daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Projetos e Obras



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old October 24th, 2012, 06:55 PM   #2461
adrcmendes
Registered User
 
adrcmendes's Avatar
 
Join Date: May 2011
Location: Goiânia
Posts: 222
Likes (Received): 53

Obra de shopping
Operários se queixam de condições de trabalho

Trabalhadores tentaram incendiar alojamento onde moram, nas imediações de construção, na Região Norte de Goiânia Deire Assis 24 de outubro de 2012 (quarta-feira)

Operários que trabalham na construção do Shopping Passeio das Águas, no cruzamento das Avenidas Goiás Norte e Perimetral, na Região Noroeste da capital, denunciam más condições de trabalho, infraestrutura precária do alojamento em que moram, desvio de função, frequentes acidentes, entre outras queixas. As denúncias foram levadas ao conhecimento do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e Mobiliário de Goiânia (Sintracom) e chegaram ao Ministério Público do Trabalho (MPT), de acordo com o sindicato. Auditores da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás aguardam laudo de levantamento feito no local da obra após funcionários denunciarem a queda de uma laje, recentemente.

Há meses o clima na obra de construção do shopping é de tensão. Os trabalhadores da construtora responsável pelo empreendimento, Construtora OAS, relatam dias difíceis desde que foram contratados para erguer o shopping. A maioria deles reside em Estados das Regiões Nordeste e Norte do País, principalmente do Maranhão. Foram recrutados, segundo ele, chegando a Goiânia com o trabalho assegurado e a carteira assinada. Há acordos garantidos para visita à família, a cada três, quatro, seis meses, mas mesmo as viagens têm sido motivo de reclamação. Segundo afirmam, os veículos destacados para esta finalidade seriam clandestinos e estariam em péssimas condições de conservação.

Temor

A proximidade da equipe de reportagem de um dos alojamentos onde permanecem os trabalhadores empregados na obra do shopping sempre causa inquietação. Nenhum dos supervisores ou encarregados do local aceita falar com jornalistas. Os trabalhadores, por sua vez, conversam com a equipe no meio da rua, na esquina, sob a sombra das árvores, longe da atenção daqueles. E sempre pedem para não serem identificados porque temem represálias. “Queremos ir embora, mas a empresa não manda ninguém. Se quisermos, temos de pedir para sair”, afirma um maranhense. “As condições aí dentro do alojamento são horrorosas, com água nos banheiros pegando no meio da perna da gente, bichos por todo lado”, denuncia outro. A reportagem do POPULAR não foi autorizada a conhecer o lugar.

Alguns deles relatam momentos de horror vividos no canteiro de obras. “Somos contratados como ajudantes de pedreiro, mas nos colocam para fazer serviço de carpinteiro, pedreiro. Direto acontece acidente aí dentro”, afirma um dos trabalhadores. A queda da laje, apurada pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás chegou a ser relatada por alguns deles. “O colega saiu todo quebrado daqui direto para o hospital”, contam.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção e Mobiliário de Goiânia, José Braz Constantino, diz que a entidade está acompanhando de perto a obra. “Tem muita denúncia que parte de lá”, confirma. “Há três fiscais avaliando as condições de trabalho na obra”, relata. Segundo o presidente, o sindicato auxiliou os trabalhadores em denúncia formalizada no MPT. Um acordo teria sido firmado para garantir o uso adequado dos equipamentos de proteção individual, adequação aos períodos de folga, piso salarial, prêmios de assiduidade, auxílio-alimentação, seguro de vida e tratamento por parte dos funcionários da construtora.

A assessoria de imprensa da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego informou que somente nos próximos dias, após formatados os laudos do levantamento realizado no canteiro de obras, será possível informar se há ou não irregularidades no local. Segundo a assessoria, trabalhadores podem informar sobre situações que considerarem irregulares, de forma anônima, pelo telefone 62-3227-7000.

A assessoria de imprensa da Construtora OAS, em São Paulo (SP), pediu à equipe de reportagem do POPULAR o envio de e-mail com as solicitações de resposta para as denúncias apresentadas pelos trabalhadores. A reportagem, entretanto, não obteve retorno dos questionamentos feitos até o fechamento desta edição.
adrcmendes no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old October 25th, 2012, 01:30 AM   #2462
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Li essa matéria hoje no popular. Acho que a melhor maneira de se resolver esse "Motim" dos funcionários é mudar os cargos de direção da obra, desde engenheiro até mestre de obra e encarregado. Se esses funcionários começarem a fazer "pirraça", não tem quem aguente. Quando a coisa está assim, fica um clima ruim na obra entre encarregados e funcionários. Eles começam a não respeitar o encarregado, o mestre de obras ou seja lá quem for e o serviço acaba não andando. Esse tipo de acontecimento é muito comum em obras. incompatibilidade de temperamentos entre direção e operários. Tem que saber lidar com os operários, senão, eles fazem um verdadeiro inferno na obra e quem acaba se queimando é o mestre ou o engenheiro...
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old October 25th, 2012, 01:50 AM   #2463
adrcmendes
Registered User
 
adrcmendes's Avatar
 
Join Date: May 2011
Location: Goiânia
Posts: 222
Likes (Received): 53

E sabe-se lá se estão fazendo o trabalho direito...
adrcmendes no está en línea   Reply With Quote
Old October 25th, 2012, 07:23 PM   #2464
hugorugby
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 272
Likes (Received): 8

fotos novas ai pessoal, inclusive, de um carro q capotou no desvio... este eh o 3° capotamento em menos de 10 dias... amt lixo!

https://plus.google.com/photos/11389...706?banner=pwa
hugorugby no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2012, 02:59 PM   #2465
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Teto do Manauara caiu, hein?
Manaus: teto de shopping desaba durante fortes ventanias
Fortes ventanias causaram danos em diversas áreas de Manaus na noite desta terça-feira, com rajadas de até 60 km/h, que provocaram quedas de postes e árvores. No caso mais assustador, o teto do Manaura Shopping, no centro da capital amazonense, caiu e gerou pânico entre vendedores e clientes. As informações são da Rádio CBN.
O incidente teria ocorrido por conta de uma infiltração. Não houve feridos.

http://noticias.terra.com.br/brasil/...ventanias.html
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2012, 03:06 PM   #2466
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

http://g1.globo.com/am/amazonas/noti...erciantes.html
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2012, 07:16 PM   #2467
Camila Figueiredo
MF
 
Camila Figueiredo's Avatar
 
Join Date: Jul 2011
Location: São Paulo
Posts: 575
Likes (Received): 50

Carnaval
Camila Figueiredo no está en línea   Reply With Quote
Old November 2nd, 2012, 10:52 PM   #2468
adrcmendes
Registered User
 
adrcmendes's Avatar
 
Join Date: May 2011
Location: Goiânia
Posts: 222
Likes (Received): 53

" Bolha imobiliária abala construtoras goianas

A Engefort Construtora, em processo de recuperação judicial e com uma dívida de R$ 150 milhões de reais, dificilmente sairá da lona. Outra construtora famosa, com várias obras no Setor Bueno, deve pedir recuperação judicial no próximo ano. Alega ter imóveis mas não consegue vendê-los. A oferta de imóveis está muito maior do que a procura.

O jornal pediu para dois economistas, um deles especializado na área imobiliária, avaliarem se há possibilidade de bolha imobiliária em Goiânia; Eles avaliam que sim. “Os estoques de apartamentos e salas comerciais começam a crescer nas mãos das construtoras e isto pode provocar, a médio ou a longo prazo, uma quebradeira. Já estão chamando uma construtora goiana de ‘a nova Encol’.”

Um economista afirma que as vendas de imóveis, sobretudo de salas comerciais e lotes em condomínios, iludem o mercado, sobretudo compradores “incautos”. “Na maioria das vezes, o sucesso de vendas de um empreendimento é pura ilusão. A publicidade diz que foi vendido tudo, até na planta, mas as coisas devem ser nuançadas. Na maioria das vezes, as salas e os lotes, assim como os apartamentos, não são vendidos para pessoas que vão morar ou trabalhar no local. Na verdade, imobiliárias e pessoas que têm o hábito de comprar para alugar ou vender mais tarde adquirem os imóveis, ou os lotes. O objetivo deles é negociá-los depois com preços mais altos. Algumas imobiliárias associaram-se a pequenas construtoras e estão construindo casas em lotes de condomínio fechado com o objetivo de vendê-las. Mas está cada dia mais difícil ganhar dinheiro com imóveis.

A área não é ruim, mas, quando a oferta começa a ficar maior do que a procura, alguma coisa está errada, do ponto de vista comercial. A bolha imobiliária está batendo à porta. Os jornais não discutem o assunto porque as construtoras e as imobiliárias são grandes anunciantes”, afirma o economista especializado no setor. "

Fonte: JornalOpção Edição 1946 de 21 a 27 de outubro de 2012

Será que corre o risco da região norte ficar assim? imóveis sem procura de compradores ou então nem investirem em prédio residenciais por aqui?

Last edited by adrcmendes; November 2nd, 2012 at 11:01 PM.
adrcmendes no está en línea   Reply With Quote
Old November 3rd, 2012, 01:08 AM   #2469
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Com certeza, várias empresas de construção já vieram, trabalharam, e se foram, mostrando um comportamento cíclico, bem peculiar das empresas do ramo. Elas vêm, com seus parceiros, alguns deles políticos, outros donos de imobiliárias, etc. e tal, sugam o que podem e depois, saem do ramo, após encherem seus bolsos e de seus parceiros. Quem fica no prejuízo sempre é o consumidor.
Quanto à esse mercado das classes A e B, de imóveis caros, acredito vai haver estagnação, em virtude do afunilamento econômico e social. Quem tem dinheiro vai ficar mais rico e quem não tem, tende a ficar mais pobre, essa é a realidade. Daí, quem tem imóveis mais caros vai ter uma quantidade menor de pessoas à quem oferecer.

No entanto, É aceito sem discussões que o mercado imobiliário é o que mais movimenta divisas, principalmente por ser uma atividade obrigatória em prol do grande número de nascimentos e as necessidades que aparecem em função do grande crescimento social, apesar de que temos notado nos últimos anos, o decréscimo no aumento de membros pertencentes a uma mesma família. É natural à necessidade de ocupação de espaços para a habitação humana, (apesar de muitos ambientalistas quererem que moremos em ocas!). Portanto, o mercado para as classes C e D ainda está carente e vai continuar pelo resto da existência, e o mercado imobiliário continuará aquecido contanto que o país continue a oferecer condições econômicas para suas aquisições.
Para a região Norte da capital, o seu desenvolvimento já está traçado desde o momento em que foram feitos os primeiros investimentos por essas grandes empresas. Ao longo do tempo, se verão mais investimentos, mais infraestrutura e mais habitações. Com o tempo, dentro de mais uns dois ou três anos, a região deverá sofrer significativas transformações.
Essas grandes empresas que estão investindo na região nem começaram a fazer o seu papel ainda. Com certeza, já estavam previstos muito mais em investimentos, quando eles começaram a se deslocar para cá. A bola da vez é a região norte.
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old November 5th, 2012, 07:32 PM   #2470
Frederico_GYN
Registered User
 
Frederico_GYN's Avatar
 
Join Date: Nov 2010
Location: Goiânia
Posts: 9
Likes (Received): 0

Concordo que a região norte é a bola da vez, mas a verticalização demora um pouco. Do Balneário para tráz o que se vê é condomínios horizontais econômicos do tipo "casa pronta", só no St. Estrela D'Alva tem 5 condomínios desses. Mas ao redor do shopping a verticalização deve ser rápida.
Frederico_GYN no está en línea   Reply With Quote
Old November 5th, 2012, 08:08 PM   #2471
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Apesar de ter acompanhado muito pouco o trabalho da Tropical no Goiânia 2, me parece que os terrenos lá foram vendidos caros. Acho que somente estavam vendendo à prazo e por um preço meio salgado. Também pudera... O loteamento é muito bom. Com certeza, um dos melhores bairros de Goiânia na atualidade. Acho que não venderam e nem vão vender lotes baratos por ali. Acho que o Goiânia 2, com toda a estrutura que tem, vai conseguir um padrão social alto, bem mais rápido do que outros bairros de Goiânia, que demoraram bastante tempo para ser considerados de elite. Aliás, eu já considero o Goiânia 2 um bairro elitizado. Morador de lá tem que ter carro, as residências são grandes e em sua maioria, com um projeto arquitetônico diferenciado, o que já as torna de elite, e o bairro tem muitas áreas verdes, que não se consegue ver em nenhum outro bairro de Goiânia, a não ser em condomínios fechados. Tem que tomar cuidado para não acontecer igual aconteceu no resto da cidade, onde os políticos negociaram todas as áreas verdes dos antigos bairros, o que prejudicou bastante a qualidade de vida dos seus moradores...
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old November 6th, 2012, 02:00 PM   #2472
ancelmo
Registered User
 
ancelmo's Avatar
 
Join Date: Mar 2010
Location: São Paulo
Posts: 675
Likes (Received): 16

Espero que essa notícia não atrapalhe as obras do shopping

Quote:
Lucro da Sonae Sierra cai 49,9% no terceiro trimestre
Lucro atribuível aos acionistas controladores da administradora de shopping centers soma R$ 29,3 milhões de julho a setembro

Por Mariana Mandrote |8h25 | 06-11-2012 A A A

SÃO PAULO - A Sonae Sierra (SSBR3) fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 29,3 milhões, queda de 49,9% em relação ao mesmo período do ano passado. O montante refere-se ao lucro atribuível aos acionistas controladores da companhia.
Levando em conta também a participação de minoritários, a administradora de shoppings centers registrou lucro de R$ 40,6 milhões, ou 56% menos do que o visto um ano antes.

Por outro lado, a receita operacional líquida da Sonae Sierra subiu 17,4% na comparação anual, alcançando R$ 64,3 milhões de julho a setembro. As vendas pelo critério "mesmas lojas" (unidades abertas há mais de um ano) aumentaram 7,9%. Já o aluguel mesmas lojas avançou 9,7%.
O Ebitda (geração operacional de caixa) da empresa foi de R$ 57,6 milhões, crescimento de 41,9% frente ao mesmo período do ano passado. A margem Ebitda (relação percentual entre receita líquida e Ebitda) passou de 74,2% para 89,6%.

fonte http://www.infomoney.com.br/sonaesie...eiro-trimestre
__________________
I find myself searching for old selves while speeding forward through the plate glass of maturing cells.
ancelmo no está en línea   Reply With Quote
Old November 6th, 2012, 07:44 PM   #2473
WP Gyn
.
 
WP Gyn's Avatar
 
Join Date: Nov 2007
Location: Goiânia
Posts: 9,958
Likes (Received): 1609


Mas o dinheiro pro Passeio das Águas foi financiado de forma integral, não?
WP Gyn está en línea ahora   Reply With Quote
Old November 8th, 2012, 12:52 AM   #2474
adrcmendes
Registered User
 
adrcmendes's Avatar
 
Join Date: May 2011
Location: Goiânia
Posts: 222
Likes (Received): 53

" A Sonae Sierra Brasil, incorporadora, proprietária e administradora de shopping centers, contratou um financiamento para a construção do Passeio das Águas Shopping em Goiânia (GO), no montante de ate R$ 200 milhões, junto ao Banco Santander. O prazo do financiamento e de 12 anos (144 meses), com 30 meses de carência para o pagamento de principal e juros e 114 meses de amortização. Os recursos serão sacados ao longo do período de construção, conforme o cronograma da obra.

Localizado em Goiânia, o Passeio das Águas Shopping deverá ser um dos principais ativos do portfólio da companhia após sua inauguração, prevista para 2013. A Sonae Sierra Brasil detém 100% do empreendimento, por meio da subsidiária Pátio Goiânia Ltda."

13/07/2011 - 16:38:29
adrcmendes no está en línea   Reply With Quote
Old November 8th, 2012, 11:39 AM   #2475
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Segundo o documento aqui da Sonae, a obra está orçada em E$167.000.000,00(cento e sessenta e sete milhões de Euros.). Pelo menos o dobro do valor do financiamento. Acho que o banco só financiou uns 50%.
http://www.sonaesierra.com/pt-PT/pre...rasileiro.aspx
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old November 9th, 2012, 12:06 PM   #2476
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Grupo vai investir R$ 384 milhões no projeto em Goiânia. Serão criados 6,3 mil empregos diretos

Depois de adiar por duas vezes, o grupo Sonae Sierra Brasil retomou, na semana passada(Setembro de 2011!), as obras de terraplanagem e fundação do Passeio das Águas Shopping em Goiânia, na Avenida Perimetral Norte esquina com Avenida Goiás. A previsão é de que o novo centro de compras seja inaugurado em outubro de 2013.



A empresa vai investir R$ 384 milhões no projeto, que promete ser o maior shopping da capital. Na área total de 280 mil metros quadrados serão distribuídas 282 lojas, das quais 8 âncoras, 10 restaurante e 8 salas de cinema multiplex de última geração. Elas serão integradas com um parque ecológico nas margens do Córrego Caveirinha, com trilha, pista de caminhada e ciclovia.



Os diretores do grupo Sonae Sierra garantiram ontem, em Goiânia, que, desta vez, nem mesmo a chuva vai atrapalhar o andamento das obras. José Baeta Tomás, CEO do grupo, garantiu que agora não haverá retrocesso nas obras. Justificou o adiamento do projeto nas outras duas vezes, alegando que a crise financeira mundial de 2008, que abalou as economias, sobretudo dos países europeus, onde o grupo Sonae Sierra tem sua raiz, os obrigou a paralisar o empreendimento. Segundo ele, essa parada serviu, também, para reorganizar o projeto, que foi modernizado, e para que se fosse feita uma alteração financeira.



Agora, 50% dos recursos de R$ 384 milhões que serão investidos no shopping serão bancados pelo próprio grupo Sonae e os outros 50%, financiados pelo banco Santander. "Os recursos financeiros para a obra estão 100% assegurados. Nem mesmo se ocorrer a evolução de uma nova crise financeira na Europa, como se pronuncia, vamos esfriar o projeto de Goiânia", assegurou José Baeta Tomás.

http://www.seinfra.go.gov.br/post/ve...as-de-shopping
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old November 9th, 2012, 07:26 PM   #2477
Vila Nova
Registered User
 
Vila Nova's Avatar
 
Join Date: Nov 2010
Location: Goiânia - GO
Posts: 3,949
Likes (Received): 59

Quote:
Segundo ele, essa parada serviu, também, para reorganizar o projeto, que foi modernizado
Espero que a "modernização e "reorganização" do projeto não incluam decisões infelizes como um paredão com desenho de canavial/bambuzal de ponta a ponta do shopping.
Vila Nova no está en línea   Reply With Quote
Old November 9th, 2012, 08:58 PM   #2478
WP Gyn
.
 
WP Gyn's Avatar
 
Join Date: Nov 2007
Location: Goiânia
Posts: 9,958
Likes (Received): 1609


Eu achei bonita a parede, enfim, minha opinião.
WP Gyn está en línea ahora   Reply With Quote
Old November 9th, 2012, 10:15 PM   #2479
jaurelio
Registered User
 
jaurelio's Avatar
 
Join Date: Feb 2011
Location: Goiânia
Posts: 524
Likes (Received): 35

Bom, vamos ver se essa parede de canavial/bambual consegue acalmar a "inteligência" dos políticos da região... É bem capaz dos vereadores daqui, que nunca fazem nada, a não ser atrapalhar quem está trabalhando, passarem de carro lá na perimetral e confundirem com uma vegetação incrustada nas paredes do shopping e pararem de pegar no pé da Sonae... Já vi alguns por aí se manifestando contra o shopping, ao título de "estarem na moda e a favor do meio ambiente" querendo que a região continue habitada mais por sapos e cobras do que por humanos... Tsc,tsc...
jaurelio no está en línea   Reply With Quote
Old November 16th, 2012, 12:15 PM   #2480
hugorugby
Registered User
 
Join Date: Dec 2010
Posts: 272
Likes (Received): 8

amigos, a area de frente ao Atacadão, pela av goias norte, onde cogitava ser a nova rodoviaria de goiania, esta a venda, por uma empresa de sao paulo... a are é tao grande qnt a da sonae, e com tda ctz, nao deve sair por menos de uns 100milhoes... creio...
hugorugby no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 06:34 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu