daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Norte > Projectos



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old March 28th, 2012, 01:40 AM   #1141
Tiago Dias
Tiago Dias
 
Tiago Dias's Avatar
 
Join Date: Nov 2009
Location: Guimarães
Posts: 157
Likes (Received): 7

Quote:
Originally Posted by smasher_marques View Post
Mesmo o departamento informatico da UM vai para Guimarães. Isso de facto não faz grande sentido.
Não me acredito que isso aconteça, porque os do departamento de informática da UM tem um edifício só para eles. Se fosse transferido, que uso dariam ao edifício?

Outra questão seria a possibilidade de haver alguns professores da área da informática fixos no campus de Azurém, visto que tem bastante ligação com muitos dos cursos lecionados em Azurém.
Tiago Dias no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old March 28th, 2012, 03:42 AM   #1142
smasher_marques
Registered User
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 2,404
Likes (Received): 82

Eu não disse que já estavam em Azurém. Mas segundo sei querem fazer isso.

E faz todo o sentido diga-se! Pois tal como diz o Tiago muitos dos profs de LEI tem ligação a outras engenharia que estão precisamente em Guimarães.
smasher_marques no está en línea   Reply With Quote
Old March 28th, 2012, 11:09 PM   #1143
gomesccm
Registered User
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 592
Likes (Received): 46

Quote:
Originally Posted by smasher_marques View Post
Eu não disse que já estavam em Azurém. Mas segundo sei querem fazer isso.

E faz todo o sentido diga-se! Pois tal como diz o Tiago muitos dos profs de LEI tem ligação a outras engenharia que estão precisamente em Guimarães.
Interessante! Já sabes mais que o presidente do DI, o Reitor e eu próprio que trabalho no DI. Interessante, dessa não sabia...
gomesccm no está en línea   Reply With Quote
Old March 28th, 2012, 11:27 PM   #1144
smasher_marques
Registered User
 
Join Date: Mar 2009
Posts: 2,404
Likes (Received): 82

"Segundo sei.." é bem diferente de dizer que é isso que vai acontecer rapaz.
smasher_marques no está en línea   Reply With Quote
Old March 29th, 2012, 01:23 AM   #1145
sjay
Registered User
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 1,755
Likes (Received): 53

boatos... 15 anos depois e continua tudo igual
sjay no está en línea   Reply With Quote
Old March 30th, 2012, 05:19 PM   #1146
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Bosch investe 37,6 milhões em Braga

Quote:
Bosch investe 37,6 milhões em Braga

Projeto de desenvolvimento e industrialização de sistemas de navegação inovadores



Por Redacção PGM 2012-03-29 16:09


A Bosch Car Multimedia vai investir 37,6 milhões de euros, até 2014, num projeto de desenvolvimento e industrialização de sistemas de navegação inovadores, entre os quais um dispositivo para pagamento eletrónico de portagens, foi hoje anunciado.

O Governo acaba de declarar o interesse estratégico do projeto, para efeitos de enquadramento nas tipologias de investimento suscetíveis de apoio no âmbito do Sistema de Incentivos à Inovação.

Nova família de produtos multimédia baseados em ecrãs inteligentes, novo sistema profissional para camiões, novos sensores para sistemas de estabilidade programada e novos controladores eletrónicos são outros dos sistemas que a Bosch Car Multimedia, instalada em Braga, pretende começar a produzir.

O projeto, que tem como parceiro a Universidade do Minho, prevê a constituição de duas novas equipas dedicadas ao desenvolvimento dos novos produtos e das respetivas soluções técnicas de fabrico, num total de 15 postos de trabalho «altamente qualificados».

Com este projeto, a empresa prevê alcançar um volume de vendas de 3,8 mil milhões de euros, em valores acumulados de 2011 a 2018, e um valor acrescentado bruto acumulado no mesmo período de 546 milhões de euros.

A empresa considera que as suas atuais linhas produtivas «não se adequam» às necessidades de fabrico de produtos de superior complexidade, pelo que elaborou um plano de investimentos até 2014 que visa a industrialização de soluções inovadoras de multimédia para veículos automóveis.

Os sistemas de navegação atualmente produzidos, a par dos produtos inovadores que iniciarão a sua industrialização, passarão a representar 65% da faturação da unidade em 2017.

Em contrapartida, ocorrerá um decréscimo significativo da produção de autorrádios, que, tendo representado cerca de 56% do volume de negócios em 2010, deverá baixar para 15%.

A Bosch Car Multimedia emprega atualmente 2.150 trabalhadores.

http://www.agenciafinanceira.iol.pt




Quote:
Governo declara interesse estratégico do projecto da Bosch Car Multimédia


29 Março 2012 | 10:14
Jornal de Negócios Online - negocios@negocios.pt


Empresa vai investir 37,6 milhões num projecto a implementar até 2014 em Braga

O Governo declarou o interesse estratégico do projecto de investimento da BoschCar Multimédia para efeitos de enquadramento nas tipologias de investimento susceptíveis de apoio no âmbito do Sistema de Incentivos à Inovação.

De acordo com o despacho hoje publicado em Diário da República, nos próximos cinco anos, a Bosh prevê prosseguir a industrialização na unidade de Braga de produtos de carácter inovador, sendo que os sistemas de navegação actualmente produzidos, a par dos produtos inovadores que iniciarão a sua industrialização passarão a representar 65% da facturação da unidade em 2017.

A Bosch Car Multimédia apresentou no âmbito do Sistema de Incentivos à Inovação um projecto de investimento, a implementar até Maio de 2014, com um montante total de 37,6 milhões de euros, que, visa o desenvolvimento e industrialização de produtos inovadores, como resultado das actividades de I&D da empresa "intramuros", bem como em parceria com a estrutura central de I&D do Grupo Bosch, e com os fornecedores e com entidades do SCTN (Universidade do Minho), é referido.

Com este projecto está previsto alcançar um volume de vendas de 3,8 mil milhões de euros, em valores acumulados de 2011 a 2018 e um Valor Acrescentado Bruto acumulado no mesmo período de 546 milhões de euros.

"Este projecto de investimento permitirá à Bosch Car Multimedia manter elevados volumes de actividade, de negócios e emprego numa actividade de média/alta intensidade tecnológica e reforçar a capacidade endógena de I&D, contribuindo para a consolidação de um sector e subsector de interesse estratégico para a economia nacional", refere o despacho assinado pelos secretários de Estado Adjunto da Economia e do Empreendedorismo.

Neste âmbito, está prevista a constituição de duas novas equipas dedicadas ao desenvolvimento dos novos produtos e soluções técnicas de fabrico, num totalde 15 postos de trabalho altamente qualificados.

Na última década, entre 2002 e 2006, a Bosch Car Multimédia celebrou contratos de investimento produtivo com o Estado, relativos a investimentos executados entre 2000 e 2008, num total de cerca de 48,8 milhões de euros.

Em resultado destes investimentos, é ainda referido no despacho, no final do exercício de 2010 a Bosch Car Multimédia alcançou um volume de negócios de cerca de 586 milhões de euros, destinado em cerca de 99% à exportação, registando cerca de 2012 postos de trabalho no mesmo exercício.

http://www.jornaldenegocios.pt



Quote:
Bosch Car Multimedia investe 37,6 milhões a desenvolver sistemas de navegação - Diário Económico, 30 março'12


A Bosch Car Multimedia vai investir 37,6 milhões de euros, até 2014, num projecto de desenvolvimento e industrialização de sistemas de navegação, entre os quais um dispositivo para pagamento electrónico de portagens. O projecto, criado em parceria com a Universidade do Minho, foi declarado pelo Governo de interesse estratégico. Com este projecto, a empresa prevê alcançar um volume de vendas de 3,8 mil milhões de euros, em valores acumulados de 2011 a 2018.
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old March 30th, 2012, 06:12 PM   #1147
Karlussantus
Registered User
 
Join Date: Feb 2008
Location: Braga
Posts: 3,346
Likes (Received): 90

A confirmar-se será muito importante para Braga, e para a região.

Já agora o vídeo de apresentação da futura academia do SC Braga.


Cada vez mais o 4º grande, neste momento.
Karlussantus no está en línea   Reply With Quote
Old March 31st, 2012, 04:39 PM   #1148
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Negócios onde Braga é líder e marca golos

Quote:
No futebol como nas empresas, a cidade minhota é um caso de sucesso. Já foi a capital do 'software'


Negócios onde Braga é líder e marca golos



31/03/2012 | 01:00 | Dinheiro Vivo


Aviso prévio: estamos em Braga para falar de negócios, mas o futebol é inevitável. Corrigimos: mais do que inevitável, é o ponto de partida. Não há melhor desbloqueador de conversa em Braga.

Mas estamos mesmo a falar de futebol? "Não, tem tudo que ver com gestão e competência. Falo muitas vezes do Braga como um bom case study dos recursos humanos. Com uma equipa de gestão mínima e gastando menos do que a concorrência, o clube tem sucesso. Mas não me revejo na sua gestão centralizada", diz Pedro Tinoco Fraga, CEO e fundador da F3M, que fatura 5,7 milhões de euros e foi pioneira nos softwares de gestão.

Nas salas das maiores empresas da cidade, no gabinete do vice-reitor da Universidade do Minho ou no estúdio dos Mão Morta, voltamos sempre ao ponto de partida: o exemplo do Sporting de Braga. À sombra do sucesso do clube, esconde-se o líder, que evita dar entrevistas e impôs a lei da rolha aos dirigentes.

"O Braga é a imagem da direção. O presidente António Salvador e restante direção eram empresários de sucesso [António Salvador é presidente e dono da Britalar, empresa que começou na construção civil e se expandiu para o imobiliário, turismo e saúde]. Mudaram o clube. Compartimentaram a estrutura. Antes, um dirigente fazia quase tudo, agora está tudo definido, cada um tem a sua função", explica Miguel Pedro, que acumula o cargo de diretor municipal com o de baterista dos Mão Morta e o de presidente da Assembleia Geral da SAD do Sporting de Braga, sendo coautor dos estatutos.

O insucesso de alguns adversários também ilustra as qualidades do presidente. "O anterior treinador era um líder fraco. Mas tinha uma liderança forte acima dele que supria essa lacuna. No Sporting não e por isso o mesmo treinador não se deu bem. Tem tudo que ver com os recursos humanos", insiste Pedro Tinoco Fraga. Além das competências nos recursos humanos, António Salvador é um gestor rigoroso, garante Miguel Pedro: "Na última época, tivemos receitas de 35 milhões de euros e abatemos 80% do passivo."

Segundo o relatório e contas de 2010-2011, a SAD do clube reduziu o passivo bancário de 16 618 614€ para 3 264 885€ e apresentou um saldo positivo de 5,2 milhões de euros, que lhe valeu o prémio da UEFA Best Sporting Progress 2011. Entre dívidas à banca, a terceiros, ao Estado e diferimentos, fechou o ano com um passivo de 14 milhões de euros, contra 19 milhões de ativos. Resumindo: com tantos elogios, ser de Braga e não apoiar o clube da cidade é quase um insulto.

"No meu tempo, era o único sócio do Braga na escola. Hoje, os miúdos são todos do Braga e vão para as escolas com camisolas do clube", diz Miguel Pedro.

Os principais adversários da cidade estão em Lisboa e no Porto. E agora - ao telefone com Hugo Pires, conhecido como supervereador por acumular oito pelouros na autarquia - não estamos a falar de futebol: "Mas nós somos melhores. Somos uma cidade mais atrativa do que Lisboa e Porto. Existem oportunidades de emprego e muito dinamismo empresarial." Uma dinâmica com mais expressão num sector específico. A Roma portuguesa mudou o rótulo para Silicon Valley portuguesa quando começaram a surgir várias empresas ligadas à tecnologia e software informático.

A F3M foi das primeiras. Começou em 1987 com quatro sócios, hoje emprega 115 pessoas a ganhar uma média de 1500 euros ilíquidos, tem 6000 clientes e está em nove países. A Primavera apareceu no início dos anos 1990 com o espírito de empresa de garagem: dois sócios fundadores que no primeiro ano eram pau para toda a obra e faturaram 100 mil euros com o Contalip, um software de contabilidade. Quase 20 anos depois, são 220 e faturam 14 milhões de euros (38% no mercado externo). Pedro Tinoco Fraga, sócio-fundador da F3M, e José Dionísio, sócio-fundador da Primavera, fizeram percursos semelhantes. O primeiro veio de Seia, o segundo de Portimão. Os dois licenciaram-se em Engenharia de Sistemas de Informação na Universidade do Minho. Os dois conheceram no curso os seus sócios.

Os dois fixaram-se em Braga. Os dois concordam não ser caso único na cidade e que a universidade é o grande motor deste empreendedorismo da indústria tecnológica bracarense.

A Universidade do Minho tem cerca de 18 mil estudantes (12 mil no polo de Braga, seis mil em Guimarães), 1200 docentes e 600 funcionários.Segundo dados oficiais da instituição, já saíram do seu ecossistema 113 empresas, que criaram 2200 postos de trabalho, com um volume de negócios somado de 360 milhões de euros. A explicação do vice-reitor José Mendes: "Somos a universidade com mais patentes licenciadas. Existe aqui uma cultura de devolver valor à sociedade e de converter o conhecimento em dinheiro. Até porque 55% do nosso orçamento [110 a 120 milhões de euros] vem do Estado, mas 45% são receitas próprias, provenientes das propinas, investigação e consultadoria."

Como bandeira, a história da Mobicomp é acenada várias vezes na cidade: "É o caso mais paradigmático. Os fundadores eram um recém-licenciado [Carlos Oliveira, atual secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação], um aluno [António Murta] e um docente [Gastão Taveira]." A Mobicomp foi criada em 2000 com um investimento de 5000 euros. Oito anos depois, a Microsoft, atraída por um software para proteção de dados dos telemóveis, comprou-a por 28 milhões de euros.

Marco Leal, engenheiro de sistemas de informação, entrou para a equipa de desenvolvimento em 2000, acompanhou a transição para a Microsoft e chegou a trabalhar na sede do gigante americano, em Redmond, Washington: "Foi interessantíssimo, aprendi imenso. Por outro lado, empresas daquela dimensão não têm grande amplitude. O processo de implementação de uma ideia não é ágil, ao contrário de uma start-up."

No ano passado, saiu da Microsoft e fundou a iMobileMagic, que cria aplicações para telemóveis e funciona no edifício Ideia Atlântico, onde têm sede cerca de 70 start-up.

"Durante muitos anos, éramos a capital do software. Hoje temos projetos na área das biotecnologias, nanotecnologias.…A abrangência é maior. Braga é um pólo tecnológico fortíssimo", diz Pedro Tinoco Fraga.

Exemplos? O Laboratório de Nanotecnologia, um protocolo entre o Governo português e espanhol que estabeleceu na cidade um centro ibérico de investigação; a pioneira investigação sobre o stress liderada por Nuno Sousa, que foi publicada na revista Science; a atribuição a cientistas da Universidade do Minho do Grande Prémio BES Inovação nos dois últimos anos do concurso; empresas como a Sketchpixel, que produz conteúdos de animação para anúncios em todo o mundo e fez a produção 3D de uma série de animação infantil da Marvel; ou a Edigma, que se especializou em sistemas interativos multitoque, ganhou o prémio Inovação da Exame Informática em 2010 e vendeu um globo tátil para o iate de Roman Abramovich.

Mas há mais, garante José Mendes: "Temos um tecido empresarial poderoso. É aqui, na fábrica da Bosch, que se produzem os autorrádios para toda a Europa. E também temos a fábrica da Continental."

Deixando as tecnologias, passamos a bola à música, cuja intensa produção marcou a cidade nos anos 80 e volta a estar em destaque. Em parte porque a autarquia recuperou nove salas nas bancadas do Estádio 1.o de Maio e transformou-as em estúdios insonorizados que aluga por 25 euros ao mês.
"É quase dado. Tenho amigos que para ensaiar em Lisboa pagam 300 euros cada um por sala. Isto permitiu-nos ensaiar de forma contínua e gerou colaborações entre bandas", conta Luís Fernandes, dos Peixe:Avião, um dos vários projetos que crescem no antigo estádio do Sporting de Braga.
Ao todo, estão ali cerca de 70 músicos, dos eternos Mão Morta aos Mundo Cão (com o ator Pedro Laginha), Governo (que junta Valter Hugo Mãe aos Mão Morta), Peixe:Avião e os mais recentes Smix Smox Smux, Estilhaços ou Long Way to Alaska.

Além de todos os rótulos que lhe vão colando (Roma, Silicon Valley, Manchester, capital do software), Braga orgulha-se de ter uma das populações mais jovens da Europa: "Num total de 182 mil pessoas, 80 mil têm menos de 35 anos", avança Joel Pereira, administrador da Fundação Bracara Augusta, que gere a Capital Europeia da Juventude.

O que falta então a Braga? José Mendes, autor do livro O Futuro das Cidades, responde: "Existem condições para nos afirmarmos e chegar ao nível do Porto. É necessário um esforço para chegar aos 200 mil habitantes, o limiar da relevância internacional e liderança estratégica, mais virada para os fatores de diferenciação."

José Dionísio acrescenta: "Falta uma estratégia de captação de empresas." Hugo Pires garante que a estratégia autárquica está definida e o objetivo é "fixar quadros, pessoas, conhecimento e ter sinergias com a universidade".
Aos 32 anos, o super- vereador já foi apontado como possível sucessor de Mesquita Machado, que é presidente desde 1976. Será? "Estou disponível."

Dinheiro Vivo, JN
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2012, 05:01 PM   #1149
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Bysteel soma €6M com mais três projectos em Angola

Quote:
Bysteel soma €6M com mais três projectos em Angola


ECONOMIA
2012-04-09
autor-Redacção


A Bysteel, empresa do grupo Domingos da Silva Teixeira (DST) especializada em engenharia e construção de estruturas metálicas, arranca já esta semana com três novos projectos em Angola que no seu conjunto representam um valor na ordem dos €6M.

Com base na expansão do negócio para províncias de Angola, a empresa dá início aos trabalhos das novas aerogares dos aeroportos de Dundo (capital da província da Lunda norte) e de Saurimo (capital da província da Lunda sul), bem como do Centro de Toxicodependentes de Caxito (capital da província de Bengo).

“O volume de negócios da Bysteel está a crescer de acordo com o esperado no mercado angolano, tratando-se de um caso de sucesso para o Grupo DST, permitindo-nos deste modo expandir o segmento de actividade no continente africano, contribuindo desta forma para o aumento das exportações portuguesas”, explica José Teixeira, presidente do grupo DST.

A Bysteel será responsável, não só pelos projectos de estruturas e fundações das novas aerogares dos aeroportos, como também procederá ao fornecimento e montagem das estruturas metálicas e revestimentos dos edifícios.

“Serão 1200 as toneladas de aço em perfis calandrados utilizadas nas aerogares dos aeroportos de Dundo e de Saurimo, as quais terão projectos muito semelhantes” refere o responsável.

No caso do Centro de Toxicodependentes de Caxito, a empresa de Braga irá proceder à execução do projecto da estrutura metálica, bem como será responsável pelo fornecimento e montagem da estrutura e revestimentos em painel sandwich, incluindo a protecção ao fogo.

“No Caxito, avançaremos com a instalação de 160 toneladas de aço, e seremos ainda responsáveis pelo fornecimento e montagem dos revestimentos do edifício, cobrindo uma área que ocupa mais de 6.500 metros quadrados”, acrescenta.

Segundo a empresa, o factor decisivo nestas adjudicações foi o facto da DST ter investido na qualidade e possuir recursos de engenharia de projectos in house que permitem transformar a construção tradicional de betão em aço.

“A produção é realizada nos nossos estaleiros, em Braga, seguindo directamente para a obra, o que nos permite garantir o cumprimentos dos prazos, factor que juntamente com o preço, a solução construtiva e a capacidade técnica levam muitas vezes o cliente a optar pelos nosso serviços”, refere José Teixeira.

Recorde-se que a Bysteel, foi recentemente responsável pela empreitada do complexo “Torres Oceano” em Luanda, no qual incorporou 1900 toneladas de aço e 54.000 metros quadrados de piso colaborante, bem como pela construção de uma ponte rodoviária sobre o rio Cuelei, entre as cidades de Kuito e Menongue.


*** Press Realease da PressMedia - Gabinete de Imprensa ***


http://www.correiodominho.com/noticias.php?id=60595
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 09:31 PM   #1150
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Notícia interessante:


Quote:
Investigador dedica tese ao maior nome do rococó em Portugal


quarta-feira, 11.04.2012


O investigador Eduardo Pires de Oliveira, da Biblioteca Pública de Braga/Universidade do Minho, tornou-se esta tarde o primeiro doutorado em História da Arte por currículo relevante em Portugal, ou seja, sem licenciatura prévia. O historiador defendeu na Universidade do Porto uma tese sobre o artista André Soares e o rococó do Minho (1720-69), que considera "o expoente do rococó nacional" e que "merece visibilidade mundial", afirmando assim o turismo cultural e a arte portuguesa no mundo.

"André Soares era excelente quer no ornato como na linha e tinha várias personalidades, como Fernando Pessoa. É um dos artistas portugueses mais injustamente ignorados. Quando a sua obra for devidamente dada a conhecer, será considerada uma das mais interessantes da Europa e do mundo no período rococó", vinca Eduardo Pires de Oliveira. Basta ver o contraste entre a fachada da Igreja dos Congregados (Braga) e o retábulo de Nossa Sra. do Rosário do Convento S. Domingos (Viana do Castelo). A obra soaresca elevou Braga a capital nacional do barroco e rococó. Veja-se por exemplo a capela dos Monges (Congregados), a igreja da Falperra, os palácios do Raio e D. José de Bragança, o edifício da Câmara Municipal, o retábulo-mor do mosteiro de Tibães e várias capelas e fontes no Bom Jesus. Os seus trabalhos estão em vários distritos do país.

"A obra de André Soares penetrará facilmente nos manuais internacionais de arte. Se o Governo, o Turismo do Porto e Norte e as autarquias abordassem uma editora multinacional para lançar uma sua obra em 10, 12 línguas, talvez se invista um bom dinheiro, mas o retorno nas visitas de estrangeiros nos anos seguintes seria muitíssimo compensador", desafia Pires de Oliveira. Realça que o turismo patrimonial "existe todo o ano" e que há falta de livros para as massas e para universitários dirigidos a potenciais mercados, como o de língua inglesa ou o japonês, sobre o barroco e rococó português. "É curioso ter sido um americano, Robert Chester Smith, a 'descobrir' publicamente André Soares como um expoente da arte europeia, em 1966", nota o historiador de arte.



Mais de 150 publicações sobre património


Eduardo Pires de Oliveira já escreveu mais de 150 livros e artigos científicos sobre património. Esteve nas origens da UMinho, integrado na Unidade de Arqueologia, passando desde 1994 para a Biblioteca Pública de Braga. É membro da Associação Portuguesa de Historiadores de Arte, da Associação dos Arqueólogos Portugueses e o único bracarense na Academia Nacional de Belas-Artes, que em 1994 lhe deu o Prémio José de Figueiredo. Dirigiu escavações, ajudou a salvar as ruínas de Bracara Augusta da cobiça imobiliária, cofundou a associação ASPA, trabalhou com personalidades tão diversas como Eduardo Souto Moura e Jorge de Alarcão, integrou equipas de restauro de monumentos nacionais, foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian cinco vezes, deu aulas e interveio em eventos em vários países, tem elaborado múltiplos pedidos de classificação e pareceres sobre edifícios e está na direção do Centro de Estudos Lusíadas, da UMinho.







Uploaded with ImageShack.us
Uploaded with ImageShack.us
Uploaded with ImageShack.us

http://www.uminho.pt/noticias-press/...da?codigo=5387


Um homem com um currículo notável e a quem Braga deve, pelos vistos, muito! Achei muito interessante esta ideia:« "A obra de André Soares penetrará facilmente nos manuais internacionais de arte. Se o Governo, o Turismo do Porto e Norte e as autarquias abordassem uma editora multinacional para lançar uma sua obra em 10, 12 línguas, talvez se invista um bom dinheiro, mas o retorno nas visitas de estrangeiros nos anos seguintes seria muitíssimo compensador", desafia Pires de Oliveira. Realça que o turismo patrimonial "existe todo o ano" e que há falta de livros para as massas e para universitários dirigidos a potenciais mercados, como o de língua inglesa ou o japonês, sobre o barroco e rococó português.»
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 09:32 PM   #1151
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Golden Tulip estreia-se em Braga

Quote:
Golden Tulip estreia-se em Braga


Por Fugas
11.04.2012


A rede Golden Tulip acaba de se estrear em Portugal, reabrindo o antigo Hotel de Falperra, a cinco quilómetros de Braga.
Situado num convento restaurado do século XVIII, inclui 58 quartos e cinco suites, executivas ou familiares: incluem ar condicionado, ligação à Internet com ou sem fios, TV por cabo.
Nas suites, foi incluída ainda banheira de hidromassagem. A oferta completa-se com um restaurante típico (Do Convento), bar, seis salas de reuniões, piscinas interior e exterior, campos de futebol e de ténis, além de spa com jacuzzi, sauna, banho turco e massagens.

Uma noite reserva-se desde 44€. A próxima unidade do grupo abre em 2013 em Águeda.

http://www.goldentulipbraga.com



http://fugas.publico.pt/Noticias/303...ia-se-em-braga
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 11th, 2012, 09:34 PM   #1152
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Quote:
SEMIBREVE 2012 em Braga e Guimarães: os primeiros nomes


publicado em 10 Abr 2012 - 17:19






Em 2011 o SEMIBREVE surpreendeu-nos com uma avalanche electrónica de efeitos devastadores (no bom sentido, entenda-se) e com alguns dos maiores nomes do género num festival que deixou saudades. Foi, sem dúvida, um dos momentos musicais mais marcantes do ano passado. Mas agora essas saudades serão apenas isso: saudades. Porque o SEMIBREVE regressa em Outubro. E duplamente. Isto porque o SEMIBREVE, nesta segunda edição, acontecerá em Braga e Guimarães, de 2 a 6 de Outubro de 2012, integrada nos programas da Capital Europeia da Juventude e da Capital Europeia da Cultura 2012. Isto é que é juntar Braga e Guimarães com classe, hein?

Nomes? Temos nós em exclusivo: Mouse on Mars (apresentarão o novíssimo Parastrophics) e Roly Porter (metade do duo vex’d, que será acompanhado pelo trabalho visual de Rod Maclachlan) vão a Braga, Vladislav Delay + AGF (o mais recente Vantaa está na ordem do dia) apresentam-se na sala principal do Centro Cultural Vila Flor em Guimarães. Um luxo. Mas há muito mais: o Theatro Circo, em Braga, e o Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, receberão, para além de concertos, instalações, workshops e uma mostra de trabalhos produzidos pelo Centro de Computação Gráfica e pelo Departamento de Sistemas da Informação da Universidade do Minho. Luís Fernandes, membro da organização do festival, diz-nos que “toda a equipa organizativa está entusiasmada com a edição de 2012 do SEMIBREVE”. E diz mais: “esperamos que corra ainda melhor que em 2011 e que continuemos a contar com o interesse e adesão do público”. Agora é contar os dias que restam até Outubro. Talvez a ouvir e a ver o que se segue.





André Gomes
andregomes@bodyspace.net

http://bodyspace.net/noticia.php?id=002239
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 12th, 2012, 06:54 PM   #1153
Nephasto
Enlightened user
 
Nephasto's Avatar
 
Join Date: Feb 2004
Location: Porto
Posts: 5,863
Likes (Received): 68

Quote:
Originally Posted by brc20 View Post
Chinesa Upsolar instala fábrica de painéis solares em Braga
Boas!
Há novidades quanto a isto? A instalação desta fábrica avança mesmo ou foi algo que ficou em águas de bacalhau?
__________________
Long live rail freight!!
Nephasto no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2012, 08:53 PM   #1154
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Quote:
Originally Posted by Nephasto View Post
Boas!
Há novidades quanto a isto? A instalação desta fábrica avança mesmo ou foi algo que ficou em águas de bacalhau?
Não sei Nephasto, as únicas informações sobre esta notícias foram as colocadas nesta secção, desde aí não apareceu mais nada. Só contactando a Upsolar!
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 13th, 2012, 08:56 PM   #1155
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Urologia: Hospital de Braga realiza cirurgias que não deixam cicatriz

Quote:
Urologia: Hospital de Braga realiza cirurgias que não deixam cicatriz



O Hospital de Braga realiza "as cirurgias urológicas mais minimamente invasivas que possam existir", com recurso a agulhas com o máximo de três milímetros, que não deixam qualquer cicatriz, disse hoje o diretor daquele serviço.

Segundo Estêvão Lima, estas cirurgias, além de não deixarem marcas no corpo do doente, permitem também uma "mais fácil e mais rápida" recuperação do doente, com "muito poucas dores" no pós-operatório.

"No dia seguinte, ou, no máximo, dois dias depois, o doente vai para casa", assegurou o diretor do Serviço de Urologia do Hospital de Braga.

Este hospital é palco, até sábado, da 3ª Semana de Cirurgia Minimamente Invasiva em Urologia, que reúne alguns dos maiores especialistas mundiais.

Hoje, Estêvão Lima realizou uma cirurgia para retirar a próstata na sua totalidade a um doente, de forma a tratar o cancro que afetava aquele órgão.
A próstata foi retirada pelo umbigo.

"Em Portugal, na maior parte dos centros, faz-se por cirurgia aberta, depois há alguns que fazem por furinhos de cinco milímetros, aqui faz-se por três milímetros. É o mais minimamente invasivo que pode existir", referiu.
Sublinhou que esta particularidade torna o Hospital de Braga "inovador".

"A organização do congresso americano de urologia, um dos mais importantes do mundo, já aceitou um vídeo de uma operação realizada neste hospital [Braga] para exibir aos congressistas", referiu.

O instrumental normalmente usado em Portugal para este tipo de cirurgia tem entre cinco a 10 milímetros.

Outra operação hoje realizada no Hospital de Braga foi a retirada de um rim pela ******.

As cirurgias, acompanhadas das respetivas explicações, são transmitidas em tempo real para um auditório, onde vários profissionais se inteiram das novas técnicas.

Segundo Estêvão Lima, no Hospital de Braga não existe lista de espera para cirurgia de Urologia.

"Os doentes que chegam agora estão já a ser preparados para serem operados no início de maio", referiu.

Estêvão Lima, académico da Universidade do Minho (UMinho), disse este estabelecimento de ensino superior foi pioneiro na investigação da cirurgia sem cicatriz, um trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2005 e que agora ganha tradução prática.

"Sempre estivemos na vanguarda deste tipo de abordagem cirúrgica", referiu, garantindo que foi na UMinho que surgiu o termo "scarless surgery", hoje "adotado em todo o mundo"
.



Diário Digital com Lusa

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=568009
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 20th, 2012, 06:06 PM   #1156
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

Duas notícia interessantes

Duas notícia interessantes:



Quote:

EUROPA AR-LINDO NO KOSOVO



A Construções Europa Ar-Lindo S.A., empresa do grupo EUROPA Ar-LINDO SGPS, venceu no passado dia 17 de Fevereiro o concurso para a adjudicação de duas obras no valor de aproximadamente 11 milhões de euros, relativas à renovação de um pavilhão desportivo (Sports Centre "Minatori") e à construção de raiz de um outro (Sports Centre "Omnisport") na cidade de Mitrovica - Kosovo. O contrato terá a duração de 36 meses sendo financiado a 100% pela União Europeia e a empresa já dispõe de equipas no local para preparar o início dos trabalhos. Mais informações podem ser consultadas no suplemento do jornal oficial da União Europeia em http://ted.europa.eu/udl?uri=TED:NOTICE ... ML&tabId=0.


http://www.ar-lindo.pt/pt/component/con ... osovo.html


Quote:
Empresários ucranianos querem investir em Braga



BRAGA
2012-04-20
autor-Marlene Cerqueira




Há empresários ucranianos interessados em investir em Braga. Uma missão empresarial e uma delegação do Governo da Província de Kirovograd estão de visita ao concelho bracarense e assinaram ontem um acordo de cooperação com o Município de Braga.

A delegação ucraniana foi recebida, durante a manhã, com pompa e circunstância nos Paços do Concelho, numa cerimónia em que marcaram presença alguns ucranianos que residem em Braga e que fizeram questão de se apresentar vestindo trajes típicos do seu país de origem.
Foi no salão nobre do Município que responsáveis políticos da Província e do Município de Kirovograd assinaram um acordo de cooperação com o Município de Braga.

Segundo Mesquita Machado, este acordo de cooperação abrange várias áreas e é vontade das partes implementá-lo “muito rapidamente”.
O edil avançou que se trata de “um acordo muito vasto, que abrange áreas tão distintas como o intercâmbio económico, o desporto e a cultura”. Vão ser constituídos grupos de trabalho para cada uma dessas áreas, “para ver onde é possível haver acções de intercâmbio que sejam benéficas para ambas as partes”, referiu Mesquita Machado, realçando que “há oportunidades de negócio cá para os ucranianos, mas também lá para os portugueses”.

Poderá eventualmente haver empresários bracarenses interessados em investir na Ucrânia, mas uma coisa é já certa: “há empresários ucranianos que querem investir em Braga”, admitiu Mesquita Machado, em declarações aos jornalistas, no final da recepção.
O governador da Província de Kirovograd e chefe da delegação ucraniana, Serhiy Larin, acabou por ser mais específico que Mesquita Machado avançando que entre a delegação que está de visita a Braga há empresários interessados em investir no “potencial tecnológico desta região portuguesa”.

Há ainda um empresário interessado em levar para a Ucrânia e comercializar lá vinhos do Minho.
“À medida que decorrerem as conversações com o presidente da câmara e com os empresários de Braga é que vamos ver ao certo quais são as áreas que nos interessam para investir”, acrescenta Serhiy Larin.

O chefe da delegação ucraniana está na expectativa para apurar que condições é que “os responsáveis desta região e o governo nos vão oferecer, mas há potencial e vontade de investir em Braga”.
À recepção nos Paços do Município, seguiu-se uma almoço de trabalho e de confraternização.



Há 2050 ucranianos a viver no distrito de Braga

Segundo números oficias da Embaixada da Ucrânia em Portugal, há actualmente 2050 ucranianos a residir no distrito de Braga. Cerca de uma dezena desses imigrantes estiveram ontem nos Paços do Município de Braga para dar as boas-vindas à delegação da província de Kirovograd. Destacaram-se pelos seus trajes, uma vez que fizeram questão de se apresentarem com vestes tradicionais ucranianas.

De realçar que além do presidente do Governo de Kirovograd e do presidente da Câmara Municipal de Kirovograd, esta delegação integra também o embaixador da Ucrância em Portugal (Oleksandr Sainsus), o chefe da Administração Estatal Distrital de Oleksandriya (Serhiy Kuzmenko), a directora adjunta da Direcção Geral de Economia de Kirovograd (Svitlana Lobanova) e outros responsáveis políticos. Aos empresários ucranianos juntam-se ainda jornalistas da Companhia provincial de Rádio e Televisão de Kirovograd e tradutores.


Correio do Minho
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 21st, 2012, 02:41 PM   #1157
brc20
Registered User
 
Join Date: Aug 2007
Location: Braga
Posts: 679
Likes (Received): 16

DST ganha projectos no valor de 1,5ME

Quote:
DST ganha projectos no valor de 1,5ME



ECONOMIA
2012-04-21visitas (178)comentários (0)
autor-Redacção



A DST Solar, empresa do grupo Domingos da Silva Teixeira, continua a crescer no setor das energias renováveis e acaba de ganhar três novos projetos no norte do país, para a instalação de centrais fotovoltaicas, que se traduzirão em aproximadamente 600 KW de potência instalada e num investimento total de €1,5M.

A aposta do grupo DST neste segmento de mercado reflecte-se também no recurso a painéis fotovoltaicos, produzidos na fábrica Global Sun, outra empresa do grupo.

“O desenvolvimento destas centrais na Global Sun tem em atenção as necessidades específicas de cada cliente no que diz respeito à produção de energia renovável, dimensionando as soluções à sua medida e tirando o maior partido das características dos edifícios e seus espaços envolventes”, refere José Teixeira, presidente do grupo DST.

No caso da empresa têxtil Petratex, em Paços de Ferreira, será instalada na cobertura do edifico uma central fotovoltaica com 290 KW de potência e constituída por 1211 painéis Global Sun policristalinos (240 W por painel).

“Com a instalação desta central, a empresa Petratex irá produzir 36% da energia que consome, evitando a emissão de 189 toneladas de CO2 por ano na atmosfera, colocando-se, assim, muito acima das metas europeias previstas”, explica o responsável.

Outro dos projetos em carteira diz respeito a uma central fotovoltaica com 484 painéis Global Sun policristalinos (240 W por painel), num total de 116 KW de potência instalada, que será instalada na cobertura do edifício da empresa de transformação de granito, a Granitos Urbanos, sediada em Valença do Minho.

“No caso da Granitos Urbanos, esta intalação traduzir-se-á numa redução 20% do valor da energia consumida pela empresa, tornando-a um modelo de referência em eco-eficiência empresarial e situando-a dentro metas previstas pelo protocolo Copenhaga”, acrescenta.


A DST Solar vai ainda instalar uma central fotovoltaica na cobertura do edifício da empresa de Confecções Pocargil, do grupo Viera & Marques, na Póvoa de Lanhoso, que terá uma potência de 125 KW, sendo constituída por 520 painéis Global Sun policristalinos (240 W por unidade).

A empresa prevê, ainda, a curto prazo, a execução de uma central fotovoltaica com 2 MW com 10 mil painéis fotovoltaicos Global Sun, um investimento na ordem dos €6M.

Refira-se que a DST Solar conta no seu portfólio com a instalação de 450 centrais fotovoltaicas e 250 centrais térmicas, possuindo ainda mais de uma dezena de projetos em carteira.

Correio do Minho



Quote:
Energia: Portuguesa DST Solar vai fabricar e instalar mais 2 mil painéis fotovoltaicos no Norte do país

14:07 Quinta feira, 19 de abril de 2012


Lisboa, 19 abr (Lusa) - A empresa DST Solar anunciou hoje que ganhou três novos contratos para fabricar e instalar mais dois mil painéis para centrais fotovoltaicas no Norte de Portugal, num investimento global de 1,5 milhões de euros.

Os projetos ganhos pela DST Solar, do grupo Domingos da Silva Teixeira, implicarão um aumento da potência instalada em cerca de 600 quilowatts (kw) e refletem "a aposta estratégica" no segmento de mercado das energias renováveis, disse o presidente do grupo, José Teixeira.

A fábrica Global Sun, outra das empresas deste grupo, vai também beneficiar com estes três novos projetos, porque irá produzir os painéis fotovoltaicos.



Ler mais: http://expresso.sapo.pt/energia-port...#ixzz1sg8naCJ0
Não conhecia esta empresa-a Global Sun- parece muito interessante e bastante tecnológica. A fábrica fica em Vila Verde, aqui está o sítio na internet: http://www.globalsun.pt/

Last edited by brc20; April 21st, 2012 at 02:51 PM.
brc20 no está en línea   Reply With Quote
Old April 29th, 2012, 08:47 PM   #1158
nuno86
Registered User
 
Join Date: Feb 2011
Posts: 91
Likes (Received): 0

Alguem sabe dizer se sempre é verdade que a loja do cidadao vai sair do centro e vai para o Dolce Vita?
nuno86 no está en línea   Reply With Quote
Old April 30th, 2012, 12:30 AM   #1159
sjay
Registered User
 
Join Date: Feb 2008
Posts: 1,755
Likes (Received): 53

Quote:
Originally Posted by nuno86 View Post
Alguem sabe dizer se sempre é verdade que a loja do cidadao vai sair do centro e vai para o Dolce Vita?
Que barbaridade é esta? Já agora, porque não em Pico de Regalados? Há cada boato...
sjay no está en línea   Reply With Quote
Old April 30th, 2012, 12:37 AM   #1160
j0hnny
Registered User
 
Join Date: Nov 2010
Posts: 289
Likes (Received): 4

É provável que saia, apesar do MM ja ter dito "fazer todos esforços para que não saia do centro".~
Espero bem que não saia do centro
__________________
Quote:
Braga é a cidade mais antiga de Portugal, de fundação muito anterior ao país
No decurso do século II a.C., a região foi tomada pelos Romanos que edificaram a cidade no ano 16 a.C., com a designação de Bracara Augusta, em homenagem ao Imperador César Augusto.
j0hnny no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 11:47 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu