daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte



Reply

 
Thread Tools
Old November 17th, 2005, 10:37 PM   #1
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Plano Diretor de Osasco - Sistema de Transportes: intenções

II - Sistema de Transportes

Art. 17. As recomendações de intervenções físicas no sistema de transportes públicos do município, elencadas a seguir, representam ações prioritárias, a serem desencadeadas a curto e médio prazo, que se incorporarão ao Plano de Tráfego e Transporte Urbano do Município, de abrangência maior, e servirão de suporte físico ao desenvolvimento e melhoria do tráfego na cidade e da operação com eficiência, segurança e conforto do transporte coletivo público:

a. gestões junto ao Governo do Estado para a reformulação, adequação e/ou ampliação das estações de passageiros da CPTM no território de Osasco, em especial a reconstrução da estação Gen. Miguel Costa (Km 21), incluindo, em todas, acessos a portadores de deficiências e preparando-as para integração modal efetiva;
b. implantação, em convênio com o Governo do Estado, de estação de passageiros da CPTM na face sul da estação Presidente Altino, interligada por passarela em área paga, criando com isso, a estação Continental, que atenderá ao parque Continental, Jaguaré, Jardim Wilson, Vila Yara, São Francisco e universidades;
c. implantação, em convênios com o Município de Carapicuíba e com o Governo do Estado, do terminal rodoviário de integração intermodal do Km 21, junto à estação Gen. Miguel Costa, em Quitaúna;
d. implantação em convênio com o Governo do Estado, dos terminais rodoviários urbanos e metropolitanos Osasco Sul e Osasco Norte da EMTU, nas praças Antônio Menk e Padre Cícero, interligados entre si, com a estação Osasco da CPTM e com a Estação Rodoviária Municipal;
e. implantação, em convênio com o Governo do Estado, de terminal rodoviário urbano junto à estação Comandante Sampaio da CPTM, no Km 18;
f. implantação de terminal rodoviário urbano no extremo sul do município, junto ao Jardim Santa Maria, permitindo a interligação adequada desse quadrante da cidade aos sistemas de transportes coletivos local e metropolitano;
g. elaboração de estudo de viabilidade técnica-econômica-financeira para a implantação de sistema de transporte coletivo de média capacidade, do tipo VLT - Veículo Leve sobre Trilhos, ou similar, ligando a região sul do município à estação Comandante Sampaio da CPTM, no Km 18 e desta, à região industrial no norte do município;
h. elaboração, em cooperação com o Governo do Estado, de estudo de viabilidade para implantação de estação de integração intermodal entre a hidrovia do rio Tietê e o sistema rodoviário, em especial o Rodoanel Mário Covas.
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old November 18th, 2005, 03:09 AM   #2
André
Geografia
 
André's Avatar
 
Join Date: Apr 2004
Location: São Paulo
Posts: 2,637
Likes (Received): 157

Já tinha visto isso! Quem dera metade disso fosse pra frente... Só a opção 'g' que eu acho totalmente inviável pra nossa realidade.
__________________
O GRANDE INCONVENIENTE DOS SHOPPINGS É O ROUBO QUE FAZEM DA ANIMAÇÃO - A ALMA DA CIDADE - AO SUBTRAIR ESTABELECIMENTOS DE RUA. E SÃO CADA VEZ MAIS.
André no está en línea   Reply With Quote
Old November 18th, 2005, 02:08 PM   #3
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by AndreNoDoubt
Já tinha visto isso! Quem dera metade disso fosse pra frente... Só a opção 'g' que eu acho totalmente inviável pra nossa realidade.
Porque? Você também acha que a única solução seria o metrô subterrâneo? Se for elevado, vai ficar horrível.
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote
Old November 18th, 2005, 02:11 PM   #4
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by AndreNoDoubt
Já tinha visto isso! Quem dera metade disso fosse pra frente... Só a opção 'g' que eu acho totalmente inviável pra nossa realidade.
Você tem idéia do que se trata o item b?
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote
Old November 18th, 2005, 03:07 PM   #5
mopc
USP
 
mopc's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Location: Santos Sao Paulo
Posts: 13,943
Likes (Received): 4019

Realmente aquele item B é estranho!
mopc está en línea ahora   Reply With Quote
Old November 19th, 2005, 12:52 AM   #6
Baianóide
BAHIA
 
Baianóide's Avatar
 
Join Date: Aug 2005
Location: Salvador - Bahia - Latin America
Posts: 7,228
Likes (Received): 32

Boas intenções
__________________
BAHIA

O Brasil não é uma nação, são várias nações. Autonomia é o caminho. FEDERALISMO DE VERDADE JÁ!
Baianóide no está en línea   Reply With Quote
Old November 20th, 2005, 01:02 AM   #7
André
Geografia
 
André's Avatar
 
Join Date: Apr 2004
Location: São Paulo
Posts: 2,637
Likes (Received): 157

Quote:
Originally Posted by Osasco Station
Porque? Você também acha que a única solução seria o metrô subterrâneo? Se for elevado, vai ficar horrível.
Não, acho que seria ótimo tanto subterrâneo quanto elevado!! O problema é que sabemos que isso é inviável economicamente.. Nunca saíria do papel.. Nem projetos como a ligação da Barra Funda até o aeroporto de Guarulhos saem.. Pq algo pra ligar zona sul e norte de Osasco saíria? Hehehe Pra mim isso é utópico..
__________________
O GRANDE INCONVENIENTE DOS SHOPPINGS É O ROUBO QUE FAZEM DA ANIMAÇÃO - A ALMA DA CIDADE - AO SUBTRAIR ESTABELECIMENTOS DE RUA. E SÃO CADA VEZ MAIS.
André no está en línea   Reply With Quote
Old November 20th, 2005, 01:08 AM   #8
André
Geografia
 
André's Avatar
 
Join Date: Apr 2004
Location: São Paulo
Posts: 2,637
Likes (Received): 157

Quote:
Originally Posted by Osasco Station
Você tem idéia do que se trata o item b?
Pelo que entendi seria fazer uma interligação com a parte sul da estação Presidente Altino com uma nova estação Continental, provavelmente seguindo mais ou menos a rota da av. Antonio de Sousa Noschese.. Mas ficou estranho mesmo esse 'áreas pagas' e não entendi se seria uma linha exclusiva ligando as duas estações com trens próprios... Esquisito..
__________________
O GRANDE INCONVENIENTE DOS SHOPPINGS É O ROUBO QUE FAZEM DA ANIMAÇÃO - A ALMA DA CIDADE - AO SUBTRAIR ESTABELECIMENTOS DE RUA. E SÃO CADA VEZ MAIS.
André no está en línea   Reply With Quote
Old November 20th, 2005, 04:57 AM   #9
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by AndreNoDoubt
Não, acho que seria ótimo tanto subterrâneo quanto elevado!! O problema é que sabemos que isso é inviável economicamente.. Nunca saíria do papel.. Nem projetos como a ligação da Barra Funda até o aeroporto de Guarulhos saem.. Pq algo pra ligar zona sul e norte de Osasco saíria? Hehehe Pra mim isso é utópico..

O Expresso Aeroporto vai sair do papel, não há outra alternativa, é algo extremamente necessário...

Ligar o norte e o sul de Osasco também é importante, Osasco tem um papel importante na GSP, está sempre crescendo... não se esqueça das palavras do governador...
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote
Old November 20th, 2005, 04:58 AM   #10
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by AndreNoDoubt
Pelo que entendi seria fazer uma interligação com a parte sul da estação Presidente Altino com uma nova estação Continental, provavelmente seguindo mais ou menos a rota da av. Antonio de Sousa Noschese.. Mas ficou estranho mesmo esse 'áreas pagas' e não entendi se seria uma linha exclusiva ligando as duas estações com trens próprios... Esquisito..
Seria bizarro demais, muito mais fácil construir uma linha que atenda a V. Yara. Basta extender a linha 8.
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote
Old November 20th, 2005, 08:23 PM   #11
EduDeOz
Registered User
 
EduDeOz's Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: Rio de Janeiro
Posts: 81
Likes (Received): 0

Realmente é utopico.. uma linha "Fura Fila" ligando a ZN a estação do KM18... iria passar por onde ? pelo meio do mato.. do quartel ? realmente a ligação da ZN com ZS é bem deficiente em Osasco.. principalmente nas regiões do Km18 e Quitauna..

a ideia.. do terminal do Km 21 é otima ! (eu pego trem nessa estação !!).. mas essa ideia da estação de Presidente Altino é bem estranha !!
EduDeOz no está en línea   Reply With Quote
Old November 21st, 2005, 01:07 PM   #12
Osasco Station
Subway, now!
 
Join Date: Sep 2005
Posts: 632
Likes (Received): 0

Quote:
Originally Posted by EduDeOz
Realmente é utopico.. uma linha "Fura Fila" ligando a ZN a estação do KM18... iria passar por onde ? pelo meio do mato.. do quartel ? realmente a ligação da ZN com ZS é bem deficiente em Osasco.. principalmente nas regiões do Km18 e Quitauna..

a ideia.. do terminal do Km 21 é otima ! (eu pego trem nessa estação !!).. mas essa ideia da estação de Presidente Altino é bem estranha !!
Acredito mais ser uma questão de vontade/interesse político que inviabilidade técnica-econômica. Tenho certeza que quando a idéia do metrô passar pelo Vale do Anhangabaú foi apresentada, muitos acharam um absurdo.. e vejam agora, tem o metrô, o túnel e o rio, cada um em um nível diferente.
Osasco Station no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 12:33 AM   #13
OsascoStation2007
Land of the 1st flight
 
OsascoStation2007's Avatar
 
Join Date: Jan 2007
Location: Osasco - SP
Posts: 3,892
Likes (Received): 437

Atualização com mapa

Segue novamente o que diz o Plano Diretor:
TÍTULO II
DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE DESENVOLVIMENTO

CAPÍTULO III
Da Política Pública de Desenvolvimento Físico-Ambiental

Art. 12. A Política Pública de Desenvolvimento Físico-Ambiental regida pelas diretrizes aqui estabelecidas e pelas ações preconizadas, norteará o comportamento do Poder Público Municipal na busca do desenvolvimento físico e ambiental equilibrado para o município:
II - Ações
a. rever e atualizar o Plano de Estruturação Viária do Município, incorporando as novas ligações viárias decorrentes da implantação do Rodoanel Mario Covas, das rotas alternativas às vias pedagiadas da Rodovia Castello Branco e da integração com a malha viária de interesse metropolitano, priorizando a segurança, a fluidez do tráfego e a redução dos congestionamentos;
b. garantir o acesso a todos os bairros do município por via pública pavimentada e integrada à malha viária principal, propiciando inclusive, oferta de serviços de transporte coletivo, com regularidade, conforto e segurança;
c. elaborar e implantar o Plano de Tráfego e Transporte Urbano do Município, adotando modelo operacional de integração dos diversos modos de transportes coletivos de âmbito local e metropolitano;
d. criar, no contexto do Plano de Tráfego e Transporte Urbano do Município, condições para a implantação de linhas integradoras de transporte coletivo de média capacidade, tipo VLT - Veículo Leve sobre Trilhos, articulando os sistemas de transportes coletivos por ônibus e por trem;
e. viabilizar, por meios próprios, em parceria com terceiros ou por intermédio de entidade estadual, a implantação de terminais de integração modal dos transportes coletivos junto a estações ferroviárias do município e nos extremos da ocupação urbana;
f. elaborar Planos Urbanísticos Distritais visando orientar os investimentos em equipamentos sociais, infraestrutura e centros de atendimento público, assim como incentivar investimentos privados para a consolidação de ao menos um núcleo de centralidade de bairro em cada Distrito Administrativo proposto, com prioridade para as regiões noroeste e sul, de ocupação mais recente;
g. elaborar programa de identidade visual para os próprios e serviços públicos municipais, estabelecendo, inclusive, marcos referenciais urbanos que destaquem Osasco no conjunto da metrópole;


TÍTULO III
DOS PLANOS, PROGRAMAS, LEIS E AÇÕES ESTRATÉGICAS

Art. 14. Derivam dos Objetivos e Diretrizes Gerais e das Políticas Públicas de Desenvolvimento anteriormente estabelecidas, um conjunto de planos, programas, leis e ações estratégicas de intervenção na realidade local, a serem elaborados e coordenados pelo Poder Executivo Municipal, e implementados no curto, médio e longo prazos, conforme os capítulos que se seguem:

CAPÍTULO I
Do Plano Físico-Estrutural

Art. 15. O Plano Físico-Estrutural deriva das diretrizes e ações propostas pelas Políticas Públicas de Desenvolvimento e é o documento síntese das intervenções físicas e ações reguladoras prioritárias do poder público sobre o território, assim como, sobre os elementos estruturadores do espaço urbano local, a ser implementado no curto e médio prazos, conforme recomendações que seguem:

I - Sistema Viário:

Art. 16. As recomendações de intervenções físicas no sistema viário principal representam ações prioritárias, a serem desencadeadas a curto e médio prazo, que se incorporarão ao Plano de Estruturação Viária do Município, de abrangência temporal maior, e servirão de suporte físico ao desenvolvimento das melhorias de circulação, tráfego e transportes na cidade.

§ 1º. As intervenções físicas recomendadas privilegiarão a base viária para o transporte coletivo público e para maior fluidez do transporte de cargas, sem descuidar das condições de circulação do transporte individual.

§ 2º. As intervenções recomendadas deverão ser acompanhadas de ações de controle de uso do solo nos respectivos eixos viários, de forma a impedir o futuro agravamento das condições urbanísticas locais. São as seguintes as intervenções recomendadas:

a. complementação das vias arteriais norte-sul, inclusive interligando-as, ao norte, por intermédio da Av. Pres. Médici e, ao sul, pelo prolongamento da Av. Visconde de Nova Granada e R. Dona Blandina Ignês Júlio;
b. ampliação e alargamento das Avenidas Pres. Médici e João Ventura dos Santos, formando a via Transversal Norte, interligando a Vila Jaguara, em São Paulo, ao Jardim Imperial em Barueri;
c. interligação da Av. Pres. Médici, ao trevo do Km. 18 da Via Anhanguera, via complementação da Av. Lourenço Belolli, Av. Roberto Pinto Sobrinho, interligação com a Av. Arinos e implantação do trecho da Av. Panorâmica até a Av. Dr. Mauro Lindenberg Monteiro;
d. adequação e complementação da marginal sul da Via Anhanguera, prolongando-a ao norte até o Jardim Santa Fé e ao sul até a Av. Mutinga, em São Paulo, em convênio com a concessionária Auto-Ban;
e. implantação da via marginal ao Rodoanel Mario Covas, interligando a Av. dos Autonomistas ao jardim Iguaçu (trevo Padroeira) e daí até a Av. Sarah Veloso, junto ao Conjunto dos Metalúrgicos;
f. implantação do prolongamento da Av. Manuel Pedro Pimentel, desde o Jardim Wilson, até a Praça Antônio Menk e daí, por meio de alargamento da Rua da Estação, até a Praça 31 de Março, no Km. 18;
g. implantação das interligações da Av. Manuel Pedro Pimentel até a av. Presidente Altino, no Jaguaré, em convênio com a Prefeitura de São Paulo e até a Av. Henri Ford, em Presidente Altino, por meio da conclusão da obra do Viaduto Único Galáfrio;
h. implantação de trecho da marginal norte do Rio Tietê, entre o prolongamento da R. Jussara, na divisa com o município de Barueri até o complexo viário Tancredo Neves, no Jardim Piratininga;
i. complementação do trecho da marginal sul do rio Tietê, entre o complexo viário Tancredo Neves, e o acesso ao Rodoanel Mario Covas, junto aos quartéis de Quitaúna;
j. implantar interligação entre a Av. Arterial Sul e Av. Altair Martins, sob o Rodoanel Mario Covas, no extremo sul do município;
k. implantação de ligação entre a via marginal da Rodovia Raposo Tavares, junto ao complexo viário do Km 20 e a Av. Victor Civita (antiga Estrada Velha de Cotia) próximo ao Jardim Santa Maria;
l. complementação e alargamento da Av. Victor Civita, entre a Av. Dr. Kenkiti Shimomoto, na divisa com São Paulo e a divisa com Cotia, no Jardim Santa Maria;
m. implantação da Avenida Transversal Sul, entre a Av. Dr. Kenkiti Shimomoto e a passagem inferior sob o Rodoanel Mario Covas, junto ao conjunto dos Metalúrgicos;
n. implantação do alargamento da estrada Municipal e da Av. Benedito Alves Turíbio, vias de acesso ao trevo Padroeira do Rodoanel Mario Covas, junto ao Jardim Iguaçu;
o. implantação do prolongamento da Av. José Barbosa de Siqueira, da Praça Jundiaí no Jardim Padroeira até a passagem inferior sob o Rodoanel Mario Covas;
p. implantação de corredor viário, com melhorias, ajustes e ligações, entre a Av. João de Andrade, no Jardim Santo Antônio, e a divisa com São Paulo, na Av. Gustavo Berthier, Jardim Adalgisa, passando pela Av. Internacional, Av. 15 de Novembro e R. Antônio Rinaldi, R. Líbero Carnicelli, R. José Cândido Machado, Av. Estados Unidos e seu prolongamento junto ao córrego Vicentina, R. Manuel da Nóbrega , R. Octávio Catelani e Av. Gustavo Berthier; dirigindo-se, por São Paulo, até a Av. Escola Politécnica;
q. alargamento da Av. dos Autonomistas no trecho central e implantação de passagens em desnível nos cruzamentos com as Ruas Primitiva Vianco e Antônio Agu;
r. alargamento da Av. dos Autonomistas, no trecho da divisa do município, na vila Yara, até a Av. Franz Voegeli;
s. prolongamento das Ruas Ten. Avelar Pires Azevedo até R. Dionísio Camargo e Pedro Fioreti até a Av. Santo Antonio;
t. complementação do calçadão da R. Antônio Agu até a Av. dos Autonomistas;

II - Sistema de Transportes

Art. 17. As recomendações de intervenções físicas no sistema de transportes públicos do município, elencadas a seguir, representam ações prioritárias, a serem desencadeadas a curto e médio prazo, que se incorporarão ao Plano de Tráfego e Transporte Urbano do Município, de abrangência maior, e servirão de suporte físico ao desenvolvimento e melhoria do tráfego na cidade e da operação com eficiência, segurança e conforto do transporte coletivo público:

a. gestões junto ao Governo do Estado para a reformulação, adequação e/ou ampliação das estações de passageiros da CPTM no território de Osasco, em especial a reconstrução da estação Gen. Miguel Costa (Km 21), incluindo, em todas, acessos a portadores de deficiências e preparando-as para integração modal efetiva;
b. implantação, em convênio com o Governo do Estado, de estação de passageiros da CPTM na face sul da estação Presidente Altino, interligada por passarela em área paga, criando com isso, a estação Continental, que atenderá ao parque Continental, Jaguaré, Jardim Wilson, Vila Yara, São Francisco e universidades;
c. implantação, em convênios com o Município de Carapicuíba e com o Governo do Estado, do terminal rodoviário de integração intermodal do Km 21, junto à estação Gen. Miguel Costa, em Quitaúna;
d. implantação em convênio com o Governo do Estado, dos terminais rodoviários urbanos e metropolitanos Osasco Sul e Osasco Norte da EMTU, nas praças Antônio Menk e Padre Cícero, interligados entre si, com a estação Osasco da CPTM e com a Estação Rodoviária Municipal;
e. implantação, em convênio com o Governo do Estado, de terminal rodoviário urbano junto à estação Comandante Sampaio da CPTM, no Km 18;
f. implantação de terminal rodoviário urbano no extremo sul do município, junto ao Jardim Santa Maria, permitindo a interligação adequada desse quadrante da cidade aos sistemas de transportes coletivos local e metropolitano;
g. elaboração de estudo de viabilidade técnica-econômica-financeira para a implantação de sistema de transporte coletivo de média capacidade, do tipo VLT - Veículo Leve sobre Trilhos, ou similar, ligando a região sul do município à estação Comandante Sampaio da CPTM, no Km 18 e desta, à região industrial no norte do município;
h. elaboração, em cooperação com o Governo do Estado, de estudo de viabilidade para implantação de estação de integração intermodal entre a hidrovia do rio Tietê e o sistema rodoviário, em especial o Rodoanel Mário Covas.



Segue mapa, onde complementei as informações já presentes. Os pontos verdes são terminais rodoviários urbanos, o ponto rosa sobre o Rio Tietê é a integração hidrovia/rodoanel e as linhas maiores (com localização das estações aproximada) são linhas de VLT:



linha 1-vermelha: liga o norte de Osasco (Helena Maria) até o sul (Santa Maria), passando por bairros importantes como Piratininga, KM18, Jardim das Flores, Cipava e Novo Osasco. Além disso interliga terminais como Helena Maria, Novo Osasco, Santa Maria e Comandante Sampaio. Também passa pela Catedral e pela FITO. Essa linha é a linha já prevista no Plano Diretor, mas me inspirei em alguns detalhes pela mapa feito por Edu de Oz. Tem 2 conexões com a linha 4-marrom, 1 com a 2-roxa e 1 com a 3-amarela.

linha 2-roxa: liga o bairro dos Remédios no nordeste de Osasco até o Jd. Santo Antônio, no sudoeste. Tem 2 conexões com a linha 4-marrom, 1 com a 3-amarela e 2 com a 1-vermelha. Além disso, tem conexão com as linhas B e C da CPTM em Osasco. Ela passa pela Avenida Bussocaba (que tem nomes diferentes em cada trecho), importante eixo de ligação entre o centro e o sul de Osasco. Aliviará todo o caos que a Cidade de Deus traz, passando também pelo Powercenter e cruzando a Autonomistas.

linha 3-amarela: liga a Vila Yara, na divisa com SP até a Estação General Miguel Costa, na divisa com Caracas City. O traçado lembra o que a própria linha B faz, porém a Estação Presidente Altino e Continental são muito distantes do terminal rodoviário Amador Aguiar e adjacências. Além disso, atende a região das universidades, Powercenter e principais ruas do centro de Oz, através da Autonomistas, nossa Avenida Paulista, centro de serviços. Também atende o museu de Osasco e continua rumo ao Oeste, até atingir Comandante Sampaio onde vai praticamente paralela à linha B até seu destino final, junto ao Rodoanel. Tem 1 conexão em cada uma das outras linhas.

linha 4-marrom: liga Santa Maria no sul até Remédios no nordeste. Precisa ser construída para ocupar as áreas que as outras linhas não atendem, e também atuar como integradora. Tem 2 conexões com a linha 1-vermelha, 1 com a 3-amarela e 2 com a 2-roxa. Atende regiões densamente populosas, mais periféricas.

As estações sem nomes eu não tenho a mínima idéia de como podem se chamar. Fiquem à vontade para perguntar, sugerir, fazer críticas..

Last edited by OsascoStation2007; March 3rd, 2008 at 04:32 AM.
OsascoStation2007 no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 01:01 AM   #14
Ramos
Brasil-Belindia é aqui
 
Ramos's Avatar
 
Join Date: Dec 2006
Posts: 7,651
Likes (Received): 1748

Ainda com essa obsessão compulsiva por metrô em Osasco?

Osasco nunca terá metrô ou VLT por diversos motivos:

-Não há demanda para tal tipo de serviço;

-O investimento é muito grande e não justifica tal obra;

-Existem obras mais prioritárias para o governo de São Paulo


Além disso a cidade não tem capacidade de gerir o deficitário transporte coletivo, prova disso foi o desmantelamento da CMTO.

Dívidas e sucateamento da frota vão tirar ônibus da CMTO das ruas de Osasco


Jornal Página Zero em 11 de agosto de 2006

O prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT), conseguiu aprovar na Câmara Municipal um projeto de lei que se transformou na Lei nº 4.060/2006, que “dispõe sobre a reestruturação da Companhia Municipal de Transportes de Osasco – CMTO e altera a Lei nº 1.864/85, que autoriza a criação da empresa e dá outras providências”. Só dois vereadores, Sebastião Bognar (sem partido) e Oswaldo Vergínio (PPS) votaram pela não aprovação da reestruturação.
Segundo o artigo 3º da nova lei, a diretoria da CMTO, cujo capital social de R$440 mil pertence 99,92% à Prefeitura do Município e 0,08% a acionistas minoritários, teria prazo de 180 dias para apresentar à Assembléia Geral a proposta de reestruturação. Mas as principais medidas já foram tomadas, “porque a diretoria tem legalmente essa autonomia”, justificou o presidente da empresa, Fernando Rodolfo Montini.
Com a reestruturação, a CMTO deixa de operar o transporte coletivo de passageiros no município e irá leiloar o atual patrimônio. Os itinerários hoje operados pela empresa serão assumidos pelas empresas privadas concessionárias do serviço em Osasco. “Ficaremos apenas como gestores do sistema”, reforçou Montini. O prefeito delegou para a CMTO a “manutenção, ampliação, fiscalização e remodelação dos serviços de transportes coletivos de passageiros”, de acordo com a Lei 4.060.
A empresa já publicou edital anunciando o leilão dos ônibus que formam a atual frota. Além de 44 ônibus, a CMTO tem sete veículos leves. “Totalmente sucateados e sem condições de prestar um serviço de qualidade mínima para os usuários do sistema”, constatou o presidente da empresa. Na entrevista exclusiva para o Página Zero Montini revelou seu otimismo com as mudanças. “Tiraremos 35 sucatas de circulação e no próximo dia 18 as concessionárias acrescentarão 35 ônibus totalmente novos, que entram em operação no dia 20”, explicou. “Quem paga passagem precisa ter melhor custo-benefício”.

Cronicamente inviável

A razão fundamental para o prefeito Emidio determinar a reestruturação da CMTO foi “estritamente técnica e embasada em parecer de uma consultoria, que diagnosticou que a companhia tinha pouquíssimo poder de reversão de seu quadro econômico financeiro”, explicita um resumo de explicações enviado por Montini para a reportagem. Perguntado, ele afirmou achar irrelevante revelar qual empresa realizou a consultoria.
“Herdamos uma situação praticamente irreversível, com um montante de R$20 milhões de passivo (dívidas), frota velha e sucateada, além de acúmulo de prejuízos todo ano”. Segundo Montini, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, que audita as empresas públicas, apontou que o grau de insolvência da CMTO revela incapacidade de liquidação das dívidas. “Para cada R$1,00 de dívida, a empresa teria R$0,01 para saldá-la. Portanto, foi de extrema responsabilidade a decisão ora tomada”, defendeu o presidente da empresa.
Oswaldo Vergínio não se interessou em revelar as razões de seu voto contrário. Já Sebastião Bognar, em contato com a reportagem, opinou que achou a Lei nº 4.060/2006 “muito genérica. Faltou detalhar o que será feito com os ativos e como será feito, tanto o material como o humano”, disse. “A aprovação da lei foi um cheque em branco para o presidente da CMTO”. Bognar é de opinião de que o melhor “seria aperfeiçoar a empresa, investir mais nela. Não houve oportunidade para discussão do projeto aqui na Câmara”, lamentou.
O vereador Cláudio Piteri (PSDB) manifestou preocupação com o destino e os direitos trabalhistas dos funcionários da CMTO. Ele apresentou na Câmara o Requerimento n.º 15/05, pelo qual solicita informações sobre exoneração de funcionários da CMTO e respectivo pagamento das rescisões quando o PT assumiu a administração. “Não pagaram os direitos trabalhistas dos funcionários e nem responderam ao meu requerimento até agora”, disse Piteri à reportagem do Página Zero. Ele disse temer que isso possa se repetir agora. O jornal tentou saber a posição do Sintrasp (Sindicato dos Trabalhadores em Serviços Públicos Municipais de Osasco e Região), ouvindo seu presidente, Jessé de Castro Moraes, que não deu retorno às ligações dos repórteres.

Ramos no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 01:10 AM   #15
OsascoStation2007
Land of the 1st flight
 
OsascoStation2007's Avatar
 
Join Date: Jan 2007
Location: Osasco - SP
Posts: 3,892
Likes (Received): 437

Primeiramente não é obsessão compulsiva, é uma necessidade da população. Só ela sabe. Em segundo lugar obviamente há demanda, não somente por observações visuais mas também pelo fato de estar no Plano Diretor. Não pode estar lá à toa. Muitas coisas do Plano Diretor já foram feitas ou estão sendo feitas. Neste momento não estou cogitando metrô, pois já vi vários afirmando que o metrô atende somente SP, mesmo a Estação Tabõao tendo sido parte dos planos da linha 4. Estou falando de VLT, de Osasco mesmo, independente de SP, tanto que não ultrapassa as divisas. VLT em superfície com pequenos elevados onde for necessário. Os governantes sabem da capacidade de Osasco, e suas necessidades. As coisas podem não sair, ou demorar, mas não será por não-necessidade.
OsascoStation2007 no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 04:39 AM   #16
serbsil
BANNED
 
Join Date: Jul 2006
Location: São Paulo
Posts: 208
Likes (Received): 0

Por enquanto, algo como o corredor São Mateus-Jabaquara, ou até nos moldes dos corredores de SP é melhor que VLT em Osasco.

Três linhas de Osasco já trafegam em corredores de São Paulo (231TRO, 231BI1 e 231BI2), todas com destino ao Metrô Armênia.

O consórcio Anhangüera, através das viações Urubupungá e Cidade de Caieiras têm ônibus adaptados com porta do lado esquerdo para tal. E já vi alguns deles circulando em "linhas normais", como as que vão para a Lapa.

As linhas B e C já suprem a maior parte da necessidade de grandes deslocamento em Osasco, pelo menos no eixo Leste-Oeste da cidade.
serbsil no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 04:43 AM   #17
OsascoStation2007
Land of the 1st flight
 
OsascoStation2007's Avatar
 
Join Date: Jan 2007
Location: Osasco - SP
Posts: 3,892
Likes (Received): 437

o que está em pauta são os deslocamentos dentro do município, e como sempre digo, ônibus são lentos, poluentes, de baixa capacidade e já temos demais deles circulando por aí.
OsascoStation2007 no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 05:19 AM   #18
serbsil
BANNED
 
Join Date: Jul 2006
Location: São Paulo
Posts: 208
Likes (Received): 0

por isso que citei o corredor São Mateus-Jabaquara, e os veículos com porta à esquerda de Osasco que circulam aqui em Sampa.

Acho que corredores de ônibus ou trólebus, com a devida troncalização das linhas, pode resolver grande parte dos problemas de deslocamentos internos.

Apesar de já não ser tão eficiente, devido à idade do sistema, o sistema de Curitiba é um bom exemplo, assim como o Transmilênio (não lembro se é em Bogotá ou em Caracas), para Osasco. De quebra, poderiam fazer acordos com as cidade vizinhas e com a EMTU para fazerem o corredor.
serbsil no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 05:53 AM   #19
OsascoStation2007
Land of the 1st flight
 
OsascoStation2007's Avatar
 
Join Date: Jan 2007
Location: Osasco - SP
Posts: 3,892
Likes (Received): 437

Osasco já tem quase 1 milhão de habitantes, não dá pra ficar colocando corredor de ônibus e achar que vai resolver nossos problemas. Osasco é uma cidade jovem e não deveria cometer o mesmo erro que tantas outras, bem mais antigas. Já temos várias linhas de ônibus, mas estas ficam saturadas nos horários de pico e o centro e regiões próximas tem trânsito caótico em horários de pico e dias de chuva. Não dá mais, queremos qualidade de vida, precisamos de meios de transporte eficientes, rápidos, menos poluentes e que levem mais pessoas ao mesmo tempo. Só assim deixaremos nossos carros em casa para irmos para distâncias médias e curtas. Além disso, vou complementar meu mapa com ciclovias e bike stations.
OsascoStation2007 no está en línea   Reply With Quote
Old March 2nd, 2008, 06:04 AM   #20
pdm
Registered User
 
pdm's Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: São Paulo
Posts: 1,015
Likes (Received): 1

Quote:
Originally Posted by Osasco Station View Post
Você tem idéia do que se trata o item b?
Pelo mapa, a impressão que dá é que querem abrir um acesso sul a Pres. Altino via passarela e chamar isso de Estação Continental... Veja:

pdm no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:44 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu