search the site
 daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Brasil > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte > Infraestrutura e Transporte > Transporte Ferroviário



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 10 votes, 5.00 average.
Old April 25th, 2015, 05:17 PM   #1
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

Brasil | Ferrovias entre Rio e Espírito Santo [EF-118 e afins]

Muitas são as idas e vindas no que tange os projetos ferroviários entre o centro norte do Rio de Janeiro e o centro sul capixaba, porém, ainda, nada de concreto se materializou. Contudo, apesar do alto investimento e de sucessivas questões conjunturais, o projeto não morreu. Agora é a vez da EF-118. Bem, a ideia aqui é acompanhar as tratativas e sucessos de mais esta empreitada de logística ferroviária, que cada vez faz mais sentido, seja com o desenvolvimento do Porto do Açu (RJ), seja com empreendimentos como o Porto Central (ES) e o porto de Manabi (ES). Também é bem-vindo um bocado de história ferroviária dessa região historicamente atendida pela "senhora" Leopoldina. Ao debate!



Link: http://fmanha.com.br/blogs/emtempo/f...6/image001.jpg
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Putsein, Guga GM, Eduarqui liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
Old April 25th, 2015, 05:24 PM   #2
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

Juntos pela ferrovia EF118

03.12.2014

Ilauro Oliveira

O governador eleito do Espírito Santo, Paulo Hartung, se reuniu com o governador eleito do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, para debater temas de interesse dos dois estados. Um dos assuntos em pauta foi a parceria com o Rio de janeiro para realização da EF-118, ligação ferroviária entre os estados.

“Nosso encontro teve como objetivo a construção de uma agenda entre o Espírito Santo e o Rio de janeiro. Trabalhamos dois pontos iniciais, primeiro foi a questão da infraestrutura, em que temos um estudo adiantado, praticamente pronto para ir para licitação, que é a ferrovia EF-118, ligando Vitória ao Rio de Janeiro. Essa é uma ferrovia muito importante para os dois estados, ela irá aumentar a competitividade dos estados e na minha visão é um instrumento que contribui para o desenvolvimento da nossa região Sudeste e do Brasil. Nós acertamos de passar, a partir de hoje, a fazer o trabalho de articulação juntos, com as equipes técnicas dos dois governos, junto ao Governo Federal, para que essa obra possa evoluir para um contrato de concessão futuro, envolvendo a iniciativa privada e assim por diante, como vem sendo estudado.

Além da EF-118, tem um projeto também que envolve os estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e o Brasil Central que é a ferrovia EF-354. Da mesma forma que fiz o debate sobre o assunto com o governador de Minas Gerais, fiz com o governador Pezão do Rio de Janeiro, pois essa é uma ferrovia de um conjunto de estados e que viabiliza uma maior movimentação de cargas nos nossos portos, de produtos vindo do centro do país, como de produtos que vão em direção à Minas e o Brasil Central”, destacou Hartung.

O projeto da EF-118 já se encontra em análise no Governo Federal – ANTT e foi custeado pelas empresas do Espírito Santo e Rio de Janeiro interessadas na ferrovia a partir de protocolo firmado entre os dois estados.



Além do tema das ferrovias, Hartung também debateu com o governador do Rio de Janeiro sobre a questão da segurança pública. “O segundo ponto que nós trabalhamos, envolve não só o Espírito Santo e o Rio de Janeiro, mas também Minas Gerais e São Paulo, que na verdade é a busca de um nível de coordenação maior entre os estados da região Sudeste na questão da segurança pública, envolvendo nossas instituições estaduais e também o Ministério da Justiça e o Governo Federal. Nós deixamos articulados os próximos passos para os dois governos sobre o tema e também para questões ligadas a região onde estamos inseridos, o Sudeste. Agora, continuaremos esse trabalho de articulação junto ao Governo Federal”, finalizou Hartung.


Fonte (Portal Aquies): http://www.aquies.com.br/2014/conteudo.asp?codigo=4501






Movimentação também no município de Campos dos Goytacazes:



15/04/2015 10h25 - Atualizado em 15/04/2015 10h25

Ministro autoriza audiências para ferrovia que passará por Campos, RJ

Nova ferrovia litorânea que vai ligar o Rio de Janeiro a Vitória.
Decisão será publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias.




Do G1 Norte Fluminense





Autorização foi concedida nesta terça-feira (14) durante teleconferência no Gabinete da Prefeita com a participação de autoridades do governo do Estado (Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos)
O Ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, autorizou a realização de audiências públicas no Rio, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense e em Vitória, no Espírito Santo, com vistas ao andamento do processo da EF-118, nova ferrovia litorânea que vai ligar o Rio de Janeiro a Vitória. A autorização foi concedida nesta terça-feira (14) durante teleconferência no Gabinete da Prefeita com a participação de autoridades do governo do Estado, e será publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias. Outros importantes assuntos relacionados à logística para Campos e cidades da região foram tratados, com a participação do secretário Estadual de Transportes, Carlos Roberto Osório.
Dentre os assuntos da pauta constaram a alteração do projeto do Contorno da BR 101, que será duplicado; a definição do traçado da EF-118 e ainda avanços no processo de municipalização do Aeroporto Bartolomeu Lisandro, e duplicação da BR 101 entre Campos e o Estado do ES.
"A boa notícia, Prefeita, é que tudo que a senhora discutiu com o Conselho da representação da sociedade civil, e pediu que fosse mudado tanto no projeto do Contorno da BR 101 como na EF-118 foi atendido e já foi incluído nos novos traçados dos projetos. A Ferrovia não vai passar mais por dentro de Campos nem de Macaé, e não vai mais passar distante das cargas, como o projeto original. Vai passar em todos os portos, inclusive no porto da TPK, que será construído no Espírito Santo, e tem como sócio o Porto de Roterdam", destacou o secretário de Transportes do Estado, Carlos Roberto Osório.
Durante a reunião, Carlos Roberto Osório e Delmo Pinho anunciaram que a ANTT e o Ministério dos Transportes aprovaram as sugestões feitas pela Prefeita Rosinha Garotinho, tanto para o traçado da EF-118, que passará pelo Complexo Logístico e Industrial Farol-Barra do Furado, pelo Porto do Açu, e pelos portos do litoral no vizinho estado do Espírito Santo, bem como aprovaram as propostas da Prefeitura, em comum acordo com o Comudes, de fazer o contorno de Campos com a BR 101 no interior, pelo lado oeste da cidade.
A Prefeita lamentou a morosidade dos procedimentos que atrasam a execução dos projetos. Osório e Pinho solicitaram apoio no sentido de que a Prefeita e o secretário de Governo, ex-governadores, agendem audiência no Ministério dos Transportes, para que fosse solicitada autorização para a realização de audiências públicas no Rio de Janeiro, em Campos e em Vitória, para avançar nos procedimentos de execução da EF-118 que tem previsão de lançamento do edital para licitação no mês de agosto.
Ministro autorizou na teleconferência - O secretário de Governo Garotinho ligou para autoridades em Brasília e pediu agilidade no andamento dos processos. Ele falou pelo telefone com o ministro Sérgio Rodrigues e promoveu uma rápida teleconferência com a equipe técnica da mesa, incluindo o secretário de Transportes do Estado, e o sub, Delmo Pinho, que faz a intermediação do projeto da EF-118 com o governo do Espírito Santo. Ao final da reunião, o ministro, que já tinha recebido pedidos da Prefeita e do secretário de Governo em Brasília, informou que vai dar encaminhamento ao protocolo de autorização para as audiências públicas.
O novo traçado será mais econômico e passará por fora da região de turfa, e será duplicado, em vez de pista simples. “O traçado que levamos para a ANTT é mais curto em 42 quilômetros, passa distante da região de solo mole que implicaria num custo muito elevado, acima de R$ 1 bilhão”, informou o subsecretário Delmo Pinho, que mostrou o traçado definido que terá interseções nas proximidades da Tapera, no sentido Sul, e logo após o distrito de Travessão de Campos, no sentido Norte, tirando todo tráfego pesado e intenso de dentro de Campos.






Link (Portal G1): http://g1.globo.com/rj/norte-flumine...campos-rj.html
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Putsein, dipaula13, Eduarqui liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 07:59 PM   #3
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Vamos ver se finalmente sai do papel, esse papo da litoranea sul e litoranea norte já rola desde 2005 e até hoje nada, pra litoranea sul eu sei que a Vale já tem o projeto pronto que foi feito a pedido do governo na década passada e com certeza quem vai operar nesse trecho ou será a Vale ou a VL!, e agora também tem o projeto da Manabi Mineração que vai construir um porto em Linhares-ES e escoar minério pela EFVM e por um mineroduto, um ramal de 90km saindo do pátio de Colatina-ES seguindo até o porto será construído para esse projeto, o porto da Manabi além de minério e carvão também terá moega de grãos, fertilizante, cimento, combústiveis,celulose e siderúrgicos, vai ser um projeto importante.


Essa ferrovia já vai nascer com grande potencial de utilização, carga garantida já tem, ES tem o maior sistema portuário do país e que está em plena expansão além de ser um estado altamente industrializado, interligando com o RJ e os novos portos como o do AÇU que permitirá a exportação de minério de ferro e combustível, além de desafogar a BR-101 que está um caos.

Agora fico me perguntando como se dará a integração dessa ferrovia com a EFVM, pois ela deverá serconstruída em bitola larga, e a malha ferroviária do ES é toda métrica, provavelmente algum pátio de transbordo terá que ser construído nos arredores da capital.
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 08:06 PM   #4
Celso Jorge
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo-SP
Posts: 9,380
Likes (Received): 6236

Será que em algum trecho de integração com a EFVM não poderia ter bitola mista ou não daria para construir assim?
__________________

Putsein liked this post
Celso Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 08:26 PM   #5
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

A ferrovia atual que liga Vitória ao RJ mesmo sendo centenária e passando por um dos mais bonitos locais do ES mas também um dos mais desafiadores com rampa de 4%, gabarito apertado, curvas fechadas e túneis pequenos continua sendo utilizada para o transporte de calcário, granito e toretes de eucalipto, além do turístico Serra Verde.

Mas com seu traçado horrível a VL! opera apenas de 2 a 4 trens diários com destino a Cachoeiro de Itapemirim no sul do ES, operando com G12, U20 ou MX620 que são as únicas máquinas com gabarito, com trens de no máximo 40 vagões e VMA média de 25 km/h, atualmente essa viagem é feita com quase 9 horas pela ferrovia, enquanto pela BR você a faz com 2 horas, de Cachoeiro para Campos apesar da VL! manter a linha em condições básicas de operação, esse trecho não é mais utilizado até aonde eu sei, mas é uma ferrovia muito bonita e histórica, além de ser o último trecho da antiga Leopoldina ainda em uso já que a rota da bauxita em MG foi desativada.

Algumas imagens pra ilustrar:

Repare a inclinação, imagem do amigo Fernando Souza






__________________
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 08:35 PM   #6
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by Celso Jorge View Post
Será que em algum trecho de integração com a EFVM não poderia ter bitola mista ou não daria para construir assim?

Devem construir um pátio de transbordo como o PATRAG em Ouro Branco-MG aonde a EFVM conecta com a MRS, o pátio e o ramal de acesso é todo em bitola mista e é utilizado vagões madrinha aonde as locomotivas da métrica podem puxar vagões da larga e vice versa, nesse pátio a EFVM descarrega produtos siderúrgicos e carvão aonde então é carregado nos trens da MRS, e a MRS descarrega minério que é carregado nos trens da EFVM com destino a Vitória.


Nessa foto é possível ver uma Dash 9 da EFVM utilizando vagão madrinha pra puxar vagões HAT (bitola larga) da MRS fazendo descarregamento de minério, para então ser carregado nos GDE (métrica) da EFVM e descer para o ES.


Creio que será mais ou menos esse mesmo tipo de operação por aqui se essa ferovia sair mesmo do papel.
__________________
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 08:37 PM   #7
Celso Jorge
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo-SP
Posts: 9,380
Likes (Received): 6236

É por essa ferrovia das fotos que anda o Trem das Montanhas Capixabas da Serra Verde Express? Há somente uma automotriz RDC da Budd nesse trem turístico?
Celso Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old April 25th, 2015, 08:47 PM   #8
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by Celso Jorge View Post
É por essa ferrovia das fotos que anda o Trem das Montanhas Capixabas da Serra Verde Express? Há somente uma automotriz RDC da Budd nesse trem turístico?
É sim, mas ele só percorre um trecho de 50km entre Viana e Araguaia aonde fica o pátio de carregamento de toretes, dura cerca de 3 horas o passeio, mas é bem salgado o preço, mas compensa passa por uma região montanhosa muito bonita de mata atlântica conservada, vários pontilhões altos, tuneis, é um passeio agradável para se fazer com a família, quanto a litorina eu não sei se são 2 ou apenas 1, mas é somente esse modelo que é utilizado mesmo talvez com a desativação do transporte de cargas eles botem alguns vagões de passageiros antigos tracionado por uma G12, ainda mais que os antigos vagões romenos da EFVM estão enferrujando no pátio de tubarão sem uso algum.
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 26th, 2015, 04:10 AM   #9
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

Quote:
Originally Posted by Putsein View Post
Devem construir um pátio de transbordo como o PATRAG em Ouro Branco-MG aonde a EFVM conecta com a MRS, o pátio e o ramal de acesso é todo em bitola mista e é utilizado vagões madrinha aonde as locomotivas da métrica podem puxar vagões da larga e vice versa, nesse pátio a EFVM descarrega produtos siderúrgicos e carvão aonde então é carregado nos trens da MRS, e a MRS descarrega minério que é carregado nos trens da EFVM com destino a Vitória.


Nessa foto é possível ver uma Dash 9 da EFVM utilizando vagão madrinha pra puxar vagões HAT (bitola larga) da MRS fazendo descarregamento de minério, para então ser carregado nos GDE (métrica) da EFVM e descer para o ES.


Creio que será mais ou menos esse mesmo tipo de operação por aqui se essa ferovia sair mesmo do papel.


Acho que essa ferrovia seja uma das poucas que mereçam ser construída em bitola mista de ponta a ponta, permitindo acesso e captação de clientes pelas ferrovias VLI, MRS e mesmo os trens da Vale, pois é uma zona de interseção de zona de influência das mesmas.
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Putsein liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote
Old April 26th, 2015, 04:48 AM   #10
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by André cavando n'água View Post
Acho que essa ferrovia seja uma das poucas que mereçam ser construída em bitola mista de ponta a ponta, permitindo acesso e captação de clientes pelas ferrovias VLI, MRS e mesmo os trens da Vale, pois é uma zona de interseção de zona de influência das mesmas.

Eu concordo, ainda mais por não se tratar de uma ferrovia tão longa assim como outros projetos como a FNS que também era prevista a ser de bitola mista até Goiás, mas aí tem que ver o quanto saíria o custo de colocar o terceiro trilho e se o governo e as empresas estariam dispostas a fazer esse investimento extra, mas que faz todo o sentido, isso faz.
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 27th, 2015, 03:58 PM   #11
rfavero
Rômulo
 
rfavero's Avatar
 
Join Date: Mar 2010
Location: São Paulo
Posts: 3,560
Likes (Received): 1418

A FCA desativou a rota da Bauxita entre Cataguazes e Três Rios (é isso)? Você sabe o motivo?

Bauxita por trens agora só em Poços de Caldas ou existe em outro lugar?
rfavero no está en línea   Reply With Quote
Old April 27th, 2015, 07:57 PM   #12
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by rfavero View Post
A FCA desativou a rota da Bauxita entre Cataguazes e Três Rios (é isso)? Você sabe o motivo?

Bauxita por trens agora só em Poços de Caldas ou existe em outro lugar?

A bauxita está vindo de Brasília num trem maior e descendo pelo corredor paulista todo por bitola métrica, o motivo seria de que a bauxita que vem de lá é de qualidade superior e também o motivo de não precisar fazer transbordo pra MRS no estado do RJ, agilizando o processo e deixando o frete mais barato.
__________________

rfavero liked this post
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 27th, 2015, 08:13 PM   #13
bitolado
Registered User
 
bitolado's Avatar
 
Join Date: May 2013
Location: west side
Posts: 759
Likes (Received): 653

ainda transporta bauxita entre Cataguases e Três Rios. um par de trens por dia. às vezes menos. mas transporta
ainda...
__________________
--
"Questions are more powerful than statements"

rfavero, Putsein liked this post
bitolado no está en línea   Reply With Quote
Old April 28th, 2015, 09:31 PM   #14
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

Não posso confirma, mas baseado nos vídeos abaixo, parece que atualmente as principais cargas da VLI no sul do Espírito Santo são toras de eucalipto, calcário e blocos de pedra. Não vi transporte de cimento.

Manobras em Viana-ES:
Notar a litorina atrás da estação.
https://www.youtube.com/watch?v=H8r55RdofoA&spfreload=1

Passando por Cariacica-ES:
https://www.youtube.com/watch?v=cLXa6RBUWf8

Estação de Mimoso do Sul-ES:
https://www.youtube.com/watch?v=tvtMoWg6HjE

Trem RFFSA em Cachoreiro do Itapemirim-ES (foto Paulo Thiengo, sem data. Tirada do site Centro-Oeste) Link:http://vfco.brazilia.jor.br/estacoes...iva-U13B.shtml



No trecho do Rio de Janeiro abandono praticamente total:

Campos antes:


Campos depois:

Link: http://www.estacoesferroviarias.com....pos-cargas.htm

Saída de vários HAD da operação Bauxita:

https://www.youtube.com/watch?v=JbxRkp7zyLc
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Putsein, dipaula13, Eduarqui liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote
Old April 28th, 2015, 10:00 PM   #15
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by André cavando n'água View Post
Não posso confirma, mas baseado nos vídeos abaixo, parece que atualmente as principais cargas da VLI no sul do Espírito Santo são toras de eucalipto, calcário e blocos de pedra. Não vi transporte de cimento.

Saída de vários HAD da operação Bauxita:

https://www.youtube.com/watch?v=JbxRkp7zyLc
Atualmente são só essas 3 cargas mesmo, basicamente esse trecho entre Vitória e Cachoeiro só sobrevive graças a Arcellor Mittal Tubarão (antiga CST) que depende do calcário e dos toretes de eucalipto para a Fibria em Aracruz, os blocos de granito vem de brinde já que a região sul do ES é a maior produtora mundial do produto, o cimento já faz bastante tempo que não escoa via ferrovia apesar do pátio da fábrica da Nassau ainda ter condições de operação, esses vagões da antiga rota da bauxita vieram via EFVM e estão na oficina de vagões do pátio de porto velho em Cariacia-ES para reformas, consegui fotograr alguns deles quando passaram por Colatina.

Mas existe muita demanda pra carga nessa região, mas seguindo mais o litoral e não uma rota virtuosa pela regiao montanhosa como é atualmente, isso devido aos portos já existentes e os que estão em construção, por isso a Litoranea Sul é importante, pois existe demanada para petroquímicos, minério de ferro, calcário, carvão, grãos, produtos siderúrgicos, celulose, fertilizantes, granito e até mesmo de frutas e produtos frigoríficos que vem do norte do ES, e se o projeto Litoranea Norte que ligará Vitória e Ilhéus e por conseguinte Salvador também um dia sair do papel teremos 3 das principais capitais e suas zonas industriais e portuárias conectadas via ferrovia, mas isso ainda é um sonho distante.
__________________

Paulo Magalhães, rfavero liked this post
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 28th, 2015, 10:54 PM   #16
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Alguns vídeos do Serra Verde Express no ES







Mais algumas fotos, mostra como esse trecho é crítico, já aconteceu alguns acidentes feios nessa região e vários deles com fatalidades a tripulação, de um lado é pedra e do outro é penhasco, não tem muito o que o maquinista pode fazer, é se segurar e rezar.






Uma curiosidade é que foi nesse trecho da antiga Leopoldina que nasceu e cresceu Roberto Carlos, ele inclusive fez um clipe nos anos 80 se não me engano a bordo do antigo passageiro que ligava Cariacia ao Rio de Janeiro, e também foi nessa mesma linha que ele ao tentar pular um vagão de um trem parado na juventude, acabou sofrendo um acidente e perdeu uma das pernas.
__________________

dipaula13 liked this post
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 29th, 2015, 12:21 AM   #17
Celso Jorge
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Location: São Paulo-SP
Posts: 9,380
Likes (Received): 6236



Então quer dizer que a Serra Verde Express já estendeu o percurso do Trem das Montanhas Capixabas no trecho de 15 Km entre Viana e Mathilde, além daquele trecho que já existia anteriormente? Pelo jeito o site da Serra Verde está desatualizado, pois lá está escrito que ainda vão fazer isso. Mas por falar em litorina, este vídeo mostra que a automotriz reformada pela CPTM é um tanto parecida com a da Serra Verde por causa de uma única janelinha numa das extremidades, só que a da CPTM é de bitola larga.
O que me indigna nisso tudo, é que a CPTM poderia aproveitá-la numa nova rota turística para o leste que faria até mais sucesso que o percurso Luz-Mogi das Cruzes, pois o percurso poderia ser estendido até o distrito mogiano de Luís Carlos e esporadicamente até Guararema, já que o percurso até Pindamonhangaba, como o originalmente proposto, esbarra na estúpida burocracia da ANTT e da MRS que tem a obrigação de deixar passar trens de passageiros pela sua malha, está no contrato, mas a CPTM é molenga e desleixada e não se mexe nem um pouco para incrementar o Expresso Turístico e esse percurso seria o máximo! Vou dar essa sugestão à empresa, veremos se vão me ignorar desta vez.
__________________

Putsein, Comendador Cabral liked this post
Celso Jorge no está en línea   Reply With Quote
Old April 29th, 2015, 08:02 PM   #18
Putsein
Railroad Enthusiast
 
Putsein's Avatar
 
Join Date: Jan 2015
Posts: 593
Likes (Received): 882

Quote:
Originally Posted by Celso Jorge View Post


Então quer dizer que a Serra Verde Express já estendeu o percurso do Trem das Montanhas Capixabas no trecho de 15 Km entre Viana e Mathilde, além daquele trecho que já existia anteriormente? Pelo jeito o site da Serra Verde está desatualizado, pois lá está escrito que ainda vão fazer isso. Mas por falar em litorina, este vídeo mostra que a automotriz reformada pela CPTM é um tanto parecida com a da Serra Verde por causa de uma única janelinha numa das extremidades, só que a da CPTM é de bitola larga.
O que me indigna nisso tudo, é que a CPTM poderia aproveitá-la numa nova rota turística para o leste que faria até mais sucesso que o percurso Luz-Mogi das Cruzes, pois o percurso poderia ser estendido até o distrito mogiano de Luís Carlos e esporadicamente até Guararema, já que o percurso até Pindamonhangaba, como o originalmente proposto, esbarra na estúpida burocracia da ANTT e da MRS que tem a obrigação de deixar passar trens de passageiros pela sua malha, está no contrato, mas a CPTM é molenga e desleixada e não se mexe nem um pouco para incrementar o Expresso Turístico e esse percurso seria o máximo! Vou dar essa sugestão à empresa, veremos se vão me ignorar desta vez.
Acho que fez todo o sentido o serviço chegar em Mathilde, pois lá tem grande potencial turístico, tem várias cachoeiras, campings, pessoal dos esportes radicais costuma praticar muito rapel e rafting pelas corredeiras a fora, além do local por si só ser muito bonito e contar com matas conservadas, no futuro com a desativação desse trecho para cargas seria interessante colocaram um trem turístico ao estilo do que desce a Serra de Paranaguá, locomotivas G12 é o que não falta por aqui e a Vale tem vários vagões de passageiros do antigo trem da EFVM que estão parados sem uso algum.

Quanto a CPTM não conheço muito a malha paulista, mas talvez quando o e se o ferroanel da MRS sair não ficaria mais fácil a implantação desse trem? Ou alguma empresa terceira como a Serra Verde Express fazer alguma negociação pra operar um turístico não facilitaria as coisas?
Putsein está en línea ahora   Reply With Quote
Old May 12th, 2015, 06:40 PM   #19
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

Enquanto isso, a Leopoldina no Rio

Como perspectivas e prioridades mudam com o tempo...

Abaixo: típica locomotiva da LR nas linhas do Rio de Janeiro



Site:http://mestreferroviario.blogspot.co...1_archive.html


Abaixo: Campos dos Goytacazes (RJ) em pleno funcionamento



Foto: Hugo Caramuru / http://www.estacoesferroviarias.com.br)

E a parada final:



Fonte: http://www.estacoesferroviarias.com....ral/campos.htm
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Eduarqui liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote
Old May 20th, 2015, 10:07 PM   #20
André cavando n'água
Registered User
 
André cavando n'água's Avatar
 
Join Date: Dec 2014
Location: Rio de Janeiro
Posts: 175
Likes (Received): 441

China - Rio - Espírito Santo

Home » Secretaria de Estado de Transportes - SETRANS » Notícia
Transportes

Notícias


Primeiro-ministro da China visita Metrô e cruza Baía de Guanabara no catamarã Pão de Açúcar

20/05/2015 - 16:07h - Atualizado em 20/05/2015 - 16:22h

Acompanhado do governador, ele conheceu um dos 15 trens chineses que irão circular na Linha 4 do Metrô e visitou o Píer Mauá

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, acompanhado do governador Luiz Fernando Pezão, visitou, nesta quarta-feira (20/5) o Centro Administrativo do Metrô Rio, na Cidade Nova. A autoridade conheceu um dos 15 trens chineses que irão circular na Linha 4 do Metrô, que será inaugurada em junho de 2016. Nove composições fabricadas na China já chegaram ao Rio de Janeiro. Até o fim de 2015, outros seis trens vão desembarcar na cidade.

Em seguida, Li Keqiang visitou uma exposição de equipamentos e manufaturados da China e ​fez um passeio pela Baía de Guanabara no novo catamarã Pão de Açúcar, acompanhado pelo governador, ministros e empresários do Brasil e da China. No catamarã, foi realizada reunião com a participação dos ministros das Relações Exteriores Mauro Vieira; Minas e Energia, Carlos Eduardo de Souza Braga; Comunicações, Ricardo Berzoini; o presidente do BNDES, Luciano Coutinho e de empresários brasileiros, como o presidente da Vale do Rio Doce, Murilo Ferreira, e da Embraer, Frederico Curado. Segundo o primeiro ministro, a China pretende aumentar seus investimentos no estado do Rio.

- Os dois governos já chegaram ao consenso de ampliar os investimentos na cidade e no estado do Rio . Isso vai ajudar a promover empregos e poderemos atender melhor os interesses dos cidadãos locais – disse o primeiro-ministro chinês.

De acordo com o governador Luiz Fernando Pezão, o Governo do Estado já negocia a possibilidade de receber um centro de manutenção de trens em Deodoro, na zona Oeste, e uma fábrica de composições chinesas para atender aos mercados brasileiro e sul-americano. Além disso, pretende viabilizar financiamento e investimentos para ampliar as malhas metroferroviária e aquaviária fluminenses.

- Esta visita é de extrema importância para nós e demostra nosso prestígio. O Rio de Janeiro tem uma longa parceria com os chineses. Somos os melhores clientes da China no Brasil e queremos atrair cada vez mais investimentos – afirmou Pezão.

Segundo o secretário de Estado de Transportes, Carlos Roberto Osorio, outro projeto, o da ferrovia Rio – Vitória, também será discutido nesta quarta-feira com os chineses.

- Eles demostraram interesse em participar do financiamento, da operação e, eventualmente, da construção da ferrovia. O Rio de Janeiro e o Espírito Santo apresentaram um projeto, aprovado pelo Governo Federal, de criação desta ferrovia que vai ligar os portos de Itaguaí, Sepetiba e do Rio à Reduc, ao Comperj, aos portos de Macaé, do Açu, e aos portos Central e de Vitória, no Espirito Santo . Ela faz parte do Plano de Infraestrutura e Logística (Pil), lançado pelo governo federal em 2012 – acrescentou o secretário de Estado de Transportes.

O projeto da ferrovia já está em etapa de finalização e a proposta deve ser levada à Audiência Pública ainda no início do segundo semestre.

- Já avançamos no detalhamento do projeto. Solicitamos ao Governo Federal que ele seja apresentado em audiência pública. Quando estiver fechado, levaremos para apreciação do Tribunal de Contas da União (TCU). Nosso objetivo é que a Rio-Vitória esteja no primeiro grupo das novas concessões de ferrovias a ser lançado pelo Governo Federal - explicou Osorio.

Na tarde desta quarta e na quinta-feira, reuniões bilaterais serão realizadas entre o Governo do Estado do Rio e o governo e empresários chineses, para aprofundamento dos projetos.


Fonte: http://www.rj.gov.br/web/setrans/exi...cle-id=2438300
__________________
La virtud of being sincère in einer Welt corrupto!

BRA-RJ

Putsein liked this post
André cavando n'água no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off

Related topics on SkyscraperCity


All times are GMT +2. The time now is 11:23 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.11 Beta 4
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2017 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu