daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine | posting guidelines

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Regionais > Nordeste

Nordeste Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe



Global Announcement

As a general reminder, please respect others and respect copyrights. Go here to familiarize yourself with our posting policy.


Reply

 
Thread Tools
Old August 26th, 2008, 04:52 AM   #1
Keyser_Soze
Registered User
 
Keyser_Soze's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 2,001
Likes (Received): 106

Teresina Panorâmica: Teresina como você nunca viu (Parte III - Neoclássico, Art-Déco e Avenida Frei Serafim)

Continuando com a série sobre os edifícios históricos de Teresina. Todas as fotos tiradas do site Teresina Panorâmica (www.teresinapanoramica.com):

NEOCLÁSSICO

O movimento neoclássico, surgido na Europa no século XVII, tinha como característica, nas artes e
na arquitetura, e evocação de temas clássicos, notadamente ligados à Grécia e à Roma Antigas. O
movimento chegou tardiamente à América, tendo seu auge nos Estados Unidos no final do século
XIX e início do século XX. Foi largamente adotado em prédios públicos construídos no Brasil durante
este período.

1. Foto panorâmica onde se vê a Praça Marechal Deodoro do alto do Luxor Hotel, cercada por
edificações históricas, boa parte delas de estilo neoclássico. O Rio Parnaíba, em segundo plano, era o meio pelo qual as tendências mundiais chegavam á cidade, através da navegação fluvial.


2. O Palácio de Karnak foi construído no final do século XIX, ainda durante o Segundo Império. Nele funcionou inicialmente uma escola, o Instituto Karnak, sendo posteriormente utilizado como residência
pelo Barão de Castelo Branco. Em 1926, lá foi instalada a sede do Governo Estadual. Localizado à Avenida Antonino Freire, o prédio segue o modelo do templo grego, com colunas jônicas em sua entrada, frontão triangular e arquitrave trabalhada. É decorado com apuro, com lustres Baccarat e cristais franceses art-nouveau de Émile Gallé. Seus jardins foram desenhados pelo internacionalmente famoso paisagista Roberto Burle Marx.




3. Certamente um dos mais belos edifícios históricos da Cidade, a sede dos Juizados Especiais da Justiça Federal, na Praça Marechal Deodoro, foi construída entre 1902 e 1905 para ser a Delegacia Fiscal do Tesouro Nacional do Piauí. Em estilo neoclássico, possui peças de acabamento importadas da Inglaterra e escadarias de mármore projetadas no Rio de Janeiro, assim como todo o edifício. Sua fachada ricamente ornamentada possui o Brasão da República gravado e duas estátuas da Justiça em estilo clássico sobre a platibanda.




4. O Theatro 4 de Setembro foi construído entre 1890 e 1894, com projeto do engenheiro alemão
Alfredo Mondrak. Seu nome vem da data em que, em 1890, um comitê de senhoras da sociedade teresinense pediu ao Presidente da Província a construção de uma nova cada de espetáculos para a Capital. É, na verdade, um edifício eclético, que incorpora elementos greco-romanos e da arquitetura portuguesa. Possui fachada sóbria e simétrica, com frontão triangular, no qual está gravado o nome do teatro com a grafia original (“Theatro 4 de Setembro”), tendo janelas e portas encimadas por arcos ogivais e dois leões em estilo clássico sobre o frontispício. Situado à Praça Pedro II, é a cultura viva do Estado, com 600 lugares e capacidade para receber grandes espetáculos.




5. O Palácio da Cidade funciona no prédio que abrigou a Escola Normal, construído entre 1920 e 1924
, na Praça Marechal Deodoro. De inspiração Greco-Romana, é um belo edifício neoclássico com escadarias e luminárias em sua entrada, cuja fachada exibe uma balaustrada superior e colunas jônicas, com balaústres também em suas janelas. O edifício é ricamente ornamentado, tendo sido reformado em 1984 pelo arquiteto Acácio Gil Borsói para abrigar a Prefeitura Municipal.




6. O Quartel de Polícia foi alojado neste edifício de inspiração neoclássica, localizado à Praça Pedro II (antiga Praça Aquidabã) em 1873, que servia anteriormente ao Estabelecimento dos Educandos Artífices. Até 1978 foi o Quartel-General da Polícia Militar do Piauí, quando o Comando foi transferido para o atual quartel no Bairro Ilhotas. O prédio foi reformado e hoje abriga o Centro Artesanal Mestre Dezinho, o principal núcleo de comercialização do artesanato local. Sua fachada é ornada com frontões laterais, janelas em arco e colunas de cornijas pouco salientes, destacando-se uma sacada central acima da qual encontram-se gravados a inscrição “Força Pública” e o Brasão de Armas do Estado.




7. A antiga Rua Bela (atual Rua Senador Teodoro Pacheco) e suas vizinhanças guardam um importante conjunto arquitetônico neoclássico e eclético, com edifícios do final do século XIX e início do século XX. A primeira agência bancária do Estado funcionou neste edifício de altas colunas jônicas, de 1921, que hoje pertence ao Exército Brasileiro (primeira foto). A primeira loja maçônica de
Teresina, chamada Caridade II, foi fundada em 1858 nesta casa de estilo eclético (segunda imagem), com inspiração neoclássica, onde se reuniam alguns dos principais políticos e intelectuais do primeiro século da Capital. Na terceira foto, vê-se outro edifício eclético com detalhes neoclássicos, localizado a uma quadra da Rua Senador Teodoro Pacheco, onde funcionou durante anos a Imprensa Oficial (mais tarde Companhia Editora do Piauí – COMEPI) e atualmente a Empresa de Gestão de Recursos do Estado – EMGERPI. Algumas antigas residências deste entorno foram adaptadas a usos comerciais e preservaram suas características arquitetônicas, como pode ser visto na última imagens.





ART-DÉCO

8. Poucas edificações em estilo art-déco, que teve seu auge nos anos 20 e 30 do século XX,
resistiram ao crescimento da cidade e chegaram a nossos dias. O Liceu Piauiense (primeira e segunda fotos) é de 1936, ocupando todo um quarteirão à Praça Landri Sales. Nele também estão presentes o rigor formal, o uso de volumes puros e o padrão repetitivo de linhas retas. Uma outra edificação art-déco é o Arquivo Público Estadual, localizado na Praça Marechal Deodoro (terceira imagem). O equilíbrio entre cheios e vazios e a presença de linhas paralelas marca a fachada do prédio, de dois pavimentos, construído em 1935, com uma sacada em balaústre sobre sua entrada. Outro exemplar é o antigo Cine Rex, construído em 1939, parte indissociável da Praça Pedro II (quarta foto). Durante anos, foi o principal cinema da Cidade, freqüentado pela alta sociedade. Com a chegada dos Shopping Centers e seus cinemas, entrou em decadência, sendo posteriormente
fechado e funcionando hoje como casa noturna. Seus traços são típicos do estilo, com predomínio de
linhas retas, rigor geométrico e padrões lineares repetitivos. Um outro representante do art-déco na cidade, o Hospital Getúlio Vargas, construído em 1948, está hoje, infelizmente, inteiramente cercado por uma grade metálica que praticamente impede sua visualização.





AVENIDA FREI SERAFIM

9. A Avenida Frei Serafim merece um capítulo à parte por sua importância histórica, arquitetônica e
urbanística. O que hoje é a mais importante artéria da cidade constava nos primeiros mapas de
Teresina como “Estrada Real”, trilha que se iniciava no limite oriental da cidade, na vizinhança do Cemitério da Jurubeba, atual localização da Igreja de São Benedito. Foi o eixo de crescimento da Capital durante o século XX, dirigindo-a para o Leste e fazendo que o perímetro urbano fosse ampliado além do Rio Poty. Esta visão soberba que se tem do terraço do Metropolitan Hotel mostra a avenida propriamente dita (parcialmente encoberta pelo edifício da Oi/Telemar, no centro da imagem) e seu entorno, possuidor de uma característica toda própria, descrita neste tópico. Em segundo plano, vê-se a linha de arranha-céus da Zona Leste, para onde a avenida levou o progresso (JÁ MOSTREI ESTA FOTO EM UM THREAD PRÉVIO).


10. Frei Serafim de Catânia foi um missionário Capuchinho que chegou ao Brasil por Recife, em 1841. Percorreu todo o Nordeste pregando e edificando igrejas, tornando-se famoso por sua bondade e
ganhando fama de milagreiro. Chegou a Teresina em 1874, construindo na pequena e pobre Capital,
com esmolas da comunidade e doações do Tesouro Público, a majestosa Igreja de São Benedito, concluída em 1886. Tal trabalho deve ter consumido sobremaneira a saúde do idoso frade, que retornou à Itália e lá faleceu no ano seguinte. A cidade demonstrou sua gratidão ao religioso dando seu nome à sua principal Avenida - que começa na monumental igreja por ele construída - e erguendo uma estátua em sua homenagem em seu passeio central (primeira foto). Na segunda imagem vê-se como é arborizado o canteiro central da avenida, dando-lhe características de boulevard que a levaram a tornar-se o endereço de escolha para a elite da cidade na primeira metade do século XX. Sucessivas reformas para embelezamento e modernização foram realizadas ao longo do tempo, as duas maiores na década de 70 do século XX, patrocinada pelo Governo do Estado, e em 2007, feita pela Prefeitura. Na terceira foto pode-se ver parte do pavimento em pedras portuguesas dos anos 70, preservado na última reforma, e o pavimento recente, em blocos, recém-colocado; os altos postes de iluminação são da década de 70, enquanto os postes mais baixos, ao nível da copa das árvores, foram colocados na última reforma.




11. A Avenida Frei Serafim foi o endereço elegante da cidade durante muitos anos. As famílias de posses (principalmente de prósperos comerciantes árabes) erguiam casarões ecléticos na avenida e nas ruas adjacentes, com elementos decorativos ricos e variados, como os estilos em “chalé suíço” e inglês. Embora boa parte destes casarões tenha sido demolida, muitos resistiram aos anos e foram adaptados a usos comerciais modernos, alguns dos quais podem ser vistos nestas imagens.







12. A Avenida Frei Serafim é também espetacular à noite, com um intenso tráfego de veículos passando em frente a prédios especialmente iluminados, como a Igreja de São Benedito (primeira imagem) e o Colégio Sagrado Coração de Jesus (segunda foto). A recente reforma pela qual passou a tornou ainda mais atraente, com a colocação de postes e bancos em seu passeio central e um pavimento decorado, que a transformaram em um espaço similar às ramblas espanholas (terceira foto).



Last edited by Keyser_Soze; September 13th, 2008 at 04:32 PM.
Keyser_Soze no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old August 26th, 2008, 05:09 AM   #2
Perfil
 
Sá's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Recife
Posts: 5,546
Likes (Received): 965

As fotos fizeram me sentir dentro de Teresina.

Parabéns.
Sá no está en línea   Reply With Quote
Old August 26th, 2008, 08:13 AM   #3
Bruno BHZ
.
 
Bruno BHZ's Avatar
 
Join Date: Nov 2002
Location: Belo Horizonte (e S.Paulo)
Posts: 12,950
Likes (Received): 6587

O thread está excelente, mas PELO AMOR DE DEUS não coloque fotos lado-a-lado, nos obrigando a mover a tela para a direita e esquerda o tempo todo!! Ler os textos, então, está impossível! Se algumas panorâmicas estão fazendo o post obrigatoriamente ocupar mais espaço lateral, dê alguns "enter" a cada 10-15 palavras, para que os textos fiquem por inteiro na tela.

__________________
=)
Bruno BHZ está en línea ahora   Reply With Quote
Old August 26th, 2008, 08:13 AM   #4
Bruno BHZ
.
 
Bruno BHZ's Avatar
 
Join Date: Nov 2002
Location: Belo Horizonte (e S.Paulo)
Posts: 12,950
Likes (Received): 6587

Desculpe a intromissão, mas estou replicando aqui, por enquanto, para quem quiser ler.

Quote:
Continuando com a série sobre os edifícios históricos de Teresina. Todas as fotos tiradas do site Teresina Panorâmica (www.teresinapanoramica.com):

NEOCLÁSSICO

O movimento neoclássico, surgido na Europa no século XVII, tinha como característica, nas artes e na arquitetura, e evocação de temas clássicos, notadamente ligados à Grécia e à Roma Antigas. O movimento chegou tardiamente à América, tendo seu auge nos Estados Unidos no final do século XIX e início do século XX. Foi largamente adotado em prédios públicos construídos no Brasil durante este período.

1. Foto panorâmica onde se vê a Praça Marechal Deodoro do alto do Luxor Hotel, cercada por edificações históricas, boa parte delas de estilo neoclássico. O Rio Parnaíba, em segundo plano, era o meio pelo qual as tendências mundiais chegavam á cidade, através da navegação fluvial.


2. O Palácio de Karnak foi construído no final do século XIX, ainda durante o Segundo Império. Nele funcionou inicialmente uma escola, o Instituto Karnak, sendo posteriormente utilizado como residência pelo Barão de Castelo Branco. Em 1926, lá foi instalada a sede do Governo Estadual. Localizado à Avenida Antonino Freire, o prédio segue o modelo do templo grego, com colunas jônicas em sua entrada, frontão triangular e arquitrave trabalhada. É decorado com apuro, com lustres Baccarat e cristais franceses art-nouveau de Émile Gallé. Seus jardins foram desenhados pelo internacionalmente famoso paisagista Roberto Burle Marx.


3. Certamente um dos mais belos edifícios históricos da Cidade, a sede dos Juizados Especiais da Justiça Federal, na Praça Marechal Deodoro, foi construída entre 1902 e 1905 para ser a Delegacia Fiscal do Tesouro Nacional do Piauí. Em estilo neoclássico, possui peças de acabamento importadas da Inglaterra e escadarias de mármore projetadas no Rio de Janeiro, assim como todo o edifício. Sua fachada ricamente ornamentada possui o Brasão da República gravado e duas estátuas da Justiça em estilo clássico sobre a platibanda.


4. O Theatro 4 de Setembro foi construído entre 1890 e 1894, com projeto do engenheiro alemão Alfredo Mondrak. Seu nome vem da data em que, em 1890, um comitê de senhoras da sociedade teresinense pediu ao Presidente da Província a construção de uma nova cada de espetáculos para a Capital. É, na verdade, um edifício eclético, que incorpora elementos greco-romanos e da arquitetura portuguesa. Possui fachada sóbria e simétrica, com frontão triangular, no qual está gravado o nome do teatro com a grafia original (“Theatro 4 de Setembro”), tendo janelas e portas encimadas por arcos ogivais e dois leões em estilo clássico sobre o frontispício. Situado à Praça Pedro II, é a cultura viva do Estado, com 600 lugares e capacidade para receber grandes espetáculos.


5. O Palácio da Cidade funciona no prédio que abrigou a Escola Normal, construído entre 1920 e 1924, na Praça Marechal Deodoro. De inspiração Greco-Romana, é um belo edifício neoclássico com escadarias e luminárias em sua entrada, cuja fachada exibe uma balaustrada superior e colunas jônicas, com balaústres também em suas janelas. O edifício é ricamente ornamentado, tendo sido reformado em 1984 pelo arquiteto Acácio Gil Borsói para abrigar a Prefeitura Municipal.


6. O Quartel de Polícia foi alojado neste edifício de inspiração neoclássica, localizado à Praça Pedro II (antiga Praça Aquidabã) em 1873, que servia anteriormente ao Estabelecimento dos Educandos Artífices. Até 1978 foi o Quartel-General da Polícia Militar do Piauí, quando o Comando foi transferido para o atual quartel no Bairro Ilhotas. O prédio foi reformado e hoje abriga o Centro Artesanal Mestre Dezinho, o principal núcleo de comercialização do artesanato local. Sua fachada é ornada com frontões laterais, janelas em arco e colunas de cornijas pouco salientes, destacando-se uma sacada central acima da qual encontram-se gravados a inscrição “Força Pública” e o Brasão de Armas do Estado.


7. A antiga Rua Bela (atual Rua Senador Teodoro Pacheco) e suas vizinhanças guardam um importante conjunto arquitetônico neoclássico e eclético, com edifícios do final do século XIX e início do século XX. A primeira agência bancária do Estado funcionou neste edifício de altas colunas jônicas, de 1921, que hoje pertence ao Exército Brasileiro (primeira foto). A primeira loja maçônica de Teresina, chamada Caridade II, foi fundada em 1858 nesta casa de estilo eclético (segunda imagem), com inspiração neoclássica, onde se reuniam alguns dos principais políticos e intelectuais do primeiro século da Capital. Na terceira foto, vê-se outro edifício eclético com detalhes neoclássicos, localizado a uma quadra da Rua Senador Teodoro Pacheco, onde funcionou durante anos a Imprensa Oficial (mais tarde Companhia Editora do Piauí – COMEPI) e atualmente a Empresa de Gestão de Recursos do Estado – EMGERPI. Algumas antigas residências deste entorno foram adaptadas a usos comerciais e preservaram suas características arquitetônicas, como pode ser visto na última imagens.


ART-DÉCO

8. Poucas edificações em estilo art-déco, que teve seu auge nos anos 20 e 30 do século XX, resistiram ao crescimento da cidade e chegaram a nossos dias. O Liceu Piauiense (primeira e segunda fotos) é de 1936, ocupando todo um quarteirão à Praça Landri Sales. Nele também estão presentes o rigor formal, o uso de volumes puros e o padrão repetitivo de linhas retas. Uma outra edificação art-déco é o Arquivo Público Estadual, localizado na Praça Marechal Deodoro (terceira imagem). O equilíbrio entre cheios e vazios e a presença de linhas paralelas marca a fachada do prédio, de dois pavimentos, construído em 1935, com uma sacada em balaústre sobre sua entrada. Outro exemplar é o antigo Cine Rex, construído em 1939, parte indissociável da Praça Pedro II (quarta foto). Durante anos, foi o principal cinema da Cidade, freqüentado pela alta sociedade. Com a chegada dos Shopping Centers e seus cinemas, entrou em decadência, sendo posteriormente fechado e funcionando hoje como casa noturna. Seus traços são típicos do estilo, com predomínio de linhas retas, rigor geométrico e padrões lineares repetitivos. Um outro representante do art-déco na cidade, o Hospital Getúlio Vargas, construído em 1948, está hoje, infelizmente, inteiramente cercado por uma grade metálica que praticamente impede sua visualização.




AVENIDA FREI SERAFIM

9. A Avenida Frei Serafim merece um capítulo à parte por sua importância histórica, arquitetônica e urbanística. O que hoje é a mais importante artéria da cidade constava nos primeiros mapas de Teresina como “Estrada Real”, trilha que se iniciava no limite oriental da cidade, na vizinhança do Cemitério da Jurubeba, atual localização da Igreja de São Benedito. Foi o eixo de crescimento da Capital durante o século XX, dirigindo-a para o Leste e fazendo que o perímetro urbano fosse ampliado além do Rio Poty. Esta visão soberba que se tem do terraço do Metropolitan Hotel mostra a avenida propriamente dita (parcialmente encoberta pelo edifício da Oi/Telemar, no centro da imagem) e seu entorno, possuidor de uma característica toda própria, descrita neste tópico. Em segundo plano, vê-se a linha de arranha-céus da Zona Leste, para onde a avenida levou o progresso (JÁ MOSTREI ESTA FOTO EM UM THREAD PRÉVIO).


10. Frei Serafim de Catânia foi um missionário Capuchinho que chegou ao Brasil por Recife, em 1841. Percorreu todo o Nordeste pregando e edificando igrejas, tornando-se famoso por sua bondade e ganhando fama de milagreiro. Chegou a Teresina em 1874, construindo na pequena e pobre Capital, com esmolas da comunidade e doações do Tesouro Público, a majestosa Igreja de São Benedito, concluída em 1886. Tal trabalho deve ter consumido sobremaneira a saúde do idoso frade, que retornou à Itália e lá faleceu no ano seguinte. A cidade demonstrou sua gratidão ao religioso dando seu nome à sua principal Avenida - que começa na monumental igreja por ele construída - e erguendo uma estátua em sua homenagem em seu passeio central (primeira foto). Na segunda imagem vê-se como é arborizado o canteiro central da avenida, dando-lhe características de boulevard que a levaram a tornar-se o endereço de escolha para a elite da cidade na primeira metade do século XX. Sucessivas reformas para embelezamento e modernização foram realizadas ao longo do tempo, as duas maiores na década de 70 do século XX, patrocinada pelo Governo do Estado, e em 2007, feita pela Prefeitura. Na terceira foto pode-se ver parte do pavimento em pedras portuguesas dos anos 70, preservado na última reforma, e o pavimento recente, em blocos, recém-colocado; os altos postes de iluminação são da década de 70, enquanto os postes mais baixos, ao nível da copa das árvores, foram colocados na última reforma.


11. A Avenida Frei Serafim foi o endereço elegante da cidade durante muitos anos. As famílias de posses (principalmente de prósperos comerciantes árabes) erguiam casarões ecléticos na avenida e nas ruas adjacentes, com elementos decorativos ricos e variados, como os estilos em “chalé suíço” e inglês. Embora boa parte destes casarões tenha sido demolida, muitos resistiram aos anos e foram adaptados a usos comerciais modernos, alguns dos quais podem ser vistos nestas imagens.



12. A Avenida Frei Serafim é também espetacular à noite, com um intenso tráfego de veículos passando em frente a prédios especialmente iluminados, como a Igreja de São Benedito (primeira imagem) e o Colégio Sagrado Coração de Jesus (segunda foto). A recente reforma pela qual passou a tornou ainda mais atraente, com a colocação de postes e bancos em seu passeio central e um pavimento decorado, que a transformaram em um espaço similar às ramblas espanholas (terceira foto).

__________________
__________________
=)
Bruno BHZ está en línea ahora   Reply With Quote
Old August 26th, 2008, 12:19 PM   #5
Keyser_Soze
Registered User
 
Keyser_Soze's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 2,001
Likes (Received): 106

Se vocês preferem esta sucessão interminável de fotos, seja feita a vossa vontade. Mas há fotos panorâmicas, não há como não mover a tela.
Have fun.

Quote:
Originally Posted by Bruno BHZ View Post
O thread está excelente, mas PELO AMOR DE DEUS não coloque fotos lado-a-lado, nos obrigando a mover a tela para a direita e esquerda o tempo todo!! Ler os textos, então, está impossível! Se algumas panorâmicas estão fazendo o post obrigatoriamente ocupar mais espaço lateral, dê alguns "enter" a cada 10-15 palavras, para que os textos fiquem por inteiro na tela.

Keyser_Soze no está en línea   Reply With Quote
Old August 27th, 2008, 04:00 AM   #6
Keyser_Soze
Registered User
 
Keyser_Soze's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 2,001
Likes (Received): 106

Mais algumas. Detalhes arquitetônicos:










Keyser_Soze no está en línea   Reply With Quote
Old August 27th, 2008, 05:26 AM   #7
CH
Tôma-te! Eu acho é pouco!
 
CH's Avatar
 
Join Date: Apr 2006
Location: Rio de Janeiro
Posts: 4,575
Likes (Received): 19

Nossa, que prédios lindos...alguns eu ainda não conheço pessoalmente, mas alguns fazem jus a beleza que Teresina possui.
O teatro inclusive eu ainda nãoo vi pessoalmente, e é lindo, parece possuir traços árabes ou algo do gênero, pelas curvas superiores das portas e janelas.
Olha a BigBen em Teresina, muito bom ver os prédios antigos serem adaptados para usos comerciais, mas sem muita interferência...mas colocaram algumas terríveis portas de vidro, não ficaram legais.
__________________
=]
CH no está en línea   Reply With Quote


Reply

Tags
arquitetura, teresina

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 10:38 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu