daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > European Forums > Fórum Português > Arquitectura e Urbanismo > Transportes e Infraestruturas

Transportes e Infraestruturas » Rodovias | Ferrovias | Aviação



Reply

 
Thread Tools
Old October 7th, 2011, 01:01 PM   #1
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,510
Likes (Received): 8

Plano estratégico de transportes

Fusão nas empresas de transportes públicos e fecho de 450 km de ferrovia

O Plano Estratégicos dos Transportes (PET) que será hoje apresentado no Parlamento prevê ainda a entrada da alta-velocidade ferroviária pela ponte 25 de Abril, a passagem das companhias "low cost" para um aeroporto secundário e a introdução de portagens em todas as SCUT ainda este mês.
De acordo com o semanário "Sol", que antecipa na edição de hoje esta revolução nos transportes, avançará a fusão da Carris com o Metro de Lisboa, da STCP e do Metro do Porto e das operadores de tráfego fluvial Transtejo e Soflusa. O objectivo é poupar nos custos administrativos e no número de trabalhadores, prevendo o documento que deva haver despedimentos.

Parte das operações da Carris, do Metro de Lisboa e da SCTP do Porto serão entregues a privados. Estas alterações serão apresentadas às 16h pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas.

Aos deputados, Álvaro Santos Pereira vai ainda falar dos planos do Executivo para “desactivar 450 km de serviços ferroviários altamente deficitários”, que equivale a metade das linhas desactivadas entre 1988 e 2011, escreve ainda o “Sol”. As mais afectadas serão as ligações regionais.

Já a Rádio Renascença informa esta manhã que a nova linha ferroviária de alta prestação em bitola europeia (alternativa do Governo ao TGV) entrará em Lisboa pela ponte 25 de Abril, deixando assim cair a terceira travessia do Tejo que era projectada pelo anterior Executivo socialista.

Aeroporto "lowcost" e portagens em todas as SCUT

Com o projecto do novo aeroporto de Lisboa adiado e com o objectivo de proteger a Portela da degradação mais acelerada, o PET prevê que o tráfego das companhias aéreas de baixo custo seja “transferido para outro aeroporto de Lisboa”, admitindo-se as pistas de Alverca e Alcochete como as melhores hipóteses.

Num plano estratégico em que prevê também a redução de cinco para três no número de elementos dos conselhos de administração das empresas públicas do sector, é confirmada a intenção de portajar “já este mês” as SCUT do Algarve Litoral, Beira Interior, Beira Litoral e Alta e Interior Norte.

Além disso, o plano ontem aprovado em conselho de ministros e que contém as principais linhas de orientação para os quatro anos ao nível destas infraestruturas confirma outros agravamentos nos custos para utilizador: o novo aumento do preço dos transportes em Janeiro (há também a possibilidade de subir antes do final do ano, mas o “Sol” não detalha esta intenção) e a subida das portagens a cobrar nas auto-estradas.

O Plano Estratégico dos Transportes é uma das medidas que constam no Memorando de Entendimento assinado com a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional, para a definição da política e das orientações do Governo para o sector durante a legislatura que termina em 2015.

Jomal de negocios

Desde já sou contra o encerramento de mais ferrovias.
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old October 7th, 2011, 01:51 PM   #2
Three Of Five
Amateur Archaeologist
 
Join Date: Nov 2008
Posts: 2,530
Likes (Received): 75

Quote:
Originally Posted by AZT2009 View Post
Fusão nas empresas de transportes públicos e fecho de 450 km de ferrovia

O Plano Estratégicos dos Transportes (PET) que será hoje apresentado no Parlamento prevê ainda a entrada da alta-velocidade ferroviária pela ponte 25 de Abril, a passagem das companhias "low cost" para um aeroporto secundário e a introdução de portagens em todas as SCUT ainda este mês.
De acordo com o semanário "Sol", que antecipa na edição de hoje esta revolução nos transportes, avançará a fusão da Carris com o Metro de Lisboa, da STCP e do Metro do Porto e das operadores de tráfego fluvial Transtejo e Soflusa. O objectivo é poupar nos custos administrativos e no número de trabalhadores, prevendo o documento que deva haver despedimentos.

Parte das operações da Carris, do Metro de Lisboa e da SCTP do Porto serão entregues a privados. Estas alterações serão apresentadas às 16h pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas.

Aos deputados, Álvaro Santos Pereira vai ainda falar dos planos do Executivo para “desactivar 450 km de serviços ferroviários altamente deficitários”, que equivale a metade das linhas desactivadas entre 1988 e 2011, escreve ainda o “Sol”. As mais afectadas serão as ligações regionais.

Já a Rádio Renascença informa esta manhã que a nova linha ferroviária de alta prestação em bitola europeia (alternativa do Governo ao TGV) entrará em Lisboa pela ponte 25 de Abril, deixando assim cair a terceira travessia do Tejo que era projectada pelo anterior Executivo socialista.

Aeroporto "lowcost" e portagens em todas as SCUT

Com o projecto do novo aeroporto de Lisboa adiado e com o objectivo de proteger a Portela da degradação mais acelerada, o PET prevê que o tráfego das companhias aéreas de baixo custo seja “transferido para outro aeroporto de Lisboa”, admitindo-se as pistas de Alverca e Alcochete como as melhores hipóteses.

Num plano estratégico em que prevê também a redução de cinco para três no número de elementos dos conselhos de administração das empresas públicas do sector, é confirmada a intenção de portajar “já este mês” as SCUT do Algarve Litoral, Beira Interior, Beira Litoral e Alta e Interior Norte.

Além disso, o plano ontem aprovado em conselho de ministros e que contém as principais linhas de orientação para os quatro anos ao nível destas infraestruturas confirma outros agravamentos nos custos para utilizador: o novo aumento do preço dos transportes em Janeiro (há também a possibilidade de subir antes do final do ano, mas o “Sol” não detalha esta intenção) e a subida das portagens a cobrar nas auto-estradas.

O Plano Estratégico dos Transportes é uma das medidas que constam no Memorando de Entendimento assinado com a Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional, para a definição da política e das orientações do Governo para o sector durante a legislatura que termina em 2015.

Jomal de negocios

Desde já sou contra o encerramento de mais ferrovias.
Totalmente de acordo. O fecho de ferrovia é de uma estupidez monumental. Claro que são deficitárias, oferecem o mesmo tipo de serviço que ofereciam há 50 anos, nada mudou. Não investiram um cêntimo na promoção de serviços nem na modernização das vias e depois dizem que é deficitário, claro que é, nem podia deixar de ser. Mas será mais deficitária do que as autoestradas que estão ás moscas?


Só gostava de saber o que é um aeroporto Low-Cost. Aterragens sem trem? Aviões sem cadeiras? Aterragens na A1?
Three Of Five no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 01:53 PM   #3
Oponopono
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 12,510
Likes (Received): 39

Quote:
Originally Posted by Three Of Five View Post
Totalmente de acordo. O fecho de ferrovia é de uma estupidez monumental. Claro que são deficitárias, oferecem o mesmo tipo de serviço que ofereciam há 50 anos, nada mudou. Não investiram um cêntimo na promoção de serviços nem na modernização das vias e depois dizem que é deficitário, claro que é, nem podia deixar de ser.
Há serviços que vão pelo meio do nada. Nem sequer é questão de linhas em mau estado que há serviços regionais que vão por linhas em bom estado onde passam mercadorias e passageiros de longo curso mas o serviço regional não atrai gente porque são sitios onde na realidade não há gente para transportar. Também há casos em que houve falta de aposta, sim, mas em certa medida e dadas as caracteristicas do serviço regional sou capaz de entender.

Ademais é um serviço deficitário, inerentemente deficitário em todo o lado, e a questão aqui é que se acabou o dinheiro para o subsidiar.
Oponopono no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 01:57 PM   #4
Three Of Five
Amateur Archaeologist
 
Join Date: Nov 2008
Posts: 2,530
Likes (Received): 75

Quote:
Originally Posted by Oponopono View Post
Há serviços que vão pelo meio do nada. Nem sequer é questão de linhas em mau estado que há serviços regionais que vão por linhas em bom estado onde passam mercadorias e passageiros de longo curso mas o serviço regional não atrai gente porque são sitios onde na realidade não há gente para transportar. Também há casos em que houve falta de aposta, sim, mas em certa medida e dadas as caracteristicas do serviço regional sou capaz de entender.

Ademais é um serviço deficitário, inerentemente deficitário em todo o lado, e a questão aqui é que se acabou o dinheiro para o subsidiar.
Provavelmente não há gente para transportar porque não existe um serviço que sirva esses locais de forma adequada. Mas se há serviços que vão pelo meio do nada porque nunca foram modificados desde há décadas. Não houve uma adaptação progressiva e depois assiste-se a estes cortes radicais que penalizam tudo.
Three Of Five no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 02:01 PM   #5
Oponopono
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 12,510
Likes (Received): 39

Quote:
Originally Posted by Three Of Five View Post
Provavelmente não há gente para transportar porque não existe um serviço que sirva esses locais de forma adequada.
Não, não. Vão mesmo pelo meio do nada, por sitios onde não há ninguém. O Ramal de Cáceres e o Beja-Funcheira, por exemplo.

A forma adequada de servir estas populações (que, evidentemente, têm que ter uma alternativa de transporte... ou deveriam assim houvesse dinheiro para pagar) não é a ferroviaria mas sim a rodoviaria. Em muitos casos nem sequer têm gente para um minibus quanto mais para uma automotora de quase 100 lugares.
Oponopono no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 02:37 PM   #6
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,910
Likes (Received): 6

Quote:
Originally Posted by Oponopono View Post
Não, não. Vão mesmo pelo meio do nada, por sitios onde não há ninguém. O Ramal de Cáceres e o Beja-Funcheira, por exemplo.

A forma adequada de servir estas populações (que, evidentemente, têm que ter uma alternativa de transporte... ou deveriam assim houvesse dinheiro para pagar) não é a ferroviaria mas sim a rodoviaria. Em muitos casos nem sequer têm gente para um minibus quanto mais para uma automotora de quase 100 lugares.
Isso é deixar as pessoas sem nada.
Ora se não rodiviária como se vai fazer?
Compensações?

Ou vão deixar as pessoas sem nada?
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 02:40 PM   #7
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,910
Likes (Received): 6

Concordo com as fusões.


Opo que querem dizer com isto:

"Parte das operações da Carris, do Metro de Lisboa e da SCTP do Porto serão entregues a privados. Estas alterações serão apresentadas às 16h pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas."
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 04:01 PM   #8
Viriatuus
Registered User
 
Join Date: Dec 2007
Location: Porto
Posts: 15,560
Likes (Received): 481

Oponopono:

Quote:
Não, não. Vão mesmo pelo meio do nada, por sitios onde não há ninguém. O Ramal de Cáceres e o Beja-Funcheira, por exemplo.
E o por meio de nada esgota-se aí... mas são 450 km, não 100 e tais..., pelo que os outros vão ser cortados onde vão pelo meio de alguma coisa, Linha do Douro, Linha do Oeste...?
Viriatuus no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 04:28 PM   #9
Oponopono
Registered User
 
Join Date: Aug 2009
Posts: 12,510
Likes (Received): 39

Quote:
Originally Posted by Wolf2009 View Post
Compensações?

Ou vão deixar as pessoas sem nada?
O correcto seria a opção rodoviaria mas subsidiada, claro, que sozinha evidentemente que não se aguenta em muitos desses fins de mundo perdidos por aí. Agora se há dinheiro para isso ou não é outra história.

Só o tempo dirá o que consegue o governo fazer.



Quote:
Originally Posted by Wolf2009 View Post
Opo que querem dizer com isto:

"Parte das operações da Carris, do Metro de Lisboa e da SCTP do Porto serão entregues a privados. Estas alterações serão apresentadas às 16h pelo ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, na comissão parlamentar de Economia e Obras Públicas."
Também gostava de saber. É uma frase demasiado geral para poder concluir o que quer que seja.


Quote:
Originally Posted by Viriatuus View Post
E o por meio de nada esgota-se aí... mas são 450 km, não 100 e tais..., pelo que os outros vão ser cortados onde vão pelo meio de alguma coisa, Linha do Douro, Linha do Oeste...?
Inevitavelmente irá por aí. Há sitios onde se devia ter apostado no caminho de ferro por questões de eficiencia global do sistema de transportes (o Oeste é um desses, precisamente), ainda que assumindo os prejuizos do serviço regional. Mas quis apostar-se em estradas e agora é o que há: estradas. E em simultâneo não há dinheiro para uma aposta no serviço de transportes em condições.

Ou seja, asneiras em barda, nada pensado, medidas casuisticas e ad-hoc, claro que agora, muitos milhões depois, há um sistema ineficiente quando, com o dinheiro que se gastou em transportes em Portugal (isto inclui, evidentemente, o dinheiro gasto em estradas) podia haver em Portugal um sistema de transportes do melhor do mundo, tanto no serviço às populações como na eficiencia global do sistema como mesmo, indo mais além, em termos de aplicações de transportes desenvolvidas em Portugal e a ser vendidas para outros paises. Mas o que há é o que há e até voltar a haver dinheiro não me parece que possa esperar-se algo diferente.
Oponopono no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 06:57 PM   #10
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,510
Likes (Received): 8

Quote:
Originally Posted by Viriatuus View Post
Oponopono:



E o por meio de nada esgota-se aí... mas são 450 km, não 100 e tais..., pelo que os outros vão ser cortados onde vão pelo meio de alguma coisa, Linha do Douro, Linha do Oeste...?
Isso é ver onde o serviço ferroviário foi cortado para reabilitação e até hoje nem circulação de comboios nem reabilitação.
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:07 PM   #11
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,510
Likes (Received): 8

A fusão da STCP e Metro do Porto vai dar origem a que empresa?

A fusão da Carris e Metro de Lisboa vai dar origem a que empresa?
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:20 PM   #12
toniho
Registered User
 
toniho's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 7,510
Likes (Received): 722

Empresa de Transportes do Porto
Empresa de Transportes de Lisboa
toniho no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:23 PM   #13
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,510
Likes (Received): 8

E a fusão da Transtejo e da SofLusa dará origem a que empresa?
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:27 PM   #14
toniho
Registered User
 
toniho's Avatar
 
Join Date: Sep 2010
Posts: 7,510
Likes (Received): 722

Transtejo
toniho no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:35 PM   #15
alentejolover
Cidade-Museu
 
alentejolover's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Evora-World Heritage Site since 1986
Posts: 14,308
Likes (Received): 313

Que troços de ferrovia vão encerrar?
__________________
''Evora is the finest example of a city of the golden age of Portugal after the destruction of Lisbon by the earthquake of 1755'' Inscription criteria on the List of the UNESCO World Heritage (1986)

/
alentejolover no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:44 PM   #16
AZT2009
Registered User
 
AZT2009's Avatar
 
Join Date: Oct 2009
Posts: 5,510
Likes (Received): 8

Quote:
Originally Posted by alentejolover View Post
Que troços de ferrovia vão encerrar?
Olha para o que encerrou a pretesto de modernização e as obras ainda não começaram contas os quilometros todos e chegarás a um número.
Embora alguns troços estejam operaciomais hoje em dia.

Encerrava-se estes troços e começava-se a pensar num plano ferroviário nacional algo que nunca foi foi pensado em Portugal.
AZT2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 07:51 PM   #17
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,910
Likes (Received): 6

Quote:
Originally Posted by toniho View Post
Empresa de Transportes do Porto
Empresa de Transportes de Lisboa
Fonte?
Faziam melhor figura se criassem mobilidade em toda a AML.
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 08:13 PM   #18
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,910
Likes (Received): 6

edit
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade

Last edited by Wolf2009; October 7th, 2011 at 08:26 PM.
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 08:23 PM   #19
Wolf2009
Lobito for friends
 
Wolf2009's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Vila Nogueira de Azeitão
Posts: 10,910
Likes (Received): 6

Maioria chumba requerimento do PS para adiar audição do ministro


O PS propôs o adiamento da audição do ministro da Economia para a apresentação do Plano Estratégico dos Transportes, agendada para hoje, alegando que o documento precisa de ser aprovado pelo Governo antes de discutido em comissão parlamentar.

O requerimento do PS foi apresentado pelo deputado socialista Basílio Horta, que sublinhou que a ordem de trabalhos da reunião de hoje da Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas previa a apresentação de um documento ainda não aprovado pelo Governo e, por isso, não pode ser cumprida.

"O texto não representa mais do que a opinião do senhor ministro. Só será opinião do Governo depois de devidamente aprovado", afirmou, realçando que o Conselho de Ministros de quinta-feira apenas apreciou o plano estratégico e não o votou.

O requerimento foi, entretanto, chumbado com as abstenções do Bloco de Esquerda e PCP e com os votos contra da maioria que suporta o Governo.

DN
__________________
Azeitão a Concelho

Dizer que não existe alternativa é o contrário da Liberdade
Wolf2009 no está en línea   Reply With Quote
Old October 7th, 2011, 09:42 PM   #20
fidalgo
the mitty
 
fidalgo's Avatar
 
Join Date: Mar 2007
Location: Setuþalmela
Posts: 5,373
Likes (Received): 2873

Quote:
Originally Posted by Wolf2009 View Post
Fonte?
o diapositivo da apresentação do ministro
fidalgo está en línea ahora   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 02:35 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu