daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Arquitetura e Discussões Urbanas



Reply

 
Thread Tools Rating: Thread Rating: 6 votes, 3.50 average.
Old August 23rd, 2009, 03:57 AM   #201
TEBC
Registered User
 
TEBC's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: São Paulo
Posts: 13,824
Likes (Received): 2433

Quote:
Originally Posted by muckie View Post
Concordo com o arquiteto... Só habitação pobre não vai mudar nada no Centro.. vai permanecer a mesma sensação de insegurança. Para dinamizar o comércio e atrair cada vez mais investimentos, se sustentando financeira e culturalmente, é preciso um mix de classes... Quanto mais classe média, melhor
a royal provou q eh um otimo lugar pra baladas.. sugiro uma nova "vila olimpia" na regiao
__________________
rio 20!6
Viva essa Paixão
TEBC no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old September 19th, 2009, 08:14 PM   #202
arnaldomanhani
Registered User
 
arnaldomanhani's Avatar
 
Join Date: Aug 2008
Posts: 301
Likes (Received): 104


Last edited by arnaldomanhani; September 19th, 2009 at 08:21 PM.
arnaldomanhani no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2009, 09:17 PM   #203
pa007
Aguardando L17...
 
pa007's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: São Paulo
Posts: 2,868
Likes (Received): 15

Quote:
Originally Posted by arnaldomanhani View Post
Espero que saia do papel.

--
O que você acha da Praça dos Museus na Região da Luz? http://museus-sp.blogspot.com/
__________________
"Nós estávamos encantados pelos avanços técnicos que conseguimos, enebriados pelos números. Nem pensávamos na relação entre ciência, técnica e política. Eramos apenas técnicos. Até vermos a bomba arrasando dezenas de milhares de vida e descobrirmos que não há ciência e técnica sem politica. Quem faz ciência e técnica achando que é neutro e isento, é ingênuo ou mal-intencionado". William Harthworth, físico envolvido no Projeto Manhattan, que desenvolveu a bomba atômica para os EUA.
pa007 no está en línea   Reply With Quote
Old September 19th, 2009, 11:30 PM   #204
DPJ1986_
Registered User
 
DPJ1986_'s Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: São Paulo
Posts: 2,357
Likes (Received): 24

Escola técnica será aberta na região da cracolândia, em São Paulo
19/09/2009 - 09h43
da Folha Online





O governo de São Paulo vai construir a sede do Centro Paula Souza (entidade responsável pelas escolas técnicas e pelas faculdades de tecnologia estaduais) e escolas de níveis médio e técnico e de idiomas na região da cracolândia, no centro de São Paulo, segundo reportagem de Ricardo Westin publicada neste sábado na Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

De acordo com o texto, o governo abre hoje uma concorrência pública para contratar a construtora que transformará um quarteirão degradado da cracolândia num moderno e movimentado complexo de edifícios. No total, haverá três edifícios.

A transferência do Centro Paula Souza, hoje no Bom Retiro, foi articulada entre o Estado e a prefeitura. A ideia é que a presença de alunos (serão 3.240) e funcionários (400) durante o dia e à noite deixe a região mais segura, atraindo escritórios, estabelecimentos comerciais e prédios residenciais. Pelos cálculos do governo, o projeto custará até R$ 57,7 milhões.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/e...5u626290.shtml
__________________
I ⒽⓄⓊⓈⒺ ♪ ♩ ♫ ♬
DPJ1986_ no está en línea   Reply With Quote
Old October 9th, 2009, 05:48 AM   #205
TEBC
Registered User
 
TEBC's Avatar
 
Join Date: Dec 2004
Location: São Paulo
Posts: 13,824
Likes (Received): 2433

fui hoje À Sala SP e vi que a Cracolandia continua a mesma merd... onde tem polícia, ruas completamente desertas.. nas ruas paralelas, as prostitutas.. e na Praça da Republica, todos os drogados!! contei mais de 100!! um absurdo!!
__________________
rio 20!6
Viva essa Paixão
TEBC no está en línea   Reply With Quote
Old October 9th, 2009, 06:48 AM   #206
Sim, sou eu!
BANNED
 
Join Date: Feb 2009
Posts: 656
Likes (Received): 2

Mas afinal, faz sentido mudar um lugar como a Luz enquanto os drogados já estão migrando para a República e outras partes próximas que sempre estiveram relativamente melhores, ou seja a Luz voltará sairá da degradação a qualquer preço (trancos e barrancos) para que o Kassab cumpra seu compromisso político-eleitoral mesmo que isso degrade os locais ao redor (já está acontecendo)?????

Acho que estão comentando muito pouco sobre isso aqui (ou é impressão minha?)!

O problema alí é muito mais de aplicação severa da lei e estabelecimento da ordem para os marginais e o internato sem resalvas para os dependentes quimicos do que própriamente urbano e estético, o urbanismo é parte mais fácil de resolver pelo que tenho notado andando por alí!!!!!!!
Sim, sou eu! no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 03:15 PM   #207
pa007
Aguardando L17...
 
pa007's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: São Paulo
Posts: 2,868
Likes (Received): 15

Mercado imobiliário abandona Nova Luz

Bruno Tavares, Diego Zanchetta e Rodrigo Brancatelli

Principal vitrine da gestão Gilberto Kassab, o projeto para revitalizar a região da Nova Luz, mais conhecida como cracolândia, no centro de São Paulo, foi abandonado pelo mercado imobiliário. Para as maiores incorporadoras do País, o modelo de concessão urbanística da Nova Luz cria "guetos" de baixa renda dentro de um espaço no qual a mistura entre classe média, moradores de conjuntos habitacionais e comércio deveria ser a fórmula da revitalização. A queda de braço entre Prefeitura e construtoras não terá final fácil - enquanto o governo diz que o projeto sai em quatro anos, sem mudanças nas regras, as empresas dizem que não vão mais investir.

Ao lado de estações de trem, de terminais de ônibus e da Pinacoteca do Estado, a área degradada de 362 mil m² permanece há duas décadas ocupada por viciados e moradores de rua. A proposta de revitalização, de 2005, prevê R$ 2 bilhões de investimentos para um bairro bem servido de infraestrutura, mas com espaços vazios ou que podem ser recuperados.



O empecilho à reocupação dessas ruas, segundo as incorporadoras, está delimitado no Plano Diretor Estratégico de 2002 como Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis). Dentro da Nova Luz, um quarto da área é formado por Zeis-3, cuja ocupação deve obedecer à proporção de 40% para habitações de interesse social (para famílias com renda de até 5 salários mínimos) e de 40% de imóveis de mercado popular, para famílias com renda de até 16 salários. Só 20% da área fica de uso livre.

O mapa da área de concessão indica que o "miolo" do polígono - que inclui as Avenidas Rio Branco, Ipiranga e Duque de Caxias e as Ruas Mauá e Cásper Líbero - é todo formado por uma Zeis-3. No local, o governo tem como diretriz para o futuro concessionário a construção de até mil habitações populares - dois terrenos, totalizando 15 mil m², já foram desapropriados para essa finalidade nas Ruas Aurora e Vitória. Mas os empresários ligados ao sindicato da habitação (Secovi) consideram que esse número de habitações para famílias de baixa renda deveria ser pulverizado - e não concentrado em um único espaço, o que poderia minar o interesse da classe média em morar no centro.

"A Nova Luz foi pensada para irradiar um novo modelo de crescimento na cidade, com a mistura de usos numa mesma região. O modelo que está proposto não interessa ao mercado. O nosso projeto foi feito pelo Jaime Lerner, que não vai mais participar da concorrência", afirma Cláudio Bernardes, vice-presidente do Secovi.

Ele ainda refuta as críticas de urbanistas, de que o mercado não quer construir moradias populares com pequena margem de lucro. "Queremos construir, mas de forma pulverizada. Não podemos criar um Cingapura dentro de um espaço que pretende ser modelo de requalificação no País."

-x-


Morar na Nova Luz custará até R$ 170 mil

Para secretário municipal, não existe possibilidade de a área virar 'gueto'


"A conta fecha, sim." O secretário municipal da Habitação, Elton Santa Fé Zacarias, é categórico em afirmar que as reivindicações do setor imobiliário sobre a concessão urbanística da cracolândia são exageradas e até mesmo infundadas. "Já falei com o Secovi e mostrei que a conta fecha, eles conseguem lucrar na Nova Luz", disse. "Ali, mesmo com a legislação das Zeis-3, é possível fazer apartamentos de até R$ 170 mil, não é para família de baixa renda, é família com mais de 6 salários mínimos. Isso não cria gueto nenhum."

Segundo as contas da Prefeitura, nos quase 4 milhões de metros quadrados que poderão receber esse tipo de habitação popular na região central (as Zonas Especiais de Interesse Social, ou Zeis), cabem 600 mil moradores - 364,8 mil com renda de até 6 salários mínimos e 235,9 mil com renda entre 6 e 15 salários mínimos. "Ou seja, não é família pobre, é família que ganha mais de R$ 2.500 e pode pagar mais de R$ 100 mil por um apartamento no centro", diz o secretário. "Dá, sim, para o mercado investir, não há motivo para reclamação", afirmou.

O secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Miguel Bucalem, diz que as Zeis da Nova Luz continuarão onde estão. "Há um projeto urbanístico só para as Zeis, que vai se integrar de forma harmônica com o restante", disse. "Não há nada divorciado." Bucalem disse acreditar que, da forma como foi concebido pela Prefeitura, o projeto de concessão urbanística da Nova Luz conseguirá compatibilizar todos os interesses.

O cronograma traçado pelo Executivo municipal prevê prazo de dez meses para a implementação do projeto - quatro meses para os estudos preliminares de viabilidade econômica e projeto urbanístico; dois meses de comunicação com a sociedade; e quatro meses para a consolidação. BRUNO TAVARES, DIEGO ZANCHETTA e RODRIGO BRANCATELLI

-x-

Cracolândia segue bem visível

Viciados circulam em grupos e são vistos deitados pelas ruas, trocando cachimbos de crack
Diego Zanchetta



Quase três meses após o início da operação conjunta entre agentes de saúde e a Polícia Militar na cracolândia, denominada Ação Integrada Centro Legal, os grupos de viciados ("noias") continuam ocupando as calçadas e ruas na região dos Campos Elísios, no centro de São Paulo. As vias próximas da base montada para servir de apoio aos agentes e aos policiais, no Largo Coração de Jesus, ficam a maior parte do dia e da madrugada cercadas de grupos de noias. Quem anda pelas calçadas de pontos culturais, como a Sala São Paulo, o Cine Marabá e a Pinacoteca do Estado, continua tendo de desviar de crianças e jovens enrolados em cobertores, muitas vezes dividindo o uso do cachimbo.

Na segunda-feira, por volta das 17 horas, mesmo sob uma forte chuva, os grupos de viciados resistiam na frente de cortiços e de hotéis lacrados pela Prefeitura, que agora estão vazios. Na primeira semana de operação, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a Prefeitura interditaram 20 prédios - outros dez acabaram emparedados. Os estabelecimentos comerciais e prédios apresentavam diversos problemas de segurança e irregularidades administrativas, incluindo falta de alvarás.

Os agentes de saúde seguem oferecendo tratamento médico gratuito aos usuários de crack. Crianças e adolescentes que aceitam o tratamento estão sendo encaminhados de volta aos familiares ou para abrigos ou conselhos tutelares. Mas 90% dos abordados recusam auxílio, segundo balanço recente divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. A esperança da secretaria é que, se a droga começar a rarear na região, aumente a procura por ajuda.

O fechamento de 13 hotéis e o cerco policial, com a prisão de 77 pessoas, também não evitaram a circulação dos viciados em grupos na região central, sobretudo nas imediações da Praça da República, do Largo do Arouche e da Avenida São João. Espalhados pelo centro, os noias começaram a circular também pelos bairros de Santa Cecília e Barra Funda. "Nós ficamos o dia inteiro correndo atrás deles, de um lado para o outro. Tem uma hora que cansa esse pega-pega", desabafou um policial militar que atua na região há três meses e pediu para não ter o nome divulgado.

Enquanto isso, o foco da operação conjunta segue na região residencial dos Campos Elísios. Mas a lacração de alguns cortiços tornou a área ainda mais desabitada, o que favorece a presença dos viciados e dificulta o controle policial.

-x-

Confira a galeira de fotos da região da Nova Luz
__________________
"Nós estávamos encantados pelos avanços técnicos que conseguimos, enebriados pelos números. Nem pensávamos na relação entre ciência, técnica e política. Eramos apenas técnicos. Até vermos a bomba arrasando dezenas de milhares de vida e descobrirmos que não há ciência e técnica sem politica. Quem faz ciência e técnica achando que é neutro e isento, é ingênuo ou mal-intencionado". William Harthworth, físico envolvido no Projeto Manhattan, que desenvolveu a bomba atômica para os EUA.

Last edited by pa007; October 29th, 2009 at 03:30 PM.
pa007 no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 03:18 PM   #208
legal
Registered User
 
Join Date: Aug 2003
Location: Bethlehem, PA
Posts: 5,677
Likes (Received): 1220


Concordo com os empresarios.. a Nova Luz ja vai nascer com um cancer urbano. Ser pobre em si nao eh o problema, o problema eh criar zonas "so" de pobres dentro de um espaco teoricamente totalmente revitalizado... Deveriam distribuir melhor sim.
__________________
Author of "The Greys' Secret", a science fiction novel about national governments' secret contacts with aliens.
E-book: at Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/214626
Author of "Spanish for Smarties: Improve your Spanish fast!"
E-book: at Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/291960

www.globaltradeview.com, a forum for those who like International Business, Global Affairs and International Travels.
legal no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 03:41 PM   #209
Guille Panebianco
Registered User
 
Guille Panebianco's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: São Paulo
Posts: 1,005
Likes (Received): 10

Concordo tb!

Do jeito que está proposto pela PMSP, haverá um grande gueto no centro da Nova Luz.

O melhor, ao meu ver, seria distribuir as residencias de baixa renda por todo a região do projeto. Integrando as classes sociais.
__________________
##Por uma São Paulo mais sustentável##

¿Quién los ve andar por la ciudad si todos están ciegos?
Julio Cortázar
Guille Panebianco no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 04:45 PM   #210
DPJ1986_
Registered User
 
DPJ1986_'s Avatar
 
Join Date: Nov 2005
Location: São Paulo
Posts: 2,357
Likes (Received): 24

Acredito que a reivindicação dos empreiteiros será atendida.
DPJ1986_ no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 07:07 PM   #211
PHCastro
Registered User
 
PHCastro's Avatar
 
Join Date: Mar 2009
Location: Santo André - SP
Posts: 2,538
Likes (Received): 26

Guetos de apartamentos de, no mínimo, 170 mil reais? As reivindicações dos empreiteiros têm sim seus fundamentos, mas há um certo exageiro. Entretanto, se o Poder Público ceder a todos os clamores do setor imobiliário, não vai ter apartamento valendo menos de R$ 1 milhão de reais, o que siginificaria um enorme disvirtuamento do instituto da concessão urbanística como forma também de inclusão social em um ambiente urbano mais habitável.
PHCastro no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 07:12 PM   #212
legal
Registered User
 
Join Date: Aug 2003
Location: Bethlehem, PA
Posts: 5,677
Likes (Received): 1220


REZE para que algum dia os apartamentos la valham 1 milhao!!!
Isso seria a redencao do centro...
Temos que entender que o centro historico nao eh o melhor local para fazer redencao social da humanidade!
Eh la que estao os principais predios historicos, os que DAO CARA a Sao Paulo, o que a diferenciam de uma foto de um milhao de predios sem personalidade.

As empresas de construcao estao CERTISSIMAS! O centro precisa de locais de classe alta e media alta... devem existir alguns projetos sociais, mas nao se pode querer fazer do centro, que ja tem pobre ate demais, numa nova urbanizacao socialista.

Se for fazer apartamento socias, ESPALHE-os! Senao vira Rocinha!
__________________
Author of "The Greys' Secret", a science fiction novel about national governments' secret contacts with aliens.
E-book: at Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/214626
Author of "Spanish for Smarties: Improve your Spanish fast!"
E-book: at Smashwords: https://www.smashwords.com/books/view/291960

www.globaltradeview.com, a forum for those who like International Business, Global Affairs and International Travels.

Last edited by legal; October 29th, 2009 at 07:33 PM.
legal no está en línea   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 07:23 PM   #213
HRLR
Registered User
 
Join Date: Aug 2008
Location: São Paulo
Posts: 3,509

Quote:
Originally Posted by PHCastro View Post
Guetos de apartamentos de, no mínimo, 170 mil reais? As reivindicações dos empreiteiros têm sim seus fundamentos, mas há um certo exageiro. Entretanto, se o Poder Público ceder a todos os clamores do setor imobiliário, não vai ter apartamento valendo menos de R$ 1 milhão de reais, o que siginificaria um enorme disvirtuamento do instituto da concessão urbanística como forma também de inclusão social em um ambiente urbano mais habitável.
Você quer o quê? Que encha o bairro de pessoas de baixa renda?? Que raio de revitalização é essa? É preciso atrair a classe média, isso sim!
HRLR está en línea ahora   Reply With Quote
Old October 29th, 2009, 08:00 PM   #214
felipevarig787
Barueri hoje Dubai amanha
 
felipevarig787's Avatar
 
Join Date: May 2008
Location: Barueri
Posts: 331
Likes (Received): 1

Concordo com todos.....As contrutoras querem money.
felipevarig787 no está en línea   Reply With Quote
Old October 30th, 2009, 12:13 AM   #215
danilofr
Registered User
 
Join Date: Jan 2009
Posts: 216
Likes (Received): 0

Tem que se valorizar o centro, nao precisa exterminar os pobres da area, mas tambem colocar uns predios do "cingapura" ali nao ajudaria em nada.
danilofr no está en línea   Reply With Quote
Old October 30th, 2009, 05:06 AM   #216
lusorod
LUSOROD
 
lusorod's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Location: SAO PAULO/LONDON
Posts: 7,622
Likes (Received): 449

gente a prefeitura é foda, no Brasil o gde problema é que quando no nivel do planejamento são sempre elaborados planos utopicos, perfeitos hipoteticamente e imutáveis, por isso que muita coisa não sai aqui. Não só por que os planos são complicados demais, mas as leis, os metodos. O guetto não estará nas casas e sim na mente das pessoas e da cultura do Brasil. Mesmo dizendo isso, concordo com os empreiteiros....nada de planos utopicos, porra quem rege é o mercado....mas que pssoal louco.....quer fazer moradia de baixa renda num lugar só.....a prefeitura anda dando muita vacilada ultimamente....onde já se viu querer implementar algo e ao mesmo tempo ditar as regras do mercado numa democracia e num país capitalista como o nosso...ainda mais numa area central da cidade....bando de cabeças de bagre...
__________________
LUSOROD

((((((((((MUITO AMOR NA SUA ALMA))))))))))))))))
lusorod no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2009, 12:32 AM   #217
radioheader
Alis volat propriis
 
radioheader's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: Sydney/NSW
Posts: 4,016
Likes (Received): 566

Nossa, que pena ver isso...
radioheader no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2009, 01:01 AM   #218
Luiz Henrick
♫ lıı.lllıılı..lllııı ♪
 
Luiz Henrick's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: ★ Goiânia ★
Posts: 1,748
Likes (Received): 219

Se fosse só em São Paulo, mas o que mais vejo no Brasil são projetos
importantes serem cancelados ou adiados.
Uma Pena.
__________________
︸ ︷
Luiz Henrick no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2009, 06:51 PM   #219
muckie
Registered User
 
muckie's Avatar
 
Join Date: Mar 2006
Location: Rio de Janeiro
Posts: 6,281
Likes (Received): 332

Mercado imobiliário abandona revitalização da cracolândia

Oops, repetido

EDIT

Last edited by muckie; November 4th, 2009 at 06:02 AM.
muckie no está en línea   Reply With Quote
Old October 31st, 2009, 08:07 PM   #220
HRLR
Registered User
 
Join Date: Aug 2008
Location: São Paulo
Posts: 3,509

É isso que dá querer revitalizar (?) a região da Luz por meio da implantação de moradias populares. Ideia de jerico.
HRLR está en línea ahora   Reply With Quote


Reply

Tags
centro, são paulo

Thread Tools
Rate This Thread
Rate This Thread:

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 01:32 AM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu