daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Continental Forums > Africa > Southern Africa > Angola > Projectos e Construção > Projectos do Resto do País



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old September 17th, 2007, 08:29 PM   #1
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Huambo | Reconstrucão da Cidade | Masterplan



Huambo before the war rolled over the city































university and colleges in the background





Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old September 17th, 2007, 08:35 PM   #2
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

NOW RECONSTRUCTION NEWS

...the cost of the reconstruction of this once charming city in central Angola have been put at $800 million, only city centre...In my eyes this is under-estimated, the reconstruction will most likely swallow billions of US Dollars. Remember Huambo is among the cities that was hardest hit by the war.



Quote:
Governo precisa de 800 milhões de dólares para a reconstrução do Huambo

29 de Novembro de 2004

A reconstrução da cidade do Huambo vão custar 800 milhões de dólares norte-americanos.
A revelação foi feita à Rádio Nacional de Angola, pelo Governador Provincial do Huambo, Engenheiro Paulo Kassoma.

De acordo com o governador, os recursos a serem alocados no processo de reconstrução serão locais, e ainda os de âmbito central, que incidem na província, bem como dos parceiros do governo, entre eles, o Fundo de Apoio Social e outras Organizações Não Governamentais.

Paulo Kassoma, disse também que a circulação ferroviária constituiu um ponto para o desenvolvimento da província. Para o governador, com o comboio a circular na província, será um grande estimulo para o investimento privado no Huambo e o aumento de mais postos de emprego aos cidadãos locais.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2007, 08:46 PM   #3
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Street reconstruction in Huambo is well underway (street network will span 200 km!!!)...Also suburban areas are included. A cement factory spews out 50 tons of cement an hour

Reabilitação das ruas da cidade do Huambo termina em 2008


Quote:
Huambo, 24/07
A reabilitação das ruas da cidade do Huambo iniciada a quatro meses pela Brigada de Construção e Obras Militares (BCOM), afecta à Casa Militar, tem a sua conclusão prevista para finais do próximo ano, disse hoje, nesta cidade, o governador da província, António Paulo Kassoma.

Segundo o governante, para o cumprimento cabal do prazo da execução da empreitada, numa extensão de cerca de 200 quilómetros, juntaram-se agora outras duas empresas, nomeadamente a Monte e Monte e Mota-Engil.

Sem avançar o montante empregue na obra, António Paulo Kassoma acrescentou que a cidade do Huambo é grande e a reabilitação vai abranger não só os principais troços das artérias da circunscrição como também os das zonas suburbanas.

A intervenção destas empresas as ruas da cidade do Huambo compreendem a substituição do tapete asfáltica degradado.

Para o abastecimento em asfalto às obras de reabilitação das vias da cidade do Huambo, a BCOM instalou na região uma central asfáltica com capacidade de produção de 50 toneladas por hora.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2007, 08:57 PM   #4
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

New Huambo Hospital

Photo taken in 2005

image hosted on flickr
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 17th, 2007, 10:09 PM   #5
ekuikui
Registered User
 
Join Date: Jun 2007
Posts: 282
Likes (Received): 39

The reconstruction of Huambo is real, I was there last June and i was happy to see that the government has already started to work.
Most of the public roads have or are being fixed, and the national roads to Huambo are much better, now you can go to Huambo without going to Lubango or Benguela first.
Btw I know that the biggest Shoprite and Maxi in Angola are going to be in Huambo and they were already u/c. Both of them are being built on the way from the airport to the city.
I strongly believe that Huambo will be a great city again!!!
ekuikui no está en línea   Reply With Quote
Old September 20th, 2007, 07:38 PM   #6
skytrax
Big boss!
 
skytrax's Avatar
 
Join Date: Nov 2006
Location: Luanda
Posts: 21,140
Likes (Received): 1488

Quote:
Originally Posted by ekuikui View Post
The reconstruction of Huambo is real, I was there last June and i was happy to see that the government has already started to work.
Most of the public roads have or are being fixed, and the national roads to Huambo are much better, now you can go to Huambo without going to Lubango or Benguela first.
Btw I know that the biggest Shoprite and Maxi in Angola are going to be in Huambo and they were already u/c. Both of them are being built on the way from the airport to the city.
I strongly believe that Huambo will be a great city again!!!
Great news
__________________
"I am not a saint, unless you think of a saint as a sinner who keeps on trying" (Nelson Mandela)

Angolan Forum | Luanda pictures | my World Trip

~> SkyscraperCity Angola on Facebook <~
skytrax no está en línea   Reply With Quote
Old September 22nd, 2007, 12:32 PM   #7
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

The new article is quite revealing about the (re)construction work going on there...

it the past it was planned to transform Huambo into the capital of Angola. The city is already 95 years of age.

Airport modernization, an industrial park, a new Angolan hypermarket, new sport facilities, restauration of old buildings and restauration of all the buildings along the avenues of the city (started two years ago), the 200 km new roads with new street illumination, new banking institutes open, new credit systems are installed, the new hospital and restauration of the old hospital for multi-million of dollars have started since 2006, hospitals will be equipped with top-notch facilities, new portable drinkable water lines are laid, massive work has started on electricity generation, the government wants Huambo to have stable electricity supply in three years time, rehabilitation of universities and academic intitutes is on going etc, room for new factories is provided etc, some have already popped up.... just read it in detail!


Huambo 95 anos: Da resistência aos passos rumo ao desenvolvimento

Quote:
Huambo, 21/09 - No dia 21 de Setembro de 1912, na região do planalto central de Angola, era fundada a cidade de Nova Lisboa, hoje designada Huambo, pelo então governador geral da província ultramarina de Angola, José Mendes Ribeiro Norton de Matos, através da portaria Nº 1040.

O nome Huambo tem na sua origem um caçador identificado por "Huambo-Kalunga", oriundo da região do Kwanza Sul, que se instalou em Muangunja, povoado municipal da Caála.

Algumas fontes sustentam que não foi esse forasteiro que ofereceu resistência à ocupação colonial nos fortes combates travados nas pedras de Ganda, Kawe e da Kissala, que culminaram com a tomada do planalto central de Angola.

Bibliografias referem que foi Livongue, um guerreiro destemido que infligiu vários golpes às forças coloniais portuguesas, sobretudo às de avanço da terceira coluna do Sul, comandada por Teixeira Motinho que, em 1902, e depois de ter vencido Livongue, começou a ocupar o Planalto Central de Angola, dando início a colonização desta parcela do território angolano.

Consumada a ocupação da região e fundada a cidade do Huambo, o poder colonial tinha a intenção de fazer desta importante urbe a capital de Angola, um projecto que não vincou pelo facto de a circunscrição não possuir saída directa para o mar.

Neste percurso de existência, a cidade do Huambo conheceu vários períodos de transformação, quer em termos de retrocessos como de avanços no seu desenvolvimento multifacético, salientando-se o recém terminado conflito armado que destruiu quase 95 porcento da sua então portentosa infra-estrutura económica, social e produtiva.

Hoje, com pouco mais de um milhão e 235 mil habitantes, a cidade do Huambo e arredores, embora a passos lentos, todavia seguros, fruto da paz reinante no país, trilha pelo caminho do desenvolvimento, conquista que está a ser alcançada mercê dos esforços da sua população, decididamente apoiada pelo Governo central, o executivo provincial, a classe empresarial e outros agentes que querem ver renascer a urbe das cinzas deixadas pela guerra.

Apesar das inúmeras dificuldades e das marcas da guerra, o Huambo, por mérito próprio, continua a ostentar a honrosa classificação de segunda maior cidade de Angola, depois de Luanda, com os seus habitantes a manterem a esperança de que, num futuro não longínquo, a urbe possa recuperar o lugar de segundo parque industrial do país, lugar que sempre lhe esteve reservado no contexto do desenvolvimento e da promoção socio-económica das populações de Angola.


Para citar alguns exemplos, referimos que de Janeiro a Agosto deste ano a cidade ganhou vários empreendimentos socio-económicos, entre os quais se destacam um pavilhão ginmo-desportivo multiuso, com capacidade para duas mil e 1500 pessoas, e viu recuperadas e modernizadas importantes infra-estruturas hoteleiras como o "Hotel Roma", com 64 quartos. Assiste-se actualmente a reabilitação das suas ruas e avenidas e a significativa melhoria dos serviços de iluminação pública.

A cidade ganhou um supermercado de grande dimensão da rede "Nosso Super", localizado na ex-zona industrial de São Pedro, e foram reabilitados o Palácio do governador da província, o edifício das direcções executivas provinciais e a aerogare do aeroporto "Albano Machado". Viu requalificado o largo "Doutor António Agostinho Neto" - ex 11 de Novembro - um dos principais motivos de atracção dos citadinos.

O governo provincial, através do seu programa "Huambo Cimento e Tinta", desenvolvido há mais de dois anos, leva a cabo trabalhos de melhoria da imagem das residências e edifícios localizados ao longo das principais avenidas e ruas da cidade, de forma a, paulatinamente, ir eliminando os sinais deixados pela guerra e mudar a imagem da urbe.

Na cidade do Huambo funcionam agências dos bancos Nacional de Angola (BNA), Poupança e Crédito (BPC), Internacional de Crédito (BIC), Fomento de Angola (BFA), Africano de Investimento (BAI), Sol e Keve, todas envolvidas directamente nas acções de impulso ao desenvolvimento da província, através da concessão de créditos que desempenham um importante papel na recuperação do tecido económico, produtivo e social da região.

Está em curso, desde finais de 2006, a reabilitação do hospital central do Huambo, dotando-se de uma capacidade para 800 camas, num esforço do Governo avaliado em mais de 36 milhões e 520 mil USD. Após a conclusão destas obras, a unidade hospitalar será de referência e estará equipada com meios técnicos suficientes para atender a necessidades de toda a província e da região vizinha do Bié.

Nos arredores da cidade estão igualmente em curso várias obras de referência. Destaque para a construção de um hospital municipal e um centro de saúde moderno.

Em fase de conclusão encontra-se a empreitada de reabilitação do sistema de captação e tratamento de água potável, a partir do rio Culimahama, numa acção que vai custar aos cofres do Estado mais de 19 milhões de dólares norte-americanos. Esta empreitada, que teve início em meados de 2006, deve terminar em Outubro próximo.

Incluiu a substituição de 110 quilómetros de conduta de água para distribuição de água
, construção de 45 chafarizes nos bairros periféricos, além da reabilitação da própria central de captação e tratamento, onde estão a ser instalados novos equipamentos. Isso permitirá que a cidade atinja uma produção de mil e 360 metros cúbicos de água/hora, contra os actuais 680, correspondentes a apenas 23,4 porcento das capacidades reais.

Apesar de o abastecimento de corrente eléctrica à cidade, a partir da central do Benfica, ser considerada ainda "deficiente", reconhece-se que a situação da produção de electricidade poderá ficar completamente resolvida dentro de pouco mais de três anos, com a reabilitação e modernização da barragem Hídrica de Ngove (Caála), actualmente redimensionada para servir as províncias do Huambo, Bié e parte de Benguela.

As insuficiências de electricidade e de água canalizada até aqui vividas são normalmente apontadas como os principais empecilhos à concretização de ambiciosos programas de recuperação de algumas industrias do ramo pesado, sobretudo localizadas nas zonas industriais da Cuca e de São Pedro, nos arredores da cidade.

Para a satisfação da população da cidade e da província no geral, estão em funcionamento as fábricas de refrigerantes “Sefa”, de montagem de motorizadas e bicicletas “Ulisses”, de produção de colchões de esponjas, algumas indústrias de serralharia, carpintaria, panificação, oficinas auto, isto sem falar de uma rede comercial em pleno reflorescimento e desenvolvimento.

Em termos académicos, a população da cidade do Huambo continua a aguardar pela reabertura do núcleo da Faculdade de Medicina. No entanto, já beneficia dos serviços das instituições de ensino superior de Direito, Economia, Ciências da Educação e Ciências Agrárias. A cidade conta ainda com um Instituto Médio Agrário construído de raiz na localidade do Ndango, a cerca de nove quilómetros do centro urbano.

Estão em curso a criação de condições técnicas-materiais e humanas para a instalação da Universidade Pública do Planalto,
que vai servir também a vizinha província do Bié, num esforço tendente a tornar esta cidade num dos principais centros académicos do país, categoria que, sem receios, já teve até 1992, altura da eclosão da guerra pós-eleitoral.

Com estas e outras tantas conquistas alcançadas e em perspectiva, o sentimento de cepticismo de alguns citadinos vai se reduzindo e aumenta a cada dia que passa a confiança num futuro promissor e na recuperação infalível do "Huambo Cidade Vida".

Por: Custodia Sinela
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 23rd, 2007, 09:17 PM   #8
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

GRUPO IMOCOM with their Angolan subsidiary have started to construct real estate projects in Huambo

All is currently under construction

A new huge state-of-the art urban complex consisting of residences, offices and a luxury hotel



Quote:
W Office / W Residence / Hotel Huambo

A marca W da Imocom Imobiliária chega a Angola com o lançamento de um grande complexo urbano ao nível das maiores cidades do mundo.

São três blocos, um de escritórios, um de habitação e um magnífico hotel, com zona de lazer com piscina, esplanadas, áreas comerciais e espaços verdes.

O cunho de modernidade que a marca W oferece em outros lugares do mundo, vai poder ser vivido no Huambo, com uma excelente localização junto ao jardim, Cidade Alta.
Quote:
Fábrica das Águas do Alto Hama
Huambo
A Imocom Indústria numa perfeita complementaridade com as empresas do grupo em Angola reactivou a fábrica de Águas do Alto Hama.

Um forte investimento que permitiu recuperar a produção de uma água que é considerada a mais pura de Angola e que já foi líder deste Mercado.
a residential development



Quote:
Casas do Planalto
Huambo
Viver no Huambo assume uma nova modernidade no inovador loteamento habitacional localizado no Kapango Urbano, Cidade Alta.

São 23 lotes para moradias unifamiliares com os mais elevados padrões de qualidade, desde o projecto á construção. Disponíveis nas tipologias T4 e T5, estas moradias possuem estacionamento privativo, zona ajardinada e piscina.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 28th, 2007, 10:49 PM   #9
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Photos of a new puclic park







seems to be a new café




a little bit outside

Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 28th, 2007, 11:24 PM   #10
Hammelkar
Be Your Self
 
Join Date: Jan 2006
Location: Luanda
Posts: 754
Likes (Received): 43

Good job Matt!! i wonder who are ur sorces.
Hammelkar no está en línea   Reply With Quote
Old September 29th, 2007, 12:49 AM   #11
ekuikui
Registered User
 
Join Date: Jun 2007
Posts: 282
Likes (Received): 39

O parque na primeira fotografia e o Granja este complexo foi antes gerido pela SONANGOL mas agora foi entregue ao governo provincial, outro parque que iria dispertar interesse e a estufa da cidade do Huambo, de momento este parque esta a ser reparado, espero que as fontes do Matt consigam fotos das obras na estufa e no predio da lagoa (penso que sera um hotel). Quanto ao cafe, penso que nao e assim tao novo, deve ter sido aberto a quase um ano ja ou mesmo mais, este e um dos cafes mais populares da cidade, a maior parte dos clientes sao descendentes de portugueses e as vezes mesmo tem-se a sensacao de estar em Portugal quando se esta no Novo Imperio.
ekuikui no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2007, 03:54 PM   #12
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Thousands of more communication lines are installed for Huambo

http://www.angolaacontece.com/full.php?id=2691
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old September 30th, 2007, 07:45 PM   #13
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Huambo early 70´s








a building u/c



Please, Ekuikui has the train service been rehabilitated in the meantime?






PS: Believe me guys, I sincerly wish that Huambo gets the nice, thriving and clean city it once was in the future!
It is so easy to find old pics on the net but new ones - especially those of reconstruction - are very hard to get hold of....we need someone from Huambo to keep us updated.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old October 1st, 2007, 02:24 PM   #14
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Huambo: Agrónomo defende ressurgimento do curso de silvicultura

Quote:
Huambo, 29/9 – O agrónomo António Teixeira defendeu, na comuna da Calenga, província do Huambo, a urgente necessidade do governo investir na criação de condições para o ressurgimento do curso de silvicultura, tendo em conta a sua importância nesta era de reconstrução do país e da recuperação da fauna e da flora.

Falando numa palestra sobre “os solos da Província e suas Potencialidades, na feira agro-pecuária que congrega produtores, criadores e futuros engenheiros agrónomos, António Teixeira referiu que a exploração agro-pecuária usa o solo como substrato natural para a implementação das mais variadas actividades, daí o interesse, a necessidade e a importância de falar-se deste recurso.

Encorajou os agricultores e os investigadores a apostarem na exploração de culturas adequadas às condições da província.

Disse que o respeito pelo ambiente é uma garantia de recursos não renováveis para as gerações vindouras.

Por outro lado, apelou a comunidade científica a aprofundar os estudos sobre as possibilidades que os solos desta província oferecem, produzindo cartas de solos.

A feira agro-pecuária termina domingo.
Huambo: Apresentada direcção do centro de melhoramento genético animal

Quote:
Huambo, 30/09 – Os membros da direcção do centro de melhoramento genético animal construído a sete quilómetros da comuna da Calenga, município da Caála foram apresentados sábado pelo Governo local e deverá entrar em funcionamento em Outubro próximo.

Ernesto Tchiteculo é o director geral da instituição, Victorino Félix Chilingutila o responsável pela área da administração e finanças, enquanto Alcino Manuel Saengue e Paulo Morgado foram nomeados para os sectores técnico e de informação, respectivamente.

Formados em Portugal, França, Brasil e Angola, os jovens terão a missão de conduzir o programa de melhoramento genético animal denominado "Huambo-Gen", cujo projecto é uma parceria público-privada.

Fazem ainda parte deste grupo, entre outros auxiliares, Aznam Queiroz, José Manuel dos Sanos, Moisés Soares, Guilherme dias Manuel, todos estudantes finalistas do curso de agronomia na faculdade de Ciências Agrárias e formados em inseminação artificial no Brasil e em Angola.

O programa Huambo-Gen visa melhorar as raças de gado bovino local, com vista a aumentar as habilidades reprodutivas dos animais e a produção de carne, através das técnicas de inseminação artificial, transferência de embriões e monta directa.

A capacitação dos criadores e dos camponeses é outro dos objectivos preconizados pelo Centro de melhoramento genético animal, segundo afirmou o governador do Huambo, Paulo Kassoma, que se manifestou preocupado com a baixa reprodução do gado bovino desta região.

Salientou que para além da actividade fixa da instituição, serão ainda criadas equipas moves de inseminadores que irão deslocar-se as comunidades, explicar os objectivos deste programa e inseminar as vacas dos criadores familiares com vista a fomentar a actividade pecuária de forma sustentável.

Para o arranque do programa "Huambo-Gen", o governo adquiriu 316 cabeças de gado bovino do Brasil, da raça Nelore, das quais 129 estarão em serviço do centro e outros serão distribuídos aos sócios das pecuárias, que vão beneficiar também de capacitação para melhor praticarem esta actividade.

Os mentores deste programa perspectivam uma reprodução anual de dez mil e 800 cabeças de gado melhorado, uma meta que exigirá dos empresários investimentos para a criação de matadouros, talhos de revenda de carne, indústrias transformadoras de produtos de origem animal e outros serviços afins.


Huambo: Leilão de gado bovino rende mais de 100 mil dólares norte-americanos


Quote:

Venda de gado bovino no segundo leilão da Feira Agro-pecuária do Huambo rende USD cento e oitenta e sete mil


Huambo, 30/09 - A venda de gado bovino no segundo leilão da Feira Agro-pecuária do Huambo rendeu, sábado, cento e oitenta e sete mil dólares norte-americanos (USD).

O valor foi arrecadado na comercialização de 17 lotes de animais perfazendo um total de 91 cabeças de gado das fazendas Sulcarnes da localidade de Calueque (Cunene) e Tchissola IV (Huambo).

O maior lance custou 43 mil dólares norte-americanos e o menor ficou avaliado em três mil e duzentos USD.

Entre os compradores destacaram-se os pecuariastas do Huambo, Júnior Vinevala, Luís Neves, Afonso Hossi e Beto Cafoia, que afirmaram a Angop estarem dispostos a juntar-se aos esforços do governo para o crescimento da pecuária na região.

Na ocasião, o governador do Huambo, Paulo Kassoma, comprou um lote de sete vacas da raça Bonsmara que em seguida ofereceu a Associação dos Jovens Empresários do Bailundo.

A associação dedica-se a produção agrícola, pecuária e comércio. Numa recolha de donativos financeiros, aos participantes, criada em torno do leilão, foi oferecido ao lar de crianças órfãs "Criança Feliz" um touro da raça Santa-Getrudes avaliado em oito mil 700 dólares norte-americanos.

O primeiro leilão aconteceu no dia 23 de Setembro, sendo o valor arrecadado avaliado em 258 mil USD em 18 lotes, o lance mais caro foi vendido a 115 mil USD.

A Feira Agro-pecuária do Huambo encerra hoje (domingo) com actividade musico-cultural. Estarão na Calenga, local do evento, os cantores Carlos Burity, Matias Damásio e músicos locais.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old October 1st, 2007, 02:26 PM   #15
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

That´s lovely news here.

Huambo: Governo Central quer recuperar o parque industrial da Província

Quote:
Huambo, 30/09 - O governador do Huambo, Paulo Kassoma, disse hoje, domingo, que o governo central está a trabalhar com vista a recuperação do parque industrial da província que dirige.

Em declarações à imprensa, no âmbito do Projecto jornalístico "Andar o Pais", Paulo Kassoma afirmou que uma das tarefas fundamentais, para atingir esse fim, consiste na reabilitação da barragem hidroeléctrica do Gove, que fornecerá a energia eléctrica a cidade do Huambo.

Segundo o governante, um projecto e o referido concurso público para a reabilitação da barragem do Gove foram apresentados, esperando-se que as obras tenham início no próximo mês de Novembro.

Para Paulo Kassoma, torna-se urgente a recuperação do parque industrial da província de Huambo como forma de tornar mais baratos os produtos, diminuir as importações e permitir a poupança de divisas.

Questionado sobre a iluminação pública da cidade de Huambo, o governador referiu que “se registaram significativos avanços” que são visíveis para quem percorre a cidade no período nocturno, estando a trabalhar-se actualmente no sentido de se iluminar a via que liga a cidade do Huambo ao município da Caála.

A província de Huambo já possuiu o segundo maior parque industrial do país, estatuto que, de acordo com Paulo Kassoma, quer voltar a conquistar, que começa com a reabilitação, primeiro, da barragem do Gove.

O governador deu a conhecer, por outro lado, que para além do apoio das estruturas centrais, conta com o auxílio de empresas privadas e da sociedade civil, destacando o grupo empresarial Valentim Amões que patrocinou a instalação de semáforos nas ruas da cidade do Huambo.

Sobre a questão habitacional, o alto mandatário do Huambo deu a conhecer que estão neste momento em construção de residências para técnicos em todos os municípios da província.

Actualmente, segundo o governador, os técnicos do sector da educação já estão a beneficiar deste projecto, “uma vez que cada nova escola construída na província, contempla a residência para o director e para os professores”.

Sem mencionar o número de residências em construção, Paulo Kassoma admitiu serem (as residências) insuficientes, dado o universo de novos quadros que a província necessita para o seu desenvolvimento acelerado que se pretende.

Disse, por outro lado, que o executivo que dirige está a trabalhar no sentido de reabilitar o sistema de abastecimento de água potável, como forma de evitar que a população continue a consumir este liquido distribuído em cisternas.

Paulo Kassoma disse que o governo que dirige trabalha “para apagar a imagem que está a ser difundida por diversos meios de comunicação social segundo a qual a população do Huambo consome água imprópria”.

A caravana jornalística " Andar o pais" é um projecto da Luanda Antena Comercial ( LAC) e fazem parte da mesma jornalistas de vários órgãos públicos e privados e vai percorrer 13 províncias de Angola e visa essencialmente demonstrar que é possível viajar por via terrestre por todo o território nacional.
Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old October 3rd, 2007, 12:55 PM   #16
Matthias Offodile
Registered User
 
Matthias Offodile's Avatar
 
Join Date: Apr 2005
Posts: 28,698
Likes (Received): 1871

Huambo Pics taken in November 2006

Unfortunately, it rained....and they do not include the new road projects currently undertaken

....but some renovation of buildings and parks are visible







this café and some of the surroundings look new and renovated and automatically fresh and friendly









but there are places that still look devasted, maybe they are renovated by now






contrasts, the small yellow building looks renovated:



see the difference between left and right




Quote:
BEFORE


AFTER but if you strain your eyes, the building is already fenced off, maybe it is getting rehabilitated



Probably new as well....Hotel Riz, funny name for such a place




outside Huambo





private guest lodge (??)



small new developments outside town, maybe agriculture?




inside Huambo again: I love what´s written on the signboard!





Miss Huambo

Matthias Offodile no está en línea   Reply With Quote
Old October 11th, 2007, 02:56 AM   #17
Barragon
Barra for Friends
 
Barragon's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: Barreiro
Posts: 84,167
Likes (Received): 1542

Nice to see Huambo growing from the ashes...

I know a old lady that lives here but she was born in huambo and her house was destroyed

Vamos lá angola a renascer
__________________
::: Portuguese Forum :::

The Latest Photo Reports: Região de Lisboa :: Alentejo

Fat people are harder to kidnap
Barragon no está en línea   Reply With Quote
Old October 11th, 2007, 10:25 PM   #18
ekuikui
Registered User
 
Join Date: Jun 2007
Posts: 282
Likes (Received): 39

Well Matt, I dont know much about the train lines but i know theres a train connection between Huambo and Caala, but i strongly believe that it will be improved soon as these lines are part of the CFB (Benguela's railway System) and the government has intention to connect Angola to Zambia by rail lines. I wish i could say more about it.
ekuikui no está en línea   Reply With Quote
Old October 14th, 2007, 07:01 AM   #19
Jim856796
The Q&A Guy
 
Jim856796's Avatar
 
Join Date: Jun 2006
Location: Citizen of the World
Posts: 7,576
Likes (Received): 189

Some buildings in Huambo that were severely damaged due to the war may be torn down.
Jim856796 no está en línea   Reply With Quote
Old October 14th, 2007, 08:27 PM   #20
ekuikui
Registered User
 
Join Date: Jun 2007
Posts: 282
Likes (Received): 39

Quote:
Originally Posted by Jim856796 View Post
Some buildings in Huambo that were severely damaged due to the war may be torn down.
Yes, thats true. One of then is the "Predio da Fapa", it is going to be torn down and there's even a plan almost approved of the new building that is going to rise there. I know from a very safe source that more than 20 7 stores buildings are going to be built there and the houses will be sold/given for a very symbolic price and they will be for the workers of public sectors. It is the way the government wants to attract "working power" to Huambo. I dont know wich companies are going to build them but im pretty sure they are chinese.
ekuikui no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:02 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu