Thursday.

Fernandes said he was "overwhelmed" by queries at an investor conference in Britain two weeks ago at which banks including Morgan Stanley and Barclays PLC showed interest in participating in construction of the all-new, nine-mile-long (15 km) Line 6, he said.

"They all wanted to know if this represents a change in the way Brazil does things," Fernandes said. "I think it's very possible the answer is yes. In any case, it will mean a dramatic acceleration in the pace of construction in Sao Paulo."

Construction will cost an estimated $4 billion, to be split between Sao Paulo state and the companies that win the tender. Building is expected to begin in 2014, with completion set for 2020. The state expects the line to have an average of 634,000 passengers a day during its first year of operation.

Brazilian unions and leftist politicians had for decades insisted the public sector build and operate big-ticket construction projects such as subways, railroads and airports.

Yet the traditional inefficiencies of the public sector, plus a 20-year period through the 1980s and 1990s when the Brazilian state was effectively bankrupt, left the country's infrastructure trailing many of its Latin American rivals.

Severe transport bottlenecks are a big reason that Brazil's $2.5 trillion economy has been stagnant for the past two years, economists say.

In response, Rousseff has dramatically boosted the private sector's role in big construction projects, a move that risks alienating her political base but has become necessary as Brazil prepares to host the 2014 World Cup and 2016 Summer Olympics.

In the case of Sao Paulo's subway, the need for change was especially glaring.

The metropolitan area of some 20 million people has only about 45 miles (72 km) of mostly underground rail - barely a third the size of Mexico City's network. Sao Paulo has some of the world's worst traffic jams, with commuters sometimes needing three hours to travel about nine miles (14 km) across Brazil's biggest city and financial capital.

PRIVATE-SECTOR EFFICIENCY ON DISPLAY

Sao Paulo in 2006 created Brazil's first public-private partnership (PPP) for the subway system's Line 4. That line, which opened in 2010 and links the city's three main financial districts, is operated by a private consortium of companies including Brazil's CCR and the local unit of Japanese conglomerate Mitsui & Co.

Line 4, which has latest-generation driverless cars from South Korea featuring air conditioning, flat-screen TVs and mobile phone access, is a sharp contrast to the subway system's other four lines.

They are still operated by the state-run Companhia do Metropolitano de Sao Paulo, and their trains have frequent delays, occasional strikes and poor service. Connecting from the old system to the new one often feels like walking from a run-down sauna into a brand-new shopping mall.

Line 4 is already operating near capacity during peak hours. "I am confident we could double our number of stations and trains tomorrow, and our number of passengers would double as well," Luis Valença, chief of the Via Quatro consortium, said in an interview in December.

"That shows you the pent-up demand for quality public transport in Sao Paulo," Valença said. "It's limitless."

Yet the framework that led to Line 4 did not go far enough in its embrace of business, Fernandes said.

While the private sector operates the trains, the construction was executed by the government, similar to past projects. That resulted in years of delays as the government conducted mandatory tender offers for each building component - escalators, mirrors, and so on.

Line 4 had been in the state's building plans since at least 1969, and construction of several stations still has not been completed.

ROUSSEFF'S HELP SEALS THE DEAL

For Line 6, the government will only be charged with environmental licensing and expropriations, Fernandes said. Yet even on the latter, companies will be able to negotiate directly with property owners, which will help avoid delays from lawsuits and regulations on how much the government can spend.

"A company can come in and say, 'Look, pal, here's a million dollars, let's just be done with this.' I, the state, am prevented from doing that," Fernandes said.

Meanwhile, the long-standing ideological opposition to the private sector seems to have sharply diminished in recent years, Fernandes said. He recalled the lawsuits, strikes and other offensives launched by unions during the Line 4 construction.

Fernandes declined to speculate as to why so few protests are taking place now, but noted support from Rousseff and Finance Minister Guido Mantega has been "valuable."

Sao Paulo state is run by the PSDB, Brazil's main opposition party, which had historically clashed with the Workers' Party over how much to involve businesses in public works projects.

Nevertheless, during the last week of December, Rousseff approved a change to the law governing PPPs, which would have barred the state from disbursing funds to businesses until Line 6 was open and operating. That would have made financing the project impossible, Fernandes said.

The strongest opposition to Line 6 has actually come from residents of Higienopolis, some of whom have publicly expressed fears that a subway connection could bring criminal elements into their wealthy neighborhood.

"If that's the worst problem I have, I'll accept it," Fernandes said, laughing. "But they're changing their minds too. Everybody realizes that times are different now."
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 10th, 2013, 01:23 PM   #2613
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 15 Monorail - first monorail vehicle starts testing at Bombardier's facilities in Canada

Quote:
Originally Posted by fepalhares View Post
AVANÇAM AS OBRAS DA LINHA 15-PRATA DO METRÔ RUMO À CIDADE TIRADENTES


Testes com o primeiro monotrilho já foram iniciados na fábrica de Kingston, no Canadá


Atualmente, as obras de implantação da Linha 15-Prata do Metrô estão a pleno vapor. Das 14 vigas que pertencem ao corpo da estação, 10 já foram lançadas. A construção da estação Vila Prudente conta com 167 operários que executam as obras de fundação das salas técnicas, mezanino e acessos. As salas técnicas vão abrigar subestação elétrica, transformadores, baterias, equipamentos de sinalização e controle, ar-condicionado, entre outros equipamentos.
Quando concluída, a estação Vila Prudente terá 16 mil m², incluindo o terminal de ônibus integrado. Contará com três acessos, sendo um deles localizado na área do mezanino, fazendo a ligação da estação Vila Prudente, da Linha 2-Verde, com a nova estação do monotrilho. A estação Vila Prudente contará com dois pavimentos: mezanino e plataforma. Para facilitar a locomoção dos usuários, haverá sete elevadores e 19 escadas rolantes.
No trecho de via elevada entre as estações Vila Prudente e Oratório, cerca de 40 operários estão construindo as lajes onde serão instalados os track switches (aparelhos de mudança de via). Juntamente a essa atividade acontece o lançamento das vigas-guia. Das 130 vigas necessárias, 124 já estão lançadas, restando apenas seis para concluir a instalação.
A estação Oratório é o ponto mais avançado em construção na Linha 15-Prata. A obra bruta foi concluída em dezembro e, neste momento, é realizado o acabamento geral da estação. Quando finalizada, serão 5.400 m² de área construída e dois acessos, cada um com bicicletário para 50 bicicletas. A estação será totalmente acessível, contará com cinco elevadores e sete escadas rolantes que permitirão o acesso ao mezanino e às plataformas.

Obras avançam rumo à Cidade Tiradentes

Áreas que totalizam 19.860 m² nos bairros de Iguatemi e Cidade Tiradentes, necessárias para a implantação da Linha 15-Prata, estão sendo desapropriadas. O decreto estadual nº 59.052 que declara os terrenos de utilidade pública, assinado pelo governador Geraldo Alckmin, foi publicado pelo Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (9/4).
Ao todo, foram decretados de utilidade pública para fins de desapropriação 49 imóveis, cujos proprietários e inquilinos começarão a ser notificados nas próximas semanas pelo Metrô. Durante o processo, equipes da Coordenadoria de Relacionamento com a Comunidade da Companhia realizarão visitas às casas dos moradores para orientação e esclarecimentos em caso de dúvidas. A comunidade também pode entrar em contato com a Coordenadoria pelos telefones (3371-7519, 3371-7523, 3371-7525), em horário comercial, e no site www.metro.sp.gov.br / fale conosco.
Esse é o quarto decreto de utilidade pública para a implantação da Linha 15. Nos três anteriores (57.837, de 06/03/2012, 57.838, de 06/03/2012 e 58.456, de 15/10/2012), já haviam sido apontados 110 imóveis.
O conceito adotado no sistema monotrilho minimiza a necessidade de desapropriações, pois o corpo central das estações fica localizado no canteiro central das avenidas pelas quais o monotrilho vai passar. Apenas para a construção dos acessos e edificação de salas técnicas e operacionais, que são implantados nas laterais das avenidas, é que são necessárias desapropriações.

Trechos

O primeiro trecho da Linha 15-Prata, de Vila Prudente a Oratório, com extensão de 2,9 km, é composto por duas estações: Vila Prudente e Oratório, além do Pátio Oratório. A previsão é que as duas estações entrem em operação (visita controlada) a partir de dezembro de 2013 e a estimativa é que 13.300 passageiros utilizem o novo trecho por dia.
Posteriormente, a Linha 15-Prata seguirá de Oratório a São Mateus, com extensão de 10,1 km e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstoi, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. Neste trecho, 1.380 operários trabalham nas obras de fundações, pilares e capitéis da estrutura do monotrilho. Além disso, já foram lançadas 236 vigas, restando ainda 443 até São Mateus. Este trecho deverá entrar em funcionamento em 2014.
O último trecho ligará São Mateus à Cidade Tiradentes, terá 11,4 km e sete estações: Iguatemi, Jequiriçá, Jacu-Pêssego, Érico Semer, Marcio Beck, Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes. Quando concluída, em 2016, a Linha 15-Prata atenderá mais de meio milhão de usuários por dia.

Testes com o primeiro monotrilho

Para garantir a realização do projeto com maior rapidez, um trem piloto (com dois carros) foi produzido na matriz da Bombardier (empresa vencedora da licitação para fornecimento dos 54 trens de monotrilho) em Kingston, no Canadá. O primeiro trem já está pronto e começou os testes em um circuito de provas avançado, que vai permitir simular e representar todas as situações de operação a que os trens vão estar sujeitos em na Linha 15-Prata.
A fabricação dos outros trens está sendo feita na unidade da Bombardier em Hortolândia/SP. Atualmente, 250 operários trabalham no quinto carro da linha de produção.
Os trens que circularão na Linha 15-Prata terão 86 metros de comprimento e capacidade para transportar 1.000 passageiros cada um. O sistema terá capacidade para atender a uma demanda de até 40.000 passageiros por hora e por sentido, com um intervalo entre trens de apenas 90 segundos.



Fonte: Site do Metrô
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 11th, 2013, 05:09 PM   #2614
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

New Trolleybus

mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 11th, 2013, 05:13 PM   #2615
mopc
Registered User
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 17,237
Likes (Received): 11983

Line 3 train



source
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 12th, 2013, 05:37 AM   #2616
RenanRibeiro
Registered User
 
RenanRibeiro's Avatar
 
Join Date: Jul 2010
Location: São Paulo/Barcelona
Posts: 683
Likes (Received): 2293

mopc, just wanted to say that, although I don't comment much here, I enter this thread to check out your new posts almost every single day.

Keep up with the great work!
RenanRibeiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2013, 02:03 AM   #2617
USAN
Registered User
 
USAN's Avatar
 
Join Date: Jun 2012
Posts: 407

Edit
__________________
O Brasil não é um país sério e o Brasileiro é um otario!

Last edited by USAN; June 24th, 2013 at 09:35 PM.
USAN no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2013, 02:49 AM   #2618
andrewtsjc
We are of peace, ALWAYS!
 
andrewtsjc's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Vancouver-Canada
Posts: 570
Likes (Received): 448

Hey Guys, has the line that will connect Dt Sao Paulo to GRU airport started yet?
Do you think it will be ready before 2014 WC?
Do you have any updates on that?

Cheers
__________________
WE ARE OF PEACE, ALWAYS !!!!
andrewtsjc no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2013, 03:31 AM   #2619
FernandoFHC
Registered User
 
FernandoFHC's Avatar
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo, SP
Posts: 3,191
Likes (Received): 3160


1) Not yet.
2) No, it won't. It will probably be fully operational in end-2015 or later.
3) The "pre-qualification" ("pré-qualificação" in english, don't know if exists) is still on course. After that, the government will start the bidding process (this will take some months) for the construction of the line.

----
Sorry for bad english...

Last edited by FernandoFHC; April 13th, 2013 at 05:08 AM.
FernandoFHC no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2013, 09:21 AM   #2620
malegi
Registered User
 
malegi's Avatar
 
Join Date: Aug 2010
Location: SP
Posts: 13,047
Likes (Received): 4636

Quote:
Originally Posted by RenanRibeiro View Post
mopc, just wanted to say that, although I don't comment much here, I enter this thread to check out your new posts almost every single day.

Keep up with the great work!
+2
__________________
Imagine there's no heaven.. (John Lennon)
malegi no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
metro, são paulo, subway, trains

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 09:02 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2018 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

tech management by Sysprosium