daily menu » rate the banner | guess the city | one on oneforums map | privacy policy (aug.2, 2013) | DMCA policy | flipboard magazine
Old November 5th, 2009, 03:23 AM   #1
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

MT | Política - Thread Oficial

Seguindo o mesmo estilo dos trédis de GO e DF... esse tbém é para discutir sobre as próximas eleições, no estado de Mato Grosso.



.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote

Sponsored Links
 
Old November 5th, 2009, 03:24 AM   #2
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Wilson lidera corrida à sucessão 2010

Amostragem feita pela Antecipar coloca o prefeito em primeiro lugar na disputa pelo o governo do Estado na eleição do próximo ano



O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), lidera todos os cenários estimulados em que aparece na disputa à sucessão estadual. As maiores vantagens acumuladas em pontos percentuais pelo tucano se dão em disputas virtuais contra o juiz federal Julier Sebastião e o empresário Mauro Mendes (PR), com quem Wilson disputou o segundo turno das eleições de Cuiabá.

A pesquisa foi feita pela Antecipar, do também tucano e ex-senador Antero Paes de Barros, e aponta num dos cenários estimulados que, caso as eleições a governador fossem hoje, Wilson venceria Julier por 40% contra 5%. No mesmo cenário, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, computa somente 4% das intenções de voto. Em outro quadro da amostragem, Wilson arrebanha 39% dos votos contra 6% registrados por Mauro Mendes, seguido por Julier, com 4%.

Em paralelo, a amostragem indica um melhor desempenho registrado pelo vice-governador Silval Barbosa (PMDB), com 20% das intenções de voto contra 34% acumulados por Wilson. O cenário submetido à avaliação dos eleitores entrevistados se completa com Julier, com 5% das intenções de voto. Em todos os quadros citados em que há três candidatos ao governo a margem de eleitores indecisos – que não responderam ou não souberam opinar - ronda a faixa de 30%.

Considerando a realização de um segundo turno eleitoral, Wilson Santos mantém a hegemonia nos cenários estimulados em que figura. A mais ampla vantagem é verificada no quadro em que é considerado um embate entre o tucano e Luiz Antônio Pagot. Uma janela de 36 pontos percentuais separa os dois candidatos, com Wilson na dianteira com 43% das intenções e com Pagot declarado como o preferido por 7% dos eleitores ouvidos pela Antecipar. Fatia de 17% declarou que não votaria em nenhum dos dois nomes postos ou ainda branco ou nulo, ao passo que 33% se mostraram indecisos.

Em contraste, o que mais se aproxima de Wilson num segundo turno é o senador Jayme Campos (DEM), num ‘placar’ eleitoral de 35% contra 25% dos votos. Desempenho semelhante é registrado por Silval Barbosa, que acumula 23% das intenções, superado pelo prefeito da Capital, com 37%.

De acordo com a Antecipar, foram ouvidos mil eleitores em 57 diferentes municípios entre os dias 11 e 14 de outubro. A margem de erro da amostragem é de 4%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A técnica adotada na pesquisa quantitativa é a Survey, com a aplicação de questionário estruturado a uma amostra representativa do público pesquisado.

Conforme detalha a Antecipar, a pesquisa foi realizada por meio de amostra por quotas proporcionais às características socioeconômicas da população em sete regiões do Estado: Baixada Cuiabana, Sul, Sudoeste, Médio Norte, Norte, Noroeste e Araguaia.

Fonte: Diário de Cuiabá

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 5th, 2009, 01:55 PM   #3
Demencius Jack
BANNED
 
Join Date: Jun 2007
Location: Cuiabá
Posts: 1,545

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
Wilson lidera corrida à sucessão 2010

Amostragem feita pela Antecipar coloca o prefeito em primeiro lugar na disputa pelo o governo do Estado na eleição do próximo ano



O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), lidera todos os cenários estimulados em que aparece na disputa à sucessão estadual. As maiores vantagens acumuladas em pontos percentuais pelo tucano se dão em disputas virtuais contra o juiz federal Julier Sebastião e o empresário Mauro Mendes (PR), com quem Wilson disputou o segundo turno das eleições de Cuiabá.

A pesquisa foi feita pela Antecipar, do também tucano e ex-senador Antero Paes de Barros, e aponta num dos cenários estimulados que, caso as eleições a governador fossem hoje, Wilson venceria Julier por 40% contra 5%. No mesmo cenário, o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, computa somente 4% das intenções de voto. Em outro quadro da amostragem, Wilson arrebanha 39% dos votos contra 6% registrados por Mauro Mendes, seguido por Julier, com 4%.

Em paralelo, a amostragem indica um melhor desempenho registrado pelo vice-governador Silval Barbosa (PMDB), com 20% das intenções de voto contra 34% acumulados por Wilson. O cenário submetido à avaliação dos eleitores entrevistados se completa com Julier, com 5% das intenções de voto. Em todos os quadros citados em que há três candidatos ao governo a margem de eleitores indecisos – que não responderam ou não souberam opinar - ronda a faixa de 30%.

Considerando a realização de um segundo turno eleitoral, Wilson Santos mantém a hegemonia nos cenários estimulados em que figura. A mais ampla vantagem é verificada no quadro em que é considerado um embate entre o tucano e Luiz Antônio Pagot. Uma janela de 36 pontos percentuais separa os dois candidatos, com Wilson na dianteira com 43% das intenções e com Pagot declarado como o preferido por 7% dos eleitores ouvidos pela Antecipar. Fatia de 17% declarou que não votaria em nenhum dos dois nomes postos ou ainda branco ou nulo, ao passo que 33% se mostraram indecisos.

Em contraste, o que mais se aproxima de Wilson num segundo turno é o senador Jayme Campos (DEM), num ‘placar’ eleitoral de 35% contra 25% dos votos. Desempenho semelhante é registrado por Silval Barbosa, que acumula 23% das intenções, superado pelo prefeito da Capital, com 37%.

De acordo com a Antecipar, foram ouvidos mil eleitores em 57 diferentes municípios entre os dias 11 e 14 de outubro. A margem de erro da amostragem é de 4%, para mais ou para menos. O intervalo de confiança é de 95%. A técnica adotada na pesquisa quantitativa é a Survey, com a aplicação de questionário estruturado a uma amostra representativa do público pesquisado.

Conforme detalha a Antecipar, a pesquisa foi realizada por meio de amostra por quotas proporcionais às características socioeconômicas da população em sete regiões do Estado: Baixada Cuiabana, Sul, Sudoeste, Médio Norte, Norte, Noroeste e Araguaia.

Fonte: Diário de Cuiabá

.
Que Deus nos defenda!!! Wirso no Paiaguás é o fim!!!
Demencius Jack no está en línea   Reply With Quote
Old November 5th, 2009, 02:42 PM   #4
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628



Bota fim... mas essa notícia é meio que, como podemos dizer, TENDENCIOSA (o órgão de pesquisa q realizou essa pesquisa é do Antero)...

Claro q ele está na frente dos outros candidatos.. porém, com tanta vantagem assim, DUVIDO...

Mas, pelo q tenho notado em fontes mais antigas e comparando até mesmo com essa, é q o Silval e o Mendes vem subindo a cada nova pesquisa de intenção de voto...

Esperemos q essa tendência continue... antes errar com o desconhecido que repetir o erro (pela terceira vez) votando na Wirsu Picareta Santos Nos Acuda!!!
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 6th, 2009, 01:55 PM   #5
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Wilson comemora pesquisa feita em 7 regiões para o governo


O prefeito Wilson Santos (PSDB) comemorou, hoje, com aliados, o resultado da pesquisa Antecipar, onde aparece com 34% das intenções de votos contra 20% do vice-governador Silval Barbosa (PMDB). Foram ouvidos mil eleitores, em 57 municípios na Baixada Cuiabana, regiões Sul, Sudoeste, Médio Norte, Norte, Noroeste e Araguaia, por meio de amostra por quotas proporcionais às características socioeconômicas da população nas sete regiões. Neste cenário, o juiz Julier Sebastião da Silva aparece com 5% das intenções de votos. A margem de eleitores que não opinaram ou não responderam é de 30%.
Se a disputa pelo governo fosse com Jayme Campos, o prefeito aparece com 29% das intenções de votos e Jayme com 23%. Silval Barbosa apareceria com 16% neste cenário, estimulado.
A pesquisa aponta que a maior vantagem de Wilson seria se o candidato fosse Luiz Antônio Pagot (PR). O prefeito aparece com 43% das intenções e, o presidente do DNIT, com 7%. Nessa projeção 17% declarou que não votaria em nenhum dos dois nomes colocados ou optaria por votar em branco ou nulo. Ainda destes, 33% estão indecisos. De acordo com a Antecipar, que é de propriedade do ex-senador Antero Paes de Barros, a margem de erro é de 4%, para mais ou para menos.

Extraído de: Folha do Estado

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 6th, 2009, 02:43 PM   #6
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

CRISE NA CANDIDATURA
Pesquisa do DEM mostra Wilson atrás de Mauro Mendes, Silval e Jayme Campos em Cuiabá e Várzea Grande


Se depender de Cuiabá e Várzea Grande, prefeito cuiabano Wilson Santos não se elege governador
Por Abadalla Zarour

Uma pesquisa encomendada, provavelmente, pelo Democratas coloca o prefeito cuiabano, Wilson Santos (PSDB), em último lugar nos dois maiores colégios eleitorais de Mato Grosso. A informação foi dada por uma fonte ligada ao ex-conselheiro Júlio Campos.

De acordo com o levantamento, Mauro Mendes (PSB) lidera na capital, seguido do vice-governador Silval Barbosa (PMDB), do senador Jaime Campos (DEM) e do prefeito Wilson Santos (PSDB). Em Várzea Grande, o quadro se inverte um pouco. Jaime Campos aparece em primeiro. Na sequência aparecem o empresário Mauro Mendes, Silval Barbosa e, novamente em último, Wilson Santos.

Nas duas cidades já era de se esperar que a popularidade de Wilson Santos estivesse em baixa. A crise na saúde e a situação das obras do PAC podem ser os dois principais fatores que estariam puxando o prefeito para baixo.

O que não pode ser considerado uma surpresa é a presença do empresário Mauro Mendes. Nos dois cenários, em Cuiabá, principalmente, Mendes se desponta como favorito. A leitura que se faz desse quadro é que quem votou em WS estaria arrependido, e hoje votaria no empresário.

Em Várzea Grande, como se já era de esperar o senador Jaime Campos permanece ‘imbatível’ na primeira colocação. A pesquisa foi feita, segundo a fonte, para consumo interno. É uma forma de saber como os futuros pré-candidatos estão, neste momento, no cenário político nas duas maiores cidades do Estado.

O que mais chamou a atenção foi a colocação de Wilson Santos. Nas duas avaliações, o tucano aparece em último. Para quem acha que a sua popularidade está ‘tão’ assim em alta, é bom colocar as ‘barbas de molho’.


Fonte Mato Grosso Mais

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 7th, 2009, 03:19 AM   #7
cba2509
Registered User
 
cba2509's Avatar
 
Join Date: May 2009
Location: Cuiabá-Várzea Grande
Posts: 2,361
Likes (Received): 182

Quote:
Originally Posted by RobertoBarrich26 View Post
CRISE NA CANDIDATURA
Pesquisa do DEM mostra Wilson atrás de Mauro Mendes, Silval e Jayme Campos em Cuiabá e Várzea Grande


Se depender de Cuiabá e Várzea Grande, prefeito cuiabano Wilson Santos não se elege governador
Por Abadalla Zarour

Uma pesquisa encomendada, provavelmente, pelo Democratas coloca o prefeito cuiabano, Wilson Santos (PSDB), em último lugar nos dois maiores colégios eleitorais de Mato Grosso. A informação foi dada por uma fonte ligada ao ex-conselheiro Júlio Campos.

De acordo com o levantamento, Mauro Mendes (PSB) lidera na capital, seguido do vice-governador Silval Barbosa (PMDB), do senador Jaime Campos (DEM) e do prefeito Wilson Santos (PSDB). Em Várzea Grande, o quadro se inverte um pouco. Jaime Campos aparece em primeiro. Na sequência aparecem o empresário Mauro Mendes, Silval Barbosa e, novamente em último, Wilson Santos.

Nas duas cidades já era de se esperar que a popularidade de Wilson Santos estivesse em baixa. A crise na saúde e a situação das obras do PAC podem ser os dois principais fatores que estariam puxando o prefeito para baixo.

O que não pode ser considerado uma surpresa é a presença do empresário Mauro Mendes. Nos dois cenários, em Cuiabá, principalmente, Mendes se desponta como favorito. A leitura que se faz desse quadro é que quem votou em WS estaria arrependido, e hoje votaria no empresário.

Em Várzea Grande, como se já era de esperar o senador Jaime Campos permanece ‘imbatível’ na primeira colocação. A pesquisa foi feita, segundo a fonte, para consumo interno. É uma forma de saber como os futuros pré-candidatos estão, neste momento, no cenário político nas duas maiores cidades do Estado.

O que mais chamou a atenção foi a colocação de Wilson Santos. Nas duas avaliações, o tucano aparece em último. Para quem acha que a sua popularidade está ‘tão’ assim em alta, é bom colocar as ‘barbas de molho’.


Fonte Mato Grosso Mais

.
eu acho um absurdo jaime campos conseguir ficar em primeiro lugar em alguma coisa, vamos ser sinceros, tirando as partes principais de VG, o restante está no mínimo lamentável, e mesmo assim os varzeagrandenses insistem nessa família campos , prefiro até o wilson com governador do que jaime, se ele ganhar concerteza MT regressa....

em todo caso estou torcendo pra mauro mendes
cba2509 no está en línea   Reply With Quote
Old November 7th, 2009, 03:27 AM   #8
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Quote:
Originally Posted by cba2509 View Post
eu acho um absurdo jaime campos conseguir ficar em primeiro lugar em alguma coisa, vamos ser sinceros, tirando as partes principais de VG, o restante está no mínimo lamentável, e mesmo assim os varzeagrandenses insistem nessa família campos , prefiro até o wilson com governador do que jaime, se ele ganhar concerteza MT regressa....

em todo caso estou torcendo pra mauro mendes

Concordo... pior que os Campos só os Bezerras... até Wilson supera-os...

Eu torço pelo Mauro ou Silval...

Aliás.. adoraria uma dobradinha aí... um Governador e outro Vice... ou então.. um Governador do Estado e outro Prefeito de Cuiabá... e Maggi senador...

Seria PERFECT...
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 8th, 2009, 03:51 PM   #9
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Maioria no PT quer candidatura própria

O processo no Programa de Eleições Diretas (PED) aponta que a disputa interna será acirrada, caso o eleito defenda não ter candidato próprio
SONIA FIORI
Da Reportagem




A corrida pela direção do PT no Estado revela que a maioria dos candidatos ao diretório regional defende candidatura própria ao governo nas Eleições 2010. Uma vitória das correntes que primam pela candidatura própria promete acirrar as divergências internas e, por outro lado, esfriar as discussões de alianças com o PMDB e PR.

As articulações estão sob a coordenação do atual presidente, Carlos Abicalil (PT), que disputa à reeleição para a direção estadual. Hoje, termina o ciclo de debates entre os concorrentes à presidência da sigla, o vereador por Cuiabá, Lúdio Cabral; professor da Unemat Domingos Sávio Garcia, a ex-deputada estadual Vera Araújo, Zelandes Santiago, além de Abicalil.

O debate ocorre na sede da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), na Capital, às 9h. O Programa de Eleições Diretas (PED), que definirá a nova composição dos diretórios nacional, municipal e estadual, acontece no próximo dia 22. Num tom crítico, o candidato Domingos Garcia defende a consolidação de uma candidatura ao governo no próximo embate eleitoral.

Para ele, cabe a legenda perfazer no Mato Grosso um trabalho que não apenas amplie os avanços implementados pelo governo Federal como possa dar nova versão às ações do PT a partir da inserção de um novo comando para o Estado.

Ele destacou que o partido deve se afastar da política instituída pelo governo Blairo Maggi e ainda de siglas como o PMDB. Com essa posição, uma eleição de Domingos colocaria no mínimo em “banho Maria” os planos do PR e do PMDB de conseguirem respaldo da legenda para o projeto que prevê o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) na liderança da chapa majoritária.

Nos debates, o candidato defende ainda a discussão sobre temas como a Reforma Agrária e avanços em programas sociais. Para ele, o lançamento de candidatura própria no Estado poderá fortalecer os planos da nacional do partido de lançar a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência da República.

Presidente do PT estadual, Carlos Abicalil considerou os debates produtivos e em favor do fortalecimento do PT estadual e nacional. “Os debates confirmam uma discussão de alto nível”, disse. O dirigente partidário está na liderança das discussões com o PR e com o PMDB para a possível compor as Eleições 2010. As três legendas formaram uma agenda conjunta para discutir o processo eleitoral.

Membro do diretório regional, Zelandes Santiago também está na lista dos que acreditam que o melhor para o PT é ter um candidato próprio. Nesse caso, ele confia na possibilidade de conseguir aval do PR e do PMDB para apoiar o projeto petista. Entretanto, ele não descarta a chance de o PT abrir espaço da liderança da chapa desde que seja confirmada uma composição onde fique garantida maior atuação no governo pela legenda.

O vereador Lúdio Cabral também é árduo defensor da construção de candidatura própria. Segundo ele, o partido preciso retomar o papel de protagonista no Estado. Ele também criticou a forma com que a direção estadual vem conduzindo as discussões sobre o processo eleitoral. A ex-deputada Vera Araújo não foi encontrada para comentar sobre o assunto.

Extraído de: Diário de Cuiabá

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 8th, 2009, 04:07 PM   #10
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

"Candidato ao governo tem que ter coragem e se doar"
De Barra do Garças - Ronaldo Couto


Mesmo sem assumir a candidatura ao governo do Estado, o empresário Mauro Mendes (PSB) traçou o perfil do próximo governador e foi enfático em afirmar que é preciso alguém com ‘pulso firme’.

“Mato Grosso precisa de mais e temos que ter um candidato com coragem de largar o conforto do seu lar e de sua vida para se doar nessa tarefa”, afirmou em entrevista ao Olhar Direto, durante a inauguração da reforma do prédio do Senai, em Barra do Garças, na noite desta sexta-feira.

Questionado sobre se ele seria esta pessoa, Mendes despistou e disse que há dezenas de nomes como esse perfil. O empresário reforçou que não será o “plano B” do governador Blairo Maggi, caso a candidatura do vice-governador Silval Barbosa (PMDB) não viabilize.

“Eu nunca falei com Blairo sobre plano B ou algo nesse sentido. Tenho maior admiração por ele, entendo que ele fez um grande governo, não fez tudo porque é impossível se fazer tudo”, afirmou.

Sobre a possibilidade de formar uma aliança com o grupo aliado, o empresário afirmou que este não é o momento de discutir política partidária. Mais uma vez, o socialista defendeu que os planos para as eleições em 2010 devem ser discutido no próximo ano e não quis falar das possíveis alianças.

Para Mendes, a sociedade está cansada de ouvir os políticos se preocuparem apenas com as articulações para o pleito e esquecerem-se dos problemas da população. O empresário entende que a classe política deveria concentrar as energias no sentido de discutir soluções para os problemas da comunidade. “Eu prefiro debater os assuntos de segurança, saúde, investimentos para o estado. O debate político eu pretendo deixar para 2010”, frisou.

Em Barra do Garças, Mendes estava cauteloso e, apesar do assédio dos políticos e até da imprensa, ele adotou uma discurso polido e correto para quem quer deixar as respostas para o ano que vem.

Extraído de: Olhar Direto
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 10th, 2009, 03:08 PM   #11
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Maggi só se desincompatibiliza em 2010
JULIANA SCARDUA
Da Reportagem



Governador oficializou ontem pela primeira vez, à imprensa, o cargo que disputará na eleição do próximo ano


O governador Blairo Maggi (PR) confirmou pela primeira vez, publicamente, que será candidato ao Senado em 2010. O líder republicano também negou renunciar ao cargo estadual um ano antes do término do mandato. Segundo Maggi, ele só deixará o posto no Palácio Paiaguás em abril do ano que vem, prazo imposto pela Justiça Eleitoral para desincompatibilizações, no caso de governadores.

Monossilábico, Maggi taxou como ‘invenções’ da imprensa as informações de que se desligaria do cargo no final de 2009. Questionado sobre o fato de que líderes do próprio PR já tinham confirmado há semanas tal plano político, Maggi desconversa, e diz ter se tratado de um equívoco. Numa nova pergunta, sobre o que faria ao se desligar em abril do governo, Maggi é então enfático: “Só saio em abril e vou ser candidato ao Senado”.

As declarações à imprensa foram dadas durante evento oficial na tarde de ontem, na zona rural de Cuiabá. Ao frisar que irá se candidatar ao Senado, Maggi também descartou abrir mão do plano para apoiar, em período integral, a candidatura da ministra Dilma Rousseff à presidência da República. “Sou candidato da minha vida”, brincou.

As declarações do republicano encerram uma série de conjecturas sobre seu próprio destino político. Conforme o Diário já havia antecipado com exclusividade, o plano original de Maggi, selado num acordo político com o PMDB, era o da renúncia ao cargo um ano antes do final do segundo mandato, uma plataforma à candidatura do vice-governador, Silval Barbosa (PMDB), à sucessão. Porém, um fato novo na cena política teria feito Maggi rever abruptamente a ideia: a saída do empresário Mauro Mendes do PR rumo ao PSB, abrindo campo para uma dupla candidatura na base governista.

Na prática, mais que a vaga na campanha presidencial de Dilma, com a opção pela senatória, Maggi acaba por descartar taxativamente tanto um dos ministérios do governo Lula, também em reta final de mandato, como o retorno, em caráter integral, às atividades empresariais. As conjecturas chegaram a apontar como o caminho político mais provável a mudança para uma cadeira na Esplanada dos Ministérios, considerando o perfil de executivo estampado pelo governador – que também esboçou, por repetidas vezes, certo cansaço com a vida política.

Por outro lado, com índices de aprovação que superam a casa dos 70% em pesquisas divulgadas por diferentes institutos, a leitura geral no meio político é de que Maggi partirá para uma disputa ao Senado sem dificuldades.

Embora já tivesse descartado assumir um ministério em declarações recentes, Maggi não havia ainda admitido a decisão final pela senatória. Há poucos dias, ele chegou a dizer que mudanças de plano se deram por conta da crise interna instaurada dentro do PR, pela “ausência de um grande líder na legenda”.

Extraído de: Diário de Cuiabá
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old November 18th, 2009, 11:30 PM   #12
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Analista aposta em uma vitória da aliança Wilson-Jaime

PSDB e DEM têm 13 candidatos a governador com chances em 2010, diz analista do UOL





Uma análise do colunista do site UOL/Folha de S. Paulo, Fernando Rodrigues, divulgada nesta quarta-feira (18), aponta para um certo favoritismo de uma eventual aliança entre o PSDB e o DEM em Mato Grosso, na disputa pela sucessão do governador Blairo Maggi (PR), em 2010.

No caso, Rodrigues se refere ao acordo político, em gestação, entre o prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), e o senador Jaime Campos (DEM).

Segundo o analista, a julgar pelas pesquisas eleitorais disponíveis (ainda sem as restrições impostas pela lei), os dois principais partidos de oposição - PSDB e Democratas - têm hoje 13 candidatos competitivos e com chance de vitória em disputas dos 27 governos estaduais em 2010. Entre os Estados, ele cita Mato Grosso.

Além de Wilson Santos e Jaime Campos, que podem se unir em torno de uma candidatura única, a disputa eleitoral no Estado conta com uma outra "via" eleitoral: a candidatura do vice-governador Silval Barbosa (PMDB), que tem o apoio do governador Maggi e da base aliada, que conta com PMDB, PT e outros partidos.

Confira a íntegra da análise de Fernando Rodrigues:

A julgar pelas pesquisas eleitorais disponíveis até o momento (ainda sem as restrições impostas pela lei), os dois principais partidos de oposição - PSDB e Democratas - têm hoje 13 candidatos competitivos e com chance de vitória em disputas dos 27 governos estaduais em 2010.

É impossível que todos saiam vencedores, pois em alguns locais concorrem ao cargo entre si. Há tucanos ou "demos" com alguma chance de vitória nas seguintes 11 unidades da Federação: Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Esses dados demonstram como a preponderância da coalizão governista a ser formada em torno do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, no plano federal ainda não está sendo suficiente para garantir a esse grupo uma hegemonia também nos Estados.

Os petistas, por exemplo, só despontam com 5 candidatos competitivos (em 1º lugar ou empatados na margem de erro com o primeiro colocado) nas disputas para os governos estaduais -exatamente o número atual. Hoje, o PT governa Acre, Bahia, Pará, Piauí e Sergipe. Por enquanto, está com nomes fortes (em 1º lugar ou empatado na frente) nos seguintes Estados: Acre, Bahia, Pará, Rio Grande do Sul e Sergipe.

Individualmente, o PMDB é o partido mais forte nas disputas pelos Estados: tem candidatos competitivos em 9 disputas. Se for vitorioso em tudo, manterá o mesmo número de governadores que tem hoje. Há peemedebistas disputando, por enquanto, para valer os governos dos seguintes Estados: Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba e Rio de Janeiro.

Todos esses dados fazem parte do mais amplo levantamento na web brasileira sobre pesquisas eleitorais disponíveis. Essa é uma tradição do UOL desde a eleição de 2000. Quando nenhum blog político existia, este site já coletava os dados e trazia tudo compilado para os internautas.

Só aqui é possível saber com rapidez o que todas as pesquisas de intenção de voto diziam, por exemplo, em janeiro/fevereiro de 2002 sobre a eleição presidencial daquele ano (Lula tinha 30%, Roseana estava com 21% e José Serra só com 7%) ou sobre a disputa pelo governo paulista (Alckmin estava com 28% contra um ainda fortíssimo Paulo Maluf, com 39%).

E uma ressalva relevantíssima: o blog e o UOL não se responsabilizam pelos dados aqui reproduzidos. A responsabilidade integral é dos próprios institutos de pesquisa.

A partir de janeiro de 2010, como se sabe, por ser um ano eleitoral, as pesquisas precisam ser necessariamente registradas na Justiça Eleitoral. Agora, essa regra ainda não vale. Este blog continuará a trazer todos os resultados para os internautas.

Fonte: Mídia News

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 8th, 2009, 02:07 PM   #13
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Pagot diz que Mauro "abandonou" grupo e prevê coligação como decisiva



Em entrevista há pouco ao programa Resumo do Dia (TV Rondon - canal 05), o diretor-geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura), Luiz Antônio Pagot (PR), reafirmou que não incentiva nos bastidores uma eventual candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB) ao Governo de Mato Grosso, em 2010. "Não costumo falar de candidato que não é do meu arco de alianças ou do meu partido", declarou.

Segundo Pagot, que foi um dos principais incentivadores para o industrial entrar na política em 2008, Mauro Mendes "abandonou" o PR ao se filiar ao PSB em setembro. O presidente da Fiemt (Federação das Indústrias de Mato Grosso) disputou a prefeitura de Cuiabá no ano passado e conseguiu chegar ao segundo turno. Logo após a eleição, Pagot "coloriu" as ruas e avenidas de Cuiabá destacando a vitória política obtida por Mauro Mendes e colocou como uma das novas lideranças do Estado.

Sem transparercer nenhuma empolgação, o diretor do Dnit considerou que o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) tende a ter um bom desempenho na eleição do próximo, já que assumirá o palácio Paiaguás em definitivo no mês de abril. Na opinião de Pagot, o candidato que conseguir construir o mais amplo arco de alianças partidárias levará vantagem.

"Acredito que é ainda muito precoce falar em pesquisas quantitativas. Neste momento, tem que ser fazer qualitativas para verificarmos pefil", opinou, ao acrescentar que "os partidos aliados contribuem decisivamente para qualquer eleição vitoriosa".

Extraído de: O Documento
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 9th, 2009, 01:48 PM   #14
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Silval evita ver Mauro como adversário

Vice-governador Silval Barbosa informou que mantém conversas institucionais com vários partidos visando à composição para Eleições 2010



Embora um novo grupo político esteja articulando a candidatura do ex-republicano Mauro Mendes (PSB) ao governo do Estado, o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) disse que ainda não trabalha com a hipótese do empresário ser seu adversário na Eleição 2010.

Na semana passada, lideranças de nove partidos (PSB, PDT, PPS, PV, PCdoB, PRTB, PSC, PMN e PRB) discutiram a construção de uma aliança durante o encontro suprapartidário denominado ‘Mato Grosso Muito Mais’. O evento, que teve ares de pré-lançamento do empresário ao governo, contou com a presença do presidenciável Ciro Gomes (PSB/CE).

Apesar disso, Silval que se diz amigo de Mauro Mendes. Relatou que, logo após a saída do empresário do PR, eles estiveram reunidos em uma audiência na qual Mendes negou os rumores de candidatura.

Silval também cita o bom relacionamento com o líder do PSB, deputado federal Valtenir Pereira, como fator que pode colaborar para uma reaproximação entre os dois grupos. Apoio que ele não descarta até o lançamento oficial de sua candidatura.

“O deputado federal Valtenir Pereira sempre se mostrou de acordo com o PSB em aliança com o PR, PT e o PMDB, que já viabilizam minha candidatura ao governo”, explicou Silval Barbosa, complementando que tem se reunido, nos últimos dias, com os líderes do PSB, PRB e PC do B, em reuniões institucionais.

Nos próximos meses, Silval Barbosa deve intensificar as ações políticas na tentativa de cooptar mais partidos para o seu arco de aliança. Amanhã, ele assume pela nona vez, sendo a quarta vez este ano, enquanto o governador Blairo Maggi (PR) viaja para a Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), em Copenhague, na Dinamarca.

Esta pode ser a última vez que Silval assume a chefia do Executivo antes de ser efetivamente empossado no cargo. Até lá, ele tem a tarefa de fazer a máquina pública funcionar com mudanças em pelo menos cinco secretarias. Conforme levantamento preliminar do vice-governador, deixam o governo para se lançar como candidatos os secretários de Ciência e Tecnologia, Chico Daltro; de Educação, Ságuas Moraes; de Esportes e Lazer, Baiano Filho; de Projetos Estratégicos, José Aparecido dos Santos, o Cidinho; e de Desenvolvimento Rural (Seder), Neldo Egon Weirich, além do presidente do Detran, Teodoro Lopes (o Dóia) e do diretor-presidente da Empresa de Pesquisa e Assistência e Extensão Rural, Leôncio Pinheiro.

As mudanças no secretariado, vistas com naturalidade por Silval, só deverão ser feitas em abril, quando Blairo Maggi deixar o governo para trabalhar a candidatura ao Senado. “Não vou falar de nomes para não criar expectativa e correr o risco de desestabilizar as pastas”, esclarece. Na Assembleia Legislativa, Silval também se vê na possibilidade de trocar o líder do governo ou optar por outro deputado de seu partido. Escolha que também deixará para abril de 2010. “Não vejo problema em continuar com o deputado Mauro Savi, do PR, como aliado no Legislativo. Mas não vou adiantar as escolhas”, concluiu.

Extraído de: Diário de Cuiabá
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 10th, 2009, 02:11 PM   #15
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Base será recomposta com Silval

Governador deixa o Poder Executivo e afirma que também termina o compromisso com os partidos que formam atual base de sustentação



No início de 2010, o governador Blairo Maggi (PR) deixa para o vice-governador Silval Barbosa (PMDB) não só a chefia do Executivo Estadual, mas, a tarefa de reestruturar a base do governo e, consequentemente, o staff. Ontem, antes de embarcar para a Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), em Copenhague, Maggi declarou que no dia 3 de abril - data em que renunciará o mandato para cuidar de sua candidatura ao Senado Federal – será o fim de seu compromisso com os partidos da base aliada.

“A partir de então será outro governo, o de Silval Barbosa. Ele que monte sua estrutura da forma que achar mais adequada”, explicou Maggi. Embora sejam do mesmo arco de aliança, Blairo trata da mudança como uma transição de governo, enfatizando que a composição do staff de Silval será uma escolha pessoal.

Assim que deixar o governo, Maggi promete exonerar todos os secretários e pelo menos cinco não irão retornar ao governo para tratar dos projetos de candidatura: os secretários de Ciência e Tecnologia, Chico Daltro; de Educação, Ságuas Moraes; de Esportes e Lazer, Baiano Filho; de Projetos Estratégicos, José Aparecido dos Santos, o Cidinho; e de Desenvolvimento Rural (Seder), Neldo Egon Weirich. Além dos secretários, dois presidentes de autarquia estão na eminência de se lançarem candidatos: o presidente do Detran, Teodoro Lopes (o Dóia), e do diretor-presidente da Empresa de Pesquisa e Assistência e Extensão Rural, Leôncio Pinheiro.

Maggi garantiu que até sua saída não fará mais nenhuma substituição nas pastas. Contudo, defende que os partidos da base aliada coloquem os cargos à disposição assim que ocorrer a troca de governo. A declaração pode ser um chamado ao DEM, partido da sustentação que dialoga com o PSDB, principal oposição ao governo Maggi.

Mesmo ciente de que terá que convocar um novo secretariado, Silval Barbosa prefere não adiantar nomes. Apenas diz que irá optar por uma composição política. Nos bastidores, especula-se que Silval tentará reaproximar dos democratas oferecendo uma das secretarias ao partido.

Hoje, o vice-governador assume o governo do Estado pela nona vez num período de três anos. Esta é a quarta vez, somente neste ano, que Silval fica à frente do Poder Executivo estadual, totalizando aproximadamente seis meses no cargo de governador. Enquanto Silval ensaia como governador, Maggi prevê dias turbulentos para o sucessor.

“Ele [Silval Barbosa] tem que se preocupar com a administração, com a governabilidade e com a campanha que acontecerá ao mesmo tempo. Isso não será fácil”, finalizou o governador.


Diário de Cuiabá
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 10th, 2009, 02:17 PM   #16
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Jayme terá que devolver mais de 1,5 mi



Esta é a segunda ação movida contra o senador neste ano
O senador por Mato Grosso Jayme Campos (DEM) irá responder outra acusação do Ministério Público Federal (MPF) que pede a reposição de valores gastos em obras realizadas pela Prefeitura Municipal de Várzea Grande. Segundo a ação, houve superfaturamento de R$ 1.595.343,12 em obras realizadas durante o segundo mandato de Campos em 1998. Na ocasião, foi firmado um convênio com o Ministério dos Transportes para a adequação das rodovias BR 070, 163, 364/MT na travessia urbana da cidade de Várzea Grande, na avenida Ulisses Pompeu de Campos, entre os quilômetros 520,50 e 522, 80. A empresa contratada, Agrimat Engenharia Indústria e Comércio LTDA, teria cobrado preços muito acima dos estabelecidos na tabela do Departamento de Viação e Obras Públicas (DVOP).
O Ministério Público ajuizará, amanhã (9), uma ação civil pública contra o ex-prefeito de Várzea Grande por improbidade administrativa. Jayme era o ordenador de despesas do município, responsável por autorizar o superfaturamento. Na ação enviada para a Justiça Federal, o MPF requer, cautelarmente, que seja determinada a indisponibilidade de bens imóveis, veículos e/ou ativos do ex-prefeito e dos dirigentes da empresa Agrimat, no valor de R$ 1.595.343,12. O senador também responderá pelos prejuízos causados aos responsáveis pelas análises e aprovações de custo da empresa vencedora da licitação, o diretor-geral Maurício Hasenclever Borges, os engenheiros Francisco Augusto Pereira Desideri, chefe da Divisão de Construção, e Alfredo Soubihe Neto, diretor de Engenharia Rodoviária, todos do antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER).
O MPF pede também o ressarcimento integral do dano, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, se concorrer esta circunstância, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos. Ação do Ministério, contra o ex-prefeito de Várzea Grande, é resultado do planejamento estratégico dos quatro procuradores da República que atuam nos ofícios de Patrimônio Público que prevê a análise, até o dia 18 de dezembro, de cerca de 150 procedimentos administrativos que apuram fraudes e desvio de recursos federais cometidos por prefeituras municipais de Mato Grosso.

Folha do Estado
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 10th, 2009, 02:36 PM   #17
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

MPF processa Jayme Campos por superfaturamento de obras
Redação 24 Horas News



O processo que o Ministério Público Federal ingressará nesta quinta-feira contra o senador Jayme Campos, dos Democratas, é o segundo em poucos meses. Em meados de novembro, quatro procuradores da República assinaram uma ação que pede a adequação dos rendimentos do senador ao teto máximo de rendimento dos ocupantes de cargo público, que é de R$ 25.725,00. A medida judicial envolveu ainda os deputados federais Carlos Bezerra (PMDB), que já foi governador do Estado também; e Thelma de Oliveira, viúva do ex-governador Dante de Oliveira. Eles acumulam dois rendimentos mensais, a pensão de R$ 12.294,32 por serem ex-governadores - ou cônjuge de ex-governador, no caso de Thelma de Oliveira –, e mais o subsídio mensal a que fazem jus por serem ocupantes de cargos eletivos, de R$ 16.512,08.

Pré-candidato ao Governo do Estado, o senador Jayme Campos (DEM) está sendo processado pelo Ministério Público Federal para que promova o ressarcimento de mais de R$ 1,5 milhão por superfaturamento nas obras realizadas pela Prefeitura de Várzea Grande durante a sua gestão.A ação civil pública por improbidade administrativa será ajuizada nesta quinta-feira, dia 10. Nela, Jayme, como o ordenador de despesas do município, foi responsável por autorizar o pagamento de R$ 1.595.343,12 nas obras de duplicação da passagem urbana de Várzea Grande, nas rodovias BR 070/163/364/MT. Jayme poderá ficar com os bens indisponíveis.

O MPF também quer que respondam pelo prejuízo ao erário os responsáveis pelas análises e aprovações de custo da empresa vencedora da licitação, o diretor-geral Maurício Hasenclever Borges e os engenheiros Francisco Augusto Pereira Desideri, chefe da Divisão de Construção, e Alfredo Soubihe Neto, diretor de Engenharia Rodoviária, todos do antigo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER).

Em 1998, durante o segundo mandato como prefeito de Várzea Grande, Jayme Campos firmou um convênio com o Ministério dos Transportes para a adequação das rodovias BR 070/163/364/MT na travessia urbana da cidade de Várzea Grande, na avenida Ulisses Pompeu de Campos, entre os quilômetros 520,50 e 522,80.

No Programa de Fiscalização a Partir de Sorteios Públicos, de agosto de 2005, a Controladoria Geral da União (CGU) identificou que a empresa contratada para executar as obras, Agrimat Engenharia Indústria e Comércio LTDA, cobrou preços muito acima dos estabelecidos na tabela do Departamento de Viação e Obras Públicas (DVOP).

No fornecimento e transporte de cimento asfáltico CAP 20 (912,60 T), por exemplo, a empresa cobrou o valor unitário de R$ 634,48, enquanto que o preço na tabela do DVOP, pelo mesmo serviço, é de R$ 182,51. Já no fornecimento e transporte de emulsão asfáltica RR – 2C (22,5 T), de acordo com as investigações do Ministério Público Federal, a tabela do DVOP informava o preço de R$ 273,82, mas o valor pago pela prefeitura foi de R$ 698,60.

Conforme a análise feita pela Secretaria de Controle Externo do Tribunal de Contas da União as obras foram executadas, estão em uso pela comunidade, mas apresentam sobrepreço nos custos unitário e total (de materiais e serviços) em relação aos valores orçados no projeto básico e em relação aos valores do Sistema de Custos Referenciais de Obras (Sicro) do DNER.

O Ministério Público Federal vai requerer em juízo que seja determinada a indisponibilidade de bens imóveis, veículos e/ou ativos do ex-prefeito e dos dirigentes da empresa Agrimat Engenharia Indústria e Comércio LTDA, no valor de R$ 1.595.343,12. O MPF pede também o ressarcimento integral do dano, perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio, se concorrer esta circunstância, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos, pagamento de multa civil de até duas vezes o valor do dano e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos.

24 Hrs News
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 14th, 2009, 01:38 PM   #18
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Silval Barbosa vai a encontro do PT e pede apoio para eleição de 2010

Da Assessoria

Com o intuito de discutir políticas públicas voltadas para o Estado Mato Grosso e avançar no projeto de governo estadual, o governador em exercício, Silval Barbosa (PMDB), esteve presente na abertura do Seminário Estadual do PT: Diretrizes para o Desenvolvimento Humano e Sustentável do Estado de Mato, realizado pelo diretório regional do PT, na manhã deste domingo (13.12), no Hotel Fazenda Mato Grosso.

“Estamos trabalhando um projeto comum para o nosso estado, no qual todos os partidos terão a oportunidade de apresentar suas propostas”, afirmou Silval, destacando a importância do seminário para a discussão de temas voltados para o desenvolvimento econômico e social do estado.

A manutenção da base de sustentação do Governo do Estado, assim como do Governo Federal, foi outro ponto debatido durante o encontro, que contou com as presenças de outras lideranças partidárias, dentre elas, o presidente do diretório estadual PT, deputado federal Carlos Abicalil; do presidente do PMDB de Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra; do vice-presidente do diretório regional do PR, Moisés Sachetti e do presidente estadual do PCdoB, Miranda Muniz.

Na oportunidade, o governador Silval Barbosa destacou a importância dos partidos que integraram o arco de aliança no processo eleitoral de 2006 mais o PT, que desde 2007 compõe o Governo no comando da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), e dá sustentação na Assembleia Legislativa, continuarem unidos.

“O Governo Lula fez a diferença nos últimos sete anos, avançando em todas as áreas de Governo. No estado de Mato grosso não foi diferente, por isso, precisamos dar continuidade a esse projeto caminhando juntos não só no projeto nacional como também estadual”, ressaltou.

http://www.odocumento.com.br/materia.php?id=317133

.
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 16th, 2009, 01:42 PM   #19
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Projetos pessoais derrubam a "terceira força" para 2010

Valdemir Roberto


Antes eram chamados de “nanicos”. Se irritaram com a classificação e pediram respeito. PSB, PPS, PV, PDT, PCdoB, PRB, e outros mais da mesma estatura política e eleitoral – um pouco mais, um pouco menos – ganharam denominações e chegaram a ser chamados de “Terceira Força”, uma espécie de grupo alternativo para a suposta polarização de candidato do Governo, mais para o vice-governador SIlval Barbosa, do PMDB, e de oposição, entre Wilson Santos, prefeito de Cuiabá, do PSDB, e Jayme Campos, senador da República licenciado, do DEM. Muitos torceram o nariz: ainda achavam que a nomenclatura era pejorativa.

Reuniões prá lá, reuniões prá cá, todos conversando entre si, promovendo uma verdadeira gastança do combustível político, que é a saliva. Conversaram tanto que o resultado beira ao desastre: o que poderia ser uma terceira força, ou força alternativa, virou “bloco de desconfianças”. Entre os dirigentes das siglas, ninguém aposta um pequi roído sequer em outro representante de legenda. “Ninguém sabe onde está ninguém. Cada um está procurando resolver seu próprio problema” – disse um dos envolvidos nas exaustivas conversações.

Começou com Mauro Mendes. Empresário bem sucedido, disputou a eleição a prefeito de Cuiabá, comprou brigas e mais brigas, recusou ser candidato do Partido da República ao qual era filiado, entrou no PSB e... quando todos achavam que o candidato do bloco alternativo estava definido para enfrentar Silval e Wilson Santos ou Jayme Campos, eis que tudo ficou na estaca zero. Mendes garantiu que não era candidato, conversou com Silval depois de aborrecer o governador, seu padrinho político, com a decisão de trocar de partido.

Ao mesmo tempo que discute um projeto de Governo, Mendes e seu partido conversam com todos. A incerteza é tamanha que muita gente acha que o empresário estaria sendo usado como uma alternativa caso a candidatura de Silval não decole. Mendes pode acabar recebendo até o apoio dos velhos republicanos, alguns mais resistentes, como é o caso de Luís Antônio Pagot, diretor-presidente do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT).

O alinhamento socialista vai depender também da posição que se der eleitoralmente ao seu presidente, o deputado Walternir Pereira, que quer manter sua cadeira na Câmara Federal. Em circuitos fechados de conversa, o parlamentar federal já deu o tom da conversa: não irá para o sacrifício. Na leitura do deputado o PDT, o PPS e outros da “força” não conseguem dar os votos que ele precisa. Por isso, quer colocar o PSB em uma chapa que tenha votos. Ainda mais depois que o deputado estadual Otaviano Pivetta, que já foi dado como candidato ao Senado do grupo, anunciou que “legislativo nunca mais”.

O PSB, porém, não é o centro das desconfianças – em que pese levar boa parte dela. O deputado federal Carlos Bezerra, por exemplo, garantiu após se eleger pela oitava vez presidente do PMDB que a sigla vem mantendo contatos com o PRB e com o PCdoB.

“A verdade é que quem está dentro quer ficar na janela e na melhor posição. Quem está fora, quer entrar. Por isso, a negociação corre solta. Questões programáticas nesta altura dos acontecimentos, nem pensar” – referenciou o dirigente partidário, insatisfeito com os rumos dos acontecimentos.

Uma outra noticia que deixou os articulares do bloco preocupados foi dada pelo senador Jayme Campos. Ele disse que está trabalhando pesado para conseguir finalizar os entendimentos com o Partido Progressista dos deputados Pedro Henry e José Riva. Junto, o PPS de Percival. O PP vale pela sua força na eleição proporcional, já que os dois parlamentares principais ofertam votos consideráveis. Já o PPS tem a oferecer um deputado estadual, no caso o seu presidente e dirigente-mor, Percival Muniz, que negocia candidatura ao Senado Federal ou como vice. Onde o projeto político se encaixar melhor, o negócio será fechado. Ai sim, virão às discussões do “surrado” Plano (mirabolante) de Governo para convencer os eleitores.

Do líder democrata Jayme Campos uma outra informação: o sonho, se conseguir vingar na disputa interna contra Wilson Santos, do PSDB, de reeditar em Mato Grosso a aliança nacional da qual DEM e PSDB articulam. No caso, com o PPS de Muniz. Isto é: discurso melhor que esse, impossível para justificar o entendimento eleitoral. Contudo, repita-se: só se o projeto político tiver encaixe.

Da história do “ninguém é de ninguém” não se salva nem o PDT, em tese, um dos articuladores principais da “terceira força”. A sigla é tabuleiro de fragmentos. Há quem aposte todas as fichas que o partido, na hora “H” vai estar junto com o PSDB de Wilson Santos, caso o prefeito vença Jayme Campos na corrida PSDB-DEM. Os próprios tucanos de articulação garantem que uma parte do partido é deles, a que é gerida pelo grupo deposto do radialista Mário Márcio Torres.

Para arrematar, outro lance que intriga. Na ultima sexta feira, em um almoço entre Silval Barbosa e o deputado Walternir Pereira, o prato causou congestão nos articuladores da “Terceira Força”. Há quem garanta de pés juntos que Mauro Mendes estaria alinhavado num entendimento com o vice-governador para ser o candidato a vice. Isto é: Silval governador, Mendes, vice e Blairo candidato ao Senado, junto com o nome a ser indicado pelo PT, que, internamente, exerce sua autofagia histórica.

Fonte: 24 hrs News
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Old December 20th, 2009, 10:57 PM   #20
RobertoBarrich26
Eng. Tráfego e Designer
 
RobertoBarrich26's Avatar
 
Join Date: Jan 2009
Location: Centro-Oeste - GYN Melância
Posts: 12,049
Likes (Received): 628

Jayme ‘convida’ Silval à composição


Senador democrata afirmou que nunca se distanciou do PMDB e quer o vice-governador nas discussões para uma aliança na eleição do próximo ano. Senador Jayme Campos tenta agora trazer Silval para uma aliança
JEAN CAMPOS
Especial para o Diário


O cacique do DEM em Mato Grosso, senador Jayme Campos, que há alguns dias vem se distanciando da “turma da botina”, agora tenta uma reaproximação, principalmente, com o candidato ao governo estadual Silval Barbosa (PMDB). Embora ainda não tenha feito um convite oficial, o democrata afirmou, ontem, que irá propor a Silval, até então rival em 2010, uma discussão sobre composição junto com o PSDB e PTB.

“Meu acordo preliminar é com o PSDB e PTB, seguindo uma orientação nacional. Todavia, não deixei de buscar novos apoios”, justificou Jayme na manhã de ontem. Caso o convite seja aceito pelo vice-governador, o senador democrata garante que ele participará do processo de escolha do candidato da chapa, de forma democrática. Em fevereiro do ano que vem o DEM e o PSDB irão decidir, entre Jayme Campos e Wilson Santos (PSDB), qual será o candidato a governador, com base nos resultados de uma pesquisa qualitativa e quantitativa sobre as intenções de voto.

Neste caso, Silval participaria do mesmo processo. “Fechar qualquer aliança neste momento será prematuro. Nunca estive distante do PMDB e, por esse motivo, posso cooptar a sigla para minha aliança”, justificou.

Por outro lado, Silval Barbosa também tem declarado que mantém as conversas com o DEM e que, inclusive, ofereceria ao partido alguma Pasta do staff após a saída de Maggi, em abril do ano que vem. Contudo, a estratégia de Silval é manter o partido na aliança que elegeu Maggi.

Campos reforçou que possui apoio de prefeitos e vereadores do PR e PMDB no interior do Estado, além líderes do PP e PPS. No entanto, prefere não citar o nome dos aliados “por questões éticas”.

Questionado sobre a compatibilização das propostas dos partidos de situação e oposição, na possibilidade de estarem juntos, Jayme defendeu que as conversas institucionais ajudarão a construir um projeto de governo que atenda às prerrogativas de cada sigla. “O Democratas é credor do PR. Afinal, ajudamos a eleger o governador Blairo Maggi por duas vezes”, relembrou.

Fonte: Diário de Cuiabá
__________________
Informações em tempo real sobre o trânsito e transportes de Goiânia e RM: http://www.facebook.com/TransitoGoianiago
-------------------------

Outros Threads Meus de: GOIÁS / MATO GROSSO
RobertoBarrich26 no está en línea   Reply With Quote
Reply

Thread Tools

Posting Rules
You may not post new threads
You may not post replies
You may not post attachments
You may not edit your posts

BB code is On
Smilies are On
[IMG] code is On
HTML code is Off



All times are GMT +2. The time now is 09:11 PM.


Powered by vBulletin® Version 3.8.8 Beta 1
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.
Feedback Buttons provided by Advanced Post Thanks / Like v3.2.5 (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

vBulletin Optimisation provided by vB Optimise (Pro) - vBulletin Mods & Addons Copyright © 2014 DragonByte Technologies Ltd.

SkyscraperCity ☆ In Urbanity We trust ☆ about us | privacy policy | DMCA policy

Hosted by Blacksun, dedicated to this site too!
Forum server management by DaiTengu