daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy | DMCA | news magazine

Retroceder   SkyscraperCity > Latin American & Caribbean Forums > Fóruns Brasileiros > Fóruns Gerais > Infraestrutura e Transporte



Respuesta

 
Herramientas
Antiguo 22-10-2012, 06:30:35   #421
Magal Alagoano
Alagoano sob qualquer sol
 
Avatar de Magal Alagoano
 
Fecha de Ingreso: Jul 2012
Ubicación: Maceió-Recife
Mensajes: 793
Likes (Received): 142

Cita:
Empezado por Ap_Recife Ver Mensaje
Realmente, muita gente reclama do transporte público do Recife, mas se formos comparar com muitas capitais do mesmo porte, a nossa está a anos-luz de distância.

Ainda tem muuuuito a melhorar, muito mesmo. Mas temos inúmeros avanços, um exemplo é a integração do sistema, coisa rara em nossas cidades.
Exato. Vá a Maceió... a cidade é linda, deslumbrante, como você sabe, mas sistema público de transporte caótico, aleijado e desprezível: só conta com ônibus, em sua maioria sucateados (com apenas 3 estações de integração, se não estou enganado), um VLT e só. Sem falar que não há integração entre VLT e ônibus.

Para não falar do "precinho": R$ 2,30 o danado do ônibus! Como?

Três meses atrás um amigo meu veio de Salvador, viu minha namorada reclamando do transporte aqui e ele comentou: você é louca? Salvador é um caos no transporte público! Isso é o paraíso! Eu entendi o entusiasmo dele, pois foi o mesmo que senti 4 anos atrás!
__________________
ALAGOAS: Paraíso das Águas e dos caribes brasileiros. Vale a pena conhecer!
Magal Alagoano no está en línea   Responder Con Cita

Sponsored Links
 
Antiguo 22-10-2012, 06:48:59   #422
Magal Alagoano
Alagoano sob qualquer sol
 
Avatar de Magal Alagoano
 
Fecha de Ingreso: Jul 2012
Ubicación: Maceió-Recife
Mensajes: 793
Likes (Received): 142

Cita:
Empezado por Rai_ Ver Mensaje
Resolver de forma cara, pois o valor da Via Mangue é compatível com um dos longos corredores BRT que irão implantar na cidade, ou seja, é muito dinheiro para quem usa o transporte individual, que ao meu ver só estão fazendo ela por ser numa área onde há gente com dinheiro e usa muito o carro. Se não a fizessem e implantassem o corredor BRT que será a continuação da primeira parte do Norte-Sul que vai até a Joana Bezerra, iriam criticar bastante porque os carros não teriam lugar para circular piorando o congestionamento já existente.

Na ótica do ex-prefeito de Bobotá, essa via não seria criada e o povo que anda de carro que migrasse para o BRT se não quisesse ficar preso no trânsito, só que ele é muito exagerado em defender as coisas.

A Via Mangue, para mim, também mostra o quanto os políticos antigos não tinham visão, pois é só ver que o canal de Setúbal e do Jordão onde fizeram vias até a Rua Antônio Falcão deveriam ter a sua continuação até o Pina que é a proposta da Via Mangue. Numa época onde as coisas poderiam ser feitas de forma mais em conta, com menos restrições (a defesa de fatores ambientais é recente) e até evitando a invasão desordenada na área, não vislumbraram o futuro, e hoje pagamos muito caro para criar uma via para desafogar outra afim desta ganhar um transporte de massa padronizado.
É caro sim, é bem verdade, mas isso uma hora ou outra deveria ser feito Rai_, porque nossa cultura foi criada em cima da ostentação, de forma a transformar o carro individual um objeto indispensável. Daqui para acabar com esse conceito, perceba que pode levar tempo.

Acho mesmo que as pessoas só vão deixar os carros em casa (e utilizá-los só para passeios), quando o transporte público tornar-se seguro, com faixas exclusivas no caso de ônibus, de forma a tornar tal transporte digno e, principalmente, que traga melhor qualidade de vida somente pelo fato de não precisar sair tão cedo de casa para chegar na hora correta na universidade, no trabalho, na escola, na casa da amante... enfim.

Outra, com o tal Pacto pela Vida, sem querer polemizar nada, passaram a tratar bandido como crianças que precisam de doces... caras, a bala que bandido perigoso merece não é a bala doce... concordo que depois disso, É UM FATO, que Recife deixou de ser a capital mais violenta do país, passando a faixa para Maceió e para Vitória, em segundo lugar, e isso tem repercussões positivas, como todos sabemos, na atração de turistas, seja de negócios ou lazer, bem como investimentos maciços em centros de compras. O fato é que, inegavel, corrente, sequencial e frequentemente, a Cd da Boa Vista e suas paradas são atacadas na ocasião de jogos do Sport, e os ônibus são depredados por dentro e por fora por marginais disfarçados de torcida organizada. 7 de setembro e os domingos, na volta da praia, são verdadeiros infernos em linhas como CDU-CAX-BV, e CDU-BV-CAX, no sentido de pessoas sem noção e sem educação.

Por isso que atualmente (por questões de cultura e da segurança, citadas) a Via Mangue, na minha opinião, é sim uma proposta válida (sem discutir aqui fatores ambientais, que, aliás, contam muito), bem como também é válido o BRT, embora ache o BRT algo ultrapassado (talvez o futuro me mostre que estou enganado, e rezo para estar enganado).

Realmente a questão de vislumbrar o futuro, por administradores antigos, nos traz graves consequências, algumas ruas estreitas, com espigões por todo lado, plantio ou preservação de espécies incorretas de árvores para certas regiões, como no Centro e no Espinheiro... enfim.
__________________
ALAGOAS: Paraíso das Águas e dos caribes brasileiros. Vale a pena conhecer!

Última edición por Magal Alagoano fecha: 22-10-2012 a las 06:58:48
Magal Alagoano no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 22-10-2012, 14:30:59   #423
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por hebermc Ver Mensaje
Esse tipo de coisa é exceção, poucos lugares é mais conveniente chegar de onibus, talvez o local que você more seja proximo do centro e cause essa conveniência, mas pra grande maioria do Recife não é.



-obedecer o limite de passageiros por onibus (ou metro/trem)
-obedecer o limite de velocidade das vias
-maior frequencia
-Ar condicionado (ou aquecimento dependendo da cidade)
-Terminais integrados com troca de onibus/trem/metro rapida



Caro é relativo, depende do seu bolso, conheço gente que vai de bicicleta pro trabalho pra economizar a passagem de onibus (não são pessoas ecologicamente corretas).



Comparar onibus com carro em Recife é muito dificil demonstrar a vantagem do onibus. A unica vantagem é "talvez" ir ao centro, mesmo assim depende de pra qual rua você vai. Para muitas ruas é mais vantajoso estacionar proximo e caminhar o resto do percurso.

Andar 2 km pra fazer pequenas tarefas é exagero seu, até uns 500 metros posso concordar com você. Mas a insegurança na cidade muitas vezes impede até essas pequenas distancias.



A tese deveria ser "Criar um sistema de transporte em massa de baixo custo e alta qualidade, sem prejudicar o deslocamento do transporte individual". Quando um sistema desse tipo for criado as pessoas naturalmente passarão a utilizar o novo sistema.

Metro por exemplo não passa por cruzamento e não tem sinal, logo a partir de 400 ou 500 metros já é vantajoso, mas enquanto a briga for carro X onibus, não vai ter como o onibus ganhar nunca.



Uma vez vi uma cara dizendo "Pro Brasil ficar ruim ainda vai ter que melhorar muito", o mesmo se aplica ao transporte publico de Recife, pode até ser que seja muito melhor que o de outras cidades, mas continua sendo ruim.
Resido no Cordeiro e é horrível pensar em ir ao centro de carro para locais como entorno da Guararapes e Recife Antigo. Colega meu que reside em Boa Viagem já comentou que é mais rápido sair da UFPE pela Caxangá do que pela Av. Recife usando ônibus justamente porque o corredor exclusivo dá agilidade. Esse é um ponto que dá beneficíos ao usuário de ônibus, pois outros literalmente como fez o ex-prefeito de Bogotá tirou espaço de vias onde os carros transitavam, seja uma faixa, seja área para estacionar, para dar vez ao transporte público. O problema é que aqui não querem fazer isso devido ao peso que boa parte da população que usa carro tem.

Sei que não adianta forçar migrar se essa migração não tem algum a benefício, logo é preciso melhorar o transporte coletivo como é a ideia do BRT dando preferência a ele nas vias para os condutores percebem que ali é uma opção interessante, como também ampliar a rede de TIs e comunicações diretas visto que como você falou, para ir a outros locais no transporte público é preciso fazer longos itinerários em trechos ruins e por vezes passando por TIs cuja demora só piora, caso em que o carro é mais útil por permitir criar uma rota mais rápida ou menos tumultuada.

Sobre a caminhada, o cara que vai a academia de carro andar na esteira não anda 2km, mas 8km, 10km para quem realmente busca um exercício e já tem algum preparo, então é mínima a distância que faço, mas como você concorda, isso ainda depende da segurança pública para estimular já que o argumento de vários que usam carro para trajetos curto é em certos locais está sujeito a assaltos muito perto de casa de for a pé, então o carro cria a falsa sensação de segurança.

Transporte público de alta qualidade e baixa custo não existe, pois a qualidade influencia no preço da passagem. Nós pagamos uma das passagens mais em conta do país e todo ano quando é para ter aumento o governo atua para só aplicar o percetual do regulador que costuma ser menor que o pedido das empresas do setor. O próprio governo já disse não garante manutenção do valor da passagem com o novo conceito, pois serão as empresas que terão que adquirir veículos mais caros para atender a nova licitação que prever veículos do SEI com ar condicionado, os BRT serão do SEI e espera-se ser ainda mais modernos que os usados em outras vias, além da adoção do item em demais veículos cumprindo um calendário e isso tem um custo, pois ar condicionado requer manutenção constante. Eu lembro quando o transporte alternativo concorria com o de ônibus que algumas empresas colocaram veículos novos com ar e vez ou outra via-se condensação dentro do veículo molhando assentos e pessoas, bem como o aparalho ao deixar de funcionar inoperava o veículo porque este tinha janelas com travas que evitam abri-las quando o ar estava ligado reduzindo a eficiência.
O que o governo pode fazer e o seu Eduardo vem sugerindo é reduzir a tributação sobre a passagem que é pesada. Assim, essa redução provocaria valor menor da passagem atraindo mais usuários e com aumento da demanda as empresas teriam condições de adquirir veículos mais confortáveis.

O metrô não depende de cruzamento porque requer uma estrutura toda isolada, só que o BRT bem elaborado pode ter essa vantagem e a um custo de implatanção menor. No Rio, abriram túneis, instalaram sinais inteligentes para fazer o BRT circular sem interrupções tal qual é o metrô. Como disse o investor do conceito, um ônibus cheio de passageiros sem ter vez nas vias é tirar a preferência de muitos num único veículo equiparando a um condutor de carro que ocupa mais espaço.

O transporte daqui é ruim em parte porque as pessoas não são civilizadas. Se hoje vemos falsos torcedores acabando paradas e invadindo ônibus, quero ver nas futuras estações onde eles terão que pagar para entrar visto que será impossível invadir o ônibus já que tendo ar e colado a plataforma, janelas trancadas e porta que só abre num espaço determinado irá dificultar, mas não deve evitar outros sem educação que ficam fazendo shows nas linhas que vão para a zona sul ignorando a presença dos demais passageiros. Educação ou a falta desta vem de casa tanto que é reflexo dos locais onde residem, locais que o som alto e a gritaria é muito comum.
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 22-10-2012, 17:17:44   #424
Lobão
Registered User
 
Avatar de Lobão
 
Fecha de Ingreso: Jun 2011
Ubicación: Recife
Mensajes: 685
Likes (Received): 68



Em relação as pessoas mal educadas e vandalos poderiam fazer um tipo de "patrulha dos ônibus". Essa patrulha ou viatura teria a função de patrulhar as paradas de ônibus e se tiver algum vandalo no ônibus um passageiro ligaria para a patrulha e ela abordaria o ônibus.
Lobão no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 22-10-2012, 19:01:58   #425
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por Lobão Ver Mensaje


Em relação as pessoas mal educadas e vandalos poderiam fazer um tipo de "patrulha dos ônibus". Essa patrulha ou viatura teria a função de patrulhar as paradas de ônibus e se tiver algum vandalo no ônibus um passageiro ligaria para a patrulha e ela abordaria o ônibus.
Já fazem isso em grandes eventos como jogos de futebol, etc. Uma vez passei pela Mascarenhas e tinha um guarda da ROCAM com rádio escondido entre postes monitorando os ônibus que passavam com torcedores fazendo bagunça. Tinha passado um ônibus com gente no lado de fora e ele pegou o rádio para avisar blitz a frente.

As novas estações terão vigilância eletrônica, mas em Bogotá há, também, seguranças no lado de fora ou perto para evitar, por exemplo, vandalismo. O novo prefeito pretende ampliar as câmeras de monitoramente, então já poderiam começar com essas nos corredores perto das estações, pois assim não só protegeria essas como os passageiros que se aproxima delas pelas vias ao redor. O novo formato poderá haver invasão nas linhas alimentadoras e circulares que levarão os bagunceiros até os TIs. Eles já invadem os ônibus saltando a catraca, pela janela, etc e assim chegam aos TIs. Nas estações já será mais complicado, então cabe monitorar a entrada e avisar nos TIs que pessoas entrarem sem pagar. Contudo, até nos TIs há problemas.
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 22-10-2012, 20:39:24   #426
hebermc
Registered User
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 160
Likes (Received): 18

Cita:
Empezado por Rai_ Ver Mensaje
Resido no Cordeiro e é horrível pensar em ir ao centro de carro para locais como entorno da Guararapes e Recife Antigo. Colega meu que reside em Boa Viagem já comentou que é mais rápido sair da UFPE pela Caxangá do que pela Av. Recife usando ônibus justamente porque o corredor exclusivo dá agilidade. Esse é um ponto que dá beneficíos ao usuário de ônibus, pois outros literalmente como fez o ex-prefeito de Bogotá tirou espaço de vias onde os carros transitavam, seja uma faixa, seja área para estacionar, para dar vez ao transporte público. O problema é que aqui não querem fazer isso devido ao peso que boa parte da população que usa carro tem.

Sei que não adianta forçar migrar se essa migração não tem algum a benefício, logo é preciso melhorar o transporte coletivo como é a ideia do BRT dando preferência a ele nas vias para os condutores percebem que ali é uma opção interessante, como também ampliar a rede de TIs e comunicações diretas visto que como você falou, para ir a outros locais no transporte público é preciso fazer longos itinerários em trechos ruins e por vezes passando por TIs cuja demora só piora, caso em que o carro é mais útil por permitir criar uma rota mais rápida ou menos tumultuada.

Sobre a caminhada, o cara que vai a academia de carro andar na esteira não anda 2km, mas 8km, 10km para quem realmente busca um exercício e já tem algum preparo, então é mínima a distância que faço, mas como você concorda, isso ainda depende da segurança pública para estimular já que o argumento de vários que usam carro para trajetos curto é em certos locais está sujeito a assaltos muito perto de casa de for a pé, então o carro cria a falsa sensação de segurança.

Transporte público de alta qualidade e baixa custo não existe, pois a qualidade influencia no preço da passagem. Nós pagamos uma das passagens mais em conta do país e todo ano quando é para ter aumento o governo atua para só aplicar o percetual do regulador que costuma ser menor que o pedido das empresas do setor. O próprio governo já disse não garante manutenção do valor da passagem com o novo conceito, pois serão as empresas que terão que adquirir veículos mais caros para atender a nova licitação que prever veículos do SEI com ar condicionado, os BRT serão do SEI e espera-se ser ainda mais modernos que os usados em outras vias, além da adoção do item em demais veículos cumprindo um calendário e isso tem um custo, pois ar condicionado requer manutenção constante. Eu lembro quando o transporte alternativo concorria com o de ônibus que algumas empresas colocaram veículos novos com ar e vez ou outra via-se condensação dentro do veículo molhando assentos e pessoas, bem como o aparalho ao deixar de funcionar inoperava o veículo porque este tinha janelas com travas que evitam abri-las quando o ar estava ligado reduzindo a eficiência.
O que o governo pode fazer e o seu Eduardo vem sugerindo é reduzir a tributação sobre a passagem que é pesada. Assim, essa redução provocaria valor menor da passagem atraindo mais usuários e com aumento da demanda as empresas teriam condições de adquirir veículos mais confortáveis.

O metrô não depende de cruzamento porque requer uma estrutura toda isolada, só que o BRT bem elaborado pode ter essa vantagem e a um custo de implatanção menor. No Rio, abriram túneis, instalaram sinais inteligentes para fazer o BRT circular sem interrupções tal qual é o metrô. Como disse o investor do conceito, um ônibus cheio de passageiros sem ter vez nas vias é tirar a preferência de muitos num único veículo equiparando a um condutor de carro que ocupa mais espaço.

O transporte daqui é ruim em parte porque as pessoas não são civilizadas. Se hoje vemos falsos torcedores acabando paradas e invadindo ônibus, quero ver nas futuras estações onde eles terão que pagar para entrar visto que será impossível invadir o ônibus já que tendo ar e colado a plataforma, janelas trancadas e porta que só abre num espaço determinado irá dificultar, mas não deve evitar outros sem educação que ficam fazendo shows nas linhas que vão para a zona sul ignorando a presença dos demais passageiros. Educação ou a falta desta vem de casa tanto que é reflexo dos locais onde residem, locais que o som alto e a gritaria é muito comum.
No fim o problema todo é que o transporte em massa no Brasil é feito para as classes C, D e E (pobres). Só vamos ver o transporte de massa se tornar mais viavel que transporte individual quando ele for feito pra classe B (classe média) usar, como Nova Iorque e Londres fizeram.

Esse percurso via caxanga é uma das duas exceções, a outra é a conde da boa vista. Deslocamentos nestes dois percursos são mais rapidos, mas passados estes trechos não são, uma vez na Benfica você entra no transito "comum" e pega o mesmo engarrafamento. Voltar da UFPE as 18h no Grande Onibus Lotado e Fedido (GOLF) para Boa Viagem pode ser mais rapido, mas garanto que não é nem perto do conforto de andar em um fusca 1973, mesmo demorando mais. Garanto que seu amigo se tiver carro não faz esse percurso de onibus, estudo na UFPE e não conheço ninguém que tenha carro e ande de onibus. Nem meu primo que mora na Madalena e estudava na UFPE fazia esse trecho de onibus.

A minha maior critica as recentes mudanças no transito não é ter faixar exclusivas para transporte em massa, é retirar faixas do transito comum e dedicar elas ao transporte em massa. O correto é criar novas vias com acesso exclusivo do transporte em massa ou criar novas vias para o transporte individual e alterar as atuais para transporte em massa.

Alguns anos atras fui a Porto Alegre e fiquei impressionado com a quantidade de viadutos em cruzamentos principais, a fluidez que isso dá ao transito é impressionante, Recife precisa de mais viadutos nos cruzamentos principais. Aquela idéia do PSB de fazer viadutos na agamenon só vai ajudar a oeste-leste rui barbosa, pras leste-oeste rosa não vai adiantar quase nada.
hebermc no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 22-10-2012, 22:06:43   #427
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por hebermc Ver Mensaje
No fim o problema todo é que o transporte em massa no Brasil é feito para as classes C, D e E (pobres). Só vamos ver o transporte de massa se tornar mais viavel que transporte individual quando ele for feito pra classe B (classe média) usar, como Nova Iorque e Londres fizeram.

Esse percurso via caxanga é uma das duas exceções, a outra é a conde da boa vista. Deslocamentos nestes dois percursos são mais rapidos, mas passados estes trechos não são, uma vez na Benfica você entra no transito "comum" e pega o mesmo engarrafamento. Voltar da UFPE as 18h no Grande Onibus Lotado e Fedido (GOLF) para Boa Viagem pode ser mais rapido, mas garanto que não é nem perto do conforto de andar em um fusca 1973, mesmo demorando mais. Garanto que seu amigo se tiver carro não faz esse percurso de onibus, estudo na UFPE e não conheço ninguém que tenha carro e ande de onibus. Nem meu primo que mora na Madalena e estudava na UFPE fazia esse trecho de onibus.

A minha maior critica as recentes mudanças no transito não é ter faixar exclusivas para transporte em massa, é retirar faixas do transito comum e dedicar elas ao transporte em massa. O correto é criar novas vias com acesso exclusivo do transporte em massa ou criar novas vias para o transporte individual e alterar as atuais para transporte em massa.

Alguns anos atras fui a Porto Alegre e fiquei impressionado com a quantidade de viadutos em cruzamentos principais, a fluidez que isso dá ao transito é impressionante, Recife precisa de mais viadutos nos cruzamentos principais. Aquela idéia do PSB de fazer viadutos na agamenon só vai ajudar a oeste-leste rui barbosa, pras leste-oeste rosa não vai adiantar quase nada.
Concordo que para voltar a atrair o usuário que deixou de usar ônibus e hoje carro tem que ter um padrão superior ao ofertado e espera-se isso nos corredores BRT.

Agora, transporte público não foi feito para ir sentado que é o comodismo do carro. No exterior bons transportes públicos têm pessoas em pé dentro do veículo e elas podem ter carro e abriram mão pela n motivos. Eu não me importo de ficar em pé desde que consiga me deslocar dentro do veículo sem problemas e, claro, isso só é válido se o trajeto não for longo.

Já criar vias para um dos tipos de transporte não é uma solução, pois hoje em dia isso é muito caro. Os comentários feitos aqui dão conta de uma coisa simples como mudança de local do TI da Perimetral 3 que ficaria segundo projeto básico v.2 numa quadra com comércio, casas valorizadas, etc, e ficará na área do BB da Caxangá bem perto, talvez ocupando também parte de terreno do Hosp. Getúlio Vargas.

Tirar o espaço do transporte individual é uma tendência sendo melhor que implantar rodízio ou cobrar pedágio ao meu ver que literalmente evitam o uso ou paga-se relativamente mais para acessar determinados locais afora estacionamento, etc.

Os elevados são meros elos de comunicação que na Agamenon pode não melhorar a circulação em certos sentidos, pois primeiro tem que resolver a circulação nas vias transversais. Se você já pegou a linha Cidade Universitária, deve saber que a partir do Paissandu começa congestionamento que vai até o cruzamento da Av. Gen. San Martin com a Abdias de Carvalho com pequenas melhoras nesse trecho. Então, um elevado no Paissandu não vai melhorar nada, pois só dará fluidez na principal, mas a pista local e a Rua Paissandu nas duas pontas continuará congestionada no futuro ligada pelo elevado.

Ligar dois pontos de congestionamento para dar fluidez ou ampliar o congestionamento em certas vias pela ausência do controle de travessia dos sinais tornar os elevados mero desperdício de dinheiro se antes não solucionarem isso.

Seriam ótimos, sim, se no caso da Paissandu fizessem desta até a altura Av. do Forte trecho expresso criando túneis e elevados nos cruzamentos durante o caminho colocando sinais de pedestres para travessia em nível. Desta forma, sim, o trajeto não tendo retenção, o congestionamento dificilmente chegaria ao elevado da Agamenon, pois a tendência é durante o caminho os veículos irem para outros locais.

Sobre o conflito de ônibus e carros, está previsto na Benfica mais uma faixa exclusiva de ônibus para o sentido centro o que reduziria ou disciplinaria a circulação entre ônibus e carros, pois se colocarmos em fila os ônibus que por ali passam ocupariam uma faixa das três sentido centro disponíveis, logo pode parecer uma remoção, mas na prática é um ordenamento.

Ainda, há corredores chamados BRS onde os ônibus tem uma faixa preferêncial de circulação, mas que os outros veículos podem transitar quando forem acessar vias e estabelecimentos transversais numa distância determinada. É outra forma de garantir uma convivência entre transporte público e individual. Agora, o que dizer de vários carros usando a faixa exclusiva para ganhar tempo? Não só atrapalha o transporte público como é uma falta de educação por passar a frente daqueles que aguardam no tráfego misto.

Na falta de educação e bom senso, cada um vai puxar a sardinha para o seu lado. No Blog Mobilidade Urbana foi publicada matéria sobre a crescente presença de carros maiores que piora a situação dos congestionamentos, mas o problema é o carro ser maior? O problema é o carro só ter uma ou duas pessoas tal qual é um problema vermos ônibus em certos horários com menos da metade da capacidade.

Se há um veículo grande que costuma ser caro ocupando mais espaço na via, veículos mais acessíveis e menores fazem o mesmo e juntando os dois, qual o motivo do uso do carro?

Cidade boa é aquela que se pode fazer as coisas mais próximas a pé com segurança, um pouco mais distantes de bike, mais longas no transporte público ficando o carro como opção de lazer (viajar, ir ao cinema à noite, etc) e utilidade (compras, hospital, etc). Hoje temos é um carro como opção de deslocamentos qualquer que seja distância e finalidade por que segurança e transporte públicos pecam. Estimular o uso do carro com novas vias só irá piorar, pois sempre o carro para quem dinheiro não é problema vai ser a melhor solução, pois basta dizer que é fácil ver gente com o carro ligado parado usufruindo do ar condicionado.

Última edición por Rai_ fecha: 22-10-2012 a las 22:20:18
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 23-10-2012, 16:27:34   #428
Magal Alagoano
Alagoano sob qualquer sol
 
Avatar de Magal Alagoano
 
Fecha de Ingreso: Jul 2012
Ubicación: Maceió-Recife
Mensajes: 793
Likes (Received): 142

Cita:
Empezado por Rai_ Ver Mensaje
As novas estações terão vigilância eletrônica, mas em Bogotá há, também, seguranças no lado de fora ou perto para evitar, por exemplo, vandalismo. O novo prefeito pretende ampliar as câmeras de monitoramente, então já poderiam começar com essas nos corredores perto das estações, pois assim não só protegeria essas como os passageiros que se aproxima delas pelas vias ao redor. O novo formato poderá haver invasão nas linhas alimentadoras e circulares que levarão os bagunceiros até os TIs. Eles já invadem os ônibus saltando a catraca, pela janela, etc e assim chegam aos TIs. Nas estações já será mais complicado, então cabe monitorar a entrada e avisar nos TIs que pessoas entrarem sem pagar. Contudo, até nos TIs há problemas.
Exato! Será uma boa, de qualquer forma. É um avanço, ainda que pequeno!

Sobre sua percepção, está perfeita! É complicado mesmo resolver integralmente o problema de vândalos que pulam a catraca, ou entram pela janela. Uma coisa que poderiam fazer, na verdade adaptar, é criar um sistema de segurança como o do metrô... tem uma distribuição bem interessante de seguranças. Ficaria grupos fixos (de 2 ou 3 seguranças) em cada parada de ônibus, a mesma coisa para as novas estações no corredor Leste-Oeste e no Norte-Sul. Qualquer problema seria reportado diretamente do motorista a um dos seguranças.

Talvez o valor disso para toda a RMR seja umas 10 ou 15 vezes superior ao gasto do METROREC com segurança...
__________________
ALAGOAS: Paraíso das Águas e dos caribes brasileiros. Vale a pena conhecer!
Magal Alagoano no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 23-10-2012, 21:27:21   #429
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por Magal Alagoano Ver Mensaje
Exato! Será uma boa, de qualquer forma. É um avanço, ainda que pequeno!

Sobre sua percepção, está perfeita! É complicado mesmo resolver integralmente o problema de vândalos que pulam a catraca, ou entram pela janela. Uma coisa que poderiam fazer, na verdade adaptar, é criar um sistema de segurança como o do metrô... tem uma distribuição bem interessante de seguranças. Ficaria grupos fixos (de 2 ou 3 seguranças) em cada parada de ônibus, a mesma coisa para as novas estações no corredor Leste-Oeste e no Norte-Sul. Qualquer problema seria reportado diretamente do motorista a um dos seguranças.

Talvez o valor disso para toda a RMR seja umas 10 ou 15 vezes superior ao gasto do METROREC com segurança...
Se tiver um guarda em cada estação já será muito. Se tivesse essa possibilidade de dois ou mais, seria melhor distribuir nas ruas e não apenas para as paradas e estações.

Bem, fazendo um cenário muito realista, o que pode ser feito são coisas do tipo as estações tendo vigilância eletrônica, colocar as câmeras ligadas a SDS ou implantar uma giroscópica também ligada a SDS num poste que não só monitore a estação, mas a área perto desta na avenida. Não retomaram a Patrulha no Bairro, então qualquer anormalidade chamaria o veículo para atendimento visto que ele se limita a circular no bairro. As estações distam entre si na ordem de 200m a 400m, logo é uma área plenamente compatível com o zoom que as câmeras de vigilância aqui têm.
Eu vejo isso como algo que deve ser feito, até porque nos corredores ainda há outros empreendimentos de valores como bancos e casa lotéricas. Sendo assim, no horário da noite, não só fiscalizariam as estações como qualquer coisa anormal nos estabelecimentos que guardam valores.

Um segurança é possível, mas há um custo para tal. Outra problema é que o novo conceito vai usar ônibus que não tem cobradores, só que a quantidade de estações é muito inferior a quantidade de ônibus, então para onde irão os cobradores que vão sobrar,visto que eles trabalham em escala, mas ainda assim vai sobre gente? Vão torná-los seguranças apoiando os colegas cobradores ou promovê-los a motoristas? As linhas de bairro continuarão existindo, pois irão virar alimentadoras e outras podem ser criadas, mas não sei se serão capazes de manter todo o pessoal como antes, até porque é natural uma redução do itinerário destas que pode virar redução da oferta fazendo mais viagens.
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 27-10-2012, 05:22:37   #430
TheSkyscraperCitizen
C'a gota serena
 
Avatar de TheSkyscraperCitizen
 
Fecha de Ingreso: Nov 2009
Ubicación: Recife
Mensajes: 6.088
Likes (Received): 2274

João da Costa entrega nova etapa da Via Mangue neste sábado



A cidade do Recife ganha uma nova etapa da Via Mangue neste final de semana. O prefeito João da Costa entrega, neste sábado (27), às 11h, as obras de requalificação do Sistema Viário do Pina, na localidade de Jardim Beira-Rio, e a nova alça do Viaduto Capitão Temudo, que o ligará ao complexo viário através da Rua Saturnino de Brito. As intervenções irão facilitar a mobilidade e a circulação de veículos nesta área, que faz ligação entre o Centro e a Zona Sul.

As inaugurações representam mais um avanço da Via Mangue, que é a maior obra viária urbana dos últimos 40 anos e já se encontra com 35% de sua estrutura concluída. Ela será a primeira via expressa do Recife e integra o conjunto de ações preparatórias da cidade para a Copa do Mundo da FIFA 2014.

Para interligar a Via Mangue ao Sistema Viário do Pina, mantendo a mobilidade da região, a Prefeitura do Recife agregou ao projeto todas as vias existentes entre a Avenida República do Líbano e a Rua Manoel de Brito. Cerca de 40 ruas que integram o complexo receberam intervenções desde alargamento, pavimentação, e drenagem à implantação de nova sinalização e passeios. O complexo viário que será inaugura soma quase 5Km de todo o sistema viário da região. Para estas intervenções, o Município investiu cerca de R$ 3 milhões.

Já a nova alça do Viaduto Capitão Temudo servirá de ligação entre o centro da cidade e o Sistema Viário do Pina, desembocando na Rua Saturnino de Brito, facilitando o acesso a Jardim Beira-Rio e ao Shopping RioMar, que será inaugurado na próxima semana.

A alça, com 420 metros de extensão, passa sobre a Avenida Sul e chega até o complexo, desafogando o Capitão Temudo, deslocando o trajeto dos veículos que desejarem ingressar na Via Mangue ou acessar o novo centro de compras. Com isso, evitam-se intercruzamentos ao longo da Ponte Paulo Guerra. A construção da nova alça contou com investimentos de, aproximadamente, R$ 13 milhões.

Trânsito - A partir das 11h da manhã, serão liberadas três alças, todas com sentido único de circulação. A primeira, que faz parte do complexo da Via Mangue, fica localizada na Rua Saturnino de Brito, saindo do Viaduto Capitão Temudo. A estrutura servirá de acesso para os condutores que forem utilizar a ponte estaiada com destino à Zona Sul da cidade pela via expressa.

A segunda alça, que é apenas provisória, dará acesso às localidades de Jardim Beira Rio e Encanta Moça a partir da Ponte Paulo Guerra. Já a terceira alça, construída pelo RioMar Shopping, servirá de acesso ao novo centro de compras e fica compreendida entre as avenidas República Árabe Unida e República do Líbano.

A saída da área será feita pelo anel viário projetado no entorno, utilizando as seguintes vias: Avenida República do Líbano, Rua Dr. Dirceu Veloso Toscano de Brito e Rua Manoel de Brito. Desta última rua, o condutor que tiver como destino o Centro ou a Zona Oeste da cidade deverá seguir em frente utilizando o túnel e depois girar à esquerda na Av. Antônio de Góes.

Já o motorista que quiser seguir para a Zona Sul deverá utilizar a Av. Encanta Moça, depois a Rua Carneiro Pessoa e Rua Unifor, com saída na Av. Engenheiro Domingos Ferreira. Outra opção é utilizar as ruas Santos Leite e São Luiz, com saída pela Av. Herculano Bandeira.

Outra modificação de trânsito que será entregue no dia 27 é a abertura de um trecho do canteiro central da Av. Antônio de Góes. A finalidade é garantir o acesso dos moradores do bairro de Brasília Teimosa às localidades de Jardim Beira Rio e Encanta Moça. Com isso, os veículos que estiverem na Rua José Mariano Filho, em Brasília Teimosa, poderão acessar a pista da esquerda (oeste) da Av. Antônio de Góes.

Para garantir esse cruzamento, o semáforo de pedestre que fica localizado na Antônio de Góes com a Rua Miranda Falcão será relocado para a saída da Rua José Mariano Filho, representando um recuo de aproximadamente 60 metros de distância. Essa modificação irá eliminar o retorno que fica por trás do DNIT, tornando a via no mesmo sentido da Av. Antônio de Góes.

Via Mangue - Estão previstos um total de R$ 552,8 milhões em recursos provenientes da Prefeitura do Recife e Governo Federal. O investimento irá modernizar a infraestrutura da capital, com obras de urbanização, saneamento e habitação. O novo corredor viário será uma alternativa de tráfego para milhares de pessoas que moram nos bairros da Zona Sul e irá expandir o desenvolvimento econômico de uma região considerada um importante polo de serviços do Recife.

Além disso, o empreendimento foi responsável por gerar 1.200 empregos diretos e indiretos. Esses trabalhadores vêm atuando nos seis canteiros de obra, localizados no Cabanga, Aeroclube, Rua Antonio Falcão, Ruas Imperial e nas comunidades Encanta Moça e Jardim Beira Rio.

Além do benefício relacionado à mobilidade urbana, a implantação do corredor viário criará um cinturão de proteção do manguezal do Rio Pina, melhora-se o tráfego nos bairros de Boa Viagem e do Pina, e abre-se a possibilidade de implantação de um corredor exclusivo de ônibus na Avenida Domingos Ferreira, viabilizando o Corredor Norte-Sul.

Além das intervenções viárias, o projeto contempla a construção de três habitacionais, que já foram entregues, beneficiando, ao todo, 992 famílias que moravam em palafitas e locais próximos ao trajeto da via.

http://jc3.uol.com.br/blogs/blogjami...ado_140616.php
TheSkyscraperCitizen no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 27-10-2012, 12:46:37   #431
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Alça Capitão Temudo para acesso a Av. Sul, retorno pelo Largo do Cabanga e margem direita da Ponte Paulo Guerra.


Elevado retorno Via Mangue centro-subúrbio, alça provisória Ponte Paulo Guerra para a Via Mangue e RioMar, alça da ponte-viaduto estaiada para acesso ao Shopping RioMar e Via Mangue.


Ciclofaixa na Av. Árabe Unida.


Fonte: JC vídeo http://youtu.be/uvGiApgJkUA
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 27-10-2012, 13:16:23   #432
carlos-PE
carlos
 
Avatar de carlos-PE
 
Fecha de Ingreso: Oct 2007
Ubicación: Recife - PE
Mensajes: 7.481
Likes (Received): 875



não entendo pq fazem ciclovias aqui no recife com uma largura pra passar um carro ... essa e as que fizeram aqui na zona norte poderiam ser mais estreitas
carlos-PE no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 27-10-2012, 14:26:16   #433
Ap_Recife
Internacia lingvo
 
Avatar de Ap_Recife
 
Fecha de Ingreso: Apr 2004
Ubicación: RECIFE
Mensajes: 26.728
Likes (Received): 1484

Cita:
Empezado por Magal Alagoano Ver Mensaje
Exato. Vá a Maceió... a cidade é linda, deslumbrante, como você sabe, mas sistema público de transporte caótico, aleijado e desprezível: só conta com ônibus, em sua maioria sucateados (com apenas 3 estações de integração, se não estou enganado), um VLT e só. Sem falar que não há integração entre VLT e ônibus.

Para não falar do "precinho": R$ 2,30 o danado do ônibus! Como?

Três meses atrás um amigo meu veio de Salvador, viu minha namorada reclamando do transporte aqui e ele comentou: você é louca? Salvador é um caos no transporte público! Isso é o paraíso! Eu entendi o entusiasmo dele, pois foi o mesmo que senti 4 anos atrás!
Na primeira vez que fui a Maceió peguei um ônibus de uma linha Circular para ir à praia. O ônibus quebrou assim que subiu a ladeira do Sanatório. Os passageiros desceram, sentaram no meio fio e esperaram pacientemente o conserto do veículo (acho que eles já previam a demora). Todo o tempo que esperamos simplesmente não passou outro ônibus da mesma linha. Resultado? Prosseguimos a cansativa viagem no mesmo ônibus, depois de consertado. Sei que pode ter sido um caso isolado, mas é bem frustrante para uma primeira vez.

Na verdade, eu nem me referia a Maceió quando fiz a comparação, até pq é uma cidade de menor porte.
__________________
Esperanto - internacia lingvo
Ap_Recife no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 27-10-2012, 14:48:23   #434
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por carlos-PE Ver Mensaje


não entendo pq fazem ciclovias aqui no recife com uma largura pra passar um carro ... essa e as que fizeram aqui na zona norte poderiam ser mais estreitas
Existe vários parâmetros para fazer uma ciclovia ou ciclofaixa, abaixo material interessante que achei na net fazendo uma relação de fluxo por tipo de via (ciclofaixa ou ciclovia), mão única ou dupla, para indicar uma largura mínima e citando como é em outros países.

A largura dessa daí que é mão dupla deve ser de 2,2m, o que é condizente, pois para mão única o mínimo seria 1,5m. Contudo, rapidamente pelo material abaixo, bidirecional com tráfego de veículo na área não é interessante, pois neste caso teria que ser isolada e não compartilhada.

http://www.ta.org.br/site/banco/7man...eccoesvias.pdf
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 29-10-2012, 02:26:54   #435
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Vendo a ilustração postada acima do novo fluxo viário na área do Cabanga e Pina, notei algumas coisas que destaquei atráves de imagens de satélite repetindo o fluxo que não foram citadas na matéria para a área do Cabanga.

- Ao que parece, uma via foi aberta na metade da Rua Bituri com a Av. Satumino de Brito dividindo em dois sentidos únicos o fluxo na Rua Bituri a partir dessa via de ligação.

- Achei estranho a inversão de tráfego na Rua Bonsucesso, ao lado da alça que leva os veículos da Rua Vila Nova Cabanga ao Capitão Temudo sentido centro, pois o sentido dela era Av. Engenho José Estelita, tanto que desta para a Bonsucesso não era permitido, além do que a Rua Vila Nova Cabanga é mão única sentido alça Temudo para a Agamenon. Só se a Rua Vila Nova Cabanga agora é mão dupla, se trata de um erro na arte feita pelo jornal, ou criaram uma abertura para a alça sentido centro logo após a curva na Rua Bonsucesso que permitiria de forma mais rápida quem vem do Recife Antigo pela Av. Eng. José Estelita pegar a alça do Temudo sentido Agamenon.
- Quem vinha pelo Temudo e pela Rua Capitão Temudo(lado do elevado) e entrava na Av. Satumino de Brito para entrar na Av. Eng. José Estelita, sentido centro, agora não pode mais fazer isso devido a inversão de sentido na José Estelita no trecho da praça Abelardo Rijo ao que parece com a abertura de um acesso para quem vem da ponte Eng. Antônio de Goés.



Última edición por Rai_ fecha: 29-10-2012 a las 02:32:52
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 29-10-2012, 05:53:27   #436
Pedro paulo santos
Vem pra Cristo !
 
Avatar de Pedro paulo santos
 
Fecha de Ingreso: Mar 2012
Ubicación: Olinda
Mensajes: 276
Likes (Received): 3

Pra falar a verdade eu num gostei muito dessa nova alça do capitão temudo, pois ela tem curvas muito fechadas e isso aumenta o risco de acidentes.
__________________
Teu espírito, vem derrama Sobre cada coração; E no crente que a ti clama Vem confirma a petição

(harpa cristã, refrão do hino 290)
Pedro paulo santos no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 30-10-2012, 20:43:24   #437
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por Pedro paulo santos Ver Mensaje
Pra falar a verdade eu num gostei muito dessa nova alça do capitão temudo, pois ela tem curvas muito fechadas e isso aumenta o risco de acidentes.
Para mim, as alças são fechadas para forçar a redução de velocidade logo na entrada visto que elas levam a vias de baixa velocidade. Se fossem largas, o condutor iria entrar lotado só reduzindo se quiser no final dela tornando perigoso a entrada na via de baixa velocidade.
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 31-10-2012, 00:00:40   #438
Pedro paulo santos
Vem pra Cristo !
 
Avatar de Pedro paulo santos
 
Fecha de Ingreso: Mar 2012
Ubicación: Olinda
Mensajes: 276
Likes (Received): 3

Cita:
Empezado por Rai_ Ver Mensaje
Para mim, as alças são fechadas para forçar a redução de velocidade logo na entrada visto que elas levam a vias de baixa velocidade. Se fossem largas, o condutor iria entrar lotado só reduzindo se quiser no final dela tornando perigoso a entrada na via de baixa velocidade.
Se eles queriam reduzir a velocidade dos carros, deveriam colocar uma lombada no final da alça, pois mesmo com a curva fechada os carros voltam a ganhar velocidade no declive da alça. Eu tenho medo que aconteça um acidente com ônibus, pois os motoristas dos mesmos costumam ser os mais desafiadores.
__________________
Teu espírito, vem derrama Sobre cada coração; E no crente que a ti clama Vem confirma a petição

(harpa cristã, refrão do hino 290)
Pedro paulo santos no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 31-10-2012, 03:51:08   #439
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Cita:
Empezado por Pedro paulo santos Ver Mensaje
Se eles queriam reduzir a velocidade dos carros, deveriam colocar uma lombada no final da alça, pois mesmo com a curva fechada os carros voltam a ganhar velocidade no declive da alça. Eu tenho medo que aconteça um acidente com ônibus, pois os motoristas dos mesmos costumam ser os mais desafiadores.
Os veículos ganham velocidade mas esta se torna compatível com a que eles tinham antes de entrar na alça passando nesta reduzir para passar nas curvas. Se as curvas fossem abertas, eles iriam entrar rápida e no término da saída estariam com velocidade superior a inicial que está acima da suportada na via.
Lombada não é solução até porque prejudica a circulação de veículos com vão livre menor, bem como podem também provocar acidentes visto que quem está na frente terá que frear e se o cara de trás vem lotado ou desatento irá bater.
Sobre o risco dos ônibus, aí cabe ao motorista dar a preferência. Carretas em curvas são um perigo se você estiver ao lado, pois sendo um veículo grande com raio de curvatura maior, terminam invadindo a faixa ao lado em curvas mais acentuadas e culpa não é do motorista delas.
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita
Antiguo 01-11-2012, 15:05:51   #440
Rai_
Registered User
 
Avatar de Rai_
 
Fecha de Ingreso: Dec 2011
Mensajes: 2.446
Likes (Received): 383

Vi a imagem abaixo cuja fonte esta no link e notei que deslocaram a via a esquerda onde na imagem do Google Earth ficava uma casa e um terreno grande. A casa de muro amarelo foi mantida e com essa mudança, a praça deve ter crescido um pouco.

O problema nessa mudança é que o acesso a via transversal ficou muito colado a saída do elevado fazendo com que o condutor que vai entrar nela desacelere bastante para manobrar e se for um veículo grande (carreta) a conversão ficará ruim porque essa via lateral é estreita.

Se era para antecipar a via lateral, deveria ter alargado ela justamente para garantir uma manobra com folga, sobretudo se passar uma carreta por ali. Já fico até pensando um condutor de uma carreta desconhecendo o local irá usar a faixa esquerda do elevado para entrar nessa via a direita travando a saída do elevado. Só poderá evitar isso se seguir até a Av. Domingos Ferreira onde há ligação com ruas mais largas para o sentido contrário chegando a José Estelita que parece ter sofrido inversão na área da praça para levar a Av. Satumino de Brito onde nesse entrocamento devem ter aberto uma ligação da Saturnino com a Rua Bituri (sugere a ilustração dos sentidos no Cabanga com as mudanças na área) evitando esse acesso apertado no término da nova alça.


http://meutransporte.blogspot.com.br...ing-causa.html



Última edición por Rai_ fecha: 01-11-2012 a las 15:18:51
Rai_ no está en línea   Responder Con Cita


Respuesta

Herramientas

Normas de Publicación
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is habilitado
Las caritas están habilitado
Código [IMG] está habilitado
Código HTML está deshabilitado



La franja horaria es GMT +2. Ahora son las 09:33:01.


Powered by: vBulletin, Versión 3.8.8 Beta 1
Derechos de Autor ©2000 - 2014, Jelsoft Enterprises Ltd.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu