daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine

Go Back   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Regionais > Sudeste

Sudeste Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro



Reply

 
Thread Tools
Old April 10th, 2009, 12:18 AM   #1
Osmar Carioca
Registered User
 
Osmar Carioca's Avatar
 
Join Date: Sep 2008
Location: Rio de Janeiro
Posts: 21,310
Likes (Received): 3249

O endereço dos príncipes, milionários e socialites em tradicional bairro do Rio de Janeiro

O objetivo do meu thread foi retratar um pouquinho do bairro do Flamengo glamuroso e esnobe das décadas de 40 / 50 e 60, por intermédio de 6 (seis) de seus mais elegantes edifícios, onde morava (e ainda mora) parte da aristocracia da cidade.

As histórias contadas a seguir também inspiraram este thread e foram retiradas de matéria especial da Revista Piauí sobre a evolução da arquitetura do Rio de Janeiro (edição de novembro/2007). Os autores são a dublê de escritora e socialite DANUZA LEÃO (doravante simplesmente DL), que conhece como poucos a história da vida privada do RIO e de seus personagens, e o arquiteto paulista FERNANDO SERAPIÃO (doravante simplesmente FS). Já outros textos são de minha autoria (Osmar Carioca, doravante simplesmente OC).

Todas as fotos são minhas.


EDIFÍCIO SEABRA


Quando o chique era morar no Flamengo, o comendador português Gervásio Seabra trouxe da Itália um arquiteto para fazer o projeto do que seria o segundo edifício construído na Praia do Flamengo, cópia de um castelo da Toscana pelo qual ele se apaixonara. O arquiteto usou (e abusou) de sua imaginação, e o prédio ficou conhecido como o Dakota carioca, em oposição ao prédio nova-iorquino onde John Lennon tinha um apartamento.

A portaria pode ser descrita como psicodélica. As paredes são todas pintadas com motivos os mais diversos, o chão é de mármore – importado, claro –, fazendo desenhos, diferentes uns dos outros, as paredes são feitas com óleo de baleia, e um imenso lustre de ferro coroa a obra. Por fora, o prédio é cinza-escuro, quase preto.

O comendador e sua esposa, dona Assunta, moravam nos três últimos andares, de 800 metros quadrados cada, e tinham sua portaria particular, onde um elevador privativo os levava ao lar. Dona Assunta gostava de freqüentar os cassinos do Rio; quando entrava, dizia-se que, se as luzes se apagassem, suas jóias eram tantas, de tal porte, e brilhavam tanto, que iluminariam todo o salão.

Os dois filhos do casal, Nelson e Roberto, eram doidos por corridas de cavalos. Dessa paixão surgiu o Stud Seabra; era deles a égua Tirolesa, ganhadora do Grande Prêmio Brasil de 1950. As selas de seus cavalos e as camisas dos jóqueis vinham todas de Paris, da Maison Hermès.

Outra das paixões de Nelson era participar de leilões e comprar antiguidades. Uma das 14 (quatorze) salas do apartamento tinha prateleiras em todas as paredes para abrigar apenas objetos de prata – insólitos, por sinal. Eram apenas 452.

Durante anos, Nelson morou em Paris, no Hotel George V, mas passava o mês de julho no Rio, para cuidar dos negócios. Era assim: quando ele ia para Paris, uma empresa de mudanças embalava todos os quadros e objetos de arte, e levava para o guarda-móveis; dez dias antes de ele chegar, tudo era recolocado nos seus lugares, através de fotos de cada canto do apartamento. Simples, não? DL

Fotos da fachada principal, voltada para a Praia do Flamengo:

1 –




2 -




3 –




4 –




5 -




6 –




7 –




8 –




9 –




10 –




11-




12 –




13 –




14 -



Fotos da fachada lateral, voltada para a rua Ferreira Viana:


15 -




16 –




17 –




18 -



19 –




EDIFÍCIO GUINLE


As construções realizadas pelos Guinle já renderam até um mestrado em arquitetura, na PUC do Rio, defendido por Roberto Cattan. Entre os edifícios residenciais construídos por integrantes da família, destacam-se os edifícios ecléticos da orla do Flamengo. Um deles, localizado no número 116, foi idealizado pelo doutor Octavio (proprietário do hotel Copacabana Palace) e desenhado, em 1923, pelo mesmo arquiteto do Copacabana Palace, Joseph Gire. De estilo parisiense, os empregados de cada um dos enormes apartamentos de cinco quartos – num dos quais morou o dublê de embaixador e poeta João Cabral de Melo Neto – ficavam na mansarda. FS


20 -




21 –




22 –




23 –




24 -




25 –




26 – Nesta foto pode ser melhor admirada a mansarda onde, de acordo com FS, ficam os quartos dos empregados.




27 –




28 –
Nesta foto os edifícios SEABRA e GUINLE podem ser admirados um muito próximo do outro




29 -




30 -




31 -




32 –




EDIFÍCIO BIARRITZ


O Rio de Janeiro é influenciado pela arquitetura francesa há quase 200 anos. Houve a missão francesa, depois o modernismo de Le Corbusier e, agora, a nova missão, com Christian de Portzamparc (Cidade da Música), Phillippe Starck (Hotel Fasano) e Jean Nouvel (com o naufragado Guggenheim). Menos conhecidos, são os outros arquitetos franceses que aqui trabalharam na primeira metade do século XX, como Joseph Gire, do Copacabana Palace, especializado no neoclássico francês, e Henri Sajous, que criou prédios art déco. É de Sajous, autor também do edifício da Mesbla e da Igreja da Santíssima Trindade, na rua Senador Vergueiro, um dos décos mais significativos da cidade, o Biarritz.

O edifício no número 268 da praia do Flamengo é do início dos anos 40 e tem duas confortáveis unidades de quatro dormitórios por andar, com pequena diferença de tamanho entre elas. Das cinco varandas por piso que marcam a fachada, o apartamento mais perto do centro possui três módulos e o mais perto de Botafogo, dois. As duas unidades são ótimas: confortáveis e com acabamentos impecáveis para a época.FS

O arquiteto francês que construiu o Biarritz não teve muito trabalho na concepção: fez o prédio exatamente igual a outro que existe até hoje na avenida Montaigne, em Paris.

Um dos moradores mais ilustres do prédio foi Percival Farquhar, que ocupou a cobertura até 1952 (na minissérie Mad Maria, foi o vilão encarnado por Tony Ramos). Farquhar, que já nasceu milionário, tornou-se um dos maiores empresários do mundo. Começou em 1898, arrematando os bondes de Havana. Em 1912, encarnava a globalização da belle-époque latino-americana. Em dinheiro de hoje, o investimento das empresas que criou na região chegava a vários bilhões de dólares. Fez maus negócios no Sul e na Amazônia, mas faliu, em 1913, porque exagerou na especulação com o papelório.

O Biarritz sempre foi calmo, até porque seus moradores não se mudam com freqüência. A única pessoa que fazia o Biarritz ferver era Harry Stone, o poderoso representante da Motion Pictures no Brasil, mais conhecido como o embaixador de Hollywood no Brasil. A cada estrela que ele convidava para conhecer o Rio, o edifício estremecia (e os cineastas brasileiros o odiavam).
O Biarritz tem um belo jardim interno e, como o apartamento de Harry Stone era térreo, dava a impressão de que todo aquele verde pertencia só a ele. A nova proprietária do apartamento é Lourdes Catão, que, depois de viver trinta anos em Nova York, voltou, e só moraria em um apartamento assim: cheio de charme e totalmente silencioso, o que é raro de encontrar no Rio de hoje. DL


33 –




34 –




35 –




36 –




37 –




38 –




39 –




40 –




41 – Observem que ao final do longo corredor da portaria há um jardim com uma fonte. De acordo com DL, era neste jardim que o rico e poderoso representante da Motion Pictures para a América Latina Harry Stone promoveu algumas de suas famosas festas freqüentadas para a nata da sociedade carioca, após as sessões de cineminha. Uma informação para foristas fora do RIO: durante anos, muitos anos mesmo, os cariocas sempre souberam com antecedência qual o filme que somente uma ou duas semanas depois ganharia o OSCAR de melhor filme. Como? Simples: os jornais publicavam o filme que Harry Stone havia exibido para a sociedade carioca.
Duvidam da minha informação? Pois então vejam o que disse o jornal O ESTADO DE SÃO PAULO em sua edição de 1 de setembro de 2.000: “ ...Ser convidado para sua sessão de cinema semanal era sinal de prestígio social. Especialmente se era a que acontecia às vésperas da entrega do Oscar, pois ano após ano o filme exibido ganhava o maior prêmio da indústria americana...” (FONTE: http://www.estadao.com.br/arquivo/ar...00901p5593.htm).
Harry Stone também promovia sessões de cinema (e claro as festas em seguida, porque afinal ninguém é de ferro) no antigo Hotel Méridien, onde havia uma cabine de cinema (sobre esta cabine há um forista carioca que pode falar melhor sobre ela, uma vez que eu não a conheço) e também no classudo Copacabana Palace.




42 - Logo depois de ter tirado esta foto surgiram seguranças para me informar que eu não poderia fotografar dentro da portaria.




43 –




44 –




45 –




46 –




EDIFÍCIO TUCUMÃ


Outro prédio construído pelos Guinle é o localizado na esquina da rua Tucumã, feito quinze anos depois do Edifício Guinle. O prédio foi construído, em 1941, como resultado de uma operação imobiliária idealizada pelo doutor Carlos, que trocou a casa da praia de Botafogo pelo terreno e pela construção do prédio.

O edifício tem feições predominantemente protomodernas, como a curvatura do balcão da esquina. Há ainda uma mescla com elementos clássicos simplificados, como a colunata do porte-cocherè da entrada, ou as aberturas em arcos do último piso, que mais parece um jardim suspenso. A cobertura era o único apartamento que tinha garagem, e contava com onze (onze) quartos de empregados (era um tempo em que os ricos tinham poucos carros e muitos serviçais). Dentro, há uma escada que circunda um vazio, que é talvez o mais impressionante espaço interno de edifícios de apartamentos da época. FS

Nos anos 20, a família Guinle era uma das mais ricas do Brasil. Sua fortuna, em valores de hoje, era estimada em 2 bilhões de dólares. Foi Carlos Guinle quem construiu o belíssimo edifício na esquina da rua Tucumã. Deu um apartamento para cada um de seus dois filhos, Carlinhos e Jorginho, o playboy mais famoso do Brasil, e ficou, como de praxe, com os três últimos andares para ele e dona Gilda. Também, como de praxe, tinham seu elevador particular.

As casas onde os Guinle moravam eram todas projetadas por arquitetos franceses, e que casas! Era de um dos irmãos o Palácio Laranjeiras, de outro a antiga embaixada da Argentina, na praia de Botafogo, a casa onde é hoje o Parque da Cidade, a Ilha de Brocoió. O doutor Octavio morava na avenida Atlântica, e sua casa tinha uma quadra de tênis de frente para o mar. Eram famosos os bailes que doutor Carlos e dona Gilda davam uma vez por ano, nos quais o traje exigido para os homens era a casaca.

Carlinhos morreu moço. Nos últimos anos de vida, ficou amigo de Dorival Caymmi, e com ele compôs Sábado em Copacabana e Não tem Solução. As más línguas da época diziam que Caymmi entrava com a inspiração e Carlinhos com o uísque. DL

Depois da morte do doutor Carlos e dona Gilda Guinle, Jorginho vendeu o triplex dos pais para o armador José Carlos Fragoso Pires, que continua a nele morar até hoje. Jorginho passou a viver no segundo andar do mesmo edifício com sua última mulher, a socialite Maria Helena Guinle.

Um detalhe interessante a respeito deste apartamento, e que pode ser admirado em minhas fotos, é o altíssimo pé-direito de 7,5 m do penúltimo andar do apartamento, onde se encontra a “...escada que circunda um vazio, que é talvez o mais impressionante espaço interno de edifícios de apartamentos da época...” a que alude Fernando Serapião. É dito entre arquitetos cariocas, que este apartamento no edifício Tucumã é o único no Rio com características palacianas em virtude do alto pé-direito do penúltimo andar.

Já escutei comentários de que a entrada principal do apartamento se dá pelo penúltimo andar, que vem a ser a peça central do apartamento. Um andar para baixo ficam os quartos. E no último andar a piscina e o jardim. OC


47 –




48 –




49 –




50 –




51 –




52 –




EDIFÍCIO ZAMÚDIO


A Rui Barbosa já foi o endereço preferido de nove entre dez famílias cujos sobrenomes soavam como grife. Nos anos 50 e 60, quando o Rio fervia em nababescos eventos sociais, a avenida cintilava. E a expressão maior do luxo e da ostentação na Rui Barbosa era (e ainda é) o Edifício Zamúdio.

Construído por Dr. Antônio Sanchez de Larragoite, dono do império de seguros Sul América S/A, conta com um apartamento por andar e possui os maiores apartamentos padrão de toda a avenida, apartamentos estes que possuem 7 (sete) quartos. Dr. Larragoite ao construir o prédio reservou para si os 3 últimos andares. Como de praxe, o apartamento contava com elevador privativo para levá-lo direto da portaria ao primeiro piso de seu imóvel, além evidentemente de uma piscina privativa, situada no último andar. O nome do prédio homenageia a aldeia onde Dr. Larragoite nasceu.

O Zamúdio abrigou durante décadas o crème de la crème da sociedade carioca, além de membros do jet set internacional. Entre seus moradores mais ilustres, além do próprio Dr. Antônio Sanchez de Larragoite estavam o Príncipe Dom João Maria de Orléans e Bragança, a Princesa egípcia Fátima Scherifa Chirine (casada em primeiras núpcias com o Príncipe de Alexandria Hassan Omar Toussoun e, após o divórcio, mulher do último rei do Egito Farouk I), além de Dona Niomar Moniz Sodré Bittencourt, dona do jornal CORREIO DA MANHÃ e fundadora do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (OC)

53 -




54 -




55 –




56 –
A cobertura triplex




57 –
Quatro prédios clássicos da Rui Barbosa. Da extrema direita para a esquerda, edifícios RUI BARBOSA, OYAKAN, MIGUEL COUTO e ZAMÚDIO.




58 -




59 -




60 – Devassando um apartamento




61 -




62 –




63 -




64 –




65 –




EDIFÍCIO SYAGRUS


Prédio muito conhecido na Rui Barbosa por abrigar há décadas a residência da papisa da alta sociedade carioca, e ícone da sociedade tradicional brasileira, a socialite Carmen Therezinha Solbiati Mayrink Veiga.

Considerada a mulher mais elegante do Brasil e uma das mais elegantes do planeta, a paulistana de Pirajuí, interior de São Paulo, promoveu inúmeros jantares e reuniões en petit comitê nos salões de seu suntuoso apartamento, que abrange 2 (dois) edifícios totalmente distintos (o outro edifício que compõe o apartamento da Sra Carmen Mayrink Veiga é o Edifício Angelus. Mas a entrada principal do apartamento é por intermédio do Syagrus).

A revista VOGUE brasileira, edição nr 232, ano 1997, página 232, que foi inteiramente dedicada à CVM assim descreve a divisão do living em dois prédios distintos: “...do living, pode-se ver uma série de outras salas, cujo acesso é feito descendo alguns degraus. Motivo: entra-se num outro apartamento, no prédio ao lado, comprado assim que os filhos Antenor e Antonia começaram a crescer. Aí ficam as salas de estar, biblioteca e som...”

A razão pela qual o apartamento de CMV ocupa dois edifícios distintos é porque ela recusou-se a morar num apartamento duplex no Edifício Syagrus, como queria o marido. Assim sendo, como Tony considerava o apartamento do Syagrus “pequeno” (um apartamento padrão neste edifício Syagrus tem "somente" 500 metros quadrados) não restou outra alternativa a ele a não ser comprar o apartamento situado no edifício ao lado, e quebrar todas as paredes unificando-o.

Um dos cômodos mais fotografados do apartamento é um lavabo. A revista VOGUE acima mencionada assim o descreve: “...o toalete é simplesmente felino. Literalmente revestido em tecido com pintas. Para completar, quadros e decalques de gatos por todos os lados...” Este cômodo do apartamento, aliás, é tão famoso que foi reproduzido na mega exposição de roupas de alta costura ocorrida no ano de 2003 na antiga mansão Seabra, na Praia do Flamengo, com o acervo que ela CMV possui colecionado ao longo de décadas. (OC)


66 -




67 -




68 –




69 –




70 -




71 – Entrada do prédio




72 –




73 –



Bom espero que gostem de meu trabalho!
__________________

Anderson carioca liked this post

Last edited by Osmar Carioca; September 20th, 2012 at 05:06 PM.
Osmar Carioca está en línea ahora   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old April 10th, 2009, 12:35 AM   #2
Pinhate
Registered User
 
Join Date: Dec 2006
Location: Brasília
Posts: 2,102
Likes (Received): 0

Nossa ótimo trabalho!
As fotos estão excelenetes mesmo! gostei muito, tinha muita curiosidade pra saber dos histórcios de alguns prédios cariocas.
O Seabra ficou realemnte num estilo bem Nova York, da até pra confundir.
Gosto muito do biarritz, a disposição das varandas é bem interessante...
O Zamúdio se destaca bastante em meios aos edifícios construídos na mesma época, muito mais elaborado, gostei dele.
parabéns
Pinhate no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 12:45 AM   #3
tonyssa
.
 
tonyssa's Avatar
 
Join Date: Aug 2007
Posts: 73,276


Muito bom o thread, um belo trabalho de registro desses "palácios" cariocas! valeu Osmar!
tonyssa no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:01 AM   #4
Patrick-RJ
A volta do malandro
 
Patrick-RJ's Avatar
 
Join Date: Apr 2007
Location: Rio
Posts: 8,589
Likes (Received): 12

Esses edifícios do Flamengo são belíssimos... um bairro muito agradável.

Só não entendo porque esses edifícios não criam regras para uniformizar as janelas. Cada um bota de um jeito e acaba descaracterizando e enfeiando demais os prédios. Quando botam aquelas janelas roxas então...
__________________
RIO: CIDADE MARAVILHOSA E OLÍMPICA!
Patrick-RJ no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:10 AM   #5
FelixMadero
Libertarian
 
FelixMadero's Avatar
 
Join Date: Aug 2005
Posts: 13,456
Likes (Received): 684

Maravilhoso! posta mais?
FelixMadero no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:18 AM   #6
PauloLescaut
Registered User
 
PauloLescaut's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Niterói
Posts: 11,616
Likes (Received): 1675

Famtástico, Osmar, fantástico!

Sempre que passo pelo Flamengo, admiro esses belíssimos edifícios.

O mais interessante é que, por mais excêntricos que sejam suas motivações, reproduzindo conceitos de castelos e palácios, eles não deixam de ter autenticidade. Basta contrapôr com os neo-clássicos padronizados de hoje, espigões com adornos (tipo aquele Cidade Jardim de São Paulo, com telhadinho francês).

Também adoro o Biarritz!

Aliás, acho que o SSC precisa se profissionalizar, para que os seguranças dos prédios não achem que são marginais os que querem fotografá-los! Talvez consigamos até credenciais...

Ah, interessante como a construção dos edifícios nessa época se dava por iniciativas individuais, não de construtoras.
__________________
ACORDA BRASIL!!! | EU PAGO UM IPTU ALTÍSSIMO!!! | É POR ISSO QUE ESSE PAÍS NÃO VAI PRA FRENTE!!! | PRA ISSO ELES TÊM DINHEIRO, ENQUANTO ISSO A SAÚDE E A EDUCAÇÃO...!!!
PauloLescaut no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:25 AM   #7
.Kr'st_fer.
Registered User
 
Join Date: Apr 2007
Location: Foz do Iguaçu
Posts: 10,840
Likes (Received): 531

Que belo trabalho.. adorei as fotos!
Vlw!!
.Kr'st_fer. no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:25 AM   #8
don_quito
Que deselegante!!!!
 
don_quito's Avatar
 
Join Date: Apr 2008
Location: Brasília
Posts: 3,838
Likes (Received): 16

osmar do céu!!!!
que tread show de bola!
ameeeiiii demais as fotos!
valeu mesmo!

posta mais...posta maissssss
__________________
Para ter acesso aos meus treads clique AQUI
don_quito no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:26 AM   #9
Vini2
EIKE SORRISO!
 
Vini2's Avatar
 
Join Date: Jun 2007
Location: Rio de Janeiro
Posts: 2,127
Likes (Received): 123

Fantástico Osmar!
O edifício Guinle é um dos meus preferidos do Flamengo!
O bairro é muito charmoso!
Vini2 no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:38 AM   #10
Cauê
Registered User
 
Cauê's Avatar
 
Join Date: May 2008
Location: Terra
Posts: 8,575
Likes (Received): 2200

Show de bola!
Adoro essas construções do Flamengo. Minha favorita desta região é o "castelinho do flamengo", espremido entre os espigões, parece coisa de filme.
Cauê está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:44 AM   #11
JPBrazil
Registered User
 
Join Date: Mar 2007
Location: Belo Horizonte
Posts: 5,783
Likes (Received): 19

Parabens Osmar! Seus threads estão cada vez mais interessantes e as fotos cada vez mais profissionais.



Quando fui ao Rio, a parte que mais me impressionou foi o Flamengo. Tudo é lindo, a arquitetura dos prédios, o aterro e ainda tem de brinde uma vista fantástica para o Pão de Acúcar.
JPBrazil no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 01:56 AM   #12
Julio_Geografia
"Rio 2016" I'll be there
 
Julio_Geografia's Avatar
 
Join Date: Mar 2008
Posts: 4,072
Likes (Received): 126

Quote:
Originally Posted by JPBrazil View Post
Parabens Osmar! Seus threads estão cada vez mais interessantes e as fotos cada vez mais profissionais.



Quando fui ao Rio, a parte que mais me impressionou foi o Flamengo. Tudo é lindo, a arquitetura dos prédios, o aterro e ainda tem de brinde uma vista fantástica para o Pão de Acúcar.
Também acho o Flamengo o bairro mais interessante do Rio, adoro passear pelo Aterro, que pra mim é a cara do Rio, uma área com belezas naturais, equipamentos esportivos, e edificações belíssimas como essas. Valeu Osmar!
Julio_Geografia no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 04:27 AM   #13
gmzeni
perder la ternura jamás!
 
gmzeni's Avatar
 
Join Date: Apr 2007
Location: Rio
Posts: 1,552
Likes (Received): 2

Fantástico, Osmar! Parabéns!

Eu sou fascinado pelos edifícios da Praia do Flamengo e da Rui Barbosa - preciosidades, todos eles.
gmzeni no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 04:41 AM   #14
Thina
Registered User
 
Thina's Avatar
 
Join Date: Jan 2005
Posts: 10,564
Likes (Received): 1958

Que riqueza de detalhes, lindos os edifícios que tu mostrou. E lindo o retrato da região. Parabéns, excelente registro
__________________
Thina no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 04:47 AM   #15
Cerrado
Baiano sim senhor!
 
Cerrado's Avatar
 
Join Date: Aug 2006
Location: Palmas-TO/Itabuna e Salvador-BA
Posts: 34,742
Likes (Received): 1382

Prédios muito bonitos, alguns verdadeiras obras de arte, e histórias muito interessantes.
Cerrado está en línea ahora   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 04:48 AM   #16
Jorge M
Registered User
 
Jorge M's Avatar
 
Join Date: Jun 2008
Location: Rio de Janeiro
Posts: 2,339
Likes (Received): 120

Excelente!
Eu também sou um admirador dos edifícios do Flamengo.
Um que eu também gosto bastante é aquele que aparece na foto 33, à direita, com aqueles janelões do chão ao teto. Acho bem legal.
Jorge M no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 05:06 AM   #17
Fourier
lê-se: "FÚRRIÊ!"
 
Fourier's Avatar
 
Join Date: Dec 2008
Location: No pequeno burgo de Águas de São Pedro/BR
Posts: 5,979
Likes (Received): 2060

Osmar, que coisa mais linda do mundo esses edifícios, amigo!!Sempre gostei do Flamengo, um bairro cheio de vida! O Guinle e o Seabra são obras artisticas do mais belo quilate.

Rapaz, eu sempre imaginei como seria viver no Rio de Janeiro, no Estado da Guanabara (nome que jamais deveria ter deixado de existir, charmosíssimo...), nas décadas de 40, 50 e 60. Deveria ser uma coisa absurdamente e escandalosamente maravilhosa.

E os edifícos pré modernistas... e a música....e a vida cultural....e a praia.. e o verde... Nossaaaaa!!!! deveria ser uma coisa bárbara.

Abração e obrigado.

Desconfio que você mora em um desses amplos e belos apartamentos aí...
Fourier no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 05:07 AM   #18
Luis_RiodeJaneiro
Registered User
 
Luis_RiodeJaneiro's Avatar
 
Join Date: Jan 2006
Location: Rio de Janeiro
Posts: 4,744
Likes (Received): 26

Sem palavras !!!!!!!!!!!
Só o Seabra e o Guinle já bastariam para tornar o thread fantástico !!!
São as duas maiores jóias da Praia do Flamengo!
e com mais os outros, então, ficou um trabalho de mestre !!!!
( agora só falta mostrar aquela mansão antiga que agora é um Centro Cultural )!!
Luis_RiodeJaneiro no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 05:11 AM   #19
Perfil
 
Sá's Avatar
 
Join Date: Oct 2007
Location: Recife
Posts: 5,510
Likes (Received): 926

Excelente tread, a paisagem ficou muito bem retratada.
Sá no está en línea   Reply With Quote
Old April 10th, 2009, 10:05 AM   #20
Vítor Dias
Venda Nova Futebol Clube
 
Vítor Dias's Avatar
 
Join Date: Jan 2008
Location: Urbs Pulchri Horizontis
Posts: 1,573
Likes (Received): 5

BINGO, Osmar! Era exatamente ao Seabra que me referia no tópico do Arquitetura e Discussões Urbanas. Mas em março do ano passado ele não estava pintado desse jeito, pelo que me lembro... o prédio chama muito a atenção de quem quer que passe por aquela região. Fiquei por 3 dias no Hotel Regina - aparece na foto 14 - junto com excursão de minha faculdade, por isso o prédio me chamou tanto a atenção.

Belos relatos e fotos melhores ainda!
__________________
:: Belo Horizonte, MG: Reg. Leste :: Reg. Noroeste :: Reg. Pampulha :: Reg. Centro-Sul :: Avenida do Cardoso ::
:: Nova Lima, MG: Vale dos Cristais ::
:: Petrópolis, RJ: Centro atual e histórico ::
:: Santa Luzia, MG: Sede ::


Nada deve parecer natural. Nada deve parecer impossível de mudar.
Vítor Dias no está en línea   Reply With Quote


Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 05:42 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu